Notícia boa

A fonte é de primeira qualidade, portanto, zero de possibilidade de erro.

Hoje, talvez influenciado pelos tristes acontecimentos ocorridos em São Januário, o governador Luiz Fernando Pezão esteve reunido com dirigentes rubro-negros e tricolores, na tentativa de, uma vez por todas, encontrar a solução para o Maracanã.

No caso específico do Flamengo, há a preocupação de alguns jogos serem realizados na Ilha do Urubu, como os clássicos estaduais e confrontos regionais mais “calientes”, como contra Corinthians, Palmeiras e Atlético Mineiro.

Este diálogo chega em boa hora. Por tudo que estamos vendo – e abismados – o momento pede prudência.

1 Comentário

  1. Sim,Kleber,desculpe,mas o que decidiram ? A Odebrecht vai opinar,vai transigir das altas taxas que cobra ?
    O Maracanã é do povo,é patrimonio público,foi pago por nós contribuintes e a nós tem que voltar,para uso na forma da paixão pelo futebol.
    Escrevi neste blog,que para o reuso do Maraca,todos têm que ceder.
    Concessionários,estado,federação,outras entidades,clubes(redução dos ingressos),etc.O “maior do mundo” dever abrir os seus portões para o povo,e não escancarar seus domínios para outros interesses que não sejam do futebol.
    ABS.
    SRN.(sempre)

    Reply
  2. Depois do que aconteceu é que as cabeças pensantes resolveram agir. Esse é um eterno problema no Brasil, primeiro tem que acontecer uma tragédia para depois nossas autoridades agirem. Quanta incompetência!

    Precisava que o torcedor perdesse a vida para enfim liberar o maracanã que está jogado as moscas? E o estádio só não está pior porque o Flamengo tomou a iniciativa e injetou quase 2 milhões lá para torná-lo novamente utilizavel.

    Difícil acreditar nesse país. Quantas vidas já não foram perdidas pela inificiencia do poder público nesse país. Quanta culpa de sangue tem sobre suas costas esses governantes.

    Mesmo que o maracanã seja entregue aos clubes para administrá-lo sou amplamente favorável que o Flamengo busque seu estádio e enterre de vez esse elefante branco que se tornou o maracanã. Só o Flamengo tem condições de administrá-lo, isso se mantiver a postura atual de governança do clube. Pode-se garantir que será sempre assim?

    São Januário nunca deveria receber jogos de grandes torcidas. Aquilo ali é um covil perfeito para bandidos travestidos de torcedores abusarem da violência. Não tem segurança nenhuma. O maracanã, nesse momento, é estritamente essencial para ter maior controle sobre os torcedores animalescos que por lá trafegam.

    Definitivamente acabou-se a paz no futebol. Ir a um estádio hoje e uma aventura de alto risco. Coisa lamentável, meu caro Kleber Leite.

    Reply
  3. Sinceramente, acho ridículo ver o Flamengo jogando na Ilha. O estádio ficou legal, a atmosfera é espetacular, o gramado é padrão Fifa, etc. Mas é um remendo de estádio para o maior time do Brasil. Ainda mais para um público que chega no máximo a 19 mil torcedores.

    Sinceramente, gostaria de ver o Flamengo, ao menos nos jogos grandes (Palmeiras, Corinthians, Clássicos, reta final) no Maracanã. Certamente iria lotar e seria bem mais interessante, além de caber bem mais gente né.

    Reply
    • Henrique,
      Única coisa que é ridícula nisto é a relação do (des)Governo do Estado com essa empresa SUJA que administra o Maracanã, réu confessa das maiores maracutaias já praticadas neste país! A posição do Flamengo não é por birrinha ou opção por um estádio menor, mas sim uma IMPOSIÇÃO decorrente dessa mixórdia de esquemas de corrupção que envolvem o NewMaracanã, que ceifaram o bom e velho Maraca!

      Enquanto existir essa relação Oderbrecht x Estado x Maracanã, voto pelo total afastamento daquele estádio!!!

      Reply
  4. Concordo que a torcida do nosso time merece o maior e melhor, mas inegavelmente perdemos pontos preciosos no Maraca em 2016, na minha opinião por ter perdido o aspecto técnico de se jogar em Cariacica, o time já estava ambientado ao local e conseguiu preciosos pontos lá.
    Me parece que fazer essa transição para o Maracanã no meio do atual campeonato pode representar uma perda técnica e novamente ficarmos na beira da praia.
    Em 2017 deveria ter somente os clássicos regionais, os demais obrigatoriamente na ilha, temos que levantar esse caneco, não colocaria o risco da perda técnica e por tudo a perder.
    SRN

    Reply
  5. Discordo de alguns. Maracanã continua sendo a grande opção. O gerenciamento do Estadio que tem que mudar. Não pode os clubes serem refens de uma concessionaria envolvida em falcatruas, dar as cartas e cobrar o que desejar pelo uso do Estadio. O governador, mais enrolado do que papel higienico, deveria ter pelo menos um ato de grandeza e entregar o Estadio para os clubes ou então, escolher um ou dois para administra-lo com obrigatoriedade de cede-lo para jogos dos outros clubes com taxas pagaveis e aceitaveis.Não pode um jogo custar um milhão de reais seja o jogo que for. Deveria tambem definitivamente retirar dos estadios a policia militar que é paga e foi criada para dar segurança para a população e não para eventos que tiram das ruas um contigente tão grande.É hora dos clubes terem seu quadro para dar segurança no Estadio e colaborar no entorno e o uso da Policia tem que ser remunerado tambem dentro de um custo pagavel.

    Reply
  6. Será ?
    Vini+Guerrero+Arão+Vizeu+Sede Morro da Viúva=Estadio proprio !!!
    Esta conta seria real ?
    È para pensar.
    SRN.

    Reply
  7. Prezados.
    Notícia de 80 milhões no Tuta Peruano… Vendam correndo antes que os chinas abram os olhos! Guerrero é bom jogador, mas passa longe, MUITO LONGE, de ser um craque insubstituível. Ademais, ainda mais absurdo de renovarem com o peruano, pagando 1,4 milhões por mês!!!

    Reply
  8. Boa noite, Kleber. Gostaria de enviar uma mensagem privada ao senhor. Tem algum e-mail ou alguma rede social?. Grato.
    ——–
    Olá Paulo Roberto,
    Envie sua mensagem via formulário de contato do blog que, dependendo do conteúdo, encaminhamos para nosso presidente.
    Abraço,
    Robert Rodrigues – Moderador

    Reply

Comente.