FIFA, Neymar, Messi e Vitinho

(Reprodução da internet) Kleber Leite Site

Dona FIFA divulgou a relação dos 10 jogadores que concorrerão ao título de melhor do mundo.

Li a matéria no Globo.com que estampou duas manchetes. A primeira: “FIFA deixa Neymar de fora dos 10 melhores do mundo”. A segunda: “Melhor técnico não inclui Tite”.

Vamos começar pela segunda, com uma pergunta: “Ué, e alguém, no mundo inteiro, poderia esperar que Tite estivesse na relação dos melhores treinadores do ano?” Certamente, nem ele mesmo… (assista a um vídeo com os dez indicados aqui).

Numa roda de amigos, cada um apontava um equívoco cometido por Tite, desde a convocação, até a Copa. Prefiro me ater ao equívoco decisivo, quando Tite foi conservador, em um momento que pedia ousadia e coragem. O Brasil volta para o segundo tempo perdendo por 2 a 0, ou seja, com apenas 45 minutos para resolver a vida, e o nosso treinador volta com apenas uma substituição e, equivocada, colocando Firmino no lugar de William, e improvisando Gabriel Jesus pela direita.

Ali, no intervalo, Tite deveria ter voltado com as três alterações: Renato Augusto x Fernandinho; Firmino x Gabriel Jesus; e Diego Costa x William. Se conseguisse empatar, teria ainda direito a mais uma substituição na prorrogação. Com um erro deste tamanho, como estar na lista dos melhores? Bem isto é uma coisa. A outra coisa é entender que Tite deve ter aprendido muito nesta Copa e, com certeza, na próxima, estará muito mais maduro, ousado e corajoso.


(Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images)

Neymar não figurou na relação dos 10 (veja um vídeo com os escolhidos clicando aqui). Claro que tudo que aconteceu na Copa influenciou demais os votantes. Aquela história do cai-cai, que virou piada mundial, com certeza absolutíssima, foi o fator decisivo para deixar Neymar de fora.

É o tipo de imagem muito recente, que ainda está na cabeça das pessoas. Talvez, num todo da temporada, possa ele ter ido melhor do que alguns dos indicados, mas ante a força de uma Copa do Mundo, esta ausência pode ser explicada. Isto é uma coisa. A outra, é achar que todos aqueles dez jogam mais bola do que Neymar. Imagine que se você tivesse que escolher para o seu time, entre Neymar e Harry Kane, quem você escolheria?


(Reprodução da internet)

No dia 24 de julho de 2008, Messi, pela primeira vez, colocou a camisa 10 do Barcelona, que pertencia a Ronaldinho Gaúcho. Neste dia ele trocou a camisa 19, com a qual jogava, pela 10 famosa. Nestes exatos 10 anos, os números são impressionantes:

  • 527 jogos.
  • 510 gols marcados
  • 192 assistências que terminaram em gol.
  • 27 títulos
  • 5 bolas de ouro

Como diz o nosso Velho Apolo, “é mole ou, quer mais?”

Que jogador. Que gênio!!!

* Clique aqui para assistir a um vídeo de 26 minutos com as melhores jogadas de Messi APENAS na temporada 2017/2018.


(Reprodução da internet)

E deu em tudo que é lugar que, finalmente, o Flamengo conseguiu contratar Vitinho. Embora seja partidário daquele ditado que diz … “antes tarde do que nunca”, fica a sensação de que todo o período de Copa do Mundo foi jogado fora, pois, as peças de reposição, neste longo tempo ainda aqui não estavam.

Paciência. Agora é bola pra frente na tentativa de agilizar ao máximo a chegada de Vitinho. Pensando nele no tempo de Botafogo, fica a sensação de que é o jogador veloz de que tanto necessitamos. Tomara que ele esteja em forma e tenha conservado sua característica principal, que é a velocidade.

Há no ar, também, a possibilidade de um volante paraguaio que joga na Argentina. Outro estrangeiro? Será que para a reserva de Cuellar, não há nenhum volante brasileiro que jogue o mesmo que este paraguaio?

Ver mais de Kléber Leite