Comemorar ou desconfiar?

(Foto: Staff Images / Flamengo)

Claro que, no raciocínio do torcedor, o que vale é bola na rede e o que importa são os três pontos, mas não tenho como não deixar registrada a minha preocupação.

Num domingo colado na TV, vi o jogo entre Grêmio e Corinthians. Independentemente do resultado – o Corinthians venceu por 1 a 0 – vi dois times muito bem arrumados.

Em Salvador, exatamente o contrário, mesmo jogando em vantagem numérica desde a metade do primeiro tempo – quando um jogador do Bahia foi expulso – a desorganização do nosso time foi flagrante e, não fosse por um lance isolado, os três pontos virariam um.

Não quero ser chato, mas há algo no ar que não está legal. Em análise rápida e justa, ante a circunstância, este resultado caiu do céu.

Sou um otimista de carteirinha, mas curiosamente após uma vitória, saio mais preocupado. Será que estou errado?

Hoje, de bom, os três pontos e a estreia do Rodolpho. E, ponto!

A noite merece uma profunda meditação.

1 Comentário

    • Cego? Acho pior.Com tantas demonstrações de incapacidade,acho que defende-lo e dizer que ele faz um bom trabalho é torcer contra o Flamengo.

      Reply
  1. Discordo. Flamengo jogou com zaga inédita, com o ponta esquerda sendo testado e com o ponta direita estreando. Natural que falte ajuste. O gol não foi um lance isolado. O Flamengo jogou pra ganhar. Vai evoluir no entrosamento. Fez o que tinha que fazer. Ganhar o jogo e chegar a terceiro colocado. Quero ver o Diego e um outro comentarista aqui do site (acho que Egon), que disseram que eu estava no mundo da lua quando fiz essa previsão. Falta o jogo do Botafogo, mas, no mínimo, fecharemos a rodada na quarta colocação. Já dá para perseguir o líder. Mais umas 05 rodadas e podemos encostar.

    Obs.: complicou pros comentaristas do sportv, que disseram que não havia mais chance de título pro Flamengo. Se o Flamengo está em terceiro e não pode ser campeão, o campeonato praticamente acabou, com apenas dois times podendo ser campeões. Essas projeções fundadas em campeonatos passados não servem pro campeonato brasileiro, que é extremamente equilibrado, onde os times oscilam muito dentro do campeonato e também de um ano para o outro.

    Seremos campeões!!!

    Reply
    • Meu caro Otávio, então vamos lá à análise do cenário. Zagueiro novo, ponta esquerda novo e meia direita novo. Para você isso justifica. A realidade é que o Famengo foi mal escalado e, por consequência, ficou mal arrumado. Zagueir novo, OK, mas entrar com Sávio demonstra que o estágiário tem alguns “amigos” no elenco, como Araújo e Arão. Cuellar não podia ficar fora ontem, ficando o banco para um Arão, outro amigo, que o estágiário insiste em nos empurrar pela goela. Está mal, erra tudo e comprometeu terrivelmente. Porque não mantece V.Junior desde o início, como fez em outros jogos? Agora, o que mais me causou estupefação, foi o time voltar igual para o segundo tempo, com um jogador a mais. Ali, já tinha que tirar o Arao e entrar o Berrio e jogar só com um volante. Com um mais joga pra defender (sic)?
      O time não tem padrão tático, não tem esquema, joga com linhas muito distantes e sofre para criar e quando isso acontece, perdemos uma avalanche de gols. Para se ter uma ideía do que exponho, olhe para o Corintians, time modesto, elenco pequeno, mas com um sistema de jogo definido. Essa diferença, fez o Mônaco campeão francês, em detrimento de outros elencos estrelados como PSG e o Olympique.

      Reply
      • Irmão RN, como muito bem citado por vossa senhoria, essas “linhas muito distantes” deixa nosso time burocrata, o rei dos empates. Ontem contra o Bahia era muito claro isso. Acho que esse papo de “pontas” nao tá com nada. Guerrero isolado. Pontas isolados. Diego longe de todos. Everton Ribeiro ontem deu uma circulada na “esquerda”. Sera que foi multado? kk. O time do meio pra frente nao pode ser tao engessado. Por exemplo: Iniciar com Matheus Savio e colocar o Berrio no banco pq “ele só joga na ponta direita”. pessimo hein ZR.

        Pq como inumeros canhotos jogando pela direita pra “cortar pra dentro” ( Robben mode on ) , o Berrio nao pode fazer essa funçao tb ? Com mais um ontem, pasamos um calor e fogo brando desncessario. mas acho que foi mais em funçao da escalaçao e sistema de jogo. Um ponto positivo é que ninuguem de nós fala de jogador corpo mole, etc.

        Reply
      • O técnico fez a mudança do Arão pelo Berrio e isso resultou no gol.

        O Arão está mal. Pode alternar com o Cuellar.

        O Márcio Araújo também pode sair pra entrar outro reserva.

        Mas as opções no banco não demonstraram nada de tão diferente.

        O técnico está fazendo mudanças. Não é questão de teimosia ou proteção indevida de jogadores. Ele que treina o time. Ele que decide. Esses jogadores são do elenco e já jogaram bem. Já foram importantes. Não devem ser tão desrespeitados.

        Se for pra dar exemplo de times que jogam bem, de esquemas, de jogador y ou x, a conversa não terá fim.

        Pode trocar treinador, trocar jogador, trocar esquema, contratar os de mais nome, contratar os que já fizeram algo bom em algum momento, nada disso é garantia.

        É muita pretensão afirmar que jogador “a” ou “b” deve sair e que o time deve fazer isso ou aquilo em termos de tática. Ou dizer que deve contratar outro treinador.

        Nem sequer acompanhamos os treinamentos. Nunca conversamos com nenhum jogador do elenco. Como poderíamos exigir tais trocas? Não vejo sentido. Até porque não está acontecendo nenhum absurdo.

        O Flamengo precisa estabelecer o time titular e pronto. Jogar e encaixar. Se for com Márcio Araújo e o Arão, que seja. O técnico que vai escolher dentro do elenco, pelos treinamentos.

        O time está jogando mal, mas vai melhorar, tenho certeza.

        A situação é normal. Temos um elenco numeroso e bom. Mas o time titular ainda não está fechado. Inclusive, acho que ainda faltam três titulares absolutos: um goleiro, um lateral direito e um volante.

        Isso não é culpa do técnico e pode ser que no próprio elenco consigamos esses três titulares. Ou tenhamos que contratar.

        O técnico é esse. Bom técnico. Ainda vai melhorar. Vai ser mantido. Não tem que trocar. Não vai trocar.

        Ele tem capacidade e está pegando experiência. É da casa. De confiança. Está de acordo com o momento do clube. Ele vai evoluir e não é problema que seja no Flamengo.

        Minha opinião é de que temos que parar com essa história de ficar toda hora pedindo mudança, como se soubéssemos da verdade e como se isso fosse garantia de melhora. É uma irresponsabilidade.

        Penso que temos que suportar o que está acontecendo. Torcer. Apoiar. Até porque não está acontecendo nenhum absurdo, nenhuma irregularidade.

        Não concordo com essas imposições que torcedores fazem, de cortar cabeça de técnico e jogador. Até porque cada um pensa diferente.

        Eu penso diferente do Zé Ricardo, mas não condeno o cara. Cada um aqui escalaria diferente, se fosse técnico, é claro. Como torcedor então. Não há limite para opções de escalação e esquema. Eu brinco disso. Passo horas pensando escalações, esquemas, contratações, et.

        Mas daí ficar xingando e desrespeitando os profissionais do meu time. Não faço mesmo. É ridículo pela postura e é ridículo pela hipocrisia, pois todos sabemos que não temos a menor capacidade de opinar efetivamente, tendo em vista a distância entre torcer, treinar e escalar.

        O Flamengo vai manter um bom elenco por muito tempo. Acredito nisso. Não tenho pressa. E pode até mudar de técnico no final do ano. Mas somente no final do ano. Não é o momento de fazer isso. E nem tenho convicção de que seja necessário, mesmo que não seja campeão brasileiro ou de qualquer outra competição.

        Quero que o Flamengo seja campeão e por enquanto acredito nisso, mas conheço futebol.

        Não é assim, simplesmente, com troca de técnico e de jogadores que estão mal que seremos campeões.

        Poderia até acontecer, mas não é garantia.

        Da mesma forma que o time pode começar a jogar bem, como fez contra a Católica, contra o Atlético PR, contra o Fluminense no primeiro jogo da final e vários outros jogos. O time já jogou bem e vai voltar a jogar.

        Eu confio no treinador. Não acho ele o melhor de todos. Não acho que ele acerta em tudo. E não acho que o time está jogando um ótimo futebol.

        Gostei da escalação do último jogo. Eu até escalaria diferente, mas isso não quer dizer nada. Falo de fora. Com a visão totalmente encoberta por vários fatores.

        Uma coisa tenho certeza: ele não está fazendo nenhum absurdo.

        O futebol que gosto é aquele do Cruzeiro bicampeão. Rápida troca de bola. Domina e passa. Chegada rápida no ataque. O técnico Marcelo Oliveira trabalhou bem naqueles dois anos e depois não repetiu.

        Mas tenho plena convicção de que qualquer time, com qualquer esquema, pode encaixar e jogar um bom futebol. Vários esquemas diferentes já foram campeões em copa do mundo e em campeonatos brasileiros.

        Estamos com problemas pra encaixar o meio de campo, mas isso vai se resolver. Seja pela troca de titulares ou pelo crescimento de produtividade dos titulares atuais. O técnico vai resolver isso e os jogadores vão crescer de produtividade.

        Acredito nisso.
        Seremos campeões!!!!!!!!

        Reply
    • Otávio meu caro…terminando de ouvir os principais analistas esportivos da mídia, a sensação que ficou foi de grande decepção, aliás nem é decepção pq já estamos vendo isso a um tempo. Assim meu caro, seu otimismo esta mais em vias motivacionais do que analítico, porém acho que devemos manter sim uma parte da torcida “motivacional”, não é meu caso.
      Quanto ao Diego, esta ficando claro que Arão o esta sobrecarregando na armação das jogadas, como ele tem que voltar para puxar o jogo, acaba não desempenhando bem suas funções de armador mais adiantado, e de quem é a culpa? Do Arão? Do Diego? Abração…SRN.

      Reply
  2. Kleber, o Flamengo já o 3º colocado e em breve estará na cola do Corinthians.

    Estou ficando irritado com esses rubro-negros que torcem contra o Flamengo. Cheguei a ler no twitter o termo “vitória constrangedora”. Constrangedor é estar na zona do rebaixamento, é ter 4 ou 5 derrotas seguidas, é brigar pela liderança em casa e perder com um peru do goleiro e um pênalti bisonho.

    Sobre o jogo de hoje, não concordei e não gostei da entrada do Mateus Sávio. No mais, uma atuação interessante e que somou mais 3 pontos para o Flamengo.

    Rodolfo (critiquei sua chegada) foi um monstro. Márcio Araújo voltou a lembrar aquele da Libertadores. Everton Ribeiro já mostrou que não ficará preso na direita e jogará muita bola.

    Na quarta-feira, acho que é momento para poupar alguns jogadores como Diego e Guerrero, que vêm de maratonas de jogos e não são garotos. Arão, mal tecnicamente. Era uma hora legal de ver Conca, Ederson e cia.

    Enfim, 3 pontos na conta e já somos os terceiros embora alguns ajam como se o Flamengo estivesse na zona de rebaixamento.

    Reply
    • Estou até agora tentando entender porque ele colocou o Matheus Sávio. Que critério o Zé usou para isso? Por que não testar Conca e Diego juntos? Qual a razão desse medo? Será que na cabeça do Zé Ricardo Conca é menos produtivo que esse garoto?

      É impressionante o medo do Zé Ricardo de perder o jogo. Isso faz com que ele dificulte o time de vencer.

      Reply
    • Amigo,o Fla,em 2016,perdeu o título em casa. O Grêmio com um investimento bem menor joga infinitamente melhor que o Fla,infelizmente,a realidade é essa.Tanto Corinthians como Grêmio merecem estar na ponta. Porém com o Grêmio na Libertadores,e o Corinthians com elenco curto vão derrapar ainda. Carille merecia um elenco melhor,vendo o time paulista jogar parece um replay de 2015 com Tite,o DNA é o mesmo,já o elenco é bem inferior.Dói ver o mecanismo de jogo desses times e depois ver o Fla,mesmo com todo o investimento dos últimos anos,com Zé mantido até o fim será 2 anos de trabalho,elenco,estrutura,estádio,uma condição que nenhum treinador já conseguiu no Fla,e ao fim o “trabalho” será NULO.

      Reply
      • Daniel, vira o disco. O investimento foi totalmente equivocado. Agora sim, com a chegada do Everton Ribeiro, Geuvânio e do Rhodolfo, podemos acreditar que, com a sequência dos jogos iremos melhorar. Até então, não tinha ninguém. Já em outros posts pedi que você enumerasse o elenco “maravilhoso” que nós tínhamos antes da chegada dos 3 acima. Reitero.
        Que culpa tem o treinador se a maioria desses jogadores que estavam em campo não jogaram absolutamente nada. Como erraram passes. Na minha opinião foi pior jogo desse time. O Diego não fez nada em campo. Arão continua mal. E quem colocar no lugar dele? Cuellar? Rômulo? menos!
        Viviam pedindo Vinícius Jr. Já! Uma jogadinha aqui, uma jogadinha ali e nada mais. O menino tem futuro, é, futuro. É muito novo. Não é um Neymar. Não é um Messi. Tem apenas 16 anos. O “estagiário” estava certo ou não?
        Tem comentário acima dizendo que o Conca deveria ter entrado. Está gordo e fora de forma. Não era jogo para ele.
        Só não concordei com a entrada do Matheus Sávio. Poderia ter entrado com o Berrio, que, apesar de atabalhoado, daria uma canseira no marcador.
        Concordo plenamente com o comentário do Henrique, ou seja, “Estou ficando irritado com esses rubro-negros que torcem contra o Flamengo.”.
        É isso aí. Uma boa semana para todos.

        Reply
      • Joga melhor e não venceu o Corinthians em casa, com mais de 50 mil torcedores no estádio.
        Teve até pênalti a favor e, mesmo assim, sequer empatou..
        A pergunta que não quer calar: melhor jogar mal e vencer ou jogar bem e perder?
        Com toda corneta, estamos em 3º lugar…..
        kkkkk

        Reply
        • Graaaaaande Carlotão!!!!!
          A regra lógica, é a total ilógica do futebol…
          Como o Santos pode perder na Vila para o Sport? Ou, o Botafogo para o lanterna da tabela, no Engenhão?
          Evidentemente as coisas estão mudando pro nosso lado. Sem opções no começo do ano, agora temos diversas.
          Continuamos montando o time no decorrer do campeonato. Contra o Bahia, 2 zagueiros que se conheceram no vestiário e, um meia estreando.
          Algumas semana atrás e, durante o ano inteiro de 2016, abusamos de chegar na cara do gol e perder 90% do que criávamos.
          Continuamos criando, com posse de bola na maioria dos jogos. Mas, uma coisa se tornou evidente! Estamos fazendo quando aparece e, defendendo muito bem o que fazemos.
          Num Brasileiro, sua pergunta é absolutamente pertinente!
          “A pergunta que não quer calar: melhor jogar mal e vencer ou jogar bem e perder?”
          3 pontos na Bahia, fruto de uma “assistência espírita” do Ribeiro, nos levou ao G4…
          Portanto, acumular 3 pontos da forma que for, é melhor que lamentar ao final do campeonato, o penalti perdido pelo Patrick contra o São Paulo, o empate de 3×3 contra o Botafogo, a derrota para o Inter.
          Segue o enterro, meu camarada.

          Reply
    • Concordo.

      E parece que essa galera que comenta aqui não viu que o técnico tirou um volante (Arão) e colocou um atacante (Berrio) enquanto o jogo ainda estava empatado.

      E o Berrio fez o gol.

      Depois do gol ele tirou o estreante (Éverton Ribeiro) e voltou com o mesmo esquema do início do jogo.

      Fez tudo certo e ganhou um jogo complicado, fora de casa. Nada a reclamar da escalação, das mexidas e do resultado.

      Quanto à atuação, foi boa no sentido de que jogou pra ganhar e ganhou.

      O bom futebol vai chegar.

      Chamam o técnico de fraco, estagiário, teimoso e arrogante, como se estivessem presentes no treino e como se as opções já tivessem feito algo melhor.

      O time precisa encaixar. Quando tiver todo mundo à disposição, ele vai definir o time titular e vamos crescer muito.

      Reply
    • “Atuação interessante”.
      Desempenho horrível, NENHUMA chance criada, Bahia tendo chances e o Flamengo ainda fez diversas faltas perto da área (COM UM A MAIS, CONTRA O BAHIA!!!). Só falta falar que Arão foi o melhor em campo…

      Reply
      • Diego,amigo,não adianta,todos nós vimos isso,mas tem gente que prefere viver em uma realidade paralela.Respeito qualquer opinião,mas não ver o que está na cara? Realmente não consigo entender……

        Reply
        • Daniel , Diego
          Desde que passou o jogo contra o Botafogo eu disse que retornaria, após a sequência TRANQUILA e DECISIVA, que o Flamengo teria que aproveitar (seis jogos sendo apenas um clássico), pois bem, ZR conseguiu sair da UTI … Não antes até o primeiro jogo contra o Santos pela Copa do Brasil.

          Tenho visto o quanto alguns não entendem o posicionamento de vocês, que é o mesmo que o meu. Mas pra que entendam, o embate não é contra o Fla, mas sim contra o conceito, desse técnico, que até a eliminação da Libertadores, eu sucumbi.

          Voltando a primeira faixa do disco, agora vem mais seis jogos – PRA VALER -, pelo brasileiro, sendo vários clássicos, e logo depois, o jogo de volta contra o Santos. Porém, nesse meio tempo um jogo contra o Palestino.

          Estou também com Radamés, que acabou reduzindo a derrocada do time se continuar com insistência da filosofia desse técnico (e eu acrescento: do trabalho do Mozer e a falta de um VP acompanhando o trabalho no CT), que na quinzena de Agosto, o ano acaba.

          Ficarei mais uma vez assistindo e torcendo pelas vitórias e para que chegue um goleiro e, que Cuelar e,ou Rodolfo, e,ou Rômulo, e,ou Mancuello possam ter chances naquela volância e que possamos parar de viver de chuveirinho e menos desorganização tática.

          Até lá. E continuemos a torcer para que o trabalho melhore!
          SRN’s.

          Reply
          • Perfeito Robson,infelizmente alguns não compreendem, e não se dão conta que defender,mesmo com tantas demonstrações em campo, essa atual situação é torcer contra o Fla.

  3. O time está treinando bem, jogando razoavelmente (está em terceiro), bem escalado pros jogos e vai crescer no campeonato na hora certa. Márcio Araújo e Arão podem sair do time, mas o técnico é que sabe disso. Ele que está lá. Os outros que já entraram não jogaram melhor.

    Palpite: o Éverton Ribeiro na meia com o Diego vai render mais. Vamos ver o encaixe daqui pra frente.

    Reply
  4. Kleber,de fato,o time não jogou bem. O time não consegue se compactar e alguns jogadores parecem esconder do jogo. Apesar de não ter jogado a metade do que se espera,senti que daqui pra frente o Flamengo ganhará e muito na criação do meio campo com Everton Ribeiro. Ficou nítido que ele busca tabelas e infiltrações no meio dos zagueiros adversários,quebrando um pouco o manjado chuveirinho que acostumamos a ver nos últimos tempos com o Flamengo. De positivo,destaco o Rhodolfo que fez bem seu papel de xerife e,em momento algum comprometeu. Que venha o próximo jogo e,que venha o resultado positivo. Agora é trabalhar firme para que não possamos passar sufoco nos jogos fora de casa,pois,na Ilha do Urubu será difícil alguém ganhar de nós.

    Reply
  5. O Zé Ricardo mostra que estagnou,não tem condições de evoluir mais o time e termina irritando com algumas teimosias chatas como Massaraujo, Arão etc. Parece que gosta de desafiar a torcida. Assim fica difícil. Enquanto esses podem errar e não jogar nada eternamente, outros nem jogando bem tem chances com esse professor Pardal!

    Reply
  6. Caro Kléber e amigos!
    Desconfiar, desesperar, duvidar. O Flamengo é ainda uma dúvida. Estacionamos uma Ferrari na gávea e de repente não estamos sabendo dá na partida. Hoje o time estava literalmente nervoso. Hoje, o nosso bando não estava inspirado. Hoje o nosso bando não estava concentrado. Lógico, como todo bando precisa de armas e não tinha, resolveram apenas machucar a bola com pontapés. Que bom amigos que após a partida ficamos apenas com a vergonha do que fizemos com a bola. Apesar das agressões, saímos ilesos e ainda conseguimos subir as escadas. Estamos no terceiro andar e talvez sem a consciência do que desejamos fazer depois.
    Que durante a semana encontramos uma luz para nos transformamos numa banda, mesmo que ainda não seja totalmente afinada. Pelo menos uma banda.
    SRN e excelente semana. Flamengo sempre, mesmo que sem ter hoje o que comemorar.

    Reply
  7. Caro Kleber, desconfiar com certeza. Como falei em outras ocasiões, o time é limitadíssimo em termos de repertório de jogadas, sendo as bolas cruzadas nossa única forma de atacar. Vaz e Márcio Araújo são uma negação. Não entendo como podem fazer parte do elenco. E Zé Ricardo já deu o que tinha que dar… É arrogante e teimoso. Quando Márcio Araújo joga com Cuellar, ele inverte as posições de ambos, ou seja, sempre arruma um meio de justificar a escalação desse cara. Sorte desse técnico é que o mercado está escasso.

    Só o talento individual irá nos salvar dos vexames…

    Reply
  8. Prezado Kleber:

    Este algo ” não está no ar, não; está no banco de reservas, ” comandando” o time.
    Outra coisa: jogar ” em casa “, como se viu hoje, em Porto Alegre, não significa vitória garantida. E com um goleiro como o que o Flamengo tem, hoje, sinceramente….parece-me muito claro a que conclusões chegaremos com essas ” profundas meditações”.
    Saudações,
    Carlos Cazé.

    Reply
  9. Quando todo o time desanda, de quem é á culpa? Do técnico?

    Se for do técnico, Zé Ricardo tem que ser mandado embora ainda dentro do vestiário. Mas se não for, hoje foi o dia em que vencer por meio a zero seria suficiente, e vencemos por 1.

    Então há que se comemorar. Jogar bonito e dar espetáculo, fica para uma próxima oportunidade.

    O que valeu de fato hoje, foram os 3 pontos, para dormir em terceiro lugar e quem sabe secar o Xororo do Engenho de Dentro, para não ganhar amanha.

    De resto……. te vejo na quarta Zé…..no jogo contra o Santos.

    Reply
    • Meu caro Anderson, nosso Matemático, uma hora esse falso domínio se virará contra nós. E pode doer muito. Como disse acima, o medo de perder tem feito com que nosso treinador amarre o time demais. O Flamengo não joga um futebol solto, rápido, objetivo. Preste atenção, obrigatoriamente, a bola tem que passar pelos pés do Diego, como se só ele soubesse o que fazer com a bola. Há uma dependência quase absurda que temos dele. Tanto é verdade que quando ele se machucou o time demorou a se encontrar.

      Valeram os treis pontos, claro. Mas acima de tudo, nosso time ainda não engrenou. Tenho sérios receios de que um bom time como Palmeiras, Corinthians ou Grêmio possam nos dar um belo chocolate.

      Reply
      • É, Helder, você disse tudo:
        – “Preste atenção, obrigatoriamente, a bola tem que passar pelos pés do Diego, como se só ele soubesse o que fazer com a bola”.
        Quem mais poderia fazer alguma coisa nesse time? E ele, na minha modesta opinião, não é e nunca foi esse camisa 10 na acepção da palavra. É um belo jogador, mais está longe de ser esse 10 que tanto precisávamos. Agora, temos.
        Um abraço.

        Reply
      • Pode ser que vc tenha razao amigo Helder.

        Mas e aí? Vamos ficar batendo no Zé Ricardo, minando o trabalho até ele cair, ou é melhor pegar no colo e incentivar o técnico e o time ?

        Eis a questão !!!!

        Reply
        • Não se trata de bater no técnico, amigo Anderson, é preciso saber lidar com as circunstâncias e com o elemento humano disponível. Eu tenho absoluta certeza de que o Flamengo pode jogar muito mais do que vem jogando. O que me intriga é a não evolução tática do time. Entra jogador e sai jogador e o futebol do Flamengo é o mesmo, parece que nada muda. Nessas alturas do campeonato nem desejo que troque o treinador, a não ser que emplaque uma sequência irrealística de derrotas que tornariam insustentável mantê-lo no comando do time. Mas numa coisa concordo com o comentário do Ricaperrone, nosso treinador não tem DNA rubronegro. O que vem salvando a pele do nosso treinador não é o bom futebol que o Flamengo não vem apresentando e sim o talento individual de um ou de outro jogador. Mas basta eles não jogarem bem, como foi o caso Domingo, que o Flamengo sofre para vencer. Aí tem o dedo do técnico, meu amigo. É disso que estou falando. Por que o Flamengo não consegue ter um padrão de jogo até hoje? Já são mais de um ano no comando do time, tempo mais que razoável para qualquer treinador dar uma cara ao time. Desde aquela fatídica derrota para o Internacional no Brasileirão de 2016 que nosso futebol decaiu muito. Oscilamos demais. Ora jogamos bem e perdemos, como na libertadores, ora jogamos mal e vencemos. Time bipolar.

          Reply
  10. Absolutamente correto !!!!!
    O que vemos é a incoerência do treinador. Na escalação, na armação tática, num time completamente perdido e valores individuais completamente mal aproveitados.
    Cansei dessa mesmice , tome chuveirnho, tome Diego sobrecarregado e amigos não se enganem : com esta armação não vai dar para o ER produzir o que poderia.
    Salvou se o Rodolpho. E pf alguém com coragem chegue junto do VJ e peça para ele jogar simples.
    Saudações preocupadas

    Reply
  11. Sinceramente,eu já não aguento mais. Assisti o jogo entre Grêmio e Corinthians mais cedo,agora assisti o Fla,foi de partir o coração. Que raio de técnico é esse!!!!
    O time piora mais,com um jogador a mais levou um sufoco descomunal,salvo por Thiago,não existe um jogo apoiado de tabelas e triangulações com passes em velocidade,o resultado dessa falta de repertório foi o que vimos,um time espaçado que não é capaz de criar uma jogada decente,e pior,vai se mostrando um bando em campo.O gol foi um achado,Ribeiro chutou errado e respingou nos pés de Berrio,aliás,achei Ribeiro bem,tentava tabelar,bolar alguma jogada,mas o time treinado por Zé não acompanhava o raciocínio,um time medíocre coletivamente e previsível,com jogadas pobres e o mesmo sistema desde 2016.Correria,chuveirinho e algum lampejo individual(como no jogo passado) esse é o repertório do time de Zé.Começar o jogo com Sávio,dá pra entender? O que o Arão e Araújo precisa fazer para ser sacado? Sinto dó de Ronaldo e Cuellar,jogam bem e vão pro banco,INJUSTIÇA! Eu pediria demissão.Berrio jogou bem na quarta e perdeu vaga pro Sávio!
    O que Zé Ricardo precisa fazer para essa diretoria ter a noção do erro que fez em mante-lo no posto no fim de 2016?

    Reply
    • Daniel, caro amigo, esqueça. O Flamengo não vai trocar de técnico.
      É com ele que vamos até o final do ano, pelo menos.
      Só perdendo tudo que disputarmos esse ano é que a diretoria vai repensar se ele continua ou não ano que vem. Por ora amigo, vamos com calma. Até porque, não acredito que ninguém que chegar vá tornar nosso time um supra sumo. Eu acho que a hora que ele perder o medo quase monstruoso de perder e passar a pensar em ganhar bem, ele vai deslanchar. Esse time tem potencial para ganhar tudo que disputar.

      Reply
      • Concordo Helder,o time tem potencial.Mas será que dá para a gente ver uma mísera evolução de jogadas e repertório que possam dar a base para o Fla,de fato,ganhar um título? Uma mísera evolução coletiva,só isso,porém,nem isso vejo. Também concordo com o amigo,não adianta muito trocar,quem vier vai pegar o bonde andando,por isso disse que o momento certo de troca seria ao fim de 2016, ali já estava na cara a,ainda,incapacidade de Zé. Pior é ver ufanistas,que fecham os olhos para o péssimo futebol que não dá base nenhuma para título algum,igual em 2016,só olham para a tabela,enganosa,pois estamos mais distante do líder que do Z4.Com esse futebol,esquece,um dia a bola respinga e entra,amanhã não.O Fla não dá segurança nenhuma. E olha que só pegamos moleza como Avaí,Sport,Goianiense,Bahia,Chape,Ponte e a base do Flu.Como esse time se sairá com essa sequência que vai chegar: Vasco,Grêmio,Cruzeiro,Palmeiras,Corinthians,Santos,etc. Será que o bola vai continuar respingando e entrando? Será que irá acontecer os lampejos individuais para salvar o time? Será que os chuveirinhos vão gerar vários gols?

        Reply
    • Nao aguenta mais, simples, é só parar de ver, automaticamente para com esse sofrimento inacreditavel o que o Flamengo te causa!! Quando dava baile e perdia o que valia era os 3 pontos!!
      Estava assistindo Gremio x Bahia 1×0 na Arena a algumas semanas e quando acabou o jogo o narrador e comentarista disseram que valeu muito pelos 3 pontos que o time do Bahia era bom e ia tirar ponto de muita gente!! O proprio Daniel quando o Bahia ganhou de 6 tava aqui elogiando como era bem arrumado o time do Guto Ferreira!! Nas derrotas ele convenientemente esquece!!

      Jogou mal? Sim
      Arão teve atuação sofrível e deve voltar pro banco ja na quarta feira!!
      A zaga nova e não dava pra ser diferente se os 2 titulares estavam impossibilitados!

      Ganhou e ponto!! 3 pontos melhor!!

      Devemos esperar evolução daqui pra frente já que o elenco homogeneo tao criticado recentemente foi melhorado!!

      Alguns lesionados agora estao voltando!!

      Como sempre vai ter gente que prefira o copo meio vazio sempre!!

      Eu prefiro crer que ta meio cheio!!

      E que o gás de quinta volte já na quarta contra o Santos!!

      Reply
      • Meu amigo Rick!
        Até que me deu vontade de escrever sobre o que vi ontem. Mas, depois dessa, nem sei se devo! KKKKK
        “Nao aguenta mais, simples, é só parar de ver, automaticamente para com esse sofrimento inacreditavel o que o Flamengo te causa!! Quando dava baile e perdia o que valia era os 3 pontos!!” kkkkkkkk
        Até o momento e, virando a tabela de cabeça pra baixo, lamento estarmos em 17° lugar… kkkkk
        Muito pior que isso tudo, é descobrir alguns donos da verdade e, que opiniões divergentes são cornetadas.
        Outro dia li uma “pérola” aqui, que dizia o seguinte: “fomos eliminados moralmente da Copa do Brasil, pelo Atlético Goianiense”…
        Aí eu paro, meu camarada… Kkkkk

        Reply
  12. O problema está no comando presidente..o treinador não consegue mudar o sistema de jogo e com isso corre o risco de queimar grandes jogadores cntratados. Hoje o plantel é muito grande para o treinador que temos. Cornetas mesmo nas vitória. Infelizmente sim. Pois realmente notamos que nossos concorrentes estão apresentando algo mais, além da boa pontuação. Outro problema além do mal futebol a incoerência do Zé Ricardo chega ser estranho. Imagine se ele queria um ponta na esquerda, no lugar do Everton, porque então não manteve o Vinícius Jr?? Porque será que não consegue armar o time num 4.4.2, colocando dois atacantes..que poderiam ser Berrio e Guerrero é com liberdade de movimentação de ambos?? Não consigo entender se Cuellar fez duas boas partidas, porque foi de volta ao banco de reservas?? São tantas incoerências que estão sendo camufladas pelos números. O que tem que entender o patamar subiu, não vejo o Zé Ricardo no mesmo nível. Tanto que o trabalho é idêntico ao ano passado que temos os mesmos 17 pontos na décima rodada e ano passado também na décima rodada uma vitória pra lá de discutivel por 1*0 fora contra o Santa Cruz. Sinceramente os 5*1 de quarta analisando o rendimento do time foi uma excessão. Os números são bons o rendimento sofrível. Continuando achando o treinador aquém do plantel que tem agora. Flamengo não tem cara ainda de grandes conquistas. Infelizmente tem uma cara muito apática do nosso treinador.

    Reply
  13. Tem que ser muito otimista para achar q vamos conseguir pelo menos uma vaga na liberta com esse treinador…o time nao evolui com ele,ate quando isso?o enquanto estiver ganhando ou empatando ele vai ficando

    Técnico medroso

    Reply
  14. Se havia preocupação com a saga creio que esta não exista mais, muito boa estreias do Rodolpho, bola dentro do centro de inteligência.

    Time desentrosado com o Éverton ribeiro, tb achei o time desorganizado ofensivamente, infelizmente não há tempo para treinar e já caminhamos para uma decisão na quarta, Ainda prefiro esperar até domingo que vem para reavaliar meus conceitos.

    SRN

    Reply
  15. Primeiramente, FORA ZÉ RICARDO! Mais um jogo e mais uma decepção. Time sem vontade nenhuma, totalmente desorganizado. O time está muito perdido e não há dúvidas de que contra um adversário um pouco melhor, não vai conseguir nada.
    Não é possível que a diretoria não esteja enxergando o que está acontecendo. Uma das maiores folhas do Brasil e levando um banho até mesmo de um adversário com 1 jogador a menos.
    Não que seja a melhor opção, longe, mas muito longe disso, mas o Dorival Júnior precisa assumir esse time amanhã e, com certeza irá tirar muito mais dos atuais jogadores.
    Mas se a diretoria quiser, pode manter o nível dos últimos 5 anos, sem ganhar nada que preste e passando mais vergonha. Pra isso, basta manter o estagiário no “comando”.

    Reply
  16. É real a desorganização do time, especialmente no meio-campo. Diego se esforçou, mas não foi bem. A dupla Márcio Araújo e Arão, de novo, mal.
    Éverton Ribeiro sem entrosamento, mas vai nos dar muitas alegrias. E Rodolfo? Dá indicação de ser nosso grande zagueiro. Deu para ver na estreia que não tem nada de problemas físicos.
    Não sei se Zé Ricardo vai conseguir arrumar o time… acho difícil..
    Quarta tem de ganhar bem do Santos, no Rio.

    Reply
  17. Kleber , a minha percepção foi idêntica a sua. O Baía jogando com menos 1 e o nosso flamengo só fez um gole por acaso. Pode ser que eu seja execrado: mas o que tem o Márcio Araújo de reprovável na frente, defensivamente ele é imprescindível. Arão , Rodnei e M. Sávio não somaram absolutamente nada e o nosso técnico parece que vive no mundo fã lua.

    Reply
  18. Prezados,
    Quem defende o Zé Ricardo e acha que hoje foi um bom jogo ou é cego ou ganha um dinheiro para defendê-lo na internet. Jogo horroroso, desempenho horroroso, contra um time horroroso…

    Mais uma partida HORRÍVEL deste W.Arão, que passa por péssima fase (perdeu uma bola próximo à área, uma recuada errada e um passe errado que deu contra ataque) tem que ser barrado de forma urgente!!!

    Não entendi a entrada deste menino Matheus Sávio, que não joga nada.

    Rodolpho muito firme, Vaz ruim.

    Continuo não entendendo o Pará ser reserva do Rhodney.

    Time que não cria, não tem jogada… Dependeu de uma expulsão e um gol na sorte de um “passe” que desviou na defesa.

    Reply
  19. Kleber vc como gestor que é,nao falta uma cobrança mais firme em cima do nosso treinador que insiste em deixar Marcio Araujo,Arão,Vaz,pois sempre erram e continuam no time,ao contrário de outros q cometem um erro o vezes discreto nos jogos e sao excluidos(Vizeu,Mancuello,Cuellar),sem contar os da base q nao tem chances nao sabemos o pq(ronaldo,leo duarte,paqueta,kleber do sub20)

    Reply
  20. Caríssimo presidente,
    Atuação muito ruim, concordo. Mas valeram os três pontos. Porém, tenho esperança que nessa “corrida de locomotivas”, a do Corinthians não suportará os percalços das íngremes subidas e faltará lenha para prosseguir. Já a do Flamengo, dispõe de lenha sobrando. Só falta o condutor azeitar bem mais a máquina para que embalemos de uma vez por todas. Quem viver, verá!
    SRN

    Reply
  21. Kleber,

    NAO TEMOS TÉCNICO !!!

    Simples assim, VAMOS PERDER UMA GRANDE OPORTUNIDADE DE SERMOS HEPTA, simplesmente porque NÃO TEMOS TÉCNICO !!!

    Tanto investimento sendo jogado fora, é lamentável…

    SRN

    Reply
    • Desculpe Paulo,mas o que era para ser preocupante com sua constatação coerente,para mim foi cômico,pois o amigo faz esse alerta desde 2016 com a mesma frase: “NAO TEMOS TÉCNICO !!!” kkkkkkkk

      Triste mesmo é ver que a direção não percebe isso,e nós aqui percebemos faz tempo.

      Reply
    • Kleber,

      Ontem eu estava tão P… com a pífia atuação do nosso Flamengo, que nem consegui escrever mais nada…
      Hoje, depois de mais uma noite de preocupação, vou tentar escrever algumas poucas coisas:

      1 – COERÊNCIA
      O ” grande Zé” sabe o que significa essa palavra??? Acho que não !!!

      > Depois de Berrío ter jogado sua melhor partida na última 4a feira, ele prefere iniciar com Mateus Sávio (que, sinceramente, é muito fraquinho), vale ressaltar que Berrío jogou varias vezes pela esquerda no Atlético Nacional.

      > Na entrevista pós jogo contra a Chapecoense, o “grande Zé” justificou a retirada do time do Cuéllar (que vinha de duas boas atuações), em função de ter escalado de início o Berrío, que joga mais aberto e compõe menos pelo meio, disse que se pudesse ter escalado o Éverton Ribeiro aí sim poderia ter mantido o Cuéllar. Ontem, ele escalou o Éverton Ribeiro, e o Cuéllar foi escalado???

      Sinceramente não dá para entender, o Cuéllar há um ano no Flamengo, quando parece que vai se firmar, o “grande Zé” não deixa, já com Berrío, está começando a acontecer a mesma coisa…

      ISSO É TER COERÊNCIA OU MERITOCRACIA (como ele agora gosta de dizer)???

      2 – JOGADORES (considerações sobre algumas atuações no jogo de ontem)

      Mateus Sávio – Me desculpem, mas é muito fraco, não tem a menor condição de jogar no Flamengo. Deveria ser emprestado, para ver se em um time de menor expressão consegue de alguma maneira se firmar;

      Rafael Vaz – Mais uma vez ficou evidente que, NO MÁXIMO, pode ser um razoável reserva;

      Vinicius Jr – Mais uma vez decepcionou. No meu entender, o VJ deve ser utilizado aos poucos, entrando no 2o tempo, preferencialmente contra equipes mais modestas e / ou em jogos já definidos, do jeito que o “grande Zé” está fazendo, colocando o menino em jogos em que ele tem que ser o diferencial, não vai dar certo…
      A sorte é que ele já está vendido e muito bem vendido, se não correria o risco do “grande Zé” queimá-lo;

      Márcio Araújo – Até quando teremos que aturá-lo??? Como já disse anteriormente, o “grande Zé” vai morrer abraçado com ele…
      Não consegue acertar um passe sequer para frente, apenas passes curtos para trás ou laterais, quando tenta algo diferente disso, erra e deixa o time exposto…
      Prejudica toda a saída de bola, não temos com ele uma boa transição defensiva, com isso cada vez mais o Diego fica mais marcado e sobrecarregado;

      Arão – Passa por uma fase técnica muito ruim, mas já demonstrou que tem condições de ser titular, entendo que se deveria continuar com ele como titular, pois esse tipo de situação acontece e só se consegue superar jogando…
      Uma dúvida que eu fico é se essa sua atual fase ruim tem a ver com o noticiário, que dá conta que existe uma proposta do Roma por ele, será???;

      Thiago – O fato é que precisamos URGENTEMENTE de um bom goleiro, independente disso, entendo que o Muralha, que no máximo é um bom reserva, não pode ser banco do Thiago.

      3 – NÃO TEMOS TÉCNICO
      Como já citou o Daniel G, já falo isso há muito tempo, eu diria que há um ano, que coincidência é o tempo que o “grande Zé” está como técnico…

      Infelizmente, isso é uma verdade, gostaria que não fosse, pois até acho que ele pode se desenvolver e quem sabe, no futuro se tornar um técnico em condições de dirigir um time da grandeza do Flamengo, mas hoje, sinceramente não tem a menor condição…

      O time não apresenta nenhuma evolução tática, é totalmente previsível, não têm jogadas ensaiadas, jogadas de infiltração, triangulações apoiadas, enfim é um time de uma nota só, CRUZAMENTOS, CRUZAMENTOS E MAIS CRUZAMENTOS…

      ONTEM FOI TRITE, JOGANDO CONTRA UM TIME FRACO, COM MENOS UM JOGADOR, O QUE EVOLUÍMOS DO 1o PARA O 2o TEMPO FOI APENAS NA QUANTIDADE DE BOLAS CRUZADAS NA ÁREA, OITO NO 1o TEMPO E DEZOITO NO 2o TEMPO !!!!!

      SRN

      Reply
  22. Caro KL e amigos do blog. Primeiramente o importamte é os três pontos.Destaco a boa estreia do Rodolfo,joga sério e fala bastante.Arão mal demais, errando passes de três metros, tá dificil.Marcio Araújo hj, ta melhor que o Arão, assim penso que Cuellar não pode ser reserva.
    Diego jogo muito mal hj, E.Ribeiro discreto, Guerreiro também não foi bem.O time jogo muito espassado,VJ tem que simplificar mais. O outro Evertom para mim o time tem que ser ele e mais dez.Para quarta Rodolfo,Geuvanio e Evertom R. não pode jogar.
    Time ideal para quarta Tiago Para Rever Juan Trauco Massa Cuellar Diego Berrio Guerreiro e Evertom.
    SRN!!!

    Reply
  23. O Diego oliveira vc esta certíssimo, cara como é que um rubro negro consegue elogiar esse Zé mané, nosso time joga um futebol sofrível, ganhamos na sorte, o Zé será demitido, o problema é quando, espero que o quanto antes.

    Reply
  24. Prezados amigos e irmãos rubro-negros. Hoje eu estive com meu filho de 4a, por isso não ví o jogo até agora, então não posso opinar.
    Mas se o nosso guru KL escreveu, eu assino embaixo. Aliás entendo perfeitamente suas percepções, porém não nos confunda, estamos felizes, muito felizes com a vitória, porém o que nos preocupa a a nítida imagem translúcida e cinza de um muro de concreto a nossa frente, que aliás eu já o antevi na Libertadores. Em tempo, estamos torcendo para o viés de alta do trabalho do ZR. SRN.

    Reply
  25. Nosso treinador regrediu meu povo??? No ano passado tirou leite de pedra com Vaz’s e Márcio’s…Haaa Diego! Calma a tristeza da liberta está passando, Arão deve estar vazando…Por fim nosso time engrenando.

    Reply
  26. Hj vi o jogo do Corinthians e me assustou como está compactado, marcação forte e saídas rápidas, e sem craques como Diego, Guerrero e E Ribeiro, abre o olho Zé Ricardo!

    Reply
  27. Amigo,
    Você está coberto de razão em suas colocações. Não vimos nada que nos desse qualquer alento em termos técnicos e táticos. A escalação inicial foi estranha (Mateus Sávio??? e as substituições também nada acrescentaram. PREOCUPANTE!!!

    Reply
  28. Amigos, serei um pouco egoísta e dizer, que pelo menos pra mim, o resultado de ontem pouco importou, apesar de ter feito das tripas coração para ver o jogo. Quero dividir com vocês que ontem pela manhã nasceu o Daniel, meu primeiro filho, e como um grande rubro-negro, ele veio ao mundo em dia de uma vitória flamenga, independente do jeito que foi. E olhem como ele já é um grande membro da nação. A mãe, de brincadeira, disse que ele seria Vasco. Amigos, juro que isso aconteceu, o moleque começou a chorar na mesma hora. Se não tinha dúvidas, depois desta atitude então…
    Vocês me desculpem se eu me extendi um pouco, mas gostaria de dividir essa minha felicidade imensa com todos vocês.

    Abs e SRN.

    Reply
  29. Ganhar de 1X0, de um time que está na zona de rebaixamento, com um jogador a menos. Nada a comemorar! Acho que boa parte da torcida não sabe mais o que é uma grande vitória, títulos então…
    #FORAZÉRICARDO

    Reply
  30. Kleber, é evidente que o ZR perdeu a mão. Acho que ele é um bom técnico, tem futuro, mas acho que ele esta meio perdido e a sua preferencia absurda por alguns jogadores esta prejudicando o grupo e o espirito de competição necessárioa a um elenco deste porte.
    Seria o caso de alguem da direitoria chama-lo para uma conversa, questionando escolhas, preferencias, isso tudo longe dos holofotes. O problema é que esta diretoria não sabe nada de bola. E tambem não procura ajuda, logo, fingem que não vêem o que esta acontecendo.
    Lamentavelmente, não ganharemos nada esse ano. Nós dependemos de qualidade individual, não ha organização, padrão, esquema. Tudo de pende da individualidade. Quando ela não funciona, estagnamos. Qualquer titulo este ano será fruto de individualidade.
    Poderia ser muito melhor mas com estes caras que estão la, acho que titulo verdadeiro só em 2019 quando espero ver essa turma bem longe do Flamengo.

    Reply
  31. Mal o FLA.Várias jogadores fracassaram:Rodinei,Arão,MSavio,Guerrero,Vini.Aí fica dificil o time ter futebol coletivo de qualidade.Corinthians,Grêmio,estão nesta posição na tabela porque a soma das boas atuações individuais dos jogadores é ótima.Vejo o elenco ruim fìsicamente.
    O que fazer ? Muito trabalho no Ninho do Urubu,tático,tecnico,físico.E para dar condição de jôgo àqueles que estão fora de forma,(contusões,contratações recentes)jogos-treinos.Estou falando o òbvio.O problema seria o tecnico ?Será que os atletas jogam po êle ?

    Reply
  32. ZÉ RICARDO: O MUNDO DE INCOERÊNCIAS DENTRO E FORA DE CAMPO.

    De cabeça mais fria, com a adrenalina beirando a normalidade e depois de ler as notícias do dia, há que se pensar o que leva um técnico que tem em seus números um balanço super positivo, ser tão criticado pela sua torcida.

    Tudo o que uma torcida quer é que o seu time aproveite as fragilidades do adversário e aplique uma goleada. Ou, em tendo um jogo super difícil, o time se supere, se entregue à raça, não desista e ainda que por um placar magro, traga a vitória.

    Pois bem amigos. Tivemos essas duas experiencias numa mesma semana. Ganhamos com espetáculo quando foi possível e tivemos que nos superar dentro de campo, quando tudo parecia estar dando errado. O resultado final na semana foram os 6 pontos esperados para que pudéssemos enfim, subir na tabela.

    Subimos na tabela e hoje estamos em terceiro lugar, mas ainda assim, a torcida continua com a faca nos dentes e com o sangue nos olhos… olhos que miram para Zé Ricardo. Porque?

    Talvez passe pela postura intimista,blasé, plastificada, pasteurizada que Zé Ricardo adota. É um cara que não demonstra estar puto com a derrota e muito menos pilhado com uma vitória.

    Duro dizer e constatar que Zé Ricardo nem de longe tem a pele Rubro Negra. Não nos representa. Não entende que para ser rubro negro, há que ser passional.

    Mas isso tem um peso. Tem o peso de 40 milhões de torcedores pedindo sua cabeça e com urgência, mesmo tendo chegado ao terceiro lugar do campeonato. Não me lembro de um técnico que esteja em terceiro lugar no brasileiro e que fosse tão criticado como é hoje Zé Ricardo.

    Na minha opinião tudo passa pela incoerência, que as vezes é do próprio Zé Ricardo dento de campo, e as vezes começa na própria diretoria.

    Quando da entrada de Vinícius Junior no time profissional, Zé Ricardo o fez entrar gradativamente. Foram 10 minutos, 15 minutos, 20 Minutos até que o jogador pudesse ser escalado como titular. Ederson vinha passando pelo mesmo crivo. Conca, outro que ficou descontente, também passava pelo mesmo crivo.

    Eis que a diretoria, sob a figura de Rodrigo Caetano vem a público na véspera do jogo contra a Chapecoense e diz que Everton Ribeiro, se condições de jogo tiver, será titular.

    E essa foi uma decisão do técnico ou da diretoria?
    Zé Ricardo vinha adotando outra postura até então!

    A pergunta é: Em 4 dias de trabalho, Everton Ribeiro teve mais meritocracia do que todo o elenco que disputa posição com ele?

    Ou isso foi imposto pela diretoria?
    Há sem sobra de dúvidas, uma incoerência no trabalho aqui.

    A mesma pergunta se aplica a Rodolfo.

    E o que podemos esperar desse time, que ele optou por escalar ontem contra o Bahia, no jogo de quarta feira em casa, contra o Santos pela Copa do Brasil?

    Everton Ribeiro e Rodolfo não jogam.

    Será que ele vai de Berrio e VJ? E na zaga?

    Não seria normal o técnico escalar um time ontem que estivesse o mais próximo possível para enfrentar o Santos? Visto que é uma competição eliminatória?

    Outra incoerência é em relação a Cuellar. Quando finalmente o jogador parece estar entrando na sua melhor fase, Zé insiste com o bizarro Arão.

    Ontem Arão errou tudo o que tentou, e será titular novamente contra o Santos? Ou vai tirar o M.A que ontem aos meus olhos foi bem?

    Definitivamente até quando a semana vai bem e tudo conspira absolutamente a favor, fica muito difícil entender o que de fato vai na cabeça do Zé Ricardo.

    Falta postura. Falta coerência. Falta atitude. Falta simpatia, carisma, empatia com a torcida.

    Mas esse não parece ser o perfil do Zé Ricardo. Então ainda que ganhando, vai continuar sempre sentindo o peso da torcida, e isso sim me preocupa muito mais do que o time que ele escale.

    Me preocupa porque se jogar mal contra o Santos, a semana volta a estaca zero e a pressão começa já a mil por hora na quinta feira pela manhã.

    E aí, no próximo domingo, um jogo que pode ser fácil pelo atual momento do São Paulo, pode ser mais um jogo tenso e sem necessidade.

    E ganhar do São Paulo em casa, pode significar muito:
    1 – Diminuir a distancia em relação ao Grêmio, uma vez que o Grêmio vai jogar contra o Palmeiras no Pacaembu.
    2 – Nos dar mais confiança na competição.

    É essa incógnita que Zé Ricardo nos submete que de fato me deixa sem sono. No fim das contas sou obrigado a concordar com Edmundo, PVC e Oswaldo Pascoal, quando dizem que o Flamengo está quebrando um paradigma.

    Na visão deles o talento individual, está e vai fazer o time crescer, quando a regra diz que o coletivo, faz o individual crescer.

    Concordo. Mas para isso acontecer Zé Ricardo tem que atrapalhar o mínimo possível.

    Reply
  33. Atualmente o time tem um sério problema, a dupla de volantes! Mas, nosso técnico apegado as suas convicções (ou seria teimosia), ignora o fato de que temos 2 peças nulas no nosso meio de campo, que despencaram de rendimento e simplesmente NÃO SAEM da equipe!!!! Enquanto isso, Cuellar, Ronaldo, Rômulo, Mancuello etc, não ganham chance e, se as tem, a paciência é nenhuma, e até mesmo jugando bem (Cuellar) saem da equipe. Cadê a MERITOCRACIA tão difundida e falada pelo professor? FORA MA E ARÃO, BANCO NELES URGENTE, PARA NÃO AFUNDAREM MAIS A EQUIPE.
    Outro que não ganha chance é o Léo Duarte, promessa da base esquecida, será que não teria condições de pelo menos ser testado? Mas queridinho Vaz, erra, erra e erra e permanece sempre como primeira opção do grande técnico. Difícil entender a cabeça do treinador. 2 pesos e 2 medidas! Mais um ano de sofrimento e decepções!!!!

    Reply
  34. Só eu que to sentindo que o goleiro Thiago vai entregar a paçoca a qualquer momento? Sei não, mas acho que deveria voltar o Mureta ( mesmo não sendo o goleiro que precisamos). Pouco menos arriscado.

    Reply
  35. Quando era criança pequena lá em Barbacena, era viciado em jogo de botão. No jogo de botão quem manda é somente o técnico. Só ele. O jogador não machuca, não perde rendimento por cansaço, não perde a forma física, não fica carecendo de uma sequência de jogos para render mais. O técnico é tudo.
    No Flamengo montamos um elenco enorme, muitos bons nomes, porém alguns claramente fora de jogo. Exemplo disto: Rômulo (já jogou muito no tempo do Vasco), Ederson (nunca volta à forma), Donatti (nunca se recupera, esse até já foi embora). Outros foram contratados seguindo a indicação de nosso já famoso “Centro de inteligência”???? Cuellar, Muncuello, Rodiney, Vaz, Renê, Berrio, Damião, Murallha. Outros vieram da base e ainda não se firmaram, terão mesmo condições de jogar? Paquetá, Vizeu, Mateus Sávio, Ronaldo, Leo Duarte.
    Será mesmo que a culpa pelo nosso questionável rendimento é mesmo do treinador? Ou de nossas falhas nas contratações? Na falta de um condutor para nosso futebol? Um presidente sendo diretor de futebol?
    Vamos analisar com calma. Não estamos jogando bem mas mesmo assim estamos bem na tabela. Vamos comemorar. Outros, como o Galo, Cruzeiro, São Paulo, estão caindo “pelas tabelas”.
    A estreia de Rodolfo foi ótima, de ER, nem tanto, está visivelmente fora de rítmo. Vamos aguardar Geovânio.
    Que tal darmos uma trégua ao ZR? Tenho certeza que ele vai desemburrar e testa novas variações e esquemas com a vinda dos novos jogadores.
    Dependendo dos adversários vamos mudar o esquema de termos sempre dois pontas abertos e vamos jogar mais compactados, com as linhas mais próximas, para que possamos sair em rápidos contra ataques, assim com fazem Palmeiras , Coríntians e Grêmio. Até mesmo nosso Flu tem feito bem isso.
    Pra terminar: Centro de Inteligência, cadê nosso goleiro de ponta? Sem ele não iremos longe!

    SRN

    Reply
  36. Caro amigo kleber,

    quero entender alguns critérios adotados pelo nosso treinador:
    1) na entrevista coletiva pos jogo contra a chapecó, Ze ricardo justificou a entrada de arao no lugar de cuellar em virtude da entrada de berrio que joga pelos lado, motivo pelo qual ele gostaria de ter mais um homem de meio campo. Ontem ele entrou com everton ribeiro e manteve arao com mais um pifio jogo. Porque o colombiano é tão preterido assim. Existe uma panelinha que nao muda nas opcoes. É tão dificil entender que cuellar está em um momento melhor e merece a vaga?

    2) Meu Deus que invenção foi essa de Mateus Sávio, isso não se justifica em momento algum, pra mim essa opção é caso de internação urgente ou ele é um visionário além do seu tempo;

    3) com um a mais desde o 30 do primeiro tempo não era pra abrir mão de arao e colocar conca pra dar aquele ultimo passe ou ederson? porque esperou até 10 do segundo tempo. E pior do que isso foi ao fazer o gol colocar um volante pra chamar o bahia pra cima. Kleber precisamos de um treinador urgente que jogo ofensivamente e principalmente não ter medo.

    Por fim isso tenho uma afirmação sobre ze ricardo que me deixa muito triste, mas é verdade: ELE TEM MAIS MEDO DE PERDER DO QUE VONTADE DE VENCER. E quando acontece isso nao temos nada.

    SRN

    Reply
    • Pedro resumiu, a meu ver, o porquê da bronca da torcida com o Zé. Por escalar de titular o Matheus Sávio, por com um a mais e precisando e MUITO da vitoria, nao colocou o time mais pra frente. Zé, cole essa frase na porta da geladera da sua casa “O medo de perder, tira a vontade de ganhar”, e seremos todos (mais) felizes! SRN

      Reply
  37. Caro KL!! Pelo menos 20 defendem a saída do ZR!! Hoje ainda se possível!! Outros como eu temos mais esperanças que o bom futebol jogado na Libertadores desse ano volte e com mais efetividade, vide os retornos(conca,ederson) adaptacao(berrio, cuellar) e contratacoes(ER7 e Geuvanio) alem do enfim uso do VJR nos profissionais!!

    Sugiro uma enquete sobre o treinador a ser escolhido ou mantido aqui no blog!! Pode ser impressão mas acho que não são nem 10 que fazem barulho por 20 e parecem 50 que querem a demissão do treinador!!

    Nao sei, 10 opções, sendo uma delas a manutencao do ZR! Ou em caso de saida qual voce escolheria!!

    Peco ainda coerencia aos amigos que pediram Levir Culpi a umas 5 rodadas!! De manter o pedido com Levir com desempenho pior que Elano!! E o lider com Estagiario, o Vice lider com treinador a 4 anos so na praia!!! E o 3º com estagiario de uma escola pior que o estagiario lider (é o que parece) quando citam!! Pode ter 18 anos se estudou na escola do Tite ta valendo!!! Kkkk Guardiola teria que esperar no minimo 20 anos em getafes da vida pra poder treinar um Barcelona seguindo a lógica de alguns!!

    Reply
  38. Flamigos,
    Quando assistimos grêmio e corinthians jogarem percebemos que o Flamengo está sem padrão de jogo e vive de jogadas individuais.
    Atualmente, o que o Zé Ricardo tem feito de melhor é desmotivar jogadores como o Cuellar que entrou bem no time contra o fluminenCe e é obrigado a ver do banco as pífias atuações de Arão e Márcio Araújo).
    Vamos torcer!!!
    SRN

    Reply
  39. Que absurdo o preço dos ingressos pro jogo de domingo, de 140 até 360 reais, claro que todos tem meia entrada, mas mesmo assim, que falta de respeito com torcedor, não vão conseguir lotar a ilha nunca com essa extorsão. Quando jogava no maraca, era culpa do consórcio, agora é culpa de quem. É melhor colocar 20 mil a 50 reais, do que colocar 10mil a 100 reais, não pensam no torcedor, aliás a torcida tem cada vez menos força no fla de hoje.

    Reply
  40. “Não quero ser chato, mas há algo no ar que não está legal. Em análise rápida e justa, ante a circunstância, este resultado caiu do céu.”
    Pincei esta frase do post do nosso Presidente, tendo em vista que venho tendo a mesma impressão com relação ao grupo de jogadores do Flamengo. Não é a toa que em todos os fóruns em que se debate o Flamengo o assunto predominante é relacionado com nosso treinador. Uma grande maioria querendo sua cabeça e uma minoria o defendendo a qualquer preço. Seria esta a reação normal de uma torcida a respeito de um time que, nos últimos 10 dias , obteve 11 dos 15 pontos disputados, aproveitamento de 73,3%, pulando da 14ª colocação para a 3ª (ou, 4ª, dependendo do jogo do Botafogo). Pela ordem, os adversários foram Avaí, Ponte Preta, Fluminense, Chapecoense e Bahia, sendo 3 jogos no Rio de Janeiro.
    Aparentemente a maioria da torcida também concorda que “há algo no ar que não está legal”, pois, de outra forma, a reação seria totalmente favorável ao treinador.
    No mesmo rumo da minha teoria, li e concordei com o comentário do nosso Anderson, “de cabeça mais fria, com a adrenalina beirando a normalidade”, como ele mesmo afirma:
    “Subimos na tabela e hoje estamos em terceiro lugar, mas ainda assim, a torcida continua com a faca nos dentes e com o sangue nos olhos… olhos que miram para Zé Ricardo. Porque?” (…)
    “Na minha opinião tudo passa pela incoerência, que as vezes é do próprio Zé Ricardo dentro de campo, e as vezes começa na própria diretoria.
    Quando da entrada de Vinícius Junior no time profissional, Zé Ricardo o fez entrar gradativamente. Foram 10 minutos, 15 minutos, 20 Minutos até que o jogador pudesse ser escalado como titular. Ederson vinha passando pelo mesmo crivo. Conca, outro que ficou descontente, também passava pelo mesmo crivo.
    Eis que a diretoria, sob a figura de Rodrigo Caetano vem a público na véspera do jogo contra a Chapecoense e diz que Everton Ribeiro, se condições de jogo tiver, será titular.
    E essa foi uma decisão do técnico ou da diretoria?
    Zé Ricardo vinha adotando outra postura até então!
    A pergunta é: Em 4 dias de trabalho, Everton Ribeiro teve mais meritocracia do que todo o elenco que disputa posição com ele?
    Ou isso foi imposto pela diretoria?
    Há sem sobra de dúvidas, uma incoerência no trabalho aqui.
    A mesma pergunta se aplica a Rodolfo (…)
    Outra incoerência é em relação a Cuellar. Quando finalmente o jogador parece estar entrando na sua melhor fase, Zé insiste com o bizarro Arão.
    Definitivamente até quando a semana vai bem e tudo conspira absolutamente a favor, fica muito difícil entender o que de fato vai na cabeça do Zé Ricardo.
    Falta postura. Falta coerência. Falta atitude. Falta simpatia, carisma, empatia com a torcida”.
    Eu vou um pouco além. Não estaria o nosso goleiro Thiago muito verde para assumir a titularidade. Não foi a mesma argumentação em relação ao Vinicius Jr? Sendo que a posição de goleiro é muito mais ingrata quando se comete erros. E, não há dúvida no retrospecto quanto ao destaque do menino Vinicius, quando comparado ao Thiago. Que o diga o Real Madrid! Pois bem, o nosso Thiago tem falhado sistematicamente nos dois últimos jogos e continua titular, enquanto o Vinicius, que até se houve relativamente bem quando acionado, já virou terceira opção.
    E que dizer da escalação do Mateus Sávio, ontem contra o Bahia? A argumentação do técnico é de que precisava resguardar o lado esquerdo da defesa porquanto o Trauco tem certa dificuldade na marcação. Pois, se há um defeito claríssimo no Mateus Sávio, é a falta de combatividade. Não é marcador, nunca foi, que o diga a lamentável atuação contra o San Lorenzo com a mesma finalidade, só que do lado direito. O próprio Zé Ricardo durante a realização da copinha, por este mesmo problema, repito falta de combatividade, barrou o Mateus Sávio em favor do jovem Klebinho, um lateral direito sub 17, para melhor compactar o meio de campo do Flamengo.
    Temos também o caso do Donatti, que, após uma péssima estréia, levou uma eternidade para ser aproveitado novamente, e quando foi, durou pouquíssimo tempo como titular e nunca mais obteve uma chance. Já foi até embora do clube. Enquanto isto, o Rafael Vaz, depois de um início promissor, está cansado de cometer barbaridades dentro de campo, e continua tendo suas chances e jogando regularmente.
    Na lateral direita, o Pará, que vinha dando conta do recado, de repente foi barrado pelo Rodinei, que tem feito partidas ruins, principalmente ontem, contra o Bahia, quando nada acertou.
    O Trauco é considerado fraco na marcação pelo técnico que já o substituiu pelo René, que, logo em seguida, perdeu a posição. Não há jogador que adquira confiança e regularidade com este tremendo vai e vem.
    Nosso meio campo, principalmente, Márcio Araújo e Arão, tem errado sistematicamente no quesito passe. O Cuellar foi ali colocado para melhorar esta fraqueza, até jogou bem dois ou três jogos e, inexplicavelmente, voltou para o banco e os dois titulares continuam errando passes em demasia. Ontem, os erros no meio campo atingiram o limite máximo, até com Diego. Conca no banco, após 6 meses de recuperação de contusão e não entra, mesmo com 1 x 0 a favor e o adversário com menos um em campo? Como o jogador poderá voltar a adquirir ritmo de jogo? Qual o sentido de se manter um jogador do nível do Conca encostado? E o Ronaldo, está proibido de ter uma chance para se firmar. Qual é o critério, afinal? Mesmo caso para Vizeu e Damião, e por aí vai o rosário de incoerências.
    Presidente, também não quero ser chato, mas tenho certeza que “há algo no ar além dos aviões de carreira”. O ambiente no elenco certamente não pode estar legal, tudo conspira para isto, para usar sua expressão. SRN

    Reply
    • Yvan Bayardino, por favor, faltou você dizer onde eu assino. Muito obrigado, era isso e tudo isso, que eu gostaria de ter dito e você o fez muito bem.

      Reply
    • Incrível a diferença de perspectiva e entendimento, discordo de quase tudo, com todo respeito à sua opinião.

      Não há como comparar os casos do Éderson e do Conca com o do Éverton Ribeiro, uma vez que os dois primeiros estão voltando de grave contusão e o terceiro chegou no ritmo, vindo de competição, treinando em alto nível. Lá era fim de temporada, mas uma temporada relativamente fraca, indicando que ele está muito bem na parte física.

      Da mesma forma, não há como comparar o caso do Vinicius Junior com o do Thiago, uma vez que o primeiro é sub-17 recém integrado aos profissionais, cheio de expectativa e o segundo já está no profissional há muito mais tempo, já tendo substituído o titular durante o campeonato carioca, jogando com muita segurança.

      Quanto ao Rodinei, é inegável que vinha entrando bem e fazendo gols. Ganhou uma oportunidade como titular depois daquele jogo contra o Avaí, na sexta rodada, em que o time foi mal e precisava de mudanças (entrou Juan e Cuellar também).

      Rodinei está jogando de titular há 05 rodadas e não há tanta diferença entre os dois. Nunca houve. É opção do treinador. Nenhum absurdo. Pará estava jogando mal, marcando mal, fazendo muitas faltas, nervoso. Justificável a opção pelo Rodinei.

      Somente em relação ao Arão que também acho que não faz muito sentido o técnico ter voltado com ele e ter dado poucas partidas pro Cuellar. Mas o Cuellar também nunca mostrou tanto futebol. E o técnico gosta do Arão. Não vejo problema nisso. O referido jogador já jogou muito bem pelo Flamengo, já foi titular absoluto e incontestável e o técnico acredita que ele é importante. Eu até discordo dele, pois acho que o Arão é banco, mas não vejo essa incoerência que vocês citam.

      Quantos aos demais citados também nenhum absurdo, entra um ou outro, ninguém muito diferente do outro, valendo destacar que o Vizeu não entra bem, muito desconcentrado.

      Reply
  41. Muitos defendem, outros acham que deve sair, se analisarmos números, Zé Ricardo tem um ótimo aproveitamento, se analisarmos conquistas fraco, se analisarmos desempenho, qualidade de futebol apresentado; fraquissimo, se analisarmos como saiu em momentos considerados decisivos; derrotado, se analisarmos as condições de trabalho, devedor ( nunca qualquer treinador teve isso no flamengo). Se analisarmos plantel 2016 fez o que dava pra fazer, 2017 se perdeu.
    Nós momentos decisivos tem sempre falhado: foi assim na reta final do brasileiro, onde se acovardou ao enfrentar inter e sp fora e foi muito mal taticamente contra um Corinthians fraquissimo no Maracanã , contra um bem armado Botafogo e ainda entregou o 2° lugar ao empatar em casa contra o Coritiba. Foi eliminado vexatoriamente da sul americana para um pequeno chileno em casa podendo até empatar. Ganhou bem um fraco carioca e foi eliminado da libertadores com vários erros no jogo decisivo contra o San Lorenzo..enfim o saldo está devedor, pois estamos falando do Flamengo. Não estamos falando de clubes que entram em competições para fazer boa campanha. E se ele sair quem vai entrar: aí está o grande erro da diretoria, pois ela não sabe qual filosofia de trabalho quer seguir.
    Pois monta o plantel de acordo com oportunidades de mercado sem saber que estilo de jogo que deseja ter e com isso trás jogadores de características diversas e depois não sabe utilizar esses jogadores. Voltando ao treinador, outro grande defeito desde 2016, incoerência em escalações ( vide Matheus Sávio ontem) e substituições. Nomes: Vários, dependem de quanto a diretoria estaria disposta a pagar: até Tite seria um nome, bastaria saber quanto a diretoria quer pagar. Tira se qualquer treinador de outro clube, basta pagar multa e boa proposta salarial. Resta saber quanto a diretoria estaria disposta para ter o que há de melhor. E sabemos quem são os melhores. Um fato é seguro, Zé Ricardo não tem o perfil hoje para grandes conquistas e já vimos treinadores da casa assumir e vencer. Vão dizer que o Andade não conta, ok. Mas com certeza vamos lembrar do Carlinhos, assumiu o Flamengo em 87 cheio de grandes jogadores e soube conduzir muito bem, 92 a mesma coisa, 99 e 2000 também. Tinha o perfil e DNA vencedor, ainda não vi isso no Zé Ricardo. Mas a discussão é bem ampla e sadia. Aproveitemos entre nós , pois a diretoria é fechada e não vai adiantar nada o que discutimos aqui.

    Reply
    • Liliano, essa história de aproveitamento bom do Zé Ricardo pra mim é balela. O aproveitamento do Zé Ricardo comparado com Mano Menezes é a mesma coisa que comparar M³ com Kg.
      O elenco do Fla com Mano/Jayme é infinitamente inferior ao que o Zé Ricardo tem, não da pra afirmar que o Mano agora teria um futebol melhor do que o Zé, mas no que eu penso, o Zé Ricardo está teimando em manter esse estilo de jogo no 4-3-3, com dois “pontas” pra ficar alçando bola na área.

      Reply
  42. A vitória do Flamengo no meio de semana contra a Chapecoense, serviu para que iludisse alguns torcedores com a volta do bom futebol do Flamengo. Mas pelo contrário, o Flamengo se aproveitou de um time que veio pra cima e se expôs, favorecendo ao estilo de jogo do Fla.
    Com um time fechado, bem armado o que se viu, foi ou um bando de jogadores correndo atrás da bola, ou jogadores tentando resolver as jogadas. Enquanto o Zé Ricardo não assumir, que jogar no 4-3-3, dessa maneira está previsível de mais, não iremos progredir.
    Outro caso, as vezes despercebido é o Marcio Araújo, ontem ele errou? Não, mas o que ele acertou? Também não vi! O time com ele em campo não tem saída de bola, com isso o Diego tem que voltar, e nisso ficamos sem nosso meia criativo na posição que tem capacidade de resolver.

    Reply
  43. “Flamengo em 3o. lugar”
    Eu no post anterior ao “Direito de Resposta do KL” já o havia advertido que o SANTO DO ZR É BOM e nunca esta de bobeira! Ai esta a prova…
    Acho que a maioria da torcida tem a convicção de que dificilmente o ZR reencontrar o seu viés de alta, ou o retomará. Mas acontece que o ZR é literalmente duro na queda. Vivo dizendo que ele vai entrar para jogar para não perder e viver de 1 ou 2 bolas do jogo, foi isso que se viu ontem. Nesta linha ela vai mesclar vitórias magras, empates e derrotas, nesta proporção…o que obviamente não será suficiente para sermos campeões de nada. Esse é o paradoxo ZR, que em si é um paradigma para as glórias do clube. SRN.

    Reply
  44. Olha mas qu disse que p Zé rubro negro ? Não é porque ele trabalha no Flamengo ha anos que isso faz dele ubro negro como nós. Certeza absoluta que ele é torcedor arco iris. So investigar em vila isabel….

    Reply
    • Eu acredito que o técnico é bom e ainda vai evoluir.
      Quanto ao elenco, acredito que seja muito bom, faltando apenas três titulares absolutos: um goleiro, um lateral direito e um segundo volante.
      Com a contratação de mais essas três peças, ficaríamos com um time titular excelente e um elenco também excelente.

      Imaginemos um time titular com:

      Goleiro (Julio Cesar ou Diego Alves ou Alisson)
      Lateral direito (Adriano ex Barça ou Mário Fernandes)
      Réver
      Rodolpho
      Trauco
      Rômulo
      Segundo volante (Renato Augusto ou Ramires ou Hernanes)
      Diego
      Éverto Ribeiro
      Geuvânio
      Gerrero

      E reservas imediatos: Juan, Éverton, Arão, Vinicius Junior, Vizeu, Éderson, Conca e Berrio.

      Reply
  45. Que beleza.

    Nesta décima rodada dependíamos do nosso resultado e mais seis (06) resultados em outros jogos, para alcançarmos a melhor posição possível.

    Conseguimos. Deu tudo certo. Estamos em terceiro. A melhor colocação possível de se alcançar neste momento.

    Agora, na próxima rodada, precisamos do nosso resultado (vencer o São Paulo na Ilha), esperar o Botafogo ganhar do Corinthians em Itaquera e esperar o Palmeiras empatar com o Grêmio no Pacaembu.

    Se der certo, continuaremos em terceiro, com 20 pontos, mas a uma (01) vitória da segunda colocação (Grêmio com 23) e a duas (02) vitórias da liderança (Corinthians com 26).

    Vamos Flamengo, vamos ser campeões!!!!!!!

    Reply
  46. Amigos rubronegros, até agora nosso aproveitamento foi de 56,7% em 10 jogos. As babas. Desses 10 primeiros jogos, considero o Atlético-MG o maior clássico e empatamos, como devem se lembrar. Enfrentamos dois cariocas e empatamos os dois. Perdemos um que não era para perder.

    Agora vem a hora da verdade. Se o Flamengo vai mesmo brigar pelo título, a verdade vai começar a se revelar. Olhando a tabela só temos pedreiras: São Paulo (c), Vasco (f), Grêmio (c), Cruzeiro (f), Palmeiras (c), Coritiba (f), Corinthians (f) e Santos (f). São 24 pontos que determinarão se vamos ou se ficamos pelo caminho. Entre eles estão os líderes Corinthians e Grêmio. Só clássicos. Haja coração.

    Não podemos esquecer que teremos paralelamente a Copa do Brasil que também tem na sua maioria os chamados grandes pelo caminho.

    Vamos finalmente poder ver se demos um passo a frente em relação a 2016 ou se demos um passo atrás.

    Reply

Comente.