Jogo bom e esquisito

(Foto: Staff Images)

(Foto: Staff Images)

O primeiro tempo não poderia ser melhor. O time do Flamengo bem posicionado, diria até, inspirado e, empurrado por 60 mil pessoas, foi para o vestiário com a vitória parcial por 2×0.

No segundo tempo, dois jogadores sem ritmo de jogo contribuíram para que o Santos tivesse chegado ao empate. Paulo Victor e o zagueiro César estavam desligados no primeiro gol do Santos, onde Ricardo Oliveira apareceu do nada, completamente só, sem marcação. Em qualquer preleção antes do jogo, fica definido quem pega quem nas cobranças de corner. Infelizmente o nosso zagueiro, responsável por marcar o artilheiro do campeonato, teve um “branco” e, tomamos o gol. Se estivesse em ritmo normal de jogo, Paulo Victor teria chegado na bola, independentemente da falha do zagueiro.

O Maracanã inteiro espinafrou e ofendeu Cristóvão Borges pela alteração, tirando Alan Patrick para colocar Gabriel. Por uma questão de justiça, devo dizer que não acho que tenha sido este o motivo do empate. Acho que, desta vez, Gabriel jogou até bem. Quase fez um gol e deixou Éverton cara a cara com o goleiro.

O empate deve ser responsabilizado, primeiro, ao talento deste promissor Lucas Lima, e depois, pela ordem, ao goleiro do Santos, Vanderlei, e à dona sorte, que hoje não queria nada conosco. No fim do jogo, um leve soprinho de sorte e o resultado teria sido outro. As notas individuais, deixo para o companheiro e amigo Carlos Egon.

Dois pontos jogados fora, num jogo esquisito. Com Cirino de volta, e se o camisa 10 for pelo menos nota 8, a tendência é o time crescer e fazer um segundo turno com muitas alegrias para o torcedor e, quem sabe, no finalzinho do campeonato, estar brigando com a turma de cima.

Que o “anjo da boca mole” esteja lendo este blog…

Em tempo: “anjo da boca mole” é aquele que, embora você não veja, estando ao seu lado, transforma ideias, sonhos e pensamentos em realidade.

Amém!

1 Comentário

  1. Caro Kleber , estou no aeroporto Santos Dumont , fiz uma loucura com meu filho sai hoje de Campinas e estou retornando pra casa . Maracana maravilhoso e apagão no segundo turno , banho de água fria !!!!amanha to no blog de novo , fuiiiii

    Reply
  2. Caro Kleber e todos! Realmente um primeiro tempo impecavel e segundo com um placar sempre perigoso,ou seja,o tal de 2 × 0! Na semana passada votei a favor da permanencia do Cezar, pois, imaginei o PV sem ritmo: acertei! Acho que no segundo gol daria para pegar! De toda sorte,entendo que o Santos foi mexendo e depois do Gabriel houve uma substituição aos 48 m do segundo tempo! Hoje acho que O Pará e Marcio Araujo tambem foram bem! No mais,muito dificil de suportar! Uma verdadeira derrota! Finalizando, continuo acreditando pouco no Cristovão! De repente, estou errado! Abraços

    Reply
  3. Achei que PV falhou nos dois gols. Achei a substituição desnecessária, Alan estava bem no jogo, a não ser que tenha pedido para sair por cansaço. Perdemos um homem na marcação e na criação para colocar um Zé Ninguém. Não aguento esse Gabriel, muito fraco. Cristóvão, definitivamente, não sabe mexer no time. Começamos o segundo tempo em banho maria, indicio claro de que o treinador deve ter pedido para prender a bola. Já disse aqui antes que treinador medroso nunca é vencedor. Esse tipo de treinador não serve para nosso Mengão. Estou irritado com o jogo de hoje. A rodada foi amplamente favorável a nós. Bobeamos de novo em casa. A propósito, a única coisa linda que ví hoje foi o maracanã todo de vermelho e preto. Nossa torcida é fantástica. Um espetáculo a parte. Pena que o time não ajuda.

    Reply
    • Perfeito, amigo Wenceslau…
      Nós… não temos nenhuma obrigação de escalar time, pelo simples fato que somos torcedores. Aplaudir ou criticar! É o que nos cabe.
      Quando nosso presidente nos presenteia com este espaço, mandamos ver.
      Cristóvão, ao escalar o Paulo Victor, esqueceu de uma lição importantíssima.
      Se tivesse assistido Vasco 1×4 Palmeiras, e a atuação desastrosa do goleiro da seleção uruguaia (Martin Silva), talvez mantivesse Cesar.
      Goleiro quando volta de contusão, pelo menos 1 mês fazendo coletivos.
      NUNCA fui fã de Paulo Victor. Acho que não é goleiro para o Flamengo.
      Já Cesar, após algumas derrapadas, estava se firmando quando foi limado pelo inexperiente técnico.
      Cristóvão fez um 1º tempo de Rinus Michels, e um 2º de Nei Franco, nos seus piores dias.
      Com a substituição do comportado e eficiente Alan Patrick, pelo atacante Gabriel, ficamos com menos 1 no meio de campo, justamente no sufoco do Santos.

      PAULO VICTOR – Principal culpado pela derrota. Goleiro que toma gol de escanteio, em cima da linha do gol, não merece ser titular nem do Rosita Sofia. No 2º estava adiantado. Bracinho curto tal qual Diego – 1
      PARÁ – Nosso time sai muito pela direita. Esquecem que não temos mais Léo Moura… não esteve mal! Mas nada que chamasse a atenção – 4
      CÉSAR MARTINS – Melhorou em relação ao jogo passado. Se entrar em forma vai ser titular. Mas HOJE, não barraria Marcelo – 6
      WALLACE – Incompreensível! Com Samir e Marcelo no banco, não deveria nem se concentrar. Mesmo com a bola dominada, chuta pra onde o nariz aponta. Normalmente, no colo do bandeirinha – 2
      JORGE – Craque! Se não sair do lado do Wallace, vai desaprender – 7
      MARCIO ARAUJO – Só muda o jogo! Algumas arrancadas proveitosas, grandes besteiras – 6
      CANTEROS – Na posição original (2º volante) joga muito direitinho. Como meia, é um Ibson sem farol de milha, airbag e vidros elétricos. Belo lançamento para Sheik no 2º gol – 7
      ALAN PATRICK – Após longo tempo sem um 10, estava fazendo muito bem este papel. A bola estava rodando direitinho, além de um verdadeiro golaço… até o Cristóvão meter o dedo podre dele – 8
      ÉVERTON – Além de perder a bola do jogo, que naturalmente seria uma cavadinha básica, só corre e marca. Incapaz de criar alguma coisa útil – 4
      GUERRERO – Grande pivô! Protege a bola como poucos… ou, como nosso antigo Caveirão. Só pode acontecer, se a bola chegar. Ou cruzamentos dos laterais, ou uma bola enfiada. Com a saída do Alan, não jogou o 2º tempo – 7
      SHEIK – Na minha opinião, mais até que Guerrero, tem sido o diferencial pra nossa “arrancada”. Onipresente! Está em todos os lugares do campo. Com quase 37 anos, dá um banho de saúde na garotada – 9

      Reply
  4. O problema hj..técnico extremamente fraco e goleiro sem ritmo..Não se joga sem no mínimo 3 jogadores no meio campo..para entrada do Gabriel..quem deveria sair era o improdutivo Everton..q pra mim segue sendo o grande problema do flamengo..pois não é meia..nem atacante….nem lateral…nao sabe cruzar..nao dibla bem e só corre..É de uma correria totalmente improdutiva..hj canteros e marcio Araújo jogaram bem…o alan segurava bem a bola..e o everton erra tudo… era só tirar o everton.ja q ele queria mudar..só isso. Mas como tem empresário bom demais no mercado..temos q aturar oo Cristóvão..ai é terrível.

    Reply
  5. PV falhou nos 2 gols, mas não sei se o César faria diferente. As falhas foram bem diferentes da do Martin Silva contra o Palmeiras. Sendo bem frio na análise, não culpo o Cristóvão. Alan Patrick pediu pra sair. Fora isso ele colocou em campo o que havia de melhor à sua disposição. O Gol do Lucas Lima foi de craque, mesmo com a colaboração do PV. E alguém deveria mostrar um DVD do Messi ao Éverton. Canso de ver ele chutando em cima do goleiro como no lance de hoje no fim do jogo e canso de ver o Messi, nas mesmas situações, dando uma cavadinha no goleiro e correndo pro abraço. Só espero que o empate/derrota de hoje não faça o Cristóvão querer voltar com os 3 volantes contra a Ponte!

    Reply
  6. Irmãos de camisa,nós da “nação” Rubro-Negra, não merecemos tamanha frustração.Hoje eu senti a nação tão frustrada, como uma noiva que fica no altar, aguardando um noivo que nunca vem.Como pode um time jogar um primeiro tempo tão bom,(para mim o melhor tempo de jogo nosso, no campeonato) e num intervalo, de apenas 15, digo apenas 15 míseros minutos, um time mudar covardemente de atitude, e conseguir transformar um jogo “ganho” em “derrota”.Para mim, o time junto com o técnico, sofrem uma metamorfose, sei lá, o que acontece com esses caras, para mudar de atitude tão rápido.Olha o sacrifício que o irmão Pedro César,e outros milhares de rubro-negros, fizeram para estar ali, em um lugar, onde mais gostamos de estar, ao lado da nossa maior paixão!Eu gostaria de falar mais,porem estou muito triste com essa “derrota”.Antes que eu me esqueça, fora Cristovão!fora Cristovão!fora Cristovão!Conselho Gestor, por favor!fora Cristovão!fora Cristovão!fora Cristovão!Até mais irmãos.

    Reply
  7. Como tive o privilégio de ver o jogo no campo, tirei algumas conclusões: primeiro: Wallace já deu o que tinha que dar no Flamengo, é visível seu desgaste, cansaço e fadiga ,ele cansou…segundo: Cristovão não tem cacife pra ser técnico do Flamengo, além de fraquíssimo na parte motivacional( parece que não corre sangue nas suas veias)como explicar barrar o Cáceres e colocar o Márcio A. ???? Marcelo estava muito bem ,e ele inventa nesse jogo de troca-lo pelo César Martins!!! Gabriel não pode vestir a camisa de time grande, o cara não tem força na perna, triste ver a insistência nessa draga…. terceiro, não era jogo ,como disse a maioria aqui no Blog, de tirar o goleiro César.
    Enfim uma pena a frustação de ontem !!!!

    Reply
  8. Bem tentando tirar as emoções que nos acompanham vamos lá srsrsr.
    Os dois jogadores pediram para sair Alan esgotado e Everton com câimbras e burro é o Cristovão kkk. Olhem o banco de reservas do Fla Cesar,Marcelo,Luiz Antonio,Jajá, Ayrton, Cacéres e Gabriel.
    Nós que gostamos e curtimos esporte e costumamos ver aquilo que queremos ver,que aprendemos a ver e que acreditamos ver.
    Sorte exatamente foi o que aconteceu no 2º gol (não exime a falha do P.V. aliás nos 2 gols) que após uma disputa de bola do Emerson ela sobra para o Lucas Lima que de chapa faz o gol.
    A mesma sorte que aconteceu no jogo Palmeiras e Atl.Paranaense em que o zagueiro cabeceia nos pés do Walter para ele fazer o gol.
    A mesma sorte que teve o goleiro do Santos no fim do jogo em que Everton colocou a bola entre as pernas dele e a bola resvalou na bunda dele ao cair .
    E se observarmos “metade” de gols marcados nem sempre vem do talento ou habilidade do jogador mais do acaso e da sorte.
    Finalizando, como diz Cruyff “Que existe lógica na coincidência”
    Goleiro Martin Silva voltando de contusão falha nos 3 gols
    Goleiro Paulo Vitor da mesma forma volta e falha nos 2 gols.

    Reply
    • Caríssimo Mario, por favor!!!!
      – Ele deveria saber que um goleiro leva de 3 a 4 jogos para pegar ritmo de jogo. PV deveria voltar aos poucos, e não em um jogo como esse. O jogo contra a Ponte lá, seria o jogo ideal.
      – O Santos no segundo tempo já tinha chegado na cara do PV umas três vezes antes do 1o. gol. O Cristóvão não entendeu o jogo e não orientou o time para uma melhor marcação!
      – Quando o jogo já estava empatado, tinha que ter tirado o Pará e botado outro lateral mais ofensivo. Tinha que ter tirado o 2o. cabeça de área e botado o Jajá sim, pq não?

      Reply
      • O PV é um excelente goleiro, mas goleiro é um posição ingrata. Não está no ritmo…não tem outro jeito, o preço vai ser levar gol.
        Desculpa…mas a culpa eu coloco pro Cristóvão.
        Isso não é técnico, nunca foi, pode até ser um bom auxiliar. Todos os auxiliares que se dão bem como técnicos são por pura sorte.
        Andrade deu sorte daquele time encaixar, Jayme deu sorte daquele time encaixar…e estamos tentando a sorte novamente. Tem que ter paciência.
        Será que vamos ter sorte com Márcio Araújo como titular e Cáceres no banco? Será que vamos ter sorte com um meia que não joga a 1000 anos, só treina e sai cansado. Quantos jogos vimos o Zico sair morto porque correu muito? Time precisando de um gás e colocamos Gabriel que não marca nem o Alan Brado.
        Vai ser difícil ter sorte esse ano. Pra tentarmos a sorte, sem um técnico de verdade, chamem logo o Renato Gaúcho.

        Reply
        • Grande Diogo.
          Felipe começou a dar adeus no Flamengo, quando tomou aquele gol de cabeça do Fred, na risca do gol.
          Goleiro profissional podendo sair com as mãos, não pode tomar um gol daqueles.
          Ricardo Oliveira, nem tirou os pé do chão. Deu apenas um passo a frente.
          Falta de atenção e ruindade!
          É sabido que Paulo Victor não sabe sair do gol. Mas daquele jeito também não!!!
          Cesar, foi aclamado no último jogo. Praticamente nos salvou.
          TINHA que ser mantido…

          Reply
      • Caríssimo Nino.
        – Manteria Cesar titular, até se contundir. Pelos últimos jogos, merecia.
        – Fizemos o melhor 1º tempo, do ano. Não sei se Alan cansou, se foi o caso, trocaria por outro meia (Jajá). Nunca pelo Gabriel! Perdemos um homem de marcação, justamente no coração. Cristóvão deu uma de assistente do Dorival Júnior. Com 2 volantes no meio, o Santos veio pra cima.
        Com 2×0, é manter o esquema e jogar por uma bola.
        – Quando o jogo estava empatado, coube ao Éverton estragar meu domingo…

        Reply
  9. Depois do caso Martin Silva do Vasco, a entrada no Paulo Victor em um jogo destes, era uma tragédia anunciada! Segundo ponto, o Flamengo perdeu com o Guerreiro a chance de fazer 3×0 no inicio do segundo tempo, ele pensou que o marcador estava nas costas dele, mas ele estava livre! Terceiro ponto, o gol que perdeu o Everton, pelo amor de Deus! Quarto ponto é o Sr. Cristóvão, sua entrevista coletiva era mais uma sessão de explicações! Cristóvão é um excelente teórico, didático, mas dentro de campo, não lê o jogo.

    Reply
  10. Sr. kleber, um excelente 1º tempo, digno do tempo que o Sr. ficava atrás dos gols trabalhando, casa cheia, 2 belos gols, o flamengo jogando junto com a torcida, deu gosto de ver e de beber uma gelada nesse calor de Natal, foram algumas…

    agora no 2º tempo, tudo mudou, falhas individuais, da zaga desentrosada, do nosso Paulo Victor (que voltou de forma antecipada, o Cesar merecia jogar ontem) e para finalizar errou o nosso gentleman Cristovão na modificação e nas que ele não fez. Paciência, ainda bem que não perdemos (tivemos chances)

    Reply
  11. Com Cristovão,M.Araújo,Gabriel e Pará, não dá!Eu concordo com o senhor em relação ao Samir, é ele e qualquer um outro zagueiro.Agora quanto ao PV,ele ficou um mês fora,uma hora ou outra ele iria voltar,então essa questão de falta de ritmo é relativo.ele falhou em posicionamento, isso o treinador de goleiros precisa consertar.O Cristovão, só pelo retrospcto no maraca eu já mandava ele embora:8 jogos no maraca o cara perde 4 e empata 2, rua pra ele.E o Wallace? só fala besteira, questionado sobre o desempenho do time no maraca, disse que: “o time tem jogado bem, com posse de bola,propondo o jogo, só que as bolas não tem entrado, paciência”.Com uma declaração dessa, eu não renovava o seu contrato.no maraca o Flamengo, sempre foi temido, o nosso desempenho sempre foi o melhor, até mesmos em piores momentos em campeonatos anteriores, no maraca, tivemos rendimento melhor que esse ridículo.Fora Cristovão!Sobre a mudança tática do Santos: ( o Dorival colocou o L.Lima como segundo volante, foi o suficiente para os cabeças de bagres dos nossos volantes e zagueiros, ficarem perdidos na marcação)ele falou na entrevista, que observou essa mudança, só que não fez nada. mesmo com Carceres e Samir, no banco.Por isso:me desculpe irmãos do blog,Como fala o canhotinha de ouro da rádio Tupi:o Cristovão!o Cristovão!seu desgraçado!burro…rsrsrs

    Reply

Comente.