Trato comigo mesmo

Depois de passar por experiências marcantes no Flamengo, quatro anos como presidente, e quase cinco anos como vice-presidente de futebol, por favor, espero que todos entendam que a minha cabeça não funciona como funcionava antes, quando torcedor era. Agora, os ímpetos têm “elevador”, ou seja, ao invés de, como antigamente, quando o sentimento ia do coração, direto para a boca, depois de estar em uma outra situação, aprendi que do coração, obrigatoriamente, o impulso deve pegar o elevador direto à cabeça e, após lá ficar um pouco, aí sim, boca à fora…

Ontem, após o jogo, na condição de torcedor, jamais o título da mensagem seria, como foi, TENTANDO MANTER A CALMA. Cuspindo marimbondo, como qualquer rubro-negro estava, não haveria paciência para ninguém e, lógico, deixaria fluir tudo que penso a respeito do que está acontecendo no futebol do Flamengo, só que a experiência acumulada durante tanto tempo, somada à responsabilidade de ser um ex-presidente, indica que a hora não é essa, embora esteja muito próxima. Não vou aqui criticar política, filosofia, tática, treinador, jogadores, até que cheguemos aos 46 pontos. A partir daí, passarei a ter o direito de colocar tudo, “inclusive tudo”, sem a necessidade do elevador que, como todo elevador, é claustrofóbico, agoniante, mas necessário…

A chegada aos 46 pontos será a garantia de que o risco de rebaixamento será zero. Faltam 10 jogos, em que, dos trinta pontos que serão disputados, precisamos ganhar cinco, isto é, uma vitória e dois empates, ou duas vitórias (para chegarmos aos 47). Pode ser que algum otimista possa estar me imaginando pessimista, pois apenas quatro pontos separam o Flamengo do quarto colocado, que é o Palmeiras com 45 pontos. E, este pensamento terá, matematicamente, total sentido. Talvez a decepção destas três derrotas consecutivas esteja me fazendo ver as coisas com ares pessimistas. Pode ser…

De qualquer forma, já tenho uma definição pra lá do que clara na minha cabeça, com relação ao nosso elenco e, ao nosso comando, dentro e fora do campo. Breve, muito breve, vou poder mergulhar de cabeça neste tema, sem qualquer tipo de constrangimento, como acontece neste exato momento, quando me sinto refém da responsabilidade.

1 Comentário

  1. Correto Kleber, ontem até sugeri uma lista para uma enorme barca, porém ainda temos chance algo melhor no campeonato e como rubro-negro tenho que me agarrar a qualquer possibilidade que nos reste. Se fizermos qualquer movimento de caça as bruxas antes do momento, podemos desinstabilizar ainda mais nosso time. É nesse momento que nossa torcida tem que abraçar o time, vamos lotar o maracanã e levar essa equipe de volta ao caminho das vitórias, pois como diz o refrão da nossa torcida: ISSO AQUI NÃO É VASCO, ISSO AQUI É FLAMENGO!!!!
    Abraços

    Reply
  2. Como ex-presidente, eu não tenho a menor dúvida, que você tem foro privilegiado nas informações que circulam na gávea. Você é uma pessoa estimada e querida por muitos rubro-negros, inclusive funcionários do Clube de Regatas Flamengo. A influência política que os ex-presidente possuem nunca acaba.
    Por uma questão de ética, entendemos que certas informações sejam mantidas em sigilo ou “arquivadas” em silêncio até momento oportuno. Nós, torcedores, sentimos que nos faltava uma elo que nos ligasse mais diretamente ao dia a dia do clube. Encontramos aqui nesse maravilhoso blog este item que faltava. Não podemos e não devemos esperar informações privilegiadas. Obviamente todos esperamos ver o Flamengo mais forte ano após ano. Somos gratos que sua paciência ainda consente em nos tolerar com nossas zoações e raivinhas de torcedor frustrado com as derrotas que julgamos evitáveis.
    Eu vou estar aqui todo dia aguardando estes “desabafos” que porventura venha a nos relatar. Aguardamos sempre boas notícias, mas enquanto não vem, vamos debatendo nossas fraquezas e como poderemos vencê-las, juntos. SRN

    Reply
      • Estranho viu Nino, a queda foi gigantesca. O time vem caindo assustadoramente no segundo tempo. Essa mania que os clubes do Brasil tem de ao fazer um gol e recuar é irritante. O Flamengo começou bem, dominou o primeiro tempo, mas não conseguia ser agressivo. Alan Patrick já não é o mesmo. Guerrero não está rendendo o esperado, mas dele podemos esperar muita melhora. Paulinho e Cirino, que diabos aconteceu com esses dois? A irregularidade do Flamengo é angustiante.

        Reply
        • Como estou sem som nem imagem desde ontem, por este motivo não quis opinar. Entendo perfeitamente TUDO que está acontecendo.
          Se o Flamengo jogar contra qualquer adversário, e este não tiver ataque, Wallace chutará nas mãos do Samir ou, César nas mãos do Jorge.
          Se isso não resolver, o IRREGULAR Paulo Victor toma um frangaço daqueles, e resolve os problemas dos nossos adversários…
          Vocês são testemunhas que NUNCA gostei do PV.
          Kayke vinha acertando em cheio! Mas os R$40 milhões pagos pelo Guerrero, o mantém no time e o garoto no banco.
          Quando Oswaldo substitui, é aos 40 minutos. Se…
          Está óbvio e cristalino, que NÃO temos defesa e nosso goleiro é perigosamente irregular.
          Qualquer bola dentro da nossa área, pode acontecer qualquer coisa.
          Jogo dominado, Vasco sem conseguir dar ao menos um chute! Em dois minutos perdemos o jogo…
          Bola no alto, PV sai pra defender… e Cesar tira das mãos dele.
          Até em pelada, qualquer desdentado gritaria DEIXA…
          Escanteio! Jorge salta absolutamente sozinho, e assim como uma borboleta, consegue a façanha de cabecear na própria mão.
          Falta inventada pelo Vuaden! PV coloca a barreira no canto esquerdo e cola na trave direita.
          Isso, para um destro como Rodrigo não tem erro! Passou pela barreira é saco.
          PV chegou com mão de alface… e aconteceu.
          Não existe irregularidade, amigo Helder! Um time que toma 39 gols, é mais que regular. Em ruindade…
          O problema está exposto desde o começo do campeonato.
          Tirando Jorge, não temos defesa nem elenco para a defesa. São todos ruins de doer…
          Estamos mais perto do G4 que do submundo.
          Mas ano após ano, estamos novamente longe do título.
          Perder 4 jogos pro Vasco, é no mínimo falta de vergonha. Olhando a tabela e sabendo da tamancada que tomaram do São Paulo, chego a uma conclusão óbvia!
          Antes, quem tremia eram eles. Hoje, somos nós.
          Triste constatação, em se tratando de um bando que está na zona de rebaixamento desde o começo do campeonato.
          E nós tomando porrada deles jogo após jogo.
          O Flamengo consegui perder para o Vasco com três técnicos e, os mesmos defeitos persistem…
          Fácil concluir que todos tem parcela de culpa.
          Mas quem contratou esses merdalhões, não pode ficar impune.
          Na maioria das vezes, o “doado” ou o “por salários”, resulta no caos que estamos assistindo.
          Não existe jogo sem gol (s) de bola parada…
          Realmente é uma defesa traíra! De nada adianta um ataque objetivo (37 gols) “jogando” contra uma peneira…

          Reply
        • Helder, esse recuo achei mesmo estranho e sintomático. Domingo no 1o. tempo estava fazendo um grande calor, para nós que estávamos apenas sentados, parados. É evidente que o time quis se poupar, e a resultante que se viu o jogo inteiro foi um time de jogadores veteranos, que viajaram e jogaram na 4a. feira, correndo, jogando e batendo mais do que o Flamengo, um time mais jovem que apenas treinou durante a semana. Treinou treinou, os problemas são as horas de folga, que o jogadores não se reservam para descansar…

          Reply
          • A fisiologia dentro em breve vai determinar aqueles jogadores que se reservaram como atletas, e os que não. Estes dados vão definir o perfil e a escalação do grupo, podendo constar até em contrato futuramente. Eu entendo que jogador de futebol, mesmo em período de descanso e folga, esta obrigado a se preservar levando um vida de atleta, pois o dia que for jogar ou treinar, deve estar em perfeitas condições físicas.

          • Fica mais curioso ainda, Nino, o técnico sabendo disso muito melhor que nós não providenciar substituições para aqueles que estão sentindo mais fisicamente o desgaste. Guerreiro está nitidamente fora de forma. Sheik corre muito, deveria poupá-lo mais, embora seja nosso melhor jogador. E outros que nem vale a pensa ficar lamentando.

          • Caríssimo Nino!
            “Eu entendo que jogador de futebol, mesmo em período de descanso e folga, esta obrigado a se preservar levando um vida de atleta, pois o dia que for jogar ou treinar, deve estar em perfeitas condições físicas.”
            No nosso caso, sua opinião é absolutamente correta.
            Os jogadores de futebol que NÓS temos no elenco, é pra fazer isso tudo e mais um pouco…
            Mas não é regra geral!
            Cansei de encontrar Renato Gaúcho, Romário e Fenômeno, na noite.
            No outro dia, arrebentavam! É o tal DOM…
            Como entender que os caras chegam de onde chegam, sem nenhuma noção de absolutamente nada, e da noite pro dia estão ganhando R$300 mil… e sem cultura nenhuma.
            O final deste filme, é Mercedes na porta, uma loira ao lado, e noite adentro…
            Jogando no Flamengo, é mais agravante ainda.
            Até mesmo os fedelhos da sub-17, são portadores de uma marra colossal.
            Nossa cultura, ainda não está preparada para entender o que é profissionalismo, e o que é oba oba.
            Marcelo Cirino colocou os pés no Rio, e nunca mais saiu da noite.
            O resultado, estamos vendo…

            O Flamengo PRECISA contratar o Alexandre Kalil…

    • Mas Helder!
      Estava vendo o Linha de Passe no ESPN, e Mauro Cezar me sai com uma pérola dessas.
      “Esse time não tem DNA de vencedor. Ganham 6 partidas e perdem 3, com a mesma intensidade”…
      Não sei bem o que está acontecendo com Rodrigo Caetano.
      Nem mesmo sei, se recebe para não se meter…
      Hoje no Fox / Rádio, surgiu a notícia que o Flamengo estava atrás do Fernando Bob…
      Com nome de cavalo do Roy Roger, fui pesquisar na Wikipédia.
      27 anos de idade, VOLANTE que jamais foi titular por qualquer clube que tenha passado.
      Nasceu no Fluminense, passou por Paulista, Boavista, Avaí, Atlético Goianense, Vitória e Ponte.
      Em 87 jogos, fez 3 gols!!!
      Pra fazer isso, melhor fixar Samir de volante. Pelo menos fez 4 gols. Contra!!!!
      Lá estão os DEDOS PODRES atrás de mais um volante, que nem aposta mais é.
      Isso não terá fim, amigo Helder!
      Estava animado escrevendo as atuações dos jogadores.
      Percebi, que colar e copiar não mudaria nada…
      Quem vinha bem, hoje vem mal, e quem vinha mal, hoje é uma catástrofe…
      Pra piorar, tenho que escutar Marcelo Barreto afirmando que Wallace está fazendo falta a nossa defesa.
      Depois dessa, amigo, pode parar que vou descer…

      Reply
      • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
        Gostei da ideia de contratar o Kalil.
        Parece, prezado amigo, que homens que entendem de negócios não entendem nada de futebol. Luxemburgo saiu cuspindo marimbondo nesses caras afirmando isso.
        Já foi noticiado que o Flamengo também tem interesse em Rafael Marques do Palmeiras. Pra quê?
        Nosso presidente aqui dando sopa e os caras não querem aprender a como se faz para montar um grande time. Dinheiro só não basta, amigo. Se não tiver sabedoria tudo vai por água abaixo.
        Espero que 2016 seja menos sofrido.

        Reply
  3. Considerando que uma empresa é o reflexo de seu “dono”, o atual time do Flamengo tem a alma do EBM, um executivo de sucesso, mas um nada em termos de liderança, motivador e conhecedor de vestiário. Isso que falta ao Fla, uma verdadeira liderança no futebol. No resto estamos dando de 10. Exemplo maior: ao nosso eterno fregues, bastou o EM vociferar pra cima do Fla pro time vir junto e deu no que deu em 2015.
    SRN

    Reply
      • …E um Conselho Gestor que decide tudo por eles…
        A ponto de limarem o Luxemburgo e Rodrigo Caetano ser o último a saber…
        A torcida não cobra mais, porque não estamos na Z4 e gostam da postura e seriedade do Bandeira. Entenderam a proposta.
        De mais a mais, Grande Nino, não sei se chegaremos ao G4, mas pelo menos este ano não teremos que procurar a maldita calculadora.
        NA PRÁTICA, TEMOS TORCIDA E SALÁRIOS EM DIA.
        O resto é factoide…

        Reply
  4. Caro Kleber, é um privilégio para nós podemos contar com esse espaço , com suas informações e análises. Neste post , poderia vir aqui e escrever o quanto estou curioso com o que tem a nos dizer, mas o que chama a atenção é a voz embargada de um rubro-negro cansado disso tudo que temos vivenciado.
    Falando por mim agora ,EU nunca, depois desta última eleição no Flamengo imaginei que poderia perder as esperanças novamente….Era impossível imaginar que tanta gente diferenciada, brilhante fosse acabar fazendo uma gestão ordinária. Nosso clube é uma fonte de fantasias e potenciais(principalmente pelo seu apelo POPULAR) inesgotáveis e não temos um SLOGAN sequer!!!!!
    Temos ,com a desculpa de sempre ,de termos dívidas, um marketing descaracterizado,que não atinge a MASSA, um programa de sócio torcedor em que quem paga 30 ou 200 reais tem praticamente os mesmos privilégios, ora cadê a criatividade?
    No cenário politico ,estamos agora assistindo a criação de uma liga em que pra variar o “chefe” não é rubro negro e sim um atleticano. No futebol do Rio perdemos totalmente as rédeas, em âmbito nacional…melhor deixar pra lá ,na dúvida os juizes marcam CONTRA nós!!!Não estou fazendo apologia a esquema nenhum,mas estamos sim sem representatividade…E por fim estamos assistindo a eleição mais “louca” que o Flamengo já viveu ,em que se chega ao absurdo da nossa sede receber luzes AZUIS!!!!!!SRN

    Reply
  5. Caro Kléber! Vamos esperar os 46 pontos para entender melhor tudo que passa! Em alusão a mensagem de ontem e mantendo a calma, começo a pensar de forma diferente! Perder para o Coritiba foi inimaginável, mas, é daqueles jogos que parece que se ganha antes, ou seja, de soberba. Perder para Atlético e Vasco é mais aceitável! Um não perde em casa e o outro está como franco atirador e é um clássico em que um bem pior pode ganhar do melhor! Isso são fatos! O que preocupa e muito, talvez tenha sido a apatia de grande parte dos jogadores. Tem dia que existe um saco de cimento nas costas de cada um! Esse campeonato é algo assombrador! Somente tres times estão la em cima: Corinthians, Grêmio e Atlético! Na quarta vaga, muitos foram e despencaram, que o digam Sport, Fluminense, Palmeiras e outros! Sem falar que o Inter não se acerta, Santos embalou por último e os dos tres primeiros, dois não querem o titulo de forma alguma! E o Atlético do Paraná? Bom Kléber, entre a quase certeza da serie B no primeiro turno, eis que de repente estavamos no G-4 e com o mesmo time do CB, ai, talvez o grande erro! Vamos ver o que nos aguarda 2016, mas, ano passado foi horrivel no brasileiro! Esse ano menos mal, porém, muito aquém das nossas tradições! O Corinthians é campeão e se Tite continuar, será também ano que vem! Apesar da muita raiva, falta um Rodrigo na zaga! Esse cara ganhou sozinho do nosso time! Fala bobagens e esnoba por falta de cultura e isso não vem ao caso! Seja o que for dito depois dos 46 pontos, que nossa diretoria possa ser coerente e aceitar opiniões de quem conhece esse gigante no sentido mais sublime da palavra. SRN e que vençamos no domingo! Alô Osvaldo….acorda o time…Paulinho….Guerrero…Canteiros….onde esta o espírito dos senhores? Cirino…acredite mais…vamos agora nos defender no primeiro e jogar no segundo tempo! Combinado? Em tempo: não se pode dizer com segurança de quem sera a quarta vaga da libertadores! E nessa incerteza toda, como também somos incertos e oscilantes, quem sabe a incompetência dos outros não nos ajude!?

    Reply
  6. Amigos! Para complementar: parte das vitórias do Vasco esse ano, foi com forte ajuda dos árbitros, sendo que ontem, esta mais vivo na nossa mente! E o pênalti do campeonato carioca deste ano? E a pancadaria do primeiro jogo da CB? Ainda temos tempo de fazer melhor! Se falta time (acho que nem tanto quando comparamos), precisa entrar a RAÇA no campo do jogo! E o que diz o atual VP? SRN

    Reply
    • Tens razão Francisco!
      Mas em TODOS os jogos contra o Vasco, muito mais que as falhas dos juízes, foi nossa incapacidade em lidar com uma mulambada que jamais colocou os pés fora do Z4.
      Ninguém precisa ter ataque contra nós. Nossa defesa decide!
      Mas tomar o segundo gols aos 15 minutos, e não conseguir empatar!
      Isso, não faz parte do Departamento de Arbitragem.
      É incompetência mesmo…
      SE o Vasco virou, por que não poderíamos fazer o mesmo em 35 minutos?

      Reply
  7. Os times do Rio de Janeiro, devido a grande atratividade das ações sociais da cidade, tem que ser os precursores de um rígido, detalhado e constante monitoramento fisiológico dos jogadores, isto vai determinar e separar os jogadores que levam vida de atletas dos baladeiros.

    Reply
  8. Então,ontem entrei no Blog li o seu texto rs desisti de escrever,porque senti que vc estava a beira de um ataque de nervos aliás todos aqui estavam assim seria mais um.
    O problema do time, o próprio Oswaldo já disse e detectou que como equipe, que ela iria oscilar porque a mudança constante de jogadores gera instabilidade técnica dentro do time.
    O Flamengo pode ter ótimos jogadores mais que foram sucumbidos mais uma vez por uma tática mais inteligente do time mediano como do Vasco.
    O Fla ainda é um time que depende dos talentos individuais a equipe coletivamente peca muito deixando vários espaços entre as linhas.O Jorginho brincou com o sistema defensivo do Flamengo o Marcio que ficava como um terceiro zagueiro foi arrastado para os lados pelos atacantes, expondo o Cesar e o Samir ao combate direto.O que adianta termos grandes técnicos e até venera-los se no fundo os caras dentro de um contexto são irrisórios e acabam não tendo importância nenhuma.
    Falta na grande parte dos clubes, inclusive no nosso, jogadores com a capacidade de ler o jogo,mudar o sistema tático e orienta-los ,um líder.

    Reply
  9. Esse time não tem dna vencedor, é cheio de jogadores coadjuvantes e não protagonistas, em 2013 quem carregou o time foi o Elias desde sua saída o flemngo amarga maus resultados por conta de sua falta de apetite em vencer, ninguém cobra, o time tem a cara de seu presidente, morto dentro das calças, rubinho e eurico fazem gato e sapato dele, e o time vai no mesmo caminho, eu duvido, vou repetir eu duvido, que presidentes como alexandre kalil e outros com pulso firme, isso acontecesse, falta pulso ao nosso presidente, pra cobrar que realmente aqui é flamengo, e afinal de contas o salário está em dia.

    Reply
  10. Grande Nino,admiro sua autenticidade e espontaneidade mas discordo de você em relação ao peso da nossa estrutura extra-campo:
    Será que se no nosso futebol estivesse bem gerido houveria um racha na diretoria, alguém é louco ao ponto de abandonar e se rebelar contra algo que esta andando bem? Não estou aqui tomando nenhum partido ,mas temos sim uma maquiagem chamada “austeridade financeira” encobrindo ou incompetência ou negligência….
    Será possível que não é claro a falta de comando , de um líder no nosso futebol dentro e fora de campo? Com um especialista em esportes náuticos realmente fica difícil , só pra citar um exemplo do descaso que as coisas estão andando. SRN e grande abraço.

    Reply
  11. Grande Paulo! Acabei de chegar do dentista…. kkkkk
    Em nome desse descaso, o nosso Vice de Remo, está tentando contratar o “remador” Fernando Bob…
    Reserva em todos os barcos que passou…

    Reply
  12. A conta do fla não é apenas 46 ou 47. Deve ser ao menos 52, pois se não houver classificação para alguma competição internacional o repasse do contrato da adidas sofre uma redução. Logo o ela tem que se empenhar um pouco mais que sair do rebaixamento.

    Reply

Comente.