Vocação para o erro

Manchete deste sábado, na principal página de esportes do jornal O Globo:

O Globo, página 38, 29/08/2015

Reprodução do jornal O Globo, página 38, 29/08/2015

“JOGAR FORA DO RIO É A SOLUÇÃO DO FLAMENGO PARA RECUPERAR RENDA SEM A COPA DO BRASIL”

O vice de finanças, Cláudio Pracownik, defende a tese, garantindo que os jogos fora do Rio deixam melhor resultado financeiro, do que os jogados no Maracanã.

Rodrigo Caetano, o do departamento mais interessado, o futebol, afirma que o jogo contra o Avaí já não será no Rio e, que mais três jogos estão sendo analisados para trocar o Maracanã, por outros estádios, em outros estados. Ou seja, o departamento de futebol, ao invés de brigar internamente pelos seus interesses, se curva, é omisso, ante uma situação nada cômoda na tabela do Campeonato Brasileiro, onde apenas cinco pontos separam o Flamengo, que tem 26, do Coritiba, com 21 e, primeiro entre os que estão na zona da degola.

Some-se ao problema, as ausências de jogadores importantes nos próximos jogos. Sei não, acho que este nosso pessoal está brincando com fogo…

O momento não permite a discussão do quanto é mais rentável vender os jogos e consequentemente, abrir mão de jogar na nossa casa, que é o Maracanã. O momento é de humildade, de cuidado, de prudência, de inteligência, no sentido de garantir que, ao menos, vamos terminar o ano mantendo a dignidade, isto é, permanecendo na primeira divisão.

Perguntem aos jogadores do Avaí, se preferem jogar contra o Flamengo na Arena das Dunas, ou no Maracanã. Claro que, vão preferir jogar contra o Flamengo o mais distante possível do Maracanã, pois aqui, além do time, eles têm que enfrentar a nossa maior arma, que é a nossa torcida. Ora, o que é bom para o adversário, é ruim para nós. Simples, assim.

Nada contra o Flamengo, que tem compromisso nacional com seus torcedores, em jogar em outros estados, mas há momento para tudo e, o momento, não é esse.

Será que esta gente que comanda o clube, não consegue perceber o risco que estamos correndo?

1 Comentário

  1. Coloco então, Sr. Presidente, a seguinte colocação: Permanecer na série A é uma certeza (?) se os jogos ocorrerem no Maracanã?
    Sabemos que a maior parte da torcida do Flamengo é fora do Rio de Janeiro. É justo que estes torcedores sejam privados de ver seu clube de coração pelo menos uma vez por ano? Não é justamente por isso que as rendas são maiores, pelo desejo de ver perto seu clube tão distante?
    Queremos continuar a ter a maior torcida do Brasil ignorando nossos leais torcedores distantes do Rio de Janeiro?
    Gostaria de dizer que as perguntas não representam meu pensamento, mas são indagações que julgo pertinentes.
    O Flamengo vem lutando há anos para montar uma equipe forte e tem falhado nisso. Há anos lutamos para não cair. 2013 bateu na trave por fatores absurdamente inadmissíveis para um clube que gasta milhões com departamento jurídico de futebol.
    Então só jogaríamos nos outros 13 estados, fora do Rio de Janeiro, onde somos a maior torcida, amistosos e jogos sem importância? Estaríamos assim alimentando a paixão do torcedor?
    Queremos continuar a ser o maior do Brasil?
    Não concordo com esse pensamento de que o momento exige só jogos no Maracanã. É melhor para o Flamengo, sem dúvida. Mas não podemos esperar ter o time dos sonhos para correr o Brasil e dar ao nosso torcedor o direito de ver de perto seu amado clube. Espero que cheguemos lá, mas há de se fazer algum sacrifício sim em nome desses inúmeros torcedores que temos fora do Rio de Janeiro.
    Poucas vezes discordei de suas opiniões. Mas aqui acho que cabe uma melhor reflexão. Não é só o Maracanã que é nossa casa. Somos a maior torcida do Brasil em 14 estados da federação. Mais de 50% dos estados brasileiros. Esse torcedor também merece atenção.

    Reply
    • Concordo Helder! kkkkkkkkkkkkkk
      Embora neste teu belo texto, tenha uma pontinha de pessoal.
      Enfim! TODOS amamos a mesma mulher…
      O que não aceito, grande amigo, é o toque de emergência sem planejamento, simplesmente porque não souberam lidar com os problemas tão evidentes, dando seta faz tempo.
      O Flamengo realmente é Brasil! Somos todos menos alguns.
      Mas alguns fatores são primordiais, quando a vaca já está indo pro brejo com sininho e tudo.
      * A Nação SEMPRE lota o Maracanã.
      * O elenco, por jogar lá 2 vezes por semana, já trata a corujinha como animal de estimação. Além, de conhecer todos os atalhos do campo.
      * Como moram mais em avião que em casa, seria mais um desgaste.
      Ainda corremos o risco do Samir bater a cabeça no bagageiro e ficar de fora.
      Já que se machuca sozinho…
      Acho muito válida a operação. Mas honestamente, prefiro que não seja na pressão que estamos vivendo.
      Contra o uso do Maracanã, as taxas exorbitantes do Consórcio Maracanã.

      Só pra sua informação, amigo Helder!
      Não sei se o Estádio da Dunas está neste trottoir financeiro. kkkkkkkkkkkkk

      Reply
  2. Jogar algumas partidas fora do Rio deveria ser um planejamento de início de temporada com os jogos já previstos, não uma medida financeira emergencial por conta da eliminação na copa do Brasil. Isso só evidência a falta de planejamento.

    Reply
    • Caro Bernard, tem como definir até que fase da competição iremos em algum planejamento? O desejo é disputar a final de toda competição. Mas é razoável planejar pensando assim? Plano B existe por força de contingências, amigo.

      Reply
      • Concordo com você Hélder, mas a sensação que ficamos é de que esses jogos fora do Rio não estavam previstos, infelizmente ainda temos um time inseguro,instável,levar esse time para longe de sua casa pode ser uma faca de dois gumes. Estamos muito próximo da zona de rebaixamento e os times de baixo com exceção do Vasco estão crescendo.

        Reply
  3. Precisamos ser justos. Jogar 4 partidas fora do Maracanã já estava previsto antes do campeonato começar. O Luxemburgo falou sobre isso na primeira rodada, assim como o Rodrigo Caetano e o Luxa ainda falou sobre esse tema de novo na coletiva após ser demitido. Mudança de planos só ocorrerá se jogarmos mais do que 4 partidas fora de casa. Honestamente não vejo mal em jogar fora de casa jogos mais fáceis. Se o jogo contra o Avaí ocorresse aqui no Rio, provavelmente teria pouco público, a não ser se o Fla estivesse brigando por vaga na libertadores ou título. E se o Fla tivesse time pra disputar título ou Libertadores ganharia do Avaí em qualquer estádio do Brasil.

    Reply
    • Perfeito! MUUUUUUUUUTO tendenciosa…
      Mas o Avaí, não vende jornal nem dá IBOPE…
      Além dos problemas que temos, ainda temos que aturar o arco-íris da mídia.

      Reply
      • Caro Egon, a torcida do Flamengo no Rio Grande do Norte é enorme. Lota fácil aquele estádio. Para se ter uma ideia, a segunda maior torcida lá é a do Vasco. Não teve uma única vez que o Flamengo jogou lá que não tenha lotado. Concordo na parte do desgaste. Mas, por favor, avião perto de trem e ônibus, é nave espacial, amigão.

        Reply
  4. “JOGAR FORA DO RIO É A SOLUÇÃO DO FLAMENGO PARA RECUPERAR RENDA SEM A COPA DO BRASIL”

    Por que eles não pensaram na Copa do Brasil, como uma competição que pode nos levar a Libertadores, e automaticamente mais receitas?
    Será que eles acreditam mesmo no que o Biscotto disse?
    “Vamos ser campeões do Brasileiro”….

    PORQUE ELES NÃO PENSAM!!!

    Contratam mal, vendem mal… e insistem nos mesmo erros há 3 anos…
    O grande problema deles, são os R$10 mil que não fecham o caixa. Quando na verdade, deveria ser o elenco que montaram para jogar as competições, os técnicos que contrataram, a aldeia que só tem caciques e poucos índios e, por fim, ainda não descobriram (um absurdo), que a Nação explode o Maracanã, principalmente e justamente nessas horas.
    Entramos no 2º jogo contra o Vasco, no prejuízo!
    Colocamos 40 mil torcedores, e o Vasco, 6 mil…
    ELES são experts em burrice crônica…

    Reply
    • Carlos, se o Fla não tivesse trocado os 13 Milhões que o Grêmio nos devia por Bressan (extremamente mediano e que já até foi embora) e Pará (reforço para o adversário), a conta fecharia e ainda sobraria 3 milhões. Mas quem ali tem peito, conhecimento e experiência pra ver que o ‘Pofexô’ estava nos colocando numa roubada? Quem paga essa conta? Enfim… nenhuma novidade…
      O pior não é errar, e sim a manutenção do erro.

      Reply
      • E o pior, caro Daniel, é que entra ano e sai ano e a burrice persiste. Administrar dinheiro dos outros é fácil. Queria ver se fariam essa farra com seu próprio dinheiro. Por isso achei válida a aprovação pelo conselho deliberativo do Flamengo a nova lei de responsabilidade fiscal. Tem que endurecer para os caras temerem fazer gestão estúpida como vem fazendo há séculos nesse país. Certa ocasião o Presidente do Internacional falou que o que limitava o Flamengo de ser o maior clube da América do Sul era seus dirigentes. Faz tempo que ele falou isso, viu.

        Reply
      • Daniel.
        Fora estes R$13 milhões (isso era ano passado, com juros já deve passar dos 14), ainda podemos somar os R$8,3 (mais juros e correção) que o Al Nassr não nos pagou na venda do Hernane.
        A Fifa já deu ganho de causa ao Flamengo. Mas o clube árabe ainda não cumpriu.
        Hoje, gira ao redor de R$11 milhões.

        Reply
      • Grande Daniel.
        O Grêmio não AINDA não saldou esta dívida.
        Bressan foi emprestado a custo zero. Prova disso é que retornou antes do tempo, e Pará, não sabemos quanto abateu da dívida.
        Os caras ganham prêmio de transparência, e ninguém consegue explicar este fenômeno.
        A não ser que Pará tenha custado R$13 milhões.
        Neste caso, é pra internar até a secretária…

        Reply
  5. Discordo da maioria dos amigos que opinaram , o Flamengo nessa draga jogar fora do Rio além de ser suicídio é falta de respeito com os torcedores off Rio…. planejamento ? ????? Só pode ser piada

    Reply
    • Flamengo é Brasil, meu caro. Flamengo não é só Rio de Janeiro. Pode ter certeza de uma coisa, se elitizarem a torcida do Flamengo, como quer o Bap, com esse negócio de sócio torcedor sendo os mais beneficiados, e logicamente os que moram no Rio levarão ampla vantagem, o Flamengo perde rapidamente sua condição de clube mais popular do país.

      Reply
  6. Caro Kléber e amigos! A questão é de fato financeira, haja vista, muitas vezes os jogos são vendidos e a tal cota do Maracanã fica fora! Considero boa ideia a partir do momento que tenhamos alguma folga na tabela! Onde o Fla vai os estadios lotam e os mercados se aquecem, porem, numa situação de desconforto na pontuação, entendo que a torcida do Rio tem a magia contagiante para transformar o time! Mesmo que nas outras praças exista toda uma euforia em torno dos jogos, somente o Maracanã sera capaz de fazer adversário tremer! Sou a favor de toda e qualquer austeridade financeira! Passamos anos ouvindo e vez por outra se ouve falar do infeliz comentário do Vampeta! Considerando que um ou outro ou ainda outros não mereçam vestir o manto, certamente não sera nada atribuido a pagamentos e outros! Não falta planejamento, falta quem entenda do riscado no futebol! Abçs

    Reply
  7. Exonerados, eles já foram recentemente.
    Mas já completaram os 5 anos como sócios para se candidatar?
    Ou, vão novamente rasgar o estatudo do clube.

    Reply
  8. Grande Helder,sou também um flamenguista off rio, inclusive sócio torcedor.É claro que somos e temos que manter o título de maior torcida do país cultivando tal privilégio.Acho inclusive muito feliz aquela idéia do começo do ano referente ao Torneio de Manaus, uma participação por exemplo na COPA NORDESTE,etc… mas nosso momento é de pensarmos em somar pontos e apagar um pouco o vexame deste ano( conseguimos virar freguês de carteirinha talvez do pior time do Vasco de todos os tempos).O que nossa diretoria ainda não entendeu é que a lógica tem de ser inversa, sermos um time competitivo pra arrecadar, rodarmos o Brasil,e não forçar uma arrecadação com um time que já quase no final do ano não sabemos nem quem são os titulares.Outra coisa caro Helder,quem paga 900 mil por mês pra um jogador não pode ter de recorrer a medidas emergenciais financeiras.Agora eu te pergunto,sabendo que podíamos ser eliminados na COPA do BRASIL…houve planejamento,visão? grande abc e hoje temos que ganhar,SRN

    Reply

Comente.