Quando o time é bem escalado, tudo fica mais fácil

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Esta tese é antiga. Certo dia, no Hotel Novo Mundo, acompanhando Radamés Lattari, pai do nosso Rada, que lá fora para tentar contratar Oswaldo Brandão para o Flamengo, ouvi do citado treinador a colocação que é o título do POST.

Brandão defendia a tese de que a escalação era o grande desafio do treinador. E Brandão tinha toda razão. Hoje, o locutor, lá pelas tantas, fez a seguinte observação: “esta é a melhor atuação do Flamengo com Rueda no comando”. E é verdade. Foi mesmo. Só faltou ser dito que, pela primeira vez, o treinador acertou a escalação, do goleiro ao ponta esquerda… Começando por atropelar a ideia absurda de que Diego e Éverton Ribeiro não podem jogar juntos.

A presença de Trauco na lateral esquerda afastou aquela loucura de se improvisar Pará, tendo dois especialistas para a função. Esta alteração fez com que o time deixasse de jogar torto. No mais, tudo certinho, escalação perfeita.

Os volantes, Cuellar e Arão, apareceram sempre no ataque, principalmente no início do jogo e, não foi por acaso que os dois primeiros gols foram marcados por eles. Estes foram os destaques do time. Cuellar, o melhor. E por falar em atuação, ninguém foi apenas razoável. Todos acima da média.

Achei o jogo nervoso e até violento. Por falar em nervosismo, acho que o nosso Diego precisa tomar um chazinho de maracujá antes do jogo começar. Anda muito irritadiço…

No fim do jogo, Wellington Paulista espinafrou o árbitro, atribuindo a ele a derrota da Chapecoense. Que cara de Pau… 4 a 0, foi pouco…

Agora, esperar pelo jogo de amanhã entre LDU e FLU.

Quem você prefere pegar?

1 Comentário

  1. Boa partida, atuacao segura. O time se impos desde o inicio com a escalacao correta.
    Eu prefiro nao ter que ir a Quito. Mas ver o FluminenC eliminado logo e muito bom.

    Reply
  2. Exato, quando parou com as invenções o time virou outro bem melhor. Sobre o adversário eu prefiro a LDU, precisamos nos acostumar a eliminar gringos de competições Sulamericanas. SRN

    Reply
  3. Time bem escalado, aplicado, com VONTADE e gana, bem armado, apareceu o resultado! Melhor atuação do time com Rueda, jogou fácil. Ahhh CBF e seus esdrúxulos regulamentos….

    Reply
  4. Caro KL e amigos, assistindo ao jogo chego a conclusão que Zé Ricardo comentou um crime inafiançável, deixando Juan e Cuellar no banco durante mais de um ano. Agora, Paqueta definitivamente de centoavante é uma ótima invenção do Rueda.
    SRN

    Reply
    • Grande Diego!
      O problema nem era o Vaz. Mas sim, os 38 anos do Juan.
      Jogando 5 competições, não há tatu que aguente.
      Uma pena o reloginho não parar…

      Reply
      • Grande Egon.
        Mas ele foi reserva em todos os campeonatos, nem a rodagem da zaga era feita. Juan poderia muito bem ter jogado a Libertadores. Mas, já passou…

        2) Como que o Cuellar era reserva de M.A.??? Em pensar que o colombiano quase foi liberado para o Vitória…

        Falando em volantes, que início legal do Ronaldo no Atl.GO. Como pode ter perdido vaga de opção do banco para o ex-jogador Rômulo???

        E Paquetá fazendo gol, será que vai queimar nossa língua?? Kkkkk

        Vim do futuro e digo: Seremos campeões nos pênaltis, com Muralha pegando dois.
        Abraço!

        Reply
        • Sempre falei aqui no blog sobre o Ronaldo. É craque e tem futuro. O problema é que os míopes e acéfalos dirigentes do futebol do Fla, não conseguiram enxergar o óbvio e emprestaram o atleta.

          Reply
  5. Não digo que o Rueda vinha inventando, acredito muito mais que ele vem conhecendo o elenco. O prazo é muito curto e o tempo de treinamento inexistente. Hoje o CUELLAR mostrou porque sempre o preferimos ( a grande maioria) que o Márcio Araújo. Paquetá tem sempre entrado bem e mostrado bem mais que Vinícius Jr, não só pelo gol, mas o vejo mais pronto. Agora o grande jogador do Flamengo nos últimos jogos : Juan. Como está jogando bola..e da mais tranquilidade ao Rever.
    Continuo acreditando que Rueda mesmo na hora errada foi um acerto. Está começando a conhecer a peças que tem. Acho que ainda vai errar muito nesse ano, mas se errar ganhando algum título será muito bom. Outra evidência, mesmo jogando pouco, Diego Alves está ganhando ritmo, um baita goleiro sem dúvida.
    Torcer para que quarta que vem seja como hoje.

    Reply
  6. Kleber, Everton Ribeiro, Cuellar e Juan estiveram muitíssimo bem em um
    time que no geral se houve bem, pena que esse time abriu mão do Campeonato Nacional. Dá gosto de ver o Juan dando aula de como
    deve jogar um zagueiro. Me parece evidente que o Everton Ribeiro não pode ser banco nesse time e, por outro lado, Everton também não. Eta dia 27 que não chega!

    Reply
  7. Caro Kléber e amigos!
    Foi uma vitória expressiva e convincente. Destaque principal Cuellar e depois Juan. Nada a acrescentar, a não ser, a fase nada delicada do Diego.
    Qualquer time a enfrentar será difícil.
    SRN

    Reply
  8. Enfim, o Flamengo me calou. Ótima partida. Vitória maiúscula.
    Nada de invenções, escalação correta e um jogo bem jogado, corrido, objetivo e com resultado encantador.
    Hoje vou dormir satisfeito com o que ví.
    Me animei para o jogo contra o Cruzeiro. Pena que o Everton Ribeiro não poderá jogar. Maldito regulamento.

    Reply
  9. Boa noite,amigos!
    Hoje deu gosto ver o Fla jogar. Time bem escalado e os jogadores mostrando vontade de vencer. Bem diferente de alguns jogos. Bela partida de Cuellar e Juan. Arão também jogou uma boa partida.
    Um abraço para o presidente do botafogo. Tchau, foguinho!!!!
    SRN.

    Reply
  10. Agora o HOMI colocou a cabeça no lugar, isolou o laboratório e, escalou o que temos de melhor.
    O resultado não poderia ter sido outro! Um banho na Chapecoense…
    Rueda continua se embaralhando nas substituições. Não entendi a entrada de Gabriel no lugar de Berrio e, Vinicius Jr no banco.
    Todas as chances que a Chape teve, tanto lá quanto hoje, foram pelo nosso lado direito. Berrío tem características completamente diferentes do Gabriel. Com isso, está deixando Pará no 2 contra 1.
    Um detalhe costumeiro me chama atenção. A dificuldade que o Guerrero tem em acertar as finalizações. Impressionante!!!
    Se Cuellar não acompanha o lance, Guerrero teria perdido o gol. Fora as outras duas na cara do goleiro.
    Um intensivo, chutando 24 horas no muro, faria muito bem ao nosso ótimo pivô.
    Quanto a titularidade do ER7, elementar meu caro Watson! Craque NÃO senta em banco…

    Reply
    • Guerrero é caso perdido meu querido viking! Pode até que faça gol do título da Copa do Brasil para nós, mas de modo algum vai apagar seu histórico de mais de 2 anos pífios como camisa 9 na Gávea. E olha que é o seu melhor ano em média de gols da carreia…(afff)

      Existe um zumzumzum de troca entre ele e o Borja do Plameiras…

      Reply
      • Nino!
        Vou resumir em poucas palavras esse suposto troca troca.
        Dentro da área (referência) existem alguns atacantes melhores que Guerrero.
        Fora da área, poucos pivôs como ele. Esse ano, é Jô e mais nada.
        Acontece que Rueda é fã incondicional do peruano. Por outro lado, ganhou a Libertadores com Borja de centroavante.
        Seria a missão impossível do colombiano. Ressuscitar o futebol de Berrío e Borja…

        Reply
    • Creio que se Guerrero fizesse metade dos gols que perde, estava no Real Madri. Pois quando sai da área sendo o Pivô é sem dúvida um dos melhores no mundo nessa função.

      Reply
      • Anderson, essa é a “falácia” que se repete para justificar o futebol do peruano, ele não foi contratado para ser 2o. atacante ou meia ofensivo e sim centro-avante.

        Mas como vc gosta de dados, é só conferir a trajetória pífia do Guerrero em 24 meses de contrato.

        Reply
        • Concordo com o Anderson, ele faz muito bem a proteção da bola e pivô fora da área e dá muito trabalho aos zagueiros. É até bom em dribles curtos. Precisava apenas fazer mais gols mesmo. Mas, para este tipo de opinião, não se vê em números amigo Nino.

          Reply
          • Resultado tá ai Paulo, time com extrema dificuldade em fazer gols, esse foi nosso drama ano passado e esse ano tbm. Enquanto isso Jô carrega o ataque corinthiano nas costas, e mole! Olha a diferença!

          • Dificuldade de fazer gols…..faltam somente 16 para ser quebrado o recorde de 2008. Ah meus caros, alguns de nós viajam…não é meu caro Nino. Abc

          • Grande Nino! Não há como contestar nossas afirmações (eu e Paulo) quando os números são frios e jamais mentem.
            Entendo, que vencer apenas um Carioquinha, não justifica tamanha eficiência.
            Nosso time é líder em gols pró. Ou seja! Funciona…
            Mais impressionante, é constatar que Guerrero alcança números absurdos para o centroavante que é. Falamos mais na quantidade de gols que perde, do que os que faz. Mas são números, amigo.

            “Em temporada artilheira, Flamengo marca 110 vezes e bate recorde de gols na década
            Com a goleada sobre a Chape, Rubro-Negro supera feito de 2014 e fica próximo da melhor marca deste século. Recordista de gols no ano, Guerrero divide topo da artilharia da década com Brocador.”
            https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/em-temporada-artilheira-flamengo-marca-110-vezes-e-bate-recorde-de-gols-na-decada.ghtml

            Inacreditável mas é fato!!!

  11. Ótima partida, mas confesso que o Trauco me preocupa muito defensivamente, em vários lances é possível ver ele marcando a bola e o Ponta entrando sozinho, contra o Cruzeiro isso não pode acontecer..

    Reply
  12. Meu amigo Kleber!
    Pelo nível do adversário, achei que o segundo jogo da Copa do Brasil, contra o Botafogo, foi nosso melhor jogo.
    O que não quer dizer, que não arrebentamos hoje.
    Jogamos redondinho! Com transpiração e criatividade.

    Reply
  13. E vc Kleber era, porque sei q não é mais a favor do Márcio Araujo no lugar do Cuellar e da dupla Rever e Vaz, lembra ? Como já falaram o futebol é dinâmico, muda muito rápido. Q pena o Everton Ribeiro não poder jogar contra o cruzeiro!

    Reply
  14. Fazendo tratamento no DM, kkkkkkkk passei lotado pelo Post sobre a atitude do Jô.
    Atitude deplorável do centroavante, mesmo recentemente tendo tomado uma aula de caráter do Rodrigo Caio.
    O que mais me impressionou, foi a cara de pau e o cinismo. Perdeu uma belíssima oportunidade de ser grande.
    Nem mesmo a posição que o Corinthians ocupa (que não é desculpa nem mudaria nada), pesou na postura do Pinóquio.
    Quanto ao troco em excesso, não só já recebi, como devolvi…
    Mérito nenhum. Formação…

    Reply
      • Kkkkkkkkk
        Fanfarrão da porra!
        O grande problema não foi o que o Jô fez. Absolutamente normal num jogo de futebol.
        Pegou no cinismo, na cara de pau, no querer desmentir o que TODOS viram.
        Mais idiota ainda, em ignorar as 10 tvs que exitem no vestiário dos Gambás.
        Pra dizer besteiras e colocar uma bola vermelha no nosso nariz, melhor seria passar lotado, direto para o vestiário.
        Pelo menos seria menos constrangedor.
        Hipocrisia é o Sérgio Cabral jurando que é Franciscano…
        Ficou feio pro JObarte!
        Tão feio, que o bom futebol que vem jogando esse ano, passou a ser irrelevante.
        A atitude exemplar do Rodrigo Caio, foi pro ralo.
        Levou o Troféu Óleo de Peroba do ano…

        Reply
    • Egon, me arrisco a dizer que qualquer outro jogador poderia ter esse desvio de carácter, exceto o Jô. Tudo ainda ficou pior depois da atitude em que R.Caio teve com o mesmo. Teve a chance de retribuir e virar de fato uma referência. ERROU FEIO. ERROU RUDE.

      Reply
      • Anderson meu caro irmão (Jabba The Hunt irmãos), “NO DISCURSO DE PERDEDORES” cabem qualquer argumentos!

        Jô foi genial, esta fazendo uma temporada fantástica, tenho muitas invejas do Corinthians!

        Este conceito de FAIR PLAY é uma utopia hipócrita, a quantos anos os americanos usam dopping nas Olimpíadas? A Russia? Os países de 1o. mundo? A quanto tempo eles usam o dopping cientifico, econômico?

        Temos que aprender com os vitoriosos, que um dia fomos!

        Reply
        • Como o Egon disse, é questão de formação de caráter. Concordo com ele, com o Anderson e com os que são contra essa ‘malandragem’ de ganhar a qualquer custo. O próprio Kleber e agora o Nino usaram a palavra hipocrisia… Hipocrisia seria se gostássemos de ganhar com erro do juiz mas não de perder. Sinceramente: preferia ter comemorado o título do carioca de 1995 (gol de ‘barriga’ que na verdade foi de mão) e deixado aquele que ganhamos com o impedimento do Márcio Araújo para o Vasco.
          Defender dopping, malandragem, água batizada, esses tipos de coisa não é comigo não.
          Torço para que a solução tecnológica venha o quanto antes para diminuir discussões de arbitragem e aumentar as discussões dos lances do jogo: a caneta, o chapeu, o drible em geral, o golaço, os craques…

          Reply
          • Paulo, é hipocrisia sim….

            Já comemoramos gol em final de campeonato com gol em impedimento contra o Vasco!

            Nosso ex-goleiro Felipe disse: “Roubado é mais gostoso” e nenhum rubro-negro falou nada naquele momento.

        • Nininhoooo!!!!
          Olha as companhias!
          Tu já foi mais livre leve e solto. Tal qual a Noviça Rebelde…
          A Lava Jato tá de mãos dadas (algemas) com muitos “vitoriosos”…
          A LEI DE GÉRSON tá fazendo água.

          Reply
          • Nino, roubado é mais gostoso nunca fez parte do meu vocabulário. Logo, não sou hipócrita. Hipocrisia seria quem defendeu o Felipe agora atacar o Jô, o que não foi meu caso. Então, só é hipocrisia dependendo da boca de quem sai.

  15. Egon, querido amigo,
    Vimos, não o memo jogo, mas o mesmo conceito.
    Quando se escala o óbvio, tudo fica mais fácil e, os Deuses do futebol, ajudam…
    Estes mesmos Deuses, detestam injustiças e invencionices. Quando isto ocorre, remam contra. Quando o dever de casa é bem feito, com justiça e inspiração, sopram a favor.
    Como poderia dar errado hoje, com tanto acerto antes da bola rolar?
    O jogo começa a ser ganho ou, perdido, no vestiário.
    Hoje, o nosso técnico estava inspirado.
    Que continue assim…
    Forte abraço e, não suma. Você faz uma falta danada.

    Reply
  16. Boa atuação, todo o time esteve bem, principalmente Cuellar (como podia ser reserva do Márcio Araújo?) jogou muito, fez gol, correu o jogo todo.
    Só não sei se o que o Flamengo jogou é suficiente para ganhar do Cruzeiro em Minas, mas vamos para luta e fazer um jogo histórico.
    Prefiro o Fluminense !!! Sem homofobia…

    Reply
    • Meu nobre irmão de blog Sérgio Vital.

      “Futebol é futebol” como todos sabemos, tudo é possível.

      Mas do ponto de vista puramente frio e analítico, considerando os pesos dos fatores e as probabilidades, o jogo contra o Cruzeiro seria antes da partida de hoje, ALTAMENTE IMPROVÁVEL para nós.

      Mas o Sr. Rueda de fato começou bem a semana, inicialmente com sua declaração dizendo que o time precisava de MAIS LUTA, “precisava guerrear” (no bom sentido), foi um bom sinal por parte do técnico.

      Ontem ele sentiu o peso e fez o óbvio, ESCALOU O TIME QUE VINHA JOGANDO COM O ZR.

      Hoje nossas probabilidades para o jogo contra o Cruzeiro AUMENTARAM!

      Reply
  17. Inegavelmente o time estava bem técnica e taticamente em campo ontem, vitoria mais do que justa, jogadores se doando em campo, ótimo, mas convenhamos que não fizemos mais do que a obrigação, o famoso dever de casa. A Chapecoense não é, ao meu conceito, um adversário que sirva para empolgar tanto, o Diego Alves pegou umas bolas bem complicadas, em jogadas criadas pelas laterais onde as falhas na marcação são gritantes, o Cruzeiro não dará estas brechas para trabalharmos as bolas.

    E com esse regulamento doido perderemos jogadores importantes e Ainda temos os machucados, por exemplo No lugar do Éverton quem deve jogar contra o Cruzeiro? Será que Rueda não vai inventar mesmo?

    Que venham os tricoletes, seria muito melhor ganhar deles do que da LDU.

    SRN

    Reply
  18. Caro Amigo,

    O Oswaldo Brandão foi uma das pessoas que mais me influenciou na minha vida pessoal e carreira profissional, era um dos ídolos do meu pai e me adotou no inicio da minha trajetória de treinador, passava horas na minha casa me dando aulas de sabedoria de vida onde ele tinha Pós- graduação.
    Concordo com vc na analise do jogo de ontem, foi nossa atuação mais vibrante, com cara de Flamengo, é claro que ainda podemos evoluir muito, mas com espirito certo fica mais fácil, jogo realmente violento em alguns lances, prefiro jogar contra a LDU por se tratar de uma competição sulamericana, acho legal o confronto com adversários com nacionalidades diferentes.
    Agora é pensar no Avaí e no Cruzeiro.

    Reply
  19. “O pragmatismo da Roda”

    Rueda escala “O TIME DO ZR” e volta aos trilhos…

    Creio que Rueda com apenas 1 mês de trabalho demorou a entender o contexto onde ele se meteu, demorou a entender o óbvio, demorou a entender o “único caminho viável” a seguir este ano.

    Ano que vêm sim, haverão dispensas e contratações e ele terá tempo para desenvolver suas idéias, que a princípio, com toda sinceridade, NÃO NOS AGRADARAM!

    Assim o Sr. Rueda fez sua melhor partida como técnico do Flamengo, e sem dúvida COLOCOU ÁGUA EM UMA INICIAL FERVURA (de seu nome), e mais que isso, apontou ao gringo um caminho ORTODOXO (a essa altura, POR FAVOR! Pq não vejo espaços para variações) a ser seguido.

    Era o que estávamos pedindo por aqui desde que as tais invenções (LAMBANÇAS) começaram.

    Agora sim “La rueda esta girando”.

    Reply
      • octavio serri franco, caríssimo!

        Dado o felling maravilhoso, fantástico que essa diretoria tem no campo de esportivo, eu me tornar VIÚVA DO ZR “TARDIA” era algo que temíamos, mas prevíamos!

        Esse, além de um risco, era mais que uma certeza, o amigo concorda?

        Reply
        • Agora Octavio, não confunda CORNETAS QUERENDO MELHORAS com ser anti-flamenguista, pq isso é uma visão distorcida que foi difundida por ai, para dizer o MINIMO.

          O trabalho do ZR precisava sim de correções, imaginar que o Rueda vá introduzir permanentemente correções no que o ZR fez é uma utopia, entretanto a primeira mão o que vimos é que o trabalho do Rueda inicial apresentou uma queda muito grande do que o ZR vinha fazendo.

          Reply
          • Não acho que você seja contra o Flamengo mas, sinceramente, minha percepção é de que você só observa o Flamengo tentando apontar algum erro.

            Não me recordo de um comentário seu que fosse positivo, um elogio…

            Reclama de tudo e de todos.

            Não sei o que você espera exatamente, mas o Flamengo de 2016 e 2017 é digno de muito orgulho e admiração.

            Tanto na parte administrativa, que beira à excelência, com seus patrocínios, cotas, ct, estádio, contratações, basquete, natação, social e diminuição da dívida.

            Quanto na parte futebolística, com boa e consistente campanha no brasileiro e demais competições. Poderia ser melhor no futebol.

            Mas não tem essa de cravar isso ou aquilo como prognóstico ou como o que poderia ser feito de melhor.

            O planejamento é muito bom. As contratações, o elenco…

            O Zé Ricardo não é mau técnico, fez bom trabalho no Flamengo.

            O Rueda está longe de ser um técnico ruim, está trabalhando bem e não é verdade que o time jogue igual ao time do Zé Ricardo, apesar da escalação semelhante. O time é muito mais consistente na defesa é muito mais objetivo.

            Não se trata de patrulhamento. Respeito opiniões. Mas você só fala mal. Parece esperar uma perfeição que não existe.

            Todos nós queremos que o Flamengo melhore, mas há muito mais coisas pra se elogiar do que para criticar.

            O Flamengo está muito bem administrado e temos muita convicção de que vamos estar sempre nas melhores competições, lutando por títulos.

            Sério mesmo, até quanto aos adversários políticos do EBM eu repudio a insistência nas críticas, como tem feito o BAP no Twitter. Quanto à torcida então, não pode reclamar. Tem que torcer, acreditar, incentivar…

            O que acontece de errado é normal, no sentido de que pode acontecer no futebol.

            Realmente tenho uma crítica: faltou reforçar melhor as laterais e a defasa. Há um desequilibrio no elenco, se comparar sistema defensivo com sistema ofensivo.

            Fora isso, até acho que foi um erro efetivar o Zé Ricardo, apesar do bom trabalho. Mas eu teria ido de Marcelo Oliveira, por causa dos títulos brasileiros recentes e do estilo de jogo implantado no cruzeiro, de dois toques, que gosto muito. Mas não posso dizer que seria melhor e não consigo criticarvporvisso, uma vez que o ZR foi bem.

            Nessa contratação do Rueda, teria procurado o Seedorf ou Klinsmann ou Joel pra ficar até o final do ano. Mas nunca tentaria o Luxemburgo.

            Mas tudo é questão subjetiva, a não ser o elenco defensivo, que realmente é desequilibrado em relação ao ofensivo. Mas veja, também não é fraco.

            Mas você só reclama, de tudo. Isso que não é legal.

  20. A Chape é um time fraco, desorientado, sem meio campo e com uma defesa pra lá do Deus me livre? É sim e muito!

    Mas é essa a atitude que se espera de um time tecnicamente superior. Dominar e encurralar o adversário o tempo todo, sendo efetivo no ataque. E foi exatamente isso que vimos na atuação de ontem.

    E aí tenho que concordar com o amigo nórdico de Bangu. Precisava nosso atual professor pardal ter inventado tanto antes? Sei lá…. vai entender.

    Mas de certo, Rueda achou um Paquetá que vem se saindo muito bem como centro avante. Arão parece que voltou a jogar o mesmo futebol de quando foi contratado e antes de sua convocação, e Cuellar, vem jogando talvez, a sua melhor fase no Flamengo.

    Agora taticamente falando, na nossa ponta esquerda, Rueda terá problemas para escolher entre Everton 22(quando estiver recuperado) e ER7. O primeiro é tático. o Segundo é técnico.

    Diria que em outros tempos, essa é uma boa dor de cabeça.

    Se na ponta direita ele optar mesmo por Berrio e Gabriel…. um é ruim e o outro pior. Não há um contra ponto aqui para uma mudança técnica e tática durante uma partida com esses dois jogadores. Temos sim Geuvanio, mas esse anda sempre abaixo da média nesse primeiro momento.

    Me arrisco a dizer que Rueda está mais perto de acertar o time a cada nova partida. Faltam poucos detalhes.

    Caro Kleber, uma dúvida….

    Passou batido por aqui o assunto estádio na Av Brasil, ou fui eu quem papou mosca?

    Reply
  21. O time, realmente foi bem escalado para um jogo contra a Chapecoense. Mas será que esta escalação vai ser a ideal contra um adversário forte, como o Grêmio, por exemplo?
    Vamos lembrar que Juan e Rever foram muito bem porque não tiveram que correr para coberturas de laterais. Afinal, a Chape é simpática, mas fraquinha.
    Outra coisa fica clara: cada vez mais Everton Ribeiro mostra que se ele e Diego não puderem jogar juntos, quem tem de sair, hoje, é Diego.
    Anda nervosinho demais porque é um cara consciente de suas possibilidades. E reconhece que está numa fase ruim. Se puderem jogar os dois, tudo bem.

    Reply
  22. Meu querido presidente , ja estou focado e tenso para quarta que vem . Espero que o flamengo jogue tudo que pode para ganhar a copa do Brasil, precisamos desse titulo para nos dá tranqüilidade para montar o time para o ano que vem. Acho que com o time de ontem que foi bem escalado é só colocar o Paquetá no lugar do Everton Ribeiro, mexer menos possível. O que acha ????

    Reply
  23. Anderson, amigo,
    O tema do estádio foi amplamente debatido. Ficou uma sensação de que é uma forma e, até inteligente, de forçar uma barra para que haja uma solução para o Maracanã.
    Forte abraço.
    Geraldo, amigo,
    Sem Everton e sem poder contar com Everton Ribeiro, realmente é complicado. As três alternativas, são: Trauco, com Rene na lateral – Paquetá e Vinícius Junior. Acho que ele vai de Paquetá, embora eu prefira Vinícius Junior.
    Forte abraço.

    Reply
  24. Juan melhorou ? A zaga melhorou ?

    O talento de ZAGUEIRO PRECISO do Juan JAMAIS diminuiu. A COLOCAçãO do time em campo é que MASSACRAVA a zaga. Tinham que ficar no mano a mano o jogo inteiro. A zaga não mudou, mudou a distribuição em FRENTE da zaga.
    O Paqueta acredita e isso é a essencia de um grande atacante ter a ARROGANCIA de se ver melhor que os zagueiros. Gosto do atrevimento dele.
    Quanto ARãO, ele mesmo declarou que o aquele Zé não queria volante saindo jogando. Por essas e outras sou a favor de 2 tecnicos. Só assim fica provado se o JOGADOR ou o TéCNICO está errado.

    Reply
  25. Ontem os jogadores não se contentaram em ser FLA, ontem eles, os jogadores decidirão que em campo estaria o MENGãO, ele o GIGANTE pisou o gramado e deixou a sua pegada de GIGANTE.

    Ontem O MENGãO VOLTOU, O MENGãO VOLTOU ÔÔÔÔÔ !!! O MENGãO VOLTOUUUU !!! O CAMPEãO VOLTOU OÔÔÔÔ !!!

    Por isso o FLAéD+ !!!

    Reply
  26. Não posso deixar de devolver as palavras do presidente do Botafogo, ditas em maio, quando ele ironizou, sorrindo, a perda do prazo para o Flamengo estrear o novo estádio: ” Que pena, que pena, que pena “.
    Ontem, ao vê-lo aparentando tristeza pela DERROTA DO BOTAFOGO, PELA ELIMINAÇÃO NA LIBERTADORES, presidente Carlos Não-sei-do-quê, expressei imediatamente, para você : ” QUE PENA, QUE PENA, QUE PENA! ”
    Não dormi bem e acabo de almoçar muito mal!
    Saudações,
    Carlos Cazé.

    Reply
    • Prezado Cazé,

      Eles caíram da Libertadores de pé, resgatando o passado, e voltando a mostrar grandeza, que havia ficado esquecida há tempos. E sempre bom lembrar, com um elenco que custa 20% do nosso, por essa mesma razão, podemos dizer que nós caímos de forma vergonhosa.

      Ontem eu torci para o Botafogo pela raça e pela determinação demonstradas pelo elenco. Coisa que vem faltando MUITO em nosso time, que parece o reflexo do chongo mongo do nosso presidente, que tem o apelido de Banana de Mello não sem razão.

      Pensei “QUE PENA” realmente sentindo isso.

      Para uma equipe vencedora não basta craques, tem que ter sangue nos olhos.

      Nós temos craques sem sangue, eles tem sangue, mas não tem craques. A equação perfeita é a junção de ambos. Craques com sangue nos olhos. Para isso nos falta muito ainda.

      Reply
      • Prefiro o Flamengo. Incomparável.
        Até porque não falta sangue ou raça ao nosso time atual.
        Falta regularidade defensiva, que está melhorando.
        E falta fluidez, dinamismo, integração entre setores, jogar redondo.
        Ontem teve isso muito bem no primeiro tempo.
        Não sei se você joga ou já jogou bola, mas tem um estágio que se pode atingir que seu time parece estar um pouco acima do plano terrestre, tipo flutuando, sem tomar conhecimento da marcação, passando por outro caminho, fluindo…
        É isso que falta.

        Mas de qualquer forma, sempre Flamengo.
        Nada de ficar gostando de Botafogo ou de Corinthians.
        Isso não faz parte do pensamento rubro negro.

        Reply
        • Claro que também prefiro o Flamengo, eu sou rubro-negro, que isso fique bem claro. Mas falta sangue nos olhos do nosso time, se não fosse assim, teríamos nos mantido na Libertadores. Cadê a raça que nos é tão peculiar e tradicional? Onde está a nossa torcida que fica quieta, que parece um reflexo dessa diretoria? O público na Ilha ontem, e contra o Sport, foi ridículo. Não está à altura de nossa tradição. Isso me incomoda muito.
          E quanto à sua observação de “Nada de ficar gostando de Botafogo ou de Corinthians”, eu gosto de futebol bem jogado, torço pro Mengão, mas não consigo torcer pra time que age com indiferença diante da derrota, como essa equipe reagiu ao ser eliminada da Libertadores. Pra jogador que não veste a camisa, que tem indiferença pela derrota, eu não torço não, quero é muito longe do Flamengo.

          Reply
      • Existem coisas que só acontecem com o Botafogo.

        Perder 5 oportunidades claras de gols no 1o. tempo não é coisa que se faça em uma quartas de finais de Libertadores.

        Impressionante foi como o Grêmio furou a bola depois do gol aos 14min do 2o. tempo, não teve mais jogo!

        Reply
      • Ocorre, prezado Fernando, que a questão a que me referi é de fundo, não de forma. O dna daquelas pessoas, em relação ao Flamengo, é de ódio e inveja. Nada há nenhuma relação entre a forma como o Flamengo perde com o fato de aquele senhor entrar num recinto, não cumprimentar o presidente Bandeira de Melo e, pior ainda, insultar a instituição Flamengo. Fomos todos, os verdadeiros rubro_negros, atingidos.Então, o escárnio com que nos tratou, eu respondo com a certeza de que o troco vai multiplicado por dez.
        Já quanto a torcer por qualquer outro time, que não seja o Flamengo, a mim me é impossível.E em se tratando dessa nulidade, lá do Rio de Janeiro, prefiro a daqui, o Tupi, de Juiz de Fora.
        Abs.

        Reply
      • E como eles caíram na Copa do Brasil?? Ridiculamente, sem mínimo de susto ao Flamengo. Papo furado esse, pois o Fla caiu num grupo muito mais forte que o deles.

        Reply
        • Paulo Assis, vc é uma figura neste blog, mas com todo respeito vou discordar!

          O Botafogo fez um belíssimo trabalho na Libertadores, muito além do que tinha condições de fazer, com muita garra, muito trabalho e competência.

          Já o nosso querido Flamengo fez um PAPELÃO mesmo! Nossa imagem na América do Sul é RIDÍCULA.

          Temos que ganhar, ou ao menos ir a final dessa Sul Americana, caso contrário vamos virar piada na América do Sul….nosso histórico nos últimos 30 anos é risível, pífio.

          Reply
  27. O CEP e um cara retrógrado por alimentar uma rivalidade idiota pela compra de jogadores. Hj o futebol e negocio e ele deveria entender que o Botafogo nao tem tamanho para competir com o Flamengo. Logo, se este quiser comprar e o jogador quiser ir, acabou!
    Alimentar uma rivalidade que ja causou morte e procurar espezinhar uma instituição centenaria e coisa de um cara que nao deveria estar na posicao em que esta.
    A gestão dele e boa no plano esportivo. Com um orçamento baixo monta times que brigam por algo que nao seja permanecer na serie A,pelo menos. Mas como dirigente e pessoa parece detestavel e desprezivel.
    Foi otimo ver o Bosta eliminado! Mas se dirigente de futebol do Flamengo fosse, ficaria de olho em 3 jogadores: Igor Rabelo, Bruno Silva e Guilherme.
    Como disse o Mauro Cezar Pereira, o Flamengo deve tratar o Bosta como a Juventus trata o Torino. A distancia de orcamento e colossal e tradicao nenhuma equipara essa distancia. Vai la e compra os caras. Simples assim.
    Ao CEP resta tentar ser um dirigente melhor no plano macro, falar menos besteira e procurar resolver a divida do seu clube alavancando receitas.

    Reply
    • Falar o nome do Flamengo e criar polêmica com o maior do mundo garante o Botafogo na mídia. A mesma coisa faz o Eurico, que fala o nome do Flamengo em todas as manifestações dele. Essa é uma verdade.

      Outra verdade é que 100% dos torcedores brasileiros torcem pro Flamengo, pois quem não é Flamengo é contra Flamengo.

      A indiferença é algo constrangedor. O Flamengo não sofre disso. É amado ou odiado. Ninguém é indiferente ao Flamengo.

      Eu costumo dizer: é bom demais ser Flamengo.

      E digo também: entendo o seu sentimento, botafoguense (ou vascaíno ou tricolor ou qualquer outro sofredor). Ninguém gosta de apanhar tanto.

      Todos querem ser o maior rival do Flamengo. O Vasco e o Botafogo estão brigando muito por esse título. Mas são muito fraquinhos.

      Reply
  28. Nino,
    Depois do nó tático de R.Rueda, ele mandou um recado, no estilo Zagallo, para os críticos do Blog:
    – Ustedes van a tener que tragarme.
    Kkkk

    Reply
    • E não é que nosso bravo Nino acha que o Rueda está colando do ZR ? se não vejamos pela escalação Vaz, MA estão ficando, ficando cada vez mais longe do time.
      Segundo só não vê quem não quer : laterais mais presos,zaga mais protegida e armadores mais avançados. Ontem Cuellar e Arão fizeram papel de atacantes. Realmente amigo Nino ele está seguindo 100% a cartilha do ZR. Só vê quem quer achar motivo para reclamar.
      Saudações

      Reply
    • Diego,

      Em entrevista a rádio colombiana, Reynaldo Rueda explicou a retomada do viés de alta do seu trabalho na Gávea.

      “Mi estaba medio perdido, pero decidí recurrir al esquema de juego del maestro José Ricardo y todo volvió a la normalidad. Hoy en día el equipo no juega más pésimo, sólo juega mal.”

      Reply
    • Diego, acho que ele teve que nos engolir! Rsrs teve que voltar com LE de ofício e jogar com Diego e Everton Ribeiro juntos! Andou lendo o blog após aquele jogo de ida contra a Chape.

      Reply
  29. Time bem escalado….

    Gabriel jogando na 4a.feira contra o Cruzeiro.Aonde, na esquerda,na direita…!!! ???
    Sòmente preocupante.O jogo já é muito dificl para o FLA,com o Gabriel,então,mais ainda.
    Que acham ?
    ABS.
    SRN.

    Reply
  30. “Esse time faz gols?”
    Caríssimos amigos e ilustres irmãos do blog Carlos Egon Prates e Octavio Drummond

    Até entendo que vocês se atenham a ESTATÍSTICAS para afirmar veementemente que esse nosso time (que ainda é o do ZR) NÃO TEM DIFICULDADES EM FAZER GOLS.

    Entretanto acho que os irmãos estão de fato de memória muito fraca!

    Muito se contestei o ZR, mas tbm sempre disse que a bomba estava estourando até por vezes injustamente nas mãos dele, pois o esquema dele na “maioria das vezes produzia chances reais de gols”, que não foram aproveitadas em diversas ocasiões….Brasileirão do ano passado e Libertadores desse ano são exemplos.

    Arrisco-me a dizer que essa falta de aproveitamento no ataque MINOU O TRABALHO do ZR no clube, arremetendo o técnico a situações constantemente delicadas ou críticas, teve uma hora que não teve mais jeito e o próprio técnico se perdeu, é humano.

    Em minha opinião estas estatísticas que vcs recorrer estão absolutamente DISTORCIDAS pela média de gols do Carioção, que são jogos contra times da 3a e 4a divisão nacional.

    Um dados concreto que eu percebi é que com o Rueda o time deixou de perder gols INCRÍVEIS ou em SEQUENCIA, entretanto ainda acho que temos uma grave ANORMAL IA CONCEITUAL do que seja UM CAMISA 9. Cito sempre o Jõ do Corinthians como modelo de cara que resolve (os gols), isso tem nos feito falta!

    Reply
    • Nino, vamos acabar com esse papo de enorme dificuldades de fazer gols! Rsrs falemos do Brasileirão apenas. Temos o 5o melhor ataque, 2 gols a menos apenas do que o 2o melhor ataque que eh o Palmeiras:
      40 gols Gremio
      35 gols Palmeiras
      34 gols Fluminense e Corinthians
      33 gols Flamengo

      Se o Flamengo tem dificuldades de fazer gols, imaginem o Santos que está em 3o lugar no campeonato com apenas 25 gols! E agora Nino?

      Reply
  31. Time bem escalado, com raça, aplicação tática, torcida apoiando, substituições corretas, aliado a um adversário fraco , resultou numa bela atuação e numa vitoria fácil… pena que não é sempre assim !

    Reply

Comente.