Galo 1 a 0

(Foto: Márcio Iannacca)

(Foto: Márcio Iannacca)

Em meio a um momento tão delicado do futebol brasileiro, Zico é recebido pelo presidente da CBF, Marco Polo del Nero, que confirma o apoio da entidade à candidatura de Zico para presidente da FIFA.

Embora este apoio me pareça óbvio, pois jamais poderia imaginar a negativa para este pleito, não posso deixar de elogiar e, agora, torcer para que o nosso Galo consiga mais quatro apoios que consolidarão sua candidatura. Acho mesmo que, esta missão pode ser cumprida aqui mesmo na América do Sul, e a própria CBF pode ajudar neste sentido.

Boa notícia…

1 Comentário

  1. Sr. Kleber e amigos, a estrada é longa. Continuo com o pensamento de que o nosso galinho deve 1º passar pela gávea, CBF e depois a FIFA mas apoio a sua decisão. Que ele tenha sucesso. Estou na torcida.

    Reply
    • Onde assino, Grande André?
      Coloca a Ferj nesta tua estrada. Só assim, “o respeito” do Velhinho Babão volta pro ralo.
      Um dia gostaria de ler do nosso Grande Kleber, por que Zico não se candidata a presidente do Flamengo?
      Vou sempre dar força ao Galo. Mas entendo, que ele está querendo começar do topo.

      Reply
  2. Tomara que o Zico seja bem assessorado nesta empreitada, pois quem se enfia na lama precisa de bons apoios para sair dela, quiçá sair limpo.

    Reply
  3. Tenho dúvidas desse apoio. Acredito que o presidente da CBF apenas não quis se indispor com uma deselegante falta de respeito ao nosso Galo. Partilho da opinião do Blog do Perrone no UOL “‘Sim’ da CBF para Zico tem jeito de ‘não’”.

    Reply
  4. Caro Kleber, gostaria de apelar para a sua sensibilidade e a de outros amigos do blog, para ver se é possível ajudar o Edilson Silva, conhecido em sua cidade, Murici (AL), como Edilson Mengo. Esse rubro-negro deixou sua cidade no Nordeste para realizar o sonho de ver o nosso Flamengo no Maracanã, mas não tem ingresso para o jogo deste domingo, contra o Santos. Eu não o conheço, mas lendo a matéria publicada hoje no jornal O Dia, fiquei sensibilizado com amor dele pelo nosso Flamengo. Segue abaixo o link da matéria. Obrigado e Saudações Rubro-Negras

    http://odia.ig.com.br/esporte/flamengo/2015-07-31/um-amor-maior-que-a-distancia-do-brasil.html

    Reply
  5. Caros Amigos, nesta empreitada ai é melhor para o tal Del Nero do que para o Galinho, apoio dessa entidade (CBF) não vale de nada! Zico não merece se “juntar” a esses “picaretas”!

    Reply
    • Concordo 100%. Zico é ficha limpa. Del Nero, como disse nosso amigo Carlos Egon Prates, não pode se dar ao luxo nem mais de viajar ao exterior. Zico, sim, sujou suas mãos ao apertar as mãos desse petralha.

      Reply
  6. Pessoal, os fatos são os fatos! Foi um beija mão, isso é fato! O Galo poderia ter ido a qualquer outra Federação, a Uruguaia, a Colombiana, a Argentina, a Americana, a do Cazaquistão, do Usbequistão, Turquia, Hungria, Japão, mas foi a CBF.

    Reply
  7. Zico na Fifa, Romário na Presidência – Revertendo o 7 x 1
    Falar de ídolos com imparcialidade é tarefa árdua. Quando estes ídolos ingressam na vida política transportam a credibilidade e esperança que tinham nos tempos de jogador e transferem para o campo. Faço uma análise em paralelo da carreira de 2 grandes ídolos do futebol que ingressaram na vida política: Romário o maior centroavante da história do futebol brasileiro e Zico, o maior ídolo rubro negro de todos os tempos.
    Romário teve ascensão política meteórica. Jogador de opiniões fortes, conseguiu mesclar senso crítico, personalidade forte e estratégia de longo prazo à sua carreira política. Foi Deputado
    Federal que denunciou os excessos de gastos na copa do Mundo, lutou pelo direito de crianças deficientes. Agora Senador preside a CPI da CBF. Resumo, o baixinho está fazendo vários golaços na política. aprendendo rápido e dando passos firmes e consistentes, um de cada vez. Se continuar assim, poderá prefeito do RJ ano que vem e dentro de 10 anos, não me surpreenderia se fosse candidato a Presidência do Brasil.
    Zico om sua inteligência, carisma e seriedade ainda não possui uma carreira política nacional consolidada para ser analisada, mas com toda sua experiência no Futebol pode contribuir muito, neste primeiro momento, sendo presidente do Flamengo, Ferj e até da CBF. Vejo uma candidatura a Fifa é neste momento, como precoce e com poucos efeitos práticos para o Futebol brasileiro. Entendo que o galinho pode dar passos mais firmes e consistentes.
    A derrota de 7×1 para alemanhã foi o reflexo da má gestão do Futebol Brasileiro e da política esportiva brasileira. Zico e Romário, cada um na sua posição, podem iniciar a reação do futebol brasileiro, rumo a novos títulos mundiais.
    Forte abraço a todos,
    Alexandre Oliveira

    Reply
    • Caro Alexandre, como você sou um entusiasta da renovação. Mas vamos com calma na hora de avaliar como positiva qualquer gestão. Romário tem carisma, não há o que contestar. Politicamente ele ainda não acrescentou nada ao país. Sabe citar algum projeto de lei elaborado por ele, aprovado pela casa a qual pertence (Senado ou Câmara) e que tenha virado Lei Nacional? Por enquanto é uma voz única gritando pelos corredores do Congresso, mas nada de efetivo ainda aconteceu. Já trabalhei no legislativo, Senado Federal, e sei que para fazer alguma coisa pelo país é muito melhor você ir para o Executivo. Alí você é uma única cabeça a decidir. Agora no Congresso, meu caro, você tem de convencer outros quinhentos e tantos a aceitarem e a concordarem com seu objetivo. Tarefa na grata, até porque nosso Congresso é movido ao “quanto eu levo nisso”. Acredito que se Romário vier para o Executivo seja a nível Municipal ou Estadual, Prefeito ou Governador, ele poderá fazer muito mais pelo seu estado e com sua experiência adquirida, fazer muito mais pelo país. Esse é o caminho natural da política. Torço por ele nesse sentido.
      Já nosso galinho, acho que quer começar pelo ápice da pirâmide. Deveria ser mais modesto e começar aqui pela base. Não acredito que ele queira ser Presidente do Flamengo, mas poderia aspirar algo como uma CBF, o que ainda assim não seria nada fácil dado a política do toma la da cá que vem operando nas federações há séculos. Mudar é preciso. Renovar é uma necessidade. Mas tudo com os pés no chão.

      Reply
  8. Zico na Fifa, Romário na Presidência – Revertendo o 7 x 1
    Falar de ídolos com imparcialidade é tarefa árdua. Quando estes ídolos ingressam na vida política transportam a credibilidade e esperança que tinham nos tempos de jogador e transferem para o campo político. Faço uma análise em paralelo da carreira de 2 grandes ídolos do futebol que ingressaram na vida política: Romário o maior centroavante da história do futebol brasileiro e Zico, o maior ídolo rubro negro de todos os tempos.
    Romário teve ascensão política meteórica. Jogador de opiniões fortes, conseguiu mesclar senso crítico, personalidade forte e estratégia de longo prazo à sua carreira política. Foi Deputado
    Federal que denunciou os excessos de gastos na copa do Mundo, lutou pelo direito de crianças deficientes. Agora Senador preside a CPI da CBF. Resumo, o baixinho está fazendo vários golaços na política. aprendendo rápido e dando passos firmes e consistentes, um de cada vez. Se continuar assim, poderá prefeito do RJ ano que vem e dentro de 10 anos, não me surpreenderia se fosse candidato a Presidência do Brasil.
    Zico om sua inteligência, carisma e seriedade ainda não possui uma carreira política nacional consolidada para ser analisada, mas com toda sua experiência no Futebol pode contribuir muito, neste primeiro momento, sendo presidente do Flamengo, Ferj e até da CBF. Vejo uma candidatura a Fifa é neste momento, como precoce e com poucos efeitos práticos para o Futebol brasileiro. Entendo que o galinho pode dar passos mais firmes e consistentes.
    A derrota de 7×1 para alemanhã foi o reflexo da má gestão do Futebol Brasileiro e da política esportiva brasileira. Zico e Romário, cada um na sua posição, podem iniciar a reação do futebol brasileiro, rumo a novos títulos mundiais.
    Forte abraço a todos,
    Alexandre Oliveira

    Reply

Comente.