Pikachu, Flamengo e Seleção

Yago Pikachu (Foto: Fernando Torres / Ascom Paysandu) Noticias com Kleber Leite

Que salada, hein? Tudo bem, é uma salada futebolística, mas convenhamos, uma belíssima salada.

Vamos começar pela Seleção e, incluindo nela um jogador que poderia estar jogando no Flamengo e, hoje, defende o Vasco.

Como a legião rubro-negra é nacional, isto é, está espalhada pelo Brasil inteiro, aqui mesmo no nosso blog, companheiros de Belém começaram a alertar sobre um tal de Yago Pikachu, segundo eles, lateral direito muito bom de bola e, artilheiro!!!

Como não poderia deixar de ser, ante tantas indicações, alertamos à nossa diretoria sobre o tema, da mesma forma como agimos com relação ao atacante Keno, à época no Santa Cruz. Pikachu e Keno não foram aprovados pelo nosso “centro de inteligência”. Não demorou muito, um foi para o Vasco e o outro para o Palmeiras.

Outro dia, numa roda de amigos, comentei que Pikachu era um jogador diferenciado e que poderia perfeitamente ter sido convocado por Tite. A maioria concordou comigo e hoje, Jorginho, treinador do Vasco, disse a mesma coisa em um uma coletiva de imprensa.

Aliás, a pergunta é simples. Se você tivesse que escolher para o seu time entre Fagner e Pikachu, qual dos dois vestiria a camisa 2?

Vou além. Se você tivesse que escolher entre Taison e Vinícius Júnior, quem seria o eleito?

Os nossos treinadores e, não é de hoje, são conservadores. Que o velho Lobo me perdoe, mas Zico já deveria ter ido na Copa de 74. Que Menotti me perdoe, mas Maradona já deveria estar na seleção argentina na Copa de 78.

Mesmo que não jogassem, como muitos que foram nas duas jornadas não jogaram. Só que, amadureceriam muito mais rapidamente.

Agora mesmo, nesta Copa. Pra não jogar, não teria sido melhor levar Vinícius Júnior no lugar de Taison?

Agora, o Flamengo

Será que é verdade o que li, dando conta de que o nosso treinador ficou satisfeito com o rendimento do time contra o São Paulo, e que gostou das atuações de Rômulo e Marlos Moreno? Meu Deus…

Se for verdade, acho que vi outro jogo. Errei de estádio…

E, tomara que neste jogo contra o Botafogo, Paquetá tenha mais liberdade para criar. Sem ele atacando, vai ser difícil…

Voltar para Kléber Leite