Pontos de vista

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

O atual e delicioso momento rubro-negro nos remete a uma enorme euforia e, como se já não tivesse visto este filme uma infinidade de vezes, o tão necessário equilíbrio, importante para qualquer tipo de avaliação, passa batido…

Claro que, o volume de jogo apresentado ontem, principalmente no primeiro tempo, não deixa de ser um sintoma flagrante de que estejamos evoluindo. Porém, também é bom não esquecer que há uma disparidade técnica brutal, onde sem qualquer paixão envolvida, é simples e fácil concluir que o nosso elenco é infinitamente superior ao do Fluminense.

O meu doce, querido e eterno amigo, Otavinho Drummond, filho do imortal rubro-negro Ivan Drummond, o famoso Barão, responsável pela mais brilhante geração que já tivemos, no delírio da vitória sobre o tricolor, chegou a afirmar que o nosso estagiário engoliu o veterano Abel. Propus uma aposta imaginaria, em que, com os mesmos jogadores, Flamengo e Fluminense jogassem 10 partidas, sendo que, o Fluminense dirigido pelo mesmo Abel, e o Flamengo, ao invés de Barbieri, sendo comandado pelo atual treinador da categoria infantil. Em quem ele apostaria que ganharia mais nos 10 jogos?

Otavinho superestimou quem está apenas começando e foi injusto com Abel. Sem ele, a segunda divisão para o Fluminense fica logo ali…

Outro querido e brilhante amigo, um dos principais responsáveis pela transformação pela qual o clube vem passando, me enviou gentil mensagem, encantado com o segundo gol, em que atribui ele, méritos para o nosso jovem comandante, para ele “o novo Guardiola” e, a quem tenho me referido como “nosso estagiário”.

Respondi, afirmando não ter nada contra ninguém, no Flamengo e na vida. Que tenho apenas a opinião formada de que o Flamengo deve, sempre, ter profissionais compatíveis com o seu gigantismo. Que para mim, isto é um conceito definitivo – uma regra – do qual não abro mão.

E, finalizei dizendo que, como é de conhecimento público, para toda regra há uma exceção e, que estimo que este seja o caso. Porém, ainda muito cedo para se concluir.

1 Comentário

  1. Olha, o trabalho do Barbieri é excelente. Com ele, o Flamengo entrou na modernidade, basta ver os vídeos dos gols, lances, posicionamento, troca de bolas, postura, cobertura, etc. Só ainda não conseguiu armar uma boa estratégia para abastecer o ataque até pelo fato de o time ter abolido os cruzamentos. Se vier um camisa 9 bom mesmo ou até o retorno do Guerrero, esse time vai melhorar bastante.

    Não vejo, sinceramente, ninguém superior ao Barbieri no mercado. Talvez eu repense isso nos primeiros tropeços, mas nesse momento não tem cabimento tirá-lo.

    Nas redes sociais, há inúmeros vídeos, gráficos e dados sobre as jogadas do Flamengo. O 2o gol mesmo é um primor. 1 minuto tocando bola, 57 toques, quebra de ritmo, passes de primeira e isso que a marcação do Fluminense estava pressionando.

    Reply
  2. BUUUUUUUUU !!!!
    Segue o líder!

    O FLA merece o MELHOR e esse Barbiere tem sido esse MELHOR. Foi uma aposta, mas atualmente quase uma realídade.
    Ele é PRATICO e gosta da VITORIA e as busca. Mexe-se e MEXE no time buscando a evolução. Se incomoda com a mesmice.
    Parece um.renato gaucho “GERAÇÃO Y” de técnicos.
    Parece ter a HABILIDADE de evoluir rapidamente com o time.

    Sigam o MENGO os bons !!!!

    Reply
  3. Minha preocupação é com nosso ataque pra depois da copa, pelo noticiário na melhor das hipóteses vamos perder o Vini pelo menos 15,20 dias pra pré temporada do Real. Depois se voltar é um alento, caso contrário já era. E o centroavante tbm me preocupa,pois a forma da equipe jogar não condiz com Dourado. Bastou o Vizeu entrar, com um pouquinho mais de mobilidade e técnica, que guardou 2 em pouco tempo em campo.

    Reply
    • Wanderson, acho que quase todos os times do Brasil vão passar por reformulação nessa parada para a Copa. Sairão muitos jogadores e voltarão outros. Além da Europa, o mercado árabe ampliou a cota para 8 jogadores estrangeiros por time. Eram 5 se não me engano.

      Se saírem jogadores, certamente nossa diretoria vai contratar. E aí o Barbieri terá alguns dias sem jogos só para treinar os novos atletas.

      Reply
      • Henrique, se tem um time que está imune a isso é o Palmeiras, um dos nossos principais concorrentes.

        Até no ano que eles ficaram vulneráveis com o City comprando Gabriel Jesus, a diretoria do verdão deu um jeito de manter o menino até o final do ano. Resultado: Palmeiras campeão brasileiro sobre o Flamengo, com Gabriel Jesus matando nosso Fla no jogo de turno e returno, Palmeiras 2×1,gol dele, 1×1 em SP, gol dele, na ocasião se conseguíssemos a vitória ultrapassariamos o Palestra, te garanto, se não fosse ele, nós seríamos os campeões.

        Esse ano William bigode, que o amigo tinha recomendo tempos atrás, mas Caetano trouxe Damião e agora Dourado, hoje, William é o jogador mais decisivo do Brasil, foi assim, novamente, no melhor jogo que aconteceu em território brasileiro em 2018, Grêmio x Palmeiras no Sul, e o Palmeiras engoliu, confesso que me assustei.

        Portanto, cuidado com o Palmeiras!

        Reply
        • Daniel, me lembro desse jogo contra os Pepas como se fosse ontem. Seríamos sim campeão. G. Jesus acertou aquele chute nao sei da onde ! PQP KKKk

          Reply
        • Lá há uma mecenas que “não sei por que” coloca muito dinheiro, bem acima de qualquer time do país. Assim, contrata todo mundo. E o patrocínio só aumenta.

          O William veio na negociação com o Cruzeiro que queria o Egídio. Aí fizeram a troca.

          Reply
  4. Caro Kleber,
    Vou ser obrigado a participar mesmo em horário de trabalho…rsrsrsr!
    O que mais mudou com o Barbieri no Flamengo foi a entrega do time. O espirito da equipe mudou radicalmente e junto a ele cresceram jogadores como o próprio Diego Alves, Renê (até então crucificado), Léo Duarte, Lucas Paquetá (uma enormidade) o VJ (com mais oportunidades, lógico), o Diego, o Everton Ribeiro, Rodinei e outros. Temos ainda os que entram e jogam bem e cito como exemplo o Jean Lucas, o Thuler e o Vizeu.
    Em resumo: se é estagiário ou não, se é bom ou não, se é novo ou não, uma coisa devemos acreditar e muito. Esse cara tem muita sorte então.
    Um cara que consegue sair do nada para liderança em dez rodadas de um campeonato igual ao brasileiro, pode ser considerado como no mínimo diferente. Uma coisa que gosto nele é quando diz: vou estudar o Paraná para ver o que fazer no domingo, sem contar, que contra o Fluminense já havia falado a mesma coisa.
    A pergunta que deixo é a seguinte: neste momento por quem o Kleber Leite ou qualquer de nós trocaria o Barbieri? Pelo Renato, pelo Mano? pelo Abel? Será que temos uma quarto nome?
    A outra pergunta principal e crucial: e do elenco do Flamengo quais dos atletas deseja que o Barbieri deixe o comando? Internamente que deseja isso?
    Meus amigos, é muita polêmico o assunto, mas, vou continuar acreditando no Barbieri e em alguns jogadores que precisam tão somente ganhar um pouco mais de confiança. A confiança transforma um ser humano até no improvável.
    Hoje acho muito bonito quando o EGON diz que está queimando a língua com o Léo Duarte. É isso! O futebol tem suas apostas e seus recuos, tem suas ideias e suas realidades. Que a realidade do Barbieri seja sempre estar na liderança do brasileirão 2018.
    Que o Flamengo sempre nos surpreenda.
    SRN

    Reply
  5. Francisco Canindé Targino, querido amigo,
    Entendo a sua euforia. A minha , como a de qualquer rubro-negro, é igual.
    Apenas, acho que devemos calçar as sandálias da humildade. O momento pede.
    Pense nisso.
    Forte abraço.

    Reply
    • Targino concordo com o Kleber, bom lembrar que até agora não ganhamos absolutamente nada. O brasileiro acaba em dezembro e o único paulista que pegamos foi o Corinthians, faltam os outros 3 mais o Grêmio, isso sem contar que é bem provável que seja utilizado time reserva em vários jogos do brasileiro para enfrentar as pedreiras na Copa do Br e na libertadores, ou seja, pontos serão perdidos e tudo pode acontecer. Você já viu nosso calendário de Agosto?

      Já vi essa euforia ser prejudicial, lembra do América do México? Lembra do brasileiro de 2008? Estávamos nessa mesma situação, 5 pontos de vantagem, e caímos vertiginosamente depois.

      Cuidado, a euforia pode nos levar a análises cegas, pois com o mesmo Barbieri o Fla estava fazendo atuações sofríveis 3 jogos atrás. Lembra da atuação contra o Santa fé? E das 3 bolas na trave que a ponte preta meteu? E da fraca atuação contra o River, que também meteu bola na trave? E das duas bolas na trave que o galo meteu? Tempos atrás, Zé Ricardo nos iludiu por essa euforia. Analisando friamente, não vejo nada de espetacular no trabalho, vejo jogadores em boa fase nos últimos 3 jogos. Ele conta com minha torcida, mas o cara que não ficou um mês no Guarani não me ilude, para chegar em um bom nível é preciso comer muito feijão com arroz, vide Carille que ficou DEZ anos aprendendo com Mano e Tite.

      Um amigo paulista que disse que o “segue o líder” de hoje é o mesmo que “cheirinho” de ontem.

      Pés no chão!

      Reply
      • Caros Daniel G e Kleber!
        A questão da minha fala se refere mais ao reconhecimento ao trabalho do Barbieri. O campeonato brasileiro é muito difícil, mas, entendo que estamos entre os favoritos.
        Continua no meu espírito a humildade e a certeza que em dez rodadas estamos apenas na disputa de 1/4 do certame.
        De toda sorte, reconheço o trabalho do Barbieri e outros críticos já fazem isso.
        Em todo post o Kleber encerrava: “cadê o treinador. Percebam que não mais ele fez isso.
        Quanto a minha euforia, é de qualquer torcedor apaixonado e isso vai de fases boas e das não aproveitáveis. Futebol é paixão e alegria e devemos viver o momento. Sou otimista por natureza e se o título não vier, a euforia será a de sempre!
        Ser Flamengo é isso.
        SRN

        Reply
  6. O trabalho do Barbieri era o que se esperava do Zé Ricardo pelo fato do Zé ter trabalhado com a base, má Zé prefiriu Márcio Araújo e Gabriel. Foi preciso Rueda que é colombiano “descobrir” Paquetá.

    Reply
  7. Espero que sim viu Henrique,não podemos deixar a peteca cair, estamos numa crescente muito boa, precisamos ganhar pelo menos um título nesse ano.

    Reply
  8. Perfeita sua análise caro KL. Aliás penso que nosso técnico possui méritos na campanha do clube, entretanto alguns fatos como a saída do Everton e a consequente titularidade do VJ, por tanto tempo defendida por você, contribuíram e muito para o atual desempenho da equipe. Aliás, o grande teste para o treinador se aproxima, as escolhas na remontagem do elenco, a iminente saída do VJ, link abaixo, que na minha opinião está pra nossa equipe como o Gabriel Jesus esteve para o Palmeiras em sua última temporada aqui, será irreparável.

    https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/torcida-se-mobiliza-mas-adeus-e-iminente-estafe-de-vinicius-busca-casas-em-madri.ghtml

    Reply
  9. Meu amigo Chico!
    Nada mais natural que aceitar as divergências, principalmente NOSSAS.
    Muitas vezes nos pegamos entre a passionalidade e o correto. Já queimei minha língua em diversas oportunidades, principalmente na vida.
    No futebol, acreditei em Erick Flores, Vinicius Pacheco, Obina etc…
    Leo Duarte foi “unanimidade” quando subiu. A 4 rodadas atrás, falhou contra a Chape, quando deixou o atacante se antecipar e perdemos por 2×1. Fora as lambanças contra Palmeiras etc…
    Hoje, jogando numa defesa segura e com zagueiros mais cascudos, está MUITO BEM.
    Mas precisamos ver mais um pouco.
    Até mesmo Rodholfo, que nunca foi essa cocada toda por onde passou, está ajudando.
    Muitos não sabem que no sub-20, Paquetá era reserva do Patrick, que hoje nem está mais no Flamengo.
    No futebol – e já vimos muito isso – o inesperado se transforma em craque, e o CARA da base, passa despercebido. Adryan, Erick Flores e Matheus Sávio, são exemplos recentes.
    Paquetá desabrochou entre os adultos, o que nunca foi na base.
    Esse inversão, também existe no futebol…
    Falo isso com conhecimento de causa, pois como sabe, acompanho até o sub-chupeta.
    Beijo grande no teu coração, meu parceiro…

    Reply
    • Grande Egon!
      Perfeito sua análise, aliás qual delas não é?
      Estou apenas enaltecendo o trabalho daquele que chamamos de estagiário. Alguns bons predicados ele possui e de repente terá um grande futuro. Igualmente a você esperei muito do Adrian e outros que não vingaram. Esperei do Negueba, Luís Antônio e de uma lista, até mesmo do Baggio. Enfim, tudo muda com o tempo.
      O futebol é dinâmico e hoje vivemos isso. Reconhecer a melhora de alguem pode ser sempre um aperitivo para que o crescimento possa continuar aflorando. E digo hoje que se no Barbieri não existir um mínimo de competência, devemos continuar rezando a Deus e agradecendo pela sua sorte.
      Um beijo no seu coração irmão querido. Todos aqui são seus fãs. Me deixe na lista de cima.

      Reply
  10. Precipitado dizer que o Barbieri é bom treinador. Fato é que ele alterou a mecanica do time jogar, livrando-nos daqueles chuveirinhos e parece ter acertado o posicionamento defensivo. De outro lado, desde o episódio do aeroporto e saída do Arão do time, a disposição é outra. O time pode jogar mal como foi contra o Patético em Minas mas luta, corre, coisa que não se via antes.
    A parada para a Copa pode dar ao Barbieri mais condições para azeitar esse time. Mas há o risco de perda de jogadores. Realmente uma pena que o VJ se vá agora. Os adversários o temem visivelmente, ainda que ele não consiga arrebentar em todos os jogos.
    Com relação ao VJ, uma pena que os negociadores do Flamengo, capitaneados por Fred Luz, não tenham conseguido impor que o garoto só vá no fim do ano. Muito já se falou das proezas desse dirigente na mídia, mas o legado dele, ao meu ver, é pobre. Como um de inúmeros exemplos que poderia dar, basta comparar com as negociações feitas por Gremio e Santos sobre Artur e Rodrygo que vemos a diferença entre pensar nos titulos como essência do clube e o foco apenas nas finanças. Talvez pq nos tão falados bônus pagos pelo Flamengo a meta seja tão somente financeira ou preveja resultados pueris como 6o lugar no Brasileiro. Fato é que Gremio e Santos venderam seus jogadores mas eles continuarão até o fim do ano, enquanto o nosso vai agora. Será que isso é coisa de um bom negociador? O futuro poderá responder.
    De qualquer forma, após a Copa é outro campeonato. O Flamengo precisa se reforçar. O mes de agosto será muito, muito puxado, exigindo um elenco e não apenas um time. Barbieri tem usado um time apenas, mas em agosto ele vai precisar rodar muito o elenco, tal a sequencia de jogos decisivos. Espero que ele e o departamento de futebol saibam disso.

    Reply
  11. Kleber,algumas considerações na minha ótica sobre o time e o técnico.
    O time realmente demonstra uma autoconfiança e uma alegria que anteriormente não existia o grupo está solidário.
    A defesa está mais sólida graças ao posicionamento do Renê atuando como um 3° zagueiro conta atacar o Fla atualmente é difícil no mínimo existem 4 defensores.
    O meio campo mantém uma alternância agora para iniciar as jogadas entre o Paquetá e o Diego que acaba desequilibrando o meio campo adversário e o Everton Ribeiro o nosso “Vagalume” é muito técnico o que compensa momentos de sonolência dentro do jogo.
    E o nosso ataque com VJ é o que de melhor nós temos pela coragem de ser agudo com a sua velocidade ou com seus dribles e a coragem de tentar sem medo de errar. Esqueci do Dourado,por ora é melhor esquecer mesmo.
    O Barbieri aplica o que se tem de melhor no mundo do futebol e um deles é o trabalho de se treinar com 22 jogadores na metade do campo o que te dá mais agilidade de raciocínio e um toque mais rápido.
    Alguns clubes de futsal já trabalham assim com esta metodologia o Magnatas que é um clube pequeno já trabalha assim com crianças.

    Reply
  12. Prezados,
    O que preocupa é a saída do Vinicius Jr., encontrar um jogador com essas características vai ser difícil. O nome mais falado é do Vitinho, que considero muito caro para o que pode oferecer.
    Quem trazer??? Tem algum menino na base???

    Reply
      • Concordo plenamente. Na base 3 tem caracteristicas parecidas com a do VJ. Um é o Yuri, driblador mas que não finaliza tão bem. Outro é o Bill, rápido, habilidoso e excelente finalizador. Finalmente, o Lucas Silva que, inclusive, jogou bem nas primeiras partidas do Estadual. A questão é saber se em cima eles vão encorpar.VJ não sentiu a transição, esses eu nao sei o que aconteceria. Acho que nenhum dos 3 está pronto para entrar de imediato.Ainda tem o Tiago Santos que foi emprestado para a India e voltou.Na base ele era rápido, habilidoso mas perdia muitos gols. Acho que teremos que contratar, o que não será fácil pois esse cara não poderá ter disputados Libertadores, nem Brasileiro e Copa do Brasil. Isso implica que ele terá de vir de fora do país.Nesse perfil, tem Bernard, Vitinho e Dentinho.O Eder que joga na Inter de Milão poderia ser opção se a Inter pagar metade do salário. Geovânio? Ta morto. E o único que ressurgiu foi Jesus.

        Reply
      • Graaaaande Diego!
        Claro que a entrada do Vinicius no lugar do Éverton, acrescentou.
        Mas estamos comparando coisas diferentes. Vinicius é um segundo-atacante e Éverton, compõe o meio atacando e “protegendo” o lateral. Nesta função, era quase perfeito. Já Vinicius, como atacante, não executa essa função, deixando Renê mais desprotegido.
        Houve evidentemente, uma mudança de esquema com a entrada do Vinicius.
        Por outro lado, apostamos TODAS as nossas fichas no único atacante que temos, já que Ceifador não sabe se casa ou compra uma bicicleta…
        Com Éverton o time não era tão ofensivo. Por outro lado, era menos dependente de um único jogador.
        Para que os dois jogassem, teria que sacrificar um jogador do meio ou, Everton Ribeiro.
        Difícil mexer com Paquetá, Diego e Cuellar.
        O São Paulo apareceu e resolveu nosso problema…

        Reply
    • Vitinho, embora jogue pela esquerda, não tem as características nem a correria do Vinicius. Até porque, acaba correndo para o meio.
      O mais próximo que vejo é o Berrio, que na verdade, está muito aquém do garoto.
      Corre mais (2º mais veloz do mundo), mas corre errado…
      Não espere que ELES resolvam esse problema. O que mais gostam e anunciam, é que estão mapeando o mercado. Mas sempre pega em algum problema. Ou é caro, ou não gosta do Rio, ou a mulher é evangélica, ou o empre$ário não topa…

      Reply
  13. No Flamengo tudo vai do Céu ao Inferno, e vice versa, muito rápido. Até agora o trabalho do “estagiário” é bom, nota 8. O time tem jogadas ensaiadas, esta correndo mais e apresenta volume de jogo, mesmo com vários desfalques. Porem , é muito cedo pra avaliar o futuro dele na carreira e no clube. Veremos como irá gerenciar essa parada da Copa.
    Realmente parece que os atletas estão apoiando seu trabalho, óbvio que não queremos que ocorra, mas ele precisa passar pelo crivo de ter duas derrotas seguidas, para avaliarmos sua conduta.
    Quanto ao Fla Flu, hoje a diferença técnica é colossal, senão fosse Abel, os tricoletes estariam junto a Ceara e Paraná….E por falar nos Curitibanos, apesar de medíocres , não podemos subestimar o adversário,todos querem ganhar do Líder, portanto é vencer e se preparar para o 1ªgrande teste do campeonato….Palmeiras no chiqueirão !
    Segue o Líder…

    Reply
  14. Meu querido Kleber, que seria do mundo se não houvesse os ponderados para trazer os otimistas para o mundo real ? Meu pai pensava assim.
    Vc como sempre e com a experiência que tem , nos traz a terra firme enquanto já estávamos com viagem marcada para Tóquio.
    Mas, o que seria da vida sem sonhos ? Acredito que estamos no bom caminho. Claro que vamos perder em algum momento e que nossas falhas aparecerão.
    Enquanto isso não acontece, como é bom surfar nessa onda de segue o líder.
    É claro que nosso estagiário está a anos luz do Abelão, mas está se saindo muito bem.
    bj

    Reply
    • Meu querido Octavio!
      Minha corneta sempre foi muito específica, mas está muito distante da “implicância”.
      Hoje penso rigorosamente igual ao amigo e, de certa forma, não sei avaliar se Abel está tão distante assim do estagiário.
      O que estou assistindo, me faz acreditar que o estudo e o conhecimento não tem idade. Nem mesmo a carreira pregressa do Barbieri, merece julgamento.
      Acima estava argumentando sobre EVERTON CARDOSO, com nosso amigo Diego.
      Um jogador que numa enquete de rubro-negros, recebe 95% de SIM para ficar, no mínimo tem valor.
      Barbieri está começando bem, num clube que não é pra qualquer um. Que diferença faz para um medalhão?
      Não tenho nenhum problema com ex estagiários, até porque, o caminho natural é que um dia eles subam de degrau. Com os números apresentados até o momento, é um prenúncio de sucesso futuro.
      Perder, pode ser com Tite ou Barbieri…
      Cada jogo nosso atualmente, SIGO O LÍDER… e mais uma dose…

      Reply
  15. Sobre o Barbieri, no começo ele escalava o time meio atrapalhado, mas hoje as escalações iniciais são ótimas. Por exemplo, contra o Flu, não esperava o Marlos Moreno. Vários canais RN diziam que ele iria de Jonas e Cuellar. Já em relação as substituições ainda peca, mas isso também é muito pessoal e jamais vou concordar com esse papo de “fechar a casinha” quando tá ganhando. E via de regra todo treinador faz isso. Ah, Jean Lucas tá jogando também. Romulo e Arao sumiram. Obrigado Barbieri. Obrigado torcida que jogou pipoca.

    Li no twitter, um post irônico, que toda temporada deveríamos inicia-la celebrando com pipoca e café, pq o time mudou muito depois desse evento. KKK. E a saída do RC também, fica nítido agora que jogavam os jogadores comprados, caros, etc. Com o Noval isso não tá acontecendo mais. Ou Dourado começa a fazer gol com bola rolando ou Lincoln e Vitor Gabriel vão assumir a parada.

    Sou muito fã do Campeonato de moto GP, tenho moto esportiva e tal. Lá , com 20, 21 anos o talento sobe pra categoria principal e da-lhe. Marc Marquez parece um bebê e com 25 anos já eh TETRA da categoria principal. O que é mais “perigoso”, pilotar uma moto a 340km/h ou jogar um futebol? Se TEM TALENTO, mete logo.

    Finalizo dizendo que é opinião de um mero torcedor, sem conhecimento das internas do futebol, o melhor, maior e mais apaixonante esporte do planeta. SRN

    Reply
  16. Presidente, somos o Flamengo e assim, caminhamos entre o céu e o inferno. Está claro que a grande mudança que estamos vendo é a entrega, a determinação e alguns jogadores que só entravam em campo começando a melhorar o seu rendimento. Everton e Diego são duas mostras e não esquecendo nosso goleiro que
    finalmente diz a que veio. Está claro para mim tambem que o tecnico tem seu mérito ao agrupar a equipe, os compartimentos mais harmoniosos, mas como o senhor mesmo disse, é um inicio e sejamos prudente na análise. De qualquer forma, tomara que dure.

    Reply
  17. Caro Kleber
    Antes de comentar o assunto do post em questão, gostaria de deixar uma preocupação que tenho constatado nos jogos do Fluminense. Será que alguém já avisou ao Abel que jogos são transmitidos? Seja em canal aberto ou ppv? O cara fica a beira do campo gritando, xingando e soltando palavrões sem se preocupar com quem está assistindo o jogo pela tv e ninguem se preocupa com isso? E as crianças que estão assistindo os jogos como fica?
    Quanto ao post, acho que o Flamengo pela sua história tem que ter um treinador a sua altura mas….não vejo nenhum treinador disponível no momento para tal. Diante disso, é prudente continuarmos com o Barbieri, até porque o rapaz tá fazendo um belo trabalho. O que não podemos é contratar por contratar. No momento, só aceitaria trocar o Barbieri por Renato, Tite e Mano.
    SRN

    Reply
  18. Lá atrás, quando ainda estava no Paysandu, todo dia escrevia para o Flamengo contratar o Pikachu. Acho até que o Guru falou com o Godinho.
    Hoje está no Vasco e faz gol em TODOS os jogos…
    Os mais antigos do Blog devem lembrar disso.
    E os gênios continuam mapeando o mercado…
    Perderam o Keno (Santa Cruz) para o Palmeiras por R$3 milhões. Santa burrice…

    Reply
    • Comentário perfeito! Eu lembro das 2 indicações. Pelo valor irrisorio e pela performance demonstrada valiam o risco, ainda que não dessem certo. Ess Centro de inteligencia do Mercado deve ser completamente reformulado. Dificilmente um cara q esses caras indicam chega e roda. Notem que o Cuellar foi oferecido por empresário a Flamengo e Cruzeiro, não foi indicação desses caras.

      Reply
    • Caro Egon!
      Lembro com certeza.
      Na época eu morava em Belém e sabia do potencial do Pikachu. É um jogador que toda hora está livre em qualquer espaço do campo.
      E digo mais: entre vir para qualquer clube, ele e família preferiam o Flamengo. São flamenguistas.
      SRN

      Reply
  19. CORINTHIANS 0X0 VITÓRIA
    CHAPECOENSE 2X0 CRUZEIRO
    VASCO 3X2 SPORT
    ATLÉTICO PR 0X1 SÃO PAULO.

    SE VENCER O PARANÁ AMANHÃ, SÃO 6 PONTOS NA FRENTE…

    SIGA O LÍDER…

    Reply
  20. Amigo Kleber ao menos nossa versão estagiário 2018 parece ser infinitamente superior em relação o modelo de 2016/2017…Quem tem uma Ferrari no Brasil.

    Reply

Comente.