Vaga garantida no detalhe ou “Síndrome de Vira-Lata”?

Lloris, goleiro da França, em grande defesa (Foto: FIFA / Getty Images).

Palavra que tenho minhas dúvidas. Aliás, acho que um pouquinho de cada um. A maioria dos comentaristas de hoje em dia analisa o jogo, não pelo que os times apresentaram, e sim pelo resultado da partida.

Portanto, não há nenhum absurdo em se dizer que a seleção francesa mereceu o resultado, porém, não é um equívoco em se afirmar que esta semifinal teve a vaga definida no detalhe de um único lance. Na única bobeada de marcação de bola parada, a Bélgica tomou o gol. No mais, um jogo parelho.

Há também quem possa afirmar que a camisa pesou, e que, consequentemente, a Bélgica foi vítima da famosa “síndrome de vira-lata”. Quem assim pensa, pode ter a sua dose de razão. O resumo da ópera é que um comentário final deste jogo pode ser tudo isto aí, jogado num liquidificador e, o sumo será a explicação exata.

Algumas coisas me impressionaram no time vencedor. Como é discreto e como é espetacular este goleiro da França, Lloris. Varane, o zagueiro, um monstro. Mbappé, o responsável pela jogada mais linda da partida: um passe de calcanhar sensacional.

O curioso do jogo ficou por conta dos centroavantes. Lukaku, o da Bélgica, muito badalado. Giroud, da França, muito criticado. Os dois não marcaram, mas Giroud participou infinitamente mais do que o seu concorrente belga. Compensou a falta de talento com uma disposição incomum.

E, esta é a Copa das bolas paradas. Daqui pra frente, quem não tiver este tipo de cuidado na formação de um time, vai dançar sempre… O futebol, talvez até pela carência de grandes talentos, está mudado… e, quem não entender isso vai ficar para trás.

Pode ser que eu esteja enganado, mas tenho o palpite de que o novo Bicampeão do Mundo será feliz porque vestiu azul…

1 Comentário

  1. Grannnnde Guru! Perdi um saquinho de jujuba, mas caí de pé.
    A Bélgica jogou muita bola mas não soube decidir.
    Fiz o mesmo comentário nos grupos que paricipo. “A Copa das bolas paradas”…
    Um asterisco deve ser ressaltado.
    Quem foi pra Rússia apreciar Messi, Cristiano e Neymar, deve ter babado com Hazard.
    Como joga bola essa criança…
    Uma troca por Rômulo + Arão + Marlos e Geuvânio, daria pé?
    De brinde uma carteirinha de ST…

    Reply
  2. Egon, querido amigo,
    Esta troca mereceria uma estátua na Gávea…
    Infelizmente, vamos voltar para o campeonato bem mais fracos do que quando da paralização. Não me animo com os nomes que estão sendo anunciados como prováveis contratações. Caramba, não é estrangeiro demais não?
    Fortíssimo abraço.

    Reply
    • Kleber,

      Consta que o empresário do Babel é fortíssimo na Europa com vários jogadores jogando no Real Madrid.

      Parece que é justamente esse o ponto, a direção rubro-negra me parece querer dar um start nessa conexão européia, talvez como parte de marketing de projeção da imagem do clube no exterior.

      Reply
  3. Querido Klebão!
    O problema nem é “estrangeiro demais”. Até porque, não acredito que Guerrero – mesmo perdoado – fique, que Trauco volte a ser titular e, que até o final do ano, Marlos se transforme em Uri Gueller…
    São 3 gringos a menos.
    Nossa expectativa é muito relevante, pois não podemos assinar a qualidade dos possíveis contratados.
    Pra pagar R$30 milhões por um holandês que pouco vimos jogar, o cara tem que ser titular absoluto assim que embarcar pro Rio. Escolher camisa…
    Claro que pode ser! Mas assim como Vinicius, tem que entender que será nosso ataque inteiro.
    A não ser que Uribe divida essa responsabilidade com ele.
    Com Ceifador, estamos no sal…
    Beijo nesse coração

    Reply
      • Nino e Egon,
        Hoje li que o Guerrero está treinando no time titular (inacreditável a paixão que essa Diretoria tem por esse cara!)… Se ele renovar contrato a Diretoria assina o recibo de incompetente em formação de elenco, pois ficará com QUATRO centroavantes: Guerrero, Ceifador, Uribe e Lincoln. Além disso, ficará dependente de um cara que joga com medida suspensiva.

        Reply
        • Diego,

          Para mim a diretoria já contabilizou o prejuízo, tanto técnico como financeiro chamado Guerrero.

          Isso ocorreu no meio do ano passado logo após o jogador obter o 1o. efeito suspensivo de sua pena condenatória.
          Na ocasião o jogador e seu staff insistiram em sobre valorizar o jogador (altos salários, prazo de contrato e luvas), o que desagradou a diretoria, tanto que a Gávea não se envolveu na defesa do jogador no processo de dopping.

          Mas quem deve de fato preocupado com o comando de ataque é o Barbieri, por isso a insistência errônea no Guerrero, que em breve deve voltar a geladeira.

          Reply
        • …E na fila ainda temos o Vitor Gabriel…
          Se Uribe acertar um tantinho, é só encaixotar o Tuta Peruano e mandar por Sedex 10 pra Patagônia.
          Mais midia que gols mas muito bem assessorado.
          Barca.com

          Reply
  4. Klebão queridão!

    Que saudades de ver o nosso Flamengo jogar hein?

    Nessa Eurocopa que se transformou a Copa do Mundo, que espetáculo pobre nos ofereceram os europeus nessa semi-final inicial!

    Muita tática, muita virilidade, muita marcação, pareceu-me que existiam 48 jogadores em campo!

    Croácia e Inglaterra dificilmente nos oferecerão algo melhor, aquele futebol que gostamos de ver!

    Reply
    • Estudos tem mostrado que em comparação com a Copa de 70 o desempenho de algumas funções de jogadores, suas distâncias percorridas e a intensidade com que participam do jogo se multiplicaram por 4x.

      Considerando o grande erro da Fifa em reduzir o campo de jogo, logo fica fácil imaginar que em comparação com 70 existe 4x mais ocupação de espaço do havia naquela época.

      Assim não é surpreende que em uma competição “mata mata”, jogar de forma retrancada, fechada e mesquinha seja a melhor e mais viável tática!

      94 chegamos muito perto deste conceito europeu, e ganhamos! Assim, para o bem ou para o mal, infelizmente!

      Reply
  5. O futebol mudou e a FIFA NÃO. A Fifa está ficando para tras.

    Imaginem uma SEGUNDA COPA a cada 2 anos com uma diferença. Cada time teria 9 jogadores em campo em vez de 11.

    A INERCIA da FIFA é um entrave a ela mesma.

    O futebol está mais que compactado ele está RESTRINGIDO a correria e marcação. O ESPAÇO para o futebol ENCANTAR NOVOS e futuros torcedores está escasso.

    Reply
  6. O Céu foi azul e o inferno VERMELHO.

    Infelizmente a Belgica ficou. Sempre torci pela Sel. Brasileira, Holandeza e Belga.
    Ter um NOVO campeão seria bom.

    Reply
  7. Kleber meu presidente,o que esses pamonhas estão fazendo a um ano onde com dinheiro em caixa não conseguem fazer uma reposição a altura de Vinicius jr…..acredito que Uribe e Vizeu estejam no mesmo patamar…..e a perda de Jonas eh que acho que fará falta como opção a desfalque de Cuéllar……Kleber querido,o que é este “centro de inteligência”????

    Reply
    • Diogo meu caro,

      Primeiramente façamos como prega a eterna marchinha de Dalva de Oliveira: “Bandeira Branca Amor….”, afinal somos líder!

      Penso que estamos bem postos com o Marlon sim, e pq não? O gringo precisa de ritmo e de confiança.

      Mas o engraçado é que até ontem o titular absoluto na ponta esquerda era o Éverton Cardoso, vem o Jr joga 3 meses como titular e vira parâmetro para uma nova contratação, convenhamos que seja quase impossível.

      Na frente temos o Uribe, bom jogador, quem sabe! Mas me parece que vamos com os mesmos laterais, como os mesmos zagueiros e com os mesmos cabeças de área até o fim do ano. O problema de fato seja uma eventual ausência do Cuellar.

      Reply
  8. “Caso Mancuello”

    Mudando de assunto oh meu queridão!

    Nada mesmo como um dia após o outro, e quem muito fala paga pela língua.

    A cerca de 4 anos atrás virou moda corrente entre os dirigentes do Atlético e Cruzeiro espinafrarem o Flamengo, com pechas de que somos clube caloteiro, bagunça, falido etc.

    Pois bem, o caso do calote no pagamento do Mancuello é um caso que impõe uma vergonha ao clube da raposa, míseros 5mi de reais, que convenhamos, que para atual fase do Flamengo seja mero “cafezinho”.

    Pois bem, o Flamengo entrou com queixa na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) motivando os mineiros caloteiros a procurarem uma renegociação da dívida. Pagaram apenas a 1a parcela do pagamento, uma vergonha!

    Em minha opinião o Flamengo não teve ter muita boa vontade nesse assunto, apenas se limitar ao cumprimento do que diz a Lei e o contrato de venda do jogador. Afinal nos interessa prolongar essa situação e não minimiza-la.

    Reply
  9. Diogo, amigo,
    A minha preocupação é a mesma. Contudo, se Paquetá não for negociado e se Diego estiver bem, acho que ainda podemos brigar pelo título de campeão brasileiro. O adversário será o Palmeiras, que trabalhou bem, dentro e fora do campo,nesta paralização.
    Forte abraço.

    Reply
    • No Palmeiras é fácil não é Kleber?

      É só falar com a Leiloca que ela manda o velhinho assinar o cheque!

      São os benefícios de se ter um Banco como mecenas do clube, mesmo que seja um banco de agiotagem.

      O outro lá, o tal do Paulo Nobre, o cara botou 150mi no clube! Não é pouca coisa não!

      Agora os nossos beneméritos rubro negros mais abastados colocando dinheiro no clube, nunca se sabe e nunca se viu!

      Reply
  10. O Flamengo não precisa mais comprar as BIJOTERIAS dos outros, voltamos a ter a NOSSA JOALHERIA RUBRO-NEGRA.

    Sim os FLAMENGUISTAS querem ver mais MENINOS da base com os olhos lacrimejando de emoção por vestir e HONRAR o manto sagrado e ao se despedirem jurando um dia RETORNAR ao time de coração.
    Deem aos FLAMENGUISTAS o FLAMENGO e os adversarios chorarão.

    Chegou a hora da joalheria exibir suas joias na VITRINE/campo.

    Reply
  11. “Mecenas & Cia”

    Em que ponto eles aparecem, acredito ser a grande pergunta?

    A resposta deve ser “em momentos mais críticos e difíceis”, acredito ser a resposta.

    Talvez por esse motivo não tenhamos observado na Gávea nenhuma figura de destaque nessa função! O máximo que se viu foi uma recente reunião consensual de um grupo de notáveis empresários com um plano de reestruturação do clube, o qual EBM se encarrega de tocar!

    O que na Europa nos parece regra, com donos de clubes injetando dinheiro imoralmente nos clubes (como o PSG) no Brasil felizmente esse fenômeno esta circunscrito a Palmeiras e Fluminense recentemente.

    Reply
    • Nino,
      E no Brasil os rompimentos de parceria dos Mecenas forma trágicos… Lá atrás o Palmeiras/Parmalat, que jogou o clube paulista em uma crise enorme (rebaixamentos e sem títulos por anos e anos) que só foi “regatado” apos o surgimento da sempre investigada Crefisa… No Fluminense, sabemos da crise que se instalou após a saída da Unimed.

      O bom do Flamengo é que caminha com as próprias pernas, bastando ter Diretorias RESPONSÁVEIS que continuará em seu caminho para mandar no país… E o Babel, se vier, será o start para a contratação de jogadores com mais nome do mercado europeu.

      Reply
      • Diego,

        Antes da Parmalat o Palmeiras era inexpressivo no cenário nacional. Havia uma grande simpatia entre Palmeiras e Flamengo ao ponto de um dos filhos (Matheus) do grande Galo ser Palmeirense.

        Acontecia coisa semelhante com o Corinthians, onde as duas torcidas eram praticamente irmãs, isso tudo passou.

        No caso palmeirense a Parmalat mostrou a fórmula para o clube, obviamente com altos e baixos por entrada e saída de mecenas. No momento o Palmeiras parece ter uma fila indiana a candidatos a mecenas.

        Reply
  12. Kleber, boa tarde!
    Quando da nomeação, você disse que conhecia o Noval de longa data.
    Poderia você, por curiosidade, indagá-lo do porque do não aproveitamento do Vitor Gabriel?
    Será que tem algo a ver, com o fato de o passe dele ser em grande parte de uma outra equipe ou é só cegueira mesmo?
    Acho que seria uma pergunta bem pertinente.

    Abraço e obrigado pelo espaço.

    Reply
    • Sidney,
      Apenas a título de informação, o Vitor Gabriel tem 50% dos direitos econômicos vinculados ao Nova Iguaçu; Imagina qualquer clube chegando com 10 milhões para eles??? O que pro Flamengo seria uma mixaria por um bom valor, para o time deles seria cobrir despesas por anos…
      Se forem espertos, podem esperar o garoto estourar no Flamengo e tentar subir de patamar após uma grande venda.

      Reply
      • Diego, boa tarde!
        Eu tinha essa informação sobre o Nova Iguaçu. Minha dúvida é se este é o motivo do não aproveitamento do Vitor. Porque se for, é o caso da diretoria negociar, tentar adquirir um percentual maior e aproveitar o jogador, que a meu ver é um talento raro.
        Obrigado pela atenção.
        Abraço!

        Reply
        • Olha Sidney, falando em tese (pq não conheço o caso do Victo Gabriel) eu cito o caso do Vizeu!

          Vizeu tinha futebol para ser titular do Flamengo desde de 2016, mas nunca esteve nesta posição.

          Por outro lado seu ambiciosos empresários pressionavam ao clube por uma possível, hipotética ou fictícia venda do jogador ao mercado europeu, o que finalmente aconteceu, a preço de banana é bom que se diga!

          A atual diretoria, que errou em vários aspectos dentro de campo, fora de campo no que tange a administração e valorização do patrimônio rubro-negro foi quase 100%.

          Reply
  13. Sidney, amigo,
    A minha relação de amizade era com o pai dele, o grande Renato Noval. Vontade de fazer esta pergunta, tenha a certeza que tenho, porem, eticamente não me sinto confortável. Prefiro deixar claro o que penso através do nosso blog.
    Forte abraço,

    Reply
  14. Boa tarde, Kleber!
    Sei que você sempre faz o possível e o impossível pelo nosso Mengão.
    Torçamos para que eles tenham o senso necessário, para não perder o jogador.

    Obrigado pela resposta e pela atenção.
    Forte abraço!!

    Reply
  15. Goleiro não se pode elogiar, mas esse da França é o melhor da Copa.
    A exceção daquele jogo de “compadres” contra a Dinamarca, a França fez jogos muitos sólidos,com volume de jogo e soube sofrer quando precisava. Ataque muito rápido, meio campo dinâmico. O ponto fraco , pra mim, é o centroavante Giroud. Não gosto dessa coisa de “nove tático”, inventado pelo Tite…Centroavante bom é aquele que faz gols !
    Com esse resultado , ainda estou vivo em dois bolões…

    Reply

Comente.