Parece que saímos do mapa

Treino do Flamengo – 11/08/2017 (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

De ontem para hoje o noticiário do Flamengo é praticamente inexistente. De novo, nada. De antigo e atual, a negociação com o treinador Rueda. E, isto é bom ou ruim? Claro que ruim, pois o afastamento do noticiário é uma constatação de que não estamos inseridos no contexto do momento, que é a Copa Libertadores.

Claro que isso vai passar, até porque, já neste final de semana engrenamos o Campeonato Brasileiro e no meio de semana a Copa do Brasil.

Para nós, situações bem distintas. No domingo, contra o Atlético Mineiro, pelo Brasileiro, praticamente um time alternativo, na medida em que, por lesão e cartões, o time jogará bem desfalcado. Jogo de relativa importância, onde o único objetivo é não desgarrar da turma de cima na tabela.

Já na quarta, ainda sem Guerrero, e já contando com todos que não jogarão contra o Atlético, um jogo decisivo, contra um time embalado e motivado. Pode ser que eu esteja enganado, mas apesar de nas entrevistas coletivas nada se perceber, esta indefinição no comando técnico deve estar mexendo com as cabeças dos meninos…

O noticiário dá conta de que Rueda pode estrear contra o Botafogo. Mas como é possível, se de todo elenco ele só conhece dois jogadores? Se o Flamengo quer apostar mesmo no treinador colombiano, o mais correto seria entregar a Jaime de Almeida a missão de concluir o ano. Paralelo a isso, Rueda iria se adaptando e conhecendo o elenco, para assumir, de fato e de direito, quando se sentir com amplo conhecimento e domínio total do futebol rubro-negro. E, isto pode acontecer ainda este ano, ou não. A decisão deve ser dele.

Pode ser e, tomara que dê certo, mas fica em mim a sensação de que estamos procurando a saída da forma mais complicada.

Como em futebol já vi de tudo, tomara que a estratégia, que considero equivocada, acabe dando certo. Ser otimista é o que nos resta.

1 Comentário

  1. Kleber, vou copiar agora a grande notícia da semana:

    @ericfaria74
    Jogo da volta contra o Botafogo tem chance de ser no Maracanã. Inclusive com uma baita notícia. Um setor com preço popular. Idéia é lotar!!!

    Reply
  2. Kleber, com relação ao noticiário fiquei tão enjoado de ver espaços de
    uma hora para o Corinthians , inclusive com espaço para mostrar filho de
    jogador batendo bola, enquanto alguns míseros minutos para nós que parei de assistir programas de esporte essa semana. Quanto ao treinador eu concordo integralmente você. Eu gostaria de saber qual a lógica que norteia nossa diretoria nesse planejamento considerando que, caso se confirme a contratação do Rueda, corremos o risco de ficamos sem esse treinador ainda nas eliminatórias e Copa do Mundo.

    Reply
  3. Presidente Kleber, como sempre com muito respeito. Mas muito admirado fico o seu receio com um treinador diferente ( exterior) do que estamos acostumados. Justamente no seu primeiro mandato, o sr. inovou ao meu ver positivamente e colocou um radialista como treinador. Estamos hoje fora dos noticiários, por culpa da falta ação dessa diretoria que apostou em um treinador e jogadores errados para o tamanho da ambição. E não vejo o Jaime em condições de levar esse time a grandes conquistas ( apesar de torcer muito por isso). Se Rueda não der certo, será apenas continuidade do que já estava muito ruim. E estava ruim mesmo, não vencemos jogos decisivos, não conquistamos sequer vaga na segunda fase da libertadores, apesar de finanças expressivos, o trabalho em campo não iria fluir.
    Então prezadissimo presidente, está na hora de voltar seu espírito de vanguarda, aquele que um dia teve peito de chamar o apolinho, após Edinho ter ido pior que a encomenda ao substituir o Luxemburgo e por pouco não conquistou uma super copa. E a mesma paciência que tivemos com Zé Ricardo …podemos ter também com Rueda. Acho que vai dar certo.

    Reply
  4. Caro Kléber e amigos!
    Deixamos de estar na libertadores por incompetência. Tentamos agora ganhar a Copa do Brasil ou Sul Americana, ou mesmo, terminar bem o campeonato brasileiro.
    Hoje, acredito que o Rueda esteja sendo contratado para a libertadores do ano que vem. Nesse período de agora até o fim do ano, dará tempo ele definir o que falta.
    Vamos torcer pelo melhor no resto do ano. Nós fizemos tudo para errar e o resultado não poderia ter sido outro, ou seja, insucesso.
    Vendo ontem o Botafogo, claramente percebemos um time barato e comprometido. Foi isso que nos faltou. Faltou mais luta e tomar decisões na hora certa.
    SRN

    Reply
  5. Qual o técnico que chega em um clube conhecendo os jogadores? Resposta: NENHUM. Para conhecer o atleta só com a convivência, seja Brasileiro ou não. O JR conhecia todos os atletas e não conseguiu extrair o melhor desses profissionais. Hoje com a globalizaçao, um grande profissional tem condições de mensurar qualquer equipe que seja e fazer a melhor análise possível. Portanto, o que o Flamengo precisa é de um grande treinador e não de uma pessoa que conheça o clube e jogadores. O Flamengo está precisando é de competência e não de História.
    Quem não conhece Diego alves, Juan, Diego, Diego Ribeiro, Guerrero, Vinicius Júnior, Ederson, Arão e etc?

    Reply
  6. Jayme no comando na Copa do Brasil, Rueda na Sulamericana e Jayme e RUEDA no Brasileiro. Talvez essa fosse a melhor TRANSIçÃO, ou algo semelhante a isso.

    Reply
  7. Henrique,
    O problema nesse caso, seria o fato de ficar inviável a proporção 90/10 devido a divisão das arquibancadas do Maracanã.
    Com isso, teríamos um considerável prejuízo técnico, e talvez faturamento abaixo do que seria na Ilha do urubu.
    Considerando que a cachorrada aplicará a proporção 90/10 no primeiro jogo no Engenhão.
    Ou seja, na minha opinião, deixaria os locais do jogo como está.
    Exceto se houvesse acordo para a realização dos dois jogos acontecerem no Maracanã, com proporção 50/50. Ou 50/50 nos dois jogos, sendo o primeiro no Engenhão e o segundo no Maracanã.
    SRN

    Reply
  8. Henrique,
    O problema nesse caso, seria o fato de ficar inviável a proporção 90/10 devido a divisão das arquibancadas do Maracanã.
    Com isso, teríamos um considerável prejuízo técnico, e talvez faturamento abaixo do que seria na Ilha do urubu.
    Considerando que a cachorrada aplicará a proporção 90/10 no primeiro jogo no Engenhão.
    Ou seja, na minha opinião, deixaria os locais do jogo como está.
    Exceto se houvesse acordo para a realização dos dois jogos acontecerem no Maracanã, com proporção 50/50. Ou 50/50 nos dois jogos, sendo o primeiro no Engenhão e o segundo no Maracanã.
    SRN

    Reply
  9. Kleber, quanto ao tecnico, concordo 100% com vc. Ele poderia ficar esse tempo estudando, sugerindo, planejando e o Jaime tocava o barco. Seria o mais sensato.
    Quanto a midia, eu estou muito preocupado. Acho que o espaco para o futebol carioca e cada vez menor. Ja nao se fala doa times do Rio. O Botafogo faz campanha espetacular na Libertadores e ninguem analisa os jogos ou comenta ou noticia o clube. Preferem falar da bulha com o Cicero, especular se o Cuca cai ou nao. O Flamengo ainda mantem algum espaco mas infinitamente menor do que o do Corinthians, na minha opiniao.
    Kleber, vc conhece midia como ninguem. Eu receio que do jeito que esta, em 10 anos deixemos de sermos a maior torcida. A campanha nesse sentido e brital. So ha um antidoto para isso: conquistar. Precisamos ganhar uns 3 brasileiros em sequencia e um Libertadores pelo menos. Fora isso, o que receio acontecera.

    Reply
  10. Companheiros do blog,
    Boa noite!
    Quanto ao fato de estarmos fora do mapa, dependemos apenas da melhoria em nosso rendimento, para que as coisas voltem ao seu devido lugar. Pois como diz o Apolinho, “No Flamengo não tem purgatório. É céu ou inferno”.
    Portanto, essa será uma semana importantíssima, afim de voltarmos a performar e consequentemente ganharmos confiança(que é quase tudo no futebol) para os próximos desafios.
    Quanto ao comentário do Henrique, penso o seguinte:
    O problema nesse caso da alteração de local para o segundo jogo contra o Botafogo, seria o fato de ficar inviável a proporção 90/10, devido ao tipo de divisão utilizado nas arquibancadas do Maracanã.
    Com isso teríamos um considerável prejuízo técnico, e talvez prejuízo financeiro. Pois provavelmente, o faturamento seria abaixo do que seria na Ilha do urubu, devido as famosas altas taxas do Maracanã.
    Portanto, considerando que no primeiro jogo no Engenhão, a cachorrada aplicará a proporção 90/10, eu manteria os locais do jogo exatamente como está. Exceto se houvesse acordo entre as partes, para que os dois jogos fossem realizados no Maracanã, com proporção 50/50. Ou 50/50 nos dois jogos,sendo o primeiro no Engenhão e o segundo no Maracanã.
    O que acham?
    SRN

    Reply
  11. Kleber o Flamengo tá precisando de algo novo,um técnico de fora será bom pra o Flamengo quem sabe mudar esse estilo de jogo do Flamengo esse perfil que já não ganha nada é só vexame, o time tá precisando de alma brio…acho que um técnico de fora vai ser bom para o Flamengo.

    Reply
  12. Boa noite, amigos.
    Caro Kléber, o que você escreve no blog sobre o Flamengo estar fora do mapa, eu tenho constatado isso vendo os programas esportivos. O Corinthians é hoje, o que era o Fla antigamente na mídia. Ficam mais de uma hora falando do clube paulista, e muito pouco falam do nosso clube. Mesmo quando o Corinthians não estava bem, o espaço para eles era muito maior. A maioria dos apresentadores dos programas são paulistas.
    Concordo com o amigo Alexandre Bittencourt que se as coisas não mudarem, perderemos o posto de mais querido do Brasil para o Corinthians. Precisamos não só de títulos, mas de programas com apresentadores do RJ. Moro em Vitória, e tenho visto o crescimento de torcida pelos times paulistas. Uma pena!
    SRN.

    Reply
  13. Insisto no meu ponto de vista.Se,não tivessemos errado tanto,claro,no caso,me refiro ao time em campo,os resultados seriam outros.Tomamos,repetidamente gols bobos; e por outro lado perdemos outros que foram decisivos para a definição dos placares.
    Futebol é bola na rêde!!!
    Vamos continuar apoiando o time !
    Somos ou não somos rubronegros de verdade.?
    Os elencos passam.O clube com sua mística continua !
    ABS.
    SRN.

    Reply
  14. Copa do Brasil – Jayme (pois já ganhouuma e conhece os adversários BRASILEIROS)
    Sulamericana – Rueda (pois conhece bem os adversários Sula americanos )
    Camp. Brasileiro – JAYME + Rueda ( para começar o processo de transição e auxiliar Rueda no conhecimento dos adversarios).
    Primeira Liga – Jayme.

    Ter somente UM técnico é bom somente para o técnico. Assim como jogador rende mais quando tem uma sombra no banco, o técnico também.
    Imaginem o LUEMBURGO trabalhando em um clube tendo um OUTRO Técnico digrigindo o time em outra competição.
    No meu ver ter 2 tecnicos em competiçoes paralelas seria EXCELENTE para o CLUBE. Aí sim, seria possível fazer o processo de MERITOCRACIA entre os TECNICOS. Assim eles se dedicariam melhor e ver o time dirigido por outr o ajudaria a ver outras opçoes táticas.

    Reply
  15. CORREçÃO.

    Postei acima que CEGOU A HORA. Na verdade eu que ceguei e não percebi a falta do H. O que eu quis dizer foi ” cHegou a hora ? ”

    Acontece.

    Mas a curiosidade da torcida continua.

    Chegou a hora de que Carabão ? ? ?

    Será que é a hora daquilo ? Se for …..

    Reply
  16. Certas coisas não tem lógica, possuem apenas sentido, mesmo que seja abstrato, aquele felling!

    Por exemplo, jogo contra o Botafogo. Vc pega campanha copeira do Botafogo, rixa de diretoria e estádio Luso Brasileiro que foi arrendado pelo Botafogo ano passado, sinceramente, a conta não batia! Não era bom o felling!

    Outra, Jaime de Oliveira é campeão da Copa do Brasil pelo Flamengo, ai vc imagina ele dirigindo o time na competição contra o encardido Botafogo, e qual é o felling? Bom, muito bom!

    Ai vc pega o Rueda para dirigir este jogo, estreando, a despeito de todas limitações de conhecimento do técnico, e qual é o felling? Mau, não me parece bom não!

    O jogo contra o Grêmio na Ilha, com o time gaúcho tomando um pau do Avai dentro de casa! Qual era o felling para o confronto contra nós? Temerário, como foi.

    Próximo jogo contra o Galo lá. Com o Galo perdendo na última rodada do Brasileirão e sendo eliminado da Libertadores na mesma semana! E qual é o felling? Via de regra seria desfavorável para nós, mas me parece que temos uma esperança! É o Jaime quem dirige e outra é uma provável queda do técnico do Galo.

    E por falar em felling, parece que a atual diretoria não cogita este aspecto. Pelo menos acertaram no mando de campo contra o Botafogo pela Copa do Brasil.

    Reply
  17. Kleber, com todo respeito, mas preciso de um entendimento, pois vi questionamentos quanto a forma de contratação do Rueda e da forma com que ele vai se adaptar ao time. Contudo, poderia citar a distinção dessa contratação para a do Apolinho? Que sempre disse que não era treinador e que estava ali só porque foi convocado pelo Flamengo e que seria uma espécie de ‘obrigação’ atender o chamado.

    Reply
  18. Kleber… vou ousar discordar… o Jayme sequer era pra fazer parte da comissão técnica do Fla.. um cara que, com todo respeito, parou no tempo… já tinha saído do Fla, aí o Luxemburgo largou essa ” herança” pra gente… não podemos ,nunca, entregar o resto do ano na mão desse senhor, que repito, nem lá deveria estar… SRN.

    Reply

Comente.