Lambança recorde olímpica e, … Campeã do mundo!!!

Julen Lopetegui (Reprodução da internet) Arquivos Klefer

Todos os dirigentes do futebol mundial, mortos ou vivos, por mais que tenham cometido equívocos dirigindo clubes ou federações de futebol, jamais poderão alcançar a inominável lambança cometida pelo presidente da Federação Espanhola.

Inimaginável que, poucas horas distantes da estreia na Copa do Mundo da Rússia, o treinador da seleção da Espanha foi demitido pelo fato de ter assinado contrato com o Real Madrid, clube espanhol, contrato este que, passa a vigorar após a Copa do Mundo.

Este é o típico caso de uma soma de fatores, a saber: burrice, insanidade, vaidade, ignorância e desrespeito nacional.

Vejam bem: Aborrecidinho pelo fato do treinador Julen Lopetegui  ter optado, após a Copa, em abrir mão da Federação Espanhola por um clube, também espanhol, o presidente se sentiu traído e ofendido e, sem contar até dez, demitiu o seu treinador no momento exato em que a Copa vai começar.

Aqui pra nós, isto é coisa de maluco… Como sacrificar o interesse de uma nação, tendo como base um capricho tão idiota?

Será que não dava para engolir o sapo, em homenagem à possibilidade de uma boa campanha na Copa? Juro que, nunca vi nada parecido. Depois desta, o dirigente mais insensível, incompetente e irresponsável no futebol mundial, vai colocar a faixa de vice.

Isto tem tudo para dar errado, até como castigo, mas como o tema é futebol, pode até dar certo.

Retornar para Klefer