Gordo rico na boate

O brasileiro é de um bom humor e de uma criatividade impressionantes, mesmo na “desgraça”… Hoje, a seguinte “joia” circulou na internet:


✨Pensamento do dia✨

Flamengo está parecendo gordo rico na boate…
Gasta, gasta, gasta…
Mas não come ninguém!


Não há o que fazer, apenas parabenizar o autor. Aliás, muito mais eficaz é o protesto carregado de talento e humor, do que as grosserias, como a de hoje no aeroporto, quando Guerrero quase saiu no tapa com um torcedor.

Comentei com uma querida figura rubro-negra, exatamente dentro do raciocínio de quem criou o protesto bem-humorado. Tudo bem que os dirigentes não tenham muita intimidade com o futebol, o que não é nenhum crime, até porque, ninguém nasce sabendo. O problema, é que estas pessoas – de bem e, vitoriosas profissionalmente –  estão contrariando o pragmatismo inerente a qualquer executivo.

No mundo dos negócios, quando os resultados não são compatíveis com os investimentos, providências são tomadas e, rapidamente. Por que no futebol seria diferente?

Outra coisa. Dirigente de futebol não pode impor a sua vontade e fazer prevalecer o seu gosto pessoal. Para o dirigente, bom é quem contribuiu para o RESULTADO POSITIVO.

Já demiti treinador e dispensei jogador, com o coração partido, mas ali o que menos importava era o que eu achava e sim, o que as ruas rubro-negras sinalizavam.

No último post fui cobrado por um companheiro por defender Márcio Araújo. Duas injustiças foram cometidas. Primeiro, não estou aqui para defender ninguém. Sobre Márcio Araújo e, respeitando quem pensa em contrário, o considero, dentro do nosso elenco, como volante, o melhor no desarme. E, para finalizar, mesmo pensando assim, já declarei aqui no blog que, escalá-lo, ante evidente falta de sintonia com a torcida, é um grande equívoco. Ruim para ele e, pior para o Flamengo. O mesmo se aplica a Rafael Vaz.

Há momentos na vida em que mudar é preciso. Uma bela e competente chacoalhada no nosso futebol seria de bom tamanho e, não representaria demérito para ninguém. Apenas uma necessidade, típica do futebol, que se impõe.

1 Comentário

  1. Eu defendia muito Zé Ricardo, mas chegou a um ponto que não têm como defender mais, a defesa do flamengo está igual a tábua de pirulito, cheia de buraco! O time leva gol com uma facilidade incrível, em lances bestas e que na maioria das equipes não levaria perigo, não sei se é falta de atenção ou falta de confiança em fazer a jogada mais adequada, mas que está difícil está!

    Reply
  2. Já passou da hora de mudanças no futebol!
    Os dirigentes do futebol do Flamengo são cegos ou burros, achar que o time vai ser campeão brasileiro com Márcio Araújo, Pará e Rafael Vaz de titulares e ainda o FLAMENGO servindo de cobaia para treinador, como falo desde o ano passado, fica difícil!
    Mais difícil ainda é assistir a entrevista que Bandeira de Melo concedeu a Benja.
    Vamos perder todas as competições com Zé Ricardo, mesmo tendo o melhor elenco do Brasil!
    Se quisermos ganhar a Copa do Brasil temos que trocar o treinador, como fez como fez Kléber Leite colocando Ney Franco.
    .

    Reply
  3. Caro KL e amigos do blog; penso que o ZR fez,faz e fará algumas escolhas equivocadas;porém NÃO é só ele o único culpado da atual fase do time.Seu Rever tá mal demais, Guerreiro estressado demais e Diego caiu muito de produção.Se eu fosse presidente EBM fazia três mudanças para balançar esse elenco: 1ª- demitiria ZR e trazia WL para ontem(contrato até o final do ano,Rueda agora não),2º contrataria FM(contrato até o final do ano) e 3º indicar um vice de futebol que entende do riscado(KL por exemplo)
    SRN

    Reply
    • Concordo com quase tudo, mas queria ver o Marcos Braz de vice. Com ele fomos campeões em 2009 ele parece saber cobrar é isso falta no Flamengo, além é claro de ter trazido Álvaro e Maldonado que foram cruciais para dar jeito em nossa defesa e assim fomos campeões.

      SRN

      Reply
  4. Kleber , novos ares , mudança já enquanto o desastre não se torne catástrofe!!!! Antes éramos o gordinho da Saveiro sempre comendo pelas beiradas , hoje somos o gordão que senta no vaso com um pote de Nutella e mau vê o pipi .

    Reply
  5. Falando em Guerrero, já encheu o saco esse cara. Reclamão, brigão e exímio perdedor de gols… Carreira tão mediana que neste ano comemorou seu maior número de gols, 18 (DEZOITO)… Definitivamente não vale 900 mil por mês… Até o Roger do Botafogo já tem mais gols que o Tuta Peruano no Brasileiro.

    Reply
    • Amigo Diego,não crucifique Guerrero, sempre foi sabido que ele não era um matador NATO como Romário e Fred,é só ver seu histórico desde que era da Alemanha. Portanto,é incoerente cobrar algo que ele nunca foi,o Fla quis pagar este valor e na época todos comemoraram. Agora no caso do aeroporto um dos únicos que não merecia ser contestado era ele, para ele nunca faltou raça e força de vontade em campo,NUNCA! Tem mais, é difícil fazer gols num time que só joga chuveiro para você tentar fazer o gol no meio de 3 marcadores,para ele que não é goleador fica pior ainda,sempre jogando isolado,sendo o único,e solitário,atacante lá na frente,num esquema imutável de ZR.

      Entenda,o que Guerrero tem para oferecer é isso,luta,vontade,alguns gols,outros gols perdidos e o papel de pivô com o domínio de tijoladas lançadas para frente de um time que não possui coletivo e que pouco cria jogadas decentes que enfiem uma bola para ele finalizar.

      Reply
      • Prezado Daniel G.
        Realmente você tem razão, Guerrero numca foi e numca será artilheiro, e não merece ganhar R$900.000,00. Péssimo custo beneficio, e tem torcedor querendo que o Flamengo renove o contrato do falso artilheiro de 35 anos. Será um tiro no pé o que o mais querido vai fazer.
        Sds rubro-negra.

        Reply
      • Daniel G, o único atacante que vejo tendo sucesso nesse esquema do Zé seria o Neymar. KKk, o gol contra a Juve driblando 5, inclusive o Messi, ilustra meu ponto de vista. Realmente o Guerrero joga muito sozinho la na frente e ele como é bom de pivô, etc, seria o frente ideal pra ajeitar bolas e até tijoladas para um atacante matador nato. E certamente ele faria os seus tb. SRN

        Reply
  6. Marcos Santos,concordo com você, mas pelo amor de Deus Felipe Melo não . o flamengo já teve muitos jogadores problemáticos e era um inferno. esse rapaz é até um bom jogador mas criaria dificuldades para todos no flamengo.se for para trazer um volante porque não o Ramires, marca bem ,veloz e profissional.

    Reply
    • No exército brasileiro existem vários soldados problemáticos, em 90% oriundos de favelas e pasme você, bem liderados se sobressaem, e não existe santo ali.
      Moral da história, falta comando.
      Felipe Mello muito bem vindo, contando que ele entenda o comando.

      Reply
  7. Caro Kléber e amigos!
    A fase é tão pesada que até para dizer alguma coisa boa a gente não encontra palavras.
    A derrota de ontem foi imperdoável e isso reflete qualquer protesto.
    SRN

    Reply
  8. Caros,

    Minha posição desde o ano passado era pela troca do treinador.
    Nunca entrei em discussão sobre as suas qualidades, sempre disse que o acho um treinador com futuro, defendi sua saída tentando preserva-lo de um desgaste que só aumenta.
    Disse que como trabalhei como treinador por mais de 35 anos, minha sensibilidade diz que ele jáatingiu o seu limite comandando o grupo e que dali pra frente era ladeira abaixo.
    Citei que inclusive eu já tinha passado por estas situações de entrar ou sair para mexer com o grupo e não considero nenhum demérito pra mim, para o Zé Ricardo ou qualquer outro treinador.
    Precisamos de mudanças, o nosso time não é tudo isso que se imagina, somos carentes em algumas posições, contratamos mal e etc, por estes motivos acredito que o Zé Ricardo fez o máximo que podia, agora o grupo necessita de uma nova motivação para ainda tentar salvar o ano.
    Saudações rubronegras

    Reply
    • Radamés nosso ilustre companheiro de blog, nós os anônimos o saudamos!

      Se é para fazer as contas do ZR, que sejamos justos. Demiti-lo ao fim de 2016 não era viável, nem justo, nem coerente.

      As contas que vemos hoje é que o nosso herói ZR nos custou praticamente duas temporadas. Mas o curioso é que para salvar uma temporada (2016), perdeu-se outra (2017), então a contabilidade é de fato de duas temporadas perdidas na aposta chamada ZR, esse é o saldo.

      É claro que agora fica fácil constatar, mas tbm estava fácil prever já em meados de 2016 que o nome do ZR não era o nome ideal para a condução do grupo. As conquistas feitas por ele, o embalo no Brasileirão de 2016 e a vaga para Libertadores foram todas perdidas a seu tempo. Nos sobrou como saldo a conquista do Carioção (Pode ser que este tenha algum sabor especial para EBM em sua briga com a FFerj, Vasco e Botafogo, mas para nós é frustrante).

      Assim, como eu eu disse, se sua demissão ao fim de 2016 não seria justa, a sua efetivação como técnico em 2016 tbm não era recomendável, como tanto ressaltou nosso guru KL na época.

      O interessante é que a onda ZR se espalhou pelo Brasil: O Botafogo com Jairzinho, o Grêmio com Roger, o Vasco ressuscitando a sua já surrada revelação Cristóvão, e por fim o Corinthians com o Carille (powered by Tite).

      Fim de um ciclo com mais prejuízos do que conquistas. Estamos hoje em pior situação para contratar um técnico do que estávamos em meados de 2016, época da chegada do ZR.

      Reply
    • “Precisamos de mudanças, o nosso time não é tudo isso que se imagina, somos carentes em algumas posições, contratamos mal e etc, por estes motivos acredito que o Zé Ricardo fez o máximo que podia, agora o grupo necessita de uma nova motivação para ainda tentar salvar o ano.”

      Caro Rada! Concordo plenamente com esse parágrafo.
      Mas como estamos falando de Dedos Podres, “a nova motivação” é que será o problema.
      Não se espante se Zé sair e for substituído por coisas como Roth, Antonio Lopes, Mancini, Dori e Marcelo Oliveira etc…

      Reply
      • Caro Egon, muitos pensam com o coração e não com a razão. Sempre defendi o Zé Ricardo, assim como você. Espero, sinceramente, que não seja substituído. Como você bem disse, não teve culpa pelas contratações equivocadas.
        Agora, se for para tentar dar uma motivação ao grupo, tudo bem, mas, contratar quem para esse desafio, nessa altura do campeonato? Tem alguém com esse perfil disponível no mercado? Com certeza, não!

        Reply
  9. O Bandeira faz uma gestão memorável no Flamengo, algo inimaginável há algum tempo. Porém, alguém precisa avisá-lo que essa característica de “defensor dos criticados”, que ele mesmo afirmou cultivar desde a época de arquibancada, não é muito inteligente e, muito menos, traz resultados práticos.
    Desde de 2015 a torcida critica o Márcio Araújo, recordo-me inclusive que o Bandeira bateu boca com torcedores porque estes pediam a demissão do técnico na oportunidade, Cristóvão Borges, que insistia na escalação do nosso amado volante. Algum diretor INTELIGENTE deveria negociar esses ‘queridinhos” do presidente e de TODOS os treinadores que passaram pelo clube nos últimos anos. Será que não tem um VP que arrume proposta do Uzbequistão ou Azerbaijão para o Márcio Araújo? Ou alguém pra levar o peladeiro favorito dos treineros, Gabriel, para apresentar seu belíssimo futebol bem longe? Bem longe pode ser até em São Januário, Laranjeiras ou General Severiano, por que não?
    Agora; no Flamengo não, chega!!!!
    O Bandeira tem NECESSIDADE de mostrar que é diferente, que segura treinador mesmo diante de péssimos resultados. Digo péssimos, porque diante do patamar que atingimos, de elenco, estrutural e financeiro, podemos muito mais!
    Como o presidente manda e desmanda lá dentro, os vice presidentes devem se reunir e pressioná-lo a retirar o Zé Ricardo IMEDIATAMENTE. Chega de segurar os protegidos mesmo que todas as evidências apontem para um caminho contrário. Será que ainda não sondaram o Renato Gaúcho em nome do Flamengo? E o Rueda, não poderia iniciar um trabalho imediatamente? E PELO AMOR DE DEUS, chega de usar o argumento de que técnico estrangeiro em meio de temporada não pode e blábláblá. O que não pode é trazer uma porcaria de treinador só porque fala português.

    Reply
  10. Agora Presidente o senhor falou tudo que eu queria ouvir!

    A tempos nem entro mais aqui pq tamanha e a paixão por um técnico que claramente não tem mais o q acrescentar ao Flamengo pra mim beirava o absurdo, na de sua parte, mas dos companheiros aqui!

    Sempre uma desculpa para defender o indesculpável!
    Mudanças já é o que precisamos!
    Srn

    Reply
  11. O ano acabou, não foi falta de aviso! Com o sub estagiário não chegaríamos a lugar algum.
    Agora, aqui para nós, já imaginaram o que o Felipe Melo faria com esses bananas do futebol ? Seria o Presidente do clube!

    Reply
  12. Torço para que o Bandeira e seus auxiliares não troquem o pneu com o carro andando.
    Que crise é essa para um time que certamente estará na libertadores em 2018,está nas semifinais da Copa do Brasil,e bem dizer classificado na sul americana.
    E quando foi a última vez que estivemos tão bem classificados no brasileiro por 2 anos consecutivos?
    Desculpe mais a probabilidade de trocar técnico já com campeonato andando dar certo é muito baixa.
    Espero que a diretoria espere acabar o ano faça uma avaliação e aí sim demita o técnico.
    Se bem que eu acho que o próprio Ze pedirá o boné.

    Reply
    • Grande amigo Vili!
      “Torço para que o Bandeira e seus auxiliares não troquem o pneu com o carro andando.”
      Com certeza isso nos remeterá ao ponto QUASE zero no meio de uma cacetada de competições.
      O perigo mora aí, amigo!

      Reply
  13. Grande Kleber se o dirigente é responsável pelo cargo de presidente do Flamengo for se basear o que a “rua” diz aí a coisa vai para o brejo.
    Pois se for levantarmos aqui no blog sobre o time titular ou algo parecido a opinião vai divergir muito.
    Vc mesmo deu exemplo do Marcio Araújo que para vc tem características que nenhum no elenco tem,se fosse vc o técnico vc tiraria ele pelo fato da “rua” Rubro negra ter rejeição pelo Marcio?

    Reply
  14. Concordo com a chacoalhada. Emprestaria o Gabriel, pretendido pelo Avaí, venderia o Vaz para a Lazio e colocaria alguém experiente para ajudar o Zé como VP de futebol ou até no lugar do Mozer. Carpeggiani estava indo pra China, mas se não foi era uma.

    Ainda conversaria pesado com o Zé que domingo é o começo do fim. Ou arranca ou já era.

    O caldo entornou e é preciso melhorar. Aliás, é preciso fazer os gols e maior atenção na defesa. Jogamos muito contra Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro, Santos e Corinthians e somamos só 3 empates. É hora de cobrança geral e caras novas para auxiliar o Zé, até quando ele durar.

    Outra coisa, o comportamento histérico de muitos jornalistas provoca reações violentas como a de hoje no aeroporto. Diego falhou, Diego Alves falhou, Juan, Rosinei, mas o quase agredido foi o Márcio Araújo.

    Reply
  15. Repito, pior que o Z.Ricardo são os marajás Fred Luiz e R.Caetano !Enquanto não demitir , nada de bom ganharemos !
    Demitir o técnico pode ser uma solução, mas por favor Luxemburgo NÃO ! Admito Carpegianni, René Simões, F.Diniz, Andrade e até Joel, mas Luxa já deu ! Alias seria ótimo ver Luxa e F.Melo juntos ….no Sport, no Goiás, na PPreta ou na #@8…,menos no Flamengo!
    Ressalto o Papelão da chegada, hoje, do time no aeroporto….Definitivamente , nessa diretoria so há amadores !

    Reply
  16. A verdade revelada pelos inúmeros blogs que acompanham o Flamengo dão conta que existe um racha entre os VPs do clube com a grande insatisfação da situação atual do clube.

    Não precisaria ter bola de neve alguma para saber que EBM não entende de time de futebol, administrativamente falando. Ele entende muito de finanças e gerenciamento administrativo de empresas, ativos, patrimônio e tudo mais.

    Sabe-se que por enquanto EBM contraria, além de 50% dos VPs, contraria seu maior patrimônio, os mais de 40mi de torcedores que pedem já a algum tempo a saída do Ricardo Zé!

    Sabe-se tbm que Paolo Guerrero esta muito abalado com os acontecimentos no aeroporto hoje a tarde, e boatos infundados dão conta que ele havia pedido para ser vendido pelo clube, o que parece não ser verdade.

    Outra que se sabe tbm é o abatimento do grupo, parece que de fato estão todos muito tristes. Depois de acreditarem, lutarem, entrarem em desespero, agora sobrevêm a tristeza.

    Muito se fala do sobre a revolta dos VPs e o fato do EBM dar sustento a permanência do ZR, o que se comenta internamente é que não há mais clima.

    Não sabemos exatamente o que pensam os jogadores a respeito do ZR, creio que tbm entre os jogadores já existe um grupo ou de descrentes no trabalho do ZR ou chateados diretamente com o técnico, mas isso são suposições.

    Reply
  17. Aliados políticos, adversários, torcedores, os universitários, o prefeito, Batman, Superman, Aquaman… Alguém precisa ajudar o presidente do Flamengo. Explicar para ele que não é preciso demonstrar força, ela a tem, afinal, está no poder. Seu grande desafio é saber usá-la, ainda mais quando incumbido da missão de comandar o futebol ao decidir acumular a vice-presidência da pasta. Não é preciso ser do contra quando o assunto em pauta é óbvio, caso dos jogadores que elegeu como seus “protegidos”(Araújo,Vaz,Gabriel). Por que eles são mais criticados por uma razão muito simples: mesmo que se esforcem, tecnicamente deixam a desejar, não estão no nível que o atual elenco do Flamengo “pede”. Ao “proteger” esses atletas, ele desprotege o time, enfraquece seu diretor de futebol e o próprio técnico, outro “protegido”. Não creio que um treinador profissional queira ser visto assim. Zé Ricardo não merece isso, por mais que seu desempenho atual possa ser questionado. E obviamente ao “proteger” alguns, o dirigente desperta reações e sentimentos diversos no grupo. Em qual ambiente de trabalho alguém que está ali por ser queridinho do chefe faz bem à rotina, ao dia-a-dia? Quem além do próprio “protegido” curte a situação na qual o melhor, o mais competente, fica para trás porque alguém é privilegiado por cair nas graças do manda-chuva? Um erro infantil, primário. Alguém deveria alerta-lo, por mais evidente que seja. Da mesma forma, tomar posições irredutíveis para demonstrar que não se curva às críticas de jornalistas é uma bobagem. Como todos, nós acertamos e erramos, nossas análises podem ajudar e atrapalhar quem tenta detectar problemas e corrigir defeitos. Selecionar as boas críticas e saber utilizá-las é outro desafio de quem ocupa cargo dessa importância. Ficar contra tudo e contra todos que pensam diferente da mente presidencial é uma postura imatura. Não faz bem ao clube. Mas se a teimosia e os devaneios derivados das delícias proporcionadas pelo poder forem mais fortes, muitos torcedores pedirão que jornalistas passem a elogiar os “protegidos”. Alguns já me fizeram tal solicitação. De minha parte não esperem isso. Seria tolo, pueril. E o Flamengo é assunto para gente grande. Saudações!

    MAURO CEZAR PEREIRA.

    Reply
    • Daniel G, senti uma certa discriminação sua ao não citar o NAMOR, “O PRÍNCIPE DAS PROFUNDEZAS DOS MARES”, visto que é para O FUNDO DO POÇO que este transatlântico chamado Flamengo esta se dirigindo em 2017. SRN.

      Reply
  18. Fico estarrecido com declarações do tipo ” ZR não tem culpa de gols perdidos”. Como pode? Sempre fui enfático aqui de como,em 2016, seu trabalho fui superestimado,com aquele time que era um bando nas mãos de Muricy,ele fez o correto e o básico,montou um time fechadinho e na base de “chuveirinhos” e brilhos de Diego e Guerrero foi pontuando com suor e vitórias sofridas até contra o América,com os grandes rivais ajudando muito,o Galo por exemplo era uma draga.

    Em 2017,os problemas mais ou menos continuam,agora pior,é aquela coisa,quanto mais tempo você dá para alguém que não tem capacidade de fazer algo além do que já fez a tendência é piorar,piorou. Chegou no seu limite. Mas os clichês para defendê-lo continuam.

    O time continua carecendo do básico em jogadas ensaiadas de bola parada, os lances ofensivos são de maioria cruzamentos sobre a área que possui um Guerrero marcado por 3 e os nanicos Évertons e Diego.Quando não é isso,são as jogadas de brilho individual,foi assim em vários golaços de Diego,foi assim no gol de Ribeiro contra o Santos,foi assim na jogada de Arão para Vizeu,enfiadas de bola como essa são raríssimas o que mostra que não são jogadas treinadas num time que possui uma posse de bola enorme e inútil que quase sempre termina em um chuveiro. Defensivamente o time está uma catástrofe,os erros são recorrentes,se engana quem acha que são erros individuais, a linha de defensores marcando em linha,completamente descompactada,sem marcação por setor,resultando em generosos espaços para os rivais entrarem,revejam os gols tomados nesse e nos últimos jogos!Revejam! Isso é problema de treinamento amigos! Não vou nem falar das escolhas de peças que ZR faz,esses sim,que erram individualmente,e por culpa do treinador, que insiste neles.

    Essa história que ZR tem dificuldade pois os jogadores só chegaram agora é piada! Qualquer técnico gostaria de ter esses reforços,digo mais,não houve uma remontagem começando do zero,a base foi mantida,no jogo contra o Palmeiras por exemplo, dos 11 em campo,9 já estavam em 2016,apenas Trauco e Ribeiro não. Com a base mantida era só “enxertar” novas peças quando necessário.

    Claro,no jogo contra o Santos,houve lances desperdiçados,pois no melhor jogo do Fla neste brasileiro em que,ao menos, se tentou criar jogadas decentes,mesmo por pura iniciativa individual dos jogadores,que é raro,tivemos lances perdidos, isso é exceção.

    Mas essa história que ZR não tem culpa dos gols perdidos é uma verdade até a página 2. Ora,esse é um problema desde 2016,ele sabia disso,mas não se fez NADA de diferente para encontrar uma solução,o time continua sem jogadas trabalhadas que resultem em efetivo perigo de gol que não sejam chuveiros,assim fica difícil mesmo a bola entrar. O sistema é o mesmo de sempre,apenas um atacante,isolado,e sabemos que nem goleador nato ele é,nunca foi. Nunca testou um esquema com 2 atacantes munindo-os de jogadas rumo ao gol,na tentativa de melhorar essa carência.

    Portanto olhando o que se fez em todo o ano,percebe-se que ZR não é o culpado de tudo,mas tem mais da metade da parcela de culpa no que se refere as deficiências no campo,não existe o trabalho do técnico,afinal,esperar o que de alguém que nunca foi auxiliar na vida? Que elogia o time nas derrotas,que parabeniza Gabriel e Araújo e diz,logo após o jogo do Santos,que Muralha foi bem.

    ZR teve tempo,estrutura,apoio,e um presidente que o protege com unhas e dentes,diferente de seus antecessores. Melhor condição para fazer um bom trabalho,impossível. O Flamengo,seu presidente e seu técnico,pagam hoje o preço da incompetência futebolística e de não ter contratado alguém capaz já ao fim de 2016.

    Em Agosto já estamos fora,de forma vexatória,das 2 principais competições,Libertadores e Brasileiro e o ano só acaba em Dezembro. Restará o prêmio de consolação com a série B da Libertadores,Sulamericana? Ou com a série B do Brasileirão,a Copa BR? Verdade é que,se uma conquista secundária dessas vier,que não se apague a decepção que já é 2017.

    Reply
  19. Kleber, nem lá, nem cá. Respeito sua visão, mas não ter um jogador melhor e mais eficiente na marcação, não seria motivo para raramente questionar Márcio Araújo e falar apenas da camisa, do campo ou de SJTadeu. Podemos enfatizar que carecemos de mais uma contratação? E pedir então, como sugestão de outros e, lembrado agora por último pelo Egon: Marcelo Diaz, Rafael Carioca ou Otávio.

    No Flamengo de 80, tinhamos esse jogador marcador ou jogávamos compactados aguardando o adversário?

    Passando essa fase da Copa do Brasil, que o Flamengo negocie: Muralha, Rafael Vaz, Gabriel e Márcio Araújo (quatro dos maiores perebas do atual elenco). Além disso, o que não dá é Fred Luz dizer que o ingresso continuará com valor alto pra justificar as contratações por que a torcida quer ver Márcio Araújo jogar. Não é a toa que a direção entrou na marca do pênalti ultimamente em conjunto com determinados jogadores por essas e outras.

    Bandeira por favor, resolva o embrólio da Arena MCFla e do estádio da Gávea e a compra terreno para outro estádio próprio até 2018 e entregue a pasta de futebol.

    Rueda Ja!

    Reply
  20. O brasileiro 2017 já era, chance zero de título, na copa do brasil temos boas chances, o caminho teoricamente mais fácil é na sul americana, teoricamente, pois do jeito que as coisas têm acontecido no FLA, a pratica tem sido muito diferente. Uma mudança imediata já planejando a temporada 2018 seria o ideal e extremante necessária.
    Um vice de futebol, um gerente de futebol, um treinador de goleiros e claro um novo técnico.
    Marcos braz, Zinho, Cantarelli e Paulo Autuori!
    Tudo novo, faz a faxina necessária, reduz o tamanho do grupo, contratações pontuais e de altíssimo nível.
    Assim poderemos ter melhor sorte!

    Reply
  21. Belas reflexões. Pena, que o atual mandatário não coadune com essas ponderações e tenha dificuldade em efetuar uma análise crítica da conjuntura.

    Reply
    • Me parece que exite uma divisão entre o que pensam EBM, RC e Fred Luz e o grupo de jovens VPs Claudio Pracownik (vice de finanças), Alexandre Wrobel (patrimônio) e Pedro Almeida (planejamento) a respeito da direção de futebol do Flamengo.

      Sinceramente não sei se algum desses jovens VPs tem projeção e peso para assumir a VP de futebol, de qualquer forma não temos opções que se disponham a aceitar a pasta neste momento.

      Divido muito que o grupo do EBM ceda aos jovens VPs, sendo como eu disse, esse grupo do EBM vai esperar algum fator supervivente para sair da zona de conforto!

      Reply
      • Ao contrariar a torcida, seus 40mi de torcedores, ignorar os VPs do clube negando-lhes a oportunidade de projeção para as próximas eleições, contrariando os conselheiros e vozes rubro-negras, EBM creio eu tem a convicção ser ele o dono do Flamengo.

        Próximas eleições EBM não estará elegível e pensar no apagado e discreto, tanto quanto competente Fred Luz para liderar a chapa é uma piada.

        Reply
  22. Kléber, volte! Nem que seja de VP de Futebol.
    Saudades de Marcio Braga e Kléber Leite. Dois dos nossos maiores e melhores PRs.
    Volte, Wanderley Luxemburgo. Desde Armando Renganeschi é nosso melhor estrategista (Carlinhos foi grande, enorme técnico, mas era um tático).
    Fora ZRicardo, RCaetano, AMureta, RVaz, Gabriel e MAraújo, já!
    Só de imaginar: KL, WL, Jayme de auxiliar técnico, Cantarele de treinador de goleiros.
    Hoje como hoje, no imediato, só vejo uma solução-remendo emergencial. Sem laterais e com três zagueiros, um deles veloz como é o LeoDuarte.
    Um dentre Thiago, César ou Diego (-“chama gol”-) Alves; LeoDuarte, Rômulo e Rhodolfo; WillianArão e Ronaldo; Geuvânio (ou Berrío), EvertonRibeiro, Diego e Éverton; Guerrero ou Vizeu.
    Um 3-2-4-1

    SRNs

    Reply
  23. Time escalado para MANTER EMPREGO do TéCNICO e ñ para ganhar titulos. Esse é o Flamengo 2017.

    Alguns técnicos ousam e ARRISCAM buscando GANHAR TITULOS outros fazem o time jogar para perder pouco, ganhar pouco e EMPATAR MUITO. Assim tem sido o FLA 2017 um time SEMPRE escalado para manter o emprego do técnico.
    Títulos assim só se for em delírios ou sonho.

    Reply
    • FlaD+, a tempos temos essa impressão…
      O Ricardo “Zé” é sem dúvida o técnico mais carreirista da história do futebol brasileiro, nunca se viu nada igual. Ele tem um apego absurdo pelo cargo, acima das suas próprias convicções técnicas, acima dos próprios interesses do Flamengo e sua torcida.

      Sua trajetória é realmente impressionante e seu tempo de comando só compatível com grandes técnicos que conseguiram grandes conquistas pelos seus clubes, e o nosso “Zé” nada conquistou.

      Hj Zé é um dos piores técnicos da série A (Dito pelo pessoal da ESPn) em termos de grupo e resultados, o time com essa sequencia de empates e derrotas já nos remete a preocupar com os 41 pts, nr mínimo contra o rebaixamento.

      Reply
  24. “Macumba na Gávea”
    Entramos por vezes na ceara das notícias sensacionalistas e absurdas, surreais por sua natureza.

    A última dá conta que um pai de santo diagnosticou que o Flamengo esta macumbado (aliás, só pode mesmo).

    Segundo o religioso, foi enterrado um crânio de burro no campo do Ninho do Urubu. Essa notícia é preciso fazer um esforço muito grande para considerar qualquer veracidade, mas vamos lá!

    Eu pessoalmente discordo de alguns pontos:

    1o. ponto, em geral este tipo de situação é em geral feito contra inimigos, mas considero o fato de ser fogo amigo mesmo, pois só isso explicaria a inexplicável paixão e apatia do EBM em demitir o seu “queridinho protegido” (Quando um técnico de futebol mereceu essa honraria de algum presidente de clube?). Até pq para se fazer esse suposto trabalho, teria-se que ter acesso ao campo do Ninho!

    2o. o segundo ponto que eu discordo é do local em que foi enterrado essa suposto CRÃNIO DE BURRO. A julgar pela intensidade e longevidade do efeito BURRICE, discordo que tenha sido enterrado no campo de treinamento do Ninho, mas sim enterrada na sala da presidência do clube, só pode!

    Reply
    • Domingo teremos sal grosso no vestiário do Flamengo então?

      Kleber, as notícias dão conta de que hoje e amanhã haverá reunião com todos os VP e presidência para avaliação e planejamento do clube. Acho que dali vem coisas boas. É o que esperamos, aliado com vitória sobre o Vitória.

      Reply
  25. Presidente, ouvi a sua maravilhosa entrevista-nostalgia ao programa da rádio Globo.
    Impressionou-me sobremaneira sua referência ao caso daquela absurda venda do Gérson ao Botafogo como havendo sido o ponto decisivo para a escolha da vocação: no seu caso, o rádio esportivo.
    Pois é, muito embora nascido alguns poucos anos mais tarde que o senhor, também a mim, naquele ano de 1963, tal desvairio marcou: ali percebi, garoto ainda nos meus dez aninhos, que o Flamengo seria paixão de toda a vida e impossível de ser traída.
    Já quando da final de 1962, a insistência implicante do Flávio, deslocando o nosso craque da camisa 8 para a ponta-esquerda, de par com as constantes mesquinharias do Fadel Fadel, irritavam-me.
    Aquele time, que possuía ao menos três super-craques, com Dida, Joel e Gérson, além do Carlinhos, só seria emulado -e superado- nos anos Zico. Entre os dois, foram longos anos a pão seco e água quente e salobra (com o pequeno interregno de 1965 e do Silva).
    Hoje, quando as finanças começam a ser saneadas e a folga fiscal permitiu a aquisição de alguns bons jogadores -ainda que, no fundo, meros e verdadeiros refugos dos ricos europeus- não poderíamos ter permanecido estacionados sob um treinador iniciante e um RCaetano cruzmaltino.
    Aliás, e por sinal, antes desse Caetano, quem era mesmo? Aquele que foi o autor da melança da venda não-paga do Brocador? Ximenes, não era algo assim? Deus meu, o EBM, como entendedor de futebol, é um ótimo burocrata de banco estatal. Bem que a fama dele entre os colegas no Bndes era de … meio que, digamos, intelectualmente beeeeem “limitado”…
    SRNs

    Reply
  26. Jô artilheiro, atacante do Brasileiro e do Corinthians falou claramente por que o Corinthians era LIDER e LETAL. Ainda deixou escapar a “DICA” de como o FLA podia vencer .

    Ele disse na entrevista ao Esporte Espetacular antes do jogo contra o FLA.

    ” Nos chutamos para acertar o gol e ñ o cantinho do gol esse é o segredo”.

    Tão elementar e simples que os ESPECIALISTAS duvidam.
    Durante o jogo contra o FLA o Jô deu APENAS 2 chutes praticamente no MEIO DO GOL o primiro entrou e o segundo quse.
    Diego tentou acertar o angulo e ISOLOU. Se tivesse OUVIDO a dica do Jô teriamos vencido o jogo.
    Futebol é SIMPLES já ensinava o “pofexo ” LUXA.
    Temos um time que chuta sempre no cantinho. ISSO é ERRADO.
    Acertem o GOL 100% dos chutes e seremos imbativeis.
    Angulo é para chutes de bola parada.

    Reply
  27. Fiquei impressionado com a EVOLUçãO do VIZEU. Esta mais FURTIVO e LISO. Aprendeu a induzir os marcadores a correrem para o lado errado.

    Mais dribles de corpo SEM BOLA.

    MUITO BOM.

    Reply
  28. Não custa lembrar,para ser justo,que ZR,EBM,FRED,MOZER,CAETANO,não jogam,não batem falta,não batem penalty,não desarmam,não dão passes,não jogam na defesa,meio de campo,ataque,não são goleiros,etc,etc.
    Os gols que tomamos,a maioria fácilmente,os que perdemos,na sua totalidade “imperdíveis”,os êrros de marcação,distribuição de jogo,defesas no gol,são atribuições dos JOGADORES,que foram contratados,muitos a peso de ouro,para esta funções.E que se estão no FLA é porque tinham credenciais tecnicas,físicas,etc,suficientes para suas contratações.Nâo estou fazendo “habeas-corpus” do tecnico,diretores,assessores,presidente,vices,não mesmo.Estas pessoas não entram em campo para jogar.
    As falhas,que vejo no gramado,se repetem várias vêzes;principalmente pelos mais “cascudos”,que por experiência comprovada não deveriam errar tanto.
    tenho dito.
    ABS.
    SRN.

    Reply
  29. Kleber, você deu a sua opinão sobre o Márcio Araújo mas você não acha que escalar jogadores como Araújo e Vaz tira a vaga de talentos da base como Leo Duarte e Ronaldo, que têm muito mais talento dos que estão sendo escalados, os jogadores jovens que estão mais preparados no elenco pra mim são esses três

    Reply

Comente.