Nóis kapota mais num breka…

(Foto: Staff Images / Flamengo)

O meteoro Flamengo desembarcando no Mané Garrincha. Caso vença o Fluminense hoje, dispara na liderança do Brasileiro com 5 pontos de vantagem para o segundo colocado.” – João Guilherme.

E foi justamente isso que aconteceu! Jogo aberto com poucas oportunidades no primeiro tempo, mas com uma curiosidade. Buracos e mais buracos mal aproveitados pelo Flamengo. Novamente com a posse de bola e, mais uma vez, trabalhando muito mal o último passe.Em suma, nesta primeira etapa, passes em excesso e pouca objetividade.

Voltamos para o segundo… e Abel aprontou! Tirou um meia e colocou um avião no nosso lado direito. Isso mudou a cara do jogo e a posse de bola. Mas nada que nossa defesa não aliviasse. Aliás, muito bem novamente.

Tive a impressão que nosso time cansou no segundo tempo. Além de ter recuado muito, já não usava mais os contra-ataques como de costume. Vinícius estava bem mais recuado que ofensivo. E, sem dúvida alguma, é o nosso ataque…

Com prazer imenso, as notinhas do nosso escrete…

DIEGO ALVES – Mais uma vez falhou na reposição da bola. Apenas um defeitinho básico! Quanto ao GOLEIRO, enfim temos um top debaixo da baliza – 8

RODINEI – Muita correria, avança e defende com a mesma saúde, mas hoje tropeçou na bola em alguns lances. Sempre vale pela garra. Mas poderia ser mais consciente hoje – 5

RHODOLFO – Joga simples e sem enfeitar. Zagueiro zagueiro, com pinceladas de habilidade – 7

LEO DUARTE – Minha língua continua torrando na churrascaria. Jogou muuuuita bola hoje, novamente. Se isso for o normal, Tite vai ter que desconvocar Geromel – 8

RENÊ – Tô tão feliz com esse cara que vocês nem imaginam. O Fluminense jogou o primeiro tempo e metade do segundo, pelo lado dele. O cara terminou com as esperanças do Abel. Matou a pau – 9

CUELLAR – Só um louco não convoca esse cara! Principalmente sendo técnico de uma Colômbia. Com certeza Pékerman deve estar escondendo um Beckenbauer na cartola – 8

PAQUETÁ – Que me perdoe os “Paquitas”. Mas esse fenômeno não pode continuar brincando na entrada da área. Do meio pra frente, até entendo! Só não vai levar 10 por esse motivo. Mas quanto ao resto, foi um Deus – 8

ÉVERTON RIBEIRO – Formou com Paquetá e Cuellar um meio espetacular. O passe para o gol do Vizeu foi um primor. Só sobe de produção – 8

MARLOS – Muito rebolado, pouca objetividade. Apareceu pouco, mas foi importante no lance do pênalti – 5

CEIFADOR – Se tem pênalti é com ele! Hoje até se movimentou mais. Marcou até na defesa. Mas ainda longe do artilheiro do Brasileiro de 2017. É bom que melhore mesmo, pois estamos absolutamente no sal – 6

VIZEU – Fez tudo pra perder um gol feito, mas acabou arrumando com um biquinho. Entrou aos 22 e definiu o jogo, além de se movimentar mais que o Poste – 6

VINÍCIUS – Com a bola nos pés, fecha os olhos e parte. O grande problema é a objetividade depois disso. Perdeu bolas bobas, já dominadas. Continua sendo nosso ataque inteiro. Se cansar, temos que acreditar na nossa defesa – 6

BARBIERI – Quase levou um nó do Abel com a entrada do Tufão pela direita. Com o tempo, arrumou a casinha e engoliu o Abelão – 9

POR FAVOR… SIGA O LÍDER…

Carlos Egon Prates


Não são cinco. São seis!!!

Sobre o jogo, que vi graças ao canal Premiere, o nosso doce Egon já tocou a bola.

Dizer apenas que a diferença técnica entre o Flamengo e Fluminense é Maracaniana. No time do Flamengo, tirando Marlos Moreno e Ceifador, todos muito bem, inclusive o goleiraço Diego Alves que, quando solicitado, não erra. Vinícius Júnior e Paquetá, desequilibrando…

Agora, vamos ao tema que, nos da uma enorme esperança. O locutor no Premiere, a toda hora, dizia que com esta vitória o Flamengo chegando aos 23 pontos, abria cinco de vantagem para o segundo colocado.

Matematicamente, o cálculo está correto. Futebolisticamente, não!!! O segundo colocado é o Sport Recife, com 18 pontos. Pergunto? Alguém acredita – claro que excetuando-se os torcedores do clube pernambucano – que o Sport esteja no páreo para ser campeão brasileiro?

Desta forma, contra os clubes contra os quais brigamos pelo título (Palmeiras, Cruzeiro e São Paulo e Atlético Mineiro) abrimos SEIS pontos de vantagem. Sobre Grêmio e Inter, abrimos SETE pontos. E, sobre o Corinthians, atual campeão brasileiro, abrimos OITO pontos.

Faltando dois jogos antes da bola rolar na Copa. Paraná, em casa, e Palmeiras, fora. Que pena que tem Copa do Mundo. Pena interromper este santo embalo rubro-negro…

Kleber Leite

1 Comentário

    • Egonzito mio caro!

      Foram necessários passar 78 anos desde a fundação do Maracanã para que viesse a público essa genial expressão; “Maracaniana”.

      Nem Nelson Rodrigues foi capaz de tal prodígio meu caro, parabéns!

      Saudações rubro-negras e “sigam o líder”!

      Reply
      • Apenas um engano, meu caro Nineco.
        O Maraca foi inaugurado em 1950 justamente para a Copa de 50.
        Portanto, 68 anos faz agora em junho…
        Ali nasceu nosso maior Maracanaço da história do futebol Brasileiro. Uruguai 2×1 Brasil…

        Reply
  1. Caro Egon, acho, e concordo, que o primeiro parágrafo do seu post esgota o assunto. O jogo poderia ter sido liquidado no primeiro tempo mas dispetdiçamos nossa energia em firulas e provocações inúteis. Com um pouquinho de objetividade , estou convicto, teríamos liquidado o jogo nos primeiros 30 minutos do primeiro tempo. Se ecomizarmos no individualismo, e a diretoria não atrapalhar com contratações inuteis , temos sim, irmão , condições de ganharmos um, talvez dois , Canecos Esso ano.

    PS: A todos irmãos participantes: alguém conheceria alguma mandinga ou reza brava que me permitisse me livrar desse comentarista da Sportv? Serei eternamente grato.

    Reply
    • Meu grande amigo e irmão Pedrão!
      Logo após nosso jogo contra o Corinthians, nosso Guru abriu um post com o seguinte título: O QUE FALTA E, O QUE É POSSÍVEL…

      Respondi: “O que falta, é sem dúvida um centroavante top. O cara de dentro da área, que jogue DENTRO da pequena área. Um Gerd Müller da vida.
      Ontem contei 5 bolas passando por ali sem ninguém colocar o pé.”

      Após o Fla x Flu de ontem e, até mesmo contra o próprio Corinthians, comprovei mais uma vez, que centroavante tem que saber jogar dentro da pequena área. Definitivamente, é onde ela cai…
      Vizeu entrou aos 25 minutos contra os Gambás e, aos 35 fez 1×0. Dentro da pequena área…
      Ontem, Vizeu entrou aos 22 minutos e, aos 33 minutos, fez o segundo gol. Dentro da pequena área…
      Praticamente pegando na bola muito pouco, um reserva que jogou menos que meio tempo nos 2 jogos, fez dois gols.
      É justamente isso que falta ao Ceifador para acertar no Flamengo!
      Jogando com escolhas erradas, entre Pivô e referência, nada vai acontecer…
      Alguém tem que saber posicionar o cara dentro da área. Ou ele pretende ser um “Guerrero” ou, um “Brocador”.
      Por enquanto está no meio do nada.
      O legítimo 9, não precisa ser um Ronaldinho, muito menos um Romário. Mas tem a obrigação de saber onde a bola vai passar.
      Qualquer cruzamento rasteiro, de ambos os lados ou, até mesmo uma espirrada de taco dos zagueiros, pode resultar em gol.
      Isso é igual a bola levantada na área. Se o goleiro não souber sair, pela distância do gol, qualquer resvalo na orelha… é saco…

      Reply
  2. Vi um primeiro tempo quase perfeito e no segundo, quando exigido, o setor defensivo deu conta do recado. Como é bom ter goleiro!

    É um sonho, mas ah o Guerrero nesse ataque! Até o Vizeu dá mais jogo que o Ceifador.

    Reply
    • Henrique,

      Uma pergunta?

      Pq Vizeu esta sempre bem colocado e livre para finalizações em seus gols e o Dourado sempre colado com os zagueiros?

      Ou seja, além de deficiência na habilidade com a bola nos pés, Dourado tbm tem deficiência nas finalizações e na movimentação entro da área.

      Que resumo faremos? Uma autêntico perna de pau?

      Saudações!!!

      Reply
  3. Importante vitória. Agora, pés no chão!

    Não achem que já está tudo ganho.
    No próximo jogo contra o Paraná é preciso ter serenidade, pois o time paranaense está numa crescente vencendo o Fluminense e o Bahia em sequência.

    E depois tem o Palmeiras em SP, que venceu categoricamente o Grêmio no Sul. O campeonato está só no começo e em agosto teremos uma sequência de jogos dificilimos!

    Vamos com calma, pois se voltarmos 3 jogos atrás as atuações do time estavam sofríveis.

    Portanto pés no chão!!!

    Reply
  4. Caros Kleber e Egon!
    Era para se matar o jogo no primeiro tempo. No segundo foi um jogo mais dificil. Entendo que apesar de craques, os jogadores VJ e Paquetá em alguns momentos fazem a jogada errada, qual seja, fazendo a firula improdutiva. Em sendo a jogada produtiva, queremos que eles entortem os mercadores e os deixem sem CPF.
    Muitos jogadores em evolução e quero incluir nos elogios do Egon o Thuler. Esse tem pinta de que podemos esperar muito dele. Que me desculpem os mais velhos, estou tranquilo com nossos jovens zagueiros.
    O que o Flamengo vive hoje é a famosa fase da confiança e como diz o Kleber, já começamos bem com o goleiro. Ainda falta ao Flamengo aquela “raiva do adversário”, a vontade de esmagar logo no primeiro tempo e no segundo correr menos para menos risco correr de sofrer gol ou revés do placar.
    Verdade seja dita: temos padrão de Jogo, temos tranquilidade em campo e em muitos jogos levamos apenas um gol quando o Diogo é o goleiro. Aquele jogo contra a Chape foi atípico.
    Hoje, mais do que ser líder, quero registrar querido Egon, a minha grande satisfação pela base. Craque fazemos em casa e parece que temos uma grande safra a caminho. Que Deus permita que todos fiquem.
    Para ser justo e aqui todos são convidados a repensar, imagino que o Barbieri será grande técnico e muito superior ao ZR. O Cuellar que o diga. O Leo Duarte que o diga. A liderança que o Diga!
    Forte abraço Egon e Kléber!

    Reply
  5. Paulo já falei aki mesmo nesse blog, esse comentarista e também o Narrador Luis Carlos Júnior, o que ficam secando o Flamengo é um absurdo…deverism ser imparciais.o Flamengo sendo campeão esses caras vão morrer do coração.

    Reply
    • Meu amigo José!
      Você está sendo muito econômico… kkkkk
      Coloca no time dos cotovelos inflamados, Lédio Carmona (Vasco), Paulo César Vasconcellos (Botafogo) e, principalmente, essa margarida tricolor chamado Luiz Carlos Junior…
      Deveria ser proibido de narrar jogos do Flamengo. Além de parcial, é sínico…

      Reply
      • Verdade Egon.
        Vou enviar meu currículo para a Globo, por um quinto do salário deles me comprometo a falar o triplo de asneiras…
        Um detalhe, quanta diferença faz um grande treinador. O Abelão com um time infinitamente inferior tecnicamente, mostrou uma equipe infinitamente mais organizada taticamente!!! Não fossem os talentos individuais eu não sei não…
        Vamos em busca de mais 6 pontos antes da copa na esperança de somar pelo menos 4.

        Reply
  6. Brilhante Egon, esse capota com k ficou maneirismo, kkkkk. Roubando a frase de um amigo 10 pra vc. Principalmente com relação ao Paquetá. Está errando muitos passes na entrada da nossa área. Precisa corrigir. Um grupo de amigos aqui em Minas disseram que agora apoiariam ao Barbieri. Continuo achando que não tem know-how para levar esse time a grandes conquistas. Mas com esses resultados e a melhora na qualidade de jogo é simplesmente impossível tirá-lo agora.
    Continuo achando que precisamos contratar, não vejo o Flamengo com chances de ser campeão na libertadores e copa do Brasil. Focaria no brasileiro e aproveitaria quando os concorrentes colocarem time reserva. O Corinthians ganhou o brasileiro ano passado na bela vantagem que conseguiu no primeiro turno. Então porque não ficar no brasileiro?? Agora se contratar e realmente formar um plantel , aí dá pra sonhar. Guerrero cairia bem nesse time. O Dourado é tão ruim que até o Vizeu gordinho ficou bom. Nois kapota mas não breka..somente um gênio pra ressuscitar essa pérola.

    Reply
  7. Caro Egon
    O cuellar fez 10 desarmes hoje e esse rapaz foi reserva do Márcio Araújo. Foi verdade isso?
    A cada jogo o Flamengo cresce como equipe….se contratarmos um bom camisa 9 temos tudo para no final do ano….sermos campeões.
    SRN

    Reply
    • Meu amigo Denis!
      Cuellar não esteve tão bem na época do Muryci, talvez por falta de adaptação.
      Depois que conheceu o Flamengo, está voando.
      Ficar fora da “seleção” colombiana, só pode ser sacanagem de argentino…
      SRN amigo

      Reply
    • Denis,
      O Márcio Araújo tem o melhor empresário da história do futebol, ou então é muito gente boa e consegue ganhar a vaga através do afeto. O cara conseguiu ser titular no Atl.Mineiro, Palmeiras e Flamengo, mesmo sendo odiado por essas três grandes torcidas…

      Reply
  8. Voltando do Mané, o time jogou muito bem hoje.
    So corremos risco no inicio do segundo tempo.
    minha opinião todo o time jogou bem. Mas destaque para Rene, Cuellar e Leo Duarte.

    Reply
  9. “Vamos com calma, pois se voltarmos 3 jogos atrás as atuações do time estavam sofríveis.”
    Tem sentido! Na verdade, aprendemos contra o Galo… mas eles também aprenderam.
    O Botafogo do ano passado, usou a mesma “arma” que nós (em Minas), durante o Brasileiro inteiro. Jogar por uma bola, assim como fez o Fluminense, NÃO PODE TOMAR GOL…
    Acho muito difícil um técnico do Flamengo jogar pelo contra-ataque. Isso não combina com a marola que chega das arquibancadas.
    Mas concordo que ainda nem alcançamos 1/3 do Brasileiro. Mas cavalo paraguaio… NÃO SOMOS… KKKKKKKKKKK

    Reply
  10. Amigos do blog, vi um primeiro tempo em que o estagiário engoliu o semi deus. Não viram a cor da bola e houvesse um pouco mais de maturidade dos nossos meninos, teríamos fechado a tampa ainda na primeira etapa. Quase perfeito.
    No segundo tempo uma surpresa e em menos de quinze minutos corrigida com uma substituição. Palmas para o estagiário.
    Enfim, uma campanha com 76% de aproveitamento, ataque mais positivo, seria a defesa menos vazada se não fosse a Chape…..
    Precisa falar mais ?
    Saudações

    Reply
  11. Octavio, querido,
    Entendo o seu entusiasmo, mas deixo aqui a seguinte pergunta:
    Se este mesmo Flamengo e este mesmo Fluminenense, portanto, com os mesmos jogadores que atuaram neste Fla-Flu, só que, o Fluminense tendo Guardiola como treinador e o Flamengo sendo dirigido pelo atual treinador da categoria infantil.
    Se jogassem 10 vezes, em quem você apostaria que teria mais vitórias?
    Beijo.

    Reply
    • Kleber, rendez-vous vc tbm meu querido!

      Como homem experiente do futebol, do marketing, do empresariado e da vida de um modo em geral, vc sabe perfeitamente que o que vc escreveu é “imponderável”.

      A química do Abel com o Fluminense é ímpar, Abel é literalmente o craque do time, mas o Flamengo? Bem o Flamengo é outra história.

      Habemus tecnicun (ih)!

      Saudações!!!!

      Reply
    • Desculpe me intrometer mas, com os jogadores que o flu tem, nem Guardiola dá jeito. O Mengão desses últimos jogos está bem diferente da fase Carpegiani! Taticamente muito melhor! Apostaria no Barbieri, embora esteja sem língua, pois a minha também ficou torrada após criticar o cara.

      Reply
  12. Excelente análise, Egon.
    Queria destacar o segundo tempo do Flamengo jogando com 06 (seis) prata da casa, e detalhe, todos jogando muito bem, com muita entrega ao jogo.
    Isso faz um Flamengo mais aguerrido, com mais certeza do que é o verdadeiro Flamengo.
    Que venham o Paraná e o Palmeiras. #SRN #SegueoLíder

    Reply
  13. Bom dia a todos.
    Ontem eu presenciei uma cena muito legal, gostaria de compartilhar aqui.
    Kleber se puder fazer com isso chegue ao Flamengo para ajudarmos de alguma forma, seja atraves de camisas autografadas para eles criarem alguma rifa ou algo do tipo.
    Digo que nao conheço essas pessoas, mas quem sabe nao podemos fazer uma boa ação. Desculpem-me por postar o link.
    https://www.facebook.com/magnus.magneto/posts/2182772971740392?comment_id=2182826708401685&notif_id=1528458783666462&notif_t=feed_comment

    Reply
  14. O lance do 2º gol, assim como o “balão” do Paquetá no meio campo, que culminou com um (precipitado) chute em gol com a ceguinha, e o drible do VJ no 1º tempo na direção da linha de fundo, que quase resultou em gol (Leo Duarte chegou atrasado), são exemplos do verdadeiro futebol espetáculo/arte que dá prazer em ver/torcer. Não as firulas inúteis mencionadas pelo Abel. SRN

    Reply
  15. Me perdoe o criador da frase: “Clássico é clássico” ! mas jogar contra esse FlorminenC atual não pode ser considerado clássico, tamanha a fragilidade técnica do nosso adversário, que se não fosse comandado por Abel, certamente, estaria dividindo a tabela com Ceara e Paraná…
    Mas o Flamengo não tem nada com isso e fez um jogo quase perfeito, controlou o jogo todo e jogou futebol , enquanto o adversário, com 35 zagueiros, apenas se defendeu, com muita faltas e sonhou com uma bola vadia , pra tentar não perder…
    Nosso goleiro praticamente só assistiu ao jogo, nossos laterais , dentro de suas limitações, melhoram a cada jogo; na zaga Leo Duarte impecável e Rodolfo também muito bem. No meio, Cuellar dominou o setor, com E.Ribeiro oscilando boas jogadas; VJr e Paquetá exageraram nas firulas , ainda com placar magro, porem foram os principais criadores de jogadas…., já o Ceifador fez o que sabe: cobrar pênaltis ! Talvez a escalaçaõ de M.Moreno tenha sido o erro do nosso estagiário, pois vejo o colombiano apenas como jogador de 2º tempo, mas arrumou um pênalti e correu bastante…
    Agora é fazer o obrigatório dever de casa, ganhar do medíocre Paraná e depois o teste de fogo: Palmeiras em SP. Desde já, sugiro que a nossa omissa diretoria abra o olho pra arbitragem do confronto contra os Paulistas, em regra, eles são sempre ajudados…
    segue o Líder !

    Reply
  16. “Rendez-vous”

    “Na época de nossos avós, o temo era usado em referência à zona do meretrício, prostíbulo, local para encontros com prostitutas.

    Em francês rendez-vous é o termo usado para encontro; encontrar alguém; encontro marcado” (Google)

    É justamente isso, seguindo o nosso querido loiro nórdico, essa belíssima espécie humana de olhos azuis e cutis rosasdas, praticamente um Heeman dos trópicos, eu tbm me rendo ao Barbieri, encontramos alguém, um técnico!

    Barbieri apesar das desconfianças (e certezas tbm) teve na vitória de ontem uma afirmação, afirmação essa que não nós é mais lícito ou honesto contestar.

    Que o Barbieri caiu de paraquedas, entrou pela janela, furou a fila, teve pistolão, nada disso mais importa diante dos resultados conquistados.

    O fato é que Barbieri ontem extrapolou o paradigma da desconfiança e entrou de fato no ciclo de confiança da torcida.

    Parabéns ao novato técnico, que não é mais digno de ser referido como estagiário (somente em referencias pejorativas, que certamente iremos usar em caso de lambanças).

    Saudações!!!

    Reply
  17. Prezados,
    O fato é que o Flamengo foi superior em 90% do jogo de ontem.
    No primeiro tempo ofensivo e com um volume absurdo de jogo, conseguiu abafar e bloquear a única jogada do monotático time do Abel, que é o contra-ataque. Se tivesse mais cuidado na finalização das jogadas poderia ter terminado o jogo no primeiro tempo.
    No segundo tempo, talvez por cansaço (tenho reparado que nosso time cai demais aos 20 do 2ºT), o Flamengo optou por fechar e dar a bola par ao Fluminense, estilo de jogo que anula o tricolor que não sabe propor jogo.
    O que tem me animado é a troca de passes e equilíbrio, hoje temos um time que sabe jogar pelos dois lados. Preocupante eventual saída do Vinicius Jr. e Paquetá, o meninos são a alma do time, chamam demais a marcação…
    E o Vizeu fazendo gols. Acho que qualquer 9 um pouco mais veloz vai cansar de fazer gols neste time, coisa que o H.Dourado – pesadão e lento – não está conseguindo.

    Reply
  18. Notas Diego Alves 6,5 não realizou grandes defesas para uma nota maior, Rodinei 5 limitado, não pode ser o eterno batedor de escanteios, não tem precisão nos cruzamentos, Léo Duarte 7,5 mais uma boa atuação, hoje contra o débil ataque tricolor, Rodholfo 7 , Renê 6,5 mais é exagero, Cuellar 7 muito bem no jogo, alguns poucos erros de passe, Paquetá 7,5 fora as costumeiras firulas, jogou bem, sobretudo no primeiro tempo, fez belíssima tabela com E.R por ocasião do segundo gol, Marlos Moreno 6 arrumou um pênalti, está sem ritmo de jogo, depois caiu de produção, E.Ribeiro 6,5 apareceu bem no segundo gol, antes estava meio escondido no jogo, H.Dourado 5 bateu o penal de forma magistral e só, V.Jr 7 muito bem, sobretudo no primeiro tempo, depois tb caiu, Vizeu 7 centroavante tem que marcar gol, o Tuller 6.5 entrou e deu conta do recado, o Jean Lucas 5.5 razoável. O Barbieri 7 o time estava muito bem organizado do primeiro tempo, no segundo jogou de forma pragmática, porém o contra ataque fatal demorou a sair.

    Reply
  19. “Ceifador saiu na foto”

    Se é verdade (e ninguém duvida) que o nosso herói é um autêntico e incorrigível “perna de pau” com a bola rolando, tbm é verdade que seja um verdadeiro craque quando o assunto e cobranças de pênaltis.

    Nunca vi tanta categoria e expertise no assunto.

    Ontem um momento fantástico do futebol:
    Dois jogadores que se conhecem profundamente em treinos nas Laranjeiras.

    Dourado vai exatamente como sempre vai para a bola, olhando o canto esquerdo do goleiro!

    O goleiro dá um passo tbm para o canto esquerdo, mas volta-se para o canto direito! Um blefe do arqueiro tricolor.

    Sinceramente, dado a situação do jogo, a situação do jogador no elenco, um goleiro que conhece seu estilo, foi uma cobrança complicadíssima!

    Dourado não fugiu do seu estilo de bater, venceu o duelo com o arqueiro tricolor que caiu na grama fracassado em seu blefe.

    Saudações!!!

    Reply
  20. Que postagem especial !!!! Egon e Kleber Leite fazendo essa tabelinha perfeita , privilégio imenso, ainda mais com nosso Flamengo jogando com raça .Ainda acho que o ceifador vai desabrochar, questão de ajuste de posicionamento e tranquilidade, jogar no Flamengo não é facil !!!

    Reply
  21. “O que preocupa”

    O que preocupa, ou passa a preocupar é a quantidade de jogadores com perfil de “carta fora do baralho” para o 2o. semestre de 2018.

    Senão vejamos:
    – Vinícius Jr, saída é certa!
    – Vizeu, saída certa!
    – Paquetá, saída provável!
    – Cuellar, saída provável!
    – Trauco, saída provável!

    A nosso favor apenas um fato! De que as atenções estarão prioritariamente voltadas para os jogadores que disputarão a Copa do Mundo.

    Neste contexto Paquetá extrapola pq é o jogador nr. 1 da fila de transferência do futebol brasileiro.

    Saudações!!!

    Reply
  22. Caros Kleber, Egon e amigos flamenguistas,
    Abel Braga deu uma declaração tenebrosa e perigosa depois da partida, que merece uma reação dos torcedores e dirigentes do Flamengo pois coloca em risco a integridade dos jogadores do Flamengo e pode contribuir para o Real não emprestar o Vinícius por mais algum tempo. Vejam em: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/abel-sobre-classico-em-momento-nenhum-fizemos-gracinha.ghtmlhttps://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/abel-sobre-classico-em-momento-nenhum-fizemos-gracinha.ghtml
    Abel Braga foi violento enquanto jogador e sempre estimulou a violência de seus jogadores. Nesse jogo foram 15 faltas do Fluminense contra 6 do Flamengo: http://blogs.lance.com.br/numeros-da-bola/estatisticas-de-fluminense-0x2-flamengo/
    Além disso, dizer nessa entrevista: “Daqui a pouco, o cara que está perdendo, com sangue quente, vem, te coloca por cima, quebra a perna por algo que não tem necessidade”. É LAMENTÁVEL! Essa declaração estimula a violência e ainda mais, quando ele diz: “quebra a perna por algo que não tem necessidade” pode ser interpretado como: tem vezes que é necessário quebrar a perna? Muito triste para um senhor de mais de 60 anos que já experimentou muitas coisas na vida…

    Reply
  23. La atrás só para se dar um exemplo em meio de muitos, o meia Conca veio jogar no Vasco, seus primeiros meses no time cruzmaltino foram bem medianos, parecia que estávamos diante de mais um blefe sul-americano, pois com a tempo o hermano foi se soltando e acabou sendo considerado um grande jogador. Agora aconteceu coisa parecida com o Cuellar, só isso, nada de se admirar, no início, as atuações do colombiano eram pífias.

    Reply
  24. Abel diz em entrevista:
    “Daqui a pouco, o cara que está perdendo, com sangue quente, vem, te coloca por cima, quebra a perna por algo que não tem necessidade”. É LAMENTÁVEL! Essa declaração estimula a violência e ainda mais, quando ele diz: “quebra a perna por algo que não tem necessidade” pode ser interpretado como: tem vezes que é necessário quebrar a perna. O Real vai querer emprestar o Vinícius para o Flamengo nessas circunstâncias?

    Reply
    • Marco,
      Esse estilo de treinador que prioriza a força física e é contrário ao futebol técnico, escola gaúcha que teve início no final de 90 e início de 2000, representou o início do declínio técnico do futebol brasileiro.
      O mais ridículo é que o Abel pediu para o Barbieri chamar a atenção dos meninos, para parar de driblar… Porra, tinha que ser o contrário, o Abel tinha que chamar a atenção do jogador quem comete a FALTA – que é contrária à regra do jogo! DRIBLAR NÃO É CONTRA A REGRA, cresci vendo os malabarismos do Ronaldinho, por aqui ele seria um “debochado”…

      Reply
  25. Fiquei fora do país por mais de 30 dias. Acompanhei todos os jogos do Flamengo pelo Premiere Play. Vi uma evolução lenta, mas consistente.
    Sempre defendi, aqui, a permanência de Barbieri no comando técnico. Remei contra a maioria absoluta. Meu ídolo na radiofonia esportiva, Kleber Leite, sempre defendeu a saída do “estagiário” em prol da chegada de Renato Gaúcho. Hoje, o FLAMENGO é líder incontestável e o Grêmio, descendo a ladeira. Acabou o encanto?

    Reply
      • Vejo o Abel e só consigo lembrar do Santo André…
        Se bem que aquele ano de 2004 foi atípico:
        Final da Champions League: Porto x Mônaco
        Final do Campeonato Paulista: São Caetano x Paulista
        Campeão da Libertadores: Once Caldas
        Campeão da Copa do Brasil: Santo André
        Campeão da EUROCOPA: Grécia
        Campeão Espanhol: Valência
        Campeão Alemão: Werder Bremen
        

        Reply
  26. O Abel é um escárneo, nunca jogou nada, foi um zagueiro medíocre, mas era o boa praça da turma do oba oba da mídia radiofônica do Rio de Janeiro, isso o levou até a uma seleção brasileira, como treinador é um chorão, ele nunca perde, sempre foi a arbitragem quem o prejudicou, ou foram os Deuses do futebol que estão de implicância com ele. Um prepotente de crachá e carteirinha, sabe fazer o meio campo com certa mídia, por isso ainda tem um certo ibope. Isso sem contar, que uma semana após a morte de seu filho, o referido estava saltitando depois de um gol do Fluminense….

    Reply

Comente.