Fatos e comentários em uma segunda-feira deliciosa…

(Reprodução da TV)

. Lindo o “Globo Esporte” desta segunda-feira. O pessoal da TV Globo deu um verdadeiro show, reunindo a maioria dos jogadores campeões cariocas e, com eles, todos os temas referentes ao Fla-Flu de ontem sendo desenvolvidos.

Muito legal a presença do torcedor para devolver a camisa de Rodinei (veja o trecho aqui), como emocionante e pitoresco o lance dos casais separados, com os homens torcendo pelo Flamengo, e as mulheres pelo Fluminense. Edição espetacular. Matérias oportunas, sensíveis, emocionantes e, pra lá de atualizadas. E, para variar, o Escobar dando um show de simpatia e de comunicação. Programaço!!!


(Foto: Rudy Trindade)

. Para os que acham que o Campeonato Carioca é uma competição ultrapassada. Ontem, a TV Globo bateu todos os seus recordes de audiência, superando novelas e Seleção Brasileira. A audiência estava tão acima da expectativa que, ao final do jogo, ao invés de entrar o meu amigo Faustão, foi para o ar toda a comemoração e a premiação dos campeões.

Esta é uma tese que defendo há um tempo enorme. O Campeonato Carioca é um produto espetacular. O único problema se resume ao formato, pois, com o calendário mais aberto, é necessária uma adequação também no campeonato estadual, com um número menor de participantes ou, com uma fórmula que diminua a quantidade de jogos.

O que não se pode é mudar a cultura futebolística do país, pelo fato de na Europa não ser assim. Ora bolas, dane-se a Europa. Aqui, numa cidade com quatro clubes gigantes, cabe sim o campeonato estadual, onde a rivalidade fica muito mais aflorada e, com jogos e decisões mais pegados e sofridos. Que o pessoal da Federação tenha se tocado, no sentido de que o produto é excepcional, porém precisa ser tratado com mais cuidado, com mais sensibilidade e, inteligência. Os extraordinários índices de audiência de ontem da Rede Globo deixam claro que o carioca adora o seu campeonato. E, quem não aqui vive, também…


. Como dirigente, dos 34 campeonatos estaduais conquistados, tive a honra e o privilégio de participar de quatro: 1996 (invicto, com 22 jogos disputados), 2007, 2008 e 2009, no conhecido penta-tri.

Ontem, recebi no nosso camarote as visitas de dois ex-campeões, Fábio Luciano e Rodrigo Arroz. Fábio Luciano, assim como Romário, se transformou em um rubro-negro apaixonado. Além de excepcional zagueiro, penta-tri campeão, foi um líder na acepção da palavra e, sem medo de errar, a liderança mais positiva que já vi no futebol.

Rodrigo Arroz nasceu Flamengo e continua o mesmo torcedor enlouquecido. Uma curiosidade é que os dois não conseguem ver o jogo sentados. Precisam estar em pé e em movimento, como se ainda jogando estivessem. Revivemos os nossos momentos de alegria e comemoramos juntos, com total euforia, como rubro-negros apaixonados, mais uma grande conquista. Como foi bom estar com eles neste momento mágico… Se chorei? Claro! E… muito!


(Reprodução da internet)

. Vamos agora falar de um absurdo. O Maracanã custou pra lá de bilhão de reais e, a sua configuração é uma vergonha, onde a segurança passa ao largo. Para se entrar em um dos portões de garagem é preciso passar no meio do povo. Quando o povo é a favor ou, reza na sua cartilha, tudo bem. Apenas o cuidado para não se atropelar os pedestres que, ficam à mercê de motoristas bons ou ruins, mais ou menos responsáveis. Uma vergonha…

Agora, quando o jogo é de duas torcidas, quem é rubro-negro e entra pelo portão 9 do Maracanã, encontra ali – com um enorme bar em frente, onde a torcida adversária bebe até não aguentar mais – um clima de animosidade assustador. Ontem, com meus filhos e netos, tivemos que passar por um perrengue fora do normal, ouvindo ameaças e o coro: “Kleber Leite….Viado!!!” “Kleber Leite…Viado!!!” Meus dois netos, um de 10 e outro de cinco, ficaram muito assustados e, coube ao Cadu, uma tirada muito interessante, ao ouvir o corinho da torcida tricolor. “Olha quem fala…” Espetacular!!!


. Pior, passaram Fábio Luciano e Rodrigo Arroz, que chegaram mais tarde, consequentemente com muito mais torcedores tricolores pra lá de Bagdá, e quase tiveram o carro virado, em ato de puro vandalismo. Felizmente, mas com o carro avariado, conseguiram entrar. Em síntese, esta concentração de torcedores, que ficam enchendo a cara e agredindo a quem simplesmente chega para ver um jogo de futebol, merece uma melhor avaliação por parte das autoridades responsáveis, antes que uma tragédia aconteça.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. Vamos falar do jogo? Começo pelo gol. O nosso Muralha anda tão questionado pela nossa torcida e, aqui pra nós, não sem sentido, acabou me demonstrando que, quando o torcedor está de má vontade, realmente distorce os fatos. No primeiro gol do Fluminense, meio confuso, não faltou entre nós quem comentasse, e com ênfase, que a culpa havia sido do goleiro. Vendo o lance depois do jogo mais de 20 vezes, fica claro que não houve culpa alguma de Muralha no gol do Fluminense. Aliás, é bom que fique registrado que, além de ter atuado bem e com personalidade, inclusive driblando um jogador tricolor dentro da área, Muralha teve sorte, como na cabeçada à queima roupa, em que a bola foi em cima dele. Ontem, Muralha jogou como um grande goleiro. Pegou as possíveis, uma impossível no chão e, teve sorte.

Meu amigo Michel Assef estava ao meu lado e, concluímos todos que Berrío não estava bem. Curioso este jogador, que só corre e não tem os mínimos fundamentos para ser um profissional da bola. Michel achou que iria entrar o Rodinei no lugar dele. O nosso treinador optou pelo Gabriel. Depois, Rodinei entrou no lugar do Trauco, quando todos imaginavam que sairia o Renê, com o Trauco retornando à sua posição de origem. Enfim, como dizia a avó do meu amigo Fernando Versiani, “certo, é o que dá certo”.


(Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo)

. Houve a falta de Réver no primeiro gol do Flamengo? Na hora do gol, não dá para quem está torcendo ver nada, até porque, a única coisa que se quer ver é a bola na rede. Depois, na televisão, vi umas vinte vezes. O lance é tão polêmico, que em determinados momentos achava que sim e, em outros achava que não. Em minha opinião, o Réver voou em direção à bola e, no meio do caminho, houve o contato com o jogador do Fluminense. Prefiro ficar com esta conclusão. Tenho todo o direito…


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. E a nossa zaga, hein? Juro que, depois de Fábio Luciano e Ronaldo Angelim, esta, composta por Réver e Rafael Vaz, é a melhor, disparada!!! O que me encanta é como as características casam perfeitamente. Réver, mais vigoroso e combativo e, Rafael Vaz mais técnico e com uma boa saída de bola, o que ajuda muito a um time que não tem um meio de campo muito criativo. Se continuarem jogando assim, principalmente com Rafael Vaz atuando com seriedade, é zaga para se consagrar com o “manto sagrado”.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. E Guerrero, hein? Estão lembrados quando aqui no blog, na época em que Guerrero estava para ser contratado, contei o meu papo com Renato Augusto, em que quis saber dele se o peruano era bom de bola, e Renato me afirmou que o Guerrero era um atacante pra lá de diferenciado? Pois é, Renato Augusto tinha razão. Guerrero, mesmo quando não tem uma atuação brilhante, como ontem, é sim um jogador decisivo e mortal… Curioso é que Diego, quando saiu por contusão, era o ídolo da galera. Quando voltar, vai ter que, no mínimo, dividir “o trono” com Guerrero…


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. Zé Ricardo merece uma atenção especial. Por uma questão de coerência, tenho a obrigação de afirmar que o único ponto negativo que via no nosso treinador, o tempo, sábio como sempre, vai cuidando de amenizar a cada dia.

Sempre afirmei que o Flamengo, a meu conceito, é final de linha para qualquer treinador. Início de carreira para técnico, para mim, passa longe da Gávea. Quis o destino que, em função da doença de Murici, somando-se ao que o mercado apresentava como alternativa, que Zé Ricardo, inicialmente interino, acabasse assumindo definitivamente o cargo. De resto, tudo que penso sobre um bom treinador, ele se encaixa: íntegro, trabalhador, estudioso, apaixonado pelo que faz, coerente, com um belo poder de comunicação, se expressando muito bem e, sempre passando sinceridade.

O treinador, pelo fato de sempre ser o mais requisitado para as entrevistas, acaba tendo a sua imagem como representante do clube. Não tenho nenhuma dúvida de que o Flamengo esteja muito bem representado.


Eric Faria entrevistando o novo “Rei do Rio” (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

. Ouvi uma informação do excelente repórter da TV Globo, meu querido amigo e grande rubro-negro Eric Faria, que talvez depois de amanhã, pela Copa do Brasil, contra o Atlético Goianiense e, com certeza, contra o Atlético Mineiro, pelo Campeonato Brasileiro, Vinícius Junior será relacionado entre os profissionais que estarão à disposição do treinador. Graças a Deus!!! Antes tarde, do que nunca…

Ontem, a alteração normal seria a saída de Berrío para a entrada de Vinícius Júnior. A torcida amaria, o Guerrero adoraria e o time adversário se borraria…

Quando se é exceção e a cabeça é boa, a idade pouco importa, já dizia o genial Telê Santana.

Vinícius Júnior, já!!! Sem medo. O garoto, ao seu tempo, vai arrebentar!!! Quem viver, verá.

Ia esquecendo. E o Márcio Araújo, hein? Que belo volante. Merecia ter feito aquele gol. Dar a volta por cima, em meio a tanta pressão, requer muita personalidade. Ganhamos um jogador.


. No mais, até que a quarta-feira chegue, vamos comemorar…

.MEEEENNNNGGGOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!

 

1 Comentário

  1. Gostaria de publicar
    LANCE! com análises de Luiz Fernando Gomes 

    Água e vinho

    Quem viu as imagens do título do Vasco no Campeonato Carioca do ano passado, certamente se lembra do papel de protagonista assumido no pódio pelo presidente Eurico Miranda que, vestido de calça, camisa social, mas sem o tradicional suspensório, levantou a taça junto com o capitão Rodrigo. Um papel bem diferente do que teve ontem Eduardo Bandeira de Mello que chamou Rever e entregou-lhe a taça para que os jogadores, eles sim os campeões, fizessem a festa rubro-negra. Gestos pequenos, mas simbólicos, que explicam os momentos vividos pelos dois clubes. Gestos que mostram as diferenças entre uma gestão profissional, responsável e voltada para o futuro e outra amadora, personalista e que teima em não permitir ao cruz-maltino liberta-se do passado.

    Reply
  2. Kleber, caso seja oficial, é irrecusável a proposta feita ao Vinicius Júnior?
    Pergunto isso pois sei que defendeu várias vezes a sua entrada no elenco profissional.
    Eu venderia e incluiria um amistoso, rs

    Vale ouro
    por LANCE! de Luiz Fernando Gomes 

    A imprensa de Madrid já dá´como favas contadas a transferência de Vinicius Junior do Flamengo para o Real. E tem razão para o otimismo. Se a proposta de 45 milhões de euros, (R$ 156 milhões) for aceita pelo rubro-negro seria simplesmente a segunda maior transação da história do futebol brasileiro, ficando atrás apenas da conturbada venda de Neymar do Santos para o Barcelona, (88,2 milhões de euros), mas à frente de nomes como Lucas (40 milhões de euros do São Paulo para o PSG) e Gabriel Jesus (32 milhões de euros do Palmeiras para o Manchester City). Os jornais espanhóis já publicaram longos perfis de apresentação da joia, enviando inclusive repórteres para contar sua história.  A ida de Vinicius, que ontem brilhou marcando dois gols na vitória do Fla sobre o Flu no Estadual sub 20 por 4 a 0 – só se concretizará, contudo, em 2018,  quando ele completa 18 anos.

    Reply
    • 157 milhões por um jogador que nunca vestiu a camisa profissional do Flamengo e que ficará no clube mais 1 ano. Acho ótimo!

      Lembro em 2005 quando surgiu o Diego Maurício, vulgo Drogbinha. Jogava muito e surgiu uma proposta do Porto. Era grana pra burro num clube que devia até as calças. Flamengo não o vendeu, pois achou que conseguiria mais dinheiro depois. Drogbinha está na Série B do Rio de Janeiro se não me engano e o Flamengo não ganhou R$ 1 com ele.

      Reply
  3. Boa noite Kleber e demais amigos do Blog

    kleber Perfeita as considerações . porem me permita apenas descordar sobre nossa Zaga e Goleiro, Acho que ainda é nosso calcanhar de Aquiles, toda bola alta na área é um Deus nos acuda, (basta ver a quantidade de gols deste tipo que o Time leva. Ainda acho o Donati melhor e mais seguro que o Rafael Vaz. e segue minha critica ao nosso centro de Inteligencia que gasta uma verdadeira fortuna em Mancuello, Cuellar, e Berrio e os mesmos estão longe de serem jogadores de alto nivel como foi ventilado na contratação dos mesmos.

    Reply
  4. Concordo com quase todas as considerações do nosso Kleber, apenas um parênteses. O time já estava muito cansado e o Zé realmente mudou bem. Discordo quando Kleber acha que trauco deveria voltar a lateral.
    Façamos justica: Renê fez um jogo perfeito. Nem Lucas, nem Welinton, que vinham muito bem e aŕrebentaram conosco no primeiro jogo, fizeram nada.
    Outra coisa, pelo menos de minha parte , já critiquei demais aqui no blog, tanto muralha, quanto Gabriel, ontem estiveram bem, principalmente muralha. Gabriel ajudou a equilibrar o meio campo.
    Agora, a verdade verdadeira, massaraujo quase se transformou ontem em Messiaraujo….se faz aquele gol….kkkk

    Reply
    • Meu amigo Kleber! O melhor argumento sobre o lance do Réver, veio justamente de um pé inchado que estava comigo no meu costumeiro Pé-Sujo, vendo o jogo.
      – Egon! Tudo que sobe tem que descer…
      Ou seja! Réver veio na corrida, subiu 2 metros e, cabeceou. Henrique é que não saiu do chão. Evidentemente, o choque era inevitável…
      Se fosse futvôlei, seria corpo na rede…
      O gesto do torcedor devolvendo a camisa ao Rod, poderia ser seguido por nossos políticos.
      A Petrobrás agradeceria…
      Comecei a ler o texto do amigo, e nada de encontrar uma citação ao nosso “Iniesta”.
      Como “ia esquecendo”…, meu amor!!!!
      O mínimo que deveriam ter feito, era entregar a Taça pro cara levantar.
      O volantão simplesmente deveria se chamar Marcinho Cadeado…
      Responsável direto por todos os elogios feitos a nossa zaga. Praticamente jogou o Carioca como 1º volante, 3º zagueiro e, quase faz uma gracinha no final do jogo numa arrancada digna de Gareth Bale. Se mete aquele gol, pego o Golf e rumo pro Ninho…

      Reply
      • Egon, Otima lembrança do Bale, a jogada foi tipica dele mesmo. Como desejei que aquela bola entrasse. Pelo titulo e por ele tb. Mas fica o registro da linda e vertical ( ta na moda ) jogada

        Reply
  5. Vou discordar apenas quanto a questão do campeonato carioca.

    Os estaduais são emblemáticos, tradicionais, mas passou o tempo em que vivíamos olhando apenas para quem era o rei do rio, enquanto outros clubes e países se projetavam internacionalmente e nós não.

    Na minha opinião, os estaduais são sim ultrapassados, até quando ficarem na mão das federações. O que não é ultrapassado é o amor dos torcedores por seu clube por isso torna se essa festa.

    Por mim, os estaduais poderiam ser na preliminar do brasileiro, mas com jogadores até 23 anos. Isso daria vida a muitos clubes que jogam apenas 1/3 do nosso calendário.

    Reply
  6. Maio mês estratégico

    “Gabriel, nunca critiquei” bateu escanteio, gol; deu passe para Rodinei, gol. “Um monstro” para o segundo tempo. Real Madri, olha eu aqui!

    Parabéns principalmente ao Zé Ricardo, Muralha, Vaz e Márcio Araújo (meu 10 usa a camisa 8). Esse agora é chamado até de Marcinho por muitos torcedores.

    Apenas pra lembrar que a crítica faz parte do processo, jogadores que foram cobrados entenderam e mudaram pra melhor a sua forma de jogar ou trabalhar. Esperando apenas de Mancuello, o mesmo.

    Foi bom ver a comissão técnica cravar uma data para Ederson e V.Jr. serem escalados para os jogos, apenas aguardando as datas para Diego e Conca.

    Além disso, estou preocupado com a zaga pra essa temporada e para transição em 2018. Rever com risco de não ficar, Donatti não tem sequência e Juan se aposenta.

    Por falar em contratações, vindo Everton Ribeiro, quem sabe, dois jogadores para fazer sombra: um goleador e um goleiro.

    SRN

    Reply
      • Gostaria de ajudar rubro negro, com algum comentário colaborativo? Dúvidas quanto a interpretação, pois se resolvida as preocupações na zaga, qual a necessidade de contratação imediata pra essa posição. SRN

        Reply
  7. Caro Kléber e amigos!
    O texto hoje é longo e diferente não poderia ser. Vou autenticar com minha paixão pelo Flamengo cada frase, cada vírgula e cada citação do Kléber, que com uma caneta na mão faz o que Messi faz com a bola. Gênios!
    Como nada merece retoque, vou ler várias vezes para reforçar a comemoração do título. Peço permissão apenas para citar a grande partida do Renê ontem. Foi muito boa.
    SRN e de campeão!!!

    Reply
  8. O Kleber citou como o Zé Ricardo se expressa bem, e mas já notaram como praticamente todos dentro do clube se expressam com clareza,e simplicidade! Na minha opinião, isso é um reflexo da presidência, onde Eduardo Bandeira na sua simplicidade e transparência passou p todos dá diretoria ate a comissão técnica e jogadores, vc não vê ninguém arrogante, mal educado,ou irreverente! Os filhos normalmente são reflexo do aprendizado e exemplos q vem dia país!

    Reply
  9. É só completar meu comentário, um jogador q não caberia neste grupo e acho q a direção fez bem ,é o Felipe Mello, justamente pelo seu perfil fora e mesmo dentro do campo, acho q ele combinaria muito com o Vasco do Eurico e Rodrigo!

    Reply
  10. Francisco Canindé Targino, querido amigo,
    Só uma pessoa querida, amiga, doce e sensível, como você, para me fazer ir às nuvens. Ser comparado, com a caneta na mão, ao Pelé da atualidade, é pra lá de sublime. Gosto tanto do Messi e me emociono tanto com ele que, meu filho de quatro patas, o mais lindo Golden Retriver do planeta, atende pelo nome de Messi.
    Ser Messi por um momento e, mesmo sendo a comparação suspeita, fruto do amor, do carinho e da amizade, é delicioso…
    Obrigado pelo carinho de sempre e, fortíssimo abraço.

    Reply
    • Obrigado GIGANTE Kléber Leite! A caneta na mão é um artifício para sofisticar a mente e você magistralmente faz o excelente ficar pintado pelas cores do saber!!!
      Receba meu abraço e profunda admiração! SRN a todos!

      Reply
  11. Ia esquecendo. Espetacular a sacada do companheiro MAURO CAMPANTE, afirmando que se “Massaraujo” fizesse aquele gol, em jogada individual brilhante, viraria MESSIARAUJO!!!
    Espetacular!!!

    Reply
  12. Kleber respeito sua opinião mas no gol do Fluminense o culpado foi muralha sim olhe direito que o muralha e nenhum momento fala com Vaz quando colocou a bola pra fora se ele sai endireçao a bola e grita e minha e o Vaz colocasse para fora aí não culparia e falhou no jogo sim saio do gol catando borboleta a sorte que o jogador do Fluminense cabeceou a bola pra fora e Vaz no segundo tempo jogou bem mas no primeiro não estava cometendo os mesmos erros de sempre achando que é Gerson e errando todas no mas concordo com vc aliás o que importa é que somos campeões e agora rumo a libertadores e brasileiro.

    Reply
  13. Ricardo Barbosa, amigo,
    Por favor, leia novamente o texto. Jamais disse que Muralha falhou no gol do Fluminense.Muito pelo contrário…
    Forte abraço.

    Reply
  14. Acho surreal a nação acreditar nessa cavada de empresários. O Real Madri não é louco de pagar esse valor num jogador que nunca fez um jogo profissional. Isso não vai acontecer. O intuito é de apenas valorizar o jogador, fazer com que seja mencionado pela mídia e superestimado. É craque? Pode ser agora nos juniores, mas ninguém tem certeza do que ele virá a ser. E ninguém aposta 150 milhões de reais numa aposta tão incipiente.

    Lembro que seria a segunda maior transação do futebol brasileiro, só perdendo pra Neymar, deixando pra trás Kaká, Oscar, Lucas, Gabriel Jesus etc. Sendo que todos esses, quando saíram do país, já jogavam em seus times profissionais e na seleção.

    Como alguém pode acreditar que essa proposta é verdadeira? é de uma ingenuidade infantil crer nessa lenda. Vinicius Junior, pra sair por esse valor, ainda tem comer muito arroz com feijão.

    Isso tem tudo pra ser cavada do empresário e do clube pra valorizar o garoto. Eu não compro essa negociação. Muito caô!!!

    Reply
    • Empresário forte mesmo esse dele!! Deu na TV da espanha todos os motivos da tal contratação!! E não é muito alto em relação ao que outros 4 vlubes pagariam, se tem 4 clubes dispostos a pagar 30 e eu nao quero perder 45 nao seria lá uma diferença muito grande, vide o clube que comprou o Danilo, vendeu pela metade do preco e em seguida comprou pelo dobro!! Não deve ta muito preocupado com grana!!

      Reply
  15. Que tudo corra com tranquilidade amanhã e no fds contra o Galo para irmos pra argentina em paz na busca de manter o semestre nos trilhos!! Tem muita gente massageando a corneta para a próxima oportunidade minima que seja!!
    Vaz pra mim é muito bom jogador, com mais experiencia como titular aos 30 deve está como a maioria dos zagueiros no auge de sua carreira!!
    Tomara que o Everton Ribeiro venha, nos daria uma boa ajuda la na frente, e rezar que ederson e conca possam ter boa sequencia!!
    Em caso de Venda do Vinicius Jr. Traria Geromel para eventual saída do rever e aposentariamos o Juan, e um goleiro, que não seja bam bam bam!! Mas que possa no minimo ter experiencia para nao sentir o peso em uma eventual necessidade!! O demais usaria os recursos para finalizar CT e dar um start no projeto do estádio, seja ele qual for, pra ontem!! Só!! O Flamengo com o Réver não pode e nem deve contratar mais que 3 reforcos pontuais!! No mais é isso, fazer bom uso racional da base, sávio, paquetá, ronaldo, vizeu, e o próprio vinicius jr podem e devem ter mais chances nas competicões a seguir no ano!! Com ou sem libertadores!! E eventuais perdas nas laterais, zaga creio que podemos usar leo duarte, kleber, tiago sem maiores problemas!! Confiante!! O ano nos promete muitas competições e todas entre os favoritos!! Aproveitem a viagem, relaxem, saboreiem o pré jogo, as vitórias, debatam nas derrotas!! No minimo 50 jogos mais no ano sendo 5 decisoes!! Em 7 meses!! A temporada 2017 começou domingo!!! Feliz ano novo a todos nós!!

    Reply

Comente.