Desfalque com “D” maiúsculo

(Foto: Celso Pupo / Fotoarena)

Já contei isto aqui, mas vale a pena repetir, pois o tema nunca foi tão atual.

Na minha época de repórter, havia um jogo muito importante e, eis que um jogador de meio campo, titular absoluto, aparece com um problema muscular.

Passei a semana inteira preocupado com o possível desfalque e, na véspera da partida, Domingo Bosco, que até psicólogo era, notando minha ansiedade, quis saber o motivo de estar com fisionomia visivelmente preocupada. Disse a ele que estava preocupado com o jogo e, mais ainda, pela possível ausência do tal jogador. Bosco, como sempre pragmático, disse que eu não perdesse o meu sono, pois o Flamengo só entraria desfalcado se o Zico não jogasse…

Não dou o nome do jogador – que acabou não atuando – por uma questão de respeito. Bosco tinha razão, pois o jogo foi uma barbada, e Zico decidiu, jogando uma barbaridade.

Não sei se vocês já chegaram ao ponto, provavelmente, sim. Diego, está para este time não a mesma coisa que Zico representava para aquele time na fase mais vitoriosa da história rubro-negra. Claro que, por sua genialidade, Zico é incomparável, mas que tira o sono saber que o único inquestionável talento do time não vai jogar uma partida decisiva, acho que ninguém vai discutir. Ou vai?

1 Comentário

  1. A minha maior preocupação, é saber que o técnico não tem um time titular definido ainda, nessa altura do campeonato. Sobre Diego, acredito que era hora de testarmos o Lucas Paquetá como titular.

    Reply
  2. Messi, Cristiano Ronaldo, Dybala se saírem dos times, serão grandes perdas. A mesma coisa com Diego.

    Depois do jogo, o Zé Ricardo disse que treinara durante a semana com o Trauco no meio. Diego estava com dores musculares. A dor de barriga do Mancuello deu chance para o treinamento ser colocado em prática no jogo. O bom disso, é que o time treina alternativas e quando precisou soube usá-la.

    Agora, é trabalhar 2 semanas para encontrar um esquema sem Diego. Substituí-lo a altura é impossível, assim como ninguém o faz com Messi, Ronaldo, Zico, Pelé e cia. E que o jogo contra o Botafogo pelo Carioquinha sirva de testes para o dia 26, aí sim quando vale algo.

    Na verdade, Kleber, San Lorenzo e Católica jogam um dia antes na Argentina. Se o San Lorenzo ganhar, o Flamengo não sai da zona de classificação nem com goleada de 78 a 0 diante do Atlético-PR.

    Reply
  3. Kleber, é preocupante. Mas o Flamengo cresce nos momentos difíceis. O Diego não tem substituto no Flamengo no momento, mas quem entrar tem o meu apoio e desejo sucesso.

    Reply
  4. Concordo em parte.Verdade que tecnicamente Diego não tem substituto,é um talento raro,um desfalque e tanto e fará muita falta. Porém é preciso encontrar alternativas,variações, já faz algum tempo que um time não pode ficar totalmente dependente de um único jogador,hoje o futebol é mais coletivo que nunca,as jogadas coletivas criam as jogadas de ataque,claro que com um Diego participando dessas jogadas fica mais fácil.Mas é preciso e possível driblar esse desfalque,quem é o 10 do Palmeiras? O que tinha a melhor visão de jogo era Moisés que machucou e Eduardo Batista teve que dar seu jeito.Teve momentos que não tinha nem ele,nem Tche tche,o mesmo podemos ver em vários times como Galo,o Corinthians,em que Jadson não é aquele 10 de sair driblando 3 e deixar o companheiro na cara do gol ou ele mesmo fazer,até pq hoje os espaços são cada vez mais curtos e compactos(Só Messi e Neymar para fazer isso),mas ele é excelente pois tem visão de jogo,toca rápido,triangula e após a jogada abrir o espaço ele dá seus passes açucarados,tudo após se trabalhar bem a bola.

    Portanto o time terá que ser mais coletivo que nunca e abrir mão de um auxiliar de lateral(um ponta) que pouco contribui na criação e preencher mais o meio,num esquema que comporte 3 meio campistas ao invés de apenas um hoje que é o sobrecarregado Diego,facilitando também a futura entrada de Conca.É o que eu faria.

    Reply
    • A dúvida é se Zé será capaz de encontrar variações,esquemas e uma engrenagem de jogo,pois até hoje ñ mudou a previsível e engessada maneira de jogar que implantou desde 2016.

      Reply
  5. Verdade que, tecnicamente, dentro do elenco, Diego não tem substituto…mas temos tempo pra treinar e achar outras soluções.
    Opções da posição tem o Adryan, o Paquetá, Trauco e Mancuello,e como o empate já serve para os jogos de domingo e quarta, então, ao invés de criar, precisaremos não deixar os adversários criarem…
    Quando ZICO não jogava, eu nem ia ao maracanã….
    Diego é talentoso, é acima da média atual, mas precisa de muita vitamina pra impor um terço do medo que o Galinho impunha aos adversários…

    Reply
  6. apesar do Diego estar superando expectativas ( ha aquele cliche de jogador rodado na Europa nao dar muito gas quando retorna ao Braza), acho que o Flamengo tem o dever e elenco pra desenrolar umas partidas sem ele. Diego é top, mas nao é CR7. E mesmo que fosse, nao podemos depender de um jogador só. Duro é saber que o Ze ( que gosto ) pensa em tres volantes ou Gabriel. Os tres volantes pode ser uma boa se aumentar a potencia do meio pra frente. vamo apoiar e pensar positivo !!!!! SRN

    Reply

Comente.