Respondendo ao Henrique

Henrique é um dos nossos mais assíduos companheiros do blog. Pela foto, jovem, muitíssimo bem informado, conectado com o mundo, pragmático, crítico e de texto sempre bem elaborado. Vive em Santa Catarina e, tão apaixonado é pelo Flamengo que domina o tema como se morasse na Rua Gilberto Cardoso (para quem não conhece, a rua que leva o nome do inesquecível presidente rubro-negro, é por onde se estende boa parte do muro da nossa sede).

Ontem, o nosso Henrique, trocando boas ideias com o companheiro André, fez o seguinte comentário:


Andre, então poderíamos voltar à época em que o Flamengo não pagava salários, disputava para não cair, contratava reforços do Ipatinga, era despejado de CT, tinha comentarista da rádio como treinador e era mais lido na página policial do que na esportiva. Esse tempo era bom né? Ruim é agora!”


Henrique, amigo:

Convido você a uma pequena viagem pelo seu comentário, pois será uma boa oportunidade para se conhecer melhor a história do clube.

Você começou bem, dando ênfase à importância do Flamengo manter a sua dignidade, pagando religiosamente em dia os seus profissionais e funcionários. Levei isto tão a sério que, e Deus sabe como, mantivemos durante quatro anos esta relação de dignidade, não fazendo mais do que a nossa obrigação, pagando em dia a quem trabalhou. Pergunte a qualquer funcionário ou ex-atleta do clube se o que aqui afirmo corresponde à realidade. Portanto, à vontade neste aspecto, devo acrescentar que isto só foi possível por alguns fatores, dentre os quais, o mundo do marketing que começava a abrir as portas para os clubes de futebol. Outros presidentes, que viveram uma outra época, não tiveram como resolver o tema, com certeza, como gostariam. Bom não esquecer que ao longo da vida, até por uma questão estatutária, o Flamengo teve uma única forte fonte de receita – o futebol – que pagava todas as outras atividades esportivas. E, claro, o fato de se decidir mais com a emoção do que com a razão.

Quando você afirma que o Flamengo disputava para não cair, faltou o complemento: “e nunca caiu”! Todos os dirigentes que por lá passaram tiveram dificuldades. Portanto, cada caso é um caso. No que você aborda, tive uma única experiencia. Em 2005, ao lado de Hélio Ferraz, assumi o futebol que, segundo os matemáticos, tinha 93% de cair para a segunda divisão. Meus amigos me chamaram de louco por ter aceito uma causa, para eles, perdida. Confesso a você que, embora não tivesse dado volta olímpica ou, levantado um caneco, ajudar o Flamengo a sair daquela página que seria medonha, foi comovente e pra lá de gratificante.

Quanto a contratar reforços do Ipatinga, talvez você, muito jovem, não tenha a mínima noção do ocorrido. Ao final de 2005, entrando 2006, o Flamengo não tinha entre os profissionais de razoável nível, mais do que seis jogadores sob contrato. Era ir ao mercado, sem nenhum recurso, pois o clube passava por uma brutal crise financeira, ou colocar juniores e juvenis para jogar. Por isso, com a ajuda do meu amigo Zezé Perrela, presidente do Cruzeiro, e de Itair Machado, presidente do Ipatinga, conseguimos pegar, sem nada pagar, o que havia de melhor no clube que em dois anos sucessivos havia sido vice-campeão e campeão mineiro. Com os reforços do Ipatinga, em janeiro de 2006, começamos uma jornada que foi até 2009, onde conquistamos Copa do Brasil, o penta-tri Campeonato Carioca, um Campeonato Brasileiro e duas participações na Libertadores.

Quanto ao despejo do Fla/Barra, quem tiver a curiosidade de se aprofundar na matéria, basta entrar aqui no blog e clicar em “Consórcio Plaza”. Esta foi uma das mais escandalosas histórias ocorridas no Flamengo e, por incrível que pareça, ao invés do clube receber pelo enorme prejuízo financeiro e institucional, ainda está pagando. Um nojo…

Quanto ao fato de ter tido um ex-comentarista de rádio como treinador, deixo pra você a seguinte pergunta: Se a Seleção Brasileira teve um ex-comentarista como treinador, por que o Flamengo também não poderia ter?  Muitas vezes, é muito melhor arriscar, inovando, do que cair no lugar comum de profissionais que o mercado oferece no momento. E, este foi o caso. Quanto à página policial mencionada por você, confesso que não entendi. Teria sido o lance do despejo do Fla-Barra?

Para finalizar, querido Henrique, entenda que não há como se comparar momentos distintos. Hoje, Eduardo Bandeira de Mello, que com toda sua diretoria super competente, conta no orçamento anual com uma fortuna incalculável de direitos de televisão, isto só é possível pelo fato de lá atrás, Marcio Braga, Michel Assef, e mais alguns companheiros, terem iniciado uma batalha em que de um lado estava o Flamengo, querendo receber por seus jogos transmitidos, e do outro, o genial Dr. Roberto Marinho, que achava que não devia pagar nada,”pois a televisão ajudava a melhorar a imagem do Flamengo..”. A batalha foi longa e, Marcio Braga e Cia… ganharam a guerra, em que todos os dirigentes que depois vieram e, principalmente agora, estão usufruindo. Claro que, hoje, ter um talento como Fred Luz negociando, ajuda e muito. Reconheço…

Você acha legal o “sócio torcedor”? Você vê a TV FLA? Pois é.… tudo isto começou em 1995, com a campanha “Seja Sócio”, dirigida principalmente para os torcedores fora do Rio, com o batismo de “Sócio Off Rio”. Atrelado a este projeto nasceram a “TV Interativa” e a “Fla TV”. Estes projetos estão em pé até hoje, ajudando, e muito, ao Flamengo respirar financeiramente cada vez melhor.

Como detalhe final, deixo outra pergunta: Quem jogou mais bola, Zico ou Vinícius Júnior? Ou, quem foi mais importante para o Flamengo, Zico ou Vinícius Júnior?  Claro que você vai me chamar de maluco por perguntas tão estapafúrdias e, antes que isto ocorra, digo que citei este caso só para dizer que, com 16 anos, Vinicius Júnior, no seu primeiro contrato profissional pra valer, vai ganhar mais do que Zico ganhou em toda sua trajetória maravilhosa no Flamengo.

Em síntese, querido Henrique, os tempos são outros. Qualquer comparação pode ser perigosa e injusta.

Fortíssimo abraço.

1 Comentário

  1. Caro Kleber, como você consegue ser tão digno e educado lendo uma palhaçada desta dentro da sua “casa”?
    Olha , confesso a você que não tenho mais paciência com essa patrulha que acha que o Flamengo foi fundado em 2013 ,quanta injustiça e arrogância , esse pessoal cansa !!!!

    Reply
  2. Kleber,
    Acho q a citação do Henrique sobre “Páginas policiais” deve ser pelo caso do goleiro Bruno e, recentemente, do ex Vice de Futebol.
    Outro detalhe, que vc não lembrou de citar na comparação ZICO X VINÍCIUS JUNIOR, é que o moleque, com 16 anos, deu mais dividendo ($$$) ao Flamengo do que nosso Rei Zico.
    Mas no campo, o nosso Zico é incomparável.
    SRN!

    Reply
    • Meu amigo Carloto!
      Estou chegando de Paraty e, evidentemente, não me deito antes de ler o NOSSO blog!
      Entendi perfeitamente sobre as “páginas policiais”. Fato! Mas isso só serve pra memes. O Flamengo não é responsável pelo que seus funcionários fazem. Até porque, isso não é específico de Flamengo. Tivemos um amontoado de casos de outros clubes, que também viraram notícias policiais. Acontece, que ELES não são o Flamengo.
      Me deparo com uma obra de arte do nosso guru! Um verdadeiro espetáculo!!!!
      Quem só conhece o Flamengo pelo rádio de pilha, Internet, TV… ou, até mesmo arquibancada, deveria pagar pra ler esta matéria.
      Difícil escolher um parágrafo pra comentar. Mas, o que me chamou mais atenção pela resposta inteligente, foi justamente esse: “Se a Seleção Brasileira teve um ex-comentarista como treinador, por que o Flamengo também não poderia ter?”
      Saldanha foi meu editor na Manchete Esportiva. Escutei a história da seleção de 70, pelo menos umas 50 vezes. Quanto ao Apolinho, foi a pessoa certa no momento certo.
      A comparação feita pelo Kleber, não poderia ter sido mais feliz…
      Apesar de todas as minhocas arrancadas do asfalto naquele tempo, talvez, nosso Henrique não saiba, quem levou o primeiro contrato de uma estatal para o Flamengo. E, esse mesmo contrato, durou pouco mais de 25 anos estampando nossa camisa, como patrocínio master. Na época, um fato inédito no futebol brasileiro.
      Quando o Flamengo contratou os jogadores do Ipatinga, a mídia em peso foi a favor. De todos, o que mais gostei, foi o volante Paulinho. Mas, a estrela da companhia era Walter Minhoca. Um meia da melhor qualidade que infelizmente não foi bem no Flamengo.
      Em 2005 estávamos literalmente com a vaca atolada no brejo. Nem o sininho tocava mais. As contratações feitas por Kleber, principalmente a do técnico Joel, nos salvaram milagrosamente do caos.
      Nossa “arrancada” começou justamente em São Paulo contra o Palmeiras, gol do El Tigre, depois Botafogo, Ponte, Fortaleza, Paraná, Goiás e, por fim, Paysandu.
      Portanto, acho muito hilário, quando alguns acham que o Flamengo nasceu ontem.
      Mais hilário e nojento acho, quando uma simples opinião do Kleber, pro site da Fox, é motivo para uma enxurrada de idiotas mal educados, que não conhecem a história do Consórcio Plaza. Já demonstrada no blog várias vezes…
      Por outro lado, Bandeira assumiu o Flamengo com uma pemba de R$760 milhões, mais da metade deixada pela Sra, Patrícia Amorim.
      Contudo, o máximo que ouvimos falar dela, é “Presidente do Parquinho”…
      Texto absolutamente irretocável, amigo Kleber. Uma demonstração gratuita para aqueles que só conhecem o Flamengo do fosso para o gramado…

      Reply
  3. Kleber,

    Queria ter ao menos 10% da sua fidalguia, infelizmente me afastei um pouco do blog, por causa dessa meia duzia de babacas que são torcedores de dirigentes. Não viveram os anos 80/90 e se enchem de rancor para posar de sabedores das coisas e fazer criticas a esmo. Na verdade para eles o flamengo parece que so começou a ser flamengo em 2013.
    Pobre desse falso rubro negro aqui, pois nao penso dessa forma e nao tenho paciencia para quem pensa.
    Abraços

    Reply
  4. Kleber me desculpe, mas eu também não tenho saudades desse Flamengo que o Henrique descreveu. Eu tenho saudade do Flamengo dos anos 80 que vi jogar, que ganhava e encantava, multi-campeão. Não, eu não acho que o Flamengo começou em 2013. Mas foi a partir deste ano que o Flamengo começou a sair da falência e isso é inquestionável. SRN!

    Reply
  5. Boa tarde presidente,

    Muito bom ver essas respostas em um espaço tão democrático.
    Tão não tenho saudades dos tempos ruins que passamos, mas também vamos ser indelicados e julgar algo sem ao menos conhecer os fatos.
    acredito que o colega do blog foi infeliz em suas palavras, e devemos repensar em nossos atos pra evitar ofensas.
    o problema desse flamengo atual é isso, que acham que, por estar fazendo nada mais que a “obrigação”, acham que são donos da verdade e podem tudo.
    Que são bons administradores, ninguém tem dúvidas, no entanto, são péssimos no departamento do futebol. e esse péssimo também nos trouxeram prejuízos não muito pequeno. 2 eliminações traumáticas na libertadores nos causaram, só ai, um prejuízo de mais de 50 milhões. Jogadores irreconhecíveis contratados por um absurdo que sequer conseguem dominar uma bola, veja dar retorno técnico e financeiro.
    Então amigos, vergonha nós passamos, e muito, com essa diretoria também.
    Vamos ter mais humildade nas críticas porque todos são passíveis de erro, e o que não pode é errar por dolo, ai sim é o problema.
    Se o flamengo é tão grande, devemos muito às diversas diretorias lá atrás que nos fizeram ter essa imensa nação.
    Não sei vcs, mas uma das maiores alegrias que tive no futebol, foi ver Romário desfilando nas ruas do rio, logo após conquistar uma copa e se tornar o melhor jogador do ano. Foi tão gratificante quanto um título, e, mesmo que ele não tenha conquistado tantos títulos conosco, vou agradecer sempre Kleber Leite por ter dado a mim a oportunidade de ter visto um dos maiores jogadores que já vi jogar, com a camisa do Mengão!!! Foram muitos espetáculos que o baixinho me proporcionou.
    é isso, em resumo, quis dizer que diretoria alguma deve criar soberba e menosprezar os colegas, isso mesmo, colegas, pois todos tentaram fazer o flamengo melhor.

    Abraços

    Reply
  6. Kleber, gostaria de propor aqui uma discussao relevante para o nosso clube, ja que trata da imagem de nossa paixao.
    Tomo a liberdade de transcrever parte da entrevista do volante Muralha, que foi formado na base, ao cansl Fox. Disse ele:”Essa venda para o Real, acho que o Flamengo não foi mal. Foi bom para os dois lados, tanto para o garoto como para o Flamengo. O clube fez dinheiro e conseguiu abrir uma porta para um time grande que é o Real Madrid.” Alem dessa entrevista, recordo a todos a entrevista do lateral esquerdo Jorge que, ao chegar no Monaco, disse que estava feliz por ter conseguido chegar a um clube grande. Apos a conquista do Carioca, Rafael Vaz disse que o ZR era um tecnico fantastico e que tinha certeza que ele iria treinar um time grande.
    A pergunta e: Estao nossos atletas pensando que o Flamengo nao e um time grande? O Jorge considera o Monaco um grande, maior que o Flamengo, o Muralha diz que foi bom vender o VJ pq o Flamengo abriu as portas pro Real como se fossemos aqui um clube de meia-confecção e o Vaz sugere que o ZR vai treinar um time grande.
    Acho que muitos dos problemas atuais do time, apontados e reclamados neste blog insistentemente apos cada rodada, podem estar ligados a esta mentalidade.
    Tai uma reflexao a ser feita.

    Reply
    • Alexandre,
      Ótimo comentário. Só faltou a entrevista do Marcio Araújo, que após a eliminação da Libertadores disse que “menos uma competição, bom para descansar”… Falta vontade de “vencer, vencer, vencer!”.

      Abraço!

      Reply
  7. Acho que este assunto, conforme o anfitrião mesmo disse pode contribuir para que se conheça melhor a tão gigante história do clube. É óbvio que não nascemos em 2013 e que todos que lá um dia estiveram deram sua contribuição ao clube. Tirando o desastre que foi a gestão do Edmundo, todos outros deram sua contribuição ao nosso amado clube, mas também tiveram seus erros, igual a gestão desta diretoria. Só acho que agora realmente usufruir da grandeza, basta querer. Acho que faltam alguns ajustes, claro que sim, mas não vejo motivos para tanta corneta, já abraçamos times infinitamente piores que o que está aí!

    Reply
  8. Prezado presidente, quanta educação, quanta clareza e realmente vivemos épocas muito dificies, me lembro bem de todos os fatos citados com muita clareza e um comentário, o treinador que era radialista foi vice campeão da Supercopa 95 , com a campanha de 8 jogos, 7 vitórias e apenas uma derrota. Vencemos Vélez/Argentina, Nacional/uru, cruzeiro e só perdemos a final no saldo de gols para o independiente/Arg. O que não se mostrou uma decisão tão equivocada. Talvez pensamos que só o fato de equacionar dívidas e a alegria da torcida, é claro que os tempos mudaram muito, mas o Flamengo pra ser bem sincero já era gigante até mesmo antes do Zico. E muitos passaram e deram enormes contribuições para se agigantar mais, na qual cito Márcio Braga,um gigante presidente que tivemos. Um visionário, ao lado do de vários grandes como o se. Jorge Helal, o próprio Michel Assef que tbem fez muito pelo Flamengo, até chegarmos ao citado Kleber leite que fez a maior contratação que o Flamengo fez até hoje. ( Romário). E se realmente não conseguiu por obra do acaso muitos títulos, conquistou em 2005 sem dúvida o mais difícil de todos, livrar o Flamengo de um rebaixamento inevitável. Com 6 vitórias e três empates em 9 jogos restantes. Montando com aquele início um time que foi campeão brasileiro, campeão copa do Brasil e tri campeão carioca . Em resumo não vivemos épocas tão ruins assim. Parabéns nobre presidente, pela coerência, educação e paciência.

    Reply
  9. Não acredito que tenha sido uma crítica pessoal ao KL, e sim a narrativa de um contexto de uma época. Tivemos um prwsidente que sofreu impeachment. O Vampeta fingia que jogava, o próprio KL, quando assumiu o flamengo contratou jogadores com dinheiro do proprio bolso, pois o flamengo pela enesima vez estava quebrado. Quem nao se lembta do Marcio Braga dizendo na Tv que o dinheiro acabou.
    O grande mérito da atual diretoria é ter mudado o paradigma e implantado uma gestão empresarial correta e o primeiro passo foi saber o real tamanho da dívida. Acho que falta pouco para iniciarmos mais um ciclo de grandes títulos.
    Srn

    Reply
  10. Pessoal, por várias vezes”louvei” aqui no blog a importância de nossos antigos dirigentes, comentaristas é repórteres rubro negros. Inegavelmente, foram responsáveis pelas conquistas, glórias e por termos a maior torcida do Brasil e do mundo.
    Agora gente, o blog só é essa delícia porque respeitamos as diversas, ótimas opiniões, por sinal que aqui encontramos.
    Henrique, vc é um dos melhores…mas se conhecesse o Apolinho….nosso treinador por uns meses. Um dos maiores flamenguistas que eu conheci. E que competência….
    O Bandeira está muito bem, apenas precisando aparecer menos, nomear um VP de futebol e continuar cuidando das finanças.
    Quem sabe assim ele poderá no futuro ser comparado a Kleber Leite e Márcio Braga como os melhores presidentes que o Flamengo já teve!

    Reply
  11. Kleber, tenho 67 anos e por ter acompanhado e vivido, como torcedor, posso atestar tudo o que você afirma.Excelente post e nada mais acrescentar,exceto parabeniza-lo pela sua educação.

    Reply
  12. Amigos do Blog, Tenho certeza de que o companheiro Henrique não teve a menor intenção de diminuir qualquer momento da história do Flamengo. Pelo contrário, a finalidade foi exaltar a recuperação financeira, e, consequentemente, a recuperação da credibilidade do clube. Hoje, os jogadores desejam jogar no Flamengo. Tinha 16/17 anos em 1995, época da gestão do presidente Kléber Leite, e estava sempre no Maracanã assistindo aos jogos do Flamengo. Vibrei muito com a chegada do Romário, me decepcionei com o as derrotas do ano do centenário e comemorei muito o título estadual invicto em 1996. Vejo o Flamengo atual em um bom caminho. Acredito que o time está mais regular para disputar campeonatos por pontos corridos, mas acho que está faltando aquela raça tão característica do Flamengo quando participava das decisões. Era muito bom dizer: Deixaram o Flamengo chegar, já era! Acho que falta hoje a participação maior da base no time titular e uma postura mais incisiva de todos que trabalham no clube para mostrar aos jogadores o que é ser Flamengo e o que significa jogar no Flamengo. Um abraço a todos. SRN

    Reply
  13. Eu concordo com quase tudo q o Kléber falou, principalmente q estamos em outros tempos, e tenho certeza q todos dirigentes q já administraram o Flamengo tentaram o melhor p o clube,e todos deram sua parcela de contribuição, mas quando se fala da nova administração, não estamos falando só em dinheiro,vem junto o posicionamento da diretoria de respeito ao torcedor, como transparência, não iludir na hr de uma aquisição de jogador,deixar os jogadores serem os protagonista e não os dirigentes, enfim estão dando um show de administração, volto a dizer, sem querer críticar gestões anteriores!

    Reply
  14. Venhamos e convenhamos , é nítido ( e não estou falando particularmente de ninguém) que quando o atual Flamengo é criticado se cria um clima de revanche e inconformismo . Só não enxerga quem não quer , poxa temos que achar tudo lindo e maravilhoso a partir de 2013 ?

    Reply
  15. Kléber, o sócio off, só tinha um problema, a regra cobrava muito km de distância para se associar, rs.

    Parabéns pela fidalguia, mas acredito, que pela juventude, apesar de muito pesquisador, não se atentou aos fatos, e que aquele momento do futebol NO BRASIL era único e, os tempos agora são outros (certidão, refis, contratos, leis).

    Reply
  16. Kléber – pra fazer uma ponte e -, quem sabe o Flamengo não democratiza, definitivamente, jogos do Flamengo (sub20, basquete…) passando ao vivo pelo you tube, assim como já faz o Coritiba, Atl. Paranaense e agora a própria CBF.

    Além, de aumentar a quantidade de assinantes do canal, seria uma forma de ganhar audiências e quem sabe fechar outros e melhores contratos publicitários.

    “CBF vai transmitir próximos amistosos da Seleção pela internet”
    https://m.tecmundo.com.br/streaming/117160-streaming-amistosos-selecao-pela-internet.htm

    Reply
    • Kléber, só para constar como esse blog é uma ponte. Não demorou muito é o pedido de transmissão de jogos do fla se tornaram mais frequentes pelo Facebook do clube, nos integrando cada vez mais.
      Obrigado Kléber, VP’s e diretoria.

      Reply
  17. PRESIDENTE Kleber Leite:

    Perfeitas suas ponderações.
    Apenas acrescento, para tantos rubro-negros sem memória, que devemos, também, tratar com mais respeito o fantástico JOEL SANTANA, que aceitou o seu convite, Kléber, encarou os 93% de chances de rebaixamento em 2005 e, vencendo os jogos absolutamente mortais, manteve a dignidade rubro-negra não apenas intacta como, também, temida.
    E eis que, além disso, em 2007, ele novamente pegou o time na zona de rebaixamento e o levou à Libertadores_chegamos em 3º lugar. Provavelmente, com mais uma ou duas rodadas, teríamos vencido o brasileirão.
    Saudações,
    Carlos Cazé.

    https://www.youtube.com/watch?v=gFrzhybXmBM

    https://www.youtube.com/watch?v=f2eMwxednSU

    Reply
  18. Presidente Kleber,
    Parabéns pelo post repercutindo o comentário do nosso flamenguista Henrique. Você mostrou todos os pontos de uma forma muito educada e respeitosa. E, para concluir, concordo com todos os argumentos colocados. Um grande abraços a todos os companheiros desse blog. SRN

    Reply
  19. Kléber Leite, hoje comentava com meu irmão, flamenguista é claro, que quando você assumiu o futebol do Flamengo, que estava pra cair, foi radical e colocou o Joel Santana como treinador, Júnior Baiano foi afastado, pois estava jogando muito mal e o Flamengo indo para segunda divisão.
    Tenho a oportunidade de lhe dar os parabéns pela coragem em ariscar seu “pescoço” para salvar o Flamengo, quando a maioria absoluta já tinha entregado os pontos. Troco escapar da segunda divisão por qualquer título, obrigado!
    Corrija-me se estiver errado!

    Reply
  20. Caro Kleber e amigos!
    A EDUCAÇÃO do Kleber Leite deve ser escrita sempre em letras maiúsculas. Não podemos deixar de louvar um texto de alta grandeza, com colocações nobres e bem esclarecedoras. Também ressalto algo muito difícil de se ver nos dias de hoje. As pedras que foram atiradas no Kleber foram devolvidas transformadas em flores ao Henrique, que diga-se, tem boa lucidez nos comentários, e quem sabe, não tenha tido a intenção de provocar o Kleber.
    A vida é assim e o Kleber mesmo com a alma sangrando, colocou cada fala e cada palavra de uma forma harmônica e que até nos pareceu poesia.
    Acredito que cada coisa no seu tempo, cada ponto nos seus is, cada virgula no lugar certo. Os tempos são outros, o próprio Brasil permitiu isso e aqui sempre reconhecemos toda capacidade do EBM e da sua turma. Agora a vida também tem suas ironias. Nós temos um carro do ano nas mãos e sempre estancamos o mesmo, ou seja, nós podemos comprar o carro e não sabemos como andar para frente de forma segura no futebol.
    Com isso quero dizer que mesmo sem dinheiro abundante, todos os grandes títulos do Flamengo estão na galeria do passado. Hoje o futebol está rico. No passado, o futebol era pobre, onde funcionava praticamente o rádio. Hoje, a própria TV banca os clubes, os bancos não ficam para trás, sem contar os altos patrocionios. Hoje tudo é bem mais fácil e olhe, que não vou nem mencionar o valor dos atletas para o futebol europeu.
    Parabéns Kleber pelo texto e pela nobreza da resposta. Quanto ao Henrique e pelo que sabemos do Kleber, o espaço continuará democrático e certamente aberto para o mesmo. Que o Henrique não sinta-se envergonhado em fazer novos comentários. Como já disse aqui que o Kleber é o Messi com a caneta na mão, prefiro não marcá-lo. Vou sempre preferir assisti-lo jogar.
    SRN

    Reply
  21. Meu Pressidente,sua gentileza e educação é algo incomum,não vi como direcionado o comentário do Henrique.
    E vejo como algo que também não me orgulhe como torcedor.
    1-Briga contra o rebaixamento era algo comum na sua gestão ou em outras.
    2-No caso da fuga contra o rebaixamento em 2005 fiquei feliz mais não orgulhoso.
    3-Com relação à galera de ipatinga foi outro fator que não trouxe orgulho ,pois nenhum vingou e assim como em 2007 ganhamos um campeonato na marra e no grito da torcida.
    4- Gênios são diferentes e inovam sempre como me senti orgulhoso quando vc trouxe o Romário onde naquela época quem pensaria em trazer?vc foi lá e bancou não só Romário como um esquadrão de craques.E quem de igual modo ousaria ou pensaria em Trazer para técnico um Rubro negro alucinado como o velho apolo?vc foi lá o convenceu e trouxe como fiquei orgulhoso e feliz.
    5-No caso de paginas policiais não vejo que tenha sido na sua época e sim o caso Bruno.
    Presidente vc é um dos maiores de nossa história e com esse espaço ,com suas ideias e postagens mostra com vc é diferente e como me delicio com seus posts e os comentários de cada um aqui.
    Com relação à atual diretoria realmente os tempos são outros e a turma do Bandeira me dá sim orgulho pois vejo um clube preocupado não só em títulos mais também em se reerguer com clube,sanar finanças é coisa que essa galerabtratou como primordial.E hj todos aqui estão vendo um time com perspectiva de título ou brigar na ponta(não que vá acontecer pois futebol depende de vários fatores)
    Assim como os tempos são outros no que diz respeito a captação de recursos os tempos são outros na safra de jogadores também,ou seja vejo que todos os contratados vieram com status ou seja hoje quem critica os gringos vibraram com a contratação de Mancuello,Donatti,Cuellar e Berrio.
    Forte abraços e a Cesar o que é de Cesar.

    Reply
  22. Kleber, como todo carinho que eu tenho por vc, o caso APOLINHO é inexplicável, e menos ainda justificável, essa vc tem que dar a mão a palmatória, e com méritos. SRN.

    Reply
  23. Querido KL, como sempre a educação, a transparência e a doçura de suas colocações. Concordo 100% com seu post, afinal vivenciei glórias eternas, jornadas impossíveis, derrotas amargas durante meus 60 anos de amor incondicional.
    Ah se os antigos dirigentes tivessem 10% do orçamento dessa galera atual. Sem grana alguma trouxemos o melhor do mundo em 95. Lembram?
    Flamengo colegas do blog já nasceu imortal.

    Reply
  24. Querido amigo Kleber,
    Ao ler sua resposta ao Henrique os sentimentos que me assolaram foram o de orgulho por ver a fidalguia com que tratou o garoto, bem como, de muita emoção pela “aula de Flamengo” dada ao mesmo. Sabemos todos os aborrecimentos e contratempos enfrentados por você ao assumir o futebol do Flamengo em 2005. Sem a menor dúvida, muita coragem e infinito amor ao nosso Flamengo o motivaram a tal. Como você ressalta em sua resposta, o mesmo parece ser novo, seguramente, até pela distância, desconhece o âmago das entranhas rubro-negras. Desrespeito às antigas Diretorias, sejam elas quais tenham sido, é lugar comum na avaliação dos mais novos. Esquecem que o Flamengo que amam, do qual se orgulham, que o emociona em suas conquistas foi forjado pelas administrações pretéritas.
    Enfim meu amigo, você é um dos rubro-negros que mais admiro por conhecer e testemunhar de seu amor infindo ao Flamengo. Tenho muito orgulho de ser seu amigo, você sabe disso.

    Reply
  25. Está certo que o ano de 2005 não deixou saudades para a torcida do Flamengo. Foi um ano em que o clube só conquistou a Taça Record. Mesmo com time recheado de jogadores da base, perdemos o carioca, fomos eliminados na Copa do Brasil. E No Campeonato Brasileiro o time flertou com o Rebaixamento. Mas o clube provou que time grande não cai, e quando tudo parecia perdido fez uma arrancada espetacular e conseguiu fugir da degola. De bom mesmo, foi a revelação de Renato Augusto.
    Anos passaram,os tempos são outros. Qualquer comparação pode ser perigosa e injusta. E evidente que o Flamengo melhorou administrativamente , a direção atual esta saneando as finanças do clube, porém penso que falta gente que entenda de futebol na direção. Falta homem pra cobrar dos jogadores, me preocupa essa elitização que atual diretoria tenta passar no clube. Flamengo é povão, é raça, por isso não foi rebaixado em 2005.
    Quanto a comparação de se contratar jogadores do Ipatinga, hoje a atual diretoria já trouxe medíocres reservas do Grêmio e do Vasco, trouxe jogadores do ABC, do ASA, do Bangu , do Alecrim,do Sampaio Correia e dois do XV de Piracicaba…Não importa de onde vem , precisa jogar com vontade e alma, Nem sempre se acha Obina ou Hernane….

    Reply
  26. Caros Amigos,

    A forma educada e gentil como o Kleber trata a todos não é novidade para ninguém, assim como o fato de muita gente não conhecer o passado e a história do Flamengo, e por este fato acreditam que o clube foi criado a pouco.
    Ainda bem que o Henrique deu chance para que o Kleber contasse um pouco das histórias que fizeram o Flamengo se tornar este gigante.
    Caro Henrique o pessoal atual é ótimo, mas muitos fizeram muito pelo clube, acertaram e erraram, mas antigamente era muito mais difícil, pois tudo era feito de forma amadora, duas situações deram um impulso muito grande, à chegada da FAF, e a eleição do Kleber que mudou o patamar econômico do Futebol Brasileiro com a introdução do marketing.
    Como é bom e importante este espaço democrático, onde podemos esclarecer tantos histórias mal contadas

    Reply
  27. Aproveitando a oportunidade, vide que já trouxe o tema aqui outras vezes, estaria na hora do FLAMENGO se transformar em uma EMPRESA?

    O Anteprojeto de Lei Geral do Esporte Brasileiro, que tramita no Senado, propõe a criação, de clubes em Sociedade Anônima Esportiva (“SAE”). Eu acredito que depois do Estádio, a viabilização desse projeto seria o maior e mais audacioso, já que o Flamengo – repito -, precisa ser protagonista e continuar na vanguarda.

    Reply
  28. Caros,
    Escrevi esta madrugada e meu comentário ainda não foi colocado, o Robert ganha muito, trabalha pouco e dorme bastante, sempre foi assim, desde pequeno, lembro que certa vez ele fez malcriação em Arraial do Cabo e seu pai o colocou de castigo, o obrigando a ser torcedor do Botafogo.
    Mas voltei aqui na realidade para dizer que no meu post reconheci como fundamental para uma virada do clube a vitória da FAF, e dizer que o meu pai foi um dos 2 candidatos derrotado na eleição, o outro foi o querido Dr Hélio Mauricio.
    6 meses depois, os dirigentes dos Esportes Olímpicos da diretoria do Marcio Braga, me contrataram para ser treinador do Flamengo, portanto conto estas coisas para mostrar ou demonstrar o respeito que existia entre adversários políticos, mas acima de tudo rubro-negros .
    Outro dado importante, o Kleber quando assumiu o Flamengo elevou o orçamento de receitas do clube em 10 vezes mais do que se arrecadava antes, isto me foi dito pelo Luis Veloso, o seu antecessor como presidente.
    Mengoooooooooooooooooooo

    Reply
    • Foi mal a demora Rada e demais amigos. Mas estava em um voo de 12h onde, teoricamente, deveria ter Wi-Fi, mas o dito cujo estava desabilitado.
      Abraços em todos!

      Reply
    • Amigo Rada!
      Ainda sou do tempo da bandeira do Flamengo cravada na Confeitaria Colombo (cidade) e, da mesma, cravada no Le Coin do nosso querido Toninho…
      Cada título, era invariavelmente polícia na porta do restaurante. kkkkkkkkk
      Vou te fazer uma pergunta relacionada ao SEU esporte.
      O resultado vou mostrar ao meu irmão TEIMOSO, que foi federado no Flamengo e se acha…
      ELE, não só acha o Giba o melhor jogador brasileiro de todos os tempos, como endeusa o ponta.
      EU, pela dificuldade dos saques violentíssimos atualmente (até 140 km) e, tendo obrigação de colocar a bola nas mãos do levantador, acho o Escadinha o melhor de todos.
      Sei que são posições absolutamente diferentes!!!
      Gostaria de saber sua opinião sobre esse “imbróglio”…

      * Por outro lado, assim como também acho o Renan Dal Zotto o jogador mais completo que já pareceu por aqui.
      Não foi um Karch Kiraly, mas mandava muito bem em todos os fundamentos.

      Reply
  29. Bom dia presidente,devido dificil situação finaceira que eu e minha família,(a quem só vivo pra ela) estamos passando por uma dificil situação,acompanhar este blog tem sido um alento e um grande aprendizado. Ver suas respostas educadas,simples e sem deixar duvidas,para algumas situações dúbias que são colocadas aqui.Minha mãe,a quem devo a minha honra diz assim”discutir com quem não tem boas intenções é como dar remédio pra defunto,não serve pra nada”.Não estou falando do citado texto mas a outros que já vi aqui no blog.Caso alguém esteja pensando em algum negocio aqui em FORTALEZA estou a disposição e precisando.

    Reply
  30. Salário em dia de funcionários é obrigação não é mérito …. quem vive o dia dia do clube sabe que foram os bons e poucos presidentes que tiraram do próprio bolso recursos para manter a dignidade do trabalhor rubro-negro
    O radialista citado é grande rubro-negro que sempre pensou o flamengo grande foi contratado no meio da temporada e por causa de critério de desempate que já foi reformado não fomos campeões da Supercopa em 1995
    O Ipatinga sob o comando do Ney Franco fez grande parceria com o
    Flamengo que deu o start para o penta tri e título nacional em 2009

    Reply
    • Marquinho, só uma obs: na Supercopa de 95, perdemos de 2×0 lá e ganhamos de 1×0 aqui. Não teve critério de desempate alterado que pudesse nos prejudicar. SRN

      Reply
  31. Kleber e companheiros do blog,
    Pensei muito se iria ou não escrever alguma coisa sobre este post, mas depois de ler / ver esse verdadeiro linchamento ao companheiro Henrique, que inclusive nem conheço pessoalmente, resolvi por emitir minha humilde, sincera e honesta opinião.

    Vou começar pelo último parágrafo redigido pelo Kleber:
    “Em síntese, querido Henrique, os tempos são outros. Qualquer comparação pode ser perigosa e injusta.”

    É sobre esse paragrafo, com o qual concordo plenamente, que eu gostaria que todos que aqui opinaram refletissem…
    Como bem disse o Kléber, não temos como comparar momentos e situações tão distintos, dessa forma e principalmente por isso, não podemos ser tão impiedosos com as colocações e a expressão de sentimento que foi genuína e puramente explicitada pelo Henrique, com a qual, eu que já não sou tão jovem como ele (tenho 59 anos), em muito também concordo.

    Gostaria de deixar claro, que não sou favorável a tudo que está sendo feito na gestão EBM, principalmente em relação ao “campo bola”, basta verem em meus posts anteriores que sou radicalmente contra a atual gestão de futebol liderada pelo Sr. Rodrigo Caetano, com o aval do Sr. EBM, ainda assim não podemos negar que as colocações feitas pelo Henrique, sem nominar culpados / responsáveis pelas mesmas, efetivamente são verdadeiras e em muito deixaram a deriva a instituição Flamengo no que se refere a conduta ética e principalmente aos resultados esportivos.

    Concordo com todos, que a nossa grande paixão não foi fundada em 2013, mas também é fato, que antes de 2013 além de muitas glórias conquistadas a suor e sangue, tivemos passagens bastante tristes, que em muito empobreceram nossos sentimentos como fiéis e apaixonados torcedores, sendo algumas delas citadas no texto do Henrique.

    É uma pena ter visto nessa troca de opiniões o que considero o CÂNCER do nosso clube, qual seja o REVANCHISMO que está impregnado em todos que participam ou participaram de gestões administrativas do Flamengo, todos sem exceção, muito mais preocupados em se defender, em acusar outras gestões, em apontar culpados, em procurar estar bem na mídia, ANTES DO MAIS IMPORTANTE QUE SERIA SE UNIR PARA DEFENDER, PROTEGER GESTÕES, ENCONTRAR SOLUÇÕES, COLOCAR NA MÍDIA O MOTIVO DE NOSSA PAIXÃO QUE É O CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO.

    SRN

    Reply
  32. Então,acho que já foi tudo dito aqui neste blog. Como somos torcedores a impulsividade e a paixão também nos cega e certamente como somos apaixonados pelo futebol,vemos ou ouvimos aquilo que acreditamos que seja verdadeiro.Este blog criado pelo Kléber Leite é democrático e por isto ser tão concorrido e lido por diversos segmentos.Henrique,seja bem vindo,aqui o “bicho pega” rs.

    Reply
  33. Amigos
    Não tive em nenhum momento, respondendo ao Henrique, a intenção de constranger ninguém. Apenas falei com o coração a um jovem que admiro, pela paixão rubro-negra, pelas colocações sinceras e oportunas e, pelo texto muito bom e pragmático.
    Aqui, apenas disse o que sei, até porque o passado tem esta vantagem e, o que acredito como verdade. O nosso bravo Henrique tem todo direito de nada concordar com o que expus. Tomara que ele e outros jovens rubro-negros reflitam um pouco. Quem sabe sejam no futuro mais flexíveis em seus julgamentos e análises…
    Já mudei de opinião algumas vezes. Já revi conceitos e melhorei como ser humano. Reavaliar e, até mudar, não é vergonha e sim, demonstração de maturidade e evolução.
    De qualquer forma, obrigado sim, pelo carinho de sempre.
    Forte abbraço.

    Reply
  34. Amigos……….. Bom dia.

    O mercado das fofocas especulativas está em alta.

    1 – Everton Ribeiro
    2 – Rodolfo
    3 – Geovãnio
    4 – Julio Cesar
    5 – Sassá
    6 – jeferson ( Goleiro Botafogo)

    Se vier a metade disso, acho que ficaria ótimo.

    E o que os amigos acham ????

    Será que temmais nomes especulados graças a grana do Real Madri !?!?!

    ABÇ#SRN

    Reply
    • Meu amigo Andersooooooooon!
      Como tudo é especulação, vou dar minha opinião sobre os “especulados”…

      1 – Everton Ribeiro – Bandeira prometeu, quando o ST tivesse 80 mil sócios, que iria nos dar um presente de nível. É ele…
      2 – Rodolfo – Joga menos que Donatti, menos técnica que o idoso Juan e, apenas mais “antigo” que a draga Léo Duarte. Bola foríssima!!!
      3 – Geovãnio – O cara ganha R$1 milhão na China e, o contrato vai até 2018. Vendido por 11 milhões de euros. Só se tiver aleijado, ou não quiser mais ficar por lá, o Flamengo tira o cara da China…
      4 – Julio Cesar – Senhorita Suzana, a dona do Julio, já disse que não sai de Portugal, nem por um caminhão de Bacalhau do Porto. Para esquecer!!!
      5 – Sassá – Se for pra sassaricar como no Botafogo, melhor ficar por lá. Pra jogar bola, é ótimo reforço e, artilheiro…
      6 – jeferson ( Goleiro Botafogo) – Um dos MEUS 3 tops…
      Um sonho realizado SE isso acontecer…

      Reply
      • Meu amigo Nino!
        Mauro tem a caneta e o microfone nas mãos.
        Fica fácil ler suas matérias e, ouvi-lo.
        HOJE, já questiono muito as suas críticas. Fico com Rica Perrone, que por acaso é torcedor do São Paulo mas muito coerente.

        Reply
        • Mas é como diz o nosso caríssimo presidente EBM, Mauro César não é “protagonista” de nada, apenas um analista e comentarista…A caneta esta mesmo é com EBM. SRN.

          Reply
        • Na minha visão,o Mauro está entre os principais analistas do esportivos na atualidade,elogia um clube quando merece e critica quando necessário.E são críticas muito bem embasadas.Agora,tem jornalista que fica “babando o ovo” do Fla,principalmente os paulistas,depois que o Fla perde ficam rindo. Não vejo as opiniões dos jornalistas para ouvir o tempo todo elogios ao Fla,”O Fla é grande..”, eu sei que é grande.Tem pessoas que preferem ver os jornalistas que só falam o que o torcedor quer ouvir,não espere isso do Mauro,ele é jornalista,não “baba ovo”.Não analisa só o resultado,mas o rendimento que proporciona perspectiva de novas vitórias no futuro,esse sim é o jornalista bom,aquele que antecipa o futuro.Aqueles que ficam rasgando elogios e analisando 1×0,2×1, são mais do mesmo.

          Reply
  35. Egon, o Jeferson seria ótimo…se sua recuperação estiver 100%, né? Se não, mais um para o dm, ai é dose, meu irmão. Cadê o Rafael do madura?

    Reply
    • Graaaaaande Maurão, meu irmão!!!!
      Os caras saíram do Ninho para contratar, mas ainda não chegaram lá!
      Afinal, Madureira é muito longe. 20 minutos do Ninho…
      Os caras são mais lentos que preguiça descendo da árvore.

      Reply
  36. Kleber, a minha intenção jamais foi ou é criticá-lo, mas eu vejo o torcedor de futebol no Brasil como eterno insatisfeito ou daqueles do quanto pior, melhor.

    Atualmente, Flamengo, Atlético-MG, Palmeiras e Cruzeiro têm investimentos gigantes, mas só um será campeão. Os demais, no entanto, não serão fracassados caso consigam “apenas” a Libertadores.

    Eu realmente não peguei as épocas anteriores a 1995 e se meu ídolo é o Romário, provavelmente devo isto a ti.

    Só não consigo admitir, torcedor dizendo que bom era antigamente e o meu antigamente tem o Vampeta dizendo que finge que joga enquanto o Flamengo finge que paga, tem o Eurico zombando do Flamengo que perdeu o CT do Fla-Barra, teve Negreiros, Minhoca e tantos outros.

    Quanto ao Zico e Vinícius Jr, infelizmente os tempos são outros e se fosse hoje jamais teríamos o Zico por aqui por mais de 2 anos. Mas não acho correto jogar a responsabilidade de virar um jogo num menino de 16 anos.

    Acho que o intuito de todos é o bem do Flamengo, mas vejo um exagero nas cobranças à diretoria que pegou uma bomba e ao treinador de um time que perdeu 3 jogos em 2017, sendo dois jogando muito melhor e perdendo chances que até minha vó faria.

    As páginas policiais referem-se ao Bruno e a um zagueiro (eu acho) que bateu na mulher na balada, essas coisas.

    A conversa na internet é legal, mas nada substitui o papo ao vivo até para entender as reais intenções de cada. Um dia irei ao RJ e aí espero conhecer parte dos amigos daqui.

    Reply
    • Bela explanação, caro Henrique!!!!
      Como vi muito tempo, entendo perfeitamente a dureza do passado e, os progressos e facilidades do presente.
      Só um adendo! Zico hoje, não jogaria no Flamengo 6 meses…

      Reply
  37. Só mais um adendo, eu me tornei sócio OFF-Rio em 2013 e depois sócio-torcedor por causa da gestão que falava em pagar as contas e devolver ao Flamengo sua grandeza. Esta grandeza construída por cada um desde 1895.

    Um dia, numa reunião aqui em Florianópolis sobre a nova gestão do Figueirense, meu time também (são 2), apresentamos o modelo do Flamengo recém-implantando como o ideal para o Figueirense. Advogados paulistas, dirigentes daqui, conselheiros, etc, riram da nossa cara, pois o Flamengo não deveria, segundo eles, ser dado como modelo de nada.

    Passados três anos, a cada conquista do Flamengo na área administrativa eu posto nas redes sociais, falo com os amigos que estávamos certos e me sinto orgulhoso por ver as pessoas reconhecendo a gestão do clube.

    Espero que ele volte a ganhar em campo, aí seria perfeito!

    Reply
    • Grande Henrique!
      Parabéns pela bela justificativa! A grandeza do Kléber já está explicita no que ele escreveu mais acima.
      O Flamengo sempre gerando debates e creio, continuara sempre no mais elevado nível!
      SRN

      Reply
  38. Valeu, Henrique.
    Como sempre, gosto de tudo que vem de você, concordando ou não.
    Sou um ser espiritualizado e, o que vem de você me faz bem, pois há sinceridade em tudo que você coloca.
    O único pedido que faço, é que você reflita. Nada mais.
    Fortíssimo abraço.

    Reply
  39. Caro Egon,
    Na função de libero o Serginho foi o melhor de todos, como ponta o Giba um dos melhores de todos os tempos tem uma concorrência mais dura.
    Na minha opinião os 3 melhores foram Kiraly,Renan e Bernard, sendo que o maior talento pra mim foi o Renan.
    Agora Giba, Nalbert, Tande estão neste mesmo time dos melhores de todos os tempos.
    Comparar épocas diferentes é muito difícil
    Abraço

    Reply
    • Valeu, querido Rada…
      Descobri que sou leigo no esporte, mas não, bobo…
      Kilary foi um monstro em quase todos os fundamentos.
      Renan, um degrau abaixo, e Serginho um fenômeno como pivô.
      Melhor até que Guerrero… Kkkkk
      Abraço

      Reply
  40. Passei a frequentar o blog e o que me prende aqui é justamente a educação da maioria e a liberdade que temos de trocar idéias de forma livre e sempre em alto nível, não esperaria outra postura que não fosse essa do nosso eterno Presidente.

    Lembro pouco da época do Apolinho comando tecnico do Flamengo, era bem novo, mas, salvo engano meu, a estréia ocorreu na Argentina, um jogo pra lá de pegado e o velho Apolo, melhor comentarista do rádio carioca atualmente, em sua entrevista pós jogo disse que pediu aos jogadores para não fazerem a barba, não usarem desodorante etc… o jogo seria um fio desencapado, com todo o seu carisma e bom humor que lhe é peculiar, chegamos em baixa e saímos com uma grande vitória, um time tecnicamente ruim, mas a motivação dada pelo nosso treinador foi tamanha que vencemos o jogo na raça, com muita garra, uma vitoria com cara de Flamengo.

    Honestamente não vejo problema nenhum e ainda mais se tratando do Apolinho, rubro negro roxo, que o técnico seja radialista, musico, advogado, ele precisa entender do jogo e sobretudo sabe gerir pessoas, fazer com que os jogares matem um leão em campo pelo por ele e isso o Apolinho soube fazer, na minha opinião uma sacada de mestre de quem o contratou.

    Diante de sua inexperiência a frente de um time de futebol é que além da contratação do Apolinho, foi contratado um profissional da área, infelizmente não me recordo o nome do mesmo que era responsável por auxiliar nosso treinador em questões mais cotidianas da rotina de um time de futebol.

    Tudo que acontece no Flamengo ganha proporções estratosféricas, um prego que cai no chão vira um terremoto, nós que somos um pouco mais jovens temos que ter muito cuidado em analisar o passado do nosso clube, pois invariavelmente consumiremos noticias que potencializam, quer seja pro bem, quer seja pro mal, um fato que não teria tanta relevância em um clube médio ou até mesmo nos outros três clubes do Rio.

    Se o Romário fosse jogador e técnico do time do Flamengo ao mesmo tempo como fez no Vasco, imaginem a crise institucional que seria …..

    Resumindo…temos que filtrar e muito as noticias do passado.

    SRN

    Reply
  41. Parabéns ao Henrique, parabéns ao nosso mestre Kleber Leite que nos deram uma valiosa demonstração de civilidade, educação, e principalmente respeito mútuo.

    Nem quis comentar pois tinha certeza que haveria muitos comentários e me dediquei a ler cada um.

    Reply

Comente.