A bola ensina

Neymar e MartaEsta colocação, entre tantas, cujo tema central é a bola, sempre foi utilizada nos momentos adequados pelo treinador Muricy Ramalho que, já explicou muitos insucessos com o também famoso “a bola não perdoa”.

O tema que vou aqui passar a colocar, tem tudo a ver com o título deste post. O assunto é o futebol olímpico, que começou com o time masculino travado, e o feminino despachando as primeiras adversárias com extrema facilidade.

Li e ouvi uma série de colocações absurdas e, a maioria delas colocava Marta no céu, e Neymar no inferno. Vários escribas se dirigiram a Neymar solicitando que ele jogasse como mulher, isto é, que ele jogasse como Marta.

O tempo, sempre sábio, passou, e finalmente chegamos na fase aguda das olimpíadas, quando qualquer erro pode ser fatal. A partir daí, a seleção masculina emplacou dois bons resultados, sendo um deles por goleada, enquanto que a feminina – que havia começado bem – virou o fio, empatando dois jogos em 0 a 0. No primeiro, sucesso nos pênaltis. Hoje, contra a Suécia, após novo 0 a 0, pênaltis de novo, só que com a vitória sueca.

A BOLA ENSINA, embora alguns alunos sejam insensíveis e teimosos. Considerei uma covardia o que alguns analistas da bola, e também os não da bola, fizeram com Neymar. A Neymar, digo que continue jogando como homem, como sempre jogou e, que a melhor resposta que pode ele dar a esta turma oportunista e insensível, é fazendo o que ele mais gosta, mais tem prazer. Jogar, e bem. Esta será a única resposta que a todos calará.

À Marta, a minha solidariedade neste momento em que o sonho do ouro ficou impossível. Com certeza, se tivéssemos, pelo menos, mais três que jogassem a metade do que joga a nossa camisa 10, o resultado poderia ter sido outro.

Em síntese amigos, o talento, hoje tão raro nos campos de futebol, não merece determinado tipo de tratamento. Quem quiser que não idolatre, mas respeite…

Hoje, no vôlei de praia, eles seguiram, enquanto que elas ficaram…

(Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil)

(Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil)

No vôlei de quadra, os meninos do Bernardinho conquistaram uma vitória quase que impossível contra a França e avançaram. Nada contra as mulheres. Muito pelo contrário!!! Tanto é que daqui a pouquinho estarei no Maracanãzinho, apaixonado que sou por este timaço feminino do Brasil, muito bem dirigido pelo grande Zé Roberto.

Até para quem não acreditava, esta Olimpíada vai deixar saudade.

Que amanhã, Neymar, Renato Augusto e Cia…, arrebentem!!! Não esquecendo que amanhã, Brasil x Honduras será às 13:00h. O jogo da hora do almoço…

E vivas – e muitas palmas – para os nossos heróis do ouro. O de ontem, Thiago Braz, e o de hoje, o bom baiano Robson Conceição. Tapete vermelho… e preto!!! eterno, para os dois.


Para encerrar, os meus mais profundos sentimentos à família de João Havelange, sem qualquer dúvida, o mais carismático e importante dirigente do futebol. O Pelé fora das quatro linhas.

Deixo vocês com esta mensagem que recebi da minha adorável, linda e competentíssima sobrinha de vida, Joana Havelange.

 

WhatsApp Image 2016-08-16 at 19.47.35

1 Comentário

  1. Isso aí, respeito sempre com todos os atletas pq eles estão ali fazendo o melhor que eles podem! Sou fã de cada um, meu sonho ter sido uma atleta profissional, acho o máximo ter essa profissão! Participar de uma olimpíada então, sem palavras… São mtos poucos que conseguem estar ali, todos grandes campeões!
    Boa sorte pra gente hoje no jogo!
    Quanto a vc… Te amo! 😘❤️

    Reply
  2. As meninas do Brasil, tiveram 68% de posse de bola. Daí, transformar isso em gol, é que foi o problema. Por vezes me lembrava até o Flamengo. As oportunidades mais claras foram da Suécia. Veio prorrogação, e o quadro nada mudou, e fomos para os pênaltis ! Bárbara, ainda pegou um, porém a goleira sueca, foi em todas as bolas, pegou dois, e olha que chegou bem perto das outras. Fim de jogo, vamos para o bronze. Quanto aos homens, sem dúvida temos um grande time, grandes jogadores. Dava uma sensação de pouco comprometimento, que muitos não queriam estar ali. Novamente me lembrou o Flamengo! Quem é esse técnico? O que ganhou ? Porém comprometido, focado no ouro, temos sim, grandes chances de título. Parabéns para Thiago e Robson! Vem mais ouro aí !

    Reply
  3. Post perfeito, Kleber. Nada a acrescentar.

    Apenas passando para me solidarizar em seus pêsames à João Havelange, o segundo maior dirigente esportivo da história do mundo (atrás apenas de Pierre de Coubertin).

    Saber o quanto ele teve sua história e suas conquistas enxovalhadas nos últimos anos por disputas mesquinhas faz doer bastante. Mas saber também que a história fará Justiça, como sempre faz aos gigantes, é o consolo que não só a família mas todos aqueles que amam o esporte podem encontrar.

    Reply
  4. Caro Kléber e amigos! A bola ensina e por isso uma comparação da seleção masculina com a feminina se distancia pela qualidade do que temos! As meninas lutaram e cansaram! As meninas também perderam oportunidades que não deviam. No feminino, a seleção é muito dependente de uma Marta com fôlego que já não é o mesmo! Na seleção masculina, mesmo com toda vocação de ídolo do Neymar, um ou outro jogador pode surpreender. Lamentável por hoje e esperançoso para amanhã! Igualmente a você, ficam os nossos sentimentos a família Havelange! Que ele descanse em paz.

    Reply
  5. Tudo bem o Neymar ser questionado se deve msm ser o capitão ou não. Ouço diversas críticas e parece que querem demoniza-lo por um momento ruim da seleção.

    Obs: Devemos homenagear a seleção feminina, pois n tem nenhum apoio do estado. Guerreiras!

    Reply
  6. Em relação ao melhor jogador da seleção eu escolho o Luan do Grêmio, excelentes atuações e 2 gols é o melhor disparado mt a frente dos queridinhos da mídia: A dupla Gabriel-Gabriel.

    Reply
  7. Acho covardia imputar a apenas um, o insucesso, bem como errado, imputar a um o sucesso, em jogo coletivo.Evidentemente que no futebol, o craque explode, aparece, mas dizer que a ou b não é importante é lamentável. Infelizmente temos hoje em comentarios no radio e tv gente que nada conhecem ou se conhecem não transmite confiança para quem os ouve. O que mais me incomoda é quando leio em qualquer jornal ou site comentarios sobre alguem que tenha ganho uma medalha e vem a mesma conversa sobre a luta, a batalha para estar la. Sempre aparece uma historia triste para ter o final vencedor, ensejando naqueles desavisados que a luta vai leva-lo ao podio tambem.O que leva a pessoa à vitoria é o estudo. O restante é algo provisorio. Conhecimento fica para sempre. Presidente a verdade é que a imprensa de hoje não transmite confiança, parecendo coisa de amador. Antigamente sabiamos que o saenhor era flamenguista, o Curi flamenguista, Saldanha botafoguense, Apolinho flamenguista, Orlando Batista vascaino, mas nada disso impedia de acreditarmos nas opinioes.Hoje vestem a camisa e associam-se a empresarios.Veja a facilidade que possuem de criticar o presidente Bandeira e a dificuldade de criticas ao Eurico. Bandeira revolucionou a administração do Flamengo. Eurico continua o mesmo sargentão que afundou o Vasco em dividas. Por que então isso? Alguma coisa tem.

    Reply

Comente.