Que jogão!!!

(Foto: Marcos Ribolli)

Pra quem gosta de futebol, a segunda-feira foi gorda… Há muito tempo não vejo um jogo tão bom, com um resultado justíssimo.

O 2 a 2 foi um presente para quem viu o jogo na TV e, claro, melhor ainda para quem curtiu as emoções na Arena do Palmeiras.

E, o início foi meio louco, com o Cruzeiro fazendo 1 a 0, num gol contra do zagueiro palmeirense Juninho, que “quase” foi contratado pelo Flamengo ao Coritiba.

Depois, a iniciativa sempre do Palmeiras, com o Cruzeiro muito bem arrumado, jogando no contra-ataque. E, desta forma chegou ao segundo gol, num golaço de Robinho que, entrou e um minuto e meio depois, meteu o gol.

O Palmeiras continuou correndo atrás e, Borja, artilheiro da noite, empatou.

Ninguém pisou na bola e os destaques foram vários e, dos dois lados.

E pensar que Keno esteve nas mãos do Flamengo e que Egídio foi desprezado pelo nosso pessoal do futebol.

Enfim, que jogão!!!

1 Comentário

  1. Caro Kleber, realmente um baita jogo. Graças a Deus, não por ter feito o gol contra, esse rapaz não foi contratado pelo Flamengo. Seria, na minha opinião, mais uma contratação errada. Quanto ao Egídio, sinceramente é um jogador que tem um bom domínio de bola, mas, é muito inconstante.
    Esse Keno é muito bom. Cairia como uma luva nesse nosso ataque cardíaco. Porém, o dedo podre desse centro de “inteligência”………
    Espero que você esteja bem. Um abraço.

    Reply
  2. Meu caro Kleber!
    Estamos fazendo água para todos os lados…
    Num dia só, perdemos para o Vasco no basquete, empatamos no Maracanã e, perdemos a Taça-Rio sub-17 para o Botafogo (3×2 / 2×2)…
    Sobre o jogo, serviu para provar que o Pardal Cuca se equivocou sobre Borja. Não acreditou no que ele fez no Atlético Nacional ano passado.
    O cara fez 2 e anularam 1 erroneamente.
    Uma troca com Guerrero, deixaria Rueda rindo sozinho…

    Reply
      • Amoreco!
        Borja foi campeão da Libertadores do ano passado, jogando pelo Nacional, juntamente com Guerra e Bérrio.
        O técnico era o PARDAL RUIMEDA…

        Reply
        • Vou te passar o “bizú da Libertadores do ano passado” Egon!

          Jogando no contra ataque com o possante Berrio Opalão 77 (Sem controle de tração ou ABS) puxando o trem e Borja finalizando…Tá bom assim?

          Reply
          • Falando em Opalão, tive um amarelo. 6 cilindros, corria mais que notícia ruim.
            Certa vez, meu velho pai quis apostar comigo uma corridinha no Aterro do Flamengo. Nem se pensava em Pardal.
            Ele com um Corcel GT e eu com o “furioso”. Com 3 marchas cantando nas 3, ele nem arrancou…
            Kkkkkkkkkkk

          • kkk, o Corcelzinho deve ter sentado no meio fio e chorado!

            Mas é isso ai, nosso Berrio é como um OPALÃO 6 cilindros, ou seja, corre como uma barbaridade, mas se precisar freiar ou fazer curvas dá perda total.

  3. Prezado Egon, o time de 1962 a 2017, todos campeonatos incluídos:
    Primeiro time: Marcial; Leandro, Aldair, Reyes e Junior; Carlinhos, Gérson e ZICO; Doval, Silva e Dida.
    Segundo time: Cantarelli; Murilo, Junior Baiano, Jaime Valente e Paulo Henrique; Andrade e Adílio (ou Geraldo Assoviador); Joel, Almir Pernambuquinho, Airton Beleza e Arílson.
    Menções honrosas ao goleiro Renato, aos defensores Luis Carlos Galber e Rodrigues Neto, aos médios Tadeu e Carpeggiani, e aos atacantes Espanhol, Dionísio e Nunes.
    Renato Gaúcho não ouso incluir porque não há como relevar aquele gol no Fla-flor, que, à época, se disse de barriga ou de umbigo, mas que foi, na verdade, materializado com o braço.
    Já os bebetos, titas e demais traíras não há como listá-los.
    SRNs

    Reply
  4. Uma brincadeira aos colegas para desanuviar o melancólico ambiente atual.
    São 22 apelidos que correspondem a 22 jogadores, sendo que um mesmo apelido coube a dois jogadores, de épocas um pouco diferentes:
    Vamos lá:
    Tatú
    Maravilha
    Bode Atômico
    Peixe Frito
    Senador Turíbio
    Beleza
    Capacete
    Peito de Aço
    Cambalhota
    Maluco
    Cajú
    Batuta
    Assoviador
    Pardal
    Violino
    Papagaio
    Pastor
    Gringo
    Xerife
    Chorão
    Neguinho
    Pernambuquinho

    SRNs

    Reply
  5. O Palmeiras começou a balançar suas folhas sobre o gavião, acho que o vento vai soprar e fazer essa palmeira tirar o titulo do bico do gavião.
    Dizem que é um erro enorme trocar o técnico. Erro pra quem pro tecnico ?
    O troca-troca fez o Palmeiras trocar a briga pelo z4 pela briga pelo TITULO. É comum ver jogadores do Palmeiras CHORANDO E REVOLTADOS após derrotas. Sintoma de time vencedor.

    Reply
    • Meu caro Orlando!
      Essa entrevista do Mozer é de uma infelicidade ímpar.
      Pode estar certo que foi “encomendada” pelos 3 cardeais que assumem o papel de CHEFE DE ESTADO do nosso Flamengo.
      Como “antigo”, sempre dei valor ao Carioqueta. Mas enfatizar essa conquista, quando disputamos várias e ganhamos o que Luzia ganhou na horta, é no mínimo falta de senso…
      Com o elenco que temos e com a folha absurda, aquilo foi uma gota no oceano.
      Mozer, que corrobora integralmente das opiniões dos que realmente mandam, só está no Flamengo, por tudo que fez em 81 e sua temporada na Europa.
      Tanto Fabio Luciano quanto Zinho, fariam muito melhor.
      Quanto aos “torcedores”, depois que inventaram o ST, o torcedor comum perdeu espaço. Além dos preços abusivos, a violência tomou conta do entorno.
      Moro em Angra e sou ST! Já peguei avião e pousei em Porto Alegre para ver Internacional 1×1 Flamengo, gol de Bebeto de cabeça. Era mais fácil que voltar hoje pela Avenida Brasil de madrugada…
      Nós envelhecemos, nos acomodamos com o Red e a poltrona e, continuamos contribuindo para um Flamengo grande.
      Seja com ST, PPV, compra de camisas, calções, bandeiras etc…
      A geral fou abolida, meu amigo! E com ela, a essência do torcedor RAÇA…

      Reply
      • kkkk….acho que o termo e o verbo a se praticar é esse Egon….CORROBORAR!

        Maaaaaaassss, não poderia ser diferente, não é mesmo!

        O problema é corroborar com o que?

        Como achamos que tudo esta errado do futebol, o termo corroborar (que foi usado primeiramente pelos garotos do Coluna do Flamengo) nos soa “pejorativo”!

        Como a linha geral dos blogueiros é de anarquia geral, o termo nos parece mesmo uma chacota!

        Reply
        • Meu amigo Nino!
          Nessa gestão não veremos nenhum integrante frequentando o acostamento.
          TODOS, como um coro de estudantes de sinfônica, cantam no mesmo tom.
          E Mozer não é diferente…
          Caso Kalil não tivesse a ligação que tem com o Galo, soltinho na vida, com toda competência que tem, não pisaria no Flamengo.
          O mesmo serve para Alexandre Mattos.
          Esse perfil eles rechaçam…

          Reply
          • O Kail esse recalcado rancoroso de boa estirpe pode descansar em paz agora!

            Depois do seu pai perder Brasileirões, Libertadores para o Flamengo na década de 80, Kalil mudou a sorte da sua família! Ganhou Libertadores e é Prefeito de BH!

            Merecido? Merecido sim…só esperamos que ele seja menos recalcado e rancoroso (Rancoroso é um termo para se referir atualmente a todo vascaíno em relação ao Flamengo) em relação ao Flamengo do que tem sido até agora.

      • Meu caro Egon, obrigado pela atenção. Porém e com todo o respeito, vejo que sua resposta reflete exatamente a essência daquilo que Mozer tentou transmitir. Muitas vezes, escolhemos ignorar tudo aquilo que tem sido plantado nos dias de hoje, para que, finalmente, possamos ver o Flamengo no lugar que sempre deveria estar, ou seja, sempre no topo mas de forma ESTÁVEL, e simplesmente focar naquilo que é imediato, desprezando experiências anteriores e cujo imediatismo levaram o clube a situação falimentar em que se encontrava por tantos anos e quase sempre brigando na parte de baixo da tabela. No Flamengo hoje creio que se trabalha de forma profissional e os resultados, admitam ou não, já começam a aparecer em todas as áreas, inclusive o futebol, onde estamos por dois anos consecutivos disputando na parte de cima da tabela. As “impagáveis” dívidas do clube vem sendo equacionadas; não temos mais visto funcionários do clube nas páginas policiais; o clube voltou a ter o respeito que sempre deveria ter; já temos um embrião de estádio que irá fatalmente culminar em poucos anos, no Flamengo tendo um estádio pra chamar de seu; o clube nunca arrecadou tanto…. etc etc. Quanto ao futebol, se a FLAMÍDIA e a FLAMIMIMI permitirem, teremos em breve uma equipe indiscutível e vencedora pois , mesmo que tarde, profissionalismo e excelência serão sempre seguidos de resultados. É esperar e torcer (à favor, é claro) pra ver.
        Como disse, ler toda uma entrevista e interpreta-la como parcial seria no mínimo, também…. parcial! No caso dele, até entenderia se assim fosse, pois lá trabalha e tem mesmo que defender os interesses da entidade para a qual trabalha. Agora, no nosso caso, o que nos leva a ainda sermos tão céticos e críticos, mesmo diante de resultados tão positivos e irrefutáveis?? Algo a se pensar….
        Por fim, quando diz que Fabio Luciano ou Zinho fariam melhor do que Mozer, me intriga saber quais seriam as bases para uma afirmação tão enfática, já que Zinho lá já esteve e Fábio Luciano sabidamente já recusou convites para tal.
        Uma vez mais, obrigado por me honrar com sua resposta.
        SRN

        Reply
        • Meu amigo Orlando!
          Falo em Zinho pelo belíssimo trabalho que fez no Vasco auxiliando Jorginho. Por ser muito rubro-negro, e querer, não tenho menor dúvida que seria sucesso.
          Quanto aos resultados financeiros, nunca tivemos nada parecido. Por outro lado, nunca tivemos tantas receitas.
          Mas no futebol, os caras derrapam feio. Expectativa de rubro-negro começa na quarta e acaba no domingo. Não somos assim!
          Esperar 6 anos para ter um título de expressão e perder 15, não é nosso DNA…
          Melhoramos em TUDO, mas pioramos na essência que é o Flamengo. O futebol…
          Vou te dar dois exemplos simbólicos.
          Após a Copa, “conversamos” com o meia Bolaños que tinha sido destaque da Costa Rica.
          Os caras não quiseram nem pagar hotel e passagem para uma conversa no Rio…
          Jogamos contra a Ponte inúmeras vezes sempre sofrendo com Roger.
          Acabamos de tomar 2 gols do cara contra o Botafogo.
          O que imagina uma gestão, esperando que um jogador oriundo da base, pode substituir um cascudo como Guerrero, num campeonato duro como é o Brasileiro?
          O passado nos envergonhou em termos financeiros. Fato! Mas o presente está muito distante das conquistas que tivemos em campo.
          6 anos pra vencer uma Copa do Brasil que caiu no nosso colo, é muito pouco pelo que representamos.
          Minha divergência com o amigo, não é pelo que devíamos. É pelo que estamos devendo em campo.
          Beijo no coração do amigo.
          SRNs

          Reply
  6. Enfim Kleber, que jogão!!!

    Mas estou curioso, gostaria de saber muito a sua visão comparativa entre estas duas equipes que jogaram esse futebol maravilho e o nosso querido Flamengo que vimos jogar no domingo?

    Por favor!!!! Nos jogue essa luz!!!!

    Reply
  7. Muito bom, amigo Artur…
    Lembro de muitos, mas derrapei em apenas 1. Senador Turíbio…
    Tatú – LUIZ CARLOS
    Maravilha – FIO
    Bode Atômico – DIONÍSIO
    Peixe Frito – LEANDRO
    Senador Turíbio –
    Beleza – AIRTON
    Capacete – JÚNIOR
    Peito de Aço – DARIO
    Cambalhota – CAIO
    Maluco – CÉSAR
    Cajú – PAULO CÉSAR
    Batuta – SILVA
    Assoviador – GERALDO
    Pardal – MURILO
    Violino – CARLINHOS
    Papagaio – GÉRSON
    Pastor – CHIQUINHO
    Gringo – DOVAL
    Xerife – FABIO LUCIANO
    Chorão – BEBETO
    Neguinho – ADÍLIO
    Pernambuquinho – ALMIR

    Reply
    • Prezado Egon, o “Senador Turíbio” era como o pessoal chamava o Rodrigues Neto.
      SRNs
      Ps: já o “xerife” era o beque Moisés. Talvez o FL também fosse chamado assim; mas eu não sabia. Escrevi a charada pensando em como o Moisés era então chamado.
      SRNs

      Reply
      • Verdade amigo Artur! Moisés, com que mergulhei algumas vezes, era chamado de Xerife. Mas no Fla, Fabio Luciano também. A diferença fica por conta das operações a sangue frio.
        Aquela duplinha da foice, Moisés e Fontana era o cão.
        Abraço, amigo

        Reply
        • Prezado Egon, não se esqueça que o Xerife Moisés jogou no Mengão, ainda que não muitas vezes.
          Mas em duas ocasiões:
          Primeiro no curso do ano de 1968; e, posteriormente, em 1978.
          E era ao Moisés enquanto jogador do Flamengo, a que eu fazia referência. Da lista dos apelidos SÓ constam jogadores que vestiram o Manto Sagrado.
          Quanto ao apelido que serviu a dois jogadores é o “Maravilha”. Serviu ao Fio, tal como você tão bem apontou, mas também ao Dario, o Dadá Maravilha, também conhecido como Peito de Aço.
          SRNs
          PS: A dupla dos lusitanos que batia era Brito e Fontana. O Moisés, no Vaso de Grama, fazia dupla era com o Renê. E também batiam: igual, se não mais.
          SRNs

          Reply
          • Isso! Troquei Brito por Fontana. Na verdade Fontana jogou um pouco antes que Moisés no Vasco. Se não esqueci… kkkkk
            Ambos convocados para a Copa de 70. Brito e Fontana…

        • E o Xerife Moisés foi jogador do Flamengo muito antes de ir para o Vaso de Grama.
          Veio do Bonsucesso para a Gávea em 68. Saiu do Mengão, voltou para o Bonsuça e daí foi para o Foguinho
          Somente bem mais tarde, já em 71, é que seguiu para os Casacas.

          Reply
      • Graaaaande Artur!
        Como sempre, estou matando a cobra e mostrando a FOICE kkkkkkkkk

        “Xerife da zaga do Flamengo de 2007 a 2009, Fábio Luciano pode voltar ao clube. Dessa vez, para ser o homem forte do futebol. O nome do ex-jogador é o de preferência do vice-presidente de futebol, Paulo Cesar Coutinho.”

        “Aposentado desde 2009, Fábio Luciano não esconde que tem três amores no futebol: Ponte Preta, que o revelou; Corinthians, onde se consolidou; e o Flamengo, onde se impôs como capitão e encerrou a carreira, aplaudido de pé em um Maracanã lotado. Um xerife e ídolo de corintianos e rubro-negros.”

        Mas o amigo tem mais razão! Moisés era mais conhecido como Xerife…
        Abraços

        Reply
  8. O INSINERADOR da insistencia esteril.

    Estão QUEIMANDO os VETERANOS do FLAMENGO.

    Esse termo é muito usado em relação a base quando se diz …VãO/ESTãO QUEIMANDO esse jogador cokicandi ele para jogar.
    O curioso é que INSINERAM outros jogadores que passam a ser REPUDIADOS pela torcida devido a insistencia em mantê-los no ELENCO.

    Espero que joguem as CINZAS do M.A. sobre a GAVEA após esses anos de insineração, ou melhor podem levar as cinzas para serem transformadas em DIAMANTE por uma dessas empresas que o fazem.
    Até eu não suporto mais o MESMO DO MESMO, sem resultados POSITIVOS, apenas negativos.
    E a fornalha continua chamejante, e junto estão queimando o FLAMENGO.

    Reply
  9. entre esse jogo e a entrevista de Zico no Boa Noite Fox, fiquei com a segunda opção.
    Muito legal.
    Mas o que mais me chamou atenção foi o fato dele detalhar os treinamentos que Coutinho fazia com aquele timaço.
    Em resumo, a marcação era feita no campo de ataque, com todos, inclusive ele, fazendo a pressão para roubar a bola já no setor ofensivo e ficar mais perto do gol adversário. E sempre que fazia um, já virava objetivo fazer o segundo, terceiro… pra matar o jogo, nada de acomodação com resultado.
    Ou seja…
    Com toda modernidade possível atualmente, o mais simples ainda me parece ser o melhor.
    Hj vejo a mediocridade do futebol praticado no Brasil, onde não existe essa pressão, existe os times jogando sempre no erro do adversário para tentar contra ataques. e haja jogo mediocre.

    Reply
  10. Prezados,
    Em uma única entrevista o Mozer foi capaz de mostrar todo o DNA perdedor da atual Diretoria:
    – Defendeu Márcio Araújo e Gabriel, afirmando que ambos têm qualidade técnica;
    – Exaltar o grandioso título do Carioca, diz que o ano não é ruim pois ganharam este título;
    – afirmar que o Flamengo NÃO DEIXOU A DESEJAR (Então era esse o desejo da Diretoria??? Caramba!!!).

    Amigos, não é de se estranhar os anos de derrotas e falta de espírito, se instalou na Gávea uma gente sem qualquer ambição esportiva, sem qualquer noção do que é ser Flamengo!

    Reply
    • “Márcio, Gabriel, Muralha e Vaz são nossos jogadores. Eles não são adversários da torcida. Deveriam ser apoiados e acarinhados para que rendam ainda mais”… Volte pra Portugal, Mozer!!! Em uma história com tantos jogadores e ídolos, eis que a Diretoria conseguiu encontrar o que reza exatamente a mesma cartilha perdedora…

      Reply
  11. acabei de almoçar e li essa entrevista patética do Mozer – vontade de vomitar. Aliás, tem sido uma corrida desenfreada dos nossos comandantes por entrevistas é? Fred Luz, Mozer,Lomba… todos se defendendo com a possibilidade de ganhar sul americana, dizendo que estão na briga pelo G4.
    No fim do ano, quando nada disso acontecer, vai ser dificil se defender apontando o titulo carioca

    Reply
  12. …..”Minha divergência com o amigo ,não é pelo que devíamos`.É pelo que devemos em campo ”
    Espetacular amigo Egon , bravo .chega de desculpas para mais um ano decepcionante , chega !!!

    Reply
  13. Mas vão, Marcelo!!!
    “No fim do ano, quando nada disso acontecer, vai ser dificil se defender apontando o titulo carioca”…
    O grande problema é justificar o óbvio e, ler uma estrevista mequetrefe de um cara que morou em Portugal 30 anos e não usa absolutamente nada para o bem do Flamengo.
    Muito pelo contrário! Como jogador que foi, diferentemente dos LEIGOS, deveria se rebelar contra as mesmices que pautam essa gestão de cegos…
    Tudo pelo emprego…

    Reply
  14. Nino, amigo,
    O material humano do Palmeiras, me parece de boa qualidade e bem distribuído. Não há furo e o time é bem arrumado.
    O Cruzeiro, sem a abundância técnica do Palmeiras, mas muitíssimo bem arrumado.
    O Flamengo, com bom nível técnico, pessimamente distribuído e completamente desarrumado.
    Forte abraço.

    Reply
    • Graaande Guru! Agora restabelecido, zerado… a todo vapor…
      Evidentemente podemos estar desarrumados mas jogando com raça. Mordendo o pescoço do adversário…
      Mas quando estamos desarrumados e apáticos, só nos resta ler a entrevista patética do Mozer…
      Hoje, a máxima do Vampeta foi pro saco. “O Flamengo paga em dia e eles continuam fingindo que jogam”…

      Significado de DESARRUMADO (adjetivo)
      Não arrumado, em desordem; desarranjado: Casa desarrumada…
      Significado de APATIA (substantivo feminino)
      Estado de alma não suscetível de comoção ou interesse; insensibilidade, indiferença.

      Reply
    • Klebão queridão!

      Como vc se referiu ao Vasco como time tecnicamente limitado porém bem arrumado, devo concluir, “que desarrumados somos nós”!

      Porém eu não aposto um real com um buraco no meio que Rueda não fará a pré-temporada de 2018, ou seja, o buraco é mais em baixo!

      Reply
  15. Mozer, você foi um beque até razoável.
    Agora, no entanto, você tornou-se patético.
    Depois dessa deprimente entrevista, volta para Portugal, por favor. Larga mão do Flamengo, por caridade.
    Não te envio SRNs, pois não as mereces.

    Reply
    • Arthur, me desculpe mas o Mozer foi um dos maiores zagueiros
      que eu á vi jogando aqui ou no exterior. Eu sou contrário a que
      antigos jogadores trabalhem no nosso Flamengo, principalmente aqueles que foram ídolos das nossas grandes conquistas, justamente por situações iguais a essa. Eu não vi nada demais, nem de menos, nessa entrevista.

      Reply
  16. Mozer podia nos explicar em sua excelente puxasaquista, oh! entrevista, como nosso Centro de Inteligência conseguiu dispensar Paulo Vítor, ficando apenas com Muralha, já bambeando, por quase um ano, a ponto de disputarmos uma final com um goleiro recém saído dos juniores?
    Já que Guerreiro fica muito fora em virtude de cartões e convocações, como dispensamos Damião, encostamos Vizeu e ficamos com Paquetá improvisado, disputando jogos decisivos na sul-americana, copa do Brasil e brasileirão?
    Seu Mozer, por favor, explique-nos as contratações de Rômulo, Geovânio, Renê, Mancuello, Donatti, Vaz, Berrio, como soluções mágicas para os problemas do time.
    Como já disse aqui anteriormente, “ai tem”!
    É muito perna de pau! Que diacho de CI é esse?
    Ninguém contesta o trabalho de saneamento financeiro, mas no futebol a verdade é uma só: nosso elenco é caríssimo e manco. Mal formado. Contratações amadoras ou mal intencionadas, isso sim.
    Espero que para o ano tenhamos pessoal mais gabaritado para dirigir o clube, ou continuaremos sofrendo a cada jogo.
    Ou não foi assim esse ano?

    Reply
    • quem estará no comando ano que vem serão os mesmos desses últimos 05 anos. os acertos no futebol vieram do acaso – a saída inexplicável do Mano em 2013 e os problemas de saúde do Muricy em 2016. Ou seja, para ano que vem a coisa andar, só contando com ele novamente

      Reply
  17. Henrique, passei batido nessa. Não sabia que o PV havia entrado na justiça. Mas então amigo, se isso aconteceu, mais um motivo para se contratar IMEDIATAMENTE um goleiro que pudesse substitui-lo, não meses depois. Concordas?
    Nossos problemas residem exatamente aí. Ficamos aguardando as tais “oportunidades de mercado”….e assim encontramos as malas, Romulo, Geovanio e etc…

    Reply
  18. Prezados,
    O único alento neste péssimo ano do Flamengo é ver a torcida saindo do feitiço que fazia ver alguma qualidade no Tuta peruano… Nas redes sociais e nas ruas a torcida em peso critica o Guerrero e é contra a renovação do pior custo benefício de nossa história.
    NÃO RENOVEM COM O GUERRERO!!!

    Mas, lendo a entrevista, se a Diretoria gosta de Gabriel peteleco, Vaz, M.A. e Muralha, creio que já consideram o peruano maior do que Zico.

    Reply
    • O caso Guerrero é bem complicado hein Diego?

      A torcida não o quer…

      A diretoria o quer…

      Ano de Copa do Mundo, desfalques, valorização?

      Eu aceitaria algum valor como multa rescisória desse tal time do México que o quer, ou até mesmo o liberaria de graça assim como fez o time turco com o Diego.

      Reply
  19. Não temos comando!!!
    Não temos comando!!!
    Não temos comando!!!
    Não temos comando!!!
    Não temos comando!!!
    Não temos comando!!!
    Não temos comando!!!
    O que fazer???

    Reply
  20. Uma diretoria que contrata um pivô, sem ter meias que saibam fazer gols e não repõem ninguém no lugar de Ederson e Damião, merece ouvir:

    Direção do Flamengo ‘não sabe nada de futebol’ e quer pessoas ‘que digam amém’. Vanderlei.

    Mas o pior ainda estar por vir. Caso o Peru se classifique pra copa e, o fla renove com Guerrero, o semi atacante irá se poupar até meados de 18.

    Reply
  21. Só pra lembrar

    Hoje, com Rueda, o Rubro-Negro apresenta evoluções nítidas, como na defesa.

    https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/rueda-melhora-defesa-e-aproveitamento-do-fla-ze-tem-inicio-melhor-em-rival.ghtml

    O aproveitamento de Rueda em 10 jogos no Brasileiro é superior ao de Zé, que ficou no Flamengo durante as 19 partidas no primeiro turno. Rueda conquistou 56% dos pontos – 17 em 30 disputados. O que significaria, hoje, ser o quarto colocado no Brasileiro. O Grêmio, em quarto, tem aproveitamento um pouco inferior (55,6%).

    Reply
  22. Alguns erros cometidos em 2017.

    Contratação EXCESSIVA de jogadores vindos de CIRURGIA/LESOES.U ma coisa é aproveitar 1 ou 2 oportunidades outra é contratar 3,4,5 jogadores lesionados.
    -O afastamento da Exos.
    – Não fazer treinos na GAVEA. Afasta os jogadores do CLIMA da torcida. Treinar na gávea é FUNDaMENTAL.

    Reply

Comente.