Azar e inocência

(Foto: Laurence Griffiths / Getty Images)

Que Copa espetacular!!!

Este jogo entre Bélgica e Japão, em que todos nós, por motivos óbvios, torcemos pelo Japão, quase se transforma em mais uma surpresa desta Copa, onde o inesperado tem acontecido.

O Japão, que chegou a fazer 2 a 0 em poucos minutos, conseguiu ser azarado e inocente.

Azarado pelo fato de ter tomado um gol sem querer. No primeiro gol da Bélgica, o “sobrenatural de Almeida” deveria ter ido para a súmula como o autor do gol.

A inocência ficou por conta do último lance do jogo, onde ao invés de – numa cobrança de corner – sair tocando e ficar com a bola – já que o jogo estava no seu minuto final – a “santa inocência” japonesa propiciou o gol da vitória da Bélgica.

Não era hora de cruzar a bola na área, e sim, de segurar e esperar a prorrogação.Enfim, vamos pegar a Bélgica.

Querem saber? O Japão ajudou o Brasil. Este jogo baixou a bola dos belgas. Hoje, aposto todas as minhas fichas. Vamos atropelar a Bélgica.

Ver mais de Kléber Leite.

1 Comentário

  1. Kleber, meu ídolo,
    Levar o jogo para a prorrogação não era garantia de classificação para o Japão. O gol da Bélgica era questão de tempo. Se não tivesse acontecido no fim do jogo, certamente, aconteceria na prorrogação.
    O Japão se apequenou após o empate e a Bélgica se encheu de confiança.
    No fundo, prefiro enfrentar a Bélgica, pois vai jogar e deixar o Brasil jogar. Com a nossa defesa forte, (não podemos falar o mesmo da deles), e com o nossos meninos iluminados na frente, pode ser até o jogo mais fácil pra nós nesta Copa.
    Quanto a ausência do Casemiro, Fernandinho está pronto para dar conta do recado. E, ainda, vamos ter o retorno do Marcelo na lateral esquerda.
    Eu acredito no HEXA!
    SRN!

    Reply
  2. Kleber meu queridão, o título correto seria: “O Azar da Inocência”.

    Os gols japoneses foram sinceramente duas curvas fora do ponto! Tá certo que os japinhas chutam bem, mas quanta felicidade deram nos dois gols, notáveis!

    Qto a Bélgica, uma certa inércia de quem sabia que iria ganhar o jogo a hora e bem como quisessem, foram surpreendidos, mas não enfraquecidos, ao contrário, demonstraram calma, sorte e poder de reação diante de uma até larga, porém causal vantagem japonesa.

    Apesar de previsível, não gostei do adversário, pressentimento!

    Reply
    • Nino,
      Discordo de você, amigo. A seleção japonesa mostrou um ótimo toque de bola e por vezes apareceu para fazer outros gols. A seleção belga mostrou-se, ao contrário, perdida e completamente desorganizada nas tentativas de se recuperar. O Japão tinha o controle do jogo e não fosse o gol à la Ronaldinho Gaúcho contra a Inglaterra, os caras estariam até agora tentando algo…
      Resumo da ópera, os belgas são muito, mas muito mesmo, menos do que imaginam ser. Sexta feira, salvo uma grande traquinagem dos deuses do futebol, é barbada, “pule de dez” como alguns mais antigos gostam de falar…

      Reply
      • É possível oh meu caro Márcio Martins.

        Foi a primeira partida que vi da Bélgica! Ouvir eu já tinha ouvido muito dessa seleção, e ver a vi em uma situação delicada onde contou com alguns fatores dentro de uma mesma cesta: Competência, sorte e ingenuidade do adversário.

        Seja como for, a noite os analistas pintaram uma Bélgica lenta e pesada na defesa, se for por ai será bom!

        Reply
  3. “Um novo Muralha?”

    E Kleber, o que dizer do nosso goleiro?

    Saídas erradas com os pés, falha ao socar uma bola no 1o. tempo.

    Segundo o Leão, Alison é um goleiro pesadão, sem muita agilidade.

    Reply
  4. Caro Kleber,

    Não tenho muito tempo para assistir as partidas da copa, porém, as poucas que vi contra o Brasil e outros poucos jogos, percebi que as seleções da metade do campo para a frente são fracas no sentido de organizar jogadas perigosas. Algumas seleções erram passes fáceis e isso vai ajudar a nossa seleção brasileira a ganhar o hexa. Ontem por exemplo a Espanha tocou, tocou, tocou e voltou para casa. O México hoje num grande período do jogo não sabia atacar de verdade. A nossa seleção com Neymar, um Jesus, um William e um Coutinho muito bem, além de uma defesa bem postada, dificilmente perde o título.
    Apesar de muitas emoções, os craques sumiram.
    SRN

    Reply
  5. Kleber, por um momento durante o jogo entre Bélgica e Japão lembrei de suas palavras e imaginei que a zebra realmente acordaria após o almoço…
    A seleção Japonesa tem bom toque de bola e deveria aproveitar a desorganização Belga no 2 x 0 para explorar um pouco mais este quesito, optou por tentar agredir. E aquele gol espirita deu vida nova aos Belgas.
    Mas o jogo serviu para mostrar que não estão com essa bola toda. To contigo, vai dar Brasil. E sem susto!!!

    Reply
  6. Kleber,
    Estava lendo as notícias sobre o Guerrero, e quase todos os portais de notícias sempre falam que o jurídico do Flamengo “vai analisar” o caso da suspensão dele, pois ainda não há certeza se o efeito suspensivo se estende aos jogos pelo clube…

    Espero que o Flamengo seja PRECAVIDO e não o escale. Em tempos de fraqueza de bastidores é melhor não arriscar qualquer punição/perda de pontos por escalação de jogador irregular.

    Lembro do caso André Santos, no qual o jurídico “liberou” o atleta e deu aquele problema todo.

    Reply
    • Diego,

      Eu acredito que a pena volte a ser imposta no 1o. dia útil em Genebra após o fim da Copa do Mundo!

      Afinal o efeito suspensivo era válido até o fim da Copa do Mundo e não condicional a eliminação precoce do Peru na 1a fase! Opinião…

      Qto ao Flamengo nada vai mudar, assim que a bola for rolar para retomada do Brasileirão o gancho do Guerrero voltará a ser validado, por mais 8 meses.

      Reply
  7. Tanto Belgica como Japão tem defesas muito fracas. Os belgas usaram o ponto fraco japones: a bola alta. Realemnte faltou “malandragem” aos orientais, na pior das hipoteses era ir pra prorrogação, mas….é futebol !
    Belgica tem habilidade, mas faz o estilo de jogar e deixar jogar, o que contra o Brasil será o caos pra eles. pois , tem uma defesa lenta e fraca. Se não houver soberba , já devemos pensar em França ou Uruguai…

    Reply

Comente.