A diferença

Qual diferença entre um extraordinário jogador e um gênio da bola? A resposta está em dois lances muito parecidos.

O primeiro, no jogo de sexta-feira, entre as seleções de Brasil e Uruguai.
– Protagonista: o extraordinário jogador Luizito Suárez.

O segundo, a decisão da Taça Guanabara de 1995, entre Flamengo e Botafogo.
– Protagonista: o gênio da bola, Romário.

Gênio é gênio. Como muito bem definiu Tostão, maravilhoso tanto jogando como escrevendo, “Romário, foi o Pelé da área”.

1 Comentário

  1. Boa Páscoa,Kleber. Não como flamenguista, claro. Até quando irá a teimosia de Muticy? Veja o Levir. Está dando um jeito no também sofrível Flu. O Fla consegue piorar a cada jogo e o Muricy teima nesse 4-3-3 que não tem funcionado. E se houver mais uma derrota contra o Vasco?
    Nesse ritmo, pode ser mais um a “dançar ” até antes de o Brasileiro começar…

    Reply
  2. Me lembro perfeitamente desse gol contra o Botafogo.
    Ficou lembrado como o jogo do Marcio TeAdoro!
    Kleber, Romario foi único. Incomparável.
    Craque e carismático.
    Gênio inigualável.
    Hoje em dia quem poderíamos trazer para o Flamengo e alavancar o programa sócio torcedor? É só trazer que o resultado vem.
    Forte abraço

    Reply
  3. Boa noite e feliz pascoa para todos!!
    Romário na área era imbatível não perdia um gol sequer, porém os extraordinários jogadores fazem.grandes lances, dribles e tabelas mas cara a cara com gol falta aquela calma que o baixinho tinha!!!
    Que falta faz esse gênio da área!!!

    Reply
  4. Caro Kléber e amigos! Em dois lances comparamos as jogadas, notadamente, não podendo comparar os atores! O Romário está muito na dianteira em relação ao Uruguaio! Para os dias de hoje e com grande escassez de craques, o Luizito consegue se destacar mais ainda! É craque também e esta tendo o destaque merecido! Hoje ele e o baixinho jogariam juntos! De toda forma, se fosse escalar gênios, somente o grande Romario seria o titular e ficaria com o Luizito como um grande reserva! SRN

    Reply
  5. Eu joguei com ele num amistoso do time de pelada chamado Elite lá em VISTA ALEGRE em 2007 onde joguei por vários anos e este time existe ainda, ele é uma extensão do antigo time do Estrelinha aonde ele jogava e que ainda tem alguns parentes e amigos.
    Jogando do lado dele vc começa a perceber porque a diferença a partir do toque preciso e macio e vc não houve a batida ou o toque nela. Vislumbra 2 ou 3 lances na frente.A matada de bola no peito e qdo ela chega ao chão ele já sabia o que ia fazer com ela e o posicionamento sempre no 2º pau do lado esquerdo do ataque marca registrada.E o passe para o gol que ele deu no meio de várias pernas foi genial.Genial? Sim porque tudo que eu vi jogando ao lado dele foi usando um ou dois toques na bola.
    PS.Quando conto isto para alguém que não me conhece e desconfiam rs eu sempre pergunto para o cidadão vc tem alguma “figurinha carimbada” antes do cara achar que sou doido eu mostro a foto rs do time kkkk. E o DVD do jogo rs não adianta que não dou para fazer cópia e nem empresto kkkkk……
    A e amigos do blog acreditem ele correu e se movimentou muito mais do que se estivesse em campo com os profissionais srsr.
    Acho que a essência e o amor pelas peladas de onde ele saiu falam mais alto…..

    Reply
  6. Assim como FLAMENGO É FLAMENGO, ROMÁRIO É ROMÁRIO !!!Outro naipe , imagine o nosso baixinho nesse time do Barcelona de hoje? 2000 gols fácil….Kleber, vou repetir a pergunta do Leandro, se você fosse chamado pra assumir nosso futebol e tivesse como missão trazer um ídolo , um craque dentro e fora das quatro linhas pra colocar fogo no nosso Flamengo, em quem valeria a pena investir? grande abraço.

    Reply
    • Meu caríssimo Pedro!
      Na minha opinião, dentro da área, nunca mais nasce outro.
      Luizito é um ótimo jogador. Mas perto do Baixinho é um Nunes…
      Lembra do gol contra o Corinthians, num espaço mínimo, deu um elático no Amaral, que piorou em muito o olho torto do volante.
      Aquilo é genial…

      Reply
  7. “Flamengo fecha no azul pelo segundo ano seguido e tem lucro dobrado”

    Se isso fosse o balanço anual do Itaú, seria compreensível…

    Como estamos falando em clube de futebol, o certo seria:

    “Flamengo fecha seu faturamento no azul… e o futebol no vermelho”…

    Reply
    • Caríssimo Egon, o clube ainda tem 500mi em dívidas e inúmeros esqueletos que saem do armário a qualquer hora. Aqueles 20mi em contratações para 2016 (já estourou) vai ter que ser dobrado para 40mi, pois vai ter que trazer um bom zagueiro e um bom atacante para esse time.

      Reply
  8. Quanto tempo amargaremos uma gestão meia -boca” no nosso futebol caro Egon, nossa torcida esta simplesmente perdendo o tesão, a paciência esta se esgotando principalmente pela quantidade de informações desencontradas. A cada ano que passa ,ao contrário do que se fala temos um time mais fraco…tivemos um time mediano em 2013 com o Pelaipe, um 2014 e 2015 ridídulo e um 2016 que começa a desandar . Pra mim falta paixão no comando do nosso futebol e sobra negligência , 2016 não seria nosso ano???

    Reply
    • Meu caro Pedro!
      Como disse no Conselho da Corneta (WathsApp), PRECISAMOS cometer no mínimo 3 IRRESPONSABILIDADES FINANCEIRAS…
      Daquelas de arrepiar os p*******s do Presidente do Banco Central…
      De deixar as famosas “Engenharias Financeiras” do nosso Kleber, no bolso…
      Muryci não tem culpa do time perder um caminhão de gols.
      Mas tem culpa em escalar os pés e, um esquema em que temos 3 atacantes em péssima fase.
      Hora de POVOAR nosso meio! O buraco entre a linha divisória e Cuéllar, é um Saara. Qualquer contra-ataque é um salve-se quem puder…
      Banco pro Girino e Sheik!!!
      É óbvio que precisamos fechar o meio e, amarrar Jorge na bandeirinha.
      Cuéllar, Arão, Ederson e Mancuello. Everton e Guerrero…
      A Liga já foi pro saco e, no Carioca, já estamos fora dos 4 finalistas.
      O Volta Redonda, com um “compromisso” de R$120 mil/mês, está mais redondo que nós e, dando menos desculpas e voltas…
      Em suma! Hora de esquecer papagaios, e contratar com irresponsabilidade calculada…
      No passo que estamos caminhando, com mais desculpas que futebol, novamente vamos ter que comprar pilhas pra nossa surrada calculadora.

      Reply
    • “A gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello divulgou nesta segunda-feira o resultado do balanço patrimonial do clube no ano passado – o demonstrativo ainda vai passar por apreciação do Conselho Fiscal e votação no Conselho Deliberativo. Em destaque, a redução da dívida, que hoje está em R$ 451 milhões, de acordo com o documento, e um novo superávit rubro-negro. Desta vez, o Fla lucrou R$ 130 milhões – o que significa mais do que o dobro do resultado no exercício de 2014.”

      Lembro aos amigos, que os R$22 milhões “disponíveis” para contratações, estão sendo gastos no modo carnê Casas Bahia! Em leves prestações anuais.
      Isso, em nome de Cuéllar e Mancuello…
      Com este montante colado acima, é como ter uma Mercedes na garagem, sem motor…
      Sobra lucro, falta time!!!

      Reply

Comente.