Última do ano

25_27_GHG_98_festamengaoEsta notícia do movimento do futebol do Flamengo, operando a contratação do jovem e promissor Marcelo Cirino, confesso, mudou meu humor e, na realidade, está sendo um autêntico tapete vermelho e preto para ir de encontro a 2015.

Volto no tempo e rememoro os momentos de tensão e angústia quando nos propusemos a contratar o meia Lúcio, revelação do Campeonato Brasileiro pelo Goiás. A correria de todos os grandes clubes foi enorme. Todos, eu disse todos, os grandes do Rio, São Paulo, Minas e Rio Grande do Sul, colocaram suas fichas na mesa. De fora, Milan e La Coruña. Guerra complicada…

A nossa grande vantagem sobre todos foi a afinidade que virou amizade com Hailê Pinheiro, presidente do Goiás. Foram tantos os papos, as idas a Goiás, que Hailê conduziu a negociação de forma a colocar Lúcio no Flamengo. A nossa operação para adquirir os recursos era com a Umbro, que após algumas idas nossas a Londres, deu sinal verde, porém sem tempo suficiente para fazer que, em tempo hábil, o dinheiro chegasse ao Brasil. O que fazer? Tínhamos um prazo para entregar um cheque, ou efetuar um depósito. Correria louca e, desculpem a falta de modéstia, momentaneamente, por respeito à verdade, abandonando a segunda pessoa do plural e ficando na primeira do singular, aos 45 do segundo tempo, entreguei o cheque ao Goiás que, posteriormente, me foi devolvido com o depósito feito pelo Flamengo. Uma loucura…

Continuo voltando no tempo e me vejo em 1997, quando em minha casa, Paulo Autuori, nosso treinador, me entregou uma relação com cinco nomes que, segundo ele, fariam o Flamengo ganhar tudo em 98. Os nomes eram: Rodrigo Fabri, melhor jogador em atividade no Brasil, que jogava na Portuguesa de Desportos; Zé Roberto, do Real Madrid; Romário, do Valência; Palhinha, do Palma de Mallorca; e Cleyson, do Cruzeiro. Que missão, hein?

Comecei pelo número 1, Rodrigo Fabri. Procurei o presidente da Portuguesa e recebi dele a informação de que o Real Madrid havia pago um “pedágio” de um milhão de dólares e, pagando mais nove milhões, ficaria com o jogador. Peguei um avião e fui procurar o presidente do Real Madrid, Lorenzo Sanz, que desde o primeiro momento foi muito simpático, e esta sinergia também se transformou em amizade, após três semanas em Madrid. De cara, perguntei o que pretendia fazer, se pagar ou não os nove milhões para ficar com Rodrigo Fabri. Pegou o telefone e chamou Pepe, ex-jogador e, naquele momento, gerente de futebol. Pepe disse que tinha dúvidas com relação ao valor do investimento, embora as informações sobre o jogador fossem muito positivas. Como senti uma certa insegurança por parte deles, propus um seguro. Lorenzo imaginou que eu trabalhasse em alguma seguradora. Ri, disse que não e expliquei. Como eles tinham dúvidas, sugeri que o Real pagasse os 9 milhões, colocasse o jogador no Flamengo por três anos, findo os quais, o Real poderia ter o jogador ou não. Se fosse ele bem, iriam simplesmente resgatá-lo. Se não fosse Rodrigo Fabri o que se esperava, estipularíamos os valores dos passes de Sávio, por 20 milhões de dólares, e de Jr. Baiano, por 12 milhões, e o Real escolheria um deles, pagando a diferença. A ideia mexeu com eles, só que no dia seguinte, quando estava no gabinete de Lorenzo Sanz, esbaforido entrou o gerente Pepe. Como senti um clima tenso, disse que sairia para que ficassem à vontade. Lorenzo, dizendo que eu já era da família, disse para que eu ficasse e, acabei ouvindo o motivo da confusão. Zé Roberto se negava a jogar na lateral e o treinador, irritado, disse que não queria mais trabalhar com ele. Ouvi tudo e, após o nosso almoço, regado a vinho espetacular e inúmeras baforadas de charuto, disse que tinha uma proposta. Sávio, no Real Madrid. O Real compra definitivamente Rodrigo Fabri e o divide com o Flamengo, 50 por cento dos direitos econômicos para cada clube, com o Flamengo tendo o direito de utilizá-lo nos três primeiros anos. Daí em diante, um ano em cada clube. Em caso de venda, 50 por cento para cada lado. Zé Roberto: 100 por cento dos direitos econômicos para o Flamengo. Romário e Palhinha: O Real se obrigava a negociar com Valência e Palma de Mallorca e, colocá-los, sem nenhum custo, no Flamengo. Este almoço invadiu o jantar e, de madrugada, batemos o martelo. A lista de Paulo Autuori foi atendida na totalidade, pois na volta contratamos Cleyson ao Cruzeiro.

Por que estou contando isso? Por imaginar o quão trabalhosa e complicada, deve ter sido a operação para sensibilizar o fundo de investimento a colocar Marcelo Cirino no Flamengo.

Ontem, esqueci de mencionar que, Corinthians e Grêmio, tentaram de tudo para ter o jogador.

Enfim, como Marcelo Cirino vai se sair, só Deus sabe. O que faço questão de registrar é que, no que compete aos dirigentes, foi marcado um gol de placa, sim!!!

Tomara que Marcelo Cirino seja muito mais do que representaram para o Flamengo, Lucio e Rodrigo Fabri, mas isto é uma outra história. O que vale, é que os dirigentes do Flamengo, com coragem e criatividade, pagaram para ver. E como não pagar para ver alguém que foi a revelação do Campeonato Brasileiro?

Agora, está faltando o garçom… Se vier, 2015 vai ser um belo ano.

1 Comentário

  1. Ver o FLAMENGO REALIZAR grandes contrataçöes é sempre maravilhoso. Por outro lado ouvimos e vemos uma avalanche de NOTÍCIAS sobre negociaçöes de clubes brasileiros com EXTRANGEIROS?
    Atualmente é permitido a um time ter 5 estrangeiros em campo, nada contra, mas não seria igualmente importante ESTIPULAR TAMBÉM um número mínimo de JOGADORES DA BASE EM CAMPO EM CADA EQUIPE ?

    Não seria esse o caminho a ser traçado para termos uma BASE DO FLAMENGO e do FUT BRASILEIRO FORTES e para o 7×1 não se repita ?

    E para que um clube como o FLAMENGO volte a ser um gerador de NOVOS ÍDOLOS ?

    Reply
  2. Agora só falta o nosso 10.
    Na verdade o 10 está em falta no fut brasileiro, vemos 3,4, 5 times brigando pelos raros meias HABILIDOSOS.

    Quanta CONTRADIÇÃO os mesmos clubes que FORMAM reclamam que NINGUEM FORMOU UM 10.

    DIRECIONAM as divisoes de BASE para privilegiar o FÍSICO em detrimento dos HABILIDOSOS e seus DRIBLES OUSADOS. Regidos por um pensamento SUBSERVIENTE DE FORMAR PARA EUROPA.

    Afinal de contas o MESSY, MARADONA, ZICO tem 2 metros de ALTURA ?

    A GRANDEZA deles está no TALENTO.

    Reply
  3. Amigo Kleber,
    Evidentemente, estamos todos felizes pela contratação do Marcelo.
    Na verdade, foi uma “engenharia financeira”, em que o Flamengo gastará apenas R$180 mil de salários.
    Nem um tostão a mais!!!
    Contratado nos moldes do Gabriel, Marcelo só custará alguma coisa (com 10% de juros) no final do ano.
    Por ora, fica valendo o apelo do presidente, em relação ao Programa Sócio-Torcedor.
    O que gostaria de entender, é o que será feito com os 30 milhões que seriam gastos em reforços.
    O Flamengo contratou 5 jogadores.
    3 apostas (Arthur Maia, Thalisson, Bressan) 1 realidade (Marcelo Cirino), e uma incógnita (Pará).
    Não entrou com R$1,00 em nenhuma delas.
    “…Quando o Programa chegar aos 80 mil sócios”…
    O Carioca, muito menos o Brasileiro, não esperam por isso.
    Sabemos que atacantes velozes, só jogam, quando existe um 10 para municiá-los.
    É de suma importância, a contratação de um meia de qualidade.
    Talvez, nos mesmos moldes de Gabriel e Marcelo.
    Investidores aproveitando nossa vitrine, e nós, usufruindo de bons atacantes.
    O que não pode acontecer, é dar certo, e perdermos o jogador para um co-irmão.
    Caso típico do Elias.
    Se Marcelo acertar no Flamengo, no final do ano, temos que ter R$5,5 milhões separados para pagar 1/3 aos investidores.
    Aí sim! O Programa Sócio-Torcedor estará valendo a pena.
    Dureza mesmo, foi na década do 90…
    Sem Programa, sem dinheiro, sem lenço nem documento…

    Reply
      • Amigo Diogo,
        Numa situação ANORMAL, em que o clube contrata a troco de dívidas antigas e exposição na vitrine, não existe o quesito luvas.
        Apenas Pará (dívida Rodrigo Mendes) e Marcelo (grupo de investidores), são jogadores do Flamengo.
        Bressan, Thalisson e Arthur Maia, foram emprestados.
        Quanto a comissão do empresário, você tem inteira razão.
        Os 5 contratados pelo Flamengo, que na verdade, apenas Marcelo Cirino não é aposta, somente Pará terá seus vencimentos pagos pelo Grêmio.
        Os outros 4, serão pagos pelo Flamengo.
        Quanto as luvas, não cabe nesta situação.
        Mas, quanto aos empresários… com certeza!
        E… voltando um ano atrás, não só os empresários, como alguns dirigentes do Flamengo também fizeram parte das “negociações”…
        A contratação do Carlos Eduardo, só foi ruim para o clube.
        Caso o Fluminense liberasse Conca pra nós, teríamos que pagar em torno de 33% do clube, e o restante ficaríamos devendo a Unimed.
        Mas os R$750 mil de salários, seriam integralmente nosso.
        Pode acontecer, é incluir luvas neste montante.
        O que não acredito, já que ele ganha isso no Tricolor.
        Abraço, amigo.

        Reply
  4. A VITRINE esta limpa, lustrada, brilando e com TODOS os holofotes voltados para ela (FLAMENGO).

    Agora outros CRAQUES quererem vir para BRILHAR JUNTO na maior VITRINE do fut. brasileiro e do MUNDO.

    As negociaçöes estão em curso e tem ÓTIMAS ESTRELAS querendo vir para essa vaga de DESTAQUE NA VITRINE.

    A DISPUTA pela vaga esta acirrada.

    Reply
  5. Conca ou Messy ?

    Afinal de contas que novela é essa que a MESES se ARRASTA.

    A DIRETORIA do FLAMENGO não pode ficar se REBAIXANDO e PERMITINDO que o FLAMENGO seja DIARIAMENTE REJEITADO por nenhum jogador , isso são DERROTAS.

    Espero que o FLU pague 5 milhoes de salário pra ACABAR com isso de vez.

    Na minha opinião o Lucas Lima é uma opção melhor.

    Até mesmo o DIEGO SOUZA que tem IDENTIFICAÇÃO com o FLA é uma opção muito MELHOR para se juntar a esse ataque VELOZ do FLAMENGO. Aí sim!!!

    Reply
  6. Flamengo FORTE = FORTE VALORIZAÇÃO DOS JOGADORES.

    Com a vinda de Marcelo Cirino o parceira Doyen passa a ser um grande interessado que o FLAMENGO tenha um ELENCO FORTE pois quanto mais forte for, mais forte será a LUCRATIVIDADE DA PARCERIA.

    É como um diamante em uma coroa, ele brilha, porem se for CERCADO de outros diamantes então BRILHA e se VALORIZA MUITO MAIS.

    Trazer Lucas Lima para o FLA seria acima de tudo uma ESTRATÉGIA INTELIGENTE do investidor para valorizar o FLAMENGO a SI MESMA consequentemente.

    Reply
  7. Ontem lendo os comentarios e as noticias sobre a possivel contrataçao do meia Conca(multissimo animado por sinal), li uma reportagem do nosso galinho alertando a nossa diretoria de uma posssivel “jogada” tricolor nos usando para valorizar o seu jogador …. hoje , novamente atento ao noticiario vejo q o Conca realmente nao vira para o Mengao e q possivelmente ira ganhar um “troco” na China….pois e , so me resta mais uma vez referenciar esse genio (nao so da bola ) q e nosso Zico !!! Saudaçoes!!

    Reply
    • Amigo Pedro,
      Rodrigo Caetano é uma águia!
      Enfim, um competente sentado na cadeira certa…
      O imbróglio Conca, demonstra claramente que o jogador está muito perto do Flamengo.
      Veja, amigo! Isso é minha opinião.
      Jogando na China, chorou para Celso Barros arrancar ele de lá.
      Levou até multa por não querer voltar, quando de férias no Brasil.
      Por razões que envolvem a mulher (isso é fatal….kkk), o meia não quer ir nem pra São Paulo.
      Comprou um centro de estética para a esposa, está construindo um casarão na Barra da Tijuca, e construindo outro casarão em Angra dos Reis, no bairro chamado Camorim Grande.
      Dido isso, porque moro muito perto e conheço a casa.
      Como Vasco e Botafogo estão mortinho$, e a Cooperativa quer o dele (Celso Barros), só nos resta rezar pra esposa dele ser o centroavante da casa…
      Caso o Fluminense banque os R$750 mil de salários, ai babou!!!
      Grande abraço.

      Reply
  8. BEM!
    O Flamengo está procurando um 10 e um 9…
    Ainda estamos esperando a grana do Al-Nassr, da Arábia Saudita.
    Um beiço espetacular!!!
    Por que não resgatar nosso amado Brocador????
    Sem sombra de meia e nem mesmo de meia-atacante, o cara fez mais de 45 gols em 2013.
    Por que não???

    Reply
  9. Grande Carlos, conversar com gente informada e outro papo!!! Tomara q o Conca vista o manto sagrado , ai com mais um volante e um centro-avante seremos o melhor time do Brasil.Em relaçao ao trabalho do Rodrigo Caetano realmente e espetacular, nunca vi uma barca com tanta baranga junta , SENSACIONAL!!!!ficamos livres de cada penduricalho q a Gavea ganhou um novo oxigenio , Saudaçoes amigo!!

    Reply
    • Pedro
      Valeu pela gentileza, amigo.
      Perto do que tínhamos ano passado, e a barca devidamente lotada, este ano será muito melhor.
      Concordo plenamente contigo!
      Um Arouca cairia como uma luva ao lado de Cáceres e Canteros.
      Com Conca, e até mesmo resgatando o Brocador, iríamos voar!
      Honestamente, vejo poucos centroavantes confiáveis, jogando no futebol brasileiro.
      Prova disso, é que Fred e Jô jogaram!!!! a Copa.
      Muitos já foram, mas hoje capengam.
      Borges, Luiz Fabiano e Kleber, são provas irrefutáveis.
      Pessoalmente, tenho um modelito que se encaixaria perfeitamente no nosso contexto.
      Joga no Shandong Luneng (China) e não está numa fase boa por lá: Aloísio Boi Bandido.
      Quando no Figueirense, admirava muito a entrega em jogo. Não tinha bola perdida.
      Com o Manto e a galera empurrando, seria tudo de bom.
      Grande abraço no amigo.

      Reply
  10. Kleber,
    A quantidade de jornalistas mal informados, é uma festa!!!
    Vendo o Fox Sport, os mesmos insistem, que se o Fluminense depositar R$250 mil todos os meses, Conca não poderia procurar seus direitos na justiça trabalhista, porque os R$500 mil restantes são pagos pela Unimed…
    O que eles não entendem, ou não sabem, é que existe uma cláusula no contrato entre Fluminense e Unimed, que desobriga a Cooperativa de pagar os salários dos referidos, caso haja uma rescisão entre as partes.
    O que aconteceu!!!

    13ª CLÁUSULA CONTRATUAL.
    “Nos contratos aos quais a reportagem teve acesso está estabelecido que, uma vez terminado o patrocínio da Unimed ao Fluminense, a cooperativa também deixa de ter qualquer obrigação em relação ao pagamento dos direitos de imagem. E isso se dá de forma automática.
    Como consta na Cláusula Décima Terceira, onde “CONTRATANTE” é a Unimed, e “CONTRATADA” é a empresa do jogador, que recebe sua fatia de direitos de imagem como pessoa jurídica”.

    Reply
  11. O Zico conhece melhor que ninguém como funciona o JOGO FORA DE CAMPO.

    O FLAMENGO tem sido usado desde 2011 para ALAVANCAR o preço.

    Podem ter CERTEZA vem mais gente mais 90% de chance é que venham do SANTOS.

    Negociação de JOGADOR é COMO COBRANÇA DE PENALTY, VOCÊ OLHA PRA UM LADO E CHUTA PRO OUTRO.

    Se MOSTRAR O LADO que QUER CHUTAR, dança.

    Reply
  12. O Arthur Maia é uma ótima aposta do LUXANÃOÉBURRO.

    Pelo que se diz é um LEGÍTIMO RUBRO NEGRO e talentoso.

    Na verdade é uma das promessas do fut brasileiro que AINDA não brilhou, quem sabe se jogar para a SUA TORCIDA não o que faltava para o talento dele EMERGIR.

    Reply
  13. Para que gastar MAIS para o CARIOCA ?

    Já estou satisfeito com o ATUAL ELENCO para o Carioca.

    Ao contrário do que dizem não precisamos de um 10 , precisamos sim é de um time bem ENCAIXADO.

    Muitas SURPRESAS positivas acontecerão esse ano para o FLAMENGO.

    Reply

Comente.