Tarde infeliz dos treinadores

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

E parece que eles combinaram. No primeiro tempo, o treinador do Atlético trabalhou para o Flamengo. No segundo, o treinador do Flamengo trabalhou para o Atlético.

O time do Atlético começou o jogo escalado de forma totalmente confusa, com o meio de campo inteiramente vulnerável, isto sem falar nas opções individuais equivocadas. No segundo tempo, tudo foi corrigido.

No Flamengo, exatamente o contrário. Time muito bem escalado, jogando um primeiro tempo quase perfeito, com Guerrero muito bem no jogo, Diego ativo e, a dupla Gabriel e Fernandinho, incansável na marcação, fechando o meio e criando um monte de jogadas pelas beiradas do campo.

O placar de 1 a 0 para o Flamengo nos 45 minutos iniciais, foi magro. A vantagem poderia ter sido maior.

Veio o segundo tempo. O treinador do Atlético mexeu no time e corrigiu seu equívoco na escalação. O nosso Zé Ricardo, em tarde infeliz, trocou Gabriel por Emerson, e Fernandinho por Alan Patrick. Um desastre!!!

Será que o Zé esqueceu do jogo contra o Corinthians? Caramba, o jogo foi domingo passado. Será difícil concluir que, apesar do esforço, Emerson não dá mais e, que Alan Patrick não foi feito para este tipo de jogo?

Entre todos os jogadores do Flamengo, tenho por Emerson um carinho especial, afinal, eu que o trouxe quando aqui ninguém o conhecia. O tempo passou. O meu carinho por ele continua igual. Diferente e, fácil perceber, é que o futebol do Emerson que nos encantou, ficou no passado. Por que insistir tanto?

Menos mal que no finalzinho, a sorte que faltou durante todo o jogo, deu o ar da graça e empatamos.

De tudo, o melhor foi Guerrero. Bela partida…

Se ainda houvesse no Rádio o programa “Bola de Fogo”, Guerrero iria para a suíte Champion e os dois treinadores iriam para a Pensão da Cremilda…

1 Comentário

    • Vamos chamar o Muricy, acha melhor? Ou podemos ter o Oswaldo de Oliveira, o Luxemburgo, o Levir Culpi tá ai…Se vc acha que estes Sr.s farão um trabalho melhor…eu duvido!

      Reply
  1. Flamengo jogou mto no primeiro tempo, gostando ou não os melhores jogos do Flamengo foram com Gabriel em uma ponta e Everton/Fernandinho em outra, não sei se isso eu bom ou ruim. Com relação às alterações de Ze, foi muito infeliz, porém como o Marcelo colocou o time todo pra frente, entendo a opção do Ze por AP,com o objetivo de segurar a bola e cadenciar o jogo, poderia dar certo, infelizmente não deu.

    Reply
    • Concordo plenamente, amigo Elson…
      O que temos que analisar mais uma vez, vencendo o jogo por 1×0, com o Galo absolutamente sob controle, acontece um lateral em que houve falta clara no MA e, RÉVER infantilmente, como se fosse um sub 15, abraça e da uma gravata no catimbeiro Fred, na cara do juiz… logo quem!!!!!
      Mais uma vez erros individuais derrotam nossas pretensões. Cascudo como é, não pode cometer uma falta tão infantil, num arremesso de lateral do adversário…
      Sheik entrou exatamente no tempo que ele pode jogar. 30 minutos no máximo…
      Mas, trocar Fernandinho que vinha muito bem, pelo bipolar Alan Patrick, foi realmente uma lambança do Super Zé…

      * Posso estar enganado! Meio no sal, posso não ter analisado direito. Mas acho que Pratto estava impedido quando recebeu a bola…
      * Como sou crítico ferrenho ao nosso Tuta Peruano, DEVO reconhecer que foi muito bem no jogo.

      Reply
  2. Dizem que treinador não vence jogo, mas ajudar a perder! Zé Ricardo tentou entregar o jogo para o Atlético, mas graças a Deus não conseguiu. Foi muito mal hj!!!

    Reply
    • Jone, o problema é que a memória do torcedor é muito fraca!
      Já nos esquecemos do que passamos na mão do Muricy, ou as pífias campanhas nos Brasileirão nestes últimos 20 anos (excetuando-se 1991 e 2009). Eu acredito que os atuais textos contra o ZR se devem mais em função da frustração que estamos vivendo…

      Reply
      • NINO,amigo,jamais esquecerei do Muricy,enquanto muitos comemoravam,questionei,qual o retrospecto recente dele? Ainda pior quando veio com idéias catalães.Ultrapassado.Qualquer um minimamente capaz daria uma luz naquele time.

        Criticas à ele ñ são por frustrações com resultados(antes já criticava pelo baixo rendimento e vitórias na bacia das almas sem merecimento) e sim da falta de repertório do professor municipal,que não mostrou alternativas em nenhum momento,fez vários equívocos de inexperiente.Resultado: Chape com ataque melhor,Botafogo com 1/5 do custo do Fla tem mais futebol.A Chape tem o ano mais positivo que o Fla! Sim! Folha salarial limitadíssima elimina adversários tradicionais na Sula,e com sua pequena história já tem mais tradição que o Fla em toda sua jornada nessa competição.

        Quanto ás atuações pífias que vc diz que tiveram nesses 20 anos,pergunto: Qual foi a última vez,dentro dos pontos corridos,que o Fla fez tamanho investimento?Foi quem mais gastou esse ano e sairá com as mãos abanando,com inúmeros fracassos que não preciso relembrar.Galo,outro que investiu,pode sair com a Copa do Br,Palmeiras é o campeão de 2016 com méritos,e o Fla sai com a vergonha.Flamengo não pode se conformar com isso,estamos á 2 pts de sair do G3,e terminar no mesmo local que o falimentar e barato Botafogo disputando eliminatórias pra Liberta,e com chance de ser eliminado pra Palestinos da vida…..

        Reply
        • Daniel G, para seu conhecimento:
          O Flamengo é o 5o. clube de maior investimento no elenco no Brasileirão de 2016. Estamos em 2o. e na luta pelo título.
          Não houvesse aumento de investimento esse ano, estaríamos onde sempre estivemos nestes últimos 20 anos, entre 10o e 16o. colocado…
          Fatos são fatos!

          Reply
          • Nino, está no GE e Espn o ranking de investimentos em 2016,foi oq mais gastou,Fla gastou até bem mais q o previsto,tanto q contratará bem menos p 2017.Respeito se vc acha q com o investimento feito(bem maior q os 20anos desastrosos q vc disse,ao menos ganhavamos do Vasco e carioquinhas)sair com as mãos abanando, podendo ver Botafogo e Chapecoense tendo rendimento melhor com tão pouco,e Palmeiras e Galo comemorando títulos nacionais.

      • Nesses 20 anos só tivemos times/elencos horrorosos, sem falar na bagunça administrativa que era sem estrutura e com salários atrasados. Neste ano não…

        O fato do Muricy ter sido péssimo (o que eu já esperava) não torna o Zé Ricardo o novo Pep Guardiola.

        Reply
        • Diego, esse julgo do ZR é quase matemático, é só fazer contas, para sermos mais precisos. Agora, se querem falar de fatos subjetivos, sem base, é outro assunto.

          Reply
  3. Presidente, esta ficamdo claro que o Ze ainda nao tem tamanho para dirigir o Flamengo. A sua insistencia com Alan Cachaca e Marcio Araujo e ridicua, aviltante. Eu buscaria um treinador argentino de ponta( Sabella, Cocca) e reforcaria o time em 5 posicoes: 1 cabeca de area, 1 meia criativo, 1 lateral esquerdo e 2 atacantes top de lado. Sem isso nao da pra gente na Libertadores. Fato!

    Reply
  4. Caro Kleber,

    Jogamos um ótimo 1 tempo, fomos mal no 2 tempo, tivemos diversas chances de matar o jogo, depois nosso treinador errou e tivemos sorte no final.
    Acho que o Zé Ricardo foi infeliz na troca do Fernandinho pelo A. Patrick, este indolente desde quando soube que não ia continuar aqui ano que vem, se tornou ainda mais preguiçoso.
    Quanto a outra troca ele tirou um nulo por um master…..
    Achei ruim a arbitragem, deixou de dar 3 cartões amarelos claros contra jogadores do Atlético, o lance que originou o penalty na cobrança do lateral foi falta no Marcio Araujo e terminou o jogo sem coragem de marcar a falta no Diego.
    Muralha 7
    Pará 6,5
    Rever 6
    Rafael Vaz 6
    Jorge 5,5
    Marcio Araujo 6,5
    W Arão 6
    Leandro Damião sem nota
    Diego 8
    Gabriel 2
    Emerson 2
    Guerreo 9
    Fernandinho 6,5
    A Patrick 1

    Reply
  5. Perfeito comentário presidente. Apesar do ótimo trabalho..nosso treinador é muito inexperiente. Apesar de armar bem o time, ainda não tem leitura de jogo. Preso ao esquema ou a algumas peças, foi muito mal nas substituições. Alan Patrick, sheik, me lembrou o Luxemburgo em 2014 na semi final contra o galo. Alan Patrick conseguiu ser pior q o Mateus naquela oportunidade. Acredito que o Zé Ricardo irá crescer muito como o treinador, esse ano foi no limite dele. Uma pena, pois tínhamos uma grande chance de ser campeão, porém chegamos onde chegamos fruto do bom trabalho q ele fez. Controverso, mas nós torcedores sempre queremos mais. Precisamos de reforços, não muitos, mas de qualidade assim como foi o Diego, o grande diferencial do Flamengo, mesmo não jogando tudo. Um fato a ser comentado: atuação brilhante de Márcio Araújo, como um dos seus maiores críticos, fico à vontade para elogia lo. Muita entrega, concertando os erros do Arão e do Jorge que esteve muito mal. Inclusive acho que já está negociado, pois caiu muito de produção. Pênalti infantil cometido pelo Rever. Inclusive a zaga do flamengo, caiu muito de produção nos últimos jogos. E o time tem que aprender a matar jogos, teve tudo pra fazer o segundo e não fez.Agora é focar na segunda posição, pois financeiramente é muito benéfica. Segue as notas, a decepção contra o Corinthians foi tamanha q deixamos de apresentar as notas:
    Muralha: 7,00 ( apesar de socar bolas que deveria pegar firme)
    Pará: 6,00
    Rever: 5,00
    Rafael Vaz: 5,00
    Jorge: 4,00
    Márcio Araújo: 7,50
    Arão: 4,50
    Diego: 7,00
    Gabriel:5,50
    Guerrero:8,00
    Fernandinho:7,00
    Sheik:3,00
    Alan Patrick: 2,00
    Damião: s/nota
    Zé Ricardo: 3,50

    Reply
    • Diego, me desculpe, mas contra fatos não existem argumentos…o fato é o que vc pode constatar na tabela de colocação do Brasileirão, o resto é papo.

      Reply
        • Diego, vc esta exigindo a perfeição humana em um assunto tão complexo e com tantas variantes como o futebol. Qual treinador acerta tudo meu amigo? Tem que julgar pela média, comenta-se o fato isolado, mas se julga pela média dos resultados.

          Reply
        • Diego, você passa a impressão de só olhar os pontos negativos. Ele também tem qualidades. O time melhorou muito, embora ainda não seja aquilo que gostaríamos. Mas tudo é por etapas, amigo. Calma!
          Como o Nino disse, você está exigindo perfeição do treinador. Olha, eu posso te falar isso francamente pois também não sou um dos que mais defendem o Zé aqui. Tenho restrições ao seu trabalho, mas é fato que ele melhorou muito o time e recuperou o futebol de alguns jogadores que aqui execrávamos, como Gabriel e Márcio Araújo.
          Não vejo nenhum time jogando um futebol bonito. Hoje o Flamengo jogou muito bem no primeiro tempo. Quem, pergunto, quem pôs o time nesse patamar? Se algo saiu errado, ok, ele tem sua parcela de culpa, mas não sejamos míopes em deixar de enxergar o que de bom ele tem feito também.

          Reply
      • Daniel G, o único que esta nadando de braçada é o Sr. Cuca, de resto, Marcelo Oliveira, Dorival Jr, Mano Menezes, e etc ai…todos eles estão acertando e errando em medidas…Convém conter a frustração neste momento! Ela é de todos, mas..O fato é que o campeonato esta quase decidido, quase acabado, entretanto nem acabou e tão pouco se decidiu ainda.

        Reply
  6. O que deixa maior a decepção é que dava para chegar…. nosso treinador tem méritos mas não tem tamanho para seguir numa libertadores.
    Muralha 7.0
    Pará 5.0
    Rever 6.0 apesar do penalty bisonho
    Vaz 5.5
    Jorge 5.0
    Márcio Araújo 5.0
    Arão 7.0
    Diego 8.0
    Gabriel 3.0
    Guerrero 9.0 cada vez melhor
    Fernandinho 6.5
    Sheik 3.0
    Alan Patrick 0.0 Nulo
    Zé Ricardo 5.0 10 no primeiro tempo e 0 no segundo

    Saudações

    Reply
  7. É oq eu digo, esteve com a vitória na mão e Zé Ricardo, mais uma vez faz essa baboseira,lamentavel….

    Mais uma prova de que ele ainda não está preparado, está adquirindo experiência com os erros no Fla,ao invés de já chegar pronto.

    Imagina um 2017 assim de novo? Imagina uma libertadores com esses sucessivos erros e incapacidade de dar repertório de jogadas alternativas pro time.

    Nada mais a declarar, fica até repetitivo pela quantidade de provas que Zé já deu q precisa se aperfeiçoar.

    Roger Machado está aí!!!!
    Tem opções empregadas tbm como Dorival e Cuca. Poderia se cogitar o do Botafogo,mas ainda está muito verde,apesar do excelente trabalho fazendo um time restrito jogar melhor que o próprio Fla.

    Reply
  8. Presidente,
    Acredito que o maior defeito de nosso treinador não é a inexperiência, mas a covardia. Impressionante como jogo após jogo, sempre que o Flamengo está vencendo, Zé Ricardo faz opções defensivas, normalmente retranqueiras.
    Não é esse nosso DNA.
    O pior é que nossos jogadores(graças a Deus) não tem essa característica. Não temos 3 ou 4 brucutus no meio campo como outras equipes do futebol brasileiro (e nem queremos ter).
    Ou seja, o que consegue nosso treinador? Apenas recuar demasiadamente o time, oferecendo o jogo (que invariavelmente está a nosso feitio) e o campo para o adversário. Pior, deixando o time longe demais do gol adversário, dificultando um arremate certeiro.
    Ele é assim desde a base. Lembro que fomos campeões da Copa São Paulo jogando no contra-ataque.
    Recordo aos senhores que para estar no Flamengo não basta apenas ser bom (isso vale para jogadores, treinadores e diretoria), tem que ter culhão (desculpem o termo chulo).
    Zé Ricardo é bom treinador, seus times são organizados e sabem o que fazer com a bola. No entanto isso é pouco para nossa camisa.
    Não só hoje, mas contra o Corintians, Internacional e outros momentos, pagamos por dois defeitos graves e recorrentes do nosso bom treinador: a inexperiência e a covardia.
    Nossa camisa é muito pesada para experiências e o campeonato brasileiro é muito longo e equilibrado para inexperientes.
    Possuímos um bom elenco, melhor do que a grande maioria. Acredito que nos falta apenas dois jogadores de lado de campo do nível dos outros atacantes e meio campistas que temos.
    Todavia nos falta um treinador que tenha coragem de jogar com a bola no pé o tempo todo. Para isso é proibido termos um Mancuello barrado e um Cuellar banco de Marcio Araújo (que vem jogando um excelente campeonato, dou braço a torcer).
    Porém, num time mais corajoso e que privilegie o bom futebol (com bola no pé), jogam os melhores, os mais talentosos.
    Impressionante como a covardia de nosso treinador barra jogadores que poderiam fazer a diferença nesta reta final, em nome de um esquema que obrigatoriamente faz uso do que não temos (bons ponteiros).
    Saudações Rubro-Negras!

    Reply
    • Queira me desculpar André, mas vc esta sendo impreciso e injusto…Hoje nosso treinador manteve a ofensividade com as alterações…Tbm não gostei, mas as alterações eram inevitáveis, vistos que os pontas não aguentariam os 90m naquele ritmo, como sempre, não aguentam mesmo. Ai vc olha para o banco, Cirino, Sheik, AP, Mancuello, Cuellar, L. Damião…As peças não funcionaram e pronto! Só isso…

      Reply
      • Desculpe Nino,
        Não concordo. Ofensividade seria colocar Cirino no lugar de Fernandinho e não o indolente Alan Patrick – que foi com a clara intenção de fechar o meio.
        Não que eu goste de Cirino, tão irregular quanto Patrick. Todavia estávamos jogando contra um adversário que tinha apenas Junior Urso na contenção, aliás, aí sim uma demonstração de coragem de Marcelo Oliveira.
        Ou seja, não era o meio de campo que tínhamos que povoar, mas continuar a ser agudo nas pontas pois continuaríamos a prender os laterais do Atlético (coisa que nem Sheik e muito menos Patrick conseguiram).
        Porém, o principal erro de Zé Ricardo ao longo da temporada (ao meu ver) é insistir em um esquema (4-3-3) para o qual não temos bons valores (pontas).
        Por outro lado, os melhores jogadores do elenco estão no meio campo (Cuellar, Arão, Mancuello e Diego – além do ótimo campeonato que faz Márcio Araújo).
        Entendo que um esquema tem que se adequar ao jogadores. Por que não jogar com quatro no meio campo (4-4-2, que por sinal deu todos os nossos títulos), utilizando o que temos de melhor?
        Acredito até que com esse esquema teríamos um Guerreiro melhor (nunca foi um 9 fixo, ao contrário sempre flutuou bastante em outras equipes) e poderíamos melhorar o aproveitamento de Cirino ou Fernandinho (sem tanta preocupação defensiva talvez tivessem mais fôlego e, consequentemente, agressividade no ataque.
        Esse esquema ainda (como está claro no seu texto acima) obriga o treinador a perder duas substituições por jogo, porque desta forma nenhum jogador de lado aguenta.
        SRN

        Reply
        • Caro André, por favor tudo menos o Márcio Araújo : é só ver o segundo gol do corithians e o segundo gol do galo e veja quem realmente nunca chega. abs

          Reply
          • Oi Octavio,
            Também não gosto do Márcio Araújo, não é jogador para o Flamengo. Uma das minhas restrições a Zé Ricardo é que ele abdica dos melhores e Cuellar já mostrou isso. Infelizmente não demos sequência a ele e Macuello, que poderiam estar ajudando a decidir os jogos nesta fase mais difícil do campeonato.
            Por outro lado temos que ser justos. Márcio Araújo vem jogando bem. Defensivamente ele é o melhor que temos no meio e, neste campeonato, não devolveu muitas bolas roubadas para o adversário – como era comum antes.
            Quanto a falhas (infelizmente até as decisivas citadas) é do jogo. Em campeonato tão longo não tem como defensores acertarem todas (veja Rever, nosso melhor zagueiro, no lance do pênalti, por exemplo), não reclamo disso.
            O pior erro é não utilizar, insistir até, o que temos de melhor. Pois, invariavelmente, essa omissão paga preço alto na reta final, onde o talento desequilibra jogos difíceis. Abs.

  9. Concordo com vc, Nino…
    Minha frustração é em relação ao jogo de hj, apesar de achar que também houve equívoco na escalação do jogo contra o Corinthians. Há algum tempo não víamos nosso time brigando na parte de cima da tabela, isso acaba gerando expectativa acima do normal! Quanto ao Zé, acho um treinador inteligente, estudioso, porém comete algumas falhas compreensivas, tendo em vista que todos estão passíveis ao erro! Grande abraço.

    Reply
    • Ai sim Jone, no jogo contra o Corinthians o ZR cometeu um erro de escalação, de esquema de jogo. Eu fui favorável a entrada do Sheik no meio da semana, tbm me enganei…Aliás o fim de boa fase de um vetor em comum, ou seja, a reintegração do Sheik…

      Reply
  10. Perfeita sua análise KL.
    Hoje o ZR que taticamente foi muito bem no primeiro tempo, pecou demais errando nas substituições.
    E olha que não foram mudanças pra retrancar o time. As escolhas é que foram infelizes o AP não tem o espírito do Fla e Sheik entrou muito cedo. Manceulo e Cirino seriam melhores opções.
    Enfim com a derrota do Palmeiras ainda temos chances.
    Vamos Mengãoooooo!!!!

    Reply
  11. Tenho uma opinião um pouco diferente dos demais aqui. Não sou dono da verdade, mas acredito que o empate não foi resultado ruim. Ruim foi perder para o Inter depois de estar ganhando de 1 a 0 e empatar com o Corinthians em 2 a 2. Deixamos aí 5 pontos, justamente a diferença para o Palmeiras. O primeiro tempo serviu para mostrar que falta alguem para jogar com o Guerrero. Cansei de ler aqui criticas ao peruano e em meus comentarios sempre disse que ele era o melhor da posição aqui no país, mas falta alguem para jogar com ele ou então que se vá ao fundo e cruze para ele e não ele receber de costa para o gol. No esquema do Flamengo, necessário que os dois homens de frente pelo lado do campo, tenham excelente forma fisica, pois notem que em todos os jogos é necessário substitui-los, já que ha um esforço muito grande. De mais, vamos continuar acreditando e que contra o Botafogo façamos os gols que tem nos faltado.Estou satisfeito com nosso tecnico, ainda mais quando me lembro do Flamengo do Murici. Ze Ricardo recuperou Fernandinho e outros jogadores durante a competição.

    Reply
    • “Ze Ricardo recuperou Fernandinho e outros jogadores durante a competição.”

      1 – Dirigir simplesmente um clube do tamanho do FLAMENGO
      2 – Sem Maracanã
      3 – Morando dentro de avião
      4 – “Mandante” no campo dos outros
      5 – Substituir um técnico do quilate do Muricy
      6 – Sempre sob questionamentos da competência, da direção e de todos…

      Olhando a tabela e, vendo o que o Flamengo tem jogado, não posso ignorar as evidências.
      Zé erra como todos! Mas o saldo do ex estagiário é pra lá de positivo…
      TEMOS TÉCNICO SIM, para a Libertadores.
      O que não temos que ter, são “opções” como: Paulo Vitor, Chiquinho, Cuellar, Alan Patrick, Cirino, Sheik, Damião, Leo Duarte e Juan…
      Quase um time, de jogadores de 2ª categoria…
      5 contratações num nível melhor, arrumam a casa rapidinho…
      Quando Marcelo trocou Leandro Donizete por Lucas Pratto, arreganhou o sistema defensivo do Galo.
      Como o argentino fez o gol da virada, Marcelo se transformou em herói.
      Zé também já teve seus dias em relação as entradas decisivas do Alan Patrick…
      Ontem, realmente não era jogo pra ele. Como o SE não joga… Zé realmente errou na substituição. Até porque, Fernandinho vinha muito bem…
      Isso não foi determinante para o empate.
      Réver, que vem muito bem no campeonato, NÃO pode cometer um erro idiota, infantil, como no penalti que fez.

      Reply
      • Isso me faz acreditar num 2017 bem mais positivo, caro amigo.
        Sem dúvida, não existe treinador unânime. Até o Tite admitiu ter feito inimigos no decorrer de sua brilhante carreira.
        Acho que iniciando o ano e indicando os jogadores que se encaixam no modo como ele deseja que o time jogue, podemos esperar coisas bem melhores. E vc entende né, que coisa pode ser melhor que ser vice-campeão, certo?

        Reply
  12. Pra variar não colocou mancuello na etapa final,a exemplo de quando entrava e dava um gás no jogo.

    Ah, e já esquecendo da frase típica de Guerrero,o jogador de gols em jogos complicados.

    “Coitado do Guerrero,ele quer chutar pro gol, já está muito molhado com os chuveirinho”

    Reply
  13. Não concordo que mexeu errado na entrada do Sheik, acho q errou no Alan, eu teria colocado o Cirino para puxar contra ataque! Quanto ao Zé Ricardo como técnico, continuo elogiando, pois hj o Flamengo está em 2 lugar num campeonato dificílimo, e tem muito da mão do Zé nesta campanha!

    Reply
  14. Perdi minha paciência com o Zé Jayme e com o Márcio Araújo, este há bastante tempo. Impressionante o primeiro, que consegue escalar mal e substituir mal, bem como escalar bem e substituir mal, sendo este o caso de hoje. O segundo é impressionante como é intocável e entre um treinador e o outro é sempre titular. Impressionante, ainda, como não veem que ele não acompanha os jogadores que entram de trás. Foi assim domingo passado, foi assim hoje e foi assim num monte de vezes. A solução é não renovar. Deixa ele ser o queridinho do treinador no inferno. No Flamengo, chega!

    Reply
  15. Presidente,

    Achei seu comentario muito bom, se me permite acrescentar algo, eu digo a bastante tempo que o flamengo nao é para iniciantes e muito menos para covardes. Tenho como maxima que times grandes são para grandes treinadores. Nosso Zé Ricardo tem mostrado muito potencial, faz um bom trabalho no flamengo, mais falta algo que so com o tempo creio ele vá conseguir! Se fizermos um exercício de memoria vamos lembrar de alguns pontos valorosos deixados para trás, ou por erro em alterações ou ate mesmo por covardia. Como não lembrar da pessima mexida no jogo contra o Botafogo no primeiro turno? Recentemente o jogo contra o Inter, A escalação infeliz no jogo contra o Corinthians? E as mexidas no segundo tempo do jogo de hoje…ficava claro que o Galo chegaria a um gol….nosso time se tornou preza facil depois das mexidas. E podemos Lembrar tambem do jogo contra o Palestino pela Sul Americana!
    Ou seja, não podemos dispensa-lo…temos que investir nele, mas nao como tecnico principal..Eu inclusive traria um estrangeiro o que pode colaborar com o crescimento do Zé…Traria o Marcelo Bielsa!

    Abraços

    Reply
  16. O Flamengo jogou muito bem no primeiro tempo. O time que começou o jogo de hoje deve ser mantido como titular. O Ze Ricardo conseguiu dar um padrão de jogo ao Flamengo. Ele é um bom técnico e merece ser mantido. Não sei se vocês já repararam, mas nos segundos tempos dos jogos nossa defesa fica exposta em virtude do cansaço do Marcio Araújo e do Arão. Assim como o Ze Ricardo tem promovido um rodizio dos pontas para manter a intensidade deles durante os jogos ele deveria pensar também em colocar mais vezes o Cuellar, o Ronaldo ou o Mancuello no lugar dos volantes titulares em virtude do desgaste. Outro ponto: não consigo entender porque o Sheik e o Alan Patrick entram sempre e porque o Vizeu e o Mancuello quase não entram. Vamos apoiar até o final! SRN

    Reply
  17. Uma pena!!!
    Brilhante no primeiro tempo, horroroso no segundo.
    Lembrou-me o jogo contra o Corinthians no primeiro turno. Esse Flamengo ainda não aprendeu que é preciso ser UFC no ataque e não dar chance para o inimigo. É matar ou morrer. Não matou, quase morreu. Uma pena!!! Outro jogo na mão jogado fora. É assim que se perde um campeonato. Detalhes.
    Parece que o Zé não gosta do Flamengo rolo compressor. O negócio dele é na base da charrete. Tenho que admitir que ele achou um modo de Gabriel e Márcio Araújo jogarem nesse time e renderem. Mas aí ele vai lá e … e … e … desfaz o que ele fez. Por quê? Porque tá dando certo. Só pode ser.
    Eu já tinha cantado antes aqui que o Réver ia aprontar a qualquer momento. Aprontou. Que infantilidade.
    Também sempre falei que Santos e Atlético-MG iam chegar. Chegaram. Agora brigamos para manter o vice-campeonato, pois o título ficou bastante difícil. Em nove pontos disputados, só dois conquistados. Péssimo aproveitamento. Esta aí a causa da provável perda do título e, quiçá, do vice campeonato que parecia certo.

    Reply
  18. Zé Ricardo pela sua pouca experiência erra muito! Acho o título distante, o Flamengo não se ajuda, jogadores mal colocados, de nível muito fraco como Márcio Araújo, Pará, Gabriel, Alan Patrick, etc; Temos que ter um banco melhor, estes jogadores não acrescentam nada e não decidem os jogos! A diretoria precisa pensar grande, homenagear César Martins, renovar com Márcio Araújo não se ganha título. O time do Palmeiras não é bom, mas os erros do Flamengo no campeonato foram muitos que custaram muitos pontos, sem falar na ausência do maracanã! Só nos resta torcer pelo título que ainda é possível, mas precisamos ganhar, porém com um treinador que leva “baile” de qualquer treinador fica difícil!

    Reply
  19. Concordo com Presidente, Zé Ricardo mexeu errado. O cachaceiro do Alan Patrick irrita com sua apatia. Nao é jogador pra Flamengo!! Sheik é apenas lenda. Não havia necessidade de tirar o Gabriel naquele momento, mas sim o Arão que errou demais no jogo, alias esse jogador esta fisicamente esgotado.Penso que a entrada de Mancuello seria melhor opção. Esta ficando cada vez mais difícil, se o palmeiras vencer o Inter…já era!! Alias, duvido que se fosse contra o palmeiras , aquele pênalti seria marcado. Diretoria precisa abrir o olho, senão ficará de fora do G4.

    Reply
  20. Comentaristas pôs jogo são os MELHORES, nunca erram. Muito fácil comentar após o jogo. Queria ver na hora, pra ver se acertavam, pelo menos, uma alteração.
    Querido Kleber, seu comentário só deu fôlego àqueles contrários ao nosso técnico. Ele pensou certo qdo colocou o Alan Patrick com a intenção de ter mais a posse de bola, já que o time estava devolvendo a bola ao adversário com uma certa facilidade. Muitos aqui, inclusive vc, já elogiou essa capacidade do AP. Infelizmente ele não foi capaz de executar o que se esperava.
    Outros pedindo o Cirino, (que foi criticado o campeonato todo), em vez do Sheick. Se coloca o Cirino, iam dizer, deveria colocar o Sheick.
    Na derrota (o empate com o Galo no Mineirao até parece q foi uma derrota, imagina como foi nos 4 x 1 pela Copa do Brasil, com o Luxa), o torcedot sempre escolhe um bode expiatório.
    Querido Kleber, nos diga onte o Marcelo Oliveira errou na escalação e concertou no 2° tempo? O Galo iniciou no 4 4 2, com Cazares e Otero mas meias e Robinho e Fred na frente. Perdendo por 1 x 0, dentro de casa, terminou o jogo com UM VOLANTE e CINCO ATACANTES. Chegou a ser vaiado quando tirou Leandro Donizete para a entrada do Lucas Prato. Se perde o jogo, ia ser crucificado. Acharam um penalti, que se passarem a marcar faltad nesses lances, passaremos a ter, pelo menos, uns DOIS penaltis por jogo.
    Guerrero, que muitos disseram aqui q não presta, calou a boca desses nos dois últimos jogos.
    Estou vom o Nino, a decepção pelo resultado, leva os torcedores a fazer do ZR o bode expiatório.
    O grande CUCA, escalou o Palmeiras hj com 3 volantes (Tche, Jean e Moisés) e o ineficiente Alionne de meia. Imagina se o ZR faz isso no Fla.. Kkk
    Jogo bom, onde o Fla foi superior no 1° tempo e o Galo no 2°. Normal…
    SRN!

    Reply
    • Meu amigo Carloto! Posso assinar em qualquer lugar?

      PALMEIRAS 1 X 1 FLAMENGO.
      “O Fla só se defendia e Zé Ricardo tirou Gabriel para colocar Alan Patrick. Não podia ser melhor a entrada do meia. Jorge bateu lateral para Everton, que tabelou com Arão e deixou Alan na cara do gol: 1 a 0 para o Flamengo aos 17 minutos e silêncio na Arena.”

      Como podemos ver, Super Zé também tem seus dias de MARCELO…
      O mesmo aconteceu com o bipolar Mancuello contra o Cruzeiro. Do banco para a glória… num passe de Patrick…

      “Estou com o Nino, a decepção pelo resultado, leva os torcedores a fazer do ZR o bode expiatório”
      Além é claro, da imbecilidade infantil do Réver…
      PONTO!!!

      Reply
      • Ansiedade para ganharmos um título, caro amigo.
        A razão se mistura com a paixão.
        De fato Nino falou algo preciso, estamos exigindo perfeição do Zé, isso é covardia. Mas voltamos a jogar bem, já estava preocupado pois os ultimos jogos foram bem sofríveis.
        Ver o Mengão na parte de cima é algo que estavamos desacostumado e talvez por isso haja uma cobrança com certo exagero de nossa parte. Reconheço que as vezes também falo irrefletidamente. Mas reconheço que o Zé mudou nosso time, mas ainda peca pela falta de experiência.
        Natural. Acho que em 2017 sofreremos menos. Espero.

        Reply
  21. Caro Kleber, respeito demais sua opinião porém, alguns fatos devem ser analisados.
    O lance que originou o lateral cobrado para dentro da area, na jogada houve uma falta em nosso querido Massaraujo, depois podemos atentar que o jogador cobra o lateral de forma errada, dois erros no mesmo lance.
    A substituição de Fernandinho por AP foi equivocada, visto que nos últimos jogos não tem entrado bem e fora do ritmo do jogo.
    E o Rever não pode fazer um pênalti daquele, mais erro dele do que ZR.
    Enfim, foi um jogo muito bom, primeiro tempo primoroso… vamos perder gols lá longe…
    De resto um jogo movimentado e muito bom de ver… nada esta pedido, no ruim diminuímos a diferença.
    S.R.N

    Reply
  22. Foi o melhor 1º tempo do Flamengo em 2016. Guerrero perfeito.

    Se não fosse o pênalti infantil do Rever (daqueles que o Fred ganha no grito), o Flamengo venceria.

    Discordo quanto a erro do Zé, mas não colocaria o Alan Patrick e sim o Mancuello. Zé hoje foi muito feliz e a prova foi o 1º tempo avassalador e o jogo controlado até 36 do 2º tempo.

    No final, comemorei como um título o gol do Guerrero. Não pela disputa ao título, mas pela manutenção no G-3, que dá a vaga direta a Libertadores. O título deixa para Libertadores 2017.

    Reply
    • MEU CARO HENRIQUE.

      “Zé Ricardo lidera ranking de aproveitamento na Série A deste ano”

      Se o campeonato fosse baseado no aproveitamento dos treinadores, o Flamengo de Zé Ricardo estaria na liderança da competição nacional, à frente, inclusive, de Cuca, treinador do Palmeiras, líder do Brasileirão. No ranking de aproveitamento dos comandantes com dez ou mais jogos na Série A deste ano, os seis primeiros dirigem seus times desde as primeiras rodadas. A exceção é justamente Zé Ricardo (assume na 4ª Rodada) e Marcelo Oliveira (assume na 2ª Rodada).
      Argel Fucks e Ricardo Gomes aparecem duas vezes no ranking, já que treinaram mais de uma equipe neste campeonato. Uma pela passagem mais duradoura por um dos clubes e a outra pela soma dos desempenhos. Destaque também para Guto Ferreira, que deixou a Chapecoense para dirigir o Bahia, na Série B, e figura entre os dez melhores aproveitamentos, tendo perdido apenas uma vez.
      Eduardo Baptista e Oswaldo de Oliveira são os únicos com menos de 50% dos pontos conquistados que permanecem em seus times desde a primeira rodada do Brasileirão.

      Isso, com todas as dificuldades que tivemos este ano…
      1 – Dirigir um clube do tamanho do FLAMENGO
      2 – Sem Maracanã
      3 – Morando dentro de avião
      4 – “Mandante” no campo dos outros
      5 – Substituir um técnico do quilate do Muricy
      6 – SEMPRE sob “suspeita” dos diretores e alguns torcedores.
      7 – Com gasto de R$22 milhões, enquanto o líder do Cuca, gastou R%220 milhões em contratações…

      Reply
      • De onde vc tirou esses gastos? Globo, Espn ep balancete do Fla n diz isso.

        Foi o time q mais investiu,e que sairá sem nada,com eliminações humilhantes.

        Reply
  23. Até quando SUB ESTAGIÁRIO ? Quantos pontos já perdemos no campeonato, por única e exclusiva culpa sua ? Até quando suas mexidas transloucadas e inconsequentes vão continuar prejudicando o Flamengo ? Minha paciência com você acabou. Que não venham falar do VITORIOSO técnico Murici, pois o mesmo tinha um péssimo plantela na mão. Só vou dar nota para o SUB ESTAGIÁRIO. 0 NOTA ZERO.

    Reply
  24. FLAMENGO DA DEPRESSÃO (COPIADO DO FACE)

    Santos 1×0 Palmeiras. No final das contas, tiramos um ponto do líder. Agora são 5 pontos em 15 disputados. Completamente possível tirar essa diferença. Podia ser menos que 5? Sim, podia.. Infelizmente nosso técnico errou em algumas substituições hoje e acabamos empatando a partida. Quem me acompanha sabe que eu sou defensor do Zé, acho que ele se equivocou hoje sim e merece críticas por isso, mas sem ele nós não estaríamos aqui! Algumas pessoas precisam enxergar isso. Pedir saída dele é de uma filha-da-putagem sem tamanho. Eu não deveria nem comentar essa blasfêmia. Mas enfim, isso não vem ao caso agora. Só acho engraçado que os mesmos que criticaram a escalação do Gabriel e Fernandinho hoje, ficaram putos com as saídas dos mesmos. Coerência zero. Enfim..
    O que eu quero dizer é que O CHEIRINHO CONTINUA VIVO. Tá difícil? Tá! Mas não tá impossível. Aqui não tem Botafoguismo. Aqui é Flamenguismo. O otimismo exala. Nós acreditamos em todas as causas “impossíveis”. Sábado que vem tem Maracanã e eu tô mais certo que o Chico’s lotado de rubro-negro de novo. Vem todo mundo, porra! Sábado a diferença vai cair pra dois pontos. Não desistam. Não abandonem o time de vocês. Nossa campanha é linda. Quem diria que no final do ano nós estaríamos brigando por título? O único time do Brasil que viajou o país inteiro se desgastando pra jogar as partidas, quem vê pensa logo “Esse time não vai brigar por nada”, mas nós estamos aqui ainda, vivos, buscando essa porra desse hepta. Já tiramos 5 pontos de diferença antes e podemos fazer isso de novo.
    Fé, irmãos. Isso aqui é Flamengo porra.

    Concordo!!!!!

    Reply
    • 26/10/2016 – TORCEDORES.COM

      “Além de Diego, os atacantes Ederson, Marcelo Cirino e Emerson Sheik (que voltou a atuar 90 minutos no último domingo), os meio-campistas Allan Patrick, Mancuello e Everton e os zagueiros titulares Rafael Vaz e Réver, além de Léo Duarte, estão entre os pendurados do Flamengo e, se receberem um amarelo neste final de semana, vão desfalcar o rubro-negro no clássico contra o Botafogo.”

      Esclarecido, amigo Dawison.

      Reply
  25. Kleber,
    Gostaria de entender a lógica, se é que ela existe, de raciocínio do “grande Zé”.
    Domingo passado ele mudou o time e iniciou contra o Corinthians com Sheik e Mancuello, reconheceu após o jogo que deu errado…
    Ontem, alterou o time em função do que reconheceu de errado no jogo anterior, o time melhorou e fez um 1o tempo muito bom contra o Atlético MG, no segundo tempo ele altera o time de novo, de certa forma retornando ao erro que reconheceu diante do Corinthians e claro, o time piora e mais uma vez, perdemos a oportunidade de nos aproximar da liderança…
    Até quando vamos ter que aturar esse estagiário de técnico de futebol, até quando vamos resistir a jogar SEM TÉCNICO ????

    Na fase mais decisiva estamos patinando, perdemos para o Inter que ontem empatou em casa com o Santa Cruz, empatamos (em casa) com o Corinthians, que ontem (em casa) empatou com a Chapecoense, desse jeito realmente não dá para ser campeão, nem em um campeonato tão fraco…

    Será que o “grande Zé” ainda não percebeu que o Alan Patrik, já sabendo que não ficará no próximo ano, já entregou os pontos, é nítida sua falta de vontade, sua falta de sangue, enfim já está fora do Flamengo, Graças a Deus, por favor “grande Zé” não o escale mais…

    Outro que dá sinais de também já está fora, talvez já tenha sido vendido, é o Jorge, não ganha mais uma única dividida, não bota o pé em nenhum lance mais duro, infelizmente não temos substituto para ele, vamos ter que aturá-lo com aquela corridinha que “não chega nunca”…

    Enfim, como tenho dito desde o início, estamos deixando de ganhar um campeonato que tínhamos tudo para conquistar, pelo simples fato de NÃO TERMOS TÉCNICO !!!

    SRN

    Reply
  26. Caríssimo presidente,
    O Zé Ricardo deverá ser, no futuro, um excelente técnico. No futuro. Agora, porém, está muito aquém dos requisitos necessários para estar à frente de uma equipe que caminha a passos largos para se tornar, de forma regular e definitiva, o maior clube de futebol da América do Sul. Suas entrevistas politicamente corretas, especialmente aquelas concedidas após cada jogo, demonstram bem isso. A ausência de maturidade é flagrante, principalmente quando insiste em elogiar a performance do adversário, sem mencionar que, se o adversário sobe de produção e encurrala o Flamengo, muito se dá por conta de suas substituições equivocadas, em momentos chaves das partidas. “Engessa” o time de tal maneira que, tentar reverter taticamente a forma de jogar, durante as partidas, se torna uma tarefa impossível. Para ele, é claro! Já dá pra perceber a insatisfação nas entrelinhas das entrevistas concedidas por alguns jogadores tais como Rever, Guerrero e Diego. Estes são jogadores que sobram e tem experiência suficiente pra perceber que, em várias oportunidades, por conta da falta de visão do técnico, desperdiçamos a chance de liquidar partidas e pontos preciosos foram desperdiçados. Ainda mais preocupante é a quase certeza de que teremos o “Zé” como técnico, pelo menos até o início da temporada do próximo ano.
    Saudações Rubro-negras!

    Reply
  27. Bom dia … Quanto ao jogo de ontem , fiquei feliz num aspecto: o Flamengo voltou a jogar bem e isso é um alento …
    Quanto ao Zé Ricardo , que vem fazendo um ótimo trabalho , nos últimos jogos ele vem sendo infeliz nas substituições, não dá pra contar com o AP pra jogo pegado, a ideia de botar alguém pra controlar o jogo é até válida, mas não o AP, mas enfim, se o fla jogar com essa intensidade , é possível ganhar os últimos 5 jogos, e se isso acontecer , ainda dá pra sonhar com o hepta .

    Reply
  28. Prezados,
    No primeiro tempo o Zé Ricardo colocou em campo o ÚNICO sistema que ele conseguiu montar neste time “monotático”. Sistema extremamente manjado, não atoa as assombrosas atuações nas últimas rodadas…
    Então, o primeiro tempo foi mais de falha do Marcelo Oliveira do que méritos do Zé.
    Com simples substituições e mudança na tática o Marcelo reverteu a história do jogo, e o Zé, como sempre limitado na visão de jogo, péssimo em suas respostas.
    Sorte pelo empate, pois seríamos o 4 colocado… Mas domingo acaba nossa visita ao G3, ai quero ver os comentários de que “20 anos que não estávamos lá”, pois ficar em quarto é pior do que a campanha de Luxa (2011), Andrade (2009) e Joel Santana (2007?) nos últimos anos.

    Reply
  29. Não adianta ficar só criticando o Zé Ricardo, realmente, ele mexeu mal, mas, não temos ataque, não temos ninguém que saiba criar e também não temos elenco. Temos é um bando de jogadores medíocres. Gostaria de saber o critério e quem indica os jogadores para serem contratados, pois até agora, faça-me o favor.
    Vou citar os mais caros: Alan Patrick, Sheik, Cirino, Mancuello, Fernandinho, Cezar Martins, Mugni, fora aqueles que já foram embora ou estão emprestados e que corremos o risco de ter que entubá-los.
    Agora, estão falando em Felipe Melo. Até quando, Presidente?
    Outra coisa, vejo vários times dando chance a garotada da base e se dando bem. No Flamengo é diferente, por quê? O cara quando é bom tem que jogar. Aí vem aquela cantilena, não podemos queimar uma jovem promessa. Temos jogadores da base que são infinitamente melhores que determinados “figurões” que lá estão.
    Até quando, Presidente?

    Reply
  30. Caro Kleber, talvez esse seja um jogo dos mais complicados do Zé Ricardo para que possamos fazer uma avaliação. Muito se deve a isso, alguns fatos repetidos por ele, em algumas oportunidades.

    Ainda assim, antecipo que o meu post, vai criar certa polêmica.

    Vamos lá e por partes….

    Parece que temos uma unanimidade ao afirmarmos que esse pode ter sido o melhor primeiro tempo do Flamengo no campeonato.

    Boa saída de bola, defesa estruturada, ataque afinado, correria bem feita pela lateral, enfiadas em velocidade pelo meio e pelas laterais, e acima de tudo, Diego muito bem organizando, correndo e movimentando todo o ataque.

    Até aqui é chuva no molhado, visto que todos devem concordar com isso.

    No entanto percebo que muitos aqui no nosso blog NÃO CONSEGUEM ENXERGAR o que talvez seja a nossa maior virtude e ao mesmo tempo nosso calcanhar de aquiles.

    Trata-se das RECOMPOSIÇÃO.

    No primeiro tempo da grande maioria dos jogos, onde Ewerton e Gabriel fazem isso com MAESTRIA, e nem sempre fazem o apoio ao ataque na mesma intensidade e qualidade tende a funcionar perfeitamente.

    Ontem isso também funcionou, até que Fernandinho e Gabriel foram substituídos. O grande “X” da questão é saber do Zé Ricardo o motivo das duas substituições. Aparentemente Fernandinho quando saiu, parecia estar acabado, extenuado, debilitado, cansado.

    Se esse foi o motivo pela substituição dele e de Gabriel, então não temos muito o que reclamar de Zé Ricardo, pois não há no elenco outros dois jogadores que façam exatamente o mesmo papel tático em campo como Ewerton e Gabriel.

    As pessoas não enxergam, não entendem, não analisam friamente que se a estrutura tática for mexida, vai causar mudanças drásticas na equipe.#SIMPLES_ASSIM.

    Portanto amigos, o que temos de concreto hoje é um time que na maioria das vezes se porta quase que perfeito taticamente no máximo por 60 minutos de jogo e é aí que também na maioria das vezes começamos a ter problemas.

    O QUE FAZER ?

    No jogo específico de ontem, talvez, se o motivo da saída de Fernandinho fosse o cansaço, a solução seria tirar Fernandinho e colocar Rodinei.

    Rodinei faria a lateral direita, Pará a lateral esquerda e empurrando Jorge para apoiar.

    Pronto. A estrutura tática não foi corrompida!

    É nesse ponto que eu tenho que concordar com alguns amigos do blog, que falta ao Zé Ricardo, OUSADIA E EXPERIÊNCIA.

    Um bom treinador tem que morrer abraçado às suas convicções, principalmente se elas dão certo e funcionam em 2/3 do jogo.

    Será que o Zé Ricardo ainda não conseguiu enxergar o que é o corpo desse time? Será que esse último terço de partida vai continuar matando o nosso time?

    Eu costumo dizer que depois da casa arrombada não adianta pensar em trancas. Mas hoje temos sim que pensar se Zé Ricardo vai ou não continuar no comando em 2017.

    Se continuar, já sabemos que, tem que vir dois jogadores capazes de fazer igual ou melhor que Ewerton e Gabriel. Se há no mercado ou não esses jogadores, esse passa seu um novo problema.

    A outra situação que me saltam os olhos diz respeito a Arão.

    Porque diabos Zé Ricardo quando tem que substituir Arão, não faz pelo mais simples que seria colocar Cuéllar?

    Trocar um pelo outro significa não mexer além da conta na estrutura tática. Mas há situações que precisam sim ser mexidas, e tenho que concordar que me passa a imagem que nosso time não treina essas variações táticas.

    Temos então outro fato concreto: Temos um time competitivo, mas que não tem reservas com as mesmas características.

    E, dizer que não tem as mesmas características, não quer dizer que sejam reservas ruins. Trata-se que a estrutura tática muda completamente durante as partidas.

    Zé Ricardo tem culpa nisso? Friamente respondendo, não, pois nao foi ele quem montou a equipe.

    Mas falta aqui a ousadia e a experiencia ao nosso técnico. Ou Zé Ricardo abraça de vez a sua filosofia de jogo, ou pensa o mais rápido possível em achar outra estrutura tática que não seja tão viciada e que seja capaz de contemplar o elenco que temos.

    Vou citar um exemplo aqui.

    Quando Zé Ricardo tira o Arão e coloca A.Patrick ou Manco, naturalmente o time tende a jogar e armar mais pela esquerda do nosso ataque. Ambos são canhotos e acabam extremo a jogada pela esquerda.

    Conclusão disso é sempre a recomposição capenga no meio campo, visto que há que se fazer uma diagonal muito maior deixando um buraco no meio ou estourando no colo do Jorge que já não é um exímio marcador.

    O que eu gostaria de ver nesse time é a Variação Tática e nesse ponto, Zé vem falhando.

    Abç#SRN

    Reply
  31. Cabe lembrar que o Zé Ricardo tem apenas 5 meses como treinador profissional. Ele está evoluindo e no ano que vem estará bem mais maduro e preparado para levar o Flamengo a conquistas maiores. Inclusive, está no planejamento o Zé se aperfeiçoar na Europa durante as férias.

    Vida longa ao Zé.

    Reply
  32. Anderson, não temos elenco. Temos sim, no elenco, um bando de jogadores medíocres. Essa Diretoria que é séria e muito eficiente nas finanças, é também medíocre nas contratações. Vou repetir a pergunta que fiz acima:
    Gostaria de saber o critério e quem indica os jogadores para serem contratados?

    Um abraço,

    Reply
    • Se o nosso elenco é medíocre, entã a crítica a Zé Ricardo tem que ser mais amena concorda?

      Pois além disso, não foi ele quem indicou ninguém.

      Reply
      • PERFEITO, MEU CORNETA PREDILETO!
        TÁ ASSINADO…
        Não me lembro de alguns anos pra cá, uma campanha com tal aproveitamento de um técnico do Flamengo.
        Passando por TODAS as dificuldades já mencionadas acima.

        Reply
        • Egon, eu sinto que as vezes, as pessoas confundem alhos com bugalhos. Misturam técnica com tática. Tática com filosofia de jogo. Filosofia de jogo com situações de jogo. E por aí vai.

          Por isso, de uma maneira geral,ainda nos é muito difícil analisar friamente o nosso Zé. Temos todos poucas coisas palpáveis para isso no quesito profissional.

          Passado esse tempo à frente do time profissional, tenho a primeira crítica ao nosso Zé.

          VARIAÇÃO TÁTICA…..Explico:

          No elenco atual que o Zé Ricardo tem em mãos, eu particularmente concordo com a tática por ele adotada. Fazer com que seus pontas atuando pelas extremas, façam parte da primeira e vez ou outra da segunda linha de recomposição.

          Acontece que essa tática, deixa nossos pontas extremamente extenuados, cansados, esgotados, e que normalmente tende a durar a sua eficiência por volta de 60 minutos.

          Como eu mencionei no post anterior, se Zé Ricardo vai ficar para a temporada de 2017, há que se pensar em dois jogadores que façam melhor ou igual aos nossos pontas atuais. Não me adianta trazer Neymar e Messi para ter que repensar toda a estrutura tática. A estrutura tática o Zé já tem. Temos é que melhorar e aperfeiçoar.

          Outro ponto dessa recomposição passa por Willian Arão.

          Quando Arão cansa ou não está bem no jogo para ajudar na recomposição, Zé Ricardo opta por Patrick ou Mancu, o que detona a recomposição tática.

          Eu sinto falta é de outros jogadores do elenco fazendo a mesmíssima função do titular. Quase nunca acontece.

          É nesse ponto que eu concordo com muitos aqui, que Zé é inexperiente e por vezes covarde.

          ABÇ#SRN

          Reply
  33. Caro Kléber! O empate não era o que queríamos, mas, depois de levar uma virada, posso entender como o ponto do milagre e que pode fazer a diferença na reta final. Os pontos recentes que foram jogados fora foi contra o Inter e Corinthians. Esses foram pecados mortais. O ZR ainda está no caminho para se transformar num técnico de ponta, e neste aspecto, não podemos cobrar muita coisa. Um simples técnico do sub 20 está na disputa do campeonato brasileiro e com apenas 5 meses de carreira com o time profissional, já mostrou que tem futuro e liderança. Não gostei da entrada do Sheik, mas, foi a opção que poderia ter dado certo se não fosse pelo GRANDE ERRO do jogo: pênalti infanto-juvenil cometido pelo Rever. O jogo foi decidido ali e logo depois a virada, que aconteceu no tradicional abafa geral, que convenhamos, é natural em BH. E o que me preocupa? Será que Galo vai estar motivado para ganhar do Palmeiras? Se sim, devemos continuar fazendo a nossa parte. Contra o Botafogo devemos garantir três pontos. De nada adianta o Palmeiras perder e nós não pontuarmos na opção máxima. Não podemos deixar de ganhar todas. Essa é a nossa única chance. Tres pontos: esse será nosso colete salva vidas em todos os jogos daqui por diante. Para palpitar, ontem, faltando 15 minutos para o fim da partida e contra o galo, teria colocado mais um volante ou mais um zagueiro. Tentaria segurar o jogo e o contra ataque seria a moeda da sorte. Depois que termina o jogo, ficam as lições. O Marcelo errou: Ótimo. Nós erramos: Péssimo!!! Perdemos 2 pontos. SRN e excelente semana

    Reply
  34. “A escolha de Sophia”
    Amigos entendamos uma coisa. A probabilidade do ZR errar é bem maior do que a probabilidade dele acertar, isso é fato! Dentro deste contexto quero dizer que ele tem acertado muito mais do que errado, outro fato! ZR achou um time com o Gabriel e o Éverton, e eu diria que o Fernandinho tbm entrou nessa assertividade do sistema de jogo, outro fato! Amigos, mas saindo disto, seja lá no meio de campo com Mancuello, AP ou até mesmo Cuellar…ou no ataque com Sheik, Cirino e Leandro Damião, a possibilidade do erro do ZR aparecer são imensas…Mas vimos que o treinador não tem pecado por covardia (como se via nos jogos iniciais dele, compreensível, substituamos covardia por ser precavido em excesso então!), tem optado pelas peças duvidosas na esperança de acerto. No último jogo por exemplo, suas esperanças em Sheik e AP o levaram ao erro, porém seu desespero com a entrada do Leandro Damião o levou ao acerto. Minha avaliação entre as dificuldades, limites e deficiências, é que o trabalho do ZR é bastante expressivo, positivo. Digo isso depois de critica-lo veementemente no início de seu trabalho. SRN.

    Reply
    • Nino o termo “errar” está mal empregado.

      É o elenco que o ZR tem em mãos. Elenco que ele não escolheu.

      Ou vc acha justo, colocar a base no fim do campeonato para queimar com a torcida?

      Discutir nomes faltando cinco rodadas, com um treinador que não indicou ninguém, é o maior erro amigo.

      Essa é uma questão para Rodrigo Caetano e diretoria, e não para o ZR.

      ZR trabalha com o que tem.

      A bola que eu estou levando é outra. VARIAÇÃO TÁTICA.

      Reply
      • Anderson meu caro, vc tem toda razão em seu comentário…
        Neste quesito acho que no ataque a diretoria foi menos feliz na reformulação às pressas que ocorreu após a saída do Muricy, “literalmente faltou pano”.

        Reply
  35. “As muralhas de Jericó”
    1a. rodada após as mudanças dos horários dos jogos do Palmeiras, onde eles passaram a jogar já sabendo dos resultados dos nossos jogos produziu um resultado inusitado!
    Tivesse o Flamengo ganho o jogo contra o Atlético Mineiro, eu não teria dúvida do maior interesse e empenho Palmeirense no jogo contra o Santos…
    Mas o que se viu foi um Palmeiras relaxado, sem muito interesse na partida. O mesmo ocorria com o Santos, até que o gol da vitória santista apareceu, apareceu!
    Nesse ponto a Muralha de Jericó ruiu, ou seja, acabou a fantástica série de invencibilidade palmeirense…
    Enquanto houve queda de braço firme conosco, eles prevaleceram sobre nós. Agora perderam uma batalha em um momento do jogo em que eles não imaginávam.
    Agora eles já sabem que tbm podem perder, relembraram que podem perder, cabe ai uma nova esperança. SRN.

    Reply
  36. “A foto da capa” (do post)
    Após duas partidas expressivas no comando de ataque, estaria o nosso valoroso (de valorizado financeiramente) Paolo Guerrero reencontrado o seu melhor futebol? Futebol esse que cansamos de vê-lo exercer em sua seleção, e que estamos tão carentes de constatar com a nossa camisa?
    Seja como for, eu que sou ferrenho opositor de seu futebol no rubro-nego, não me furtaria de elogia-lo até os confins do mundo, caso daqui até o final do campeonato Guerrero venha contribuir com o futebol que esperamos dele, sem contudo, entretanto, todavia, não mudar meu conceito sobre a validade da passagem dele pelo clube. SRN.

    Reply
  37. Falando em Treinador,
    Como está a obra do CT George Helal (Ninho do Urubu)??? A previsão era para novembro/2016, salvo engano… Alguém tem notícias? Seria legal uma matéria por lá, ou uma “ligação” ou entrevista com os responsáveis pela obra para saber o andamento.

    Reply
  38. O esquema do Ze Ricardo prima pela intensidade do jogo. Nosso time está dando espaço para os adversários nos segundos tempos em virtude do cansaço dos nossos volantes e do Diego. Assim como no decorrer dos jogos fazemos um rodízio dos pontas deveríamos fazer o mesmo com os volantes. SRN

    Reply

Comente.