Quem é quem no Flamengo. Chegou a hora de saber

Amigos,

Li que o presidente do Conselho Deliberativo do Flamengo abrirá um inquérito para apurar a venda de Paquetá.

Li e, não acreditei. Como alguém que é candidato de oposição, a vice-presidente do clube, utilizando o cargo de presidente do Conselho Deliberativo, assume tal postura?

Isto é pra lá de antiético. Isto é vergonhoso. Maldade pura… Até porque, aqui pra nós, quando se fala em abertura de inquérito, quem é que não imagina que haja alguma patifaria?

E, aí está a maldade. Esta diretoria, comandada pelo Eduardo, teve inúmeros acertos e um único e gravíssimo equívoco, qual seja, a total falta de sensibilidade para tocar o nosso futebol. Agora, querer pegar um episódio, realmente digno de críticas no seu encaminhamento, e transformar isto em uma possibilidade de patifaria, vai uma distância enorme.

Da mesma forma que critico a falta de sensibilidade no trato do futebol por parte desta turma que dirige o clube, não tenho nenhuma dúvida com relação à lisura com que todos eles tratam os interesses do Flamengo. Aliás, está na cara de todos que lá estiveram e dos que ainda estão.

Portanto, mesmo crítico pelo açodamento na venda de Paquetá, achei um exagero, com pinceladas contundentes de maldade, se abrir um inquérito para este caso. E, pior ainda, na medida em que quem propõe a abertura do inquérito é um candidato da oposição, ocupando o cargo de presidente do Conselho Deliberativo que, em última análise, é quem julga. Que maldade, que injustiça, que grosseria…

Conto tudo isto para dizer que, em um grupo composto por inúmeros rubro-negros, externei, de forma sucinta, este meu ponto de vista. Reproduzo agora, o que escrevi e, o que veio como resposta do presidente do Conselho Deliberativo, além claro, da minha tréplica. O debate não prosseguiu e vocês saberão o motivo lendo o que vem a seguir.



Por hoje, para finalizar, prometo para amanhã, um vídeo, olho no olho,  para que todos possam avaliar, com absoluta precisão, quem é quem no Flamengo.

Forte abraço a todos.

1 Comentário

  1. Presidente está bem claro que a oposição está usando de golpes baixos e covardia para tentar vencer as eleições. O pai do candidato a vice da oposição, vendeu o Zico para a Udinese e além de ter traido o Marcio Braga na ocasião. Então de pilantragem conhece bem. Eu sou o candidato do Bandeira que levantou o clube e sei que o futebol não chegou ao que sonhamos, mas sei que o presidente é competente e serio, diferente de algumas pessoas que andam loucos para ter o orçamento em mãos e a caneta para assinar. Depois do video, vamos levar o problema para as redes sociais e mostrar quem são os oposicionistas que não tem compromisso com o clube.

    Reply
  2. São situações como esse que veja na oposição o mais do mesmo, acompanho no twitter muitas críticas, palavras negativas, parecem que não estamos no mesmo barco chamado Flamengo.
    Uma pena em que se tornou a eleição 2018 e isso deve refletir no gramado. Vamos ter fé que não.
    Em frente Mestre Kleber. Fé e sucesso.
    Abs de Natal/RN

    Reply
  3. Oposição irresponsável, é desse jeito que se quer unir o clube?

    Tinham todo direito de criticar, daí até um inquérito eleitoreiro…

    Vergonha e não é a primeira vez!

    Reply
  4. Caro Kleber
    Vou ratificar o que sempre falei, o sr. Bandeira de melo fez duas excelentes gestões, com a ressalva em relaçäo ao futebol. O Flamengo hoje tá melhor que ontem e amanhã será melhor que hoje. O clube, com pequenos ajustes, estará preparado para futuro. Salarios atrasados, falta de estrutura, isso é coisa do passado. O temos que evoluir é na questäo uniâo. O Flamengo é muito desunido. Muitas perseguições. Essa abertura contra o EBM é ridicula. E o pior, o torcedor viaja junto. O torcedor esquece que EBM é um dos grandes reaponsavel por essas transformações do Flamengo. É lógico que ele teve ajuda de muita gente competente. Hoje, por exemplo, o wallim critica o EBM, mas quando comandou o futebol fez um monte de cacas. Então, temos que valorizar o que foi bem deito e corrigir o que não foi. E todos torcendo para uma só nação.
    SRN

    Reply
  5. Caro presidente,
    Absurdo completo o presidente do CoDe, em plena campanha eleitoral, sendo vice de uma das chapas, entrar com uma ação contra SUA oposição. Aonde está a coerência nisso? Cafajestagem pouca é bobagem!!!

    Reply
  6. Kleber, já disse aqui antes e repito. É por essas e outras que mesmo sendo amigo pessoal de Wallin e Strauss não apoio a conduta dessa chapa.

    Há que se deixar claro que abrir um inquérito por esse ou qualquer outro motivo que atente para qualquer dúvida de conduta dentro do Flamengo, nem de longe, é ou possa ser considerado ilegal. Mas o motivo é baixo,fútil e mesquinho.

    Portanto, nesse caso, sou a favor sim do ” QUEM NÃO DEVE NÃO TEME” e enfrentar de peito aberto e cabeça erguida tais picuinhas.

    Há uma fome de poder para se tornar presidente do Flamengo. Há uma fome de protagonismo.

    Se o Flamengo ainda não é o que todos esperamos, por outro lado está bem distante de quando Bandeira entrou em 2013. Hoje o Flamengo é um clube solúvel e desperta a cobiça à presidência.

    Vamos esperar os próximos episódios desse filme de terror.

    Reply
  7. De fato, Seria saudável a pratica da desincompatibilização.
    O conflito de interesses é óbvio, no caso, e como um princípio é inconteste que seja tão, ou mais, cogente que uma dispisição estatutária expressa.
    É dispensável, totalmente, que uma ressalva extresss a impedir qualquer mandatário de agir no interesse próprio como titular de um poder do qual um mandatário.
    De se acrescentar que a auto tutela deverá, liminarmente, Impedir o titular de mandato de atuar no interesse próprio, em nome dos seus mandantes.
    O conflito é óbvio, na circunståncia, e desqualificaria os atos que o mdirigente viesse, eventualmente, a praticar.
    É o que penso. SRN
    Helio

    Reply
  8. O que nosso Guru esperava????
    A única razão que justifica o nome do Rodrigo estar em pauta, é justamente ser o vice do Landim e, ser o filho do presidente que vendeu o maior ídolo da história do Flamengo, contra a vontade do jogador…
    Além é claro, quando foi vice do Edmundo Santos Silva, ter limado Romário do Flamengo, juntamente com Gilmar Rinaldi…

    Craque afirma ter conseguido patrocínio para permanecer no Rubro-Negro, mas diz que vontade de Antônio Augusto Dunshee de Abranches era mesmo negociá-lo

    “Claro (que não queria sair), porque não tinha motivo nenhum para ser vendido, eu estava muito bem no Flamengo. Não tinha porquê de eu querer sair.”

    “Romário bateu boca com Gilmar Rinaldi, que brigou com Eugênio Onça, que detesta Rodrigo Dunshee que quer ver Romário longe do Flamengo o quanto antes.
    As declaraçoes do vice-presidente Rodrigo Dunshee contrárias à permanência de Romário – publicadas pelo Jornal do Brasil no dia do jogo contra o Cruzeiro _ deram origem a uma cartilha, baixada pelo presidente do clube. “Os vices receberam uma circular. Agora, só quem fala pelo Flamengo sou eu.”

    Em suma! Um vendeu o maior ídolo da nossa história e, seu filhote, demitiu o maior artilheiro da história do Flamengo – jogos/gols – com endosso de Edmundo e Gilmar Rinaldi…
    É “isso” que teremos como uma gestão conciliatória e moderna em 2019.
    O mais do mesmo, com a volta de algumas figurinhas que desprezaram por completo nosso futebol, assim que assumiram em 2013…

    “Agora só me resta pedir a ajudar de todos, principalmente da torcida. Nunca pensei em entrar para a história como o presidente que vendeu Zico – afirmou Antonio Augusto Dunshee de Abranches, em reportagem publicada por “O Globo” em 2 de junho daquele ano.

    PONTO!!!!!

    Reply
  9. Kleber,na verdade eu não sou mt afeito a politica e a estratagemas mas agora lendo os comentarios dos colegas,eu que queria a vitória da oposição ja estou pensando de maneira diferente….como estão agindo de maneira baixa!Gostaria na verdade de uma coalizão,pois o Flamengo administrado de forma SÉRIA como fez EBM e com gente que ENTENDA de futebol(pecado dele pois não entende bulhunfas) o flamengo nadaria de braçadas largas ao protagonismo no país e em companhia ao Palmeiras(enquanto a CREFISA se mantiver)….ali eu vejo como o ego do ser humano é complicado,Flamengo somos nós,o que essa raça quer é poder.SRN

    Reply
  10. Caro Kléber e amigos!
    No Flamengo tudo é radicalmente diferente. Pedra é sinônimo de pedrada e tijolo de tijolada. Parece também que vender é sinônimo de roubar. No Flamengo qualquer sentimento de disputa se transforma em guerra e mais, antes o meu do que qualquer esforço pelo coletivo. O Flamengo é um vulcão em erupção sempre.
    Sempre faço elogios ao trabalho do EBM nas finanças e no futebol faltou um dirigente do quilate Kléber Leite no seu comando, daí, tantos fracasos. Faço sempre essa comparação. No caso do Paquetá e de qualquer outro jogador do futebol brasileiro, pouco se pode fazer para segurar após uma investida do futebol estrangeiro. Bobagem pensar diferente. Bobagem ainda é pensar que o jogador queria ficar no Flamengo. Aprendi que o sucesso vem acompanhado da boa vontade e sendo assim, iríamos sofrer juntos, torcida e o jogador insatisfeito.
    Uma pena que na reta final do ano ainda tenhamos que conviver com essa nova crise.
    Definitivamente parece ser o Flamengo a porteira da aparição de alguns.
    Seria bom que adiante os seus autores tivessem ideias que fosse em benefício do futebol e não de interesses pessoais.
    O Flamengo é maior que todos eles e todos nós.
    SRN

    Reply
  11. Kleber, acho que o Helio P Ferraz tocou na questão crucial do caso. Trata-se do evidente conflito de interesses que envolve a candidatura e o exercício de Poder no clube. O estatuto deveria prever tal situação, por demais obvia, obrigando o candidato a se afastar do cargo.
    Quanto à situação em si, sou favorável ao inquérito. Para começar, acho que se nao ha nada errado, nao ha porque temer. No entanto, sou contra a divulgação midiática irresponsavel pelos motivos abordados pelo Kleber neste post. Segundo, a venda do Paquetá foi estranhíssima. Tal açodamento soa mal. O cara esta perto de deixar o cargo e vende o principal jogador da equipe, com contrato ate 2020 e desconto de 30% do valor da multa. Iguala-se assim a Antonio Augusto Dunshee de Abranches e a Edmundo Santos Silva. Terceiro, importante pensar a forma pela qual a venda foi feita, em prestações. Nos sempre temos que pagar os reforços de peso a vista, mas ultimamente resolvemos financiar os outros. Já aconteceu com o Cruzeiro e agora, o Milan. Casas Flahia? Finalmente, nao da para votar em quem nos ultimos 6 anos perdeu tudo que disputou, com um orçamento enorme. A chave esta em melhorar o estatuto. Deveria prever a desincompatibilização de quem disputa as eleições e proibir qq venda de ativo do clube nos ultimos 6 meses antes da eleicao sem permissão do Conselho Administracao. Para mim, a atitude do Eduardo foi reprovável. Por uma questão de responsabilidade, a questao deveria ter sido discutida antes. Em 2019 estaremos com esse time horroroso que ele nos deixa, com varias barangas com contrato ate 2022 e sem o principal jogador. Alentador, nao?

    Reply
  12. Kleber,

    Estou no exterior acompanhando uma etapa do Mundial de VOLÊI de Praia.
    Li a troca de mensagens dentro do grupo de WhatsApp, acho que debater, discordar, criticar tudo é válido pois temos paixão em comum, agora o que eu fiquei horrorizado é de que vc e eu fomos excluídos do grupo, nunca vi tanta indelicadeza.
    No momento político que o nosso país atravessa onde tanto se fala em democracia e liberdade de expressão, este grupo do Flamengo demonstra que não se pode discordar e muito menos ser amigo de quem discorda.
    Eu concordo integralmente com o texto do Helio Ferraz.
    E sou daqueles que sempre vou torcer para que os bons dos 2 grupos possam estar juntos pelo bem do Flamengo.
    Abraço

    Reply

Comente.