Neymar e William

(Foto: FIFA / Getty Images)

Jogo difícil, complicado…

Primeiros 25 minutos surpreendentes, com o México dominando. A partir daí, com muita inteligência, só deu Brasil.

Não sou muito voltado às estatísticas no futebol, porém, ao final do jogo de hoje, a TV mostrou uma única bola mexicana na direção do nosso gol. A posse de bola mexicana mais esteve para a da Espanha. A do Brasil, muito mais objetiva.

Quem ganha jogo é jogador. Partindo desta premissa, seria muito difícil uma zebra. Neymar e William mataram a pau. Jogaram demais. Desequilibraram… ganharam o jogo!!! E, como não destacar a atuação de Thiago Silva? Jogou como um príncipe…

Pena que Casemiro tenha tomado o segundo amarelo e, em consequência, fique fora do próximo jogo.

Tomara que Tite não tenha se encantado com Filipe Luis. Marcelo é dez vezes melhor do que ele. Marcelo é um jogador decisivo e, só se ganha Copa do Mundo com jogadores que decidem.

Melhor mesmo foi no final do jogo, com a torcida brasileira cantando “Cielito lindo”. “Aí aí aí aí… tá chegando a hora, o dia já vem raiando meu bem e o México foi embora…”

ESPETACULAR!!!

1 Comentário

  1. Querido Kleber,

    Esse jogo era uma grande incógnita para a Seleção, não por parte do México, mas por parte da expectativa de jogo da própria Seleção Brasileira.

    A impressão que veio após os 1o.s jogos foi que a Seleção tivesse perdido o seu melhor futebol, afinal como dizem, “treino é treino e jogo é jogo”.

    E foi justamente por ai que veio a alegria, como uma Seleção confirmando estar encontrando o seu melhor futebol na Copa.

    A Seleção hoje foi irrepreensível, sofrendo no início com a forte marcação mexicana, teve força e equilíbrio para equilibrar o jogo.

    O craque do jogo em minha opinião não foi o Neymar, não desta vez, mas o incrível William.

    Reply
  2. Kleber, meu ídolo.
    Tenho dito e vou reiterar aqui. Vamos sofrer (e muito), mas vamos conquistar o HEXA.. Anote aí.
    Temos uma defesa forte (Thiago Silva um lord), igual lutador de boxe que cansa o adversário aguentando os socos e, de repente, parte para o nocaute. O México que o diga.
    Neymar voltou a ser Neymar e o Willian arrebentou na segunda etapa. O bom no Brasil é que, quando um não vai bem (Coutinho por exemplo), outros arrebentam.
    Quanto ao Marcelo, acredito que retorne ao time contra a Bélgica.
    SRN!

    Reply
  3. O Mexico não aguentaria aquela correria absurda dos 20 min inicias. Quando Neymar deixa de frescuras e joga só bola é infalivel. E teve o coadjuvante Willian, que correu uma imensidade.
    A Belgica é boa do meio pra frente, sua defesa é de papel, estilo a do Vasco.

    Reply
  4. Caro Kleber
    O Marcelo é um craque, no real madrid. Na seleçao, é um bom jogador e só. O marcelo na seleção é igual a amante argentina, muita despesa e pouco prazer.

    Reply

Comente.