O Garoto do Placar

Em meio ao tiroteio político, e ainda tocado pelo sentimento de gratidão despertado pelos 63 aninhos de Zico, dedico este post principalmente para os mais jovens, apresentando alguém muitíssimo especial.

Celso Garcia foi um dos principais locutores esportivos do Brasil. Voz marcante, rubro-negro alucinado e, popular no Brasil inteiro, pois nas suas transmissões, numa época em que placar eletrônico ninguém ainda havia pensado, após cada gol, dizia: “ATENÇÃO GAROTO DO PLACAR DO MARACANÃ, COLOQUE…” e aí dizia o placar. Em qualquer pelada, a cada gol, sempre alguém aparecia para gritar: ” ATENÇÃO GAROTO DO PLACAR…COLOQUE…”

(Ouça, no player abaixo, a narração de um gol de Zico, em 1977, contra o ABC).

Celso Garcia foi durante anos o segundo do genial Waldir Amaral, não só na locução, como também no comando da equipe de esportes. Celso foi um chefe humano, um professor de rádio e do dia a dia. Um parceiro…

Para nós, rubro-negros, esta linda história de vida, apesar de marcante, fica em segundo plano, na medida em que pelas mãos do nosso personagem, Zico chegou à Gávea.

Pergunta: alguém tem conhecimento de alguma ação mais importante do que esta, na nossa vida pra lá de centenária?

Deixo vocês com esta foto histórica e linda. Celso Garcia, o “garoto do placar”, e Zico, o nosso Rei.

Celso Garcia e Zico.

Como o Flamengo é eterno, ao longo do tempo, Celso Garcia ficará marcado como o criador da mais genial obra de arte na história do futebol rubro-negro, até porque, Zico é único.

Em nome da nossa nação, obrigado eterno.

De minha parte, resumo tudo em duas palavras, querido Celso: Saudade danada…

1 Comentário

  1. Se dia 03 é do 03 é Natal Rubro-Negro, nada mais justo que Celso Garcia ser também o nosso anjo Gabriel, muito obrigado a ele pelos melhores dias de nossa mais que centenária historia! (“E teu futuro ainda será mais lindo, que teu presente que tão lindo é”)

    Reply
  2. Meu querido Klebão.
    Celso Garcia é pai e mãe do nosso Galo.
    Se bem, mesmo que nosso Galo fosse carregado pra outro clube, com certeza não ficaria.
    A “descoberta” do genial Celso, é que foi digna de um mestre em garimpagem.
    Tenho alguns ídolos da latinha. Em campo, você e Apolinho são imbatíveis.
    Na cabine, babava ouvindo Curi e, o mais próximo, é um botafoguense adorável e emocionante. Luiz Penido…
    Lembro bem do garoto trocando o placar. Como lembro, que sempre chegava cedo para ver os aspirantes. Dionísio, Foguete, Luis Carlos Tatu… E por ai vai…
    Mas nada… absolutamente nada, era mais emocionante que o carnaval dos Geraldinos.
    Um amontoado de torcedores felizes. Mesmo, com grande dificuldade de assistir o jogo.
    NOSSO Maracanã já era…

    Reply
    • Grande Egon e Querido KL,

      Não sou do tempo em que o garoto mudava o placar, mas peguei o Grande Celso como comentarista na radio globo participando do Enquanto a bola não rola! Sou muito fã !!!

      Assim como assino embaixo do que disse o Egon quanto a Vc KL, Apolinho é genio, Luiz Penido, e como acompanhei tb o garotinho. Não peguei o Curi!
      Mas acompanho ainda hoje o Gilsão e o Sergio Americo!!!

      Quanto ao Celso seremos de fato, eternamente gratos ele pela genial descoberta de um genio!

      Reply
    • Essa geração atual, chamada geração do video game, não tem noção das coisas boas que nunca vão conhecer e experimentar, caro Egon.
      Nós, os mais antigos, era olho na bola e ouvido no radinho. O que nos atraía no rádio era sem dúvida alguma as incríveis narrações de uma galera de ouro do rádio. A lista é grande amigo, além dos que você mencionou, não podemos nos esquecer do Garotinho José Carlos Araújo, Waldir Amaral, Jorge Cury, João Saldanha, e outros.

      Reply
      • Hoje ta mole, amigo Helder.
        Lembro, que ao final de cada jogo, pelo menos 2 horas para desembolar os fios das emissoras de rádio, espalhados pelo campo…
        Sem falar nos inúmeros choques elétricos que os profissionais da latinha levavam.
        Todos os mencionados pelo amigo, são papas da comunicação.
        Não podemos esquecer de alguns nomes, como: Deni Menezes, Iata Anderson, Rui de Castro e Eraldo Leite.
        É amigo! O nível era outro…

        Reply
  3. Querido Kleber,
    obrigada pelas palavras sobre o nosso querido Celso. Paola me mostrou o blog e ficamos muito felizes em relembrar essa narração.
    Sua amizade foi sempre muito importante pra nós.
    É como vc mesmo falou: Saudade Danada…!
    Beijos saudosos,
    Alair Garcia

    Reply
  4. Alair, querida,
    Através deste blog e, com a ajuda de tantos companheiros que, hoje, fazem parte da minha vida, tem sido apaixonante passar, principalmente para os mais jovens, um pouco da história do rádio, do futebol , do Flamengo e da vida… O nosso Celso Garcia é ” figurinha carimbada” em tudo. Que honra poder ter convivido com ele…
    Tenha a certeza do meu amor e gratidão por esta linda e doce família rubro-negra.
    Tenho sempre todos vocês no coração.
    VIVA CELSO GARCIA!!!! VIVA O TALENTO!!! VIVA O RÁDIO!!! VIVA O AMIGO QUERIDO!!!!VIVA A VIDA!!!
    MENGO!!!!!!

    Reply

Comente.