Negueba

(Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

(Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

Amigos, juro que é verdade.

Hoje, após um intervalado (caminhada e corrida) na Lagoa, que parece estar num salão de beleza, tantas são as ações para deixá-la cada vez mais linda, após muita água de coco, recebi meu afilhado Roger para almoçar. Pra variar, chegou atrasado, mas o seu maravilhoso astral que tem a contundência de um gol, faz parecer que nós é que deveríamos ter esperado para colocar a comidinha na mesa. Após o almoço, coube a ele eleger que jogo veríamos às 4 da tarde. Roger escolheu Grêmio x São Paulo. Querem saber quem foi, disparado, o destaque do jogo?

NEGUEBA!!! É isto mesmo, NEGUEBA!!!

O Grêmio venceu pelo placar de 1 a 0 e, poderia ter sido de mais. O que me impressionou o tempo todo foi ver um jogador criado na Gávea, até então dispersivo, com altos e baixos, mais baixos do que altos, jogando de uma forma diferente do que sempre jogou, demonstrando o tempo todo, categoria, sentido perfeito de marcação, criatividade, articulação, garra e manha. Negueba, deu um show. Negueba, foi quase perfeito.

Para quem não viu o jogo, ao invés do jogador sempre aberto pela direita, jogou mais centralizado, desarmando, armando, sendo decisivo, inclusive, sendo o responsável direto pela expulsão de um jogador do São Paulo.

Agora, sozinho, escrevendo este post, começo a me questionar com relação à nossa impaciência. Como a nossa paixão é imensa, queremos sempre o melhor, o perfeito e, para ontem!!! Acho que falta à nossa família rubro-negra um pouco de paciência.

Para quantos Neguebas viramos as costas?

1 Comentário

  1. Negueba teve mais de 100 jogos pelo Flamengo e não fez nada. Saiu do SP sem jogar nada devido a uma contusão. Foi razoável No Coritba ( convenhamos que jogar no Coritiba não é igual jogar no Fla). Esteve na reserva do Gremio até hoje. Foi bem realmente, mas não acho que fomos impacientes com ele. De fato, não rendeu no Fla e acho prematuro dizer que ele já virou um bom jogador. Pra mim, jogador comum pra fraco, pouco produtivo e que hoje teve uma tarde feliz.

    Reply
  2. Presidente, concordo com o Dr Carioca. Nao vi o jogo, prometo que o farei mas de antemao nao acredito que tenha se tornado um bom jogador, deve ter sido apenas uma tarde feliz.
    Negueba em momento nenhum no Flamengo mostrou algo que pudesse se aproveitar. Tb nao vi nada de util no Coritiba, tanto que foi liberado de graca ppois o Coritiba buscou o Leandro, ex-Gremio.
    Porem, e fato que somos impacientes. Dai a recomendar uma atencao especial a 3 joias: Adryan, Jorge e Vizeu, todos do atual elenco.

    Reply
  3. O grande problema é que ele se chama Negueba, se fosse um Loureba , certamente a paciência com ele seria outra. No Brasil não existe corrupção, não existe ladrão e muito menos racista, porém a condescendência com os branquinhos ou lourinhos é bem outra. Eric Flores kkkkkkkkkkkkkk, mas e o Thomas, o Adryan porque não voltam….!!!!! Antes das tradicionais contestações, já trabalhei com intermediação de mão de obra…..”quero uma pessoa assim e assado pra trabalhar, só não pode ser negro’ secretária então nem pensar…cansei de me deparar com essa barbaridade….. vi o Negueba ser esculachado em diversas redes sociais, nas arquibancadas dos estádios etc e tal. Não acho o Negueba essa “bicicleta” toda, mas se fosse Loureba, as análises seriam outras. Paulo César de Oliveira nunca cheirou uma COPA, mas o atrapalhado é péssimo árbitro Simon foi em duas. Um jogador ou outro profissional de uma área qualquer, se for negro, terá que provar muito a sua competência, senão o pau come na cabeça do negão…..A proposito, alguém conhece um genecologista negro..?

    Reply
  4. Caro Kléber e amigos! Matéria dificílima de ser avaliada e que de repente possamos colocar numa balança: somos justos ou injustos com nossa prata da casa? Muito difícil de chegar a um consenso e para fortalecer essa ideia, o mais complicado de tudo são jogadores lançados em times que muitas vezes luta contra rebaixamento e no meio das pressões nunca é fácil. Esse ano, temos um time mais encorpado, mas, já vimos o Léo Duarte com algumas falhas e PV virar reserva no gol. Temos além disso outras questões de ordem psicológicas, como seja, o técnico a frente da equipe. Alguns são mestres e outros, verdadeiros desastres para comandar essa passagem de tempo na carreira dos atletas. Vou torcer pelo Negueba, mas, espero não ter sido apenas um ato isolado essa boa partida! Jogador de base precisa entrar e deixar logo boa impressão, salvo contrário, poderemos conviver com a pressão que hoje sofre o Jorge. Esse abalo pode destruir o momento do jogador! SRN

    Reply
  5. Prezados,
    Embora considere o Negueba ruim, deve ter sido um jogo de dia de sorte, estamos prestes a virar as costas para mais um, o Adryan… Embora também não seja craque, tenho certeza que é MUITO melhor do que o Gabriel, Fernandinho e o limitado e supervalorizado M.Girino.

    Reply
  6. Kleber, às vezes tem relação com o amadurecimento do jogador. O Negueba e tantos outros saíram de meros desconhecidos para promessas de grandes times do Brasil. Num dia iam de ônibus com sua chuteira embaixo do braço e no outro estavam cercados de empresários, mulheres, imprensa, dinheiro, “amigos” em virtude da fama.

    Não sei se esse foi o caso do Negueba, mas realmente é complicado de administrar. Vejo o Casemiro, voltante preguiçoso e gordo do São Paulo. Hoje é titular e elogiado no Real Madrid.

    Reply
  7. Anca, amigo,
    Que inspiraçâo!!! O exemplo do Paulo César de Oliveira, pertinente e genial!!! Que árbitro espetacular!!! Este sim, merecia ter apitado não uma copa e sim, uma final de Copa do Mundo.
    Agora, a do ginecologista negro, você foi sublime…
    Adoro esta convivência com vocês. Aprendo. E, há algo mais importante do que ter prazer em aprender?

    Reply
  8. Não dá para esperar “dez” anos para um jogador deslanchar.
    Ele não era ruim mais inseguro e emprestar era a solução.Acredito que times ruins e técnicos também não permitiram que o tornasse
    um jogador melhor.

    Reply
  9. Acho e realmente concordo que o Brasil seja um pais preconceituoso e racista, ainda que isso aconteca de forma velada.
    PC Oliveira foi um excelente arbitro e como comentarista e muito melhor que os outros tb. Sua nao indicacao realmente chama a atencao. Mas o caso do Negueba, Diego Mauricio e muitos outros foi falta de bola. Nao aproveitaram as oportunidades que tiveram isso nao ocorreu so com eles, mas com diversos outros jogafores, muitos dos quais brancos e louros. Para citar aquela geracao, temos como exemplo o Lucas, o Tomas, o Mateus. Ou alguem podera dizer que Muralha, Luis Antonio, Negueba e Drogbinha nao tiveram chance? Acho que a maioria destes tem mais de 50 jpgos no profissional. Faltou bola e isso e um reflexo do pessimo trabalho rrealizado nas divisoes de base do clube. Dentro.do clube ha a conviccao de que serao necessarios mais 4 anos de forte investimento para chegarmos ao nivel do Fluminense na estruturacao da base.

    Reply
  10. Desempenho de jogador depende 70% do ENCAIXE dele nas características do TIME, da forma TáTICA do time e do POSICIONAMENTO dele nesse referido time.
    Resumindo é a MESCLA desses fatores que determinam.
    Costumo dizer que é uma MESCLA.
    É como tempero. Você coloca um tempero em uma comida e ele ESTRAGA a armonia. Poë esse mesmo tempero em outra MESCLA de ingredientes e ai fica SHOW.
    Sempre simpatizei com o NEGUEBA, por ter a caracteristica de INCENDIAR algums jogos a favor do FLA.
    Bem posicionado pode sim ter um desempenho MUITO INTERESSANTE.

    Reply
  11. Caro Alexandre Bittencourt, não se trata de esse ou aquele dar certo ou não, a questão é a paciência que se tem com um e com outro, até hoje se vê torcedores clamando pelos fracassados Adryan e Thomas por exemplo. Com o aproveitável Negueba, o Flamengo nem tem mais nenhum vinculo. Durante o período que estiveram no clube, era fragrante a parcimônia com os louros e o esculacho com o negro. Acompanhei atentamente a questão.

    Reply
  12. Não me preocupo por ter perdido o Negueba. Acho que somos impacientes e vamos deixar sair por baixo valor o melhor de todos os meninos formados na gavea nos ultimos anos: Adryan. Ele é melhor do que os que estão la e tenho certeza que, se hoje aproveitado, renderia muito mais do que rendeu no passado.Ele precisa de jogar, ser escalado e colocado em campo e rapidamente alcançaria a titularidade. Nunca nos esqueçamos que deixamos o LUCAS MUGNI jogando por amais de ano sem apresentar nada e sempre falavamos em futuro. Adryan pode ser nosso presente.

    Reply
  13. Grande Anca, respeito sua opiniao. No meu circulo, a tonica e a levantada aqui pelo Presidente:a impaciencia, seja com brancos ou com negros. Nas arquibancadas, tb nunca notei uma impaciencia maior com os jogadores negros. Vi varias vezes xingamentos dirigidos ao Tomas e ao Adryan.
    Eu acho que o Brasil tem um vies racista, sem duvida, mas acho que ao Negueba faltou bola mesmo. Eu so lembro de um grande jogo dele, em Guayaquil contra o Emelec no qual ele arrebentou dando passe pro gol da vitoria. Pouco para quem fez mais de 50 jogos.
    Agora, deixo uma pergunta para vc que tvz viva o clube. Pq nao temos um coordenador da base negro, apesar do pessimo trabalho la realizado ha seculos por Brasil e Noval? Acho q ex-jogadores negros com historia no clube e capacidade para a funcao nao faltam. Quem e o negro na administracao do clube?
    Resumindo, se ha racismo nao e da parte da Nacao. A torcida e impaciente, essa camisa pesa e na falta de bola, xinga-se o negro, o louro e o ruivo. No clube, a questao pode ser outra.

    Reply
  14. Kleber, sou seu fã! Mas é engraçado como seu “modus operandi” é diferente desse seu post.Você sempre foi adepto da política de contratações, até sugere e aconselha reforços como o Pato, por exemplo. Agora te pergunto… para quê?? Não acrescentaria muito e ainda tiraria minutos preciosos do nosso Vizeu, que foi o melhor jogador da copa São Paulo. Seria jogar fora o pouco dinheiro que temos.
    Faz tempo que a torcida do Flamengo não tem paciência, precisamos de soluções para agora, ou melhor, para ontem!
    Fazer um jovem brilhar em um time sem organização e sob pressão é muito difícil, o ideal é inseri-lo aos poucos em uma equipe com alguma estrutura e que não dependa dele para desenvolver seu jogo. Estamos nos organizando para proporcionar isso aos jogadores mais novos.

    Reply
  15. Ginecologista eu não conheço, mas já ouviram falar de um tal de Pele? Ou Jairzinho? Ou Ronaldinho Gaúcho?
    O problema do negueba não é ser negro, é ser ruim de bola mesmo.
    Qta bobagem!!

    Reply

Comente.