A zebra da Copa

(Foto: FIFA / Getty Images)

Que Copa!!! Que espetáculo!!! Tão fascinante que até a zebra foi para a Rússia.

O jogo entre Croácia e Inglaterra foi a partida da gangorra, onde em um momento uma das equipes dominava e martelava, e não demorava muito tempo para o panorama se modificar. Emoção do primeiro minuto de jogo até o último segundo da prorrogação.

Quando meteu o gol, logo no início da partida – e pelo volume de jogo -, a Inglaterra deu pinta de que seria uma barbada, e que no domingo teríamos a reedição da “guerra dos cem anos”.

A Croácia, com calma, alma e talento, conseguiu, pouco a pouco, ir revertendo a situação. Chegou ao empate no tempo normal e, quase vira o jogo. A sorte tinha ido tomar um cafezinho e, só por isso houve a prorrogação.

Curiosamente, nesta prorrogação, a Inglaterra começou mais inteira, dando a impressão de que poderia fazer o gol a qualquer momento, mas a exemplo do tempo normal, o vento mudou e a Croácia começou a retomar o domínio, até o gol da vitória chegar.

Jogo emocionante, corrido, disputado palmo a palmo, fato reconhecido por todos os torcedores, inclusive pelos ingleses.

Quem assistiu de camarote, tendo um dia a mais de descanso, foi a seleção francesa. E, deve ter torcido muito para o jogo ir para a prorrogação – e que a Croácia fosse a vencedora.

A torcida francesa pela Croácia tem duas explicações. A primeira, óbvia, evitar a Inglaterra, que tem mais tradição e, talvez o mais importante, pegar um time mais desgastado fisicamente que, pela terceira vez nesta Copa, estava decidindo o jogo na prorrogação.

Por tudo isso, não há como negar que a França seja a favorita para a decisão de domingo, mas é sempre bom lembrar que o tema em pauta é o futebol, esporte em que a zebra passeia, como em nenhum outro…

Que Copa espetacular!!!

1 Comentário

  1. De fato meu caro Kleber!

    Ao contrário de França e Bélica (muito em função dos franceses) as equipes da Inglaterra e Croácia estão de parabéns por um jogo, em que em minha opinião “dignificou” as semis-finais desta Copa.

    Os ingleses sempre valentes e firmes mostraram menos do do que eu imaginava que poderiam fazer, ao final foram só um pouco diferentes dos ingleses de todas as Copas, na hora H é fato que a Inglaterra não tem camisa.

    A Croácia sim, dignificou o futebol! Que categoria, que qualidade no toque de bola de seus jogadores, que volume de jogo, que disciplina tática! Em minha opinião a melhor Seleção da Copa!

    Mas deixemos de sonhar com um futebol vistoso e bonito e projetemos o jogo que a França vai propor no próximo domingo!

    A Croácia jogando o jogo dos franceses, aquele jogo fechado jogando no erro do adversário, tem condições de ser melhor em campo pela qualidade do seus jogadores.

    A torcida é amplamente pela zebra oh meu caro Kleber, saudações!!!!

    Reply
  2. Torci por essa vitória como torço pelo Flamengo…
    O sofrimento entre 1991 e 1995, com a quase destruição de um povo, merece esse momento.
    Sem dúvida alguma, esse jogo foi o top da Copa.
    A Croácia veio de duas prorrogações e mesmo morta, resolveu que queria chegar a final. Cresceu no jogo e deixou o contra-ataque para a poderosa Inglaterra.
    Zebra? Acredito que a camisa pese, principalmente numa Copa. Mas o nome dessa brincadeira é futebol.
    A zebra chega com toalha de mesa de pizzaria…
    Riniti, Tendiniti, Labirintiti, Nefriti e Artriti. Conjuntiviti, Otiti, Labirintiti e Bursiti. Faringiti e PIRISIT…
    Como joga bola essa criança…

    Reply
  3. Kleber,
    Achei o futebol inglês como se sempre: pobre e feioso. Deram um único chute no gol e depois seguiram com o futebol burocrático. Tem bons jogadores, nenhum craque, enquanto a Croácia tem o craque Modric e os excelentes Rakitic e Mandzukic.

    Sempre acho estranho chamar a Inglaterra de tradicional, pois tirando a Copa de 66 (na garfada) e a Eurocopa de 68, nunca mais chegaram… Para mim são tão zebras quanto a Croácia.

    Vou torcer por um novo campeão, embora ache que a França leva com certa facilidade…

    Reply
    • Diego,

      Os holandeses amarelam em semis e principalmente finais de Copas.

      Já os Ingleses se contentam em amarelar um pouco antes, entre as oitavas e as quartas de finais. Dessa vez foram um pouco além.

      Um amarelão visível, estampado!

      Reply
    • Amigo Diego!
      Além dos mencionados pelo amigo, ainda existe o excelente PERICIC, que joga pela Inter…
      Esse carinha joga o futebol que estamos acostumados a ver pela nossa terrinha.
      Canhoto habilidoso que parte pra cima do lateral.
      Com toda certeza, a maioria dos torcedores que estarão na final, irão torcer pela Croácia. Evidentemente, fora os franceses…
      A Inglaterra é uma exceção em relação aos convocados.
      Com o compra / vende do mercado atual, o que entra em campo são as camisas. Se for analisar onde atuam jogadores da Croácia e França, chegaremos a triste conclusão que poucos atuam nos seus países.
      O número é alarmante. Dos 32 jogadores convocados numa pré-seleção, apenas 6 jogam na Croácia. Enquanto aos 23 franceses convocados, 92% jogam fora do país, principalmente na Inglaterra.
      Este é o nosso principal problema de identificação com a nossa seleção. Dos 23 convocados, apenas 3 jogam por aqui…
      Vou mais longe! Mesmo acompanhando futebol como acompanhamos, alguns nomes desconhecemos completamente.
      Vou torcer pelos espalhados da Croácia, em nome da zebra, da não mesmice. Embora a Inglaterra tenha mais camisa que títulos…
      Perdi um saquinho de jujuba com a Bélgica, mas recuperei com a Croácia.

      Reply
  4. “A final”

    Mentalmente, fisicamente, taticamente e tecnicamente a Croácia é um time fantástico, mas após 3 prorrogações seguidas não resta dúvida que o aspecto físico milita contra os croatas.

    “Ecos da eliminação do Brasil”

    Principalmente após o jogo da eliminação do Brasil, não houve meia de Seleção alguma que deixou de fazer aquela falta táctica providencial no meio de campo. Ninguém teve dúvida em levar o seu cartãozinho amarelo.

    Reply
  5. Caro Kleber e amigos!
    Uma COPA DO MUNDO para não ser esquecida. Grandes jogos, grandes jogadores em destaque, muita disposição física e bons técnicos de futebol.
    Quanto a Croácia, imaginamos que obviamente a França é favorita, mas, que não se despreze o fator luz. Existe uma luz muito forte brilhando nestes jogadores croatas, desde a sorte nas decisões por penalidades até a chegada na reta final. Melhor que isso só sendo a campeã. Vou torcer por eles.
    SRN

    Reply
  6. Kleber, será que alguém da Seleçao croata levou um cabeleireiro ou especialista em pintura de cabelo ou algum outro especialista pessoal particular qualquer? Não vi nenhum jogador deles praticando o cai cai ou indo , sozinho, ajoelhar se no meio do campo pra exibir um choro fingido. Entre outras, uma lição que ficará dessa Copa é o futebol solidário. Não vi nenhum jogador atrasar ou destruir um contra ataque para ficar fazendo firulas no meio campo, espero que o Paquetá tenha assistido aos jogos da copa com atençao. O dia 18 que não chega!

    Reply
    • Paulo,

      Pelo li e ouvi dos jornalistas que ficaram nos mesmos hotéis que Croácia e Bélgica, foi que o nível de assédio era zero, que os jogadores andavam normalmente pelos hotéis, inclusive frequentando áreas públicas como restaurantes, elevadores e saguão.

      Esse comportamento seria praticamente impossível em se tratando de Seleção Brasileira, era só ver a clark de torcedores em cada chegada a um novo hotel.

      Então são os jogadores criaturas públicas submetidas a um excesso de exposição o qual eles mesmos não tem educação, preparo, formação, grandeza pessoal ou qualquer tipo de abordagem filosófica mais superior sobre o assunto, assim como fazem alguns europeus, são distorções que nós mesmos criamos.

      Isso talvez explique o porque criamos verdadeiros monstros de vaidade e culto a personalidade (Basta citar que a namoradinha do Neymar tem mais de 3mi de seguidores no Twitter, nr. superior a estrelas de Hollywood) com tipinhos ridículos e inconvenientes como o famoso “cabelo penteado de CALOPSITA do Neymar” na estreia da Copa. Ali, ainda no túnel de acesso, na 1a cena do Brasil pela Copa do Mundo vimos que iria dar merda, como deu!

      Saudações!!!

      Reply
  7. Nessa semifinal , discordo que a Croácia seja zebra. Talvez no inicio da Copa, poucos acreditassem que os croatas iriam tão longe. Embora tenham feito uma segura eliminatória e bons resultados em amistosos..
    Mas, quem assistiu aos jogos e entende de futebol, percebeu que a Croácia vem jogando bem. É uma equipe que não se desorganiza. Atropelaram os argentinos. Talvez contra a Rússia tenham feito seu pior jogo na Copa.
    Na minha visão, tem o melhor meio campo de todas as seleções,muita habilidade e visão de jogo, Modric, Rakitic e Perisic são ótimos. Se tivessem um ataque mais poderoso, seria favorita. E também contra eles pesará o desgaste de 03 prorrogações , ter um dia a menos para recuperar e ter uma media de idade superior aos Franceses…Mas é uma final, tudo pode acontecer.

    Reply
    • Fábio,

      Zebra não! É zebraça meu caro! Uma mega zebra!

      Estão acabados fisicamente, não tem camisa, não tem superioridade tática (não sabem ainda como vão jogar), irão enfrentar uma França que joga visivelmente com vários freios puxados devido ao esquema tático mesquinho de seu treinador.

      A torcida é pela zebra, teoricamente uma grande zebra.

      Reply
  8. Tô contigo Fabio!
    Muito embora a camisa seja relevante, a história da Inglaterra demonstra muito cimento e pouco muro.
    Torcer pela Croácia é alterar a mesmice que é uma Copa do Mundo.
    A zebrinha chega como toalha de pizzaria…

    Reply
  9. Prezado Sr. Kleber Leite,
    Em que pese estarmos no período da Copa do Mundo, da qual, logicamente, é o centro das atenções na imprensa esportiva, sinto falta de notícias do nosso Mengão, principalmente, relacionadas as contratações. Como sei que o senhor é muito bem relacionado, por favor, nos informe acerca das sondagens, para que possamos poder saber corretamente o que acontece nos bastidores do clube. Desde já agradeço.

    Reply
  10. Camisas modernas não pesam.

    As camisas de algodão pesavam mais, as atuais devido a tecnologia pesam muito pouco em todos os aspectos.

    Acabou o bicho-papão do futebol. Acabou o futebol arte e com ele o MEDO de serem dominados pelos DRIBLES A CORRERIA equipara as equipes.

    A jogada mais bonita de toda Copa foi um SINGELO toque de calcanhar do Mbappe. Em copas passadas esse era o feoijão com arroz. Alguem lembra do Socrates ?

    Reply
  11. Velocidade x Desgaste e resiliencia.

    Essa será a final dessa Copa. Se o MERECIMENTO vencer a Croácia receberá sua merecida coroa de campeã. Mas resistir a um time VELOCISTA após 3 prorrogaçoes será coisa pra croata.

    A RESILIENCIA está na moda, ou seja, a Croácia é a MATERIALIZAçÃO da propria, mais moderna impossivel. Quanta resiliencia.

    Nessa final vou sonhar junto com os croatas. Que o pesadelo seja da França.

    Reply
  12. Zebra morre cedo não vence 3 prorrogaçoes.

    Falamos muito, falamos muito !!! … e voltamos pra casa calados.

    Esse time da Croacia busca muito mais que uma taça, eles buscam um marco, uma NOVA conquista para uma NAÇÃO NOVA.

    As seleçoes estilo COME-QUIETO tem levado as Copas.

    Tem neguim que fala, fala e não come ninguem. Já outros são igual a cupin, CALADINHOS comem até o concreto.

    A Croacia seria o cupin dessa Copa ?

    Reply
    • “Tem neguim que fala, fala e não come ninguem. Já outros são igual a cupin, CALADINHOS comem até o concreto.”

      Hahahahahahahahahaha
      Tô contigo nessa!!!

      Reply
  13. Kleber, permita-me exercitar a saudável discordância. Não vejo zebra alguma na classificação da Croácia. É a vitória de uma equipe talentosa e, ao mesmo tempo, aplicada. Do goleiro ao último atacante, um desfile de puro talento, todos jogadores protagonistas de grandes equipes. Ao lado de França e Bélgica, a seleção que jogou o futebol mais bonito e encheu o torcedor de esperança foi a Croácia. Que diferença para o futebol chinfrim, burocrático da equipe brasileira!…
    Não lhe parece que o jeito “Guardiola” de propor o jogo está presente nesta seleção croata?

    Reply

Comente.