Meio século de um Gênio

Romário 50 anosCom enorme alegria, profundo reconhecimento e com o maior carinho do mundo, saúdo um dos gênios do futebol brasileiro, que hoje completa 50 anos.

Romário faz parte da minha história de vida. Romário foi o troféu mais importante que conquistei, como dirigente, na minha estrada esportiva.

Em 1993, a Seleção Brasileira, que não ganhava uma Copa do Mundo desde 1970, brigava pelo direito de ir à Copa dos Estados Unidos e, nesta eliminatória, pela primeira vez, o destino nos uniu. Havia uma causa em questão. E, a causa era a convocação de Romário para a Seleção, convocação esta, contestada por alguns membros da comissão técnica da Seleção.

Particularmente, como sempre reverenciei os craques da bola, considerava um absurdo Romário não ser convocado. Acontece que houve um momento em que ficou perigosa a ida da nossa Seleção para a Copa. Havia o risco. Aí, o nosso primeiro encontro. Mergulhei de cabeça na tentativa de fazer as pessoas que resistiam à convocação de Romário a mudar o pensamento. Houve um telefonema decisivo, em que estava eu, em Secretário. Ali, sentindo a reação de quem estava do outro lado da linha, percebi que havia marcado um gol de placa. Romário foi convocado e, como tinha certeza, carimbou o passaporte da nossa Seleção para a Copa de 94.

Esta cumplicidade da qual ele sequer sabia, teve prosseguimento durante a Copa. Lembro que havia um menininho de seus 13, 14 anos, que sempre via os jogos do Brasil perto de mim. Ficamos amigos e, toda vez que ele ficava nervoso, eu o tranquilizava, dizendo que o Romário resolveria, e isto aconteceu ao longo da Copa. O Baixinho resolveu tudo e foi o grande protagonista da Seleção.

Diria mesmo que dois jogadores ganharam dois canecos para o Brasil. Garrincha, em 62, e Romário, em 94. O mais engraçado é que o menino, meu amigo, era vascaíno e, ouviu de mim, o tempo todo, que após a Copa Romário iria para o Flamengo. Ali, foi o meu momento pitonisa na vida.

Meses depois, era eu eleito presidente do Flamengo. O seguimento da história todos sabem…

Já exaltei o gênio da bola. Agora, quero falar do ser humano. Não fosse Romário, super firme, aliás uma de suas principais características, seria impossível concluir a negociação com o Barcelona.

Graças ao caráter de Romário, marquei o meu gol de placa, o meu gol antológico e inesquecível, como presidente do Flamengo.

A partir daí, tive o privilégio de conviver com uma das mais marcantes figuras humanas que conheci e, o prazer inenarrável de vibrar com o melhor jogador do mundo, vestindo o manto sagrado, com o número 11 às costas.

Hoje é um dia especial. Meio século de um gênio. Meio século do baixinho mais marrento da história do futebol. Meio século de Romário.

Por todos nós, rubro-negros e não rubro- negros, obrigado, Papai do Céu!!!

VIVA ROMÁRIO!!!

1 Comentário

  1. Muito obrigado presidente por nos dar essa alegria, eu tinha 16 anos quando o senhor trouxe o Romario em 95 e nunca me esqueci o que senti e uma nota em particular, do nosso grande Bussanda, ele dizia o Seguinte:

    Presidente do Flamengo conversa com Dunga, será que o Flamengo quer comprar Dunga?

    Presidente do Flamengo conversa com Romario, será que o Romario quer comprar o Flamengo?

    O Flamengo que havia sido campeão brasileiro em 92, estava com a estima no chão depois de presidido por Luiz Augusto Veloso e vendido a preço de banana uma geração de craques, a piada fazia sentido.

    Mas o senhor mostrou mais uma vez o tamanho do Flamengo, e colocou tudo em seu devido lugar com a vinda do Romario, obrigado por esse carinho com a nação, obrigado por esse golaço, essa é uma pagina eterna do CRF e o senhor a escreveu.

    Parabens Romario e muito obrigado mesmo, Kleber Leite!

    Reply
  2. Foram 204 gols pelo nosso mengão, além de poder dizer que eu tinha o melhor atacante do mundo no meu time. Os outros podiam ter melhores goleiros, laterais, o que fosse. Mas centroavante era o baixinho…

    Muitas saudades…

    Reply
  3. Nasci em 1987, comecei a acompanhar futebol em 1994. Simplesmente o melhor jogador que vi jogar, o único que me fez ter vontade de acompanhar os jogos dos rivais Vasco e Fluminense. Romário era brilhante, o que mais me espantava era a facilidade que tinha para finalizar e se posicionar. Romário só não ganhou mais títulos de “melhor do mundo” por ter optado por uma carreira no futebol brasileiro, caso contrário teria levado fácil uma 4 ou 5 bolas de ouro pra casa. Acho que nunca mais veremos um jogador desta categoria optando por fazer carreira em clubes brasileiros.

    Reply
  4. Hoje é dia de comemoração !
    Parabéns Romário ! 50 anos !
    Dia de um belo almoço ou jantar, um chopp gelado ou um vinho especial.
    Sr. Kleber comemore a amizade com o craque e a sua ideia de trazer o maior jogador do mundo para o Flamengo, segunda maior contratação do clube (perdendo apenas para a volta do Zico da Udinese).
    Um dia para a nação bater palams e dar os parabéns ao baixinho.
    Curtam a sexta feira…

    Reply
  5. KKKK… BOA EGON!
    QUANDO VI A NOTÍCIA NO JORNAL NACIONAL NÃO ACREDITEI!
    COMO ALGUÉM COMENTOU AQUI NO BLOG, O FLAMENGO VINHA MAL, O LUXA PREFERIU O PODEROSO GUARANI DE CAMPINAS, AQUELA GERAÇÃO DO DJALMINHA TODA INDO EMBORA… DE REPENTE UM GOLAÇO KLEBER!!!
    PARABÉNS BAIXINHO VC É HOMEM COM H DIFERENTE DO RONALDO QUE SE DIZIA FLAMENGUISTA E FEZ O QUE FEZ.

    Reply
    • Nossa torcida é impressionante.

      Lembro bem quando o Jonas veio, muitos falavam que, com ele, não teria para ninguém, que era “o craque”, até de “JONASTEIGER” chamaram!!!! Agora, quando de sua saída, a torcida celebra…

      Quantos jogos completos nossa torcida viu do Cuellar e do Mancu?

      Essas notas que foram dadas ao nosso time no post anterior são surreais…

      Se Guerrero é 10, como vi vários dando, qual seria a nota do Romário? E do Ronaldo?

      Arão nota 9, por exemplo, é muito otimismo, muita cegueira ou muito “rubro-negrismo”?

      Não se esqueçam, quanto maior a altura, maior a queda.

      Minha expectativa para o ano, ainda mais sem local para jogar, é próxima a zero…

      Reply
      • Apenas um asterisco, Grande Fabio!!!
        As notas se referem a jogadores MORTAIS…
        Coisas como Pelé, Romário, Zico, Cruyff, Messi, Neymar, Cristiano, Ronaldo Fenômeno… e outros IMORTAIS… já começam em 99…
        A impressão que tenho, é que as notas foram dadas respaldadas em expectativas.
        Pelo Brasileiro Série B, dei nota 8 pelo Arão.
        Pelo que representa Guerrero para a seleção do Peru e, para os Gambás, lasquei um 9…
        Se bem, que apesar dos 2 gols, AINDA está devendo muito futebol para ser a estrela da companhia…
        Arrisco até afirmar, que teria contratado Lucas Pratto ao invés dele.

        “Muita cegueira ou muito “rubro-negrismo”?
        MUITO PASSIONALISMO… KKKKKKKKK
        Que na verdade, deveria fazer parte do nosso hino…

        Reply
    • Arrisco me a dizer Anderson, que o estado mental do Jonas piorou com o Muricy Ramalho, ai ele puxou a cordinha…mas não foi para o ralo não, o Flamengo detém 70% dos direitos econômicos do jogador, que pérola, então ainda é possível que tenhamos “Jonas, a volta”!

      Reply
    • Caro Anderson!
      Vou divergir só um pouquinho…
      O grande problema do Jonas, é a ausência total de um bom freio ABS…
      Ainda dotado de freio a lona, quando parte pro confronto, normalmente a casa cai.
      Vejo algumas virtudes nele! Meio gêmeo do Willians, desarma todas e desconhece a camisa que vai entregar.
      Por isso erra tantos passes! Não sei se o problema é daltonismo ou, uma série de visitas ao Dr.Scholl’s.
      Como AINDA é novo e, tem contrato por mais 4 anos, Godinho fez muito em emprestá-lo pra Ponte…

      Reply
      • Falando serio agora, olhando por esse prisma não chegamos a discordar. Eu só acho que tudo isso que vivemos tem um nome: Vanderlei Luxemburgo.

        Todos os times que entragam em suas mãos a gestão do futebol, sofrem demasiadamente com isso, durante anos a fio.

        Acontece que Luxa qdo faz uma contratação vende o peixe sempre super acima das expectativas. E qdo isso acontece a cobrança vem do que foi vendido, e não do que de fato o jogador pode entregar em campo.

        Se vc quer saber da verdade, eu vejo sim qualidades no Pará, Wallace, Marcio Araújo e no próprio Jonas. Claro que vejo.

        Mas mesmo essas qualidades que esses ogadores têm, são nadas comparadas com o que o LUxa vendeu qdo das suas contratações.

        Resultado…..Gera uma broxada fenomenal em toda a torcida.

        Reply
    • Era o pior jogador do nosso elenco… Mostra o conhecimento do Muricy… Deu uma chance nos amistosos, não aproveitou, tchau!! (só o Luxa para indicar esse tipo de jogador)

      Reply
  6. Caro Kléber! Parabéns ao Romário! Sempre diferenciado como jogador de futebol e na política parece que vai escrever uma história inusitada! Que Deus possa dá ao mesmo a capacidade de fazer diferente de tudo e todos que vemos hoje! Uma grande marca do Kléber como presidente! Jogador genial! SRN

    Reply

Comente.