Uma coisa, é uma coisa. Outra coisa, é outra coisa

(Foto: Divulgação / Flamengo)

Tive tempo na vida para conhecer torcedor de tudo que é tipo. Mais exigente, menos exigente, brutalmente apaixonado, apaixonado comedido, equilibrado, enfurecido, dócil, violento, enfim, já vi de tudo.

O nosso momento, embora de questionamentos e, até de críticas com relação às últimas atuações, passando pelo desapontamento por algumas contratações e pela polêmica com relação ao treinador Zé Ricardo ser substituído, precisa de uma bandeira branca, pois há uma diferença brutal em importância, entre o que pensamos e a necessidade do Flamengo se recuperar, ganhando o jogo de amanhã.

Embora continue achando que poderíamos ter contratado com mais competência e, de ter dúvidas neste momento com relação à manutenção do treinador, nesta quarta-feira, quando a bola rolar, toda a minha energia será positiva, pois estará em jogo algo infinitamente mais importante do que um simples achismo de minha parte e, sobre este tema, repito que, somente quem está lá dentro tem a noção exata da temperatura e, por conseguinte, quando e como fazer. Portanto, bandeira rubro-negra na mão e bandeira branca no coração.

O Flamengo merece e precisa. Aqui, nada funciona sem o apoio da torcida. Aqui, a sinergia entre campo e arquibancada, é tudo. Isso aqui, é Flamengo.

1 Comentário

  1. Caro Kleber e amigos!
    Como de costume, estaremos impulsionados pela emoção e pelo amor ao Flamengo no jogo de amanhã.
    A nossa bandeira é sempre branca, apesar de vez por outra levarmos escorregões em casca (braço) de banana.
    Somos apaixonados e sofremos de forma coletiva. E em nome da forma coletiva, que os jogadores façam o seu melhor, que seja na raça, na luta, na força e na dedicação máxima durante toda partida. O que precisamos é vencer. Que esse jogo possa se transformar no primeiro do campeonato e que a partir daí a conduta seja outra e que essa depressão de momento possa passar e se perder mundo afora.
    No mais, nenhuma dúvida de que a torcida faz a sua parte e sempre fará, porém, torcedor é inteligente e sabe escalar time como ninguém. Por enquanto, a energia da arquibancada vai, porém, a sinergia das quatro linhas retornando é que está mais complicada. Que o ZR aprenda também a ouvir o eco das ruas, o eco dos que pagam ingressos, dos que sofrem e dos que sustentam a grandeza do Flamengo.
    Boa sorte Flamengo!
    SRN

    Reply
  2. Perfeito Kleber, eu diria que seu comentário é uma versão muito melhor elaboradada e com encremento luxuoso de quem entende, do meu último post ratificando um comentário do companheiro de blog Rick.

    Não importa no momento qual a opinião individual, se faz necessário o apoio de todos para tirar nossa maior paixão desta situação incômoda de não vencer.

    SRN

    Reply
  3. Francisco Canindé Targino,
    O sua sensibilidade me encanta. Caramba, quanta poesia pragmática…
    E, isto não é fácil. Gênio!!!
    Gênio do bem…
    MEEENNNGOOOO!!!!!

    Reply
    • Caro Kléber!
      Muito agradecido!
      Quanta honra! Quisera eu que Deus tivesse me dado qualquer sopro de genialidade. De toda forma, quem me conhece e convive comigo sempre fala da conduta do bom senso e isso me aproxima do bem e das boas relações com o próximo.
      Grande abraço e fiquei muito feliz!

      Reply
  4. Henrique, amigo,
    Vamos la!!! Ajude.
    Com toda sua contundencia delicada e, extrema objetividade, ajude no sentido de que todos entendamos que, muito mais importante do que a opinião de cada um de nós, das nossas conclusões, está o interesse do Flamengo.
    Em síntese, vamos torcer muito e, juntos!!!
    MMEENNNGOOOOOO!!!!!!!!!

    Reply
  5. Não sou favorável da politica ” quanto pior melhor “, tenho enormes criticas a atual diretoria, mas os dirigentes passam e o amor ao clube será eterno !
    Não vejo a Ilha do Governador como ideal para jogos do Flamengo, pois ha problemas sérios de logística, no bairro, e embora o time atual não transmita raça e vontade , espero que possamos tornar a “Arena Rodrigo Caetano” num caldeirão rubro negro, tipo fazem Palmeiras, Corinthians e outros…
    Até porque , outro resultado diferente de vitoria contra a mediana P.Preta, custará o emprego de Z.Ricardo…
    Hoje, com o retorno do Rafael Vazco, teremos sustos e voltaremos a sofrer com a bola aérea do adversario….
    Fora R.Caetano !!

    Reply
  6. Então,toda vez que os sentimentos apaixonados passam dos limites vc tem sempre uma palavra de amor,tolerância com aqueles que dirigem e comandam o clube.Mas te pergunto,será realmente que estes dirigentes escutaram o que a torcida disse ou somente deram um passo atrás para depois retornarem com a arrogância e prepotencia costumeira.Ontem ouvindo o EBM senti pela 1° vez assustado,recuando de certas declarações e pedindo apoio aos torcedores.Este blog eleva o nível das discussões e como torcedores que somos,e enquanto ele existir estarei aqui criticando e apoiando pela paixão e o amor ao clube.

    Reply
  7. Parabenizo-o pelo excelente exemplo q o Sr dá a muitos torcedores q, realmente, costumam colocar seus egos d comentaristas, nesses “zap zap” da vida, acima do interesse maior q é a nossa grande paixão: o Flamengo.

    Reply

Comente.