Julio Cesar

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Já contei isto aqui, mas pela importância deste sábado, quando um dos maiores goleiros do Flamengo e do futebol brasileiro estará pendurando luvas e chuteiras, acho que o replay é válido.

Participava de uma reunião de diretoria no Flamengo, quando a eficientíssima secretária da presidência, Martha Camargo, cochicha no meu ouvido que havia duas visitas me aguardando e, que o assunto parecia ser importante.

As visitas eram Romário e Joel Santana que, pacientemente, aguardaram o encerramento da reunião de diretoria e, um tanto preocupados, me levavam um tema importante.

Informaram que estávamos com um sério problema no gol, pois havia um caso de contusão e outro de ordem “psicológica”. Não vou me aprofundar no tema em respeito ao profissional que, segundo eles, o goleiro em questão, até que não era ruim, mas… “chamava gol”!!!

O pior, é que me participavam e ao mesmo tempo pediam uma solução imediata, como se contratar um goleiro fosse a mesma coisa que tomar um cafezinho.

O goleiro – e bom – Clemer acabou sendo contratado, mas a solução tinha que ser imediata, ou seja, para o final de semana seguinte. Diante da situação, pedi à nossa secretária Martha, que localizasse Marcos Paquetá, que era o nosso treinador dos juniores.

Em quarenta minutos chegou Paquetá e, de imediato, pedi uma detalhada análise dos goleiros das categorias de base. O do time de juniores eu já conhecia, pois sempre ia ver os jogos da garotada que, em muitas oportunidades, faziam a preliminar. Tratava-se de Marcelo Leite, de quem tinha boa impressão.

Paquetá, de forma absolutamente pragmática, não mediu palavras quando fez a seguinte colocação: “Presidente, o melhor goleiro DO FLAMENGO, entre juvenis, juniores e os profissionais, está no juvenil. Tem 17 anos e o nome dele é Julio Cesar”.

Ante tamanha contundência na afirmativa, todos nós pedimos que Paquetá falasse um pouco sobre Julio Cesar e, após ouvirmos com atenção, não lembro se foi Joel que perguntou – acho que sim – como era a cabecinha dele, ao que Paquetá afirmou que o nosso personagem, além de um goleiro espetacular, tinha cabeça muito boa e que era um menino de 17, com mentalidade de um homem de 30.

Sem ninguém perceber, enquanto conversavam, fui até a sala da vice-presidência, onde estava meu companheiro Getúlio Brasil e dei um telefonema. Liguei para meu guru Telê Santana, a quem amava e admirava. Contei o caso. Telê ouviu e sapecou: “Se o goleiro é tudo isso e, se a cabeça é boa, vá em frente, sem medo”. E assim foi. Julio Cesar foi guindado, direto da categoria juvenil, para os profissionais.

Ainda menino, na largada, foi campeão da Copa dos Campeões mundiais e campeão da Copa de Ouro, da Confederação Sul-americana. O que veio a seguir, todo mundo já sabe.

Além de tudo isto, Julio Cesar era e continua sendo um rubro-negro apaixonado. Claro que todo bom profissional, quando defende um clube, dá o melhor de si, vibra nas vitórias e sofre nas derrotas. Agora, quando o profissional é exemplar e veste a camisa do clube pelo qual tem paixão, aí é outro mundo. Diria mesmo, tratar-se de uma realização de vida, uma vitória, de goleada, da alma.

Certa vez, em uma festa de aniversário, o pai de Jullio Cesar foi ao meu encontro para, segundo ele, me agradecer, com atraso, tudo que havia feito pelo filho dele, citando inclusive uma passagem em que, numa entrevista, quando ainda ninguém sabia quem era Julio Cesar, eu havia me referido a ele como genial goleiro. Agradeci a gentileza e disse que todos os méritos eram de Julio, pois no futebol, graças a Deus, não há padrinhos. Vinga quem é bom, pelos seus próprios méritos.

Tive a honra e o prazer indescritível de ter visto nascer para o futebol, no clube que é a minha paixão de vida, um dos mais notáveis goleiros do futebol mundial. E, não bastasse isso, uma figura humana adorável, única.

Obrigado Júlio. Não errei. Você foi genial.

1 Comentário

    • Fausto, o Fernando Diniz usou todo o estadual para treinar o time principal e esse modelo de jogo. Ficou três meses treinando, usando o sub-23 no estadual. No Flamengo, no primeiro tropeço iriam pedir os titulares (adultos) no estadual. Além disso, na primeira saída de bola errada ao invés de um chutão já iriam cair de pau.

      Reply
  1. Caro Kleber, você deveria ser, pelo menos, consultor do presidente Eduardo Bandeira de Melo. Se ele o ouvisse antes de tomar alguma decisão, já teríamos mais algumas taças no nosso museu de troféus.
    Pena que ele seja cabeça dura.

    Reply
  2. Sinceramente não sou fã do Julio Cesar, começou brilhante aos 17 anos. Porém seus melhores momentos jamais foram no Flamengo.
    Brilhou na Inter de Milão onde ali sim fez historia e teve um otimo momento na seleção. Para mim Zé Carlos no auge foi o grande goleiro do Flamengo. Mas longe de nao achar o Julio um bom goleiro.
    Achei totalmente desnecessaria a vinda de Julio César, para encerrar carreira. Pra mim totalmente desnecessario, não ajudou em nada o Flamengo nesse momento.
    Homenagem totalmente fora de hora e de próposito, jogo valendo três pontos, no péssimo momento do Flamengo, muito mal programado, como tudo que é feito no futebol do Flamengo.
    Perder pontos nesse jogo, onde a festa tira o foco, pode ser catastrófico na luta contra o rebaixamento. Ou alguém ´por mais otimista seja, confia nesse time??

    Reply
  3. Essa humildade é que falta no bandeira de Melo .independente de qualquer coisa todas rubro negros tem que tirar o chapéu para o seu kleber leite imagina o sr presidente ou vice de futebol ou até consultor aí Ninguém ia segurar o mengao

    Reply
  4. O Júlio César foi o maior goleiro que vi jogando no Flamengo e no mundo!

    Em sua grande fase, coloco-o ao lado de Buffon e Neuer.

    Pena que ele não vai ficar até o final do ano.

    Reply
  5. Nem Buffon, nem neuer tomaram sete gols em uma semi final de copa.
    Júlio César foi um grande Goleiro, mas anos luz atrás desses dois. Após a copa de 2010 onde falhou no jogo contra Holanda teve um declínio técnico muito grande. Diferente de Buffon e Neuer que sempre.se mantiveram no topo, prova disso é Buffon que aos 40 anos é o melhor goleiro da Itália.
    Nessa terei que ir contra vc Henrique. Mesmo respeitando muito sua opinião.

    Reply
    • Liliano, eu comparei a maior fase do JC com Buffon e Neuer. Ele pegava muito. A história dos outros dois é bem maior, mas enfim. O JC nunca foi eliminado em Eliminatórias como o Buffon.

      Reply
  6. Caro Kleber
    Parabéns pelo excelente comentário. No entanto, hoje a noasa categoria é despresada, só serve para uso de marketing, mas na prática não é utilizada. O único atleta da base que realmente tem potencial hoje para ser um grande idolo é o Paquetá. No entanto, fazem de tudo para prejudicá-lo. Emquanto isso, o Diego fica rebolando em campo e ninguém fala nada. Todos defendem o paquito, ninguem tem peito de colocá-lo no banco.O Paquetá, esse pode ser substituido que não tem problema, só porque é da base.Enquanto isso, o Flamengo naufraga rotineiramente, jogadores sem identificação com o clube e sua linda história, como Diego, Everton ribeiro, Geuvânio, Renê, Arão, etc… O Flamengo não merece isso.
    SRN

    Reply
  7. Kleber, mudando um pouco de assunto, como sócio OFF-Rio recebi um e-mail do Flamengo com uma pesquisa sobre meu comportamento como sócio, a Gávea, avaliação da diretoria, além de um dos itens para estabelecer prioridades como estádio próprio, base, esportes olímpicos, grandes títulos, etc.

    Não vi nenhum comentário sobre isso nas redes sociais. Alguém mais recebeu?

    Reply
  8. Henrique amigo,
    As eleições estão próximas e, como você sabe, o quadro social foi ampliado, em que os sócios off Rio, passam a ter direito a voto. De certa forma e, acho até normal, esta ação não deixa de ter a sua conotação política.
    Forte abraço.

    Reply
  9. A origem foi no FLA. Do FLA para o mundo.

    A vinda de Júlio Cesar foi positiva para ele e para o FLA. É importante que o mundo saiba/relembre de onde um grande goleiro como ele veio. É importante para a estampa POSITIVA do FLAMENGO.

    Valeu por tudo. Valeu inclusive por ter tentado driblar até o roupeiro e o gandula do time adversário, pena que não fez o gol. kkkk

    Reply
  10. Caro Kleber,
    Acabo de saber que o Diego está fora do jogo amanhã por ter sentido algo na coxa, segundo a versão oficial. Fico aqui pensando se não
    seria o medo de uma vaia em Maracanã cheio. Como o Everton Ribeiro também estará fora por ter sido expulso no jogo anterior, antevejo aí uma grande possibilidade de vermos um Flamengo diferente, mais ágil, melhor.
    A propósito, o Ederson está relacionado para o jogo.

    Reply
  11. Caro Kleber,

    Peço licença para fugir do assunto proposto, quero falar sobre um fato ocorrido hoje, que considero bastante intrigante:

    “O Flamengo informou agora a tarde que o Diego está com uma contusão na coxa e não joga amanhã contra o América MG.”

    No mínimo, muito estranho essa contusão do nada, jogou na 4a feira os 90 minutos, saiu de campo sem aparentar contusão, e agora, depois de ter seu nome pixado na Gávea, surge uma contusão…
    No mínimo, MUITO ESQUISITO !!!

    SRN

    Reply
    • Sim, Paulo, muito estranho. Mas como falei antes, Diego não pode ser o único cobrado, pois todo time está mal. Mas se eles tivessem um tom de indignação nas palavras e não de conformismo, o time seria outro.

      Precisamos URGENTEMENTE de zagueiro, segundo volante e laterais, mas que sejam jogadores que conversem em campo e saibam chamar a responsabilidade para si.

      Espero que o time saiba usar os contra ataques e não faça feio na despedida do querido JC. O América MG é um time arrumado e o técnico está desde 2016 comandando esse time.

      E para complementar, alguém leu a entrevista do Jayme?

      “O que eu vi lá foi justamente isso (não teve cobrança). Não se cobrou nada. Perder faz parte. Se cobraram da gente, tem que cobrar também do outro lado. O que eu vi foi passar a mão na cabeça dos jogadores: ‘preciso da ajuda de vocês. Faltam nove meses’.

      Não precisamos dizer mais nada!

      Reply
  12. Sim, como falei antes, Diego não pode ser o único cobrado, pois todo time está mal. Mas se eles tivessem um tom de indignação nas palavras e não de conformismo, o time seria outro.

    Precisamos URGENTEMENTE de zagueiro, segundo volante e laterais, mas que sejam jogadores que conversem em campo e saibam chamar a responsabilidade para si.

    Espero que o time saiba usar os contra ataques e não faça feio na despedida do querido JC. O América MG é um time arrumado e o técnico está desde 2016 comandando esse time.

    E para complementar, alguém leu a entrevista do Jayme?

    “O que eu vi lá foi justamente isso (não teve cobrança). Não se cobrou nada. Perder faz parte. Se cobraram da gente, tem que cobrar também do outro lado. O que eu vi foi passar a mão na cabeça dos jogadores: ‘preciso da ajuda de vocês. Faltam nove meses’.

    Não precisamos dizer mais nada!

    Reply
  13. Concordo com o Henrique. Na sua grande fase, esteve num nivel igual ou superior a Neuer e Buffon. Na Inter do Mourinho ele foi um monstro.
    No Flamengo, teve grandes momentos tb, mas nao no nivel que atingiu na Inter. Foi o maior goleiro formado pelo clube.
    Atuando no Flamengo, o maior que vi foi o Bruno, apesar da sua loucura e do fim de carreira triste. Inclusive, quando foi descoberta a sordida trama em que se envolveu, estava em fase exuberante, agarrando muito e batendo falta com grande precisao. O Milan ja tinha acordo verbal para leva-lo por 4 milhões de euros.Alem disso, foi responsavel direto pelo Brasileiro de 2009. Em varios jogos foi destaque absoluto. Salvou o time em 2 jogos decisivos:1×0 contra o Santos no qual pegou 2 penaltis do Ganso e no 0x0 com o Goias em que salvou um gol nos minutos finais cara a cara. No tri em cima do Bosta, tb foi decisivo pegando penaltis e agarrando demais.
    Uma pena que nao tenha tido a lucidez, a formação e a orientação devidas.

    Reply
  14. Eu se presidente faria um ultimo esforço e tentaria mudar a opinião e sua decisão: é melhor do que os que temos e foi juntamente ao Raul Plassman, o maior goleiro do Flamendo pelo menos de 1966 para cá.

    Reply
  15. “Goleando Cruzeiro e Vasco, com autoridade, o Racing, do excelente atacante Lautaro Martinez, credencia-se como um dos favoritos ao título da Libertadores. Em seu time brilham três jogadores que atuaram no Brasil: Centurión (ex-São Paulo), Lisandro Lopes (ex-Internacional) e Donatti – zagueiro que foi claramente boicotado pela panela da Gávea, em seus tempos de Fla. Esse, o presidente Bandeira não protegeu. Preferia Rafael Vaz… E depois reclama quando se diz que ele não sabe nada de futebol.”RMP
    A panela não é de hj!!!
    Em tempo: como poder Trauco ser reserva de Rene????

    Reply
  16. Grande Julio Cesar , todas as homenagens pra ele serão poucas, poucas vezes vi na vida alguém tão rubro negro quanto eu, e ele é …
    Poderia ser aproveitado como gerente na vaga do Mozet, ou preparado pra set managet, na vaga do Rodrigo Caetano. Não deveríamos prescindir dele.

    Reply
  17. Caro Kléber e amigos!
    Todo nosso respeito e reconhecimento ao grande ídolo Júlio Cézar.
    Da minha parte, lamento que o mesmo tenha que dizer adeus ao futebol. Foi genial, ídolo, apaixonado pelo Flamengo e digno.
    Vou guardar dele todas as boas recordações de um grande goleiro e de um grande caráter, pois, teve a nobreza de vir se despedir no clube que o projetou para o mundo.
    Alguns amigos insistem em lembrar do Júlio Cézar pelo placar sofrido contra a Alemanha de 7 x 1. Naquele jogo e em todos os outros, perdeu uma equipe, perdeu um conjunto, perdeu uma ideia de time que não foi montada pelo nosso goleiro.
    Mais do que perder um goleiro no futebol pela aposentadoria, o futebol mundial deixa de ver em campo uma de suas reservas morais. Um homem que o tempo todo fala em família, no mínimo é nobre. Um homem que joga três meses no clube de coração tão somente para encerrar a carreira dizendo muito obrigado, deve ser eternizado nos nossos corações. Obrigado Júlio. A nação te ama e tem orgulho de você.
    Nossas homenagens a você. Nosso orgulho sempre. Você é nosso. Você é uma lenda!

    Reply
  18. Presidente, se existe un jugador de futebol que eu realmente sou fã, esse cara é o Júlio César. Olha que vi Romário, Adriano, Pet, Júnior… Todos com lugares cativos no meu time do coração. Mas esse cara, por tudo que fez, pela maestria na sua posição foi meu ídolo. Queria muito poder falar pra ele: obrigado (é claro pedir a camisa dele)

    Reply
  19. kleber , vc nao deu o nome do goleiro chama gol que romario e joel, citaram mas vendo o almanaque do roberto assaf,vi que antes da primeira partida do jc em um flaxflu os goleiros que vinham jogando eram ze carlos e fabio noronha

    Reply

Comente.