Tomara que tudo dê certo

Fachada do prédio do Morro da Viúva (Reprodução da internet)

Alguns queridos amigos, sócios das mais variadas categorias do Flamengo, me perguntaram durante todo o dia a minha opinião sobre o projeto do Morro da Viúva.

A minha resposta foi simples e pragmática. Embora algumas pessoas que estejam hoje no poder achem que o Flamengo nasceu quando foi criada a chapa azul, e estão redondamente enganadas, não posso deixar de colocar que todos que lá estão são bem-intencionados e, a maioria esmagadora, muito competente. Portanto, é uma questão de delegação. Se elegemos estas pessoas e, ao longo do tempo as demonstrações são de seriedade e competência, como não apoiar?

Paralelo a tudo que aqui coloquei, lembrei aos amigos que me procuraram que, em 1995, a nossa prioridade número 1 era a retomada da dignidade, com o clube honrando os seus compromissos, principalmente com os seus funcionários e, durante quatro anos esta meta foi atingida.

A prioridade número 2 era resolver o problema do Morro da Viúva, pois o prédio era um pardieiro, em petição de miséria e com o risco de causar danos irreparáveis, inclusive, com risco de vida para as pessoas. Gastamos uma fortuna, deixando o prédio, um brinco. Querem saber? Embora não houvesse outra solução no momento, foi dinheiro jogado fora, pois ao longo do tempo, até pelo fato do Flamengo não ter a vocação de administrador imobiliário, o prédio acabou novamente deteriorado.

Ainda apareceu o Eike Batista, mas pelo que passou o empresário, o projeto deu pra trás. Agora, surge uma nova oportunidade e nela, só pessoas bem-intencionadas e competentes tocando o barco. Aprovar este projeto, é dizer sim a um futuro melhor para o Flamengo.

E esta quarta-feira que não chega…

1 Comentário

  1. Boa noite, amigos,
    O problema do Flamengo, é que as coisas demoram muito para acontecer. Sempre ouvi sobre projetos desse prédio no Morro da Viúva, e a coisa não anda. Vamos ver dessa vez.
    Vai segunda-feira, vai terça-feira. Chega quarta-feira!!
    Uma coisa fora do tema: lá vem o Palmeiras comprando (e querendo comprar) todo mundo. Muito difícil competir financeiramente com a porcada.
    SRN.

    Reply
  2. Sem dúvida não deveria caber ao clube a gerência desse edifício, Não é nosso “core business”, assim como também não pode ser a gestão financeira mais importante que as vitórias no futebol, como pensam esses azuis que desconhecem nosso passado de glorias, já que acham que o Flamengo nasceu há 5 anos.
    Que vendam o Morro da Viúva e comprem um time que corra!
    SRN!

    Reply
    • Oi Roberto, tudo bem?
      Nao acho que os azuis pensem que as vitorias financeiras sao mais importantes que as esportivas. Percebo claramente o quanto se frustram. O problema me parece as vezes a auto-suficiencia na tomada de decisoes em que varios deles nao tem o “tato” para tal. E veja bem, estou falando da minha impressao, ja que eu tb nao sou um super entendido do mercado e gerencia do futebol. Mas nao acho que eles se sentem mais satisfeitos com o desempenho financeiro que o futebolistico.

      Reply
  3. Acabou o luto do FLA pelo morro da viúva !

    Pelo que vi o FLA ficou com 30% dele, e portanto, terá os beneficios futuros dos provaveis investimentos no local. Talvez revertendo definitivamente algo que era uma custo em mais uma fonte de renda.
    Essa gestão é especialista em ELIMINAR os PROBLEMAS históricos e crônicos do FLAMENGO. Não há como não aplaudir a eficácia admnistrativa dos Smurfs.
    A visão que tenho é que se antes o FLA dava UM passo para frente e TRES para traz, agora o FLAMENGO dá TRêS para frente e depois mais e mais e mais, para frente SEMPRE.
    É o cíclo VIRTUOSO começando a acontecer no FLAMENGO.

    Reply

Comente.