O homem e a Copa

(Foto: FIFA / Getty Images) Noticias com Kléber Leite

Amigos, vocês repararam o quanto rola de emoção em uma Copa do Mundo?

O incrível é que você, para se emocionar, não precisa estar envolvido diretamente no jogo. Nesta partida entre Croácia e Rússia, o que tínhamos nós a ver com isso? E como nos emocionamos… não como torcedores, mas como seres humanos.

Participamos da alegria dos croatas e sofremos junto com os russos. Sabem o que eu acho? O futebol é a maior invenção do homem e, a Copa do Mundo é a Disneylândia para quem ama este esporte, pois tem a capacidade incrível de nos remeter à infância, onde só há pureza e amor.

Nos estádios onde a bola rolou nesta Copa, alguém lembra de algum tipo de agressividade por parte de quem lá foi torcer?

E, bom não esquecer que cada ser humano leva dentro de si um profundo amor pela sua pátria, portanto, há o componente emocional que, por vezes, faz com que as atitudes agressivas ocorram. Pergunto: E por que isto não ocorre na Copa, com este turbilhão de paixão, que faz com que choremos de alegria ou de tristeza, mesmo quando a nossa Seleção não está jogando?

Pergunto, pelo fato de não saber a resposta. O que sei é que este extraordinário, fascinante evento, tem a magia e o poder de fazer com que sejamos seres humanos melhores, capazes de assimilar e ser solidários, com enorme intensidade, da dor e da alegria alheia, mesmo sendo apenas mero espectadores.

Que magia! A Copa é coisa de Papai do Céu…

Voltar para o site do Kléber Leite