Flamengo x Botafogo

Comemoração do Tricampeonato Estadual do Flamengo, vencida nos pênaltis, em 2009.

Comemoração do Tricampeonato Estadual do Flamengo, conquistado nos pênaltis, em 2009, sobre o Botafogo.

Não tomei conhecimento da venda antecipada para o clássico de domingo, porém aposto todas as minhas fichas que o público será excepcional. Quem é Flamengo está saudoso de um grande clássico. Quem é Botafogo, idem. O Botafogo é o líder do campeonato. O Flamengo, o vice-líder e, quem vencer fica com a liderança e com a estrada pavimentada para a fase aguda da competição. Os últimos resultados dos dois times animam e empurram os torcedores para o Maracanã. O movimento de paz, no dia dos 450 anos do nosso Rio, é altamente positivo e também leva as famílias para o estádio. Aliás, bela a iniciativa de Rene Simões na carta aberta dirigida à torcida do Botafogo. Sempre achei o Rene Simões preparado, competente e carismático, e confesso não entender como não está ele num patamar mais elevado como treinador de futebol. Estes movimentos são positivos, e tem influência sim, junto à grande massa torcedora. Se não estou equivocado, em 2009, na antevéspera de uma decisão com o Botafogo, tivemos a feliz ideia de promover um almoço no Restaurante Mister Lam, do Botafoguense Eike Batista, que inclusive pagou a conta, reunindo diretorias, comissões técnicas e jogadores de Flamengo e Botafogo. A mensagem simples de que há uma enorme diferença entre rivalidade e inimizade, foi perfeitamente captada pelos torcedores. A decisão transcorreu na maior paz e, apenas como detalhe, o Flamengo foi campeão.

Há um favorito? Acho que não. Num clássico, por melhor que seja o momento de algum time, jamais há favoritismo. A tradição não deixa. Lembro de um Flamengo e Botafogo, no Maraca, em que o Fla tinha um time apenas razoável, e o Botafogo, um timaço. Elba de Pádua Lima, o Tim, era o treinador do Flamengo. Colocou um jogador chamado Luiz Claudio em cima de Paulo César Caju e acabou com o time do Botafogo. Quem apontava o Bota como favorito, viu a zebra passear de vermelho e preto. Este, para quem é Flamengo foi um jogo marcante. Por falar nisso, para mim, em se tratando deste clássico, os mais marcantes foram, o que acabo de citar; os 3 x 0 que Garrincha, genial, impôs ao Flamengo em 62, quando Gerson foi escalado na ponta esquerda… Sem comentários… até em respeito a quem mais não está aqui entre nós. Vi este jogo com meu pai no setor quatro do Maracanã. Saímos atordoados…

Os 6 x 0, com o sexto gol de Andrade, com a camisa 6, para quem é Flamengo, um porre de felicidade. E finalmente, as conquistas que redundaram no penta-tri-campeonato em cima do Botafogo, e com direito a ser campeão na disputa de pênaltis.

Clássico com C maiúsculo. Uma tonelada de tradição… Não dá pra não ir.

 

1 Comentário

  1. É verdade, e um esporte onde é possível vencer o adversário fazendo apenas 1 ponto (gol), ainda existindo a possibilidade do empate, como uma das possibilidades, não dá pra falar em favoritismo. Isso sem falar no fator APITO, que em alguns casos é DECISIVO.

    O EMPATE, inclusive, dizem os especialistas, que é o maior impecilho para o futebol emplacar no Tio San.

    Reply
  2. Cravo 2×0 Flamengo!
    Só tem que abrir os olhos com o “recuperado” Jóbson.
    Se jogar pelo lado do Léo Moura, o Flamengo obrigatoriamente terá que dobrar a marcação.
    Muito rápido e arisco, está em boa fase.
    Pelo visto, teremos um Léo Moura como “lateral”.
    Pará deve fazer mais o papel de ala.

    Reply
  3. Amigos do Blog e Sr. Kleber.
    Amanha 3 x 1 Flamengo. Podem anotar. Dia festivo.
    Bom jogo amanha para vocês. Feliz Aniversário aos cariocas.
    De Natal estarei na torcida.
    Ah, Leandro eterno…

    Reply

Comente.