A diferença

Foto: Gilvan de Souza

Entrada dos times ontem, em Manaus. (Foto: Gilvan de Souza)

Pode ser que alguém não concorde, mas no futebol, muitas vezes, um único jogador pode representar a mudança da água para o vinho. Este elenco do Flamengo me parece de razoável para bom, e o time, bom. Claro que se o elenco fosse mais robusto, melhor. Na necessidade de substituir uma peça ou outra, não haveria tanta perda técnica. Enfim, o que temos de elenco está aí. Não é uma maravilha, mas pelo que os outros clubes brasileiros apresentam, também não é de causar vergonha.

O panorama fica melhor quando analisamos somente o time principal. Ainda não é para o torcedor apostar que dá para brigar por um Campeonato Brasileiro, mas comparando-se ao que se vê por aí, é até animador.

Tomara que os dirigentes do Flamengo acreditem no que foi transmitido por Vanderlei Luxemburgo com relação à contratação de um baita meia armador. Não tenho nenhuma dúvida de que um time que hoje é nota seis, como que num passe de mágica, com a presença de um único jogador, pode virar nota nove.

Em síntese, qualquer sacrifício é válido para contratar um Montillo ou um Conca. O custo/benefício, por mais cara que seja esta contratação, será espetacular. O Flamengo vai mudar de turma, e isto não tem preço…

Será que é tão difícil ver isso?

1 Comentário

  1. Olá Sr. Kleber !
    Como anda a viagem ? Espero que esteja aproveitando tudo.
    Acho que o Sr. esta certo, vale o sacrifício de contratar um camisa 10 caro, junto com ele surgirão mais torcedores, mais ST, mais parceiros, mais mídia, enfim, o clube só tem a ganhar.
    Saúde e paz para os seus.
    Abraço, André Tavares @andretavares06

    Reply
  2. Eu materia o ARTHUR mesmo, pelo que percebo o LUXA está se surpreendendo POSITIVAMENTE com ele, depois que o ESQUEMA encaixar e ele achar o posicionamento vai dar caldo.

    A vinda do Arouca sim, talvez tivesse um efeito POSITIVO GRANDE.

    Em relação ao ST acredito que o que pode fazer esse programa solidificar é o SORTEIO DE PRÊMIOS, fazer o torcedor contribuir com o time e ainda concorrer a BELOS PREMIOS.

    Se o FLAMENGO SORTEAR belos premios MENSALMENTE entre os STs o SUCESSO será continuo independente do TIME ir bem ou não.

    Reply
  3. Grande Kleber,
    Ao analisarmos o atual nível do nosso futebol, nosso elenco fica entre os 10 melhores.
    Mas ainda muito longe de Cruzeiro, Atlético MG, São Paulo, Corínthians e Internacional.
    O Palmeiras contratou muita quantidade e pouca qualidade.
    Mesmo com a debandada do FluC, será o único “problema” para o Carioca deste ano.
    Acho que faremos um bom Carioca, uma dura Copa do Brasil…e mais uma vez, vai ser osso arrumar uma vaga pra Libertadores no Brasileiro.
    É evidente que estamos carentes de um centroavante, e, principalmente um meia.
    Arthur está indo bem, mas ainda é pouco para um Brasileiro.
    Mugni roda muito com a bola, e erra passes de 1 metro.
    Em suma, estamos dependendo de volantes.
    Estamos jogando nas arrancadas de Marcelo e Éverton.
    Assim como, estamos perdendo gols absurdos com os dois.
    Com a volta do Paulinho, teremos um ataque mais veloz ainda.
    Fica faltando o velho 8, e o sumido 10…
    Camisas, que certamente seriam muito bem vestidas por Cícero e Montillo.
    A comissão técnica deveria fazer um intensivo de finalizações após o expediente.
    Alunos: Éverton, Marcelo e Paulinho…

    Reply
  4. Quando um time começa a PERDER GOLs é um EXCELENTE SINTOMA !

    Calma, calma. Eu explico.

    Se começou a perder gols é sinal que começou a chegar mais. Me preocupava muito o time do ANO PASSADO que em alguns jogos NÃO PERDIA NENHUM GOL. Era PREOCUPANTE. Alguns times podiam até jogar sem goleiro. Não perdiamos gols porque passavamos 90 minutos, mais os acrescimos, sem dar NENHUM CHUTE no gol adversário.

    Estou contentíssimo. VOLTAMOS a perder gols.

    Por mais contraditório que pareça é ÓTIMO voltar a PERDER GOLs.

    Reply
  5. Há alguns anos atrás, Muricy soltou uma frase perfeita. “A bola pune”…
    Estava comentando sobre um jogo do Flamengo, em que o São Paulo nem estava em campo.
    Perder gols, nada mais é que deficiência técnica dos jogadores.
    Por este motivo, Romário foi o que foi. Em 10, fazia 9…
    Como não temos meia, e sim volantes, jogamos no contra-ataque por uma única bola.
    Vimos contra o Vasco, um exemplo típico do ATUAL esquema do Vanderlei.
    Aos 40, e vencendo por 1×0, tirou um atacante e colocou um zagueiro (Bressan).
    Perder gols em quantidade, significa sim, que estamos chegando.
    Mas, também sinaliza, que não temos um especialista na posição.
    O histórico de Éverton, Cirino e Paulinho, não passa pela tabela de artilheiros.
    O chavão, “quem não faz leva” está presente na maioria dos jogos.
    Nossa deficiência em fazer gols de fora da área, é tão alarmante, que o último que lembro, foi em 2013 com um chute milagroso do Amaral contra o Atlético PR.
    Perder gols, significa que estamos chegando.
    O que não quer dizer, que não possamos perder jogos por 1/2 x 0…
    Em 2013, Hernane demonstrou o que significa ser um especialista com um único toque.
    Sem a mídia de um Fred ou um Vagner Love, cumpriu perfeitamente o papel de artilheiro.
    Além de um meia, é justamente de um cara desses que precisamos hoje.
    Perder gols, é do jogo. Perder muitos gols, é perder o jogo…

    Reply
  6. Santos x Barcelona (final do muldial)

    O Santos não ENFRENTOU o Barcelona, o Santos tentou RESISTIR ao Barcelona. O Santos nem sequer teve o prazer de perder gols.

    Quer ver um time profissional DERROTADO E MORALMENTE MORTO?

    É quando o time além de perder o jogo não teve a MINIMA VIRTUDE de perder gols.

    Quando um time profissional entra em campo e PERDE o jogo, porém perdendo gols, a sensação e a certeza que fica e que ENFRENTARM o adversário, embora não o tenha vencido.

    Porem quando um time PROFISSIONAL entra em campo, e perde o jogo sem nem sequer perder gols, a CERTEZA que fica é que conseguiu no máximo RESISTIR a SUPERIORIDADE ADVERSÁRIA.

    Ainda bem que o FLA voltou a capacidade de perder gols !

    Agora só nos falta ter a competencia de fazê-los.

    Reply
    • Este jogo, é um dos exemplos.
      Porém, vamos citar dois outros jogos, também no mundial.
      Isso, apenas pra demonstrar, que mesmo chegando poucas vezes, TEM que matar.
      Internacional 1×0 Barcelona em 2006.
      E mais recentemente, Corinthians 1×0 Chelsea em 2012.
      Os dois brasileiros, se defenderam 80 minutos. Na tal bola vadia, foram campeões do mundo.
      Os dois europeus, massacraram o jogo inteiro.
      Na minha opinião, não existe bula nem gol bonito.
      Se aparecer a oportunidade, tem que matar.
      Ou… voltaremos ao velho chavão. QUEM NÃO FAZ, LEVA…
      Abraço, FLA D+

      Reply
  7. No futebol, existe uma particularidade quadrúpede, que tira o sono de TODOS os treinadores. A ZEBRA!!!!
    Existem dois componentes ativos neste “medicamento” alvinegro.
    1º – O uso em excesso do salto alto.
    Exemplo: Flamengo 0x3 América do México.
    2º – A bola vadia.
    Exemplo: Flamengo 0x1 Nacional em 1982.
    Vários exemplos estimulam a andança deste animal pelos campos do mundo.
    Ter a posse de bola 89 minutos, não significa que o jogo esteja ganho ou termine empatado.
    Em um único minuto, podemos ser castigados pelo que NÃO fizemos…

    Reply
    • Obviamente que eu também prefiro a precisão de 100 chutes 100 gols. Pelo meu desejo até tiro de meta com a mão devia entrar no gol dos adversários.

      Reply
  8. FLAMENGO CORRE ATRÁS DO RALF DO NORDESTE…
    Como tenho alguns familiares no Maranhão, corri em saber de quem se tratava.
    Chama-se JONAS, e é muito elogiado por lá.
    Joga com a raça do Willians, com menos erros de passes.
    Eduardo Maluf (que não é o do Galo), conversa neste momento com a diretoria do Flamengo.
    Lembro, que o empresário se notabilizou por revelar astros no sertanejo.
    Se nada der certo, que tal uma dupla sertaneja Jonas & Mugni!!!!

    Colo para os amigos, o perfil do nosso pretenso volantão…

    http://esporteinterativo.com.br/futebol-nordeste/volante-mais-cobicado-do-pais-joga-pelo-sampaio-correa-na-serie-b/

    Reply
  9. Recentemente li em algum texto a seguinte afirmação: “é melhor contratar 5 ARTHURs Maia e apostar que 1, 2, ou 3 deles dêem certo no FLAMENGO que se endividar pra pagar 1 Conca” .

    Eu CONCORDO. Penso que o FLA esta conseguindo um equilibrio FANTASTICO entre a contenção de despesas, desendividamento e a montagem de um time de BOM NIVEL.

    Gosto muito da politica GARIMPEIRA da atual diretória, eles detestam ir a JOALHERIAS, preferem tentar passar a peneira e tentar encontrar as joias.

    Vale lembrar que Paulinho, Hernani chegaram ao FLA assim.

    O JONAS praticamente já se apresentou.

    Reply
  10. O bom é perceber que o vento começou a soprar nas velas até quando estamos com as velas abaixadas.

    O que quero dizer com isso ? Os bonsjogadores e as promessas estão voltando a BUSCAR O FLAMENGO. ELES ESTÃO QUERENDO VIR. Em tempos recentes o FLA tentava contratar e era DESPRESTIGIADO pelos bons jogadores e seus empresários.

    Se esses ventos continuarem soprando em nossas velas, e penso que irão, iremos navegar cada vez com maior imponencia.

    Reply
  11. Concordo com você Silvio. São apenas 2 anos ou quase isso, e a diretoria vem transformando o Flamengo a cada dia.
    O time todo vem tendo o seu crescimento gradual e correto. Acho o time desse ano está bom e o ano que vem será melhor ainda.
    #SRN

    Reply

Comente.