Passando do ponto

E o pau comeu em São Januário, com relatos de que até tiro houve. O pessoal da torcida culpando os seguranças do clube, enquanto que estes negam terem atirado e afirmam que torcedores vândalos causaram o tumulto.

Da mesma forma que Abel Braga, em boa hora, afirmou que a FIFA só vai proibir jogo na altitude de quatro mil metros quando alguém morrer, o mesmo se aplica ao exagero de alguns torcedores insatisfeitos com a performance do seu time.

Se continuar na batida, que começou com o Flamengo, e agora chegou ao Vasco, da mesma forma, se alguém não tomar algum tipo de atitude enérgica, alguém vai acabar morrendo.

O problema é que o ser humano confunde protesto com atitude violenta e, como violência é uma praga que se propaga com facilidade, não precisa ser pitoniza para concluir que, nesta batida, não vai demorar muito para que uma grande tragédia aconteça.

Será que os torcedores do Vasco que, como todos, viram após a selvageria de alguns torcedores do Flamengo, o time começar a ganhar, imaginaram que “tocar o terrror” em São Januário, poderia surtir o mesmo efeito?

No caso do Flamengo que, inegavelmente tem um elenco muito superior ao do Vasco, não foi surpresa o time ter melhorado, pois piorar seria impossível e, o material humano rubro-negro é pertinente a qualquer subida de produção.

O Vasco está em posição oposta. Não há santo que dê jeito ou, faça quem não joga nada, do nada, virar bom jogador. O problema do Flamengo é de uma melhor estrutura no seu departamento de futebol, tanto é que, quem comanda o elenco é um estagiário. No Vasco, com o material humano disponível, Pepe Guardiola e Tite, juntos, não dariam jeito.

Voltando ao ponto de partida, acho que é hora de um grande movimento, no sentido de que os torcedores entendam de uma vez por todas que protestar, pode e, que, agressão é crime.


A minha saudação, neste 4 de maio, ao Rei do pop. Lulu Santos, meu querido amigo que está em Santos para shows antológicos neste final de semana, completando 64 aninhos de vida.

Vida longa para quem, com raro talento e poesia na alma, faz de cada um de nós seres humanos mais sensíveis e, consequentemente, melhores.

VIVA LULU!!! VIVA A VIDA!!!

1 Comentário

  1. Presidente a violencia é inerente ao ser humano, mas agora está mais avolumada justamente pelo advento da INTERNET E SUAS REDES SOCIAIS.É notório o uso das redes para inflamar, para agredir, ofender e ameaçar. Isso leva uns “trouxas” a colcar a ‘cara” na frente e partir para a ignorancia. Tenho para mim duas coisas: em ambos os casos, Flamengo e Vasco o protesto teve conotação politica. No Flamengo a dita oposição colocou fogo e usando ate posicionamento do Wallim, tentou colocar em duvida a atual administração, sendo que anteontem Wallim voltou atras, segundo o responsavel pelas finanças do clube; no caso do Vasco, os bi derrotados, partindo para pedir musica do Fantastico nas proximas eleições, armaram. Queriam o que? Com um time fraco e sem receber queriam ganhar libertadores? Coloquem as mãos aos céus e agradeçam por terem chegado onde estão. Muito cuidado com politica de clubes, costumam ser mais insanos do que politica partidaria.

    Reply
  2. O problema é muito maior do simples protestos de torcedores vândalos ou não, a questão é que o tecido social vem se degradando a cada dia. Falta educação, falta emprego com salários justos, falta uma política agrária, o inchaço das grandes cidades é uma evidência, falta deixar governo comprometido com as causas sociais chegar ao fim, falta democracia de verdade e muita vergonha na cara, falta a elite econômica se mancar e ser menos egoísta. Deixa eu parar por aqui…quanto ao Lulu, tb não faz o meu gênero, mas parabéns pra ele.

    Reply
  3. Escrevi pra burro e não entrou…
    —————–
    Por alguma razão fora do controle da moderação, alguns comentários caem na caixa de SPAM/Lixeira.
    Pode até demorar um pouco mais, mas sempre resgato esses conteúdos.
    Seu comentário está no ar.
    Abraço,
    Robert Rodrigues

    Reply
  4. Com todo respeito, mas não são seres humanos, são bandidos organizados patrocinados. É assim no Flamengo, São Paulo, Corinthians e pior ainda no Vasco enquanto o Eurico lá mandar. Se eu sair na rua e der um soco ou ameaçar alguém certamente irei me incomodar por muito tempo. Esse pessoal, não.

    Reply
  5. Fato curioso é que depois dos 0x4 em casa, nenhum vascaíno pediu a cabeça do ZR.

    O treinador tem mais moral do que o presidente em exercício.

    Reply
  6. “Caso Guerrero”
    A situação é a seguinte:
    Guerrero deve renovar com o clube até minimamente dezembro de 2018 (até em respeito do jogador ao tempo que ficou parado), caso não renove não deve ser relacionado nem para o banco de reservas.

    Os empresários do jogador são os mesmos leoninos do Zeca, Vizeu, Scarpa, entenderam?

    O clube já perdeu muito dinheiro com o Guerrero, luvas, salários e tempo que o jogador ficou suspenso pela Fifa por ter caído no exame anti-drogas!

    A diretoria não pode permitir que o Guerrero use o clube para se entrar em forma, se valorizar e depois entrar em uma situação ainda mais forte contra o próprio clube.

    “O caso Cirino”
    Consta que os árabes querem a continuidade dos jogadores por lá. Eu não duvido que os árabes queiram mesmo é a renovação do empréstimo!

    O que eu duvido é que os árabes pagem 10mi de Euros pelo jogador! Sim, pq 18mi o Flamengo tem que pagar, e os outros 18mi pertencem ao Atlético Paranaense. Se tudo der certo com os árabes ok, se não der, o dinheiro da venda do Vizeu é que vai cobrir o rombo.

    E por falar em Vizeu:
    Já foi vendido, já vestiu camisa da Udinese, já foi apresentado pelo clube italiano a torcida. O que ele ainda faz no elenco do Flamengo?

    “Vasco”
    Qto ao Vasco e em respeito ao tema proposto quelo nosso queridão e ilustre presidente KL, tenho a seguinte opinião:
    “Aos rancorosos vascaínos, que vão todos para o inferno”.

    Reply

Comente.