Flamengo 2 x 1 Cruzeiro – Notas

Seguindo o que já é uma tradição por aqui, seguem abaixo as médias atribuídas pela família do blog aos jogadores que participaram da importante – e emocionante – vitória do último domingo, perante o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro.

cruzeiro-medias


Abaixo apresentamos as médias dos jogadores em todos os jogos avaliados, porém, por questões de visualização, apenas as cinco últimas partidas são mostradas. Para ver as médias de todos os jogos, basta clicar aqui e acessar a tabela completa no Google Drive (sugestão do amigo Fausto Madeira).

medias-cruzeiro


E finalizando, o gráfico com a média geral do plantel rubro-negro.

grafico-cruzeiro

1 Comentário

  1. Presidente,

    Não pude acompanhar a nossa ultima vitoria, mas baseado nas notas de nossa familia, observo um dado interessante, e que talvez possa ser melhor explorado pelo senhor! Como Arão caiu de produção. Depois dos boatos sobre sua convocação (que nao aconteceu), ele vem jogando bem abaixo do que estavamos acostumados, exceto o jogo contra o figueirense no Pacaembu.
    Será que essa noticia mexeu com sua cabeça? Ou o fato do Zé Ricardo ter deixado ele mais preso a marcação?
    Sinceramente acho bem curioso esse fato e creio que cabe esse debate!

    Abraços!

    Reply
  2. Esse gráfico mostra uma realidade insistentemente debatida por nós aqui mas que não altera nada no campo. O Gabriel é o que tem a menor média entre os títulares, perdendo inclusive para os que entram durante o jogo, mas permanece intocável na titularidade.

    Reply
  3. Caro Herder, e no preconceito não vai nada, tem um participante que mesmo que o Gabriel jogue bem , o sujeito lhe atribui sempre uma nota baixa, essas notas estão muito longe de ser uma radiografia perfeita do que acontece no campo de jogo, outra vítima de preconceitos é o eficiente M.Araújo, que tem menor média do que o Cuellar, que ainda não disse ao que veio até agora, o ótimo goleiro Muralha, apesar da excelente média, tb tem os seus desafetos por aqui….

    Reply
    • Não entendi a colocação do preconceito, não vejo nada disso.
      Agora, se o Gabriel é titular deixando no banco jogadores como Alan Patrick, Mancuello, Cirino (esse não engrena mesmo), Sheik, Damião, Vizeu, e por aí vai, sem levar em conta a posição, ou é porque esse menino joga muita bola e nós não entendemos nada de futebol, ou nosso técnico é teimoso, ou nossa diretoria é muito incompetente para gastar milhões se a solução já estava em casa.
      Definitivamente, não vejo nada nesse rapaz. Não sabe driblar, não sabe cruzar, não sabe chutar, sendo assim, não tenho como gostar de um jogador meia boca. Mas respeito quem goste e se estão gostando. Mas pelas notas, vejo que a maioria não o aprova.

      Reply
      • Helder para o esquema que vem dando certo, precisamos de um ponta direita que saiba defender e atacar. Temos 2 opções: Cirino e Gabriel, Gabriel consegue fechar o canto direito.

        Reply
  4. Caro Kléber e amigos! Em linhas gerais todos estão indo bem, quem entra de primeira e também no decorrer dos jogos. É natural que muitos não gostem do Gabriel e assim foi com o Márcio Araújo. No caso do Gabriel, depois dele, embalamos uma sequência de vitórias. Como foi o Pará no passado e outros tipo Fernandinho, Alan e Vaz, vou preferir o voto de confiança e o incentivo em forma de reconhecimento a quem se cansa e se doa muito, para que Diego e outros possam criar. Ainda bem que o ZR tem personalidade e sabe conduzir o elenco que temos hoje. SRN e precisamos confiar mais!

    Reply
  5. Presidente,

    Descobri recentemente seu blog e todos os dias, como flamenguista que sou, a primeira coisa que faço logo cedo é ir na pagina do maior do mundo ansioso para ver novidades, qualquer que seja, uma foto dos jogadores ou da nossa linda e maior torcida do mundo… Em seguida na minha desenfreada ansiedade para se ter mais notícias, venho aqui no seu blog pq terei alguma coisa que me aproxima mais do Mengão, mesmo morando a mais de 1000 km do Rio, Montes Claros no Norte de Minas Gerais, quando entro aqui me sinto em casa… Isto mesmo, em casa… pois o Sr, com todo respeito, é um elo entre o Flamengo e a torcida mais distante. O senhor faz parte da história do nosso clube e aqui sinto uma irmandade inexplicável, coisa de AMOR E PAIXÃO por ser FLAMENGO! Muito obrigado pelo ótimo blog e pela alegria de ter colocado no Flamengo e no auge da carreira, o MAIOR baixinho do mundo no comando de ataque em 1995… SRN sempre!!!

    Reply
  6. Boa noite Robert. Obrigado por mais esse trabalho que nos dá tanto prazer em acompanhar e avaliar.

    De fato o Gabriel destoa como titular, embora eu reconheça que ele fica muito preso e talvez limitado às recomendações táticas que o Zé Ricardo o impõe.

    De resto continua um time muito competitivo.,

    Reply

Comente.