Salada Rubro-Negra

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo) blog Kleber Leite

Política

Hoje, recebi o destemido rubro-negro Diogo, responsável por um dos bons canais de comunicação do nosso clube. No papo, indagou ele o que eu achava da tentativa de alguns sócios do clube, para punir o presidente Eduardo Bandeira de Mello, pelo fato de estar usando o Flamengo na sua campanha para deputado federal.

Respondi que a única pessoa que pode se julgar impedido ou não, é o próprio presidente, caso entenda ele que uma coisa possa interferir na outra.

Jamais notei o nosso presidente usando o clube por interesse político partidário. Aliás, acho que Eduardo tem todo o direito, como cidadão, de ter este novo projeto de vida. E, vou além. Folgo em saber que uma pessoa de bem tem como objetivo se eleger deputado federal.

Incrível como no Flamengo as perseguições estejam fazendo parte da rotina do clube. Isto nunca foi assim. Até quando os bigodes não cruzavam, havia um mínimo de respeito. Hoje, o ódio, infelizmente, impera.


Valdívia atuando pelo Colo Colo (Reprodução da internet)

Valdívia

Deu na internet, no rádio e até nos jornais chilenos, que o Flamengo está atrás do meia Valdivia.

Recebi e achei interessante as mensagens sobre este tema, do grande rubro-negro Fernando Versiani, que está cuspindo marimbondo…

Diz aí Versi…

“Valdivia, diz o jornal, o Flamengo vai oferecer um salário altíssimo, já que conta com dinheiro em caixa depois da saída de Paolo Guerrero, que recebia US$ 3 milhões por temporada.

Valdivia está com 34 anos e, nesta temporada, fez 20 jogos com a camisa do Colo-Colo e marcou um gol. O contrato dele com o clube chileno vai até 31 de dezembro de 2018. No Brasil, ele já defendeu o Palmeiras.

Deve ser piada… jogador podre, vive machucado, igual ao nosso zagueiro Rhodolfo. Será que esses caras não estudam o histórico do atleta?”


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Ceifador

O nosso treinador, depois do gol do Ceifador contra o Cruzeiro, além de não poder contar com Uribe, contundido, e Guerrero, que foi para o Inter, afirmou que jamais Ceifador foi a quarta opção para o comando de ataque.

Há momentos na vida em que é melhor ficar calado. E, este é o caso. Claro que o ex-atacante tricolor chegou a ser a quarta opção. Tanto foi que, inclusive, chegou a ser sacado até do banco de reservas. Até pouquíssimo tempo atrás, pela ordem, as opções de Barbieri eram: Guerrero, Uribe, Lincoln e, por último, o Ceifador…

Todos nós entendemos que o mundo dá voltas e, diante deste fato, nenhum problema em escalar o personagem deste post. Só não vale tapar o sol com peneira…

Página Inicial Kléber Leite