Maracanã

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Li a noticia de que o Flamengo estaria, numa possível parceria com o Botafogo, montando uma estratégia para administrar o Engenhão.

Achei estranho, pois em todas as conversas com diferentes membros da atual diretoria, tinha ficado claro para mim que o objetivo de 1 a 10, era o Maracanã. Também é verdade que, embora a meta prioritária fosse o Maracanã, havia uma condição básica e intransponível que era, mesmo tendo um parceiro, ser o Flamengo o administrador do “maior do mundo”.

Como estranhei a notícia, procurei me informar e, felizmente, nada mudou. O foco continua sendo o Maracanã e, por este objetivo a luta será sem limites, porém, como para um resultado final positivo ocorrer isto não depende exclusivamente do Flamengo, o Engenhão pode ser uma solução alternativa. A meta prioritária é o Maraca.

Não vejo o dia de lá entrar e gritar… “O Maraca é nosso!!!” De fato e de direito…

1 Comentário

  1. O Flamengo divulgou nota há uns 50 dias manifestando interesse no Maracanã.

    O programa de sócio-torcedor do Flamengo será alavancado somente com um estádio, isso sem contar nos benefícios dentro de campo.

    Que o Maracanã seja do Flamengo/Fluminense logo.

    Aliás, Kleber quando o Maracanã estará disponível para jogos neste ano? Setembro, outubro?

    Reply
  2. A vontade do Flamengo em administrar o Maracanã, sempre será prioritária.

    Mas vislumbro que o vento está mudando de direção devido os inúmeros fatores e negação por parte do Estado.

    Guaratiba seria um bom local para o Fla explorar eventos e o camarote do estádio, mas ruim pra manter a média de público de futebol, vide que já quiseram alterar o autódromo para esse local, ao invés do terreno em Deodoro, e sugestionaram, que o público poderia se acomodar em hotéis próximos a região.

    Reply
  3. Muralha, Rodinei, Rever, Juan, Jorge, M. Araujo, Cuellar, Mancuello, Arão e Allan Patrick, Guerrero. Time maus compacto e com um meio de campo leve e versatil. Os laterais mais soltos.

    Reply
  4. Se o Flamengo decidir não jogar mais no Maracanã, o mesmo vira um elefante branco. O governo do estado não permitiu a entrada de Flamengo no negócio porque sabiam que não teria propina, que é o que move os políticos corruptos deste país.

    Reply
    • Eu lí recentemente um artigo onde, 50% dos estádios europeus dos grandes centros, são de propriedade dos clubes, os outros 50% são de administração local (estado, províncias, condados etc). Seria interessante saber em que regime estes 50% dos clubes são? Comodato, associação com empresas etc? É uma pena que não possamos “passar uma faca” por debaixo do belíssimo estádio Mané Garrincha, e traze-lo para o Rio! (Apesar que me parece que são 15 jogos lá e apenas 3 vitórias).

      Reply
  5. Queremos realmente MORAR DE ALUGUEL ??

    O Maracanã é o objetivo, porém o OBJETIVO MAIOR é termos um estádio próprio.
    Além disso o Maracanã é uma aposta pois por um lado nos dará um estádio QUASE próprio, porém por outro nos fará retardar a construção de um estádio NOSSO 100%.
    Morar de ALUGUEL ñ é igual a ser dono.

    Reply
  6. Caro Kleber! Imagino que foi uma noticia apenas para polemizar. O Rio não vive sem o Flamengo e muito menos o Maracanã. Logicamente que debater um tema de um patrimônio desta importância, haverá de prosperar muitas e várias noticias, algumas verdadeiras e outras para desviar o foco. O Maracanã será do Flamengo. Nasceram um para outro. SRN!

    Reply
  7. SALãO de FESTAS.

    Vejo o Maracanã atualmente como um gigantesco e luxuoso salão de festas para grandes jogos/eventos e não para os pequenos.

    Se nos grandes JOGOS/EVENTOS ele dá lucro, nos médios e pequenos ele e os custos de manutenção SUGAM os lucos.

    Todos sabemos que ser dono de um enorme salão de festas é maravilhoso, porém ALUGAR esse salão apenas para as ocasioes adequadas muitas vezes é muito mais viável.
    Talvez termos um salão de festa mais FUNCIONAL para uns 30 mil e ALUGARMOS o Maracanã para as FESTAs/CLASSICOS fosse a melhor opção assim ñ teriamos o FANTASMA dos CUSTOS OPERACIONAIS.

    Reply
  8. Concordo com o FlaD+ precisamos da escritura e não do aluguel. Não sei se é o caso comparar, mas veja no que deu, o eterno aluguel do FlaBarra.

    Precisamos do nosso empreendimento, o problema é o Prefeito e seus órgãos liberarem um terreno que atenda as expectativas.

    Então o que vamos fazer? Aguardar um novo prefeito entrar? Não sei. Enquanto esse TERRENO não aparece, acredito não haver problemas negociar a administração com Engenhao ou Maracanã.

    Reply
  9. A algum tempo, eu queria ter encaminhado um email mostrando de fato a viabilidade concreta de arrendar o Maracanã de forma definitiva.

    Talvez não valha a pena lotar esse post com números, mas a exceção se faz ao dizer que fora os anos atípicos que tivemos no Rio de janeiro, o Flamengo representa 52,5% da arrecadação líquida do Maracanã. Mesmo contando com shows e eventos.

    O outro lado da moeda é que mesmo o Flamengo tendo a esmagadora maioria de torcedores no município e no estado do Rio, há sim um enorme medo em entregar essa concessão ao Flamengo. Traduzindo…. Politicagem pura.

    Talvez esse seja o melhor momento para o Flamengo enfim mostrar sua força política dentro e fora dos campos. Mostrando e fazendo prevalecer que ainda que jogar fora do Rio traga um prejuízo ao Flamengo, trás um prejuízo ainda maior para quem for administrar o Maracanã sem contar com a renda do Flamengo.

    Flamengo como instituição tem que se impor nisso. E a torcida tem que apoiar incondicionalmente.

    MARACANÃ SEM O FLAMENGO VIRA ELEFANTE BRANCO.

    ABÇ#SRN

    Reply
  10. Todos nós, rubro negros, não vemos o dia do Flamengo ter seu próprio estádio. Imaginem 70 mil rubro negros dentro do Maracanã gritando: “O Maraca é nosso”. Será de arrepiar.
    Uma coisa é o Flamengo ser o maior arrecadador, outra coisa é ser o administrador. Como alguns aqui colocaram, tudo tende a crescer se o Flamengo tiver seu próprio domínio, especialmente o programa sócio torcedor. O Palmeiras e o Corinthians só deslancharam seus programas graças aos estádios que conseguiram.
    Mas uma coisa me intriga: Por quê o Maracanã tem um custo operacional tão elevado? O que justifica esse estádio ser o mais caro do país?
    Alguém saberia me responder?

    Reply
  11. Não conheço o Maracanã, mas ele tem museu, salas e outras propriedades não ligadas ao jogo de futebol que aumentam seu custo. Em muitos locais na Europa e EUA há shoppings, centros comerciais, restaurantes, etc que são terceirizados, isso gera renda aos clubes.

    No entanto, nesses centros os clubes são empresas com donos. Se fosse assim no Brasil, clubes como o Flamengo antigo seria fechado ou considerado falido. Hoje não!

    Se o Flamengo for construir um estádio, gastará uma grande considerável que não tem, ficará preso a contratos com empreiteiras igual Grêmio, Corinthians e Palmeiras e ainda ficará sem casa por uns 3 ou 4 anos, tempo da obra.

    Maracanã está pronto.

    Reply
  12. Negócio c o Botafogo, não existe! Eles estão magoados c o caso Arão …
    Maracanã sempre foi nosso lugar, agora alguns papéis nos fariam donos por 30 anos
    Essa diretoria não entende nada de futebol, mas administração pode deixar c eles, q parecem ser belos e bons nesse negócio.
    É esperar e acreditar q nisso essa diretoria sabe fazer, pq FUTEBOL NOTA PERTO DE ZERO.

    Reply
    • Alexandre, olha que a fonte que deu a notícia foi O Globo! Qual fundamento que a notícia terá? O Botafogo pode ter um passivo com a Prefeitura e/ou não ter como arcar com os custos do estádio daqui para frente…acho que os dois casos. Me pareceu mais uma jogada do EBM a fim de, ou atrapalhar a renegociação do contrato do Botafogo com a Prefeitura, ou efetivamente se colocar como potencial locatário, o que nos dois casos, cumpre a mesma função. Neste momento uma eminente abertura de negociação com a prefeitura aceleraria o interesse do estado em resolver o caso Maracanã. Foi uma boa jogada do EBM afinal…Parece que de negócios ele entende, de futebol é que não!

      Reply
        • Apesar das boas intenções do Cezar Maia, que como canto da sereia ludibriou os incautos presidentes de Flamengo e Fluminense, que por fim, e por magnânima vontade do excelentíssimo botafoguense (e dublê de prefeito), doou o estádio graciosamente ao seu time de coração. O tempo passou e para a Prefeitura, tal contrato é uma bomba relógio a estourar em todas as futuras gestões municipais…Sim, pq botafoguense não vai a estádio, não tem quem jogue lá, então…é problema na certa.

          Reply
      • O Botafogo já deixou bem claro que não dialoga com o Fla enquanto o problema do Arão não for resolvido. Parece que ficaram muito ofendidos com o jeito que levamos ele. E até achei meio escroto mesmo.
        E se o EBM fez disso uma jogada para se valorizar na negociação pelo Maraca, o tiro saiu pela culatra, pois agora ficou bem claro que não temos o Engenhão como opção.

        Reply
  13. Há pouco, o pessoal do Fla+ divulgou reunião com o vice presidente de patrimônio, Alexandre Jacques Wrobel.

    Entre os assuntos tratados (http://www.flamais.com.br/maracana-em-pauta-na-reuniao-do-fla-com-o-vice-presidente-de-patrimonio/) estava o Maracanã:

    “Maracanã: Não pode ser assumido da forma como se encontra. Foi elaborado um estudo de realização de obras de adaptação do Maracanã para reduzir o custo de manutenção que engloba: re-setorização das cadeiras, reforma do sistema elétrico que hoje obriga que se liguem equipamentos desnecessários para que outros funcionem, etc.
    O custo para esta reforma seria cerca de R$60MM e o Flamengo tem condições de assumir sem um investidor, já que este custo é 10x menor que o de construção de um estádio. O que reduziria o endividamento do Flamengo, pois nenhum investidor aceitaria entrar neste negócio se não percebesse juros de no mínimo 18% pelo investimento.
    Cabe ressaltar que 73% dos custos do Maracanã são pagos hoje pelo Flamengo, o que tem sido usado como moeda de pressão. O limite para aguardar uma posição do Governo do Estado é outubro de 2016. Caso não haja possibilidade de assumir o Maracanã, o Flamengo partirá para a construção. Este estádio,obrigatoriamente, seria gerido por empresa contratada.”

    Reply
  14. Gente pra que o flamengo esta entrando nesta furada do maracanã ? este estadio acabou para o futebol depois da reforma, o flamengo se arrendar o maracanã não será apenas o estadio, serão o Celio de barros, Parque Aquático Julio de Lamare e o Maracanãzinho todo complexo e como vai gerenciar tudo isso ? Os custos são imensos, fora o valor que deve ser pago ao governo do estado mensalmente pelo aluguel e fazer obras no entorno etc. É uma furada tremenda e não vale a pena, o fla só precisa de ousadia pra construir um estadio na cidade.

    Reply
    • Exatamente isso.
      Quando falamos em licitação para o Maracanã na verdade estamos falando em um COMPLEXO e ñ apenas em um estádio.
      Como trata-se de um complexo os CUSTOS são muito além daqueles dos demais estádios FIFAis, sem falar no GIGANTISMO.
      O Maracanã é um TRASATLANTICO colocado dentro de uma LAGOA rasa. Até cabe mais da problemas de flutuabilidadade e se ñ tiver precisão encalha ou faz água.

      Reply
  15. Sou sócio do Flamengo há mais de 38 anos e fui ao maracanã muitas vezes, tanto em campeonatos estaduais, brasileiros, libertadores e amistosos. Acredito que o Maracanã seja muito bom se compartilhado pelo dupla FLA FLU. Seria muito bom se os dois clubes, adversarios mas unidos umbilicalmente desde a criação do mais querido, respondendo ambos numa gestao profissional pelo Estadio. Assim como em Milão Milan e Inter, aqui poderiamos ter Fla e Flu.

    Reply
  16. Infelizmente o Maracanã não é mais o mesmo,ninguém quer segurar esse “pepino” q é administrar ele, um custo que não compensa,para se ter uma noção no Brasileiro do ano passado inúmeros jogos deram deficit:Chapecoense,Figueirense,Atlético-Pr etc… Apenas GRANDES jogos davam um pequeno lucro.Com uma manutenção de custo absurdo!

    E para mim o pior, a formatação desse novo modelo do Maracanã, faz com que se sacrifiquem 20000 lugares para separar a torcida visitante,que aliás é super bem tratada aqui,diferente das Arenas do gremio,palemiras e Corinthians que são encurralados em um cubículo. No engenhão por exemplo,pelo seu desenho é possível separar as torcidas sem sacrificar nenhum lugar.

    O Maracanã é um estádio com esse novo formato que é grande demais,com esses lugares vazios,20000, que dá pouca pressão no adversário(vide o péssimo aproveitamento do Fla no Maraca recentemente),diferente das arenas.

    Outro ponto a favor de um estádio proprio é a facilidade de benefícios ao sócio torcedor,coisa que com o Maracanã é impossível,é só olhar para o ranking de ST, e observar que os clubes com arenas tem diferenças colossais para times como o Fla,Flu,Cruzeiro,Galo que não tem suas arenas.

    Chega de morar de aluguel! Jogar no Maracanã só em jogos grandes!

    Reply
  17. na minha opinião o flamengo deveria ampliar a capacidade do estádio da gávea para 25 mil pessoas,mandar seus jogos la e negociar a possibilidade de jogar no maraca ,jogo a jogo.com certeza a negociação sera diferente pois sem jogos do mengao o maraca fecha.

    Reply

Comente.