O último passe

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Os três lances mais bonitos na tranquila vitória do Flamengo sobre o Resende, foram três passes que redundaram em três gols. O primeiro, de Mancuello para Cirino, destacaria como o lance mais bonito do jogo.

Quem sabe jogar, vê na frente. E este foi o caso. Mesmo sem olhar para Cirino, Mancuello entregou de bandeja. Tipo da jogada que vale o ingresso.

Os dois gols seguintes também aconteceram em função de dois toques geniais de Guerrero e Jorge. O lateral ainda contribuiu com a jogada do quinto gol.

Apesar do que acabei de citar, não se pode deixar de registrar a quantidade de equívocos na hora H, ou seja, no momento do último passe, da bola decisiva. Sem medo de errar, foram umas quinze oportunidades jogadas fora. Se o último passe tivesse sido hoje minimamente competente, teria ocorrido uma goleada histórica.

Bem, vamos ficar com o que houve de bom. Além dos três passes espetaculares, principalmente o de Mancuello, destacar as belas atuações do colombiano Cuellar, que não erra passe, do lateral Jorge e, de Cirino, no ataque.

Tomara que a contusão no joelho de Mancuello não tenha sido grave. O “Hermano” melhora a cada cinco minutos…

Quem está na alça de mira da “Dona Zebra”, é o Fluminense. Este jogo de quarta-feira, promete…

Também, pudera. Lambança e zebra, normalmente caminham juntos. E, em termos de lambança, onde o vice-presidente demite o treinador e, em função disso, é afastado pelo presidente do clube, o tricolor conseguiu verdadeiro recorde olímpico.

Sei não, mas já vi esse filme…

1 Comentário

  1. Parece que nesse ano não sofreremos e, de quebra, vamos brigar na parte de cima em todas as competições.
    Quanto ao jogo de hoje, uma vitória pra lá de tranquila.
    Chama atenção a falta de inteligência do Cirino, posso estar sendo muito exigente, ele fez ótima partida hoje, mas a meu ver o mesmo tem péssima leitura de jogo. É voluntarioso, velocista e pode até dar certo esse ano, porém ele chega no fundo e não consegue enxergar a jogada, erra passes bobos…está aí a principal diferença dele para o Sheik.
    Falando em leitura de jogo, que atuação teve o Cuellar! O cara marca bem e coloca-se sempre em condições de receber passes, fazer triangulações. Parece que foi uma excelente contratação da nossa diretoria que, ao que tudo indica, aprendeu com os erros dos primeiros anos.

    Reply
  2. A verdade é que foi um jogo para mostrar que temos condições de evoluir muito. Resende não serve como base para teste de nada. Time muito fraco e ainda fez nossa defesa bater cabeça em alguns lances, o que deixa claro que nossa zaga ainda tem que melhorar muito.
    Pena que Mancuello se machucou cedo, as 15 oportunidades jogadas fora seriam muito melhor aproveitadas se o gringo estivesse no jogo. Hoje senti que ele iria arrebentar. Uma pena aquela contusão.
    Mas era jogo para no mínimo 10×0. Nosso time criou muitas oportunidades de gols e não soube matá-las.
    Como disse, essa moleza não virá no Brasileirão e na Copa do Brasil. O carioca não testa nada, tirando os grandes.
    Mas valeu pelo dinamismo que o time apresentou no jogo.
    O time começa a ganhar o “estilo” Muricy.

    Reply
  3. A mim vejo o Cuellar como o melhor do jogo. Cirurgicamente preciso no desarme, extremamente simples na saída de bola. PERFEITO

    Outro que me chamou a atenção foi o Cirino. Cheguei a comemtar ontem no zap zap que ele deveria estar com um turbo instalado no porta malas. Correu mais que notícia ruim. Jesusssss

    Taticamente Mancu e Emerson foram perfeitos. Mancu pela visão, toque preciso e habilidade em dar um único toque.Emerson pelo excelente posicionamento em campo. Emerson ontem fez o papel do Guerrero e ainda ajudou muito a abrir a defesa do Resende com suas investidas em diagonal.

    Gostei muito do Rodinei ontem.

    O time parece começar a tomar a cara de Muricy.

    Até o fim desse medíocre campeonato vejamos o que esperar para o segundo turno.

    Uma coisa é certa se o Ederson se recuperar, vejo o Mancu revezando a posição com ele o resto da temporada.

    ABÇ#SRN

    Reply
  4. Uma coisa digna de nota sobre o Guerrero é que ele estava em todas as jogadas de gol. Ele está se colocando bem para receber a bola mas os atacantes mataram a jogada fazendo o gol. Em outras oportunidades não recebeu o passe, embora estivesse livre, e não ocorreu o gol.
    Muricy deve ter visto isso e será importante lembrar que o jogo é coletivo. Gabriel quase erra aquele gol, mas Guerrero estava ao seu lado sózinho. Vejo Guerrero muito mais participativo e solidário ao passar as bolas, mas não vejo o contrário. Em grandes jogos essa discrepância pode resultar em deixar de ganhar pontos importantes para quem quer disputar o título.
    Wallace foi o único de destoou totalmente do time. Muito limitado esse zagueiro. Dificil entender por que insistir com ele. Será que os outros são ainda piores?

    Reply
    • Helder, o Nunes (o eterno João Danado) falou um vez do Guerrero, isso no auge dos 5 meses sem marcar! “Precisa ter mais personalidade”….Para o momento até se aplicava, pois ele estava inseguro, mas atualmente não! Ao meu ver é sim um problema de personalidade, mas de incompatibilidade de personalidade, seja lá com o sistema de jogo ou com o clube.

      Reply
      • Nino, vejo muita gana nele. Ele quer fazer gols. Se coloca bem e distribui o jogo. A hora que o Flamengo começar a jogar mais coletivamente na hora de matar, vejo muitas goleadas vindo aí.

        Reply
      • O Nunes foi um bom jogador, fundamental no periodo mais vencedor do Flamengo, mas quem acompanhou o Flamengo sabe que não era unanimidade. Nunes teve periodos bons, mas curtos. Não me lembro quantos anos jogou de titular no Flamengo, mas não foi muito tempo. Fez gols em momentos decisivos isso fez e eu tenho esperança que o Guerrero que é mais jogador do o Nunes , possa tambem dar mais para o clube do que tem dado.

        Reply
  5. Hoje vou me dar o luxo de não cornetar ninguém! Feliz demais por Márcio Araújo nem ter ido pro aquecimento. Meu coração doeu quando vi o Éverton sentindo a coxa e imaginei que ele pudesse voltar, mas Graças a Deus, ele ficou só na torcida. Bom jogo, Sheik e Cirino perderam gols na cara do goleiro, além de um gol mal anulado do Sheik.
    Além das ótimas atuações de Mancuello e Cuellar, os 4 gols de Cirino e Sheik, ainda destaco o Jorge. Melhor atuação deste ano. Um passe maravilhoso, que o Gabriel só precisou finalizar sem nem ajeitar a bola e ótima jogada no passe pro 5º gol.
    Nem vou criticar o Sheik por não ter passado pro Guerrero. Com 4 a 0 no placar, eu também iria me dar o direito de ser fominha.
    Enfim, hoje estou feliz! Saudações Rubro-negras a todos

    Reply
  6. Ainda estou com o pé atras, mas parece que vamos sim sofrer menos esse ano. Sinceramente não espero nesse primeiro ano do Muricy um titulo de expressão, mas espero sim brigar em cima nas competições naacionais e pegar uma vaga para Liberta! Acho que o time tem muito evoluir e esse meio campo esta se mostrando muito animador!

    Reply
    • O time é completamente diferente do ano passado, meu amigo. O modo de jogar e indo pra cima e busca n do rapidamente o gol. Nem se compara com o do ano passado. Se vai dar certo, o tempo dirá. Mas, EU ACREDITO.

      Reply
  7. Ah, e um detalhe: Eu que estava morrendo de medo do Fla começar a jogar o famigerado ‘Muricybol’, com 4 volantes e um monte de bola na área, vemos um time que tenta construir as jogadas tocando a bola. Nossa, como sofri em 2015 com um time que não conseguia trocar 3 passes em direção ao gol…

    Reply
    • Ilustrre Daniel, ele não tem 4 volantes bons para escalar ali não rss…O que se pensava seriam dois volantes com dois meias ofensivos…ai sim tem gente boa pela direita e esquerda, mas ai residem dois problemas:
      – Cirino é uma das apostas do Muricy
      – Muricy acha que o sistema defensivo fica desprotegida com o 4 4 2. Preocupa a má fase do Wallace e a recuperação (velocidade) do Juan.

      Reply
      • O 4 3 3 atual é composto por 3 voltantes, Mancu como 3o. meia mais ofensivo, Arão como o 2o. meia saindo de vez em quando, e Cuellar com 1o. meia defensivo. Todos os três bons de saida e desarme.

        Reply
  8. Parece que o time resolveu correr. E impor vontade nos jogos, o que na mediocridade atual do futebol brasileiro, faz diferença. O CUELLAR, realmente, foi o melhor do time,bons passes, bem no desarme e poucas faltas. Mas também, devemos ressaltar as atuações ( nessa ordem )de Mancuelo, Sheik, Cirino e Arão. Já o Guerrero , embora não tenha se escondido do jogo, não foi brilhante e, de bom, apenas um passe de calcanhar. Ainda vejo os nossos laterais marcando mau , Wallace comprometendo,mas e o Everton ? Esse jogador há tempos não joga nada, seja no meio ou na lateral, e repete contusões musculares, talvez seja pelo excesso de “bebidas e festinhas”. Vejo que já passou da hora de negocia lo, pois não consegue repetir as atuações de 2013. Aproveitando o ensejo das negociações e o exemplo do Fluminense, o Flamengo deveria negociar sua cúpula do futebol , se livrar de Rodrigo Caetano e Godinho !!

    Reply
    • Vamos dar mais tempo ao Godinho. Ele acabou de completar 3 meses no cargo. E vamos concordar que as Flores não são nenhum exemplo de administração de sucesso.

      Reply
  9. Falar da bola rolando no campo de jogo, esquecer cartolas que se notabilizam por artimanhas e ações com interesses inconfessáveis. Um treinamento de luxo, enfrentamos um time fraquíssimo, o Resende é mais um sinal da total falta de importância do outrora pujante Campeonato Estadual. Mas o Flamengo fez a sua parte, jogou um bom futebol, de se lamentar a contusão do Mancu, ainda não se sabe a extensão dela. Os 5 x 0 foi pouco, poderíamos ter ganho de bem mais, tivemos algumas atuações individuais muito boas, a começar pelo Mancu enquanto pode estar em campo, Cuéllar que não errou passes e joga vertical, o Jorge que com sua técnica privilegiada nos brindou com duas assistências magníficas, a notória ascensão do Cirino, o bom jogo do Sheik que precisa soltar mais a bola, o Guerrero que não marcou gols, mas realizou assistências, fez pivô e foi prejudicado pelo egoísmo do Sheik e a miopia da arbitragem, que só enxergava faltas nas ações do atacante. Outras boas atuações, na realidade ninguém chegou jogar mal. Percebe-se que a equipe já tem o dedo do técnico e começa efetivamente a se encaixar, acho que faremos uma grande temporada…..SRN

    Reply
      • Eu concordo que os times daqui do Rio são fraquíssimos, mas todos os outros grandes pegam os mesmos times pequenos e até agora só nós fizemos 5 a 0 duas vezes.
        O que me anima não é o placar e sim que vejo um padrão de jogo sendo estabelecido. Basta lembrar do nosso carioquinha em 2015, que o Pofexô ganhava os jogos e mesmo assim era vaiado. Aliás, uma das críticas à ele, pouco antes dele ser mandado embora na 3ª rodada do brasileiro, foi que o Fla não teve uma atuação decente no primeiro semestre.

        Reply
  10. Vejamos uma situação: Um único jogador pode sim mudar toda estrutura de um time. Cuellar mudou a forma lenta e burocratica do flamengo jogar. Um jogador agudo, moderno e rápido, mudou o Flamengo. E se a diretoria ouvir a torcida e tivermos um zagueiro de qualidade junto ao Juan, esse time vai melhorar muito mais.
    Diretoria ouça a torcida: Quando imploramos a saida de Márcio Araújo, Walace, Canteros, Pará e pq não Gabriel e Everton e outras bombas que sairam é porque esses caras não servem para o Flamengo. O Flamengo jamais ganhará nada com esses atletas, jamais. Todos ja com idade de rodagem, nenhum é juvenil, para ter tantas chances e tantos anos improdutivos. Diretoria ouça a torcida. Murici ouça a torcida. Somos apenas Flamengo. Não temos jogadores como empresários tem, não usamos o Flamengo como produto para consumo e lucro como empresários de jogadores usam, apenas queremos ver o flamengo bem, como ontem. Foi contra o Resende..foi..mas e dai…e o time jogou, rodou..marcou pressão..correu…teve velocidade..sem passes laterais, sem rodopios improdutivos.. diretoria ouça a torcida.Nós podemos ajudar a vocês a gastar bem menos e ter um time muito melhor.

    Reply
  11. Começo a achar que Alan Patrick e Éderson terão dificuldades para se encaixarem no atual sistema de jogo do time. Ontem, Éderson poderia ter pego pelo menos banco, se o problema é ritmo de jogo, nada melhor que uma baba de quiabo como a de ontem, mas jogariam onde? Pela direita, que é a praia deles, ali já caem Cirino, Rodnei e Arão…Pela esquerda não vi o Éderson jogar ali ano passado não, já o Patrick cai as vezes por ali…porém já jogam o Jorge, Mancu e o Scheik por ali…

    Reply
  12. “Preocupa a má-fase do Wallace”, caro Nino, perdoe-me, mas o Wallace não pode ter “má-fase” pois nunca teve, e nem terá condições de ter boa fase.
    É claro, que como todos vcs, estou estourando de felicidade com cinco a zero. Contra qualquer time me faz ficar ouvindo radinho de pilha até de madrugada e acompanhar, mesmo que de longe, o Egon, com um Red, mas ainda é um pouco cedo para nos entusiasmarmos. De qualquer forma, deixo uma pergunta aos amigos: Será que voltaremos aos velhos tempos, quando todo jogo era motivo de festa!

    Reply
    • Caro Mauro, “todo jogo motivo de festa” é pedir demais, não acha?
      Lembre-se que carioca não serve para testar ninguém.
      Pegamos um Atlético-MG que não era o Atlético-MG.
      Jogamos contra um América-MG num jogo sofrível.
      Perdemos para o Vasco.
      Ganhar do Fluminense não é motivo para se gabar pois até os pequenos do RJ estão batendo no mesmo.
      No jogo de ontem era para ser no mínimo 8×0. Nossos atacantes ainda estão um pouco fominhas na hora de chutar, sempre tinha alguém numa posição ótima para finalizar, por isso o placar não foi mais elástico. É claro que 5×0 é um placar respeitável, mas se puder ganhar de 10, por que ganhar de 5?
      Mas vamos comemorar, pois o ano passado era só reclamação e chiadeira. Vamos curtir esse momento.

      Reply

Comente.