De ruim, o resultado e o amarelo

(Foto: Staff Images / Flamengo)

Duvido que qualquer pessoa, minimamente familiarizada com o velho esporte bretão, rubro-negro ou não, possa afirmar que a vitória do Santos, por 3 a 2, foi um resultado justo. Neste jogo, o Flamengo conseguiu a proeza de perder quatro gols pra lá de feitos, sendo três no primeiro tempo e, um no segundo.

Guerrero, Juan e Vizeu – por duas vezes – perderam gols inacreditáveis. O primeiro gol do Santos, obra do acaso, fruto de um bate-rebate. Em síntese, era dia do Santos. Todos os santos estavam de branco…

Zé Ricardo, como novidade – que a bem da verdade já deixou de ser – começou com os laterais até então reservas e, manteve Wiliam Arão. Das “novidades”, destaque para Arão que parece ter readquirido a antiga dinâmica. Rodnei e Renê, o de sempre. Nada demais. Aliás, por parte de Rodnei, expulso, de menos.

Confesso que esta insegurança do treinador, meio perdido, não sabendo quem é quem, começa a me incomodar. Será possível que depois de tanto tempo seja problemático se definir o time próximo ao ideal? Este entra e sai é uma clara demonstração de insegurança.

Com a vitória do Corinthians, ficou quase impossível imaginar a conquista do título. Pior do que isso, é que além do Campeonato Brasileiro, estamos disputando a Copa do Brasil e a Sul-Americana em momentos decisivos e, sem a confiança necessária. E, ainda pior, é que na Copa do Brasil jogadores importantes não puderam ser inscritos.

Hoje, a sorte foi madrasta. Agora, pior de tudo, foi ver o Flamengo abrir mão do Manto Sagrado para jogar de amarelo. A sorte soprou para o Santos.

São Judas até deve ter passado pelo Pacaembu, mas como as cores que simbolizam os clubes que jogavam nada tivessem a ver com a sua paixão RUBRO-NEGRA, até pelo adiantado da hora, foi dormir…

Desculpem, mas como diria o filósofo popular, e grande rubro-negro, Ancelmo Gois, “amarelo é o cacete”!!!

1 Comentário

  1. Vi alguns iludidos aqui após o jogo contra o Corinthians falarem que o time estava tomando corpo , criando identidade…uma cara!

    Realmente acertaram, pois nosso time realmente CRIOU uma cara…cara de time sem disposição, sem vontade…reflexo da CARA do nosso treinador!

    Time do quse, do cheirinho e da chacota!

    Como ser campeão tomando 7 gols em uma semana do Santos?

    Como ser campeão sem ganhar de NENHUM dos 6 primeiros times?

    Sei que hoje a DESCULPA será pautada na expulsão e nos gols perdidos, pois são esses os argumentos de alguns que por aqui comentam!

    Mas o erro foi não ter demitido esse fraco treinador depois do vexame na libertadores!

    Esse apesar do investimento será mais um ano sem títulos, pior, ainda acho que fortes emoções ainda nos aguardam até o final da temporada!

    Estamos fora do campeonato mesmo antes do primeiro turno terminar!

    SERÁ QUE AINDA VÃO DEFENDER ESSE TREINADOR??

    #quevenha2018

    Reply
  2. Até os 40 minutos do 2 tempo uma atuação de gala. Laterais bem escalados que acabaram com as jogadas fortes do Santos.

    Nem quero mais falar do jogo, pois novamente o Flamengo jogou muita bola e não ganhou. Só a última coisa: Zé, querido, testa o time com Cuellar e Arão.

    Pra mim o melhor em campo foi o Vizeu.

    Domingo tem mais. Título? Só das 3 copas em disputa.

    Reply
    • Amigo Henrique, continuemos jogando futebol de gala e perdendo. Não ganhamos de ninguém. Amigo acorda do sonho que a realidade são 15 pontos do corinthians, 7 do gremio, 4 do santos e 3 do palmeiras…. Acorda amigo !!!!!!!

      Reply
      • Imagina o dia que o time jogar mal então… o bem do Flamengo é isso aí, time sem brio, sem alma, arame liso – ganhar ou perder tanto faz, deixa para o próximo jogo, próximo ano…ta tudo muito bem! Investimento milionário, uma sucessão de contratações equivocadas, um treinador perdido, um presidente/VP de futebol que não entende do assunto e assessorado por quem entende menos ainda.

        Reply
  3. Caro Kléber e amigos!
    Infelizmente, infelizmente mesmo, para esse campeonato acabou. Mesmo com dez jogando, ninguém se transformou em dois. Nós somos um arroz com feijão. Nada mais. Jogamos bem em parte e entregamos bem o jogo. O amarelão também foi bem e o Levir também foi bem, pois soube mexer na equipe.
    A gente foi bem, mas, bem que perdeu! Lamento e vou dormir bem. A gente bem que poderia ter um time com mais alma. Não temos e por isso defendi o Felipe Melo. Bem que ele poderia ser esse homem que nos falta.
    SRN

    Reply
  4. Somos a chacota do Rio…. Time que gasta milhões e para um treinador medíocre organizar.
    Acabou o brasileiro e se a diretoria não tomar uma atitude, nem mesmo na libertadores estaremos.
    Fora Zé Ricardo. fora bandeira!

    Reply
  5. O possante, indispensável e insubstituível Márcio Araújo dando uma aula de bote, no segundo gol. Como sempre: “faltou sorte”! Perder um gol após o outro e tomar um monte todo jogo, não é falta de sorte é falta de competência. A previsão do Radamés se confirmando: “Em Agosto não teremos mais nada pra disputar”. Não temos técnico. Fora Zé!!!

    Reply
  6. Kleber me estranha seu texto não ter nenhuma menção ao M.Araujo que já deu claras demonstrações que pode jogar onde for,mas não é para o Fla, acontece. A entrevista recente do nosso querido EBM dizendo que protege incondicionalmente peças como Gabriel e M.Araujo enfureceu mais a torcida com essa tola proteção ao que por muitas vezes contribuiu para o fracasso do time,vejo comentários violentos,algo parecido com o zagueiro Wallace, será preciso esperar algo perigoso? Deus queira que nada aconteça,pois pela agressividade vista nas redes,se Araújo continuar aí sim ele precisará de proteção dobrada.

    Insistir e proteger de forma teimosa determinados jogadores é ruim para o clube e para o próprio jogador.

    Reply
    • Daniel, temos aqui uma clara indignação seletiva, pois como gostam do Márcio Araújo, idem o Fred Luz e o Presidente, não o é questionado. Continuemos com essa indignação seletiva ou contratem Felipe Melo e Adriano pra dizer certas verdades e trazer meu Flamengo de volta.

      Reply
  7. Pois é, prezado Kleber, mas agora já é tarde. E nem digo que seja devido , principalmente, ao Corinthians: é devido, precipuamente, ao confuso treinador, suas teimosias insuportáveis, sua caolha percepção de futebol, a uma diretoria que NÃO entende de bola, que não sabe cobrar o técnico, enfim, um time que não se forjou como equipe, não tem o perfil de campeã e, para completar, afronta o manto sagrado cobrindo, sem o menor pudor, nossa tradição mais eloquente com um amarelão alienígena, horrível, sem calor, sem magia, sem paixão e sem a vitoriosa face rubro-negra estampada no peito.
    Saudações,
    Carlos Cazé.
    ” O FRACO REI FAZ FRACA A FORTE GENTE ” ( CAMÕES)

    Reply
  8. Kleber, até a expulsão do Rodine, q p mim bem falta foi, estávamos com o jogo controlado, fazendo boa partida. Não culpo o ZR por nada, os laterais são do mesmo nível, bonzinhos, sendo q o Renê esteve melhor do q o Trauco nas últimas partidas.o Zé é culpado dos caras perderem tantos gools? A zaga é q q está complicada, demos azar do Rodolfo machucar , mas já está voltando. Qto ao amarelo concordo com vc , só em amistosos e olhe lá! Futebol é isso, fazíamos boa partida colocando o Santos na roda, com ótima atuação do Arão e E.Ribeiro, na expulsão nos perdemos, é o futebol!

    Reply
    • Analisando os 2 ultimos gols do Santos, qual a real influência da expulsou? o de longe foi um erro de bote do Marcio Araujo e um chute que nosso goleiro aceito. O Outro o Ricardo Oliveira estava livre dentro da area, sendo que tinhamos mais jogadores do Flamengo do que do Santos.

      Reply
      • E esse Diego Alves esta me saindo um belo “chama gol”! Pego desprevenido em um chute da intermediária em um gol, sai jogando mal com os pés tomando um gol debaixo das pernas na sequencia! Assim não é possível! Tem que mudar a programação desse time, urgente!

        Reply
  9. Boa noite, amigos.
    Realmente concordo com Kléber, que não demos muita sorte, mas esse negocio de não ganhar dos times da parte de cima já está incomodando. O banquinho fez bem ao Arão que voltou bem, e fez suas tradicionais chegadas na àrea adversaria.
    Achei que tínhamos um goleiro que pegaria as bolas impossíveis, mas acho que não. Não acho que ele falhou, porém em duas partidas já foram quatro gols. Sei que a defesa não está ajudando, mas…
    Nossa defesa que levava poucos gols, piorou muito. Quando digo defesa estou fazendo referência ao sistema como um todo. Está faltando o time ser mais compacto.
    O time não consegue matar o jogo e acaba levando gols bobos. E vamos vendo o Corinthians pelo binóculo e os outros também já botando distância. O campeonato está ficando chato.
    SRN.

    Reply
  10. Acho que chega !!!! meu querido KL botar a culpa na camisa amarela, são judas cochilando.. é muito bacana . Mas a realidade é triste.
    Treinador completamente perdido, tinha uma substituição a fazer . Para o jogo. Mandar alguém cair. malandragem no futebol, ganha jogo.
    Com relação ao MA, cansei. Vejam o primeiro gol e o segundo do Santos e constatem o obvio.

    Saudações

    Reply
  11. Kleber e companheiros do Blog,

    QUE BOM QUE JOGAMOS DE AMARELO !!!

    Isso mesmo, enquanto o “grande Zé” for o técnico do Flamengo sugiro ao EBM que só joguemos de AMARELO, pelo simples fato de que amarelo não é Flamengo, da mesma forma que Zé Ricardo não é técnico para o Flamengo…

    NÃO TEMOS TÉCNICO !!!
    NÃO TEMOS TÉCNICO !!!
    NÃO TEMOS TÉCNICO !!!
    NÃO TEMOS TÉCNICO !!!
    NÃO TEMOS TÉCNICO !!!

    Mais uma derrota vergonhosa, jogando contra um time com três reservas na defesa, jogando totalmente aberto, ganhando o jogo até os 28minutos do 2o tempo e conseguimos perder…

    Não me venham dizer que foi por culpa da suspensão do Rodinei, com certeza não, a CULPA É APENAS DESSE PÉSSIMO TÉCNICO, OU MELHOR A CULPA É DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA !!!

    Com um jogador a menos, porque não colocar, por exemplo o Cuéllar e tentar “amarrar” o jogo, não precisava mais fazer gols, apenas não levar, mas esse péssimo Zé Ricardo não mudou nada, continuou jogando da mesma forma, deu no que deu…

    Como já disse, o Santos jogava com três reservas na defesa, sendo um deles na lateral esquerda, o Jean Mota, que nos dois últimos jogos contra o Flamengo foi um dos piores em campo, sendo totalmente superado pelo Berrío, e hoje o Berrío só entrou aos 45 do 2o tempo, com o jogo já perdido, mas uma do “grande Zé”…

    Mais uma vez, só para variar, quem errou no 2o gol do Santos, ELE, SEMPRE ELE, O PÉSSIMO, O FRAQUÍSSIMO MÁRCIO ARAÚJO, que saiu errado na marcação, errou o bote e deu ao jogador do Santos a chance de tentar o chute…

    Para que ter um elenco bom e grande, no caso do “grande Zé” não serve para nada, até porque ele dificilmente faz as três substituições ao longo dos jogos…

    Enfim, perdemos mais um jogo, mais um campeonato, só nos resta agora a Copa do Brasil e a Sul Americana, que não tenham dúvidas também iremos perder, pelo simples fato de NÃO TERMOS TÉCNICO !!!

    Parabéns Bandeira, financeiramente estamos ótimos, a pena É QUE NÃO SOMOS UM BANCO…

    SRN

    Reply
  12. Presidente, temos que parar de apoiar um trabalho fadado ao fracasso em muletas, tais como azar, jogou bem, mereceu vencer. Quantas e quantas vezes já vimos esse filme acontecer?? Gols perdidos, posse de bola, domínio da ações, falhas individuais e derrotas com mais elogios do em algumas vitórias. Está provado por mais a + b que Zé Ricardo não da conta desse time, está provado por a+b que Márcio Araújo é um jogador muito fraco, que temos um sistema defensivo inoperante, que jamais consegue manter qualquer resultado, que é um time sem nenhuma cara de vencedor. Qual time considerado grande o Flamengo conseguiu vencer?? Nenhum. Em qual momento decisivo o time se superou e conquistou?? Nenhum. Sinceramente, gostei muito do Zé Ricardo em 2016, mas a regressão quando lhe deram melhores jogadores é visível. Confuso, inseguro, muitas mudanças de nomes e poucas alterações de verdade. Um ano de trabalho, com um grupo jamais venceu nada de importante, que a única conquista foi um terceiro lugar no brasileiro em que tinha tudo para ser campeão. Em 4 jogos restantes em casa venceu apenas um. Um time que se gaba em ter posse de bola e perder poucas partidas, deveria pensar porque não vence jogos dificies e decisivos?? Não vou nem comparar com Corinthians, pq os 15 pontos de distância dizem tudo. Não vou nem citar nomes, com excessão Márcio Araújo, um jogador medíocre, apesar de ótimo caráter como homem, foi rebaixado com atlético/mg no pior momento da história do mesmo, sendo goleado várias vezes pelo cruzeiro e rebaixado pelo Palmeiras, saindo por exigência da torcida palmeirense, pq era de um nível baixíssimo para um time fraco. Um volante que no jogo todo roubou uma bola apenas. Que não faz uma falta, prova disso.. é que difícilmente toma cartão, pois não participa efetivamente da marcação. Some do jogo como no segundo tempo e quando aparece falha grosseiramente no combate que resultou o segundo gol. Presidente, Infelizmente o trabalho é marcado até o momento pelo fracasso na hora do jogo forte. Na hora decisiva..falhamos em todos. O time é confuso, o treinador não consegue que os dois melhores armadores do país joguem bem juntos. Não consegue acertar a defesa, principalmente nas bolas altas e em diagonal, não acerta a marcação frouxa no meio e não sabe utilizar o que tem de melhor. E não tem a simpatia da torcida, é hora de avaliar e ver se vale a pena manter. A hora é essa, ou viveremos de muletas, de desculpas, de números fictícios e de várias derrotas como as de hoje. Estamos muito acostumados a perder.

    Reply
  13. Time jogou uma grande partida. ZR cometeu um pecado: escalar a ameba que deu bote errado em 2 jogadas que terminaram em gols. Ele merece perder pela insistencia que beira a cretinice em escalar um pessimo jogador sem dar chance a outros. Essa ameba joga todos os jogos, nunca leva cartao, se machuca.
    Apesar da melhor partida no ano- a unica em que tivemos troca de passes, infiltracoes, triangulacoes, passes agudos-a derrota acabou com qualquer chance de titulo e expos deficiencias: precisamos de 1 matador 2 zagueiros e 2 volantes. E estes jogadores tem que ser vencedores. Nosso time tem bons jogadores mas nenhum deles tem lideranca, e decisivo. Falta alma, cara de Flamengo. Esse time joga sem fome, e muito politicamente correto. Jogador quando faz gol chora, reza e todo mundo parece numa imensa zona de conforto. Com essa direcao patetica nao da pra ganhar nada.

    Reply
    • Amigo Alexandre!
      1 – O tiro de meta foi batido, e pegou nossa defesa saindo. Ricardo prensou com Márcio Araújo e Réver (que estava de frente) e sobrou para Bruno Henrique desmarcado na esquerda. Falha do Rodinei que não acompanhou.
      2 – No segundo, realmente errou o bote. A diferença, é que muitos erram e nem sempre resultam em gols. Quantas vezes um jogador vai ter que chutar dali, pra acerar um canudo daqueles no ângulo?
      3 – Falha clamorosa de Réver e Juan marcando um jogador e, Pará olhando o Ricardo cabecear sozinho.
      Sabemos que existe uma implicância clara com alguns jogador.
      A bola passa no nariz do Réver que não estica o pé, a culpa é do Vaz que está do outro lado.
      O mesmo acontece com Juan, e a culpa mais uma vez é do Vaz que nem na jogada estava.
      Diego perde a bola do jogo contra o Palmeiras, mas é protagonista e não pode ser responsável pela derrota. Culpa do MA que deveria ter batido o penalti.
      O mesmo Diego, perde o gol mais feito do ano, com Cássio sentado e, a culpa é do MA que não pegou o rebote.
      Acho que estamos individualizando situações, em que o conjunto inteiro é o responsável.
      Por que a defesa estava saindo à bangu no 1º gol do Santos? Isso é que deve ser absorvido e resolvido.
      O que está “incentivando” nossas divergências no geral, é que estamos criando e jogando no lixo, situações de gols que outros times como Corinthians, Grêmio e Palmeiras, não desperdiçam. São cirúrgicos! Em 3 fazem 2, sempre.
      Vejo o Flamengo jogando com raça SIM. Correndo e marcando o campo inteiro.
      Mas o fundamento finalizações, já nos tirou de muitas competições.
      E continua!!!
      Grande abraço, amigo

      Reply
      • Pelo amor de Deus! Vamos parar com esse mimimi! Falou falou e não disse o que TODOS veem!

        Não temos técnico! Onde está no seu texto a parcela de CULPA do técnico?

        Esse texto escrito por vc vem desde do ano passado!

        Mesmos erros e NADA muda!

        Em dezembro estaremos aqui discutindi que foi mais um ano perdido e ainda assim ALGUNS irão defender esse técnico

        Reply
        • Meu caro Zé Milton!
          Nesse espaço cada um tem sua opinião e, cada um lê o que quer.
          A questão não é defender o Zé, ou não! Está muito acima deste “pequeno” detalhe.
          Ninguém segura um técnico sem argumentos reais. Principalmente o caldeirão que é o Flamengo.
          Antes de demitir Zé Ricardo, isolado com o elenco nas mãos, sem ao menos participar das reuniões do clero, entendo que um vice de futebol seja absolutamente necessário. Que um supervisor de futebol seja contratado pra ontem.
          Quem é Mozer? Quem é nosso vice de futebol?
          Após ler Rica Perrone, cheguei a conclusão que Zé Ricardo deve pedir demissão.
          O barulho está enorme e, continuamos não decidindo quando podemos. Não importa jogar bem e dominar o jogo. O resultado é o que interessa!
          Dito isso, entendo que temos divergências, mas não vou escrever o que os OUTROS acham e, muito menos aceitar conceitos que discordo.
          Como digo sempre, gosto do vermelhinho mas respeito o amarelinho.
          Colei a coluna do Rica, que retrata perfeitamente minha opinião, sobre o momento do Flamengo.
          Abraço
          http://www.ricaperrone.com.br/demita-se-ze/

          Reply
  14. Bem! Vou tentar resumir o que vi e estou sentindo!
    Evidentemente Zé entrou com Renê, pelo fato de ser muito mais marcador que Trauco. Copete exigia! Pará e Rodinei se equivalem em tudo, tanto faz um ou outro. O que podemos lamentar, foi Zé não ter substituído Rodinei após o cartão amarelo. Perdeu a passada e nos deixou com 10 em campo.
    O bafafa do gol invalidado pelo bandeira contra o Corinthians, se transformou no nosso castigo. O gol anulado do Réver, foi absolutamente normal.
    Nesse Brasileiro, jogamos mal contra Sport e Coritiba.
    TODOS os outros jogos jogamos bem. Na maioria deles dominamos, criamos, mas não tivemos a eficiência necessária para matar os jogos.
    Empatamos com o Palmeiras perdendo Penalti, com o Corinthians perdendo gol com o goleiro sentado, e hoje, mais uma vez, perdemos 4 gols absolutamente absurdos.
    Se Vizeu quisesse cabecear aquela bola pra fora, talvez fizesse o gol.
    Depois, Guerrero, Juan e Vizeu mais uma vez. Bolas DENTRO da pequena área. Facílimas!!!
    Como culpar o treinador? A não ser que seja escalado no próximo jogo no lugar de um dos pés tortos que jogam no Flamengo.
    Pode ser que um ataque com Fred Luz, Bandeira e Claudio Pracownick seja mais feliz nas finalizações.
    Falo sobre este fundamento desde que o Blog foi “fundado”.
    Enquanto essa praga persistir, estaremos rezando para que a bola vadia dos adversários não entre.
    Só vejo uma solução de custo barato e rápida, que pode dar resultado.
    NÃO treinar mais nada que não seja finalizações…
    Mais uma vez, não entendo como dominamos o jogo e não vencemos. Mais uma vez, a trave voltou a ser madrasta.
    Tenho absoluta certeza que o caminho é esse, que o elenco é bom e existem opções.
    Como futebol é resultado, o jogo contra o Vitória se transformou numa decisão para Zé Ricardo. Apesar de pressionado, continuo vendo um bom trabalho.

    Reply
    • Caro amigo Egon,
      Gosto muito dos seus textos, mas discordo quanto ao gol de Rever: a tv mostrou que ele estava um pouco adiantado (cabeça).
      Se o ZR ( o qual gostei e torci muito em 2016) não tem culpa, então nosso time não é tão bom como praticamente toda imprensa fala, e acho um certo exagero nessa avaliação. Minha opinião é que ele me parece perdido. Acho que esse time não tem alma. Falta vontade de ganhar, e se indignar quando perde. Falta espírito de Rondinelli (Deus da Raça). Os mais antigos como eu, lembrarão.
      Um abraço e continue com seus belos textos.
      SRN.

      Reply
      • Amigo Paulo! Muito obrigado por palavras tão gentis.
        Como vimos na mesma TV, podemos divergir tranquilamente sobre os lances.
        O bandeira NÃO marcou impedimento. O juiz entendeu que a bola bateu no braço do Réver, que estava colado ao corpo. Portanto, lance válido.
        Prova disso, é que o auxiliar ao lado do gol, validou.
        Quanto ao Zé, a quem defendo, trata-se de um detalhe mínimo que compromete TODO seu trabalho.
        Jogamos bem mas não temos eficiência para transformar em gols as oportunidades que desperdiçamos. Esse é o diferencial!
        São INÚMEROS gols perdidos em uma única partida, que raramente vejo com outros times.
        Contra Palmeiras, Corinthians e hoje, jogamos 7 pontos na lata do lixo, justamente por não saber empurrar pra dentro, bolas dominadas na PEQUENA ÁREA.
        Lembro ao amigo, que nunca morri de amores por Vaz nem MA. No Brasil existem 100 iguais. Mas não são os culpados por tudo, como muitos entendem.
        Grande abraço no amigo.

        Reply
    • Como é difícil discordar do amigo. Só quero fazer uma colocação. Além dos gols feitos que perdemos ao longo desse e de outras disputas, a nossa zaga está muito mal. Ora Rever e Vaz, ora Rever e Juan. Foi uma lástima a contusão do Rodolfo.
      Na minha opinião, esse campeonato já era. Estou de saco cheio de ver esse time jogar bem e perder.
      Um abraço.

      Reply
      • kkkkkkkkkk Até nisso não discordamos!
        Concordo completamente com o desentrosamento entre os zagueiros do meio, como também lamento a contusão do Rhodolfo.
        Porém, ainda não desisti do campeonato, mas concordo mais uma vez com o amigo.
        “Estou de saco cheio de ver esse time jogar bem e perder…. gols”
        Assinado, meu amigo

        Reply
    • Caro Egon,
      Como já disse anteriormente, sou fã dos seus comentários, sempre inteligentes e bem humorados. Dito isto, permita-me discordar.
      Chega a ser comovente ver o seu esforço em defender o indefensável: Márcio Araújo não é jogador de futebol, é um enganador que não marca, não desarma, não chuta, não cabeceia, enfim não faz nada. Sua única virtude é a velocidade, virtude esta, que ele usa sempre da forma errada: Pra correr atrás do adversário que ELE deveria marcar e não perseguir. Desapega, meu querido!
      Grande abraço!!

      Reply
      • kkkkkkkkk Amigo Sidney!
        Passei o ano inteiro de 2016 chamando Márcio Araújo de CARAMUJO!
        Não é uma defesa velada, amigo. Apenas entendo que no FLAMENGO não temos outro jogador com sua característica.
        Tentamos Rômulo, Cuellar e, até mesmo Arão, e AINDA não deu certo.
        Prova disso, é que MA foi titular com TODOS os técnicos que passaram pelo Flamengo.
        Essa ameba, fez 224 jogos pelo Galo, 252 pelo Palmeiras e, até o momento, 203 pelo Flamengo.
        O que acontece, é que os Dedos Podres não contratam um jogador de qualidade para seu lugar. Já disse aqui, que meu volante seria Marcelo Diaz, Rafael Carioca ou Otávio. TODOS muito melhores que MA.
        Já desapeguei faz tempo, meu caro kkkkkkk. Acontece que adotei uma opinião muito interessante escrita pelo Nino. ” Ruim com ele, pior sem ele”.
        NÃO, por méritos do cara! Mas sim, pela absoluta falta de concorrentes à vaga.
        Ponto negativo para quem comanda o futebol do Flamengo, quê, coincidentemente, é o presidente…
        Abraço, meu amigo

        Reply
        • Caro amigo Egon,
          Elegante como sempre!! É um prazer dividir o espaço, pra continuar concordando ou divergindo, sempre em busca do melhor pro nosso Flamengo. Acho que uma sequência pro Rômulo ou pro Ronaldo, seria bem vinda. Márcio Araújo me tira do sério. Não só ele mas também Muralha, Pará, Vaz, Mancuello, Gabriel e outros menos votados. É muito jogador pé de cachorro em um time só.
          Grande abraço

          Reply
    • Acho que fundamentos são obrigações que devem ser treinados pelo técnico!

      Poxa, lendo o seu texto agora estou feliz, jogamos bem contra TODOS, mas não ganhamos os jogos mais importantes! Ufa! Que excelente campanha…jogamos bem, mas não levamos. Kkkkkkk

      Esse é o retrato do nosso treinador e de boa parte da torcida do flamengo! CONFORMISTO E TEXTOS ENSAIADOS A CADA RESULTADO RUIM

      Hj vou usar essa sua desculpa aqui no trabalho…”Perdemos, mas jogamos bem contra corinthians, palmeiras, grêmio, cruzeiro,santos (duas goleadas), mas perdemos muitos gols e não ganhamos”

      #falaserio

      Reply
      • Acho que o amigo não sabe o que é “texto ensaiado”…
        Ninguém perde tempo escrevendo, para convencer quem quer que seja de alguma coisa. Apenas opinião! Simples assim…
        Sua visão é absolutamente diferente da minha. É por aí que devemos começar um debate. Até porque, o amigo está incorrendo numa máxima.
        ” Podemos não saber o que queremos, mas temos obrigação de saber o que não queremos”…
        Só que isso não funciona no futebol!
        Sei que não quero Zé Ricardo, mas não posso contratar Sampaoli.
        Abraço, meu caro…
        #opinião

        Reply
    • Cirúrgico como sempre Egon.
      Lendo agora o blog do Rica ele diz uma coisa certa,a torcida já elegeu o Ze como culpado de todas as coisas erradas que acontece (inclusive a falência do Estado do Rj é culpa do Ze) e nesse caso é difícil reverter esse quadro,Ainda mais ele sendo apenas o Ze duvido muito se fosse um Murici a pressão seria tanta.
      Repito maioria da torcida ver o resultado e não o desempenho e chegamos ao ponto que se o time joga mal e vence é criticado e se joga bem como ontem e perde crticamos,ou seja o nível de exigência é tanto que beira a implicância,não sou diferente mais mais do que o placar (que me chateia muito quando perde) procuro ver o desempenho e o nosso vem sendo bom,todos os jogos independente do adversário e local propomos o jogo e vejo o nosso único pecado a conclusão final.
      O ponto fora da curva é o Corinthians o resto tá no bolo.

      Reply
      • Vili, vc é um brincalhão! Kkkkk

        Vc analisa desempenho, né? E por acaso vc está gostando do nosso “desempenho”?

        Eliminados da libertadores e fora do Brasileiro

        Desempenho bom é fazer 3 pontos, ganhar dos adversários que brigam pelo título.

        Desempenho bom é não tomar conhecimento e engolir o adversario…

        Desempenho bom é está lá em cima na parte da tabela

        Esse seu conformismo em aplaudir partidas que vc julga que jogamos bem, mas que não ganhamos é que está nos tornando uma equipe sem DNA vitorioso!!

        Reply
        • Ze Hamilton vamos aos tópicos numerados por vc.
          1-Vc é torcedor do Flamengo? ou Real Madri ou Barcelona?se a resposta for Flamengo lembre-se que disputamos um dos campeonatos mais difíceis do mundo onde temos 5 ou 6 disputando título todo ano.
          2-Irmao venho de uma época que ganhávamos títulos e no ano seguinte
          brigávamos para não cair,agora desafio a vc fazer uma análise dos últimos campeonatos e verifique em que posição terminamos grande parte deles em posição de baixo.
          3- Quinto lugar e brigar na parte de baixo ou de cima?Amigo terminamos o turno a quase duas vitórias do vice líder.Ai vc fala que pelo elenco que temos éramos para ser líder,em relação à elenco isso é mérito da mesma diretoria que vc critica.
          4-Irmao se situa e lembre-se vc torce para um time que disputa o Brasileiro e não um time que disputa o Espanhol ou campeonato Alemão e lembre-se talvez essa seja a melhor época que vive o Flamengo…títulos?so um ganha.
          E como fala o Luxa para se ganhar uma libertadores é necessário estar sempre disputando a mesma.
          E esse Flamengo está em fase de recuperação de anos de abandono.

          Acho que se vc parar para analisar verás que o Bricalhao aqui é vc!!

          Reply
          • GRAAAAAAANDE VILI!
            Na veia irmão. Tá assinado até o Zé cair kkkkkkk
            Cirúrgicos somos nós!
            O mais interessante é que com Muricy, um top, só derrapamos.
            Que sabe o Roth… Kkkkkkkkk
            Abraço irmão

      • Perfeito Vili!
        É justamente o que penso…
        “Procuro ver o desempenho e o nosso vem sendo bom, todos os jogos independente do adversário e local propomos o jogo e vejo o nosso único pecado a conclusão final.”
        Sua última frase resume absolutamente tudo…
        Digo isso desde 2016! Criar e não matar, é dar chance pra bola vadia.

        Reply
        • Mas, afinal como nosso desempenho tem sido bom? Temos que analisar todo o conjunto. Realmente, temos perdido algumas oportunidades claras de gol, ontem de novo. Mas, e o esquema defensivo? Nos últimos 7 jogos levamos 13 gols, quase 2 por jogo. Contra o Santos, foram 7 em dois jogos. Apesar de usar sistematicamente um jogador que (teoricamente) só protege a zaga, figura considerada indispensável, por falta de alternativa, nossa parte defensiva é uma verdadeira peneira. Portanto, falar em bom desempenho e colocar sempre a culpa nas más finalizações, é ver o jogo pela metade. O fato é que, até agora, não conseguimos formar um conjunto equilibrado. Ademais, nosso time não tem o menor equilíbrio emocional. Um gol, uma marcação pressionada e o time desmorona e vira um bando em campo. Assim perdemos do San Lorenzo, quase do Santos, na Copa do Brasil, e ontem. A derrota de ontem, apesar dos gols desperdiçados, foi fruto de total desorganização e ingenuidade. Desorganização no 1º e 3º gols. Sim, porque o 1º surgiu de um tiro de meta apressado do nosso goleiro, cuja rebatida pegou toda defesa fora do lugar. O 3º um chuveirinho, em diagonal, que pegou o Ricardo Oliveira completamente livre na pequena área, que não teve nem necessidade de pular para cabecear. O 2º, ingenuidade do “indispensável” Márcio Araujo que, ao errar a antecipação, deixou o adversário completamente à vontade para concluir. Bastava uma falta para parar a jogada e talvez um cartão amarelo. Mas, ele é o único cabeça de área que joga como uma dama. E de onde vem toda esta intranquilidade de nosso time? Não será fruto da má gestão no futebol, tanto técnica, como administrativa e disciplinar? Pois é, compramos vários jogadores, alguns para a mesma posição, e não conseguimos formar um time. Um detalhe, até a 11ª rodada nosso aproveitamento era de 60,61%, nos últimos 7 jogos caiu para 42,86%. Seria fruto dos bons desempenhos? SRN

          Reply
  15. A sorte acompanha quem merece. Time que não a tem é porque não é digno dela, por alguma razão.

    Ah, o Fla perdeu gols feitos? Que novidade, essa é a realidade desde o meio de 2016, então não pode ser azar, pois nenhum problema, quando bem trabalhado, dura tanto tempo. No Brasileirão passado isso foi um problema, na Libertadores desse ano também (nos custando a eliminação NA FASE DE GRUPOS) e nesse Brasileirão vem sendo novamente, então não é falta de sorte, é incompetência dos jogadores e da comissão técnica.

    Ah, hoje as substituições deram certo? Que bom, alguma vez elas têm que dar né, porque o Zé MUITO mais erra do que acerta nelas. Sendo assim, acertá-las de vez em quando não é NENHUM mérito, é o mínimo do mínimo.

    Ah, teve expulsão? Gente, chega… Tudo é desculpa. Sabem o que é fato? Dos 10 primeiros colocados, o Fla SÓ ganhou do Vasco. Há justificativas convincentes para mais NENHUMA vitória nos outros 9 confrontos?

    Não há conspiração do destino contra o Fla, o que há é que hoje, no futebol, o Fla é um clube incompetente, banana e frouxo em todas as esferas: diretoria, comissão técnica, jogadores… Eles parecem não entender o espírito da coisa. Qual foi a última vez em que conseguimos uma virada heróica como essa que tomamos hoje do Santos ou do San Lorenzo na Libertadores? Eu realmente não lembro. Não é que falte raça ao time, os caras correm, se esforçam nos treinos, não estão de sacanagem. Falta o tal “algo a mais” que aparece em times que estão prontos para coisas grandes. Falta indignação antes mesmo de o jogo terminar quando o resultado não tá vindo. Falta saber golear quando dá pra golear, saber ganhar por 1 a 0 quando não dá pra golear, saber empatar quando não dá pra vencer. Falta saber fazer catimba e impedir o adversário de chegar ao gol quando ele começa tentar a pressionar no final do jogo. Hoje, por exemplo, como deixam o cara cruzar LIVRE AOS 43 MIN DO 2 TEMPO? Bem feito, saiu o gol da virada. Vê se na Libertadores o Botafogo ou o Grêmio deixam o adversário cruzar aos 43 min do segundo tempo. Claro que não, os caras têm espírito, o adversário não chega ao gol de jeito nenhum.

    Ao Fla não faltam mais contratações. Nenhum time sul-americano tem 11 craques em campo, e é até melhor que não tenha mesmo. O Fla atual certamente já é o que tem mais grandes jogadores no elenco em TODA a América. Não falta mais contratar ninguém, falta espírito. Com metade do espírito do Botafogo do Jair ou do Grêmio do Renato, nesse momento estaríamos bem encaminhados pras quartas da Libertadores, na cola do Corinthians no Brasileiro e teríamos passado pelo Santos na Copa BR sem sustos.

    Mas não temos esse espírito, e não há qualquer indício de que em breve teremos. A eliminação na Libertadores não ensinou NADA a esse time e técnico. Joguei a toalha de Brasileiro, Copa BR ou Sul-Americana esse ano. Enquanto frouxos e patetas forem maioria no futebol do Fla, não esperem mais do que campanhas homeopáticas. Grandes emoções, só se forem viradas dos adversários sobre a gente, o contrário está fora de cogitação.

    Reply
    • Luiz, de acordo com suas palavras. Qto a mim, estou me lixando para a Copa do Brasil, 1a. Liga e Sul-Americana, “estou desligando o assunto Flamengo em 2017”.
      Estou torcendo agora para um “fator subserviente” que mude esse estado de coisas, inevitavelmente somente o caos pode mudar situações irreversíveis. Este caos pode vir precocemente no próximo domingo ou tardar nos confrontos com o Botafogo pela Copa do Brasil.
      No Brasileirão estou torcendo para o Grêmio do Renato Gaúcho a partir de agora, que eles derrubem os intoleráveis gambás.

      Reply
  16. Não entendo o Pará cobrando aquela última falta do jogo, na mesma posição do gol do ER.
    O ER sofreu a falta e deveria ter batido. Ou deixasse o Éverton 22 bater. Menos o Pará. Inacreditável.

    Não entendo a saída do Diego, teria que sair o MA ou o Arão.
    Deixava o Éverton 22 e o Vizeu na frente.
    Fechava o meio com Arão ou MA, Diego e ER.
    A defesa com Renê, Juan, Réver e Pará.
    Estávamos ganhando e perdemos porque o Rodinei errou sendo expulso e o técnico errou na substituição após a expulsão.

    Estamos precisando de humildade.
    O ZR precisa entender que o time não está jogando bem propondo o jogo a todo o tempo.
    Infelizmente é a realidade.
    Está vulnerável, pois nossos defensores são ruins e nossos atacantes não estão matando os jogos, perdendo várias oportunidades.

    Temos que fechar esse meio de campo. Tá ridículo isso.
    Colocar 04 homens no meio. Sendo dois marcadores (escolher dois entre Cuellar, Rômulo e Ronaldo) e dois habilidosos (escolher dois entre Diego, ER e Geuvânio).
    Dois atacantes. Um rápido (VJ ou Berrio) e um finalizador que fique dentro da área (Guerrero ou Vizeu).
    Colocar o Éverton 22 na lateral esquerda pra não perder o bom momento dele.
    Na lateral direita não tem o que fazer. Um dos dois mesmo.
    Réver e Juan na zaga, até que Rodolpho ou Léo possa substituir o Juan.
    Diego Alves no gol.

    O MA não tem bola pra ser titular.
    O Arão não marca nada. É inseguro e não tem raça. Se é pra escalar pela chegada ao ataque é melhor deixar o ER pelo meio junto com o Diego, o Cuellar e o Rômulo ou Ronaldo.

    Reply
    • Não tem nem desculpa de que não tem tempo pra treinar um novo esquema.

      É o arroz com feijão do futebol.
      É fazer o simples.
      Com humildade.
      Dois meias marcadores, dois meias habilidosos, um atacante rápido e um atacante finalizador.

      Pronto. Alguém tem que falar isso pro ZR.
      Humildade meu filho. Dois volantes marcadores meu filho. Dois meias habilidosos meu filho. Vamos fechar esse meio de campo. Colocar um atacante novo e veloz e um finalizador dentro da área, sem sair de lá.
      Fala pros seus laterais não subirem juntos meu filho. E fala pros volantes que eles não precisam subir nunca meu filho.

      Não quero volante infiltrador que entra na área até o final do ano.
      Não quero pontas que recompõem até o final do ano.
      Não quero centroavante pivô.
      Não quero laterais alas.

      Quero volantes marcadores.
      Laterais que não sobem juntos, que façam linha e que façam a diagonal (cadê o Pará marcando o Ricardo Oliveira naquele gol de cabeça????)
      Meias habilidosos que lançam.
      Um atacante habilidoso e veloz que drible e deixe 02 ou três pra trás (VJ meu filho).
      Um atacante goleador que fique dentro da área e faça gol meu filho.

      Futebol puro e simples.
      Fala pra eles Kléber!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Reply
  17. Olá Kleber Leite, precisamos urgente de mudança de comando técnico, não existe um padrão, cada jogo é um time diferente, por favor converse com os conselheiros e ex presidentes para cobrarem mudança,
    que nesta mesma quinta feira o Zé Ricardo seja desligado do comando. Abraço

    Reply
  18. O problema não é o amarelo, mas sim as amareladas e falta de comando. A hora de tirar ZR é agora, quando se tem todo o returno pela frente. Perdendo esse timing, só em dezembro. O time do Fla que pode jogar a Copa BR não é bom suficiente para ganhá-la. A sul-americana pode salvar o ano, grande chance de título. No Brasileirão, nossa briga agora é pra terminar em 4°. Um terceiro lugar seria uma façanha.

    Reply
  19. Só do Santos levamos seis gols em dois jogos! Ninguém é culpado? A culpa deve ser da torcida, que simplesmente quer um título de expressão!

    Reply
  20. Mais uma tristíssima decepção. Decepção que começou ao ver o time entrar em campo vestido de amarelo e que foi crescendo vendo o time perder gols em sequência. Poderíamos,sem nenhum exagero ,ter liquidado o jogo no primeiro tempo. Rodnei e Pará são ,absolutamente só transpiração. Precisamos contratar um lateral direito que além disso tenha inspiração. A pressão sobre a arbitragem feita por Santos, Corinthians e Botafogo anulou o gol do Rever. Mais uma vez o gosto amargo de uma vitória que não veio mesmo tendo jogado bem. Mesmo tendo jogado mais e melhor que o adversário.

    Reply
    • Perfeito, amigo Paulo!
      Temos jogado bem, mas não resolvemos perdendo gols absurdos.
      Como futebol vale pelo placar, todas as justificativas não valem mariolas.
      Ontem foi de doer!!!!

      Reply
  21. Eu ,sinceramente estou cansado de falar desse treinador ZR,agente reclama,reclama aí vem o EBM mantém o cara é culpa nossas derrotas na arbitragem.O segundo gol que o Santos faz é uma amostra do que é esse rapaz chamado Marcio Araújo,o cara da o bote ao contrário,ao invés dele ir de frente no Alisson ele vai por traz deixando o jogador do Santos evoluir com a bola e ter liberdade de acertar um belo chute(Vi alguns amigos colocando que culpa tem o Marcio no cara acertar um chute daquele,claro que tem pois se vai certo na marcação o Alisson não teria a liberdade pra bater na bola).Caro Kleber jogar de amarelo é o menor de nossos problemas.Temos um técnico ridículo que está à frente de um time é esse time só joga de uma maneira.Uma diretoria que está sanando as dívidas ,mais que de futebol
    Não entende nada.EBM não faz mais do que obrigação ,como presidente de uma empresa
    o papel dele e fazer com que a empresa cresça .Se os outros presidentes não fizeram isso o problema estava nos outros pois pra mim Bandeira faz mais do que obrigação .
    Enfim já estamos fora da Libertadores e do Brasileiro,já temo pela vaga do G6 com esse ZR à frente do time.O EBM deve está esperando sairmos da copa do Brasil pra fazer alguma Coisa.

    Reply
  22. Calma, minha gente!
    Faltam apenas 16 pontos para nao cairmos…acho que vai dar para empatar esses jogos, mesmo com Marcio Araujo em campo.
    Ano que vem nosso tecnico estará mais experiente e Marcio Araujo completará 300 jogos com a camisa do flamengo e será homenagiado pelo dono do clube, ops… EBM.
    Alguns continuarao a dizer que o time jogou bem, perdeu pq a defesa estava aberta, mas a culpa nao é do tecnico. A culpa deve ser da minha mãe.

    Reply
  23. Enquanto endeusarem e blindarem o trabalho ridículo do presidente Bandeira de Mello no futebol, será isso ai, desculpas , quase, cheirinho, enfim o flamengo cada dia mais morno .
    Henrique, você é mesmo flamenguista ?

    Reply
  24. Prezados,não tenho até hoje uma posição sôbre ZR.Não sei se é o melhor ou pior pra o Fla.Mas,ontem,êle não teve culpa.Foram 4 gols perdidos.Êrros de marcação.Expulsão tôla de Rodinei.Goleiro inseguro nas saídas de bola.Juan e Rever,ainda não sabem se posicionar,quando da cobrança de corner.MA falhou na hora do gol final do Santos;deu o “bote” pelo lado errado.O que aliás não precisava bastava ficar encostado no adversário.Já tinha dito aqui e repito.”O FLA não tem vocação para as vitórias”
    ABS.
    SRN.

    Reply
  25. Kleber,
    Não tem nada de “dia do Santos”. A defesa do Flamengo, a começar por Marcio Araújo, não jogou nada. Continua repetindo erros de posicionamento. Não temos laterais, essa é que é a verdade.
    Outra coisa: como pode perder gols desse jeito? É falta de confiança é de treinamento.
    Estamos caminhando para repetir ano passado. Sem ganhar nada de importância.

    Reply
  26. Egon – “Bem! Vou tentar resumir o que vi e estou sentindo!
    Evidentemente Zé entrou com Renê, pelo fato de ser muito mais marcador que Trauco. Copete exigia! Pará e Rodinei se equivalem em tudo, tanto faz um ou outro. O que podemos lamentar, foi Zé não ter substituído Rodinei após o cartão amarelo. Perdeu a passada e nos deixou com 10 em campo.”

    Foi sim uma excelente partida até que Rodinei, tenha feito uma cagada daquelas. Não precisava de uma entrada tão desastrosa tendo ele um cartão amarelo. Fez a cagada e levou o segundo.

    Egon – “Nesse Brasileiro, jogamos mal contra Sport e Coritiba.
    TODOS os outros jogos jogamos bem. Na maioria deles dominamos, criamos, mas não tivemos a eficiência necessária para matar os jogos”

    Talvez ontem mais uma vez nesse ano, o Flamengo tenha feito a sua melhor partida. Mas como a partida não termina aos 39 minutos do segundo tempo, a vaca foi para o brejo com sino e tudo.

    Acontece que antes desse fatídico lance, o Flamengo dominou, pressionou, manteve sempre a posse de bola com ações produtivas, mas sim, pecamos demais nas finalizações. Se metade dos gols que perdemos entrasse, seria ontem uma goleada a nosso favor.

    Foi uma pena. A primeira partida que eu vi ER7 jogando muito bem pelas pontas. Mas sinceramente não sei o que acontece com Diego. Foi muito razoável não só hoje, mas desde a sua volta por contusão, não tem sido o Diego que esperamos e conhecemos.

    Egon – “Como culpar o treinador? A não ser que seja escalado no próximo jogo no lugar de um dos pés tortos que jogam no Flamengo.
    Pode ser que um ataque com Fred Luz, Bandeira e Claudio Pracownick seja mais feliz nas finalizações.”

    Penso exatamente da mesma maneira e acrescento o seguinte:

    1 – Por diversos motivos, não conseguimos escalar a defesa titular. Até onde sei e apurei, parece que Vaz não joga 2018 no Fla. Daí o interesse repentino em Pablo do Corinthians. MAS COM ESSE DINHEIRO TODO QUE TEMOS NOS COFRES, IRIA ATRAS DE GIL E MIRANDA…..URGENTEMENTE.

    2 – Diego Alves ainda não mostrou a que veio. Visivelmente com falta de ritmo. E tem jeito de não escalar? Creio que não!

    3 – Insisto em fazer Everton 22 de lateral, e colocar VJ na ponta. TRAUCO E RENE , NÃOOOOOOO. Um marca mais não ataca. O outro ataca mas deixa uma avenida.

    Reply
    • Amigo Anderson!
      SE…. hoje o Flamengo demitisse o Zé Ricardo e anunciasse o Muricy, tenho absoluta certeza que tudo voltaria ao seu devido lugar. Mesmo sendo enxotado do São Paulo na sua última passagem por lá, trocamos um estagiário por um dos técnicos mais tops do Brasil.
      Faz sentido na forma teórica! Mas na prática, não foi o que vimos…
      “No ano passado, o time chegou a ser eliminado três vezes em 56 dias sob o comando de Muricy Ramalho. Caiu no Carioca, na Primeira Liga e na Copa do Brasil. Posteriormente para o desconhecido Palestino na Copa Sul-Americana.”
      ACHO que a insistência com Zé Ricardo (a quem sempre defendi) está justamente pautada no Brasileiro que fizemos, após tantas derrapadas de um MESTRE…

      Reply
  27. Prezado Kleber,
    Aconselho todo rubro-negro, lúcido ou não, a ler, o mais rápido possível, a avaliação publicada, há pouco, pelo Mauro Cezar Pereira. Arrasadora, competente, baseada em números indesmentíveis, traz qualquer desavisado à realidade, e provoca, em todos nós, reflexões profundas.
    Kleber, com sua vasta experiência na direção do Mais Querido, você sabe, como ninguém, o que está por vir, caso o Flamengo NÃO supere o Botafogo. Sincera e humildemente, sugiro que as pessoas influentes, no Flamengo, saiam da letargia imediatamente, enquanto ainda há tempo_ brevíssimo tempo.
    Saudações,
    Carlos Cazé.

    http://espn.uol.com.br/post/715708_flamengo-afunda-e-presidente-irrita-vices-time-e-a-cara-de-bandeira-e-ze-ricardo-seu-protegido

    Reply
  28. Acho que aqui tem os que defendem o trabalho do ZR. De minha parte acho que ele já deveria ter sido demitido na eliminação da Libertadores.
    Não tem mais cabimento, seu trabalho na Gávea é pura ilusão conceitual que o EBM insiste em proteger, e os resultados estão ai.

    Não é culpa do técnico que os jogadores percam gols absurdos como o vêm perdendo, mas eu pergunto, é comum um time perder tantos gols como perde o nosso? É comum um time como o nosso ficar 5 rodadas sem vencer?

    Obviamente não é possível mandar todos os jogadores embora para que o ZR recomece seu questionável trabalho com outro grupo. Qdo jogadores desse quilate não conseguem bons resultados, o técnico tem que ser afastado, sempre foi assim, e sempre será.

    Reply
  29. Amigo Egon, prazer em ouvi-lo e responde-lo!Com relação aos seus comentários, digo-lhe:
    1-No tiro de meta, o Rodinei se projetou pois a saída de bola era quase sempre feita com ele. Ate então ele era uma das nossas válvulas de escape e uma das principais peças ofensivas no jogo de ontem. Sendo assim, a minha pergunta é: Onde estava o Inútil? Eu mesmo respondo. Escondido, como sempre faz na saída de bola. O lugar dele é a faixa central do campo, como fazem todos os bons volantes na saída de bola. Mas ele nunca esta lá. Depois ainda teve a oportunidade de tirar a bola mas foi com pé de moça e perdeu a dividida e aí a bola espirrou para o Bruno Henrique. Ele falhou duplamente, no posicionamento e na dividida.
    2-Ele não tem que pensar se o jogador vai acertar ou não o chute. Ele não pode é dar um bote daqueles. Patético, ridículo!
    3-Rever e Juan falharam clamorosamente. Isso é fato. EU alertei em inúmeros posts que precisávamos de 2 zagueiros, sendo 1 deles rápido. Quando da contratação do Juan, fui categoricamente contra por 2 motivos:a-pela esnobada que ele deu no clube em 2013, em um dos momentos mais difíceis de nossa história. Um flamenguista de verdade não daria as costas naquele momento estando rico, resolvido e decidido a voltar a jogar no Flamengo, principalmente por ser a gestão nova e promissora; b-quando veio, era reboltalho do Inter, que terminou rebaixado. Joga com o nome, ontem foi muito mal mais uma vez, tanto técnica quanto fisicamente-o cara nem se aguenta mais em pé. Mas para aqueles que gostam dele e o acham um ídolo, calma pois EBM vai fazê-lo entrar para a lista dos protegidos.
    A implicância é fruto da inoperância, falta de comprometimento, do perfil derrotado, algo inaceitável para quem veste essa camisa. Marcio Araujo é o PIOR cabeça de área da serie A. Eu achava que era o jean do Vasco, mas me equivoquei. Ele é muito pior. Senão vejamos:1-Onde estava o Inutil nos 2 gols tomados em contra-ataque do Palmeiras? 2-E contra o Corinthians, nos 2 gols?3- E contra o Gremio, o que foi aquilo? Paro por aqui, mas sem deixar de responder. Ele não aparece nem na foto nesses lances, sendo o principal jogador ad defesa. Contra o Gremio, mais uma vez entrou com pezinho de moça. Sinceramente, esse rapaz não pode passar perto da porta da Gavea, quanto mais entrar vestido com a 8, envergada por um monstro como o Adilio. Eu sinto vergonha.
    Eu lembro do Kleber no “Enquanto a bola não rola” destruindo o Aílton. Eu também não gostava dele como volante, preferia como lateral, mas não há comparação entre os 2. Ailton foi um jogador vencedor na carreira, enquanto o protegido inútil foi 2 vezes rebaixado com times de massa. Vi também muita coisa ruim(Merica, Dendê, Delacir, Marcio Costa) mas como esse rapaz confesso que nunca tinha visto, principalmente pela longevidade. Daqui a pouco ele faz 400 jogos com essa camisa!
    Quanto ao Vaz, trata-se de um excelente zagueiro. O problema dele é que ele não tem comprometimen to com o clube, em vencer. Pensa somente em aparecer, mostrar que é craque.É um caso psíquico, deveria ter sido tratado como tal. Ele se mete a fazer lançamentos de 50 metros, a bater falta, a dominar e driblar dentro da área e ninguém fala nada. Não tem um companheiro que de esporro, o técnico olha tudo e nada fala e a diretoria aparvalhada como sempre. O resultado é que ele se queimou e torço para que va para o Bolonha e deixe algum na conta.
    Finalmente, chegamos ao técnico. Fui convencido por vc que o ZR é um bom técnico. Isso é um fato. Pode-se chegar a esta conclusão olhando os scouts dos jogos. O problema é que ele bateu no limite de competência dele. Isso não é demérito, pois todos temos um. O Abel de hoje não é o mesmo de 2004, daquela patética derrota pro Santo André, nem o de 2005 quando perdeu pro Paulista a segunda final seguida. O fato é que ZR hoje não tem mais nada a acrescentar. Vejo ele isolado, assistido por um auxiliar que tomou de 7 do FluminenC na base. No mínimo era preciso que ele tivesse uma espécie de consultor/conselheiro que o ajudasse, que fosse um cara experiente, vivido na bola que o ajudasse em determinados momentos. Neste sentido, vejo boas opções no mercado, principalmente com o padrão organizacional que o Flamengo ostenta hoje. Com o ZR acho que não ganharemos nada. Falta-lhe muita coisa, maturidade, casca e experiencia. Por ex, ontem era para ter colocado 2 linhas de 4, tirado o ER7 e o Vizeu e colocado o Cuellar e o Berrio na frente. Montava o famoso ônibus do Mourinho e com a opção de velocidade na frente, o Santos não viria todo como veio.
    O ZR elogiado por muitos é o mesmo que deixa o Vaz a vontade, que teima em manter o Marcio Araujo, em queimar o Ronaldo(destaque da Copinha mas que nunca jogou à vera), que permite que o Diego siga batendo pênaltis quando ele já perdeu outros 2, que bota Gabriel no banco, enfim, ele esta desgastado e parece querer comprovar teses pessoais. Atingiu seu limite de competência claramente.
    Finalmente, chegamos no X do problema: a diretoria. Falta muita coisa a essa gente. Primeiro, humildade, depois serem menos bobos. A entrevista do EBM ao Benja diz muita coisa e revela seu despreparo e imaturidade pro cargo. O cara não aprendeu nada! Com ele, seu elogiado(como assim??) CEO, seu inepto diretor de futebol e seus omissos VP´s, não vamos a lugar nenhum. O clube não tem a marca da competitividade, não vibra, não dá tudo pela vitória. É, em muitos momentos, frouxo e covarde. Também pudera, com tamanha zona de conforto e com tanta proteção para que se expor? Com esses caras, não se forja uma equipe competitiva e vencedora. Se não mudar pelo menos o diretor de futebol, só teremos chances em 2019. Até lá, sera o usual “jogamos como nunca, empatamos ou fomos eliminados como sempre”. Torço para estar errado. Todos os dias. SRN.

    Reply
    • Perfeito, amigo Alexandre!
      Como SEMPRE, embora divirja de alguns itens, respeito muito sua opinião.
      Entendo que nossos erros estejam muito mais fora de campo que dentro dele. Como entendo, que HOJE, devemos nos aventurar com outro técnico.
      Não sei se Zé deveria pedir demissão hoje ou, após os jogos da Copa do Brasil.
      A situação já está se tornando incontrolável. Para o bem do Flamengo a paz tem que voltar a reinar. Uma novidade pode fazer bem…
      Abraços

      Reply
  30. Kleber,

    Não dá mais, ninguém aguenta mais esse estado de coisas, algo tem que ser feito, DEIXAMOS DE SER FLAMENGO, O QUE ESTAMOS VENDO EM CAMPO NÃO É O NOSSO FLAMENGO, O FLAMENGO DE LUTA, DE GARRA, DE VONTADE, O FLAMENGO VERMELHO E PRETO…

    O QUE TEMOS VISTO, É UM BANDO DE JOGADORES VESTIDOS DE AMARELO, QUE DIZEM REPRESENTAR O FLAMENGO, PORÉM SEM UM PINGO DE SANGUE NAS VEIAS, UM TIME SEM VERGONHA, SEM BRIO, E MAIS, SEM COMANDO…

    Abaixo um texto de hoje do Blog do jornalista Mauro Cesar Pereira, que gostem ou não dele, exprime de forma cristalina no que está se transformando o nosso Flamengo:
    TALVEZ UMA AÇÃO ENTRE AMIGOS OU UMA ONG SEM FINS LUCRATIVOS (nesse caso os lucros seriam as vitórias esportivas) OU SERIA UMA REPARTIÇÃO PÚBLICA, ASSIM TIPO O BNDES (que tão bem conhece o EBM), SEM COMANDO E SEM COMPROMISSO COM RESULTADOS…

    Um bando de “funcionários públicos com seus paletós pendurados na cadeira”, tendo em comum com a vida real, o fato de todos ganharem bem e em dia, com estabilidade, inclusive alguns são até PROTEGIDOS, e quem paga essa conta, somos nós os torcedores, como simples CONTRIBUINTES de amor e paixão !!!

    SRN

    Mauro Cezar: “Flamengo afunda e presidente irrita vices”

    O Flamengo tem um dos mais caros elencos do Brasil. Mas dinheiro não é tudo, na vida e no futebol. Assim, perdeu os três jogos que disputou fora de casa na Copa Libertadores e saiu melancolicamente na fase de grupos, mesmo com o maior investimento entre os times da chave. Por isso, nos últimos dias jogou duas partidas seguidas em São Paulo, teve chances de vencer ambas e leva um só ponto em seis para o Rio de Janeiro. E hoje já está 15 atrás do Corinthians.

    O site Futebol em Números registrou: o Flamengo havia sofrido três gols em um só jogo na temporada (3-3 no Fla-Flu no Carioca). E tomou sete do Santos em duas partidas (4-2 e 3-2). E mais: nos cinco últimos jogos, dos 15 pontos possíveis, o Palmeiras ganhou 13, Grêmio e Santos 11, Corinthians nove e Flamengo seis! Pífio! Alguns vice-presidentes (VPs) pensam numa reunião para questionar o momento do futebol comandado por Eduardo Bandeira de Mello.

    Entre 2015 e 2016, o Flamengo não tinha um grupo de jogadores tão caro, mas perdia seguidas vezes para um Vasco mais modesto. Foram nove jogos entre os rivais, seis vitórias vascaínas e três empates, três gols marcados e 10 sofridos pelos rubro-negros. Isso num momento de rebaixamento cruzmaltino. O presidente era Eduardo Bandeira de Mello. Também em sua gestão o Atlético fez 4 a 1 e eliminou o time da Copa do Brasil em 2014. Vexame histórico! É o DNA perdedor.

    Em seu quinto ano no poder, Bandeira finalmente teve condições de investir num time forte. Graças à política de pagamento de dívidas, também desenvolvida por alguns de seus hoje desafetos, e pelo faturamento, que cresceu. Não que o Flamengo tenha alavancado receitas de maneira espetacular nos dois últimos anos. O contrato com a TV Globo e a venda de Vinícius Júnior ao Real Madrid encheram os cofres, permitindo que o elenco ganhasse mais corpo. Mas não bastou.

    Desde o afastamento de Flávio Godinho da vice-presidência de futebol, Bandeira acumula o cargo. Ele é presidente e ao mesmo tempo o VP da pasta mais importante. O que isso significa? Que o futebol rubro-negro está em suas mãos, e nas de Fred Luz, o CEO, seu inseparável parceiro. Os demais VPs já não têm voz ativa, perderam poder de influência e até mesmo a chance de serem ouvidos. Criticá-los pela fase do time nem é justo, diga-se.

    Bandeira disse em entrevista ao canal Fox Sports — clique aqui e veja — que quatro jogadores (Muralha, Rafael Vaz, Márcio Araújo e Gabriel) são seus “protegidos”, assim como Zé Ricardo. Há dirigentes que desejam a troca de técnico, mas a decisão é toda do presidente, que promete mantê-lo. E o mantém. Aliás, o “protege”, mesmo com a apatia de sempre, de quem parabeniza os jogadores após a derrota e não demonstra indignação ao reencontrá-la.

    Tamanho comodismo é a cara do atual Flamengo. Salários em dia, contas sendo pagas, estrutura para o pessoal trabalhar, mas pouco ímpeto competitivo. É como um grupo de concursados que sabem bem, só serão mandados embora se fizerem muitas bobagens. A tal estabilidade que é uma espécie de praga em setores do serviço público no Brasil. Só que os adversários funcionam como em empresas competitivas, que precisam matar um leão por dia. E matam.

    Por essas e outras o Flamengo joga melhor do que o Santos, e perde. Leva os sete gols santistas em uma semana. Cria, cria, cria, mas não faz. Como diz o companheiro André Rocha, é um time arame liso, não machuca adversários. Já o rival, mesmo jogando menos, busca o gol, não se contenta com o resultado, e vence. E na semana passada, pela Copa do Brasil, por pouco não fez os rubro-negros reviverem a eliminação para o Atlético em 2014.

    A distância, gigantesca, é de 15 pontos para o Corinthians, líder convicto e clube acostumado a vencer. Nem em 2009, em campanha de título, o Flamengo estava tão longe do primeiro colocado como hoje. Em 1992, quanto o o clube carioca ganhou seu quinto Campeonato Brasileiro, os corintianos tinham um. Em dezembro os alvinegros podem passar a frente dos rubro-negros chegando ao sétimo, que seria o terceiro em sete temporadas.

    Eliminado da Libertadores ainda na fase de grupos e com um gol sofrido no último lance da partida com o San Lorenzo, na Argentina. Virtualmente fora da briga pelo título nacional ainda no primeiro turno, dependendo de uma reação mais do que improvável. Tudo isso sem viajar como em 2016, com estrutura para treinar, ótimo elenco e salários em dia. Ora, será que nem diante de tais fatos o comando do futebol admitirá que está fazendo algo errado?

    O Flamengo é um bom elenco sem a cobrança devida. Quando ela vem, como após os 4 a 2 na Vila Belmiro, o presidente a desautoriza. O site Globo Esporte informou — clique aqui e leia — que o diretor executivo Rodrigo Caetano reclamou da atuação no vestiário, e Rafael Vaz não gostou. Três dias depois Bandeira surgiria na TV elegendo seus “protegidos”, entre eles o zagueiro. Ambiente de futebol profissional ou de concursados com seus paletós sobre as cadeiras?

    Na derrota para o Santos, Márcio Araújo errou em dois gols, o primeiro, de Bruno Henrique, com “assistência” dele, e o segundo, de Alisson, num bizarro “bote” errado. Apesar de tantos erros nos últimos jogos e de sua evidente deficiência técnica, ele segue titular. Com a segurança de um concursado. Se bem que do jeito que erra, fosse funcionário público ou de estatal, possivelmente seria, pelo menos, transferido de setor. No caso, para o banco de reservas.

    Mas quem ousa mexer com um “protegido”? Hoje, o paternalismo, a postura do presidente atrapalha o crescimento de Zé Ricardo. Caso ele fosse cobrado e estimulado a arriscar, ousar, talvez o Flamengo tivesse a bola, trocasse passes e agredisse para valer. Seria arame farpado, fio desencapado. Desse jeito, só dá “choques” em seus próprios torcedores, que concederam aval aos dirigentes e agora cobram a conta. Não das dívidas, mas das vitórias prometidas.

    Fonte: Blog do Mauro Cezar | Espn.com.br

    Reply
  31. Futebol é ataque e defesa. O nosso sistema defensivo é uma piada. O jogo foi uma pelada. O santos não marca ninguém, mas, a nossa defesa não existe. quem ataca o flamengo faz gol, até pelo meio de campo… Não dá mais pro ZR. Qualquer técnico retranqueiro meia boca, seria campeão com esse time. é só ajustar a defesa e esperar os caras resolverem lá na frente… mas, desse jeito, só pancada. Felipe Melo seria importante até para trazer um pouco de indignação com tanta derrota. Muita gente boazinha está levando o flamengo a chacota e humilhação. Falta DNA de flamengo…

    Reply
  32. Cosme Rímoli:

    Felipe Melo por Conca e Renê. Uma troca por empréstimo até o final do ano, entre Palmeiras e Flamengo. Possibilidade inesperada para o problemático volante…

    Deus queira que o Terrorista Mor de São Paulo esteja errado nessa notícia.

    Reply
  33. Prezados,
    No último comentário havia dito que que lutaríamos pelo G3, contudo, acho que o buraco é mais fundo. Lutaremos, e muito, pelo G4 e ir direto para fase de grupos da Libertadores 2018…

    O jogo de ontem demonstra o total desequilíbrio do Flamengo de Zé Ricardo, Quando a defesa joga bem, o ataque vai mal; e quando o ataque vai bem, a defesa vai mal.

    Mais uma vez o maravilhoso Márcio Araújo falha de forma amadora. No segundo gol do Santos ele deu um bote amador em um jogador que estava de costas para o gol, sendo que o bote errado permitiu o giro do atleta do Santos, que livre desferiu o potente chute. Bastava cercar, o cara estava de costas!

    Como já disse várias vezes, o Pará é bastante superior ao Rodney.

    Mais uma vez o Tuta peruano perde um gol fácil. Desa vez não foi nem chute para fora, mas sim para trás! Um atacante de 900 mil reais que chuta com o calcanhar… Pô, caso queiram eu faço o mesmo por 10 mil mensais! kkkk Não me convenço de que seja benéfico manter o Guerrero pelo valor mensal de 900 mil reais, péssimo custo benefício!

    Como já previsto, o título já era. Torcer para não tomar um piaba do Botafogo na Copa BR (chorões que começaram a tomar uns sacodes também e tem Libertadores pela frente).

    Segue o ano, eliminados da Libertadores e sem Brasileirão. Mas tem gente que continua achando maravilhoso.

    Reply
  34. Time não tem tesão, raça, vontade, essa camisa simboliza bem o time, cambada de amarelões. Esse projeto de treinador ainda é defendido aqui, a culpa não é dele, coitado do injustiçado do Araújo, nem um sub 15 da um bote ridículo daquele. Esse presidente banana olhando tudo isso e não faz nada. Deve ta achando normal, afinal perdemos pro Santos em SP, cambada de frouxos, os nossos goleiros, os três não conseguem dar um bico em uma bola recuada, algo primário no futebol. Time não tem malandragem, vontade, é a cara desse treinador fraco.

    Reply
  35. Artigo Renato Mauricio Prado
    PROTEJAM O MÁRCIO ARAÚJO…
    O Flamengo fazia um de seus melhores jogos no Brasileiro. Vencia por 2 a 1, no Pacaembu (gols de Éverton Ribeiro e Felipe Vizeu), apesar de o protegidinho do técnico, Zé Ricardo, e do presidente Eduardo Bandeira de Mello, já ter falhado grotescamente, no primeiro gol do Santos. Mas era pouco: ele fez outra tremenda lambança e driblou a si mesmo, numa ridícula tentativa de antecipação, deixando livre o adversário, que acertou um chutaço e empatou a partida. Daí, para a derrota foi um passo.

    Sim, Rodinei tinha sido expulso antes, deixando o Fla com um a menos, exatamente quando o rubro-negro era dono do jogo. Sim, Juan, no primeiro tempo, e Vizeu (que entrou no lugar de Guerrero, que sentiu o músculo posterior da coxa), no segundo, perderam gols feitos, cabeceando para fora, quando estavam livres, dentro da área. Sim, houve ainda um lance confuso em que Réver marcou, mas estava ligeiramente avançado, no início do lance e, no rebote, a bola resvalou em seu braço, colado no corpo.

    O que não se pode admitir é a absurda insistência com um jogador medíocre, inútil e trapalhão, como o péssimo volante predileto de Zé Ricardo e do presidente.

    Alegando cansaço de alguns titulares, o treinador escalou Rodinei, no lugar de Pará, Renê no de Trauco e, por méritos, efetivou Wiliam Arão, novamente. Mas em vez de fazer o que seria correto, colocá-lo no lugar de Márcio Araújo, mantendo Cuellar, preferiu barrar o estrangeiro, mantendo o seu querido, que é também assumidamente protegido do presidente.

    Diante de tal absurdo, apesar dos bons momentos do Flamengo na partida, só resta mesmo dizer “BEM FEITO”! A vitória teria colocado o Flamengo de novo no G-4. A derrota o deixou perto de sair do G-6 (que garante vaga na Libertadores).

    Senão ganhar a Copa do Brasil ou a Sul-Americana, a temporada será ridiculamente perdida, num ano em que tantos bons reforços foram contratados. Mas o que adianta trazer jogadores que podem fazer a diferença, pro lado positivo, se continua no time aquele que sempre desequilibra, a favor do rival?

    Parabéns aos envolvidos.

    Reply
  36. Sinceramente….. vejo muito comodismo do time….. não se revoltam com a situação….. isso só pode ser por falta de cobrança e pulso… nosso presidente e os demais não tem perfil do cobrança e os vexames vão se avolumando… um VP de futebol de pulso é urgente… segundo…. Leo Duarte e Ronaldo para ontem no time… afinal com eles talvez não tomariamos SETE gols em dois jogos como esses jogadores EXPERIENTES…

    Reply
    • O EBM não foi diretor de estatal? Então, os jogadores prestam concurso, são admitidos no elenco e tem estabilidade de emprego garantida, assim como o técnico ZR. O clima é mesmo de “funcionários públicos”.

      Reply
  37. Com esse presidente sempre teremos esse dna perdedor. E vc Kléber ainda vai defender o Márcio Araújo ? O objetivo dessa incompetente diretoria é ficar entre os 10 colocados. Vergonha #Fora Bandeira #foraVaz #forazé #foraMA

    Reply
  38. Fora Bandeira?
    Já esqueceram o que esse senhor fez e faz pelo Flamengo?
    Antes de ele assumir a presidência o Flamengo era um clube falido em gênero, número e grau. Hj o Flamengo é uma empresa competente garças a administração desse senhor. Essa administração era como qq outra mas querer tirá os méritos dessa diretoria é uma bela sacanagem. Ele e seu grupo é que colocaram o Flamengo em seu devido lugar. Cedo ou tarde os frutos serão colhidos.

    Reply
    • Denis, fora Bandeira não é possível né?
      Mas contrata um VP de Futebol Bandeira!
      Demite o Ricardo Zé Bandeira!
      Contrata um técnico cascudo Bandeira! (no momento e tampão até dezembro só tem o Luxa), então QUEREMOS O LUXA BANDEIRA!

      Reply
  39. “Flamengo e Vitória”
    Com praticamente todos os ingressos já vendidos, esse jogo promete! Não pelo jogo em si, mas pelo clima de imprevisibilidade que ronda a partida.

    Não a imprevisibilidade do time do ZR, esse já sabemos ser bastante previsível, mas imprevisibilidade da torcida rubro-negra.

    Uma vitória em minha opinião não vai aplacar a insatisfação dos presentes, pois além dos péssimos resultados das últimas 5 rodadas, a torcida já sabe, ESSE TIME SÓ GANHAR DOS TIMES PEQUENOS.

    Em caso de empate ou derrota ninguém pode prever o que acontecerá no local.

    Em resumo, seja com vitória ou outros resultados, o clima na Arena do Urubu promete esquentar!

    Sentaram em cima do problema, agora que colham os resultados.

    Reply
  40. “Flamengo e Vitória II”
    Pela lógica que a torcida tem se expressado nos últimos jogos na Ilha, a tendencia é de protestos antes mesmo do começo da partida.

    Nosso herói ZR deve ser citado na maioria dos protestos da galera, mas existiram tbm sem dúvida outros personagens.

    Vai ser uma jornada muito difícil para MA, que se for escalado será até uma temeridade.

    Nosso querido presidente tbm deve ser citado em cânticos e versos abundantemente.

    Meu temor é que o jogo já se inicie neste clima, de total animosidade entre torcida e time, algo absurdo de se assistir!

    Reply
  41. Meu caro amigo Yvan Bayardino, seu texto é simplesmente perfeito, respeito quem pensa diferente e esta se afogando no otimismo , mas a única coisa que não temos ainda é um time equilibrado e competitivo e olha que o técnico esta a tempo no cargo.
    Se realmente quem dirige o futebol do Flamengo tivesse mais amor pelo Flamengo e menos arrogância, teimosia , tudo seria diferente mas infelizmente o quadro esta ai, estamos no inicio de agosto e ao bem da verdade temos 2 ou 4 jogos importantes para todo o restante do ano .
    Qual a desculpa agora , o azar ?
    Triste , muito triste .

    Reply
  42. “Flamengo e Vitória III”
    Não fossem as proibições de transferência de mandos de campo pela CBF, esse próximo jogo poderia perfeitamente ser transferido para Brasília.

    Com uma torcida mais intelectualizada e de nível sócio-financeiro maior, nossos irmãos brasilienses se assemelham bem mais a uma platéia de teatro, cenário ideal para esse time sem DNA atuar nesse contexto em que se encontra.

    Como não é possível ir a Brasilia, não acredito de maneira alguma que a torcida rubro-negra vá deixar barato essa fase atual do time.

    Reply
  43. O Nino tenho orgulho de rubro negro como você, que não bate palma pra pereba, que não fica defendendo jogador e treinador medíocre, não espere nada dos nossos dirigentes bananas, lembra do zagueiro Wallace, que se não fosse torcedores de verdade, esse lixo estaria aqui até hoje, mas vai ser rebaixado com o vitória, agora chegou a hora de tirarmos esses vermes daqui, perseguir mesmo, vaiar até sair, pois brasileiro já foi mesmo.

    Reply
  44. Parabéns Egon por seu texto, concordo plenamente com você e com o Perrone.A torcida se especializou em culpar o Zé e Márcio(acho muito fraco), até parece que só existem os dois em campo.Me digam somente nas últimas 7 partidas o que o Diego fez em campo,e todos os gol perdidos dos atacantes?Se vamos culpar, vamos culpar todos.

    Reply
  45. Sinceramente sou muito fã do Bandeira, mas aquela entrevista dele elegendo seus protegidos foi uma imensa bola fora. Além de ter feito em um momento inoportuno, já que foi pós discussão/cobrança do Caetano no Vaz, esse tipo de declaração do presidente causa desgaste no elenco e com a própria torcida, uma vez que passo uma imagem de empafia, tipo “tâ me lixando pra o que a torcida pensa”. Todavia, ele não pode esquecer que é graças a torcida que o Flamengo é o que é, e graças a ela também que ele conseguiu promover a maior revolução vista no Flamengo em termos de estrutura, financeira etc.
    A torcida tem o seu direito sim de estar furiosa, pq essa declaração desafia o torcedor que não quer ver perna de pau jogando e ganhando dinheiro no Flamengo!
    Por outro lado, imaginem como fica a cabeça de todos os jogadores ouvindo essa asneira da boca do presidente? Será que adianta se esforçar, pra que? O técnico não dá chance e o presidente assina embaixo.
    É um absurdo a afronta, teimosia, convicção ou sei lá o que do Zé Ricardo em permanecer escalando esses jogadores fracos tecnicamente, ou seja, para nosso técnico, os melhores não jogam!
    Taticamente há mais de 01 ano o time joga do mesmo jeito e nada muda, será que Rômulo, Cuellar, Ronaldo, não mereceriam uma chance, o que custa testar os caras? Testa 3, 4 jogos (sequência), porque pior tecnicamente do que o MA estes 3 não são.
    Ontem tivemos a prova da miopia prejudicial do nosso treinador. Ou esquecemos que se Damião não saísse, o Vizeu talvez nem no banco estivesse, não tinha chances, sendo que a maioria sabe que ele sempre foi mais jogador que o Damião.
    Então nosso time/treinador tem que sair dessa mesmice, apatia, conformismo com a derrota pq isso não faz parte da história do Flamengo!

    Reply
  46. Nino,que orgulho, vc é um rubro negro de verdade, não fecha os olhos pro que ta acontecendo, por bem menos tiramos jogadores fracos daqui. Lembra do Wallace, que se não fosse rubro negro como vc, estaria até hj aqui. Pois se depender desse banana, seremos reféns de Araújo, Vaz, Zé e outros perebas. Agora acho que a nação acordou, vamos tirar esses caras dali na marra.

    Reply
  47. Boa tarde a todos participantes do blog.
    O texto no link abaixo, explica bem o que grande parte da torcida anda pensando, com relação ao que não podemos mais esperar do ZR.
    Favor, leiam.
    http://www.ricaperrone.com.br/demita-se-ze/

    E esse é um pouco do que eu penso sobre o status do nosso time:
    Não dá mais!
    Vários investimentos e…
    O time nunca mantém uma constante para colocarmos em prática nas competições, o que muito se fala na teoria. Referente aonde realmente podemos chegar.
    Qual a real qualidade da nossa equipe?
    Creio que com a personalidade do ZR, nunca vamos ter a real noção disso, em função das suas insistentes convicções, pragmatismo, além da lentidão com ações há serem tomadas em diferentes tipos de situação(Ganhando, empatando ou perdendo o jogo.A defesa está sempre vulnerável; Jogador com cartão amarelo, sujeito a ser expulso, continua no jogo sem ser fundamental sua permanência em campo; Apenas o MA consegue jogar de primeiro volante? Rômulo, Ronaldo, Cuellar não conseguiriam fazer nada melhor que esse “primor” de jogador?; Preterir como opção no banco, umas das nossas maiores promessas dos últimos anos, para optar pelo Gabriel há dois meses sem jogar, como opção; Não dar um alô sequer nos curiosos tiros de meta batidos pelo Diego Alves, além das emocionantes saídas de bola que o goleiro está insistindo em fazer; etc).
    Enfim…
    Vamos ver o que nos aguarda!
    SRN

    Reply
  48. Estou escandalizado com o despreparo da infra-estrutura do Flamengo no tumultuado desembarque do time agora a tarde! Acho melhor a diretoria reforçar este quesito antes que alguém seja agredido.

    Reply
  49. Santos x Flamengo, o jogo dos 7 erros que custaram nossa vitória:
    1ª ERRO- A camisa Amarela…ridículo !
    2º ERRO- A falta de pontaria do time, problema que se arrasta desde de 2016.
    3º ERRO- A falta de variação tática do time. Joga sempre igual, perdendo ou ganhando, em casa ou fora.
    4º ERRO- A falta de experiência do departamento de futebol no tocante a arbitragem. Evidente que depois de inúmeras reclamações do jogo com o TImão, que nesse jogo a arbitragem tenderia contra o Flamengo, e assim foi,mas ninguém no clube reclamou !
    5º ERRO- falta de competência na hora de contratar goleiros….Esse Diego Alves é o novo Muralha ! Fraco !
    6º ERRO- As escalações de Diego e Guerrero , pois é evidente que esses jogadores estão fora de ritmo físico, estão rendendo muito pouco. Esses jogadores precisam de uma reciclagem física. Melhor poupar agora.
    7ºERRO- Esse acontece sempre….a falta da demissão de R.Caetano !

    Reply

Comente.