Messi, Fla-Flu, Vice de Futebol e Tite

Messi

Voltando de Corrêas, eu e Messi (o mais espetacular Golden Retriever do planeta) viemos ouvindo rádio, um pouquinho na Globo, um pouquinho na Tupi. Nas duas, houve um tema que não deixou de passar por nenhum dos entrevistados. O drama argentino, de estar muito próximo de não disputar a próxima Copa do Mundo, talvez seja e, até terça que vem, será o principal assunto no mundo da bola.

A maioria dos entrevistados manteve uma postura neutra, afirmando que não irá torcer a favor, mas que também não secará a Argentina.

Não sei se foram sinceros ou se jogaram para a galera. Como me recuso a ser o politicamente correto a esta altura da vida, quero dizer que se entrevistado tivesse sido, teria afirmado que uma Copa do Mundo sem Messi é uma meia Copa do Mundo. Vou torcer muito pela Argentina. Aliás, coerente com uma das minhas maiores paixões, vou torcer pelo futebol.

Imagine só. Uma Copa do Mundo com Egito, Costa Rica (com todo respeito) e, por aí vai… sem Messi, sem a Argentina de Messi e Maradona…

Que lástima…


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Fla-Flu

Ouvi também no rádio que muitos ingressos já foram vendidos para o Fla-Flu de quinta que vem, feriado, no Maraca, e que o público deverá ser superior a quarenta mil pessoas.

Aqui pra nós, este jogo é infinitamente mais importante para o Fluminense do que para o Flamengo.

O fato do Cruzeiro ter ganho a Copa do Brasil, já o colocando na Libertadores, abre mais uma vaga, mesmo através da pré Libertadores, para os clubes brasileiros.

Claro que ficar entre os quatro primeiros no Campeonato Brasileiro é muito melhor, pois se evita o desgaste de uma pré Libertadores, mas não será o fim do mundo se a classificação vier, mesmo que na rabeira.

Agora, o fim do mundo é o Fluminense cair, de novo, para a segunda divisão. E se perder este jogo para o Flamengo, a chance de ficar entre os quatro últimos na tabela é quase de 100%.

Portanto, este não será um Fla-Flu qualquer.


Ricardo Lomba, Flamengo (Foto: Reprodução)

Vice de Futebol

Sou Flamengo de qualquer jeito, em qualquer lugar, independente de quem dirija o clube. Portanto, torço sempre e desesperadamente a favor.

Que o nosso novo vice de futebol seja feliz, que possa ajudar e que tenha muita sorte.

Gostaria apenas de colocar que, de um tempo para cá, o exercício de se criar dirigentes no futebol tenha perdido força. Os nossos bons dirigentes no futebol cursaram uma escolinha natural, no clube e ou, no mundo da bola. Não vou citar nomes e, seriam muitos, para evitar ciumeira natural.

Em síntese, experiência no futebol conta e, muito!

Boa sorte para o nosso vice-presidente e, que se atente para a importância da escolinha de cartola no futebol rubro-negro.


Tite

Hoje, entrevistado na Rádio Tupi, Tite foi de uma felicidade “Maracaneana”.

Quando a discussão comia sobre ser bom ou ruim o árbitro da TV, o argumento do treinador da Seleção foi fantástico. Disse ele que, ante a possibilidade de se fazer justiça, todos os outros argumentos ficam, não em segundo plano, mas definitivamente sepultados.

Pragmático! Brilhante!!!

1 Comentário

  1. Caro KL vamos por parte:
    Messi, realmente seria uma pena ele fora da copa, mas como bom rubro negro vou torcer e muito para a classificação do Peru de Guerreiro e Trauco;Fla-Flu, jogo fundamental tb para o mengo,e bom aperitivo para a sulamericana; Vice, já escrevi aqui no blog minha opinião sobre essa temática, vamos aguardar; Tite, se tivessemos ainda com o Dunga, estariamos em risco igual a Argentina, não precisa falar mais nada.
    SRN

    Reply
  2. Sempre torci contra a Argentina, ídolo argentino p mais mim só o Papa Francisco, mas desta vez vou torcer p ver o Messi jogando na Copa.Quanto ao FLA-Flu, estou mais preocupado com o Rueda ter acertado as coisas com o time nestes 10 dias, passar a escalar certo, e fazer os 3 pontos o resto é secundário. E o depoimento do Tite foi sensacional, penso igual!

    Reply
  3. Messi é um craque no Barcelona, já na seleção, anda devendo e muito.Talvez porque Ele não se sinta Argentino. E´verdade que a seleção argentina não é o Barcelona, mas sim uma seleção comum com um grande talento. Há muito tempo parei de acompanhar futebol de seleções, tenho muitas “duvidas” com alguns resultados, mas sem duvida, uma Copa do Mundo sem Argentina empobrece o futebol, embora eles estejam jogando pouco.
    Fla x Flu é sempre um super clássico .não importa o momento dos clubes. Fluminense está mau, mas o momento rubro negro é péssimo, com duvidas , estado de abandono do futebol do clube, uma derrota poderá desencadear uma grande crise. lembrando estamos apenas 8 pontos do Z4.
    Não vejo o arbitro de vídeo, como solução, até porque não estará em todos os jogos. Árbitros sempre erraram muito, a questão é que hoje fica mais nítido. O ideal seria profissionalizar o quadro de árbitros. Enquanto a Tite , já provou ser um grande treinador, TOP 3 taticamente, junto a Cuca e Abel, e um sujeito culto, muito alem das 4 linhas…
    Fora R.Caetano !

    Reply
    • Caro Fábio, realmente você se entregou em seu depoimento quando diz que parou de acompanhar futebol de seleções, pois o Messi há muito tempo vem jogando muitíssimo bem com a seleção argentina, mas como futebol é um esporte coletivo, de nada adianta ele deixar os atacantes na cara do gol e eles perderem. Sem contar que ele tem 58 gols pela Argentina, logo é o maior artilheiro de todos os tempos, superando o antes maior artilheiro Batistuta que fez 54 gols (e era um excelente centro-avante).
      Um abraço.

      Reply
  4. É muito inteligente fazer um Clássico num feriado e à tarde. Demorou para isso acontecer. E o Flamengo tem que vencer, pois caso contrário aumenta a crise e pré-Libertadores será muito complicado.

    Copa sem Argentina: em 2014 ganhei o sorteio para um jogo da Copa do Mundo em Porto Alegre (moro em Florianópolis) e depois de um tempo veio a notícia que seria Coreia do Sul x Argélia. No dia, tudo muito legal. Estádio bonito, torcidas animadas e engraçadas (Argélia), cerveja liberada (em SC é proibido), etc. Começou o jogo, acabou o encanto. Copa tem que ter times grandes e suas estrelas como a Argentina do Messi.

    Torcerei para Argentina e Peru classificarem.

    Reply
    • Em 2019 talvez vc veja!!! Essa turma que esta ai de “funcionários públicos” vai dar a sua contribuição somente no campo administrativo (que são brilhantes), esportivo não tem como, esquece!!!! Eu desisti!

      Reply
      • Nino, você que é um crítico da atual gestão, quem gostaria que comandasse o Flamengo? Quais pessoas do atual quadro político do clube e qual plataforma a ser adotada e de que forma?

        Reply
        • Henrique meu nobre irmão dessa irmandade e desse caloroso blog!

          Eu não saberia te dizer, não sou mais sócio do Flamengo, não voto mais, não sou conselheiro, benemérito ou ex-dirigente do clube, então eu não saberia te formular os perfis ideais!

          No momento estou pela chapa do Wallin (assim como estive pela chapa do EBM no passado), pelo nr. e pela qualidade dos membros que a compõe.

          Não vejo outro grupo se organizando tão coeso e organizado tão longamente como esse.

          Teve ai o Márcio Braga lançando o nome do Landin, que obrigatória mente englobaria a maioria dos componentes da chapa do Wallin, mas o Landin sempre se mostrou pouco inclinado a assumir esse leme de modo direto! Ele é o cérebro das atuais metas de reorganização do Flamengo encampadas pelo Wallin inicialmente e depois pelo EBM.

          O caminho sempre foi esse, mas com as pessoas erradas!

          Os fatos estão ai, pois contra fatos não existem argumentos meu caro.

          Reply
        • E permita-me uma correção meu nobre Henrique!

          Eu não sou crítico da atual gestão! Sou crítico da má gestão, no caso do gestão do EBM se trata de notória má gestão política e esportiva no clube. Fato!

          Reply
          • Sou sócio off-rio e gosto do nome do Landim. Do resto da chapa, não! Sinceramente, gostaria de viajar ao RJ para votar nas próximas eleições.

  5. Caro Kleber

    Veja o que o Marca da Espanha publicou hoje dia 09 sobre o nosso Viniucius Jr (ler aqui).
    O que acontece dentro da Gavea que ninguem consegue ver isso? Enquento é tempo.
    Abraçao

    Reply
  6. Kleber,
    1) Messi: É uma pena ver um jogador fantástico ao lado de uma mulambada.
    2) Fla x Flu: O meu temor é que o nosso querido Flamengo adora “ressuscitar defunto”. O dia que o nosso querido Mengão voltar a sepultar algum time definitivamente, aí sim, poderemos dizer, esse é o nosso Flamengo.
    3) Tite: Sou seu fã. É uma figura ímpar.

    Reply
  7. Primeiro como um colega acima citou torcerei para o Peru que tem uma boa seleção e jogadores do Flamengo que se valorizaram muito mais se disputarem uma copa e pq não..para a Argentina. Uma copa sem Messi, De Maria, Aguero, Dibala entre outros perde muito. Um fato nos chama atenção: sampaoli não conseguiu dar o mínimo de padrão a seleção Argentina, seria tempo?? Inabilidade com atletas argentinos? Olha que ele fez trabalhos brilhantes na universidade e na seleção chilena.
    Há bons técnicos que não dão certo em determinados lugares. Tomara que não seja o Rueda..um ótimo treinador comprovado, que até então não acertou o Flamengo. E olha que sou um dos que apostaram muito nele.
    Voltando a nossos problemas; fico me perguntando: o que faz um ótimo administrador a se meter onde não conhece, insiste no erro e depois coloca alguém sem nenhum conhecimento de causa no lugar mais nobre do futebol??
    Vaidade, egoncentrismo, egoísmo ou incapacidade??
    Engraçado que nosso atual presidente me parece muito vaidoso a ponto de romper com o grupo que o colocou no topo.
    Valim, Bap, pessoas importantíssima nessa guinada do Flamengo e muita das vezes esquecidos.
    Me lembro uma vez , uma matéria com Márcio Braga em 2004, ele chamou o Júnior para dirigir o futebol do Flamengo e foi incisivo: futebol é com o Júnior, eu não me meto em nada de futebol, minha função é outra.
    Posteriormente ele refez esse discurso em 2005 no nosso momento mais preocupante com nosso nobre presidente.
    Bandeira seria eternizado se ouvisse e fizesse o mesmo que Márcio Braga fez.
    Pena.
    Acho que perdemos dois anos de títulos.

    Reply
  8. Amigos de blog, a Argentina ficou fora da copa de 70 e não fez falta alguma. Brasil Tricampeão! Se ficar fora em 2018, também não fará.
    Quanto ao Flamengo X Fluminense, temos que vencer, nada de se apequenar cogitando a vaga do Cruzeiro, vamos brigar para ficar em terceiro ou quarto. Pensando bem essa vaga da Libertadores pode chegar até G9. Mas vamos lutar para entrar na fase de grupos.
    SRN

    Reply
  9. 0% de chance de a Argentina estar na proxima copa e nas subsequentes.

    Casa Grande definiu bem ao dizer “.. esses jogadores não jogam como argentinos… ”
    De fato como disse o Casa Grande o Messi é um argentino criado na ESPANHA. Ele joga como um EUROPEU e não como ARGENTINO. Cade a CATIMBA, PROVOCAçOES ….

    O Messi se preocupa somente em JOGAR… como disse o Casa. ARGENTINA sempre IMPoRTUNOU os adversarios.

    Isso não é a Argentina.

    Essa é a Argentina FAIR PLAY.

    Reply
  10. Caro Kleber e amigos!
    Boa sorte e bom trabalho ao Ricardo Lomba. Não posso desejar menos do que isso. Deve ser um caro do bem e espero que dele saia o talento para essa arte do futebol.
    SRN

    Reply
  11. Não pode vencê-los ? Então CONTRATE-os !!!

    A Argentina sempre teve um ESPIRITO indomável e seus jogadores portavam-se em campo como se fossem TORCEDORES. Ao contratar jogadores argentinos precocemente os europeus minaram a base daquele futebol, passaram de um Maradona que portava-se como um TOURO MIURA passaram a um Messi que parece um boi NELORE, manso e obediente.
    Argentina portava-se com uma TRIBO GUERREIRA. Hoje como apenas um GRUPO. Davam BATALHAS CAMPAS aos adversaroos, cantavam em coro com a torcida . E agora ?
    Adestraram o touro.

    Reply

Comente.