Timing é a palavra mágica

(Foto: AFP)

O “timing”, expressão em inglês, talvez tenha a tradução correta como “o tempo certo”, “o momento certo e talvez único”. Sabe aquela história do cavalo passar encilhado na sua frente, podendo ser esta a única chance? Isto aí é o tal do timing.

Numa das mais espetaculares contratações de todos os tempos, o genial Francisco Horta teve a sensibilidade de detectar o momento exato para dar o bote e contratar Roberto Rivelino e, pra quem não sabe, com um cheque voador… Digo isto, voltando ao tema de ontem sobre Lucas Lima.

Hoje, o Globo.com exibiu matéria (ler aqui) dando conta de que, o contrato com o Santos termina realmente no final do ano e, que os direitos econômicos do jogador estão assim distribuídos: 80% pertencentes ao fundo de investimento Doyen; 10% ao representante de Lucas Lima, Edson Khodor; e 10% ao jogador.

Claro que no fundo o que Lucas Lima quer é ir jogar no Barcelona ou algo parecido. Mas, e se não for agora? Em síntese, parto da premissa de que sonhar não custa nada, até porque, por maior que seja o sonho, sempre há, por mais remota que seja, uma possibilidade. O pecado é não acreditar e, consequentemente, não tentar.

Neste caminho até a janela do meio do ano, quando tudo pode acontecer, pode ser que haja um momento único de se transformar o sonho em realidade. Para isso acontecer, se acontecer, é preciso estar muito grudado ao tema, tornar-se íntimo.  Acompanhar e se aproximar de tudo e de todos, diariamente… estar sempre presente, sem ser chato e pronto para dar o bote na hora certa.

1 Comentário

  1. Mas a pergunta que não quer calar é, Sr. Presidente, nosso homem forte do futebol, é esse homem ligado e atento ao mercado?

    Pelas contratações até agora feitas, passa longe, bem longe, de ser Rodrigo Caetano tal pessoa. Cantamos aqui e deixaram escapar: Elias, Montillo, Tiago Neves, Felipe Melo, entre outros.

    Não duvido que a essa altura o homem forte do futebol no Palmeiras já não esteja até negociando salários com os representantes desse jogador.

    Gente boa no mercado tem bastante. Olhar com atenção para eles tem sido nosso calcanhar de aquiles. Depois que inventaram essa história de central de inteligência que monitora o mercado no Flamengo a coisa desandou. Sou muito mais adepto ao bom e infalível olho humano e conversa ao pé do ouvido. Isso nunca falha.

    Reply
  2. A questão é que o elenco ja esta cheio de jogadores com mesmo perfil (Diego, Conca, Ederson) e com salarios altos. A questão não é a oportunidade do Lucas Lima e o dinheiro jogado fora com jogadores medianos como Berrio, Mancuello, Cuellar etc

    Reply
  3. Essa diretoria nao gosta de jogadores em que tenham que investir pesado. Eles gostam e do jogador tipo Casas Bahia ou Ricardo Eletro, pagos em n parcelas. Nao tem ousadia para tanto. Preferem pagar 15 milhoes no Berrio, mais 15 no Mancuello e outros 8 no Cuellar pq pagam em parcelas.
    Nao espero nada desse pessoal. Eles gostam e de bondes como o Berrio.

    Reply
  4. Em 2018 quem sabe? Mas agora precisamos de 4 jogadores, goleiro, zagueiro, meia-atacante e camisa9-goleador.

    No mais que situação é essa criada pela Adidas que cutuca logo seu melhor cliente, que diz ser top5. De um lado o contrato é cheio de regras que o clube e os jogadores tem que seguir, por outro faz fortalecer um título que esta sendo questionado na justiça por tanto tempo e despesa pelo Flamengo. Vamos acompanhar e que a Adidas agradeça se a torcida não boicotar tarjando a marca.

    Reply
  5. Excelente jogador, mas acho que a diretoria deva priorizar o.everton Ribeiro que joga em uma posiçao que o flamengo precisa mais, que eh o lado direito do campo.

    Reply
  6. Não acho Lucas Lima isso tudo,não é de fazer muitos gols e vive de altos e baixos,nos altos foi excelente,nos baixos foi vaiado pelos santistas.É inconstante.

    Agora se ele quer jogar no Barcelona?Coitado dele,jamais chegará uma proposta,ainda mais agora com 27 anos,vai morrer esperando.

    Reply

Comente.