Marketing político

Hoje pela manhã, vendo o “Bom Dia Brasil”, mais uma vez me deparei com o que considero um grave erro na condução de uma campanha política. A Rede Globo, através do seu departamento de jornalismo, está durante 30 minutos entrevistando no “Bom dia Brasil” os candidatos à presidência da república, a exemplo do que já foi feito no “Jornal Nacional”, quando todos os CANDIDATOS foram ao estúdio da Globo, menos a CANDIDATA DILMA ROUSSEFF que, ao meu ver, equivocadamente fazendo valer a sua condição atual de presidenta, recebeu os companheiros da Globo em Brasília.

Foto: Eraldo Peres

Foto: Eraldo Peres

Hoje, muitas pessoas comentaram comigo este fato, e no fundo, fica a sensação clara de que o tratamento desigual, imposto por quem cuida da campanha da candidata Dilma, acaba sendo um tremendo gol contra, pois a igualdade é a base do processo democrático. Nem quero falar da postura, pois para quem viu a entrevista de hoje ficou uma sensação clara de que ali não estava uma candidata e sim, uma presidenta disposta a fazer valer sua autoridade, o que em diversas oportunidades fez com que os entrevistadores ficassem meio sem jeito, não sabendo como reagir. Quem viu, deve ter notado que quem conduziu a entrevista foi a presidenta, que falou o que quis, independente do que lhe era perguntado.

“Marketeiramente” falando, um desastre.