Vitória Santa

Valeu pelo primeiro tempo e pela presença de São Judas, em Brasília.

A aposta de Rogério Ceni acabou dando certo. Arão foi bem de zagueiro e ajudou muito, no primeiro tempo, na saída de bola. Diego, impecável na meiuca. Aliás, tirando a timidez do nosso lateral direito, nos 45 minutos iniciais, deu para lembrar um pouquinho do time do doce Portuga.

Como, via de regra, a competência é premiada, São Judas entrou em campo e, em trapalhada hilária dos zagueiros palmeirenses, chegamos ao gol.

No segundo tempo foi flagrante o declínio físico do time, fato comentado por todos. Só que, não foi só o Flamengo que cansou. O Palmeiras, também.

Quando o jogo tomou um rumo perigoso, pois um gol poderia acontecer para qualquer dos lados, veio o nosso segundo gol, que matou o jogo.

Bruno Henrique tomou cartão amarelo tolo e, como resultado, não jogará domingo contra o Athletico Paranaense.

Por falar em Bruno Henrique, só em uma oportunidade o nosso rei da velocidade partiu para o mano a mano. Parece que está sem confiança.

O resultado coloca o Flamengo no páreo e tira o Palmeiras. Agora, será jogo a jogo, três pontos a três pontos.

E imaginar que só entre Ceará e Atlético Goianiense deixamos 11 pontos para trás…

O que importa é que estamos na briga e a confiança, sempre fundamental, está voltando.

Fé também é importante, mas Pepê exagerou. Na entrevista quase rezou uma missa.

Muita alegria!!!

VITÓRIA SANTA!!!

Dor dupla

Peço desculpas a todos os companheiros e amigos do blog, mas como formamos uma família, o ombro de vocês é fundamental neste momento de dor e saudade...