Estratégia correta

Como para frente é que se anda, melhor esquecer o que já passou e pensar no que vem pela frente. Desta forma, passando uma borracha no que foi decidido até agora como estratégia, a conclusão a que chega o nosso pessoal do futebol é, sem dúvida, absolutamente coerente.

Neste meio de semana, contra o Fluminense, vamos com o time principal. Duas boas notícias: Gabigol nada teve de grave, e Vitinho estará à disposição de Abel.

Se empatarmos ou perdermos para o Fluminense, o jogo próximo será contra o Peñarol, dia 03, quarta-feira. Se vencermos o Fluminense, seja quem for o adversário no domingo (Vasco ou Bangu), dia 31, o time será totalmente composto pelos jogadores reservas.

Olhando para frente – e tendo a Libertadores como meta prioritária – a meu conceito, a decisão que está sendo tomada é pra lá de coerente.

Para encerrar este papo: este regulamento do Campeonato Carioca é tão louco que pode ser que haja um momento em que, perder, visando o futuro, pode ser, tecnicamente, melhor do que vencer.

Este jogo seria, mais na frente, contra o Vasco. Aí, o Fluminense estaria eliminado e iríamos para a final, em dois jogos, contra o Vasco. Neste caso – é o lado ruim – o Vasco jogaria por dois resultados iguais.

O regulamento, apesar de louco, é esse e, é com ele que temos que conviver. E, com inteligência…