O “X” do problema

Vi algumas cenas do desembarque da delegação do Flamengo e, confesso que fiquei com o coração apertado.


 

 

Aliás, fiquei com o coração TODO apertado. Estas são cenas quase iguais as de uma briga em família, quando você constata a animosidade entre as partes que você ama do mesmo jeito.

O que será que os jogadores e treinador concluíram com relação ao episódio e, o que será que os torcedores que promoveram o protesto estão pensando agora?

Vamos começar pelos torcedores. A pior coisa do mundo é quando se cria uma expectativa maravilhosa e, o “filme” toma um rumo oposto. A dor é muito pior. E, este é o caso destes torcedores. Imaginaram um resultado, ante tantas contratações, e estão verificando que a realidade é outra. Em síntese, sentem-se traídos.

O treinador e jogadores, pelo que tenho lido e ouvido, estão unidos e, mesmo sabedores de que os resultados estão aquém do que eles também esperavam, sentem-se injustiçados, mas são incapazes de reverter o quadro.

Aí, fica claro o “X” do problema, que pode ser resumido em pouquíssimas palavras: “Falta de liderança”!!! E vou além. Jogador de futebol, independentemente do nível cultural, tem uma sensibilidade depurada. Estes soldados já detectaram a fragilidade do sargento, do capitão e do general.

E antes que alguém interprete de forma equivocada, liderança a que me refiro longe está de truculência ou agressividade. A liderança a que me refiro não é imposta, e sim, reconhecida, e como tal, obedecida.

Quando há autoridade, somada a conhecimento de causa, coragem, ousadia e “savoir faire”, as coisas caminham naturalmente.

Hoje, o Flamengo tem um treinador de 36 anos, sem nenhuma ligação anterior com o mundo da bola, e que está tendo a sua primeira experiência no clube mais importante do Brasil. Conceitualmente, um absurdo!

A vice-presidência e diretoria de futebol, pelas informações das mais variadas, apesar de seres humanos do bem, distantes do que se possa imaginar como lideranças naturais e necessárias.

E, para fechar, o nosso presidente, que tem virtudes inegáveis, porém, todas, infelizmente, passam longe da necessidade do futebol do Flamengo.

Há no ar a possibilidade de uma mudança no comando técnico. Dizem que o presidente é contra, mas que há dirigentes a favor.

Se for para mudar o treinador para tiro tão curto, tem que ter ombros largos e liderança suficiente para compensar tudo aqui já colocado.

Mudar por mudar, trocar seis por meia dúzia, não vai adiantar nada. Se for para mudar, que a mudança seja radical, mesmo que muitos detestem. O momento pede coragem e ousadia.

Além de competência, o que é óbvio, a necessidade de um líder é mais do que clara.

Este é o “X” do nosso problema.

1 Comentário

  1. Foi exatamente o que eu disse no post anterior, prezado Kleber: liderança,experiência, talento.
    Ou seja, no contexto em que estamos, Joel Santana.
    Saudações,
    Carlos Cazé.

    Reply
    • Poxa penso igual a vc neste momento pra 3 meses pro final do ano Joel seria a solução ideal como foi em 2005
      Ele daria um choque no grupo ele fez o Toró ser jogador o que nao faria com o Rodnei por ex.

      Reply
  2. Comenta-se, nos bastidores, que o “x” da questão seria, de fato, Lu”x”a. Honestamente? Me parece uma solução boa a curto prazo. Posso estar desiludido, mas será melhor que o atual “comandante”. Forte abraço

    Reply
  3. Os protestos antes da partida contra o Ceará, no turno, foram bem piores e o Flamengo dali rumou para a liderança do Campeonato.

    Naquela época, a imprensa se alvoroçou inclusive dizendo que Diego e Diego Alves sairiam do Flamengo. Inventaram inúmeros factoides para prejudicar o clube. Não duvido que o façam de novo.

    Reply
    • Henrique meu caro, vc ê um rubro negro por DDD, não sente a cultura carioca do que é ser Flamengo.

      O núcleo da torcida, os torcedores de temperamento sanguíneo, o núcleos da torcida querem Barbieri fora já!

      Outro dia um rubro negro ao lado da minha mesa comentou ter atirado um copo com algo dentro, é que havia acertado o pescoço do Barbieri na derrota do Ceará no Maracanã.

      Só para vc ter uma ideia do nível em que estão as coisas.

      Reply
      • Respeito o comentário, mas não curto esse lance de “rubro negro por DDD”.
        Nasci no RJ e ia no Maracanã desde a barriga da minha mãe, até os 30 e tantos anos e agora moro em Recife, que é o pior lugar do mundo para torcer para o Mengão.
        Contudo, não me sinto “rubro negro por DDD” ou menos flamenguista que o pessoal que mora no RJ.
        É o tipo de comentário que só dá armas para dizer que nossa torcida é de simpatizantes, como vivo ouvindo por aqui.
        Flamengo é Flamengo e flamenguista é flamenguista em qualquer lugar do universo.
        Somos uma torcida que forma uma verdadeira Nação e por isso somos o que somos.
        SRN!

        Reply
          • Qual é a sua opinião sobre a situação atual do nosso Mengão?
            R.: Acho que administraram bem, conseguiram arrecadar bem, mas acabaram gastando mal. Minha opinião é de que era uma das melhores gestões que já vi. Até continuo achando uma das melhores, mas poderia ser muito melhor com o faturamento que teve. Saber faturar é importantíssimo, mas saber gastar também o é, até porque o pessoal vê o Flamengo com $$$ e pede o triplo do que pediria em outro… O ideal seria o pulso de antigamente, a experiência de vestiário / bastidores / negociações com o faturamento / responsabilidade de hoje. Veremos o que as eleições nos reservam…

            Elenco?
            No papel, muito bom. Na prática, razoável para bom. Não deve em nada, exceto ao Palmeiras, ao meu ver, mas lá tem a crefisa e eles sabem o que aconteceu na época da saída da Parmalat…

            Diretoria?
            Acho que respondi acima. Não tem como não elogiar pelos balanços / faturamentos recordes / responsabilidade orçamentária. No entanto, não tem como não criticar por não transformar em títulos e por não saber gastar. Minha tese é de que não resolve no Fla pagar muito de forma fixa. Poderia pagar muito (até mais que muito) por conquista alcançada. As premiações compensariam os maiores investimentos e haveria retorno de bilheteria, sócio-torcedor, etc., etc. Jogador, infelizmente, não funciona tendo um fixo (alto) independentemente de objetivos. A Lei Pelé deixou os clubes reféns dos jogadores / empresários e o clube tem que saber extrair o melhor suco com as frutas que conseguimos…

            Técnico?
            O texto do Kléber de hoje é perfeito na análise. O cara é parceiro dos jogadores. Ademais, novidade no início dá caldo (vide ZR), mas, a longo prazo, os jogadores montam e é só ver o que tem acontecido. Por fim, ninguém põe uma Ferrari na mão de um cara sem CNH…

      • É por isso que o Flamengo será sempre apenas o maior do Rio. Nunca haverá paz, tranquilidade e por consequência grandes conquistas dentro de campo. É tudo 8 ou 80.

        Morar longe do Rio não me faz menos Flamengo. Infelizmente moro em Florianópolis (em termos de Flamengo né, pois a cidade é espetacular) e não consigo ir aos jogos. Só fui uma vez e nunca dá certo de ir novamente. Também gostaria de ir votar, mas enquanto não seguirmos os moldes de Grêmio e Inter, que permitem votos por carta, acho que seguirei sem votar. Talvez se o pleito for num sábado quem sabe.

        Reply
        • Então vai acompanhando a galera formadora de opinião que eu citei Henrique!

          Estamos todos no mesmo barco furado do EBM até o fim do ano.

          Saudações!!!

          ( ͡° ͜ʖ ͡°)

          Reply
  4. Luxa, na minha opinião, tem todos os requisitos para esse momento conturbado e turbulento que vivemos: é vencedor, experiente, ousado, tem personalidade e assim de tudo é rubro negro. Esse conhece a dimensão e importância do Flamengo como poucos.
    Óbvio que Luxa tem seus defeitos como todos, mas pra apagar esse incêndio e ver luz no final do túnel, não vejo outro nome pra isso.

    Reply
  5. A permanência na série A está garantida! Por que não esticar a corda neste momento? Pode rolar um pacto entre o profexo e os “meninos”. Acho que pode dar certo, e se der errado, como diz o tiririca, pior do que está não fica.

    Reply
  6. Nem uma mistura de Guardiola, Mourinho, Jürgen Klopp, Zidane, Ancelotti , São Judas Tadeu e Napoleao Bonaparte da jeito neste time. A solução é mudar quase tudo.

    Reply
  7. No momento somente um nome para dar esse choque: Wanderley Luxemburgo…para tiros curtos, perfeito. Pode ser vetado pelo presidente, porém como o lomba é o candidato da situação.. podemos ter surpresas.
    2019…Renato Gaúcho.. ou Abel Braga.. que por mim seria o preferido.
    Mas o principal problema está em cima e na maneira paternalista e débil que é conduzido o futebol rubro negro.
    A proposito; Bandeira é um ótimo candidato a cargo público no Rio de Janeiro.. entende de finanças e não vai ficar perdendo tempo com futebol…coisa que ele não entende. E nem gosta muito. Talvez esse o motivo de ter dado tão certo sua administração financeira. Como não entende e nem gosta muito de futebol, nunca deu ouvido a apaixonada torcida. Por essas e outras economizou tanto no seu primeiro triênio e no segundo…com dinheiro em caixa..resolveu fazer economia burra com treinador e demais membros do futebol..e se realmente fosse apaixonado pelo flamengo, como eram o presidente e quem dirigia o futebol , em 2000, por exemplo, que entrou muita grana da ISL, ao invés de pagarem a dívida, investiram tudo no futebol e em outras situações mal resolvidas. Para ser um bom administrador não pode ter paixão..emoção..tem que ser totalmente razão. E por não ser apaixonado com Flamengo…Bandeira.conseguiu.
    Mas nós torcedores..não somos assim.
    Pena.

    Reply
    • Liliano,
      A problema do EBM é não saber DELEGAR. Se ele tivesse colocado o futebol nas mãos de um Dirigente experiente, ouso dizer que sairia no final de 2018 como o melhor Presidente da história do clube… Pena ter preferido abraçar o futebol, campo que desconhece por completo.

      De todo modo, tratando de administração e honestidade, o vejo como boa opção para Deputado Federal, ainda mais em um cenário político nacional de calamidade…

      Reply
      • Diego,

        Mas ele delegou em 2016! É só vc estudar as ligações que o Godinho tinha que vc vai chegar ao nome de um grande querido e ilustre benemérito do clube.

        Mas mesmo quando delegou interferiu negativamente e cabalmente, como foi o caso da efetivação do ZR.

        Tá certo que o ZR até deu um caldo, mas ninguém duvida que com o Abel as probabilidades seriam bem mais amplas e prováveis.

        Eu estou fazendo campanha eleitoral para o EBM se eleger Deputado Federal, o melhor para nós é que ele vá mesmo para Brasília e fique bem longe do Flamengo.

        Saudações!!!

        Reply
  8. Andre, amigo,
    Desculpe, mas isto aqui é Flamengo!!! Com certas deficiências, é verdade, mas parelho a qualquer time brasileiro. O nosso problema, desculpe, está fora das quatro linhas.

    Bruno, MT, amigo,
    Difícil responder. Neste momento, ante flagrante falta de liderança fora das quatro linhas, no gabinete e no vestiário, neste tiro curto, alguém com autoridade, competência e , com história no futebol e no clube. Wanderley ou Joel. Ou, Wanderley e Joel. Por que nao?
    Forte abraço para os dois.

    Reply
  9. Caríssimo presidente,
    Eis as mudanças que eu faria até o final do ano:

    Goleiro: D. Alves
    Lateral direito: Willian Arão
    Zagueiro: Rodolfo
    Zagueiro: Leo Duarte
    Lateral esquerdo: Trauco
    Cabeça de área: Cuellar
    Cabeça de área: Pires da Costa
    Armador: Diego
    Atacante pela direita: Éverton Ribeiro
    Atacante pela esquerda: Paquetá
    Atacante central: Vitinho

    Técnico: Luxemburgo
    Tática: 4-2-1-3 (atacando)
    Tática: 4-4-2 (defendendo)

    Mudanças já!!!!

    SRN

    Reply
    • Orlando, sinceramente!

      Para ser “arame liso” acho ridículo jogarmos com um volante!

      O meio de campo do Flamengo é hoje a Casa da Mãe Joana! Os meias e atacantes adversários passam de passagem por ali meu caro!

      Se o ataque esta uma bosta, se o esquema tático não funciona, se o técnico perdeu o vestiário, não sabe mexer, não sabe alternar o jogo, pelo menos fecha a Cazinha e joga na marcação!

      Saudações!!!

      Reply
      • Caro Nino,
        Creio que concordamos quanto a questao de que termos somente um volante torna o nosso meio de campo vulneravel. Se observar novamente, vai perceber que escalei dois volantes, justamente por conta dessa vulnerabilidade. Tendo dois volantes, nos daria tambem a possibilidade de liberar um pouco mais nossos raros talentos, como Everton Ribeiro (que vem se matando na marcacao e quando chega o momento de criar, ja nao tem mais pernas) e os laterais. Daria tambem a possibilidade de ver os tres ou quatro da frente (Diego, Paqueta, E.Ribeiro e Vitinho) mais soltos para trocas de posicao.
        Bem, assim penso.
        *perdao pela ausencia de acentuacao.
        SRN

        Reply
  10. Sou totalmente contrário por manifestações em aeroportos, centro de treinamentos e outros ambientes de trabalho e de descanso do profissional. Quer fazer manifestações, vá ao estádio, compre seu ingresso e la sim podemos cobrar. Não ajuda, não soma nada, fazer pressão nos profissionais e no mundo atual causa perplexidade, já que o mundo está muito violento. Manifestação em local de trabalho por jogo de futebol é algo lamentável, mas aconselho quem tem tanto tempo assim ocioso, ir em unidades de saude e la criticar o quanto o cidadão pobre sofre em filas para atendimento, mesmo fraco e debilitado. Vá na ALERJ e faça manifestações pela atuação ridicula da maioria de nossos representantes que na realidade representam a si mesmo. Rede social virou local de embate e não de debate, somos um povo sem educação, sem respeito por quem pense diferente da gente.

    Reply
  11. Caros Kleber e amigos,foram inaceitáveis as atitudes daquêles “torcedores” no aeroporto.Ameaças,xingamentos,posturas inadequadas para pessoas civilizadas.Quem viu estabeleceu logo a relação,são a torcida do Flamengo !!!
    Estas reações não produzem benefícios nenhuns !!!
    O time vai jogar mais? Vai correr mais ? Duvido …
    Vivemos momentos díficeis.A união é necessária.O FLAMENGO é um só !!!!!!!!!
    Abs.

    Reply
  12. “O que será que os jogadores e treinador concluíram com relação ao episódio??” NADA ! Pois esse atual grupo de jogadores, com raras exceções, é um bando de mercenários. Hoje, o Flamengo paga bem e em dia, coisa rara no Brasil, e isso pra eles isso já basta…
    Quanto ao Estagiário, isso não tão é novo pra ele, deve ter se borrado de medo sim, pois, como uma franga, saiu correndo de medo do Serginho Chulapa, imagina ontem…?
    Todos que acompanham o Flamengo , nos últimos 04 anos, sabem que falta comando , planejamento, liderança, falta Homem pra “falar grosso” com os jogadores mercenários…
    A solução a curto prazo? Contratar um treinador de verdade ajudaria, mas penso que o ideal seria suspender o pagamento de salários por dois meses, levar o time pra treinar na Gávea, com a torcida cobrando de perto e por o time pra treinar pela manhã, jogador de futebol odeia isso…O ano já acabou pro Flamengo, com sorte, ficaremos no G6….
    Porém , o pior de tudo nessa historia foi ter a impressão que a própria torcida já acomodou se com o atual fracasso do time, uma vez que no aeroporto tinha apenas 1 dezena de torcedores…
    Parece que o bando da chapa azul esta conseguindo até contaminar o maior patrimônio do clube: a Torcida…
    Que venham as eleições !

    Reply
  13. “O torcedor DDD”

    Brasília é o melhor exemplo de torcedor DDD, um público apaixonado pelo Flamengo porém com comportamento de público de teatro.

    O mesmo vêm ocorrendo com a própria torcida local rubro negra devido a majoração dos preços dos ingressos, entretanto esse público não é chamado de DDD e sim de “Torcida Self”.

    A Torcida Self é em minha opinião desinteressada em assuntos mais profundos do clube, estruturais.

    Já a torcida DDD antes de formular opiniões precisa entender qual é o sentimento do momento, o que pensam os rubro-negros que vivem na cidade, o que eles falam e comentam. Caso contrário os comentários saem anacrônicos.

    O melhor exemplo de torcida DDD perfeitamente inserida no Espírito Rubro Negro reinante, sanguíneo, são as lives do pessoal do Coluna Do Flamengo cujos os participantes estão em Ackuland, Brasília, Ceará e outras capitais pelo Brasil e no mundo.

    Paparazzo Rubro-Negro, Gustavo Henrique, Deco SRN, Urubu-Cam, são exemplo do sentimento atual do momento do clube, do ponto de vista da torcida.

    Então o problema não é ser DDD ou Selft, o problema é a absolvição da cultura reinante, do sentimento geral, atualizado que forma a hegemonia cultural. Neste ponto não tem nenhum rubro-negro carioca em defesa do EMB e do Barbieri…

    Saudações!!!

    Reply
  14. Mais uma vez o Bandeira que não sabe nada, interferindo no futebol . Só Deus mesmo ! Desculpem a todos mas tem umas coisas que não da para engolir,como podem achar que o Rever não é um bom zagueiro,perguntem a qualquer profissional o que eles acham do Rever , tenho certeza que irão dizer que é um zagueiraço. Mas se alguém tiver com saudade de César Martins e Wallace eu lamento.

    Reply
    • Rever que quando veio era reserva do Paulão no Inter. Rever que campeão e capitão na Libertadores 2013 no Atlético foi dispensado; será porque? hj é um zagueiro lento, geralmente chega atrasado nos botes e precisa de alguém pra protegê-lo. Ex claro contra o Ceará, qdo o volante saiu,ele saiu na caça do atacante e tomou o drible desconcertante. Não consigo entender como alguém vendo o jogo atentamente não consegue enxergar isso. Além disso, aí já e´ impressão, parece ser uma liderança (junto ao Diego) que não é benéfica pro time.

      Reply
  15. Kleber,eu sumi do blog pq precisei digerir tudo em alguns dias…..depois de raciocinar sobre isso pensei alguns aspectos que acho bom enumerar:tanto Luxa quanto Joel não seriam a solução vide que em um primeiro momento até poderiam produzir algo diferente mas isso empolgaria a torcida o que acabaria fazendo a renovação de ambos e já começaríamos um 2019 enfraquecidos:Joel encheria o time de volantes e Luxa entraria em embate com a equipe rápido…..a melhor solução eh a contratação de Abel ou Renato para o ano que vem é um choque de ordem no estagiario e na sua trupe….não eh possível que não tenham sangue nas veias para dar resposta:em relação ano que vem devem permanecer:Diego Alves,os zagueiros(mas precisa contratar um pelo menos para ser titular)e o resto disputar posição;Cuéllar,Diego,Paquetá se não for vendido;Éverton Ribeiro e Vitinho;Arao se não for vendido ou moeda de troca….o resto pode trocar tudo!!!

    Reply
  16. Até agora temos mais de 30 comentários e as opções são Joel Santana e Luxemburgo.
    Faltam opções? Falta criatividade? Ou falta coragem de bancar o projeto até o final?
    Era para ter mudado na paralisação da Copa do Mundo.
    Mudar agora não vai adiantar porque o time não tem tempo para treinar, então o treinador não consegue fazer mágica.
    Barbieri tem conhecimento, mas não tem experiência. Ainda assim, acho que mudar agora não adianta, a não ser que Abel Braga aceite, o que eu duvido.
    Luxa e Joel Santana não.

    Reply
  17. Os problemas são tantos que cada um aqui tem a sua opinião. Mas precisamos ser mais sensatos. Por que acreditam que o Luca aceitaria fazer tampão até o fim do ano? Narcisita do jeito que ele é? Duvido… Joel também não aceitaria. Ia querer os louros por uma eventual recuperação.

    A questão, a meu ver, é a falta de alguém pra cobrar os jogadores como funcionários bem pagos do clube. Isso é o que não temos atualmente. Melhor botar o Juan de treinador até o fim do ano. Acaba a carreira de jogador, começa a de treinador e dizem que tem moral com o elenco. Basta provar. Sem falar que sabe muito de bola e de Flamengo, além de ter sangue RN.
    O time, pra mim, tinha que jogar em 442 de novo, 2 volantes, 2 meias, laterais passando cobertos pelos volantes, meias lançando e dupla de ataque. Isso faria p time funcionar de novo, pois o Flamengo, jogando em 4141 ou 433, é totalmente previsível, facilmente marcável e sem efetividade. Ah, sim: também precisamos que os nossos “atletas” aprendam a chutar de longe. Falta um Renato Abreu nesse time (olha o nível da frase…).
    SRNs!

    Reply
  18. O Ricardo Marques vai apitar fla x Corinthians, aquele que adora aparecer nas costas dos jogadores. E os auxiliares de sábado são paulistas, todo mundo passa o pinto na cara do EBM mesmo. E agora a pouco no lançamento da candidatura do lomba, o mesmo disse que vai trabalhar com pulso forte e manter os bons resultados. Kkkkk é rir pra não chorar viu.

    Reply

Comente.