Classificação com “gol de placa”

Flamengo 1 x 0 Avaí | Copa São Paulo 19/01/2018 (Foto: Staff Images / Flamengo)

Que jogo bom e emocionante. Esta Copinha, sem dúvida alguma, vem proporcionando a quem gosta de futebol jogos bem mais envolventes do que muitos disputados pelos barbados…

Flamengo e Avaí têm times realmente interessantes, com bons valores individuais e muito bem arrumados. O placar de 1 a 0 para o Flamengo foi justo e construído no primeiro tempo, com o golaço do centroavante Vítor Gabriel.

Aliás, além de ter feito o gol da vitória, Vítor Gabriel foi a principal figura do jogo, dando uma canseira “monstra” aos defensores do Avaí.

O futebol é curioso. Nos jogos anteriores, Vítor Gabriel, apesar de esforçado, brigou um pouquinho com a bola. Hoje, matou a pau, decidindo a partida.

O nosso goleiro, Iago, é de uma firmeza impressionante. Começou na reserva e, pelo jeito, virou – por merecimento –  titular.

Estranhei a ausência de Hugo Moura, excelente volante e capitão do time. Na transmissão do SporTV não houve nenhuma informação a respeito. Nem se estava no banco.

Não entendo e, já foi a segunda vez que o nosso treinador fez uma modificação que, definitivamente, compromete a produção do talentoso Bill que, no primeiro tempo jogou pela direita, infernizando a defesa do Avaí e, na segunda etapa, deslocado para a esquerda, pouco produziu.

A nossa zaga, perfeita, onde há o casamento ideal de um jogador cuja força é a principal característica, com outro que, tecnicamente, faz lembrar Aldair. Patrick é flagrante projeto de craque.

Na próxima segunda-feira, na semifinal, vamos pegar a Portuguesa. Acabo de ser informado que o jogo será no Canindé, o que me causou estranheza, pois imaginei que houvesse a preocupação em se procurar a maior neutralidade possível, o que não está acontecendo. Com mil estádios em São Paulo, vamos jogar exatamente no campo do adversário.

Mais um obstáculo para ser superado. O nosso time é bom.

Parabéns para a garotada.

1 Comentário

  1. Concordo com quase tudo. Eu nao consigo ver essa bola no Patrick. Acho que joga mais do que joga de fato. Rebateu mal uma bola facil e quase o Santarem faz o gol no finalzinho. Acho o Dantas e o Bernardo muito seguros, serios, esses eu acho que vao dar jogador.
    No mais, a equipe esteve bem. Nosso treinador e um projeto do ZR. Gosta de inventar e de retrancar o time depois de sair na frente. Eu nao deixaria o Yuri fora. Ele tem velocidade, e habil e se estiver inteiro nao tem como ser banco. Esse Ramon tb e um belo lateral.

    Reply
    • Alexandre, com certeza o Patrick é carcaça. Tem apenas 16 anos e jogou contra o volta redonda como gente grande. Bernardo é fraco. Substituiu o ótimo lateral direito e pelo seu setor, o Avaí sempre levou perigo. Fez muitas faltas próximas à área.

      Reply
    • Alexandre,
      Só para lembrar, o Patrick tem apenas 17 anos!
      Quarta feira jogou pelos profissionais e ontem, dois dias depois, entrou em campo de novo e foi bem, eventualmente, também vi o lance que você viu, errou um ou outro passe, mas convenhamos ele está jogando numa categoria acima, tem muito futuro, mas claro muito que evoluir ainda…

      SRN

      Reply
  2. Boa mas não gostei da postura do Flamengo. Achei o time muito e dando chutão pra frente. Parecia assustado coma pressão do Avaí.
    Nosso técnico parece que gosta de uma retranca.
    SRN.

    Reply
  3. Kleber, concordo com sua análise. Ganhamos um jogo difícil com uma bela jogada individual. Também gosto do Patrick e o lance equivocado no final da partida não ofusca sua muito boa atuação.A Portuguesa será um adversário mais difícil do que foi o Avai contudo, se privilegiarmos o jogo coletivo teremos totais condições de irmos à finalíssima.

    Reply
    • Acho a Portuguesa o time mais fraco entre os 4. Muito inferior ao Avaí que tem um ótimo time e fez grande campanha. Vi o jogo contra o Palmeiras e tirando o gol de pênalti, não deram um chute sequer ao gol. Mal passaram do meio campo. Foi o 3o jogo que ganharam nos pênaltis. Ou seja, campanha fraca e de sorte. Se o Fla repetir as atuações, temos tudo para mais uma final.

      Reply
  4. Só vi o 2.o tempo.Achei o time cansado.Tb pudera,os jogadores jogam,viajam para o Rio,depois voltam.Essas idas e voltas prejudicam claramente o time.È o momento de se privilegiar a copinha.Temos jogadores de sobra para atuar domingo contra a Cabofriense.
    ABS.

    Reply
  5. Achei o time muito bem arrumado, as linhas sem compactas, só discordo sobre o Patrick, acho um pouco afobado dando vários chutões quando poderia tocar. Também não concordo na análise sobre ele ser técnico e o Dantas força , acho exatamente o contrário. Vi vários passes longos e lançamento de do Dantas enguanto o Patrick se limitou a dar chutão

    Reply
  6. Kleber,
    Todos estão esquecendo de reconhecer o que está sendo feito no nosso Flamengo em suas categorias de Base, se nos profissionais essa Diretoria está deixando muito a desejar, na Base está acontecendo exatamente o contrário, estamos evoluindo a cada ano, melhorando ano após ano e isso está sendo demonstrado através dos bons desempenhos atingidos nas competições que disputamos nos últimos três anos…
    Campeões da Copinha em 2016, esse ano já nas semifinais e vale ressaltar, que estamos jogando com um time misto, pois boa parte dos titulares foi requisitada para o profissional, chegamos, pela 3a vez em 4 anos, a final da Copa Brasil Votorantim (a final será domingo), que é a mais importante competição do Sub 15, no Sub 17 temos os dois melhores jogadores da Seleção Brasileira, que são o Vinicius Jr. e o Lincoln, sem falar da Geração 2000, da qual os dois últimos citados pertencem, que é a geração de base mais vencedora de toda a história do Flamengo.

    Enfim, não me recordo o nome da empresa, mas ressalto que todo esse sucesso está respaldado na assessoria de uma empresa que fez todo o trabalho de desenvolvimento do futebol da Bélgica, da seleção alemã, entre outros, ou seja se temos motivos para criticar o desempenho do futebol profissional na era EBM, também temos todos os motivos para reconhecer que além do Vinicius Jr., que já nos deu o recorde de valor de venda de um jogador brasileiro, ainda teremos muitos lucros, a médio prazo, tanto esportivos como financeiros.

    SRN

    Reply
  7. Basicamente FORTE !

    Esse é resumidamente o NEW FLA. Nos últimos anos o mengão avançou de forma avassaladora em todos os aspectos, especialmente no financeiro, estrutural e especialmente na BASE. Agora só falta vir as CONSEQUENCIAS desses avanços que será inevitavelmente os TíTULOS.

    http://colunadoflamengo.com/2018/01/sub-15-mantem-soberania-e-chega-terceira-final-da-copa-brasil-de-futebol-infantil-copa-votorantim-nos-ultimos-quatro-anos/

    A fabrica de craques está de volta.
    Não vejo outro futuro ao Flamengo que não seja o de conquistas.
    A peça que falta a essa máquina é o estádio, que já esta vindo.
    Voltamos a ter finanças forte, time principal forte, CT forte, base forte, IMAGEM e credibilidade fortes, … A FORçA do gigante voltou.

    O gigante voltou,
    O MENGão voltou
    O MENGão GIGANTE voltouuuuu
    ôôôôôô…
    ááááááá

    O gigante voltou,
    O MENGão voltou
    O MENGão GIGANTE voltouuuuu
    ôôôôôô…
    ááááááá

    O FUTURO é hoje para o MENGãO.

    Reply
  8. Feliz pelo resultado. Mas como tenho dito, ainda são muito verdes. O que não deve ser interpretado como não dar oportunidades de amadurecerem em competiçoes oficiais. Penso que o Carpegiane é o nome ideal para fazer essa transição da base para o profissional, seja ele como técnico ou como coordenador.

    Reply
  9. PLACA na prata do MENGãO !!!

    Gol de placa ?

    O que merece um gol de placa ? Uma placa óbviamente.
    Espero que o FLAMENGO tenha a percepção de presentear o AUTOR com uma pequena PLACA pelo belo gol. Os feitos da base tem que ser destacados pelo FLA. Tragam os holofotes para os feitos da base. Muitos querem, porém pouquissimos podem.

    Assim são gerados os DESTAQUES.

    Reply
  10. Kleber, se não me engano esse time é a famosa geração 2000 que ainda nos deu Vinícius Jr e Lincoln. Esses jovens têm ao menos idade para mais 2 copas SP e mesmo assim estão na semifinal. Confesso que não vi os últimos jogos, mas parece que a mística “craque o Flamengo faz em casa” está voltando com força total.

    Reply
  11. Kleber, concordo com tudo, porém, quero ressaltar que o zagueiro Dantas joga uma bola redondinha. É calmo, dificilmente erra um passe e tem uma raça que me faz lembrar o nosso eterno Deus da Raça Rondinelli.
    Essa garotada joga com uma seriedade impressionante e com certeza nos dará muita alegria no futuro. Não deixar de enaltecer o treinador, que apesar da sua crítica pela troca do Bill para o lado esquerdo, que vem acontecendo em todos os jogos e que está dando certo, tem os meninos na sua mão e com um padrão de jogo muito bom. É só prestar atenção na marcação forte no campo do adversário e recomposição imediata quando perde a bola.
    Quanto a falta de informação nessas transmissões, nada de novo, é sempre a mesma coisa. Falam muito, repetem a mesma frase várias vezes (Vide o mala do narrador Luiz Carlos Junior) e informam muito pouco.
    Um abraço.

    Reply

Comente.