Pingadinhas de segunda…feira!!!

 

(Reprodução/Twitter Chapecoense)

. Leio e vejo com muita emoção a recepção feita pelos torcedores da Chape à delegação do Atlético Nacional da Colômbia, adversário na Recopa, onde o primeiro jogo será em Santa Catarina.

Sei que muita gente vai discordar, mas as homenagens ao clube colombiano, responsável pela mais linda atitude no mundo da bola – abrindo mão de um título continental – poderia ir além das demonstrações de amor, carinho e reconhecimento do povo de Chapecó.

Outro dia, após ver um jogo extraordinário entre Federer e Nadal, vencido por Federer, o Pelé do tênis, ante tanta comoção pelo fato de ter sido um jogo épico entre dois tenistas que deram a volta por cima, fiquei imaginando que Federer iria pegar o troféu conquistado e oferecer a Nadal. Seria para mim a consagração do esporte através de uma atitude inspirada por Deus. Acho até que Federer pensou nisso, mas a homenagem ao grande adversário ficou no discurso e, como dizia minha avó Corina, “palavras, o vento leva”…

O que quero dizer é que após a atitude do Atlético Nacional, entregando o título de campeão para a Chapecoense, o mínimo que poderia se esperar é que a recíproca fosse verdadeira, isto é, que a Chapecoense, independente dos resultados que venham a ocorrer no campo, e até do consentimento da Conmebol, deixasse claro que aquele caneco iria para a Colômbia. Tomara que haja algo parecido programado. Os colombianos merecem…


(Foto: Lucas Figueiredo/MoWA Press)

. E Tite foi agradecer a Deus e aos santos que o protegem, a conquista da vaga para o mundial. Aqui pra nós, este Tite é uma figura extraordinária e merecedor de todas as homenagens e elogios. Independentemente do conhecimento de causa, há o talento, o talento de alma…

Jogador de futebol é um ser como outro qualquer. Claro que há as peculiaridades inerentes ao ofício, mas de um modo geral, como qualquer ser humano, o boleiro precisa confiar para se entregar. Precisa de carinho para assimilar. Precisa ser respeitado para respeitar. Precisa de paz para produzir. Precisa de bom humor para conviver. Precisa de um líder para seguir e vencer. Vocês já repararam a maneira como os jogadores olham para o Tite? É isso aí…

Tite foi a minha primeira investida, quando ao lado de Hélio Ferraz, encarei aquele desafio em 2005, de manter o Flamengo na primeira divisão. Ali, Tite já me parecia diferenciado e por isso foi o primeiro nome que me veio a cabeça. O problema é que nem ele acreditava que fosse possível sair daquele buraco e, com receio de comprometer sua carreira, saiu pela tangente, declinando do convite.

O final do filme foi feliz para todos. O Flamengo seguiu a sua rota de gigante, e Tite se transformou em unanimidade nacional.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. Com todo respeito a todas as opiniões registradas aqui no blog, acho que, de um modo geral, pegamos pesado… Quando digo nós, está claro que, como em um time de futebol, quando há unidade e companheirismo, na vitória ou na derrota, há de se estar junto. Aqui, igual. Como o processo é democrático, onde todas as opiniões são respeitadas, acaba prevalecendo um peso maior para uma determinada linha de pensamento.

De ontem para hoje, havia – sem qualquer dúvida – um descontentamento flagrante com o desempenho do elenco, e do treinador. Embora, pelo que li, faça parte, hoje, da minoria que acredita que tudo vai terminar bem, fica para mim, em razão de tantas ponderações contrariando o que penso, uma pontinha de preocupação.

Volto a afirmar que, psicologicamente, foi um gol contra não ter colocado, a exemplo do Fluminense, um time reserva em campo. O sempre atento companheiro Henrique lembra que, se o time principal não jogasse, ficaria quinze dias fora de competição. É verdade, mas pior do que isso é dar chance a que a confiança obtida vá para o vinagre por perder para o time B do Fluminense. Entendo o argumento, mas até por uma questão de coerência, por acreditar que confiança é quase tudo no futebol, volto a afirmar que arriscamos sem necessidade… até porque, o jogo não valia nada.

Até o telefone do Zé Ricardo foi parar em tudo que é lugar e, em consequência, tome corneta…e, ao vivo e a cores…

Sem pregar otimismo exagerado, acho que a hora é de se dar um voto de credibilidade ao treinador, que precisa de paz e de confiança para seguir adiante.

Continuo achando que o Flamengo tem um bom elenco e um time de razoável para bom. Aposto todas as minhas fichas em bom resultado no Campeonato Brasileiro, pelo fato de ser longo e por pontos corridos. Aí, vai pesar mais a força do elenco. Já em competições tipo mata-mata, como Libertadores e Copa do Brasil, a força do time é que vai decidir até onde se vai.

Que Papai do Céu ilumine o nosso Zé Ricardo e, que sopre favorável para que Conca entre em campo o mais rápido possível.

1 Comentário

  1. “Cornetas abusivas”
    Elas são fruto de um processo de aglutinação de visões e percepções que vêm sendo acumuladas desde o jogo com o Internacional que perdemos de virada ano passado pelo Brasileirão.
    A partir daquele momento o time perdeu aquele momento mágico, que contra as probabilidades, a bola sempre entrava! Pois bem, passou a não entrar e estamos analisando os motivos pelo qual a bola não esta entrando!
    O principal motivo em minha opinião é o esquema tático de jogo do ZR, dando total ênfase as ações de defesa e meio de campo (jogamos com 5 homens de meio e um atacante que não é artilheiro). Nossa última derrota pela Libertadores exemplifica bem o problema do time. O clássico 4 5 1 é um esquema de jogo eminentemente defensivo, no caso do ZR, tático! Existem variações para 4 1 4 1 e ára p 4 3 3, mas em minha opinião a predominância é mesmo 4 5 1, “uma retranca tática” que sai para média e ofensiva no 4 3 3.
    Ainda pior é notar que pelo menos com Éverton e Gabriel, notávamos uma razoável troca de passes ofensivos com algumas jogadas de penetração, sem estes o que temos visto são chutões mesmo! Se vi errado, por favor me corrijam. SRN.

    Reply
  2. Muito bem colocado Kleber, não sou muito fã do Ze Ricardo, acho que a inexperiência pode nos custar a libertadores. Porem como ja disse aqui também, não temos nenhuma opção no mercado para uma troca de comando, sendo assim que fique ele mesmo. ( mas seria bom a Diretoria monitorar a o Cuca, vai que ele decida voltar)
    E sobre poupar ou não, acredito que o no próximo sera necessario poupar do goleiro ao ponta esquerda, pra que arriscar se a Taça rio não vale absolutamente nada ?

    Reply
    • Perfeito IDEP…
      “Porem como ja disse aqui também, não temos nenhuma opção no mercado para uma troca de comando, sendo assim que fique ele mesmo.”
      Tirando Tite e Cuca, no futebol brasileiro é tudo japonês.
      Oscilam tanto quanto, ou mais, que Zé Ricardo.
      Da nova geração, gosto do Jair e do Fernando Diniz. Pena que tenham desfigurado o Audax.
      Após ser vice do Paulista, venderam até as balizas…

      Reply
      • Egon,
        Acho que o Fernando Diniz perdeu ótimas oportunidades ao recusar propostas de grandes times… Acabou abraçando um “projeto” que não foi mantido, optando o capitão por afundar junto com o barco.

        Reply
        • Verdade! Esteve com contrato nas mãos para dirigir o Corinthians e, preferiu manter a palavra com o Audax, mesmo sem contrato.
          Sujeito do bem para os modelitos de hoje…
          Quem derrapou, foi a diretoria do Audax vendendo todo mundo.

          Reply
        • Amigo Daniel G!
          Com ESTA diretoria, MANO não coloca mais os pés na Gávea. Graças a Deus!!!
          Considero ROGER MACHADO no mesmo nível do Zé Ricardo. Começou a carreira em 2013 e ainda não ganhou nada…
          Até Renato Gaúcho conhecido boleiro, mas técnico regular, está fazendo um trabalho melhor que ele no Grêmio. No primeiro ano (2016) já foi campeão da Copa do Brasil.
          Nosso querido CUCA, mesmo após ter sido campeão com o Palmeiras, não quis renovar, para cuidar da família e dos peixes. Quem sabe em 2018!!!
          Quanto ao DORIVAL, não fez um bom trabalho no Flamengo. Além de ter uma ação na justiça contra o clube, na época, não quis reduzir seus rendimentos.
          Em 37 jogos, 15 vitórias, 12 empates e 10 derrotas = 51,35%
          Os números do Zé, são bem melhores. Até o momento, 65,5% de aproveitamento.
          As opções (fora Tite e Cuca) estão no exterior. Mas… são caros…
          Abs, amigo

          Reply
      • “FERNANDO DINIZ”, interessantíssimo o quanto é arriscadíssimo! Imagina a liberdade que ele dá para os jogadores jogarem sem medo de errar? Neste contesto o Váz vai as galaxias…..

        Reply
  3. Divulgar o numero do celular do Zé Ricardo é coisa de mau-carater. Criticar, divergir e pedir sua saída, até aí tudo bem, é um direito de todos. Agora invadir a vida pessoal do cara e tentar desestabiliza-lo é coisa de mau carater mesmo. Não duvido nada que isso tenha saído de dentro do clube.

    Reply
      • Verdade Egon? Absurdo total! Casos como esses estimula ainda mais a violência já existente em nossa sociedade. As pessoas ao invês de argumentar e criticar o profissional e seu trabalho, atacam a sua pessoa, seu carater, família e até mesmo sua integridade física. Infelizmente existem pessoas que estão dispostas a tudo para fazerem valer a sua vontade e opinião, até mesmo matar se for preciso.

        Reply
    • É execrável, porém acontece com pessoas públicas, ainda mais se tratando de futebol, td normal. Mas quem divulgou cometeu um crime, e deve responder por isso.

      Reply
  4. É isso aí, caro KL. Depois daquela linda homenagem deles na Colômbia, retribuir o gesto aqui seria algo genial.

    Eu entendo que muitos dos amigos do aqui estão insatisfeitos com o trabalho do Zé Ricardo. No post passado, acho que batemos o recorde de mensagens postadas. Lí todas. Haja corneta. Eu contribuí com algumas.

    Mas nada melhor que um dia após o outro. Muitos argumentos apresentados pelo amigos tem coerência e um certo sentido lógico. Eu não vou negar que fui contra a efetivação do Zé Ricardo na ocasião em que ocorreu por se tratar de um técnico sem a bagagem e rodagem que o cargo exige no Flamengo. Mas o tempo passou, ele fez um ótimo trabalho no Brasileirão, dadas as circunstâncias que assumiu o time. De todas as argumentações apresentadas, a que me chamou mais a atenção foi a do Eliel e complementada pelo nosso querido Egon que nos lembrou que Tite e Cuca, dois treinadores tão desejados pela nação rubro negra, só se tornaram campeões ou fizeram bons trabalhos muito anos depois de começarem na profissão. E o Zé Ricardo, de cara, ficou em terceiro no Brasileirão, um campeonato dificílimo.

    Há um Provérbio que diz: “A mera opressão faz o sábio agir como doido”. No momento da raiva, da indignação, da revolta, nós temos a tendência de falar irrefletidamente. Falamos coisas que normalmente não falaríamos. Entendo e concordo que temos de dar tempo e apoio ao nosso treinador para que ele siga firme e com coragem num cargo tão desgastante como é o de ser treinador do Flamengo. Mas ele aceitou o desafio. Ponto para ele. Serei mais comedido daqui para frente. Ninguém vence tudo na vida.

    Acima de tudo somos todos Flamengo.

    Reply
  5. Amigos acima de qualquer divergência , uma covardia com o ser humano divulgarem o celular do ZR. Podemos não concordar com algumas opções dele no campo, mas não há como discordar que se trata de um cara honesto, ético , estudioso e trabalhador.
    Como falado acima, trocar agora não teria efeito prático e mais parece que o elenco está fechado com ele. Fato preponderante para qualquer conquista.

    Saudações

    Reply
  6. “ZR, cornetas ou não cornetas?”
    As percepções que vão se acumulando sobre o trabalho do ZR desde da derrota para o Internacional no Brasileirão me parecem preocupantes.
    Ali encerrou-se um considerável momento mágico do time, que mesmo contra todas as probabilidades a bola entrava. Pois bem, passou a não entrar, e desde lá estamos analisando os motivos que geraram esse fato! Nossa última derrota fora de casa pela Libertadores é a síntese dessa situação, o time tem pouco poder de definição. Vou além, com as saídas de Éverton e Gabriel, que apesar de suas limitações ofensivas, conferia ao time um considerável toque de bola refinado, levando o time a uma evolução de toque até a área adversária. Pois bem, hoje vivemos de chutões! Isso posto, é bom considerar que o ZR joga com 5 jogadores de meio de campo, praticamente um 4 5 1 esquemas só vistos em retrancas defensivas. Pois bem, o nosso ZR tem sua versão do 4 5 1 em uma “retranca tática”, evoluindo para 4 1 4 1 e mais ofensivamente 4 3 3. Seria ótimo caso houvesse mais ofensividade, mas nem tudo é possível. Some-se a isso um centro avante não goleador, e pronto, temos a fórmula exata dos problemas vividos pelo time, falta de definição, de letalidade!
    A percepção e motivo das cornetas da galera é justamente essa, a sensação em que uma hora vamos bater firmes com a cara na parede com o esquema do ZR, pois isso já esta ocorrendo em medidas! SRN.

    Reply
  7. Presidente, estamos calmos mas (Deus me livre) não passar da primeira fase da libertadores ai o caldo vai derramar.
    Vamos torcer acima de tudo sempre flamengo!!!!
    Estamos de olho!

    Reply
  8. Kleber e Amigos,

    Divulgação do telefone do Ze não existe. Isso não é coisa de torcedor. Eu sou contra a presença dele hoje a frente do nosso time somente por achar q não está maduro o bastante para isso. Porém isso não existe.
    Kléber, continuo achando que a presença do ze pode nos custar a libertadores.
    Egon meu irmão Levir da banho no ze. Anos Luz a frente.

    Abraços

    Reply
    • Brunão! Levir só dá banho para tirar times da 2ª divisão, como aconteceu com o Galo em 2006…
      Foi demitido do Fluminense em novembro e ninguém quer…
      Hoje, está aproveitando seu seguro-desemprego e tomando conta do seu restaurante… kkkkkkkkk

      Reply
  9. As críticas ao nosso técnico em sua maioria são preconceituosas. Muitos que falam que o Flamengo não tem variacão tática nem sabem o que é isso. Agora já que querem um professor experiente contrata o Renan Calheiros, ele é muito esperiente e põe experiência nisso.

    Reply
  10. Amigos , sugeira essa história do celular !!! Patifaria, jogo baixo !!!! Quanto ao futuro do nosso técnico e time , será que esse pessoal não esta querendo confete demais? Poxa vida, estamos só com essa gestão esperando por cinco anos por um time que pelo menos “atravesse” os rivais cariocas( não estamos anos luz á frente em organização , dinheiro , etc?) . Vejam bem , vou citar alguns exemplos 😮 Guerreiro está entregando o que se esperava dele, o cara ganha 900 mil por mês , não podemos contestá-lo? Nessa altura do campeonato é sensato renovar com o Damião ganhando uma fortuna e deixar o Vizeu no banco? Tem sentido fazer ” carinho” no Vaz por cada lambança igual a uma mãe inconsequente? Precisamos ajoelhar e sentir culpados por não idolatrar o super trabalhador Marcio Araújo ? Não podemos ter receio da inexperiência e do pouco poder de fogo do Zé Ricardo ? Precisamos sempre ficar calados senão estamos indo contra o salvador da pátria Bandeira de Mello? Sim porque parece que o Flamengo antes dele não existia . ALOOOOOOOOOOOO

    Reply
    • Graaaaande Pedrão do coração!!!
      No post “Menos mal”, existem 102 mensagens dos cornetas, cornetinhas e cornetões…
      Como FICAR CALADO???
      Divergimos em situações diversas, justamente por botar a boca no trombone.
      Bandeira está longe de ser o salvador da pátria. Até porque, não está em campo nem estufa as redes.
      Mas que sua administração é um marco, não resta menor dúvida.
      Assim como o corcunda sabe como deita, também me acostumei a olhar o Flamengo como uma Instituição respeitável e respeitada.
      Kleber assumiu em 95 com um rombo de caixa astronômico. Assim como, Bandeira assumiu em 2013 com um abismo de R$730 milhões, deixados pela Dona Patrícia.
      No Flamengo TUDO é assim! Ou é céu, ou tronco. Já nos acostumamos, irmão.

      Reply
  11. A verdade está escancarada na nossa frente e os colegas resistem em aceitar! Não adianta Conca se recuperar Kléber Leite, contratar Éverton Ribeiro ou Messi se o time possui jogadores titulares como Márcio Araújo, Pará, Rafael Vaz e Gabriel. Há pouco tempo, o torcedor teve que aguentar Wallace “ser dono do time” e defendido pelos dirigentes, a nossa sorte é que teve que pedir pra sair, olha onde ele joga agora. Desse jeito não vamos subir de patamar nunca!
    É preciso enxergar que Zé Ricardo não mostrou e nem mostra capacidade para treinar o Flamengo, no Campeonato Brasileiro e nos jogos importantes ele se perde na escalação ou substituições. Estamos caminhando devido possuirmos alguns jogadores que decidem jogos. Que padrão ele deu ao time? Quem foi o jogador da base que revelou? O maior problema no Flamengo é que se for do clube ou querido pelo clube tem que ficar! A mentalidade dos dirigentes têm que mudar.
    Os dirigentes do Flamengo estão esperando Zé Ricardo se transformar em Guardiola e para nós torcedores o que resta é cruzar os dedos torcendo!

    Reply
    • Concordo muito amigo.
      Não adianta trazer grandes jogadores se nosso técnico ama os pernas de pau.
      E nosso técnico fica cada dia mais claro que não tem o tamanho do Flamengo.

      Reply
  12. Denis meu caro , você tem algo contra a experiência , não a considera importante ? Acredito que o Zé Ricardo tem tudo pra ser um grande técnico e o que o falta realmente é tarimba o que infelizmente somente o tempo trára . Uma coisa é uma coisa , outra coisa é outra coisa!!! Por que contestar o trabalho do nosso atual técnico é nos nivelar a um político corrupto ?Parece que a intolerância e preconceito está aí !!! Sinceramente não entendi sua colocação . SRN

    Reply
    • Joaquim, o Zé Ricardo é o técnico efetivo do Flamengo. Não é interino e muito menos estagiario. Aliás, este é o status dele desde o ano passado. SRN!

      Reply
      • Espero pelas opiniões quando o Flamengo for eliminado de tudo esse ano, justamente em razão de ter um treinador fraquíssimo, que não consegue mudar o panorama de jogo nenhum.
        E os treinadores dos outros times já perceberam a falta de criatividade do nosso treinador.
        Acho um completo absurdo o time “penar” para empatar com o sub 20 do Fluminense. Ou os jogadores não estão levando a sério o trabalho do Zé ou o trabalho não é sério o bastante para um time como o Flamengo.

        Reply
  13. Pra mim não dá mais ,com Ze Ricardo o time não evolui pelo contrário regride .O Flamengo dificilmente jogando essa bolinha chegará em algum lugar, boa noite a todos .

    Reply
  14. Acho que o que falta ao Ze Ricardo e humildade em reconhecer que ele pode estar errado e olhar para as alternativas.
    Por ex, na defesa ele poderia testar o Juan junto ao Rever ou dar uma chance ao Donatti. Eu acho o Vaz excelente mas ele esta se achando, jogando de forma limite, arriscando fazer coisas que nao sao sua funcao e que se derem errado, vai complicar. E hora de bota-lo no banco, faze-lo entender que ele nao e o Aldair.
    Depois disso, porque nao dar uma chance ao Cuellar ou ao Ronaldo como primeiro volante? O MAraujo e limitado, ssbemos que ele nao tem capacidade para sair jogando, por ex. O Romulo parece totalmente fora de forma. Sendo assim pq nao dar chamces efetivas a todos? Os caras que estao no banco so entram em jogos faceis. Parece que ele tem a predilecao dele e leva isso ao exagero.
    Para comecar, eu entraria com Juan ou Donatti na zaga(o Leo Duarte e muito fraco, tem que aer emprestado, se destacar e voltar). Na cabeca de area eu entraria com o Ronaldo(meu favorito) ou o Cuellar.
    Uma outra mudanca seria colocar o Mancuello como 2o. Volante e tirar o Arao que nao esta jogando nada.
    No ataque, acho que ele nao pode fazer milagres. Nao temos atacantes e apesar da montanha de dinheiro gasta com Berrio, ele consegue ser pior que o Gabriel. Ali e ir revezando os bondes para tentar descobrir o menos pior no dia do jogo. Ruins todos eles sao.
    Recomhcer isso ja seria bom. O problema e que ele se recusa a ver obvio a julgar pela patetica, ridicula entrevista defendendo Vaz e M Araujo. Ele deve defender seus jogadores mas faze-los ver seus erros e dar oportunidade aos outros. Isso incrementa a competicao, aumenta o nivel!

    Reply
  15. Caros Amigos da Nação,
    Em 1º lugar, estou de acordo com o Kleber quanto a homenagear a equipe colombiana, mas acho que qualquer que seja será pequena diante da grandeza da atitude e do comportamento deles.
    Quanto ao lance do telefone do Zé Ricardo acredito que todos repudiam esta triste atitude, nenhum ser humano merece esta covardia.
    Quanto ao elenco o considero homogêneo, porém limitado, e repito elenco é uma coisa, time titular é outra.
    Esta minha opinião sobre o elenco independe do treinador.
    Amigos, eu durante cerca de 38 anos trabalhei como treinador, muitas vezes quando se tem um elenco limitado a motivação é fundamental, mas um treinador não consegue por muito tempo manter esta motivação como fonte de superação, muitas vezes assumi times e consegui rápidos resultados, como outras vezes treinadores que assumiram o meu lugar também o fizeram, mas sempre com curta duração, a longo prazo, com o passar do tempo, só existe continuidade de resultado positivo com time bom.
    Eu analiso muito o jogo em vários aspectos, é visível que o nosso time desde às últimas rodadas do ano passado vem caindo de produção, se tornou lento e previsível, as equipes do Botafogo, Vasco e Fluminense tem iniciado os jogos sempre com o comando do jogo, parece que já descobriram como jogar contra a gente.
    Por incrível que pareça, pra mim o jogo em que o nosso time foi mais equilibrado em campo, foi na nossa derrota contra os chilenos na Libertadores, com 3 armadores soltamos mais o Arão e o Diego, e fomos inclusive mais ofensivos com o Diego jogando solto mais a frente, jogamos num esquema diferente daquele que todos já aprenderam a jogar contra.
    Espero que entendam que não tenho nada contra o nosso treinador, mas ou trocamos alguns jogadores e melhoramos a qualidade do time, ou devemos entender que o Zé já tirou o máximo que podia deste grupo.
    Já disse aqui e repito, acho que o nosso treinador tem potencial, é estudioso, talvez necessite rodar um pouco mais e depois retornar ao nosso clube, corremos o risco de queima-lo
    Torço desesperadamente para estar errado, e o nosso time conquistar tudo, estarei lá torcendo e gritando, mas a minha intuição é de que se não mudar alguma coisa, o nosso time vai continuar involuindo.
    Espero que tenham entendido o meu pensamento, mas esta é a sensação que venho sentindo a cada partida.
    E se eu estiver errado e estou torcendo por isso, serei o 1º a escrever aqui que eu estava completamente errado e VIVA o MENGÃO

    Reply
  16. Bom dia.
    – Homenagem mais que merecida a Colômbia representada pelos jogadores.
    – Kléber avisa a vó Corina que “palavras,o vento leva…” não leva mais, vai para o You Tube ou fica na nuvem rs.
    -Já escrevi várias vezes aqui sobre o meu apoio ao Ze Ricardo, não acho justo descarregarmos nossas frustrações e expectativas sobre certos jogadores e depois culpar o técnico.
    O técnico não entra em campo para jogar,e os erros que estamos assistindo são individuais.
    Temos um jogo no sábado contra O Vasco acho que esta é a hora de testar o Donatti.

    Reply
  17. “MARACANÃ, E A PROSTITUÍÇÃO DO ESTADO DO RIO”
    Lemos hj na mídia que o TCE custeou certa de 900mil de despesas do governador Pezão, dinheiro este vindo de corrupção.
    Então meus senhores, não era o TCE que estava criando a dificuldade jurídica para o contrato de concessão do Maracanã? Então, como o TCE tem relações carnais com o Executivo do estado?
    Agora fica claro que a ação do TCE só tinha um objetivo, afastar a compra da concessão pelo grupo do Flamengo.
    Como as diligências do estado junto a Odebrecht a favor da Lagarderè não funcionaram, o TCE entrou em cena, e funcionou! Como 30mi e Maracanã são fichinhas para a construtora baiana, esperemos que a má vontade da construtora continue, um entrave insolúvel.
    SRN.

    Reply
        • Amigos,
          Se confirmando essa tentativa de embarreirar a Ilha, por confronto faria acordo com o Fluminense e jogava no Estádio do América.

          Por isso digo, o Flamengo tem que evitar ao máximo jogar e estreitar laços com essa gente podre que está envolta com o Maracanã. Antes pensava que era “só” Oderbrecht, Lagarderé e Estado RJ, porém, agora até os Conselheiros do TCE estão no meio da bagunça.

          Reply
      • Eu li a matéria meu nobre Henrique, seria o Engenhão 2, não? Porém o estadio da Ilha não tem as complexabilidades técnicas “inquestionáveis” que ocorreram no teto do Engenhão, se ocorrer será um estupro moral. SRN.

        Reply
  18. Falando de Flamengo.
    Acho que teremos mais técnica com os retornos de Conca e Dr.Ederson (formado em Medicina Esportiva no DM do Flamengo). O Conca, retornando após grave lesão, se conseguir jogar 40% do que sabe será melhor do que qualquer outro jogador do elenco (tirando o Diego).
    Formaria o quarteto ofensivo com Diego, Conca, Everton e Guerrero. No banco deixaria Dr. Ederson, Vizeu, Cirino colombiano e Vinicius Jr. (para ir ganhando experiência, até ganhar a vaga do Everton).

    O Loco Abreu foi embora do Bangu. Pensando no sucesso deste tradicional clube carioca, emprestaria de graça o Cirino brasileiro, Damião e Gabriel Peteleco para jogarem a Série D por lá.

    Reply
  19. Caro KL e amigos do blog,sou da Macaúbas na Bahia. O departamento de futebol do Flamengo contrata errado demais. Precisávamos, sim, de uma volante estilo Rafael Carioca ou Felipe Melo(vibração e dna rubro negro), esta faltando isto no time. E também, um zagueiro rápido e bom nas coberturas.
    Agora, se o dep. de futebol contratou com aval do Zé, ai, o buraco é mais embaixo.
    Saudações dos rubro negros macaubense!!!

    Reply
  20. Radames, acho sua explanacao completa perfeita. Concordo integralmente. O Ze precisa mudar algumas pecas, tvz ensaiar um novo esquema. Do jeito que esta NAO VAI DAR. A involucao e visivel.

    Reply
  21. Kleber, o Tite, que todos louvam agora (eu inclusive), foi responsável pela eliminação mais ridícula da história do Corinthians, quando em 2011 perdeu para o Tolima na pré-libertadores. Ao contrário de 99,9% dos dirigentes do futebol brasileiro, teve seu cargo mantido e assim conseguiu o título brasileiro em 2011, Libertadores e Mundial 2012.

    Sobre o Zé e o Flamengo, vou julgar quando disputar jogos que valham alguma coisa e em 2017 foram apenas 2 (uma goleada e uma derrota jogando bem melhor).

    Reply
    • Isso foi uma fatalidade!

      FATALIDADE: Mesmo com o Corinthians 2011 com um elenco limitado,o time jogava bem,era bem treinado,tinha atributos e repertório de jogadas,mas a bola não entra e na única oportunidade o rival faz.

      INCOMPETÊNCIA : O time só sabe “chuveirar”,não mostra variação e repertório de jogadas,não evolui,mesmo com todo o investimento.Será eliminado merecidamente,esse é o caso do Fla.

      Reply
      • Um engano, amigo Daniel!
        O Corinthians 2011/2012, jogava bem até meter 1×0…
        Depois disso, se DEFENDIA bem.
        Prova disso, é que em 100 jogos, ganharam 85 pelo placar mínimo.
        Não existe fatalidade em futebol. Existe competência ou incompetência.
        Posso citar pelo menos 50 casos de “fatalidades” que custaram um campeonato.
        Brasil 50, Brasil 78 (eliminado sem perder), Brasil 82, Hungria 54, Holanda 74, Flamengo x Bonsucesso, Flamengo x Peñarol, Flamengo x América do México, Flamengo x Santo André (olha o Abel ai…) e, por aí vai…
        Não existe “a bola não entra”! Existe a incompetência de não saber colocar pra dentro…

        Reply
      • Daniel G, gostaria de ver um jogo do Flamengo com os amigos para mostrar jogadas ensaiadas (já as elenquei aqui nesse blog) e variações táticas do Zé Ricardo ao longo do jogo (3-5-2, 4-3-3, 4-5-1, etc).

        Reply
      • Daniel, desculpe-me discordar, mas, Investimento?
        Donatti, Cuellar, Mancuello, Fernandinho, Cirino, Sheik, Rômulo, Leandro Damião e para terminar, Berrrrrrrrrrrrrio!
        Fora outros contratados que já até esqueci os nomes, felizmente!
        Se fosse uma empresa, o “Grande” Diretor Executivo de Futebol, Rodrigo Caetano, já teria sido demitido.
        O nosso Zé vem tirando leite de pedra.

        Reply
  22. Kleber,as cornetas não são por time titular ou reserva,elenco bom ou ruim,é a execução do futebol em campo! Com um bom tempo no comando,e mesmo com um bom elenco,não deu um mínimo repertório de jogadas ao time,coisa que técnico com elenco inferior consegue dar minimamente,não se vê nada!Nada! Sem variação tática,péssimas mexidas… O que salva são as eventuais estrelas do elenco. O ideal é observar as coisas com antecendência,e ver que não dará certo,pq depois não adianta cornetar com o fracasso consumado,o erro foi ele ser efetivado, não se faz um técnico profissional do nada,nem auxiliar de time profissional ele foi,sabe no mínimo o básico de futebol, isso explica seu previsível e engessado time, que ganha dos pequenos do RJ e do SanLorenzo sem jogar faz 4 meses.Pronto.

    O tempo irá mostrar quem está com a razão,espero que os defensores de Zé estejam com ela,pois isso significaria o triunfo do time,mas o futebol em campo caminha para mais um ano de jejum….

    Reply
  23. Brilhante Radamés, você explicou muito bem mais uma de nossas arrancadas ,muito pelo poder da motivação .Porém vejo uma involução do nosso time infelizmente também e digo mais o Flamengo hoje peca pelo excesso de profissionalismo , tudo é frio quase estéril, nossos ídolos ou não interagem (Guerreiro por exemplo) ou tem histórias decoradas que não emocionam ninguém além de estramos ilhados por conta de tantos conflitos de poder financeiro produzidos por essa diretoria .
    Tá na hora de colocar mais alma e vibração e parar de inventar moda , enfim apenas meu sentimento. Parabéns novamente Radamés !!!!

    Reply
  24. Prezados,

    Primeiro parabenizar o criador deste canal de comunicação de altíssimo nível: Parabéns, presidente Kleber Leite! Ouso dizer que seu blog é o de melhor nível na internet mundial sobre o maior clube do mundo, o nosso Mengão!

    Leio muito, mas comento pouco, mas hoje preciso vir aqui falar mal do Zé Ricardo. Ouvi dizerem que não há substitutos à altura disponíveis no mercado, mas tendo a discordar. Sem nem precisar sair do Rio de Janeiro, vejo dois técnicos superiores ao ZR: Abel, da velha escola, e Jair Ventura, da nova escola. Abel deu um nó no ZR nas duas vezes em que se enfrentaram. JV demonstrou ter o time do Bostafogo na mão em inúmeras oportunidades, mesmo contra a gente, quando jogaram com o time reserva, fizeram um bom jogo. O outro técnico de time grande do Rio, do Asco, tenho pouco conhecimento de causa para opinar.

    Concluindo, não temos técnico. Precisamos de um técnico urgentemente, ou não passaremos da fase de grupos da Libertadores.

    Reply
    • Concordo demais amigo Pedro.

      E temos alguns pelo Brasil desempregados e melhores que ele casos do Cuca, Carpegiani, Levir Culpi.

      Abraços amigo!

      Reply
      • “De férias e sem data para voltar, Cuca planeja lazer e estudos na Europa
        Treinador campeão brasileiro pelo Palmeiras divide o tempo entre praia e futebol com os amigos no litoral do Paraná, mas pensa em ver de perto treinadores europeus.”
        🎵🎵🎵🎵 lá lá lá lá … Silvio Santos vem aí 🎵🎵🎵🎵🎵

        Reply
        • “Recém demitido do Fluminense, Levir publicou em seu perfil pessoal do twitter na manhã desta terça que treinaria a Chapecoense durante o próximo campeonato estadual de maneira voluntária, ou seja, sem receber salários, e ofereceu seus serviços de treinador.”
          Chhhhhhiiii, Brunão!!!!
          De graça tá caro… kkkkkkkkkkk

          Reply
          • “Apos 3 anos desempregado, Carpegianni assume o Coritiba”…
            Pô Brunão do coração, esse teu dedo aí não tá legal…
            Assim tu derruba o Caetano Dedo Podre… Kkkkkkkk

            JÁ CAIU, IRMÃO….
            🎵🎵🎵 lá lá lá lá 🎵🎵🎵

  25. Daniel G, não se faz uma técnico de time profissional do nada, nem auxiliar de técnico profissional ele foi. Muito bem colocado! Por esse motivo, eu o chamo de SUB ESTAGIÁRIO! Nem estágio fez!
    Fica o meu repúdio, em relação ao vazamento do seu telefone.

    Reply
  26. A grande verdade, indiscutivelmente, é justamente quem casa e quem não casa com Zé Ricardo. Este não é um questionamento nosso. São divergências assumidas com educação muito acima do normal.
    A mídia, especializada no tema, aprova o treinador. Grande parte da torcida, idem!
    Nesse nosso espaço, temos uma situação dividida. Um pouco mais para a demissão, que pela permanência.
    Lemos verdadeiras “ameaças”, em que a conjunção SE… é mais relevante que o próprio cargo do Zé.
    “Quero ver os que gostam do Zé quando naufragar no Carioca, Liga e Libertadores”…
    Tenho a mais absoluta certeza, que queremos o melhor para nosso Mengo!
    Por mais paradoxal que seja, seguimos vomitando ou engolindo as besteiras e méritos do treinador.
    Como sou a favor da permanência (mas respeito integralmente opiniões contrárias), entendo que tudo ainda é muito prematuro, para crucificar o começo de uma temporada.
    Tivemos 6 meses de comando com um técnico de primeiríssima qualidade. Nada aconteceu!
    Troca de comando, viagens o ano inteiro, mandantes no campo dos outros, contratação de jogadores no meio da temporada, várias competições juntas e, pra finalizar, o caldeirão que precisa SEMPRE de vitórias… ou explode…
    Por que Zé Ricardo? Além de conhecer o Flamengo, como Jaime (2013) e Andrade (2009), foi vitorioso nas divisões de base.
    Não é um tapa-buracos tipo Alcir ou Marcão!
    Portanto, na minha opinião, só vamos desvendar o que é Zé Ricardo realmente, após o Carioca, Liga e Libertadores.
    Pode ser tarde? Sim, pode! Mas também não vejo nenhuma Monalisa que seja melhor que ele trabalhando no Brasil.
    Evidentemente, gostaria de Tite ou Cuca! Mas sabemos que no momento isso é impossível.
    Pronto! Falei… kkkkkkkkkkk

    Reply
    • Concordo em Gênero, número e grau!!
      Demitir não resolve.
      Muitos dos que são contra já foram contra o Cuca, Mano, Luxa, Muricy e outra dúzia com menos nome. Jorginho durou 4 jogos, kkkk
      Claro que Cuca hoje viria em uma situação totalmente diferente, bem mais confiante, mas como não é possível, Cuca, Tite, Sampaoli, os demais times não são comandados por nenhum novo Guardiola. E nem vejo algum time na América do Sul destroçando adversários. Até agora nenhum despontou, talvez esse seja o problema, a expectativa era muito grande. Como a entrega não alcançou a expectativa, gera a decepção, muito longe de um inicio de ano ruim, mas ainda assim decepção. Lembrando que o bonde destruidor, conta com um Conca que há muito tempo não se vê, mas de quem muito se espera e no momento necessário. Arão longe dos melhores dias e Romulo longe de entregar 60% do que já jogou um dia. Também não pode recair sobre o Técnico. Quanto ao Berrío acho que é jogador que cresce em jogos de maior apelo. Prefiro ter um pouco mais de paciencia, não queimar de véspera como já fizemos com tantos outros.
      Por aí já é meio time abaixo do esperado ou que ainda não entregou o que se esperava, onde tá a culpa do Zé nisso? Paciencia, futebol é repetição. Guardadas as devidas proporções, a Alemanha campeã de 2014 havia perdido 2 copas com o “mesmo” técnico que no Brasil seria “Burro” e demitido na primeira oportunidade. O Muricy tricampeão do brasileirão pelo São Paulo foi taxado de burro e pediram a cabeça dele por 3 anos seguidos no fim de abril inicio de maio, JJ o mantinha e no fim do ano levantava o caneco, longe de apresentar um futebol aceitável, mas pragmático e vencedor. Vimos no ano anterior que Muricy também não é lá uma Brastemp. Nossos últimos titulos importantes também não foram com nomes cascudos. Tudo vota a favor da paciencia, se não der certo, ok, mas não há garantia alguma que trocar um técnico com 1 derrota no ano vai resolver. Ano passado na mesma época colocaram o Oswaldo de Oliveira, e o final é conhecido por todos.

      Reply
      • Meu amigo Rick!
        Texto perfeito e absolutamente alinhado…
        O mesmo Super Tite, levou uma porrada colossal do Tolima numa pré-libertadores e, se não fosse a persistência do Andrés Sanchez, contra tudo e todos, teria dado o lugar a um Cristóvão ou Roth da vida…
        As bonitas não estão disponíveis, e as feias, sem emprego…
        Quem diria que a campanha do Zé, seria melhor que a do Muricy em 6 meses!!!
        Amigo! Depois da escuridão vem a luz…
        Abs

        Reply
    • Egon, o Flamengo não é dependente do ZR não! Mas tem uma coisa. Na decolagem de avião existe o V1 que é onde vc checa irregularidades e aborta a decolagem, existe o V2 onde não é mais possível abortar a decolagem, assim quaisquer problemas devem ser administradas em vôo. Esse é o caso do ZR, o avião já decolou e digo mais, estamos no meio do Oceano Atlântico e sem combustível para retornar. Assim, nosso destino na Libertadores nesta 1a fase já esta definido, logo saberemos. SRN.

      Reply
      • Nem do Zé nem de ninguém, Nino…
        A história do Flamengo está muito acima de qualquer mortal.
        Não é preciso retornar! Como dizia minha avó Chiquita, “toca pra frente”…

        Reply

Comente.