Uma boa notícia

(Reprodução da internet)

Em roda de amigos, em determinado momento, o papo descambou da política para o futebol, pois o assunto era liderança.

Foi quando um dos amigos, muito bem informado sobre temas rubro-negros, afirmou já ter o Flamengo um pré-contrato assinado com Abel, e que este era o ponto que unia as duas chapas com maiores possibilidades de vencer as eleições. Abel, embora unanimidade, estaria com um projeto diferente. Deixaria de ser treinador, para ser um gerente, um administrador.

Não resisti e liguei para o nosso Abelão, pois ante tão poucas opções de extrema qualidade no mercado de treinador, ver mais um indo embora, me assustou.

Abel ouviu e, desmentiu. Afirmou que ama o que faz e, em momento algum cogitou mudar de função.

Como não se pergunta a um amigo o que ele não pode responder, evitei falar sobre o tal do pré-contrato, embora torcendo para que seja verdade…


(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O que se fala e o que se pensa

Este tema também envolve um treinador.

Hoje, ouvi quem criticasse o treinador Dorival Júnior pelo fato de ter dito ele que o Flamengo continua vivo no Campeonato Brasileiro, quando na verdade, o próprio Dorival saiba que, com o empate diante do Palmeiras, o título ficou muito distante. Em síntese, o crítico afirmava que, embora pensasse de uma forma, Dorival dizia outra coisa.

Claro que é isso mesmo e, está coberto de razão. O que é que o sisudo crítico queria? Que Dorival, publicamente, admitisse que a coisa ficou complicada, muito difícil? Fez ele muito bem em afirmar que “Flamengo continua na cola”. Até porque, os seus comandados estão ligados no noticiário, como qualquer um. O depoimento, sincero que fosse, seria como jogar a toalha…

E, além disso, é bom não esquecer que o tema em pauta é futebol, onde tudo pode acontecer.

Como sempre dizia o inesquecível amigo Afonso Soares, “já vi muita noiva voltar do altar”…

E aquele gol perdido pelo Paquetá não me sai da cabeça…

1 Comentário

  1. O gol perdido pelo Paquetá também não sai da minha cabeça, mas o problema não é a nossa cabeça e sim a cabeça dele que já está, pelo menos em parte e inconscientemente, em Milão.
    Venda apessada e evitável apesar da pressa de ir embora e de realização de lucro.
    Apesar da economia forte, a diretoria continua fraca.

    Reply
  2. Já destruí uma caixa de Anador por causa daquele porreta, pé torto do cacete…
    Esses androides que escrevem merda, não têm memória. Esquecem o que aconteceu em 2009, com o mesmo Palmeiras…
    Sendo sincero! Nossa tabela é muito mais complicada que a do Palmeiras, mesmo que tivéssemos vencido ontem, o bicho é esquisito…

    Diego – em outro post – relembrou nossas desgraças!
    PONTOS FÁCEIS PERDIDOS:
    A derrota para a Chapecoense, jogando com time “B” (= 3 pontos);
    O empate com o América MG, em um jogo controlado (= 2 pontos);
    A derrota para o Ceará, em pleno Maracanã (= 3 pontos).

    Isso é pra ter uma crise de choro…

    Reply
      • Uma honra ser citado pelo Egon! Kkkkk

        Wanderley, no comentário exclui times “diretos” e o Vasco por ser clássico… Ou seja, quis demonstrar os jogos BEM FÁCEIS que o Flamengo deu uma escorregada, pontos que o fariam líder com folga do campeonato brasileiro. E nem citei aquela garfada que sofremos no jogo contra o Vitória.

        Reply
      • Com toda certeza, Wanderley!
        Mas como diz o EU RICO: “jogo contra o Flamengo é uma decisão de campeonato”…
        Por isso não ganham mariolas e estão na rabeira da tabela.
        Perdeu uma grande oportunidade de vender bacalhau na CADEG…

        Reply
  3. Pois é, Kleber!

    Vc não imagina o quanto eu gritei com esse Paquetá, naquele momento. Veja, teria sido uma virada sensacional, com jeito inequívoco de Flamengo, o Flamengo das grandes e inesquecíveis viradas…mas…
    Voltemos à realidade, embora com uma pequena reflexão sobre o tema. Porque, a rigor, o trabalhador brasileiro ganha mal e, se falhar no seu ofício , ganha uma repreensão, para dizer o mínimo . Mas jogador de futebol – e ultimamente com grande ênfase no Flamengo -, ganha muitíssimo bem e, se falhar, ganha… folga! Folga dupla!
    Saudações,
    Carlos Cazé.

    Reply
    • Meu amigo Cazé!
      SE… a Ana Botafogo escorregar num palco, certamente a galera aplaudirá. A bailarina tem uma história…
      Quando Paquetá isola uma bola daquelas e, com aquela marra, a Nação deveria arremessar ovos, tomates e cebolas…
      Embora “artista” e ganhando muito bem, se não baixar a bolinha e providenciar uma botinha ortopédica, nunca será uma Ana Botafogo…
      A assistência açucarada do Marlos, continua me atormentado…
      Seria uma virada apoteótica.

      Reply
  4. O gol perdido pelo Paquetá , não sai da sua cabeça so não Kleber, não sai da cabeça de todo rubro- negro, eu falo de Flamengo vem a imagem do chute do Paquetá. Aí além de lamentar os 3 pontos, lamento pelo Marlos q depois de tanto tempo sem fazer gol deu aquela linda assistência p Paquetá,iria sair consagrado, foi realmente uma pena !

    Reply

Comente.