Alô Tite!!! O futebol mudou!!!

O Brasil perdeu para a Argentina por 1 a 0, quando o placar justo deveria ser de três ou, quatro…

Impressionante a mesmice, os mesmos jogadores, como se a seleção fosse uma confraria.

Já dizia João Saldanha que, “seleção é momento”. Eu acrescentaria – e, para isto peço licença ao grande mestre – para somar em função do que hoje ocorre no nosso futebol, duas palavrinhas: sensibilidade e…ousadia!!!

Esta atuação pífia diante da Argentina que soe como mensagem definitiva para Tite que, se não acordar vai “dançar”… Será que não dá pra ver que alguns jogadores já deram?

As eliminatórias estão chegando e, o primeiro dever de casa do nosso treinador é olhar com mais cuidado e carinho para os jogadores que estão arrebentando por aqui.

Olho a seleção e comparo com o nosso time. Não há na seleção um jogador que desarrume a defesa adversária. O Flamengo tem Éverton Ribeiro.

Vendo os jogadores de meio da seleção, não há como não dizer que Gérson é melhor do que todos que lá estão, juntos!

E na frente então, é brincadeira. A nossa dupla, é longe, melhor do que todas ultimamente convocadas.

E, ainda não entrei no tão importante quanto. Comparar a postura do nosso time com a seleção, aí é de chorar. E, vejam bem: O nosso Mister faz a roda rodar e, muitíssimo bem, com o material humano disponível.

Tite, por seu turno, tem o time que quiser. Basta convocar…

O momento requer mudanças imediatas na seleção. Na parte tática e, principalmente, na competência em convocar.

Se Tite não se ligar, a tomada dele será, obviamente, desligada.